Neil Patel

Espero que você goste desse artigo. Se você quer que meu time faça o seu marketing, clique aqui.

Sitelinks: como fazer para o Google mostrar os sub-menus?

Quer se destacar na multidão dos resultados de pesquisa do Google? 

Os sitelinks podem ser seus melhores aliados nessa jornada! 

Se você já fez uma pesquisa e se deparou com esses sub-menus que aparecem logo abaixo do link principal nos resultados de pesquisa, sabe do que estou falando. 

Eles não só tornam seu site mais atraente nos resultados de pesquisa, mas também facilitam a navegação dos usuários, direcionando-os diretamente para as páginas mais relevantes do seu site. 

E adivinha só? 

Esses sub-menus são um sinal de autoridade e confiabilidade aos olhos do Google.

Mas como fazer para que eles levem o usuário para o seu site? 

A resposta não é tão simples quanto apertar um botão, mas é totalmente alcançável com as estratégias certas. 

Então, se você está pronto para aprender os segredos por trás desses sub-menus e impulsionar a presença online do seu negócio, vem comigo descomplicar o tema e descobrir como inovar suas estratégias para conquistar esses valiosos espaços no Google!

Aproveite a leitura!

O que são sitelinks?

Sitelinks são aqueles pequenos atalhos exibidos nos resultados de pesquisa do Google que direcionam os usuários para páginas específicas dentro de um site. 

Eles aparecem abaixo do snippet principal do site e podem incluir links para seções importantes, como “Sobre nós”, “Contato”, “Produtos” e “Blog”, por exemplo.

O objetivo desses links é facilitar a navegação dos usuários pelo seu site, garantindo acesso direto a informações relevantes sobre o seu negócio.

Tudo fica disponível a um clique do usuário, que pode ir diretamente da SERP para a página que procura dentro do seu site. 

Qual é a importância dos sitelinks?

Ter links exibidos para o seu site é uma ótima maneira de melhorar a experiência do usuário, aumentar o tráfego e destacar a sua marca diante da concorrência.

Pense comigo: se o seu site ganhou esse sub-menu é porque tem autoridade suficiente para merecer esses atalhos, certo?

Imagine a credibilidade e a confiança que isso passa para os usuários, isso sem contar na praticidade para quem busca uma informação rápida.

Uma pesquisa da Backlinko mostra isso: segundo os dados, a primeira posição do Google é, com folga, a que tem maior CTR (taxa de cliques) entre os resultados de pesquisa.

De acordo com o estudo, a primeira posição recebe mais de 27% de todos os cliques orgânicos. Sair da segunda posição para a primeira garante a você nada mais nada menos do que 74,5% mais cliques. 

Com os sitelinks do Google, você vai além do aumento na quantidade de cliques e consegue ampliar também a qualidade do tráfego

Além disso, os sub-menus ocupam mais espaço na SERP, o que pode ajudar o seu site a dominar a página de resultados e empurrar os concorrentes lá para baixo. 

Digite “Netflix” no campo de pesquisas do Google para entender melhor do que estou falando. 

O resultado é um exemplo claro dessa “dominância”, olha só:

Percebe como eles dominaram a página de resultados? 

Não tem espaço para mais ninguém.

Para encontrar outras opções, o usuário precisa rolar a tela – mas é muito provável que ele nem precise fazer isso, afinal, os links úteis já foram reunidos pelo Google, desde a página de login até a central de ajuda. 

Práticas recomendadas para sitelinks

Hoje, quem escolhe quais sites ganharão os links de navegação (e quais serão esses links) na pesquisa orgânica é o Google. 

Os algoritmos fazem um rastreamento na estrutura de links do seu site para entender quais páginas trazem informações úteis para os usuários e podem ser “atalhos” importantes.

Apesar de não ser uma escolha sua, a maneira como você organiza os links do seu site impacta diretamente nessa seleção.

Se você não tem uma arquitetura que facilite a identificação de links úteis pelo Google, os algoritmos não vão achar relevante incluir sub-menus para eles.

É um pensamento lógico, mas a questão é: o que fazer para o Google achar meus links importantes?

A boa notícia é que existem algumas práticas recomendadas pelo próprio Google para garantir o seu sub-menu entre os resultados de busca. Anote essas dicas:

  • evite conteúdos duplicados e informações repetidas;
  • crie títulos e cabeçalhos informativos, compactos e úteis para descrever as páginas do seu site;
  • desenvolva uma estrutura intuitiva de links, com uma hierarquia clara para facilitar a navegação do usuário;
  • tenha uma rede de links internos que levam para páginas relevantes em outras páginas importantes no site;
  • otimize os links internos com o uso de textos âncoras sucintos e que sejam pertinentes para as páginas de destino. 

A base é desenvolver uma estratégia eficiente de links. Isso contribui para o crawl budget e direciona o rastreamento do Google para as páginas mais importantes do seu site.

Mas lembre-se que existem outros pilares em jogo.

Autoridade do domínio e o histórico de cliques nas páginas também são fatores considerados pelos algoritmos para definir quem ganha esse destaque com links de navegação na SERP.

Outro ponto importante: você pode usar as extensões de sitelinks do Google Ads para conseguir esse espaço. 

