Error 404 Not Found: Um Guia Para Você Entender e Corrigir-lo (2019)

ilustracao sobre o error 404 not found

Todo mundo, um dia, já deu de cara com a frustrante mensagem “error 404” navegando pela web.

Essa é uma situação que pode ocorrer ao buscar determinada página e não a encontrar.

Só que não adianta colocar a culpa no desenvolvedor do site.

É que esse erro, normalmente, tem no usuário uma das causas principais. Ou seja, não se pode dizer que há alguma falha na programação da página.

Mas nem por isso quem tem um site deve virar as costas para o problema.

Aliás, a ideia deste artigo é justamente mostrar a você como ele pode ser explorado como uma oportunidade.

Com criatividade e bom senso, dá até para transformá-lo em uma forma de entreter, vender e fidelizar seu cliente.

Quer saber como? Então, vá em frente e continue lendo.

Quero ensinar você a se dar bem com o error 404.

Uma pequena história do Error 404

ilustração erro web 404 not found

Já parou para se perguntar por que o error 404 é assim chamado?

Existem duas versões que circulam pela internet.

Uma é verdadeira e outra é apenas fonte de uma mente criativa atrás de uma boa história para contar.

De qualquer forma, não se pode negar que o mito não deixa de ser curioso e interessante.

Se fosse verdadeiro, de fato, teríamos uma história divertida por trás desse termo.

Conheça as duas agora.

Mito

O primeiro servidor de internet do mundo viria a surgir na Europa, bem no começo dos anos 90.

Lá estava (e ainda está) localizado um dos maiores centros de pesquisa tecnológica do mundo, o CERN, em Genebra, na Suíça.

Era lá que trabalhava o criador do protocolo www., o cientista inglês Tim Berners-Lee.

Mais precisamente, seu escritório ficava na sala 404 do referido centro.

Muito se falava nos corredores que, raramente, o pai da internet se encontrava por lá.

Então, na hora de definir um padrão para orientar os usuários na navegação Web quando não encontravam um site, resolveram “homenagear” o seu grande mentor.

Assim, o 404 foi associado a não encontrar o que se buscava – a começar por Berners-Lee e, depois, sobre páginas na internet.

Verdade

Admito que gostaria muito de acreditar na divertida história que vincula o criador da internet ao erro 404.

Mas a explicação para o termo é bem diferente e muito menos engraçada, embora, claro, faça todo sentido.

Quem dá a versão definitiva é ninguém menos que Robert Cailliau, tão “pai” da internet quanto Berners-Lee.

Na época das primeiras experiências de navegação no CERN, cada tentativa mal-sucedida de acesso à rede interna deveria ser especificada de alguma forma.

Ou seja, era necessário personalizar o erro, para que não fosse confundido com outro.

Mas não adiantava ser criativo e dar um nome extenso para determinada falha, pois a memória dos servidores era muito baixa.

Foi, então, que surgiu a ideia de usar intervalos numéricos para as categorias de erros.

A variável 400 foi escolhida para designar os erros causados por clientes (nós, os usuários).

Assim, a página não encontrada virou o conhecidíssimo erro 404.

Error 404 not found: o que significa

ilustração panda com problema error 404 not found

A essa altura você deve estar se perguntando: por que 404 e não 401 ou qualquer outro número nessa casa decimal?

Acontece que, para isso, também há uma boa explicação.

Mas sem mitos dessa vez.

Trata-se apenas de uma maneira de codificar algo que, como disse o célebre Cailliau, seria difícil explicar textualmente.

O erro 401, a propósito, se refere à falta de autorização do usuário para acessar determinada página.

Na categoria 400, há mais de 20 denominações, que você pode conhecer neste artigo da Wikipedia.

Mas como o assunto é o erro 404, precisamos entender o que significa a expressão “not found” normalmente ligada às mensagens que aparecem na tela.

O que significa o termo not found?

ilustração de página de erro web

Not found, como você já deve ter reparado, significa que a página que acessou não foi encontrada naquele site em específico.

Por isso que você visualiza as seções da página e o seu layout, como abas e o título (H1), mas não vê o conteúdo esperado.

Logo, significa que há algum tipo de falha na comunicação entre o seu navegador e o que é recebido pelo servidor que hospeda o site.

O que causa o erro 404?

Existem basicamente duas causas para o erro 404.

A mais comum é o erro de digitação por parte do usuário ao acessar um endereço na web.

Quer fazer um teste agora? Clique em https://neilpatel.com/br/bolg e veja o que acontece.

Você encontra a tela abaixo, que sinaliza o erro 404 aqui no blog.

