Como Criar Post no LinkedIn que Vai Gerar 78% de Engajamento

linkedin

Um mês atrás, eu estava ajudando meu amigo com seu marketing nas redes sociais (ele é dono de uma agência digital).

“Qual canal de mídia social é o mais eficaz para você?”, perguntei a ele. “Qual deles traz mais leads?”.

“Sem dúvida é o LinkedIn”, disse ele.

“Ok, vamos dar uma olhada no que você está fazendo lá”- eu disse.

Começamos a verificar o seu perfil e atividades no LinkedIn. Ele me mostrou algumas coisas que geraram vários leads.

O que eu descobri realmente me surpreendeu.

Eu sei que grupos são uma das maneiras mais poderosas para gerar leads no LinkedIn.

Mas o meu amigo não estava ativo em muitos grupos.

Em vez disso, ele estava conseguindo leads por meio de algo bem diferente – artigos e posts.

“Posts” no LinkedIn são atualizações básicas de status – postar um link, por exemplo. Os artigos são posts mais longos que você escreve na plataforma de publicação do LinkedIn.

image30

Ao longo das últimas semanas, eu olhei cuidadosamente para cada um dos posts e compartilhamentos do meu amigo.

Com certeza, ele estava conseguindo uma quantidade enorme de engajamento – visualizações, compartilhamentos e comentários.

Enquanto eu fazia minha pesquisa dentro do seu perfil, verificando estatísticas e vendo os detalhes, as coisas começaram a se encaixar. Comecei a ver um padrão.

Rapidamente, anotei algumas ideias e esbocei uma estratégia.

Quando meu amigo implantou essa estratégia, o seu engajamento disparou. Eu vou explicar mais sobre isso abaixo.

Mas eu não estava contente em ver apenas um exemplo da minha estratégia em ação. Comecei a analisar a estratégia de alguns dos influenciadores do LinkedIn (classificados assim pelo próprio LinkedIn).

image27

A estratégia que eu tinha desenvolvido estava de acordo com as melhores práticas que esses influenciadores estavam utilizando.

Eu pedi a vários amigos para darem uma chance a esse processo. Mais uma vez, sucesso!

Eu não compartilho nada disso para me gabar. Eu quero que você saiba que há uma maneira comprovada de expandir sua influência no LinkedIn por meio de técnicas de alto engajamento.

Se seguir o processo, você pode aumentar o seu nível de engajamento no LinkedIn.

Se a sua taxa de sucesso for parecida com a do meu amigo, você pode atingir uma marca tão alta quanto 78% de engajamento com um único post no LinkedIn!

Saiba como consegui 195.013 visitantes por mês, aproveitando sites de mídias sociais como o LinkedIn.

Antes de continuar, se você quer aumentar sua vendas e saber quais são as melhores estratégias para promover seu negócio online, clique aqui para receber o Guia Completo de Marketing Digital.

guia completo de marketing digital

LinkedIn é sobre influência (não número de seguidores)

Antes de explicar o processo passo a passo, preciso compartilhar com você a filosofia por trás dele.

Fique comigo, porque isso é importante.

Influência é o ponto crucial.

No começo, essa declaração parece óbvia.

Mas qual é a primeira coisa que as pessoas tendem a perseguir no LinkedIn?

São os números.

Mas essa é uma abordagem equivocada! O valor real no LinkedIn não é o número de pessoas na rede, mas a influência que você possui em sua rede.

É fácil olhar para uma enorme rede e pensar: “Uau! Essa pessoa é importante!”.

Mas quem sabe ao certo? LinkedIn mostra no máximo 500 pessoas em uma rede. 500 não é um número tão grande.

image25

Além disso, suas conexões de primeiro grau (até o número 500) não mostram o tamanho real da sua rede.

