Neil Patel

Espero que você goste desse artigo. Se você quer que meu time faça o seu marketing, clique aqui.

Google Core Update de Março de 2024: tudo que você precisa e como se adequar!

O primeiro Core Update do Google de 2024 foi anunciado no começo de março e abalou as estruturas do SEO em todo o mundo. Falo sério: o impacto que gerou (e ainda pode gerar) foi profundo.

Se você quer saber mais sobre a atualização de março do Google, no que ela impacta e como se adaptar, tenho uma boa notícia: escrevi esse post para te contar TUDO sobre esse update.

Então, sem perder mais tempo, vamos lá? 

O que é a atualização de março de 2024 do Google (Google March Update)?

A atualização de março do Google é um update do sistema por trás do seu mecanismo de busca, o que inclui tanto o seu algoritmo para ranqueamento de sites, quanto diretrizes para lidar com SPAM ou conteúdos de baixa qualidade.

É a atualização mais relevante desde a Panda, de 2011.

O objetivo é reestruturar a maneira com a qual a SERP entrega os resultados aos usuários — seja na forma que o algoritmo avalia websites, até nos critérios utilizados para definir sua posição no ranking.

É um movimento definitivo na direção das diretrizes E.E.A.T., priorizando a exibição de conteúdos valiosos e relevantes, bem como deixando de exibir conteúdos considerados pouco originais e, essencialmente, inúteis.

Opa, você pensou em “conteúdos 100% gerados por IA“? Está correto.

Ultimamente, houve um crescimento acentuado do uso da IA para escrever conteúdos, que eram postados com uma única intenção: angariar cliques e a atenção da SERP — e não servirem aos usuários.

Inclusive, eu e meu time aqui dos EUA fizemos uma pesquisa e descobrimos que, dentro de um período de 5 meses, conteúdos escritos por humanos conquistaram mais tráfego do que artigos escritos com IA.

Beleza, mas o que isso tudo quer dizer na prática? Vou te explicar em detalhes:

Melhoria no sistema de ranqueamento de conteúdos

Uma das principais alterações é o refinamento do sistema de ranqueamento. Ou seja, nada mais daquelas ocasiões em que você se depara com resultados de pesquisa que levem à páginas com uma UX ruim e conteúdo inútil, nada original e que pareça regurgitado (o aspecto padrão de qualquer peça 100% escrita por IA) na SERP.

Isso quer dizer que o mix entre IA e criação de conteúdo foi oficial e totalmente banido pelo Google? Não exatamente. Explico:

O objetivo principal é não somente reduzir, mas em tese eliminar aqueles resultados que levem à conteúdos gerados somente para “agradar” o algoritmo e mecanismos de busca.

Novas diretrizes para lidar com SPAM

Na esteira desse Core Update, o Google rodou um SPAM Update por quase 15 dias e que, conforme noticiou o Search Engine Land, já foi concluído.

O próprio Google explica cada uma dessas alterações (que impactaram também as políticas contra SPAM, recomendo uma releitura), mas vou simplificar para você:

  • Abuso de domínio expirado: essa é uma manobra baseada na compra de domínios expirados para turbinar seu ranqueamento na SERP com conteúdo duvidoso? Pense em alguém que compra um popular site médico e, num passe de mágica, o transforma em um palco para anúncios de cassino, pegando carona na boa fama do domínio.
  • Abuso de conteúdo em escala: aqui, falo da fabricação de páginas aos montes só para bagunçar o ranking de busca, sem se importar com o usuário. A nova regra da Google mira nesse exército de conteúdos clones (quer venham de máquinas, humanos ou uma mistura dos dois, desde que sejam de baixa qualidade).
  • Abuso de reputação do site: sabe quando um site de peso hospeda páginas externas sem muita vigilância, só para manipular o algoritmo do Google? Pois é, a nova política bate de frente contra esse tipo de manobra, exceto quando o conteúdo terceirizado realmente serve ao leitor e não está só lá para fazer número nos resultados da busca. Ah, e o Google quer que tudo isso esteja na linha até 5 de maio de 2024.

Unhelpful, unoriginal and low-quality content: tornar a SERP mais humana

Tudo isso resulta em uma verdadeira caça aos conteúdos que indiquem alguma dessas três definições: unhelpful (inútil), unoriginal (pouco original, regurgitado ou literalmente copiado), low-quality (e de baixa qualidade).

Ou seja, há um claro movimento não apenas para que a SERP seja povoada de conteúdo útil, baseado em fatos e informações verídicas, mas também gerado por humanos — e, talvez mais importante ainda, PARA humanos.

Quais os possíveis impactos do Core Update de Março de 2024?