A causa está em um erro de digitação quase imperceptível na palavra “blog”.

Outra possível razão para a mensagem aparecer é que aquela página que você tentou acessar foi removida ou, por algum outro motivo, não está mais online.

No entanto, o domínio principal continua ativo, mas sem aquela página em particular.

O curioso é que, nesse caso, o “erro” não parte do usuário.

Se eu publicar um artigo hoje e amanhã fizer uma alteração na sua URL (o que não é recomendado), você pode encontrar no Google um link quebrado, que deveria enviar o usuário ao texto, mas não o localiza mais.

Por que aparece o erro 404?

A razão para essa mensagem aparecer é igualmente simples: o servidor de um site precisa dar alguma resposta a cada tentativa de comunicação por protocolo web.

Como vimos, o professor Cailliau não poderia ser mais claro e didático ao explicar porque esse erro recebe essa numeração.

É tão somente a forma como um servidor reage a uma tentativa de acesso sem sucesso, desde que seja pelos motivos que que você acabou de conhecer.

Se forem outros, aí o número erro muda.

Error 404, como resolver?

mulher acessando página de error 404

Antes de falar em como resolver a mensagem de error 404, você precisa entender por que deve fazer isso.

Embora pareça insignificante à primeira vista, essa é uma falha que pode gerar consequências bem ruins para um trabalho de SEO (Search Engine Optimization) de otimização de sites.

Afinal, os robôs do Google monitoram esse tipo de ocorrência, que sempre pesa negativamente em termos de indexação e ranqueamento.

Sites com problemas de acesso, não responsivos, com conteúdo de má qualidade e excesso de erros 404 são penalizados com perdas em SERP (Search Engine Results Page), que é a página de resultados no Google.

Ou seja, todo o seu esforço para ser encontrado nas pesquisas pelo usuário pode ir por água abaixo.

Isso acontece se esses erros forem causados por links quebrados ou mudanças em endereços, ou seja, que sejam da responsabilidade do administrador do site ou blog.

Embora o Google diga que esse erro não gera impacto negativo, na prática, o que acontece é que a detecção de um link inexistente faz com que ele seja desindexado.

Por isso, uma boa prática para não perder posições na busca orgânica é usar um procedimento conhecido como redirecionamento.

E adivinhe só: ele também tem seu código número. É o 301.

Redirecionamento 301

ilustração de redirecionamento 301

A melhor maneira de evitar que alguém que acessa seu site veja a mensagem de erro 404 é fazer uso do redirecionamento 301.

Com essa técnica, você simplesmente informa ao servidor que aquela página que a pessoa busca já não está naquele endereço, mas em outro.

Assim, toda tentativa de acesso ao link modificado ou com erro será redirecionada para o local certo.

Isso evita a perda de tráfego, eventuais penalizações por parte do Google e pode até gerar mais acessos ao seu site.

Isso porque você poderá se antecipar, redirecionando com base em uma lista de possíveis erros de digitação, por exemplo.

Não parece uma ótima ideia?

Mais à frente, você vai conhecer exemplos interessantes para se inspirar e tirar proveito do erro 404.

Como Criar uma Página Personalizada do Error 404 em 4 Passos

página de error 404

Se você acessou o link propositalmente errado que passei há algumas linhas, deve ter percebido que construí uma página de erro 404 totalmente personalizada.

Nada de tela branca com fonte Times New Roman e uma mensagem seca.

Assim foi feito porque o erro 404 é um risco permanente.

Além disso, é uma séria ameaça a qualquer pretensão de aumento no número de pageviews (visualizações de página) de um site.

Veja na sequência como fazer uma página amigável de erro e não perder mais acessos por isso.

1. Abra o cPanel

ilustração com título da ferramenta CPanel

Normalmente, sites podem ser modificados em seu layout e funções pelo cPanel, uma espécie de painel de controle da sua hospedagem.

É nele que você encontrará as ferramentas para inserir uma página de erro 404 que não cause decepção, mas que forneça uma solução.

2. Acesse a seção das páginas de erros

Dentro do dashboard, você deve visualizar uma seção na qual páginas desse tipo podem ser editadas ou configuradas.

3. Selecione a página de erro que você quer editar

Dentro dela, selecione qual a página a ser editada ou crie uma totalmente nova, caso ainda não tenha feito, a partir do modelo padrão.

4. Edite a página de erro

Você pode inserir um link para a Home, direcionar o usuário para um formulário de contato ou qualquer outra solução que mantenha a pessoa em seu site.

Lembre-se de que acessos muito rápidos são interpretados pelos robôs e ferramentas do Google como rejeição.