Por exemplo, você pode ter uma conexão de primeiro grau com, digamos, Bill Gates. No LinkedIn, Bill Gates tem muitos seguidores – 6.901.769, chequei quando estava escrevendo esse artigo.

image10

Centenas de milhares de visualizações, curtidas e comentários em seus posts.

image20

Se você tem uma conexão pessoal de primeiro grau com Bill Gates no LinkedIn, então, em virtude da proximidade da sua rede com o Bill, você terá uma rede mais forte.

image26

Ter uma enorme rede no LinkedIn não o torna mais influente. O que faz você ter mais influência é ter voz e autoridade.

Isso é o que o resto desse artigo explica – como aumentar a sua voz e autoridade, não o seu número de seguidores.

O número de seguidoras é como visualizações de página. É uma espécie de métrica de vaidade.

Como descobrir o tamanho real da sua rede

Há alguns anos, o LinkedIn mostrava exatamente quantas conexões de primeiro grau, conexões de segundo grau e conexões de terceiro grau você tinha.

Também exibia o tamanho total da sua rede.

Isto é o que costumava aparecer:

image44

Isso já não acontece mais.

Você pode ver, num relance, quantos seguidores você tem.

image34

Mas esses são apenas seguidores. Não é o tamanho real da sua rede.

No entanto, é relativamente fácil conseguir estimativas sobre a extensão da sua rede.

Primeiro, vá para a sua página de perfil.

Faça isso clicando em “Eu” no canto superior direito.

image45

Em seguida, clique em “Visualizar perfil”.

image42

Na página da sua rede, clique em “Visualizar conexões” na barra lateral direita.

image01

Você verá uma página que mostra todas as suas conexões de primeiro grau.

image28

Esse número é o tamanho real da sua rede imediata.

Agora, vamos ver o tamanho da sua rede além das suas conexões de primeiro grau.

Clique no campo “Pesquisar conexões”.

image02

Digite o símbolo de asterisco – * (shift + 8).

image38

Pressione enter no teclado.

Você verá apenas suas conexões de primeiro grau novamente. No entanto, vamos filtrar os resultados da pesquisa.

Na barra lateral direita, você verá uma seção que diz “Filtrar pessoas por”. De acordo com o padrão, apenas as conexões de primeiro grau são exibidas.

image31

Clique no botão “2º”.

Agora, o LinkedIn exibe o tamanho da sua rede incluindo conexões de segundo grau. Esse número inclui as conexões de primeiro grau de suas conexões de primeiro grau.

image07

Clique em “3º” para ver um número ainda maior.

image47

Para ter ainda mais detalhes da sua rede no LinkedIn, você pode tentar a ferramenta SociLab.

O SociLab utiliza análise avançada de visualização de rede para produzir algumas informações detalhadas da sua rede.

Pode aparecer algo assim (um pouco confuso):

image39

A ferramenta também fornece uma leitura das suas métricas de rede.

image09

A principal limitação para essa informação é que ela só analisa 499 das suas conexões. Como eu tenho mais de 110.000 conexões de primeiro grau, esses números não são confiáveis para mim.

É útil verificar o tamanho da sua rede de vez em quando. Fazer isso ajuda você a entender o número de pessoas que consegue alcançar com suas atualizações de status e interações pessoais.

O argumento que estou desenvolvendo nesse artigo é simples: para realmente ser um influenciador do LinkedIn, você precisará expandir a sua influência, não apenas o tamanho da sua rede.

Expandir o tamanho da sua rede ajuda? Claro que sim!

Quanto mais pessoas você alcançar, maior será o potencial da sua influência.

Mas, e se você estiver em um nicho muito limitado, como domador de leões?

Eu não tenho nenhum domador de leões no primeiro grau da minha rede.

image24

Mas aparentemente, há algumas dessas almas corajosas no LinkedIn.

image49

Se você está na área de domador de leões, talvez não precise de muitas conexões. Alguns diretores de circo, companheiros de trabalho e talvez um ou dois gerentes de zoológico, certo?