Que a atualização de março do Google é bem impactante, não há dúvidas. Agora, quais os possíveis (e já registrados) impactos? É o que vou te contar a seguir:

Desindexação de até 40% dos sites dos resultados de pesquisa

De acordo com o que reportou o Search Engine Land, a atualização promete remover até 40% dos resultados da SERP.

É isso mesmo que você leu: quase metade dos resultados serão excluídos dos resultados de pesquisa (e não apenas penalizados).

E não, não errei. Já existem vários relatos de sites inteiros que foram manualmente penalizados (ou seja, ações tomadas por seres humanos e não automatizados), bem como desindexados completamente dos resultados de busca.

De acordo com a empresa:

O Google emite uma ação manual contra um site quando um revisor humano determina que as páginas do site não estão em conformidade com as políticas de spam. A maioria das ações manuais trata de tentativas de manipular nosso índice de pesquisa. A maioria dos problemas relatados aqui resultará em páginas ou sites com classificação inferior ou omissão dos resultados de pesquisa sem qualquer indicação visual para o usuário”.

Sites de SPAM que sobreviveram nas últimas atualizações não estão imunes

As atualizações do Google que miram conteúdos considerados “unhelpful” não são novidades do 2024 March Update.

Na verdade, ainda em relação ao artigo da SEL que mencionei antes, há relatos de sites que, de acordo com seus SEOs, utilizavam minimamente IA, mas que ainda assim foram penalizados com ações manuais.

Porém, uma das análises do pessoal do SEL é que, apesar de criar conteúdo que seguia as diretrizes de qualidade, o amplo leque de tópicos abordados resultou na falta de aprofundamento neles — o que fere as diretrizes atuais do Google, especialmente E.E.A.T.

Foco em E-E-A-T: sites com erros e desatualizados viram alvos

E finalizando o tema, uma alteração importante nas diretrizes de conteúdo do Google foi:

Conteúdos gerados por IA, desatualizados e com erros são, agora, considerados como o pior nível de E.E.A.T.

O recado do Google é claro: qualidade acima de quantidade

A verdade? Esqueça a estratégia de utilizar IA para escalar sua produção de conteúdo a níveis industriais. A prioridade do Google é ranquear sites que publicam conteúdos de alta qualidade, úteis, confiáveis e com foco em pessoas.

Isso quer dizer que o mecanismo de busca entrou em pé de guerra com conteúdo gerado por IA? Nada indica isso.

Um mix de técnicas, quando bem feito e com responsabilidade, pode ser valioso para sua estratégia.

Porém, não vou mentir para você: é preciso entender como equilibrar a balança. Lembra da pesquisa que meu time aqui dos EUA conduziu? Ela mostra bem essa realidade.

Mais de 94% das vezes, conteúdos gerados por humanos performam melhor na SERP do que conteúdos gerados por IA.

Gravei um shorts sobre o tema lá no meu canal do YouTube, onde falo essencialmente:

O que acho que vai acontecer é o seguinte: vai ser mais difícil ranquear na SERP ao produzir conteúdo regurgitado — que é o que a IA essencialmente escreve. O Google sempre quer conteúdos mais únicos e “frescos”, que fale sobre assuntos novos que as pessoas ainda não conhecem.

Na minha opinião, é um movimento que vai abrir um novo leque de oportunidade para se repensar a criação de conteúdo.

E você, concorda comigo?

Como se adaptar rapidamente às diretrizes do Core Update de Março de 2024?

Em poucas palavras? Tuitei sobre isso em minha conta, mas essencialmente:

  1. Arrume os problemas técnicos do seu site.
  2. Melhore o UX do seu site, desde a navegação até a experiência de leitura dos conteúdos.
  3. Esqueça completamente a estratégia de usar conteúdo 100% escrito por IA.

Na prática, o Core Update de Março de 2024 será um marco para usuários do Google e profissionais de SEO, bem como para os tomadores de decisão — cujo sucesso depende, justamente, das estratégias de ranqueamento.

Minha dica? Siga os 3 passos acima o melhor que você puder e, provavelmente, seus resultados vão melhorar.

Quer acelerar esse processo todo? Então agende uma consultoria com minha agência, a NP Digital Brasil, e deixe os principais especialistas em SEO do mercado cuidarem do seu posicionamento online.

Até a próxima!

NP Digital Brasil

Você quer resultados imediatos?

Minha agência pode fazer todo o trabalho pra você. Somos especialistas em:

  • SEO - Colocamos seu site no topo das pesquisas do Google
  • Mídia Paga - Fazemos seu negócio alcançar quem importa no momento certo
  • Data & Conversion Intelligence - Desbloqueamos as conversões do seu site e criamos dashboards para melhores análises

Fale com um especialista

Consultoria com Neil Patel

Compartilhe