Esse é um indicador de que seu conteúdo não é atraente o bastante.

Por isso, mãos à obra! Ataque o error 404!

5 motivos para você criar uma página de error 404 customizada

exemplo de página 404 de erro

Como comentei antes, uma página de erro mal configurada ou sem graça pode significar perdas de posições na SERP para seu site ou blog.

O grande problema acontece quando essas mensagens são causadas por links que as pessoas buscam, mas que não estão mais lá.

Por isso, o já destacado redirecionamento 301 é a solução.

Mas, também como vimos, as possibilidades que levam um usuário a encontrar uma página de error 404 se estendem ao infinito.

Sendo assim, você poderá explorar muitas outras formas de fazer um erro jogar a seu favor.

Quer saber como?

Confira as razões principais para você investir em uma opção ao erro 404.

1. Aumento no número de páginas indexadas do seu website nas ferramentas de busca

ferramentas de busca e erro 404

O endereço errado que sugeri para você e que leva a uma página de erro 404 daqui do site é uma entre mil maneiras de digitar um endereço errado.

Ora, por que não se antecipar e fazer com que essa possível falha na digitação possa ser revertida em mais páginas indexadas?

Ou seja, ao fazer o redirecionamento 301, você se antecipa ao problema e aproveita para ganhar ainda mais terreno nos resultados de busca orgânica.

Nada o impede de fazer isso, mesmo que não seja para uma página em seu site modificada ou que esteja com link quebrado.

2. É a sua chance de construir uma imagem consistente de marca

imagem da personalidade web de uma marca

Veja por outro ângulo.

Ninguém deseja que um cliente encontre uma página de erro em vez da landing page que construiu com tanto cuidado para vender bem.

Quando a sua marca customiza até mesmo a famigerada página de erro 404, está passando uma mensagem muito positiva.

Provavelmente, a pessoa que encontra uma solução em uma página que, em teoria, não serve para nada, será positivamente impactada.

Afinal, é na hora da crise ou do problema a ser resolvido que a gente diferencia uma empresa parceira de outra sem muito futuro.

Mostre que está atento ao seu cliente e ele certamente vai retribuir a atenção dispensada.

3. Envolva novamente um visitante insatisfeito

visitante web insatisfeito

A reversão de expectativas é também um forte elemento subjetivo que pode ser trabalhado para fortalecer a sua imagem.

Ela funciona tanto para o bem quanto para o mal.

Logo, quanto temos uma expectativa positiva que não é atendida, acabamos por nos sentir frustrados e insatisfeitos.

Em contrapartida, quando não esperamos nada ou quando a expectativa é ruim e acontece o oposto, então, a sensação é de surpresa e até encantamento.

É dentro dessa segunda abordagem que você deverá trabalhar.

Faça isso ao criar uma página de error 404 que seja útil e que dialogue com seus clientes.

4. Mostre a personalidade da sua marca

Como você quer que sua empresa seja vista no mercado?

Se você não se importa com a imagem da marca, então, não há muito o que fazer.

Mas caso o seu entendimento seja outro, você pode começar mostrando-se atento aos detalhes.

Configurar uma página de erro significa exatamente isso: atenção e cuidado com cada elemento que se relacione com a sua empresa.

Nada deve ser deixado ao acaso ou dar margem a interpretações dúbias por parte de quem acessa.

Ao atacar o erro 404 e oferecer uma opção ao usuário, você reafirma o seu compromisso com a qualidade e dificilmente terá sua marca ignorada.

5. Aumente suas conversões

ilustração de aumento de conversões

Por que não tornar a página de erro uma das tantas fontes de receitas e um possível canal de conversão?

Não há nenhuma teoria que diga que isso é impossível, muito pelo contrário.

Deixando a modéstia de lado, acho que o exemplo do meu blog ilustra um pouco isso.

Em vez de uma simples mensagem de erro 404 ou um pedido de desculpas sem graça, ofereço imediatamente uma solução, baseado na intenção de busca.

Você pode seguir o mesmo caminho.

Imagine, por exemplo, que tenha um e-commerce de calçados.

Nessa loja virtual, alguém digita www.minhaloja.com/saaptos.

Não parece evidente que alguém tentou acessar seu site em busca de sapatos?

Use esse erro a seu favor e crie uma página de erro que mostre ofertas para o tipo de intenção revelada pelo possível erro de digitação do seu potencial cliente.

Como Fazer o Erro 404 Trabalhar para Você?

página 404 not found

Como se vê por esse simples exemplo que acabei de apresentar, as possibilidades de gerar leads e conversões somente a partir da nossa “sala 404” são incontáveis.