Assim, quando você publica uma atualização de status, não importa o número de pessoas que leem.

E sim a qualidade das pessoas que o leem.

E, se você escolheu a sua rede com cuidado, a porcentagem de pessoas que leem e que fazem parte dela também importa.

Esse é um barômetro de influência muito mais preciso.

No longo prazo, também é mais valioso.

A mídia social nos treinou, para melhor ou pior, para procurar redes maiores, mais amigos e um número maior de curtidas.

Mas no mundo real de negócios e influência, essas são estatísticas fracas.

O processo que eu vou lhe mostrar é mais significativo. Você conseguirá mais resultados, mais leads, uma rede melhor e aumentar a sua influência.

Para ter influência, você precisa construir a base certa

Como esse artigo foca em como aumentar o engajamento do seu post no LinkedInd, serei breve nesta parte.

O ponto que eu quero mostrar é esse: para que os seus compartilhamentos tenham visualizações, você precisa ter uma forte presença no LinkedIn.

Se você não tem, comece a construí-la.

Aqui está um guia rápido para fazer isso:

  1. Utilize as melhores fotos profissionais de rosto para a sua foto de perfil.
  2. Desenvolva um perfil forte e sofisticado. Essa é a sua reputação on-line. Seja honesto e faça o seu melhor.
  3. Adicione pessoas à sua rede. Não adicione descontroladamente qualquer um. Adicione pessoas que você conhece ou que lhe conheçam.
  4. Compartilhe consistentemente links, artigos e conteúdos que sejam relevantes para seu público-alvo.

Construir uma rede forte no LinkedIn leva tempo e esforço, mas é supervaliosa.

Se tirar pelo menos dez minutos por dia, você pode construir uma rede muito poderosa e influente em apenas quatro semanas.

Para ir além desses quatro pontos básicos, aqui estão alguns artigos úteis que eu escrevi sobre o LinkedIn.

Ler e seguir estas informações o ajudarão a construir uma base certa no LinkedIn.

Para ter um sucesso verdadeiro com o conselho a seguir, você deve construir e manter uma rede forte e ativa.

Meça sua influência atual

Em seguida, vamos definir uma referência para a sua influência.

Como você pode descobrir o número de pessoas que estão visualizando e interagindo com seus compartilhamentos no LinkedIn?

Vá para o seu perfil e clique em “Eu” no menu superior.

image46

Em seguida, clique em “Visualizar perfil”.

image21

Se já compartilhou atualizações no passado, você verá números recentes sobre suas visualizações de compartilhamento e de perfil.

image22

Clique em “Pessoas viram seu compartilhamento” para obter mais detalhes. Você verá todos os seus compartilhamentos com contagem de visualizações.

image06

Confira seus compartilhamentos recentes e veja que tipos de percentuais você tem atualmente.

Para cada uma das métricas de compartilhamento, você pode ver mais detalhes clicando no campo que diz “nº de pessoas que viram esse compartilhamento”.

image32

Essas informações são úteis porque ajudam você a entender como a sua rede está respondendo aos seus compartilhamentos.

Por exemplo, aqui estão as estatísticas de engajamento de um artigo que compartilhei recentemente:

image36

Eu não tenho certeza do porquê muitos funcionários de O’Reilly visualizaram esse artigo. Talvez alguém na organização o compartilhou e foi distribuído entre o departamento.

Além disso, notei que muitos especialistas de marketing também estavam o visualizando. Essa é outra informação sobre o meu público-alvo.

Uma outra característica interessante desse artigo em particular é que foi compartilhado primeiramente pela minha rede de segundo grau e não pelas minhas conexões do primeiro grau.

Cada post no LinkedIn é diferente. Então, cada post terá um conjunto diferente de métricas.

image12

Aqui estão as informações disponíveis de cada post:

  • As empresas ou afiliações de que seus leitores fazem parte.
  • Os cargos que seus leitores possuem.
  • A localização dos seus leitores.
  • A relação da rede que os seus leitores fazem parte (primeiro, segundo, etc).
  • Como seu artigo foi encontrado.

