Neil Patel

Espero que você goste desse artigo. Se você quer que meu time faça o seu marketing, clique aqui.

Rede de Display: o que é e como anunciar

rede de display

Ao decidir anunciar com o Google Ads, talvez você perceba que pode escolher entre uma série de formatos de campanha. Um deles é a rede de display do Google.

Mas como configurar a própria campanha nesse modelo de anúncios que o Google oferece?

Hoje, vou te contar quais aspectos merecem atenção quando o objetivo é elaborar uma campanha bem sucedida no Google. 

Ao final deste post, você terá o conhecimento necessário para criar uma campanha que traga bons retornos para o seu negócio. 

E aí, animou? 

Hora de descomplicar o tema e mostrar como você pode inovar em sua estratégia de tráfego pago!

Ah, só uma coisinha antes: meu time preparou esse ebook incrível e gratuito com as estratégias mais importantes do marketing digital. Se você quer algo que realmente funcione, leia agora mesmo!

principais estratégias de marketing digital

O que é a Rede de Display do Google?

A rede de display do Google é uma forma de anúncio dentro do ecossistema de sites parceiros do Google, que permite às empresas exibir ads de variados formatos.

Além de domínios parceiros do Google (como o meu próprio blog, por exemplo), essa soma inclui sites da própria empresa, como o Youtube, Gmail e mesmo aplicativos variados.

Sabe o mais chocante de tudo? Eles são veiculados para mais 3 milhões de sites e em 650 mil apps, de acordo com o próprio Google.

Veja um exemplo que retirei do site da Folha de S. Paulo:

o que é rede de display

É possível fazer ads no mesmo formato dos anúncios de pesquisa (com foco apenas em texto).

Porém, a maioria das pessoas que utilizam anúncios de display o faz porque desejam usar outros elementos em suas campanhas, como imagens, vídeos e mídias ricas.

Qual é a diferença entre a Rede de Display do Google e a Rede de Pesquisa?

Pode até parecer que são nomes diferentes para a mesma coisa, mas a rede de display do Google refere-se a um tipo de veiculação de ads, a Rede de Pesquisa diz respeito a outro.

Vou explicar o que difere ambos, veja só:

Posicionamento

  • Anúncios de display: aparecem em sites da Rede de Display do Google, que inclui vários sites e aplicativos onde ads podem ser exibidos.
  • Anúncios de pesquisa: são exibidos nas páginas de resultados de buscas no Google quando as pessoas pesquisam palavras-chave relacionadas aos anúncios.

Formato do anúncio

  • Anúncios de display: normalmente incluem texto, imagens e, às vezes, vídeos. Eles são mais orientados visualmente e podem ser mais envolventes devido ao seu formato rich media.
  • Anúncios de pesquisa: principalmente baseados em texto, aparecem como resultados que correspondem à consulta de pesquisa. Eles geralmente incluem um título, URL e uma breve descrição.

Segmentação

  • Anúncios de display: oferecem opções avançadas de segmentação com base nas características do público, como interesses, dados demográficos e comportamento online anterior.
  • Anúncios de pesquisa: a segmentação é baseada principalmente nas palavras-chave que os usuários procuram, o que os torna altamente direcionados à intenção.

Intenção

  • Anúncios de display: geralmente usados para construir o brand awareness e atingir um público mais amplo. Afinal, a intenção dos usuários que veem esses anúncios não é necessariamente fazer uma compra ou ação imediata — porém, isso varia bastante a depender do objetivo da campanha.
  • Anúncios de pesquisa: muitas vezes utilizados para captar usuários com uma intenção específica, principalmente aqueles mais próximos de realizar uma compra (a famosa levantada de mão) ou procurar um serviço.

Custo

  • Anúncios de display: o custo pode variar, mas geralmente têm um custo por clique (CPC) mais baixo em comparação com os anúncios da Rede de Pesquisa.
  • Anúncios de pesquisa: normalmente, eles têm um CPC mais alto devido à alta intenção das consultas de pesquisa.

Principais categorias de anúncios na Rede de Display do Google

Existem algumas principais categorias quando estamos falando sobre o tema e agora quero falar sobre cada uma delas, ok?

Bora lá!

Anúncios de texto

Semelhantes aos anúncios de pesquisa tradicionais, os anúncios de textos consistem em: um título, duas linhas de texto e um URL. 

Eles são menos comuns, mas podem aparecer em sites que optam por exibir anúncios de texto.

Anúncios de vídeo

Os anúncios dentro dessa categoria podem aparecer antes, durante ou depois do conteúdo de vídeo digital no YouTube e na Rede de Display do Google. 

O formato varia de clipes curtos a anúncios mais longos e puláveis.

Anúncios de imagens

Bom,  os anúncios gráficos são aqueles com imagens.

Eles podem ser estáticos ou animados e vêm em vários tamanhos.

Os anúncios gráficos são muito populares porque são visualmente atraentes e podem atrair rapidamente a atenção dos usuários. 

Anúncios de mídia rica

E os de mídia rica?

Esses são anúncios interativos que podem incluir animações ou outros aspectos que mudam dependendo de quem está olhando o anúncio e como interage com ele. 

Eles também podem se expandir quando clicados, flutuar sobre uma página da web ou conter elementos de vídeo e áudio.

Ricos em diferenciais!

Possíveis direcionamentos de audiência

direcionamentos de audiência na rede de display

Se estou falando de audiência, é preciso pensar em direcionamentos. 

Então, separei uma seção só para falar sobre as possibilidades disso.

Segmentação de público, foco em anúncios gráficos ou direcionamento para sites relacionados… cada um requer algo diferente.

A partir de agora, falo mais sobre isso!