Para facilitar ainda mais, vou dar agora algumas sugestões práticas.

A dica é aplicá-las conforme a adequação ao seu negócio ou se entender que pode vir a funcionar.

1. Transforme-o em uma caixa de busca

As pessoas estão o tempo todo em busca de algo na internet.

Por isso, uma das alternativas infalíveis é colocar uma caixa de busca na sua página de erro 404.

Isso evita que o usuário saia de sua página e, ao mesmo tempo, aumenta suas chances de conversão e de fidelização, pois há impactos diretos na satisfação do usuário com sua experiência no site.

2. Transforme-o em uma isca de leads

imã representando a atração de leads

O exemplo da lojas de calçados é bem ilustrativo de uma página de erro que seja também uma isca de leads.

Como você deve saber, leads são pessoas que já manifestaram interesse em comprar algo ou em saber mais sobre um assunto.

Dependendo da intenção de busca em questão, um simples erro de digitação já sinaliza que alguém está interessado em comprar.

Use essa intenção a seu favor na hora de configurar a página de erro 404.

3. Ofereça cupons como intenção de saída

Por outro lado, é possível também que alguém tenha parado na sua página por acidente.

É algo bem mais raro, mas acontece.

Isso significa que essas pessoas devam ser deixadas de lado? Claro que não!

Se tem uma coisa que aprendi em anos trabalhando com marketing é que não há quem resista às palavras “brinde”, “grátis” e “desconto”.

Sendo assim, você poderá atrair mais compradores, apenas oferecendo uma oferta irresistível para quem continuar em seu site.

4. Direcione os usuários aos seus produtos ou homepage

moça rascunhando sobre homepage

Vamos voltar ao exemplo da loja de calçados online.

Certamente, ela trabalha com um catálogo extenso de produtos.

Por isso, vai haver casos em que a intenção de busca do usuário não pode ser identificada apenas pelo erro de digitação.

Se for esse o caso, então, uma página de erro que leve as pessoas à sua loja virtual ou à Home do site pode ajudá-las a encontrar o que procuram.

5. Permita que o usuário entre em contato com você

Outra possível dificuldade pode estar em usuários com dúvidas muito específicas ou que busquem por algo que talvez você tenha, talvez não.

Por isso, inserir meios de contato ou o canal de atendimento online da sua empresa pode fazer a diferença entre uma venda perdida e um cliente “fisgado”.

6. Traduza a página em múltiplos idiomas

ilustração sobre idiomas diferentes

Não se pode, ainda, desconsiderar que nem só de brasileiros sua audiência talvez seja formada.

Aí você tem também uma ótima oportunidade de ampliar o alcance da sua marca e revelar que está muito ligado em cada detalhe.

Portanto, uma página de erro 404 traduzida em diversos idiomas é uma ótima chance de se mostrar antenado e disposto a solucionar as dores dos seus leads.

Faça isso apresentando uma solução como as já descritas para potencializar ainda mais os resultados.

Exemplos de páginas de Error 404 criativos

Quer ver na prática como algumas das marcas mais irreverentes e famosas configuraram suas páginas de erro 404?

Prepare-se para se inspirar com boas ideias!

1. Kiss

Os roqueiros da banda Kiss reforçam sua personalidade e, ao mesmo tempo, oferecem a solução de acessar a Home.

2. Wordans

Já a loja Wordans não deixa passar a chance de vender, mostrando algumas de suas peças para quem se depara com o error 404.

3. Nintendojo

Embora seja de visual mais simples, a página de erro 404 da Nintendojo segue as boas regras de formatação ao mostrar uma barra de pesquisa.

4. South Park

E o que dizer do escrachado desenho South Park?

Sua página de erro 404 não poderia deixar de fazer uma alusão ao humor sempre ácido e carregado de palavrões.

Contudo, lá está a solução, na forma de um link para “uma outra página qualquer”.

5. Fox

Quem nunca deu um grito igual ao do Homer Simpson quando encontrou uma página de erro 404, que atire a primeira pedra.

Conclusão

Que tal repensar agora na forma como sua marca está lidando com o erro 404?

Perceba que, mais do que uma correção de uma falha, estamos falando também de uma oportunidade de conversões, leads e vendas.

Pensando assim, você segue um caminho diferente da concorrência, que não dá a devida importância aos detalhes.

Espero que os exemplos destacados e as ideias que você acabou de ter contato lendo este artigo sejam úteis e inspiradoras.

Você gostou de alguma ideia em especial? Deixe um comentário sobre a sua experiência.

Compartilhe