Tudo o que você compartilhar começará a coletar informações automaticamente sobre engajamento. Basta clicar no ícone do gráfico para verificar.

image37

Você deve acompanhar essas estatísticas e números.

Por quê? Porque mudarão de acordo com o que e quando você está compartilhando.

Por exemplo, se você postar algo sobre domar leões, provavelmente, você terá mais visualizações, cliques, compartilhamentos e curtidas de domadores de leões, mas talvez não tanto de profissionais de marketing digital.

Ao conhecer esses números, você aprenderá o que sua rede gosta e deseja. E você entenderá como melhor oferecer isso.

O que você deve postar?

O maior problema nessa discussão é decidir o que postar.

A única questão a lembrar aqui é que qualidade importa.

Pense na sua rede no LinkedIn como um mastermind de amigos confiáveis. O grupo é constituído por mentores, aprendizes, influenciadores, profissionais, pessoas com muito dinheiro e poder.

Finja que está sentado em uma mesa com eles.

Você os respeita. Você valoriza seu tempo.

E você tem uma chance de falar.

O que dirá?

Você quer dizer algo importante, certo?

Você deseja adicionar informações mais aprofundadas e qualidade às suas vidas.

Você quer que eles o vejam como uma pessoa influente e inteligente – alguém que merece respeito.

Isso é o que está acontecendo no LinkedIn. Você tem acesso a esse grupo de profissionais. Você quer compartilhar algo de valor e significado, não alguma coisa aleatória que apareceu na sua cabeça.

Resumindo, forneça qualidade, porém precisamos detalhar mais isso.

A partir dos meus estudos com os principais influenciadores e outros líderes do LinkedIn, aqui estão as táticas que geraram o mais alto nível de engajamento.

Publique sobre problemas relevantes para sua rede.

Quem decide o que você postará?

A sua rede. As pessoas que você quer influenciar.

Claro que você tem um papel na hora de decidir. Porém o fator o mais importante para se tomar essa decisão são as pessoas que compõem a sua rede.

Você deve se fazer duas perguntas para definir o que publicar:

  • Quem estou tentando atingir?
  • Em que estão interessados?

Isso irá variar de nicho para nicho. Mas o que quer que faça, seja relevante.

Como exemplo vou mostrar Ryan Holmes, um Influenciador selecionado pelo LinkedIn.

image18

Aqui está um resumo do seu perfil:

image03

Observe a parte “What he covers” (Sobre o que ele fala, em tradução livre).

Pensamentos sobre as tendências emergentes nos meios sociais e tecnológicos; conselhos de marketing e para startup; “e de vez em quando, eu dou uma de nerd e escrevo sobre coisas como robôs e videogames”.

Eu acho que é seguro assumir que ele está tentando alcançar pessoas nas aéreas de tecnologia e social. Talvez alguns gamers e entusiastas de robôs. Talvez profissionais de marketing. Startups de tecnologia, definitivamente.

Então o que Ryan compartilha?

Aha! Informações de tecnologia sobre mídia social!

image35

Com certeza, todos os posts e compartilhamentos de Ryan são diretamente relevantes para as pessoas que ele está tentando alcançar.

Ele é um cara de mídia social, então ele está postando sobre mídias sociais.

image41

Ele escreve sobre tendências de mídia social.

image23

Seja qual for o seu nicho, é muito importante que você poste informações relevantes.

É tentador expressar nossas opiniões políticas ou reclamar de coisas que nos incomodam.

Mas isso não é qualidade!

Se estivesse sentado à mesa com um grupo de profissionais de prestígio, provavelmente, você não reclamaria sobre o comportamento rude da garçonete ou dos seus sentimentos negativos sobre a política atual.

Em vez disso, você diria algo que é relevante e que agregaria valor.

