Neil Patel

Espero que você goste desse artigo. Se você quer que meu time faça o seu marketing, clique aqui.

Novidades da Mídia Social que Você Precisa Começar Usar Hoje

social media hacks

Olha, eu entendo.

Gerenciar uma página de mídia social pode ficar bastante difícil.

Sem contar o fato de que você precisa se assegurar de que as suas estratégias de marketing de redes sociais estão convertendo de forma significativa.

Um dos problemas mais entediantes que você terá que enfrentar é descobrir uma maneira eficiente de gerenciar a coisa toda!

Criar um ambiente positivo para a sua comunidade parece uma ótima ideia até você perceber que tornar suas páginas de redes sociais em comunidades é qualquer coisa, menos simples.

Gerenciar uma comunidade massiva de rede social pode ser difícil?  Absolutamente.

11.1 1

Mas também não é impossível.

É por isso que hoje eu trouxe uma lista das novidades da mídia sociail que você pode começar a usar agora mesmo.

Antes de prosseguirmos, deixe eu esclarecer o que eu quero dizer com “hacks”.

Quando a maioria das pessoas pensa em “hacks”, elas geralmente imaginam uma solução rápida para seus problemas de marketing de mídia social.

Deixe-me tirar isso da sua cabeça já. Nenhum desses hacks irá consertar uma campanha de marketing de mídia social ruim.

Não é assim que as campanhas de social media funcionam.

Dito isso, cada um desses hacks lhe ajudarão a maximizar a eficácia da sua estratégia de marketing de redes sociais e ajudarão a obter o máximo rendimento do seu dinheiro.

Alguns desses hacks são dicas direcionadas, alguns vão te apresentar novas formas de se aproximar das suas campanhas de marketing de redes sociais.

Mas uma coisa é certa: Cada dica única desta lista ira ajudá-lo a começar a aproveitar ao máximo sua presença em redes sociais e dominar a plataforma de sua escolha.

Então, com isso em mente, vamos mergulhar nesse guia para construir uma estratégia de marketing eficiente e de ponta com as novidades da mídia social.

1. Esqueça o ‘seguir para seguir’: Use o ‘compartilhar para compartilhar’

Eu sei que não sou o único que percebeu que isso aconteceu.

Anos atrás, sugeriu-se que as pequenas empresas seguissem as pessoas a nível social, em um esforço para aumentar a conscientização para as suas páginas de mídia social.

O que faz sentido, quando você para e pensa nisso. Se você não tem seguidores no Facebook ou Instagram, é melhor procurar as pessoas interessadas na sua empresa.

E para ser justo, essa abordagem ainda pode funcionar, quando feita corretamente.

Digamos que as pessoas que usam o Airbnb são seu demográfico perfeito.

Se você quisesse alcançá-las, tudo o que você precisaria fazer é escanear as curtidas e comentários em qualquer imagem do Airbnb no Instagram e você teria uma lista de leads para usar.

11.2 1

Quando se trata de “seguir para seguir”, isso é muito mais propenso a ser eficiente se seus esforços de marketing são bem direcionados (nenhuma surpresa aí).

Mas “seguir para seguir” pode ser um pouco confuso.

A longevidade desses seguidores ainda está no ar, e é fácil cruzar essa fina linha entre o “conveniente” e o “irritante”.

A principal razão disso?

Você não está mais sozinho.

Quando essa tática começou a ser usada, não haviam muitas empresas realmente dispostas a considerá-la, e muito menos tentá-la de verdade.

Hoje, toda pequena empresa ou startup está checando a seção de comentários dos líderes de mercado e fazendo spam convidando essa lista.

O método tem seus méritos, mas o mercado ficou saturado com isso, tornando-se mais difícil de se destacar.

Então, qual a solução?

Simples: mude a sua abordagem de “seguir para seguir” para “compartilhar para compartilhar”.

O poder dos influenciadores é algo que não pode ser subestimado no atual cenário do marketing.

E isso vai além do alcance de celebridades como Kylie Jenner, que pode promover produtos para milhões de pessoas com um único post.

