Neil Patel

Espero que você goste desse artigo. Se você quer que meu time faça o seu marketing, clique aqui.

Como Corrigir Erros de Busca no Site que Estão Prejudicando as Conversões

search

Após meses de trabalho, você finalmente tem um fluxo regular de tráfego no seu site.

Hora de fazer alguns ajustes para levar esse tráfego na direção certa.

A primeira coisa que você precisa fazer é verificar se o seu texto está perfeito.

Mas usar conteúdo sólido é apenas meio caminho andado.

Você também precisa deixar seu conteúdo adequado para a pesquisa.

Adicionar pesquisas on-site à sua página aumenta as conversões em 480%!

conversion rate

Depois de instalar esse mecanismo de busca, você deve otimizar seu conteúdo para ele.

Você terá que verificar erros no site, confirmando se a busca funciona bem quando as pessoas pesquisam termos inesperados.

Sua pesquisa on-site pode prejudicar suas conversões de várias maneiras.

93% de todas as experiências online começam com um mecanismo de pesquisa.

Search Engine Optimization statistics for 2017

Mas os mecanismos de pesquisa não são o único local onde as buscas acontecem.

Seu próprio site também precisa de um mecanismo de busca preciso.

A Amazon é um dos sites com maior tráfego online. A pesquisa on-site é responsável por grande parte desse tráfego.

Amazon Echo

Com um inventário gigantesco e tantas páginas a indexar, seria impossível para a Amazon funcionar sem a pesquisa.

Você consegue imaginar a Amazon sem uma opção de pesquisa no site?

No fim das contas, 76% dos consumidores só querem que um site facilite o processo de encontrar os produtos.

pasted image 0 381 1

Não deixe que erros críticos prejudiquem a taxa de conversão do seu site.

Ao invés disso, você deve analisar seu site e otimizar seu SEO on-site para garantir uma experiência de usuário melhor em todas as páginas.

Antes de falar detalhadamente sobre como encontrar e evitar erros de busca on-site, vou explicar porquê isso é importante.

Porquê a busca on-site é importante

Quando alguém chega à sua página, você já fez a metade do trabalho.

Eles encontraram o seu site! Já estão na sua mão!

Agora eles estão procurando alguma coisa específica. Ou talvez tenham alguns produtos ou serviços em mente.

Mas você não pode oferecer tudo em todas as páginas.

Vejamos o site da Home Depot, por exemplo.

Home Depot 1

Eles sabem que, se estou visitando a página HomeDepot.com, é porque estou procurando produtos de casa e construção.

Assim, vejo ofertas e os produtos mais vendidos. Essas opções podem ser personalizadas para aumentar as conversões.

Mas a Home Depot oferece muito mais do que essa meia dúzia de produtos.

E se seu precisar de uma torneira para a cozinha?

Ou mais especificamente, e se eu estiver pesquisando torneiras de cozinha da marca Kohler?

Vamos inserir esses termos na caixa de pesquisa:

Home Depot 5

Agora vemos uma variedade de resultados.

A busca on-site da Home Depot faz auto-preenchimento, fornece sugestões de pesquisa e mostra uma pré-visualização em tempo real dos resultados da busca.

Essas são formas úteis de ganhar conversões que do contrário não teriam acontecido.

É importante também ter uma estrutura de site sólida, para facilitar as pesquisas.

Veja só o Surf Station. Esse site tem uma estrutura sólida que deixa claro quais tipos de produtos são oferecidos.

New Used Surfboards For Sale Surf Gear Men s Women s Clothing 1

Com categorias bem-organizadas, tanto visitantes quanto rastreadores de busca terão mais facilidade para identificar suas páginas de produto.

A prancha de surf Stewart Maxcy Matanzas Original Art Collector está listada na categoria Surf e na subcategoria Artwork Boards.

Home Depot 6

Agora visitantes dentro e fora do site podem encontrar a prancha com mais facilidade.

O aumento na visibilidade traz também mais leads qualificados.

Uma pesquisa mostra que 30% dos visitantes vão usar a pesquisa on-site quando visitarem um site e-commerce.

Se adaptar a esses usuários é a chave para aumentar suas conversões.

Mas se esses links estiverem quebrados ou tiverem outros problemas, você não terá nenhuma vantagem.

Vamos ver agora 4 erros de busca on-site que eu encontro com muita frequência.

4 erros de busca on-site que prejudicam suas conversões

Vamos ignorar algumas das melhores práticas de SEO para focar diretamente na informação utilizada para a busca on-site.

Por exemplo, metadados, como tags, não são úteis para o SEO do Google, mas podem fazer a diferença para suas ações no site.

Aqui estão os 4 erros mais comuns na busca on-site.

1. Metadados em falta –  Os metadados fornecem contexto e informações de arquivo para conteúdo web.

Eles são usados por mecanismos de busca para mostrar informações URL a usuários.

Aqui está uma representação visual de como isso é utilizado.

meta description tag

As tags de título e de descrição são as mais utilizadas por mecanismos de pesquisa.

Sua busca interna também vai usar categorias e tags.

No WordPress, elas podem ser encontradas no menu Posts.

Adicionar essas tags e categorias a cada página criada vai dar mais poder à sua pesquisa interna.

Isso também vai ajudar a fortalecer seu funil de conversão, permitindo que visitantes encontrem o que desejam no site, mesmo que não seja na landing page.

2. Links quebrados – Nada vai reduzir o seu tráfego mais rápido do que links quebrados.

Isso pode acontecer por várias razões, como uma mudança no formato da URL do seu site, um servidor remoto fora do ar ou outros problemas.