Poste sobre problemas reais que as pessoas estão enfrentando.

Sejamos ainda mais específicos.

Além de ser relevante, você deve postar sobre os problemas que são mais importantes para o seu público.

Para fazer isso de forma eficaz, você precisa entender realmente quem está tentando alcançar.

Um grande exemplo disso é Sramana Mitra. Ela é a fundadora de One Million by One Million.

O objetivo da sua organização é ajudar um milhão de empresários a conseguir US$1 milhão em receita anual.

image08

Mas há outro ângulo. Ela se concentra em startups de tecnologia que não possuem investimento externo.

Ela conhece seu público.

O conteúdo que ela compartilha no LinkedIn aborda diretamente os problemas que seu público está enfrentando! Veja isto:

image48

Ela escreve sobre unicórnios de bilhões de dólares, sobre a criação de um unicórnio sem investimentos externos, sobre um mercado empresarial quente (Brasil), sobre as mulheres nos negócios e sobre mentoria.

Isso é exatamente o que seu público está interessado. Não é surpresa nenhuma que ela possui altos níveis de engajamento em seus posts.

Vamos voltar para Ryan Holmes por um minuto.

Lembre-se, ele está tentando influenciar os profissionais de marketing de mídias sociais. Então, o que ele faz? Ele publica um artigo sobre os problemas que estão matando as mídias sociais e como corrigi-los.

image14

Evidentemente, um artigo como esse teve uma ótima repercussão com seu público e conseguiu um engajamento alto.

image19

Escreva em primeira pessoa quando você postar.

Esse ponto é fácil de ignorar, mas é muito importante.

Se você já leu alguns dos meus artigos, você sabe que eu escrevo sempre na primeira pessoa. Eu compartilho histórias, experiências e utilizo “eu” e “meu”.

Por que eu escrevo na primeira pessoa?

Porque eu sou uma pessoa real. Estou falando com pessoas reais. Tento escrever da mesma maneira que falo. Fica mais natural assim.

Por que deve ser diferente quando estou postando um status ou atualização?

Na minha análise de influenciadores do LinkedIn, descobri que seus posts escritos em primeira pessoa tinham as taxas de engajamento mais altas.

Richard Branson faz isso com a maioria dos seus posts.

image43

image29

image17

Quando vejo as atualizações de Branson, sinto uma conexão pessoal.

Isso torna o post mais atraente e mais convidativo para o meu engajamento.

Use a imagem de um rosto.

A psicologia humana nos ensina que somos instintivamente atraídos para olhar para o rosto humano.

Um influenciador do LinkedIn, Mohamed El-Erian, muitas vezes usa imagens de um rosto quando ele publica algo.

El-Erian faz isso intencionalmente. Não é o LinkedIn colocando uma imagem aleatória para acompanhar o status. El-Erian carrega sua própria imagem para o artigo que ele mesmo criou.

Aqui estão os seus cinco posts mais recentes:

image04

image51

image05

image15

image33

Ele não está postando fotos de modelos ou de estrelas de cinema. Os seus tópicos – política, economia, mercados – não são superexcitantes.

O que chama a nossa atenção são as imagens de pessoas.

Quando você escrever um post no LinkedIn, escolha a imagem do rosto de uma pessoa como sua primeira imagem.

Com tudo igual, um post com a imagem de um rosto funcionará melhor do que um post sem a imagem de um rosto.

Publique seus próprios artigos.

Meu último ponto é o que mais consome tempo, mas ainda assim, é muito importante para se tornar um influenciador.

Sempre que possível, escreva seus próprios artigos.

Estudando centenas de posts e milhares de métricas de atividades no LinkedIn, eu observei que quando um influenciador publica um conteúdo que ele mesmo escreveu, o engajamento é maior.