11.3 1

Se você é uma grande marca como Coca-Cola ou Pepsi, ou dono de uma pequena empresa que procura obter a exposição mais direcionada possível, influenciadores podem ser extremamente úteis.

Mas um dos aspectos mais subtilizados do influenciador de social media é o seu incrível poder de alcance.

Vamos fazer um pequeno experimento por um segundo.

Imagine que você está gerenciando um negócio e já começou a experimentar um pouco de sucesso nas mídias sociais.

Você ainda não transformou sua marca em uma autoridade online, mas está chegando lá.

Em vez de esperar sentado que a estratégia de “seguir para seguir” funcione como antes, você resolver tentar algo diferente.

Você percebeu que seus seguidores também seguem algumas poucas plataformas consistentemente.

Na verdade, esses seguidores geralmente vêm da lista que você usou para fazer o método “seguir para seguir”!

Ao invés de esperar pelo melhor, você decide chegar a essas páginas e oferecer um acordo.

Se eles se comprometerem a promover seu conteúdo nos seus stories do Instagram, você fará o mesmo.

E claro, você pode se oferecer para fazer guest posts uns para os outros, se isso for melhor para o seu público e suas necessidades.

11.4

Esses métodos de promoção cruzada parecem simples, mas é aí onde mora a sua elegância.

A realidade do marketing de mídia digital é que esse “boca-a-boca” virtual é incrivelmente valioso.

Por quê? Pelo simples fato de que é outra pessoa atestando a qualidade do seu produto.

Os consumidores são inteligentes o suficiente para perceber que este é um movimento comercial seu e de seus parceiros? Provavelmente.

Mais ainda assim é uma promoção direcionada para uma audiência considerável, e isso é algo que você simplesmente não consegue em nenhum outro lugar.

Ah, eu mencionei que é grátis?

2. Evite Postar Conteúdo Unidimensional

Ok, hora da confissão:

Isto se tornou facilmente uma das minhas maiores cismas de 2017.

Eu não quero parecer dramático, mas há uma epidemia de conteúdo chato e unidimensional, e, honestamente? Todos nós somos melhores que isso.

Se você ficou confuso sobre o que estou dizendo, deixe-me esclarecer a situação.

Nos últimos anos, pequenas empresas, startups e marcas de todo mundo perceberam a importância de produzir conteúdo.

Na verdade, uma boa parte dessas empresas conseguiu entender a importância de oferecer conteúdo com valor.

E essas empresas fizeram um esforço para criar conteúdo que se enquadra em uma dessas três categorias.

Conteúdo que entretém, como o que a Old Spice acabou se tornando sinônimo de como se fazer.

11.5

Pode ser inspirador, algo em que a Nike  sempre teve habilidade.

11.6

Ou é um conteúdo que se concentra na solução de um problema, o que uma busca rápida com a tag ‘conselhos de negócios’ no Instagram mostra que já há bastante gente fazendo.

11.7

O que é fantástico! Quando nós, as empresas, tentamos criar conteúdo convincente, o cenário geral do marketing melhora inevitavelmente.

Exceto por um pequeno problema.

Muitas dessas empresas reduziram os limites quando se trata de criar conteúdo de valor.

Não se engane, o conteúdo em si normalmente irá recair em uma das três categorias listadas acima.

O problema não é com o conteúdo em si, mas na forma como está sendo apresentado ao público.

Dê uma olhada em todo o conteúdo que eu postei ao longo dos anos e será bastante óbvio que eu tenho um ponto fraco no coração para a palavra escrita e marketing de conteúdo em geral.

11.8

Eu amo fazer post de blog. Além de ser uma maneira extremamente eficaz de explicar assuntos complexos e oferecer valor tangível, é algo que eu realmente gosto de fazer.

Mas eu teria que ter uma visão muito estreita para pensar que apenas as minhas palavras seriam o suficiente para manter as pessoas interessadas.

A realidade do marketing de conteúdo (e qualquer forma de marketing de mídia digital sobre o assunto) é que ele é destinado ao consumo.