Neste caso, você paga pelo anúncio, claro, mas pode ser uma estratégia interessante e eu vou te contar mais sobre ela no próximo tópico. 

Como usar sitelinks?

Para usar os links de navegação da melhor maneira possível, você pode enviar algumas opções associadas a um grupo de anúncios.

Ainda nesse formato, é o Google que seleciona os links mais relevantes entre os enviados por você, mas pelo menos você tem a chance de indicar aos algoritmos quais páginas eles devem prestar atenção. 

Use variações

Os tão desejados sub-menus trazem mais de uma opção para os usuários, por isso aposte na variedade.

Imagine que seu site é um cardápio gourmet: se você oferece pratos limitados, corre um grande risco de limitar também o seu público.

Por isso, em vez de apenas listar os itens principais, inclua variações que abranjam diferentes áreas do seu negócio.

Crie links para páginas de produtos, páginas de categoria, páginas de contato, páginas de serviços, blog e o que mais achar relevante para a experiência do usuário.

Ao oferecer várias opções, você consegue atender às diferentes necessidades e interesses dos usuários, garantindo que eles encontrem o que estão procurando de forma rápida e fácil.

Passe sua mensagem rapidamente

Você tem pouco espaço para dizer o que precisa dizer: o Google estabelece um limite de 25 caracteres para os textos dos links na maioria dos idiomas. 

Respeitar esses limites significa mais chances de mostrar mais links – e ocupar a página toda como a Netflix.

Por isso, use links curtos e claros! 

Diga ao usuário, de forma rápida, exatamente o que ele vai encontrar se clicar naquele link. 

Evite utilizar links genéricos ou ambíguos que possam confundir os usuários e comprometer a experiência de navegação.

Faça testes

Não tenha medo de experimentar, errar, alterar e testar mais uma vez. 

Afinal, o que funciona para uma marca pode não funcionar para outra. 

Por isso, teste, monitore resultados, ajuste e teste novamente até encontrar a fórmula mágica que funciona para você.

Realize testes A/B para determinar quais links geram o melhor desempenho em termos de taxas de cliques e engajamento dos usuários. 

Isso vai ajudá-lo a identificar quais links são mais eficazes e a otimizar ainda mais sua presença nos resultados de pesquisa.

Como consequência, você aumenta seu CTR, leva tráfego de qualidade para o seu site e, assim, aumenta suas conversões. 

Conclusão

Agora que exploramos os segredos por trás dos sub-menus e como conquistá-los, fica claro que eles não são apenas um luxo, mas um grande aliado para qualquer negócio na web. 

Quando você conquista esses espaços nos resultados de pesquisa, dá um grande passo para se tornar uma autoridade em sua área

Afinal, o Google não entrega os famosos sub-menus para qualquer um. 

É uma validação de que o seu site é confiável, informativo e valioso para os usuários.

E quando você é percebido como valioso pelo Google, você ganha relevância no universo online, atraindo mais visitantes, conquistando mais clientes e alcançando novos patamares de sucesso.

E vamos combinar: quem não quer ser a estrela da festa, certo?

Ao garantir que seu site seja estruturado de forma clara e organizada, você está preparando o terreno para que o Google reconheça e exiba esses atalhos úteis. 

Isso não apenas facilita a vida dos seus visitantes, mas também mostra ao mundo que você é uma autoridade no seu nicho. 

Então, aproveite essas dicas, mergulhe de cabeça na otimização dos seus links e prepare-se para brilhar nos resultados de pesquisa!

Quanto mais relevância você ganhar no universo online, mais destaque sua marca terá. Isso significa mais cliques, mais engajamento e, é claro, mais sucesso para o seu negócio

E você, já sabia desse caminho para ganhar destaque na SERP? Compartilha comigo nos comentários quais suas experiências, expectativas ou dúvidas sobre o tema, vou adorar saber e trocar ideias com você!

Perguntas frequentes sobre sitelinks

O que são sitelinks?

Sitelinks são atalhos exibidos nos resultados de pesquisa do Google. Eles direcionam os usuários para páginas específicas dentro de um site.

Qual é a importância dos sitelinks?

Os sitelinks são essenciais para melhorar a experiência do usuário, aumentar a visibilidade e a credibilidade do site nos resultados de pesquisa do Google. Além de facilitar a navegação, eles aumentam a taxa de cliques e ajudam a destacar a marca diante da concorrência.

Como usar sitelinks?

Para usar esses sub-menus de forma eficaz, varie os links para abranger diferentes páginas do seu site, mantenha-os claros e concisos para transmitir sua mensagem rapidamente e faça testes para identificar quais geram melhores resultados em termos de engajamento dos usuários.

NP Digital Brasil

Você quer resultados imediatos?

Minha agência pode fazer todo o trabalho pra você. Somos especialistas em:

  • SEO - Colocamos seu site no topo das pesquisas do Google
  • Mídia Paga - Fazemos seu negócio alcançar quem importa no momento certo
  • Data & Conversion Intelligence - Desbloqueamos as conversões do seu site e criamos dashboards para melhores análises

Fale com um especialista

Consultoria com Neil Patel

Compartilhe