Segmentação de público

Segmentação de público: envolve dividir seu público em grupos com base em vários critérios.

É aquela velha história que, com certeza, quem atua com marketing já sabe bem: dados demográficos (idade e sexo, por exemplo.), interesses (como hobbies ou preferências de compra) e comportamento (como visitas ao site ou compras anteriores). 

É isso que faz com que seja simples adaptar seus anúncios a segmentos específicos — e, obviamente, aumentar a relevância e a eficácia.

Campanhas de remarketing

Esse direcionamento tem como alvo usuários que já interagiram anteriormente com seu site ou aplicativo móvel.

 O remarketing é uma forma poderosa de reengajar usuários que demonstraram interesse em seus produtos ou serviços, aumentando as chances de conversão.

E usar a rede de display para isso também pode render bons frutos!

Foco em anúncios gráficos

Já falei das imagens, né?

Isso pode envolver a criação de anúncios projetados especificamente para a rede, levando em consideração a natureza visual da publicidade gráfica. 

Esses anúncios devem ser atraentes e estar alinhados com os interesses e comportamentos do seu público-alvo.

Direcionamento para sites relacionados

Sobre os sites relacionados: envolve colocar seus anúncios em sites relevantes para seu produto ou serviço. 

Por exemplo, se você vende equipamentos de ginástica, poderá segmentar anúncios para websites com foco em saúde e preparo físico.

Como criar uma campanha de Rede de Display?

como criar uma campanha de rede de display

Se ainda não o fez,  o primeiro passo é criar uma conta do Google Ads em ads.google.com.

Uma vez logado, navegue até a seção “Campanhas”. Clique no botão “+” para criar uma nova campanha.

Então, escolha “Rede de Display” como seu tipo de campanha. Isso permite personalizar a configuração da sua campanha.

Tudo pronto?

Agora podemos falar sobre o real passo a passo na hora de criação.

Selecione os objetivos de marketing

Para começar, você precisa definir os seus objetivos de marketing.

‘Aumentar o conhecimento da marca’, ‘Impulsionar o tráfego do site’ ou ‘Aumentar o envolvimento’. 

A meta escolhida influencia as configurações e recomendações da campanha subsequentes.

Se preferir não especificar uma meta, você também pode selecionar “Criar uma campanha sem orientação de meta”. Esta opção oferece mais flexibilidade, mas requer um melhor entendimento da plataforma.

Para quem está começando ou tem algo bem definido, talvez não faça sentido.

Escolha o direcionamento de audiência

Agora, vamos para aquilo que já falei um pouco: especifique a idade, sexo, situação parental, etc, do público que deseja atingir.

Segmentação com base em interesses pode exigir opções como Affinity (para direcionar usuários com base em seus interesses e hábitos) e In-Market (para direcionar usuários que estão pesquisando ativamente produtos ou serviços semelhantes aos seus).

Já no caso de remarketing, segmentos usuários que já interagiram com seu site ou usaram seu aplicativo.

Outra opção aqui é criar públicos-alvo específicos com base em fatores como palavras-chave relacionadas aos seus produtos/serviços, tipos de sites que visitam e por aí em diante.

Crie os anúncios

Hora de colocar a mão na massa!

Selecione entre vários formatos, como anúncios responsivos, anúncios gráficos ou anúncios em vídeo (já te apresentei antes, lembra?).

Para anúncios responsivos, forneça títulos, descrições, imagens e logotipos. 

O Google ajustará automaticamente o tamanho, a aparência e o formato do anúncio para caber nos espaços publicitários disponíveis.

Verifique a aparência de seus anúncios em diferentes formatos e tamanhos, ok?

Para reforçar o que falei antes, te convido novamente para baixar esse ebook com as principais estratégias do marketing digital. Ele é gratuito e funciona!

principais estratégias de marketing digital

Conclusão

Uma campanha na rede de display do Google, quando bem elaborada, tem o poder de levar o seu negócio para o próximo nível.

Ela envolve planejamento cuidadoso, segmentação estratégica e otimização contínua. 

Lembre-se de que a chave para o sucesso não é apenas alcançar um grande número de pessoas.

Na verdade, é alcançar as pessoas certas, ou seja, aquelas com maior probabilidade de estarem interessadas em seu produto ou serviço.

Então, por que não criar uma campanha na rede de display do Google e ver que tipo de resultados você pode gerar?

Boa sorte!

Quais foram as suas experiências gerando lucros com as campanhas?

Perguntas frequentes sobre o tema

O que é a Rede de Display do Google?

Ela é uma plataforma de publicidade online que exibe anúncios gráficos em milhões de sites parceiros, blogs e aplicativos.

Como a Rede de Display do Google funciona?

Funciona através da segmentação por interesses, palavras-chave, localização e comportamento do usuário, exibindo anúncios relevantes em sites que fazem parte da rede do Google.

Quais são os anúncios da Rede de Display do Google?

Os anúncios incluem imagens, vídeos, textos e  conteúdos ricos.

Como criar uma campanha de Rede de Display?

Para criar uma campanha, acesse o Google Ads, selecione o tipo de campanha “Rede de Display”, defina objetivos, escolha segmentações, crie anúncios visuais e ajuste as configurações de lance e orçamento.

NP Digital Brasil

Você quer resultados imediatos?

Minha agência pode fazer todo o trabalho pra você. Somos especialistas em:

  • SEO - Colocamos seu site no topo das pesquisas do Google
  • Mídia Paga - Fazemos seu negócio alcançar quem importa no momento certo
  • Data & Conversion Intelligence - Desbloqueamos as conversões do seu site e criamos dashboards para melhores análises

Fale com um especialista

Consultoria com Neil Patel

Compartilhe