Eu poderia sentar aqui, puxar um dicionário de sinônimos e tentar deslumbrar você com as minhas habilidades de escrita. Mas isso só tiraria o foco da questão crítica que toda marca precisa se perguntar.

“Como eu posso colocar mais valor nesse conteúdo?”

Então, ao invés de tentar criar uma postagem de blog que mostre o quão inteligente eu sou como escritor, eu foco toda a minha energia na criação de um post de blog o mais multidimensional possível.

Ler é excelente, mas nem todo mundo aguenta ler um texto por 10-15 minutos seguidos no meio do dia.

É por isso que eu fiz questão de adicionar uma variedade de elementos de mídia visual ao meu conteúdo e ao meu negócio.

11.9

Sério, apenas dê uma olhada em meus posts.

Eles têm uma variedade de imagens para quebrar a monotonia de tanto texto.

Além disso, eu me certifico de colocar uma peça de vídeo para aqueles que gostam de assistir conteúdo nesse formato.

11.10

Nada disso é por acaso. Há muitos dados que mostram que o conteúdo que tem visuais é consideravelmente mais atraente.

Maester descobriu que os recursos visuais realmente têm um enorme impacto na experiência de leitura.

11.11

O que é importante aqui é ter em mente que seu conteúdo precisa ter camadas.

Além da importância que diferentes maneiras de atrair e engajar o seu público têm em fazer com que elas gostem de consumir o seu conteúdo, criar camadas faz com que a experiência seja mais envolvente.

Se você estiver criando uma postagem de blog com a intenção de promovê-la no plano social, certifique-se de que não seja um bloco gigante de texto.

Você não está só adicionando fotos, capturas de tela, infográficos e vídeos apenas para tornar seu conteúdo mais interessante para o público médio que está vendo seu feed de notícias.

Ao fazer isso, você está adicionando profundidade ao seu conteúdo e garantindo que seu público esteja recebendo suas necessidades de conteúdo de um jeito ou de outro.

3. Crie e Recicle Conteúdo

Se você está se perguntando o que faz da criação de conteúdo um aspecto tão importante do marketing de mídias sociais, na verdade é bem simples.

Construir uma marca robusta e respeitável e que seja vista como uma autoridade online é um trabalho duro.

E sem dúvida, uma das formas mais eficazes de tornar esse processo mais fácil é tirar parte da responsabilidade de seus ombros.

Mas não vamos nos antecipar aqui.

Para entender corretamente o que torna esse ponto tão importante, primeiro precisamos dar uma olhada no cenário do marketing de mídias sociais como um todo.

A verdade é que as necessidades do consumidor nunca foram tão altas no que diz respeito ao conteúdo que você produz e promove nas mídias sociais .

Eu não promovo o Twitter só porque eu quero. Eu faço isso porque preciso!

11.12

Você não deve ter apenas conteúdos que sejam divertidos, inspiradores ou educacionais, mas é melhor ter muito conteúdo que seja divulgado de forma consistente.

Consistência é o principal, daí a importância de se ter uma agenda de conteúdo e se ater a ela.

Mas se nós nos basearmos apenas em conteúdo puramente original, o empresário médio terá dificuldade em criar material suficiente para o seu público.

Claro, você pode contratar pessoas para lidar com as suas necessidades de conteúdo, mas vamos encarar os fatos.

A menos que você esteja em um mercado onde as coisas mudam drasticamente todos os dias, semana a semana, você provavelmente não terá o suficiente sobre o que falar.

E nem me faça começar a falar sobre a dificuldade que é criar 5-10 conteúdos originais toda semana.

Tudo isso fica ainda mais desanimador quando você percebe que, para ser levado a sério como uma autoridade online, você precisa fazer muito conteúdo de alta qualidade.

Mas, felizmente, a solução é bastante direta.

Basta aprender a fazer uma curadoria de conteúdo eficiente.

Não, sério. É realmente simples.