Eu percebi isso pela primeira vez na minha própria página. Quando eu publiquei artigos escritos por outras pessoas, o engajamento foi mais ou menos.

image40

Mas quando eu publiquei artigos que eu escrevi, o engajamento subiu.

image13

Ficou ainda melhor. Quando postei artigos no sistema de publicação do LinkedIn, o engajamento foi ainda maior!

image00

O maior nível de engajamento que tive aconteceu quando eu postei pelo próprio LinkedIn.

Para escrever um artigo, tudo que você precisa fazer é clicar em “Escreva um artigo” na página principal do LinkedIn.

image11

Você será direcionado a uma nova página onde pode começar a escrever.

image16

Ser um produtor de conteúdo é o nível mais alto de influência que você pode ter no LinkedIn.

É o que todos os principais influenciadores fazem. Publicar conteúdo original é a melhor maneira de se posicionar como líder.

Esses são os ingredientes de um post super bem-sucedido.

Conclusão

Quando misturar todos esses ingredientes, você começará a ver níveis mais altos de engajamento imediatamente.

Será que o nível de engajamento do seu post crescerá automaticamente para 78% do total da sua rede?

É possível, mas improvável. Aqui está o porquê.

Lembra-se do que eu escrevi sobre ter uma base sólida para a sua presença no LinkedIn? Quanto melhor for sua presença, mais altos serão os níveis de engajamento que você terá.

Poucas pessoas saem do anonimato na mídia social e passam a ser estrelas da noite para o dia (isso aconteceu com Ken Bone. Ele conseguiu 200.000 seguidores no Twitter durante a noite, literalmente).

(FILES) In this file photo dated October 9, 2016 Ken Bone (2nd L) listens to US Democratic nominee Hillary Clinton and Republican nominee Donald Trump durint the second presidential debate at Washington University in St. Louis, Missouri. As the mud flew at Donald Trump and Hillary Clinton's second presidential debate Sunday, the American everyman became an instant celebrity by calmly asking a question about energy policy. Bone -- even his sturdy name has been a source of amusement on social media -- had been picked to represent undecided voters at the town hall-style debate in St Louis, Missouri. His heft, poise and polite manner offered a brief but refreshing respite from the 90-minute slug-fest between the Republican and Democratic candidates. / AFP / POOL / Tasos Katopodis / TO GO WITH AFP STORY "Ken Bone, everyman hero in a tawdry US campaign" (Photo credit should read TASOS KATOPODIS/AFP/Getty Images)

(Arquivo) Nessa foto arquivo, de 9 de outubro de 2006, Ken Bone escuta a candidata democrata dos EUA, Hillary Clinton, e o candidato republicano, Donald Trump, durante o segundo debate presidencial na Universidade de Washington, em St. Louis, Missouri.Enquanto Donald Trump e Hillary Clinton discutiam no segundo debate presidencial, um americano normal se tornou uma celebridade instantaneamente ao fazer uma pergunta calmamente sobre política energética. Bone – mesmo seu nome foi uma fonte de entretenimento nas mídias sociais – foi escolhido para representar os eleitores indecisos no debate em St Louis, Missouri. O seu jeito sereno, equilibrado e educado, ofereceu uma breve pausa, mas necessária, na disputa de 90 minutos entre os candidatos republicanos e democratas. “Ken Bone, um americano normal, herói em uma campanha tensa nos EUA” (Credito da foto TASOS KATOPODIS/AFP/Getty Images)

Mas se você não é Ken Bone, conseguir esse nível de reconhecimento, para não mencionar influência – vai demorar muito mais.

E este é o último ingrediente secreto para que um post no LinkedIn tenha um alto engajamento.

Consistência.

Se tiver regularidade, você conseguirá crescentes melhorias. Cada vez que postar com intenção, estratégia e valor, você construirá respeito, ganhará influência e melhorará o seu engajamento.

Qual é a sua experiência com compartilhamentos e posts no LinkedIn? Quais os métodos foram mais bem-sucedidos para aumentar o seu engajamento?

guia completo de marketing digital

Compartilhe