Claro, existem dois níveis de conteúdo curado. O primeiro é quando você promove o conteúdo de outra pessoa nas suas páginas de redes sociais para compartilhar esse valor com os seus leitores.

Aqui está um exemplo do diretor de marketing do Buffer Kevan Lee compartilhando conteúdo que certamente interessará seus seguidores no Twitter.

11.13

Tenha em mente que o segundo nível de curadoria de conteúdo é mais do que apenas encontrar um trabalho de terceiros online e retuitar ou fazer um link para ele em seu site. O melhor tipo de conteúdo curado envolve um certo nível de investimento.

Por quê? Porque desta forma você pode oferecer mais valor ao seu público e criar um conteúdo que se baseie no valor do original.

Como isso se parece na prática?

Um ótimo exemplo seria encontrar uma série de estudos e usá-los para criar um infográfico.

E você não precisa ser uma empresa corporativa gigante para fazer isso. Basta dar uma olhada no infográfico que a BuySellAds construiu com dados de uma variedade de fontes respeitáveis.

11.14

Pode não ser uma maneira particularmente fácil de agregar valor a outro conteúdo, mas, acredite, ela será eficaz.

Na verdade, considerando a popularidade do infográfico, é perfeitamente possível que seu conteúdo curado seja até mais popular do que o conteúdo que você usou como referência!

E essa é a diferença entre curadoria de conteúdo de alta e de baixa qualidade.

A curadoria de baixa qualidade mal é reconhecida como conteúdo em si. A curadoria de conteúdo de alta qualidade tem potencial para roubar a cena.

E já que o tema é conteúdo, é importante abordarmos outra questão que é vital para entender como dominar o mercado de marketing de redes sociais.

O termo “conteúdo permanente” meio que se tornou uma palavra-chave, o que é ruim, já que a criação de conteúdo permanente pode fazer uma enorme diferença.

O valor do conteúdo permanente está no mesmo lugar do conteúdo curado, no sentido de que você pode usá-lo para atender às expectativas do seu público.

A chave aqui é criar conteúdo que sempre será relevante para o seu público. Tenho certeza de que não preciso dizer que os artigos ou vídeos atuais não serão bons para a categoria.

É verdade, deixe o artigo “5 maiores mudanças no setor X em 2016” no passado, que é onde ele pertence.

Em vez disso, crie com um artigo ou vídeo modelo que sempre serão relevantes para um grupo específico do seu público.

Isso pode ser reciclado e promovido várias vezes através das mídias sociais.

Isso não só aumentará as chances de ser realmente visto pela sua audiência, mas também vai garantir que seu conteúdo não pareça obsoleto ou repetitivo.

Vale a pena ressaltar que você não precisa reciclar seu conteúdo a cada semana. Depois de alguns meses, você pode voltar ao seu catálogo e começar a promover seu conteúdo permanente.

Conclusão

É fácil analisar o assunto dos hacks das redes sociais e ser cético quanto à sua eficácia.

Acredite em mim, eu entendo.

Mas a realidade do marketing de redes sociais é que, em um mercado que muda tanto como esse, você deve descobrir os truques do meio rapidamente.

Entenda a importância do influenciador, a cultura do boca-a-boca nas mídias sociais e comece a incorporar o “compartilhar para compartilhar” como parte de sua estratégia.

Resista à tentação de publicar conteúdo plano e unidimensional, e ao invés disso, procure maneiras únicas de adicionar mais camadas e profundidade ao conteúdo que está compartilhando com o seu público.

Reconheça a importância de fazer curadoria de conteúdo corretamente e crie conteúdo permanente no futuro para reciclá-lo e obter múltiplas utilizações valiosas dele.

Se você está tentando aumentar conversões, tráfego ou qualquer coisa intermediária, é absolutamente vital que você acabe usando essas dicas para aumentar a eficácia dos seus esforços de marketing.

Armado com essas dicas e truques, você estará no caminho para se superar em suas campanhas de marketing de mídias sociais e estará pronto para arrasar nas redes.

Quais são os seus hacks favoritos de social media?

Compartilhe