Esses erros de busca on-site também prejudicam seus rankings de SEO.

Você pode encontrar links quebrados usando o Google Webmaster Tools Search Console.

Home Depot 3

Faça login usando suas credenciais do Google e selecione o site que você quer rastrear no menu suspenso.

Isso vai mostrar qualquer erro que o Google encontrar em seus sites para desktop e mobile.

Use esse relatório para corrigir qualquer link quebrado em sua página e otimize sua pesquisa on-site para conversões.

Basta fazer um redirecionamento 301.

3. Conteúdo offsite em falta – Eu uso muitos conteúdos de outros sites no meu site.

Em meus blogs, você verá gráficos e outros dados visuais trazidos de outros sites.

Home Depot 4

Essas imagens ficam hospedadas no meu site e acompanhadas por créditos para o criador original, com um link contextual acima.

É assim que eu evito ser afetado caso aqueles sites de terceiros saiam do ar.

Eu uso também ferramentas como o Geolify e o PicSnippets para personalizar conteúdo no meu site.

Neil Patel Geotarget 2

Essas referências podem se tornar links quebrados facilmente, se não forem hospedados em servidores confiáveis.

Se você perceber que qualquer conteúdo off-site não estiver carregando, é hora de consertar o problema antes que ele afete suas conversões.

Outra boa ideia é encontrar conteúdo offsite que não está funcionando em outros sites para oferecer seu conteúdo como substituição.

4. Busca Indisponível – Um estudo recente constatou que 42% das empresas ignoram completamente a busca on-site.

Isso nem sempre é considerado uma prioridade, o que é uma pena, porque a busca on-site quase dobra as taxas de conversão.

Não oferecer essa ferramenta essencial acaba prejudicando todo mundo. O consumidor não consegue encontrar o que está procurando, você perde uma venda e o ciclo continua.

Mesmo que você não faça isso com perfeição, qualquer tipo de ajuda é melhor do que nada.

Isso me leva à minha próxima discussão: ferramentas do WordPress que podem melhorar a busca do seu site.

5 ferramentas de WordPress para melhorar a pesquisa do site

O WordPress é uma das plataformas mais utilizadas online, adotada por 19,1% dos 1 milhão de maiores sites segundo o Alexa.

top wordpress

Ele inclui uma função de busca integrada, mas ela não é perfeita.

Felizmente, o WordPress é conhecido por suas opções de personalização.

A plataforma tem uma variedade de plugins disponíveis para deixar a busca on-site mais fácil e mais poderosa.

1. Google Custom Search for WordPress

google custom search wp

Quando você pensa em busca online, o Google é o primeiro nome a vir à sua mente.

A empresa oferece também barras e ferramentas de pesquisa on-site especializadas.

Elas vão aparecer no seu site com a identificação “Powered by Google,” o que pode ser bom ou ruim.

Como essas pesquisas são supridas pelo Google, o uso da pesquisa on-site é rastreado pelas ferramentas analíticas deles.

Além disso, a pesquisa do Google vem associada ao reconhecimento da marca. Assim, vale a pena fazer o upgrade e substituir a busca básica do WordPress.

Isso funciona como um nível de prova social.

Apesar do Google não estar apoiando seu site diretamente, é essa a impressão que os visitantes terão.

2. Swiftype Search 

swiftype search engine

O Swiftype é valioso tanto na forma de demonstração gratuita (14 dias) quanto na versão paga.

Os preços da versão premium variam e são personalizados à sua situação.

Esse plugin indexa páginas de forma mais rápida e eficiente do que a ferramenta padrão do WordPress.

Ela é uma das pesquisas on-site mais rápidas do mercado e também fornece informações sobre conversões.

swiftype analytics

Isso faz dela uma ferramenta muito poderosa para qualquer especialista em marketing digital.

Sempre que fizer uma alteração no seu site, você vai precisar de dados para quantificar o ROI.

O Swiftype também te ajuda a rastrear pesquisas on-site, um tema que vou discutir mais na próxima seção.

3. SearchWP

searchwp settings ui.min

O SearchWP é outro excelente plugin de pesquisa para o WordPress.

Ele é simples, preciso e pode ser personalizado bem além das suas expectativas. Você pode até priorizar categorias, tags e outros elementos para manipular resultados de busca on-site.

Ele vai imediatamente substituir automaticamente o mecanismo de pesquisa padrão do WordPress. Ele se integra facilmente com o WooCommerce e pode até pesquisar PDFs.

O SearchWP é o plugin preferido para quem tem muitos documentos e downloads armazenados na página e quer evitar erros de busca on-site.

Ele também é excelente para sites e-commerce que têm muitas landing pages para uma vasta gama de produtos.

4. Ultimate WP Query Search Filter

screenshot 2.pngrev1538843

Lembra de quando eu mencionei o uso de metadados como tags e categorias?

O Ultimate WP Query Search Filter permite que você organize tudo segundo essas taxonomias.

Esse filtro pode refinar muito os resultados e facilitar as pesquisas tanto para seus servidores quanto para os visitantes do seu site.

Os resultados são exibidos mais rapidamente, aumentando a satisfação e as conversões.

5. Category Wise Search

search categories

Um plugin simples, o Category Wise Search faz exatamente o que diz o nome.

Ele adiciona um menu suspenso de categoria à busca do WordPress para que usuários possam pesquisar itens específicos em categorias específicas.

É o mesmo tipo de menu suspenso que a Amazon usa em sua barra de pesquisa.

Home Depot 10

Quanto maior for seu site, mais importante será ter opções de pesquisa mais avançadas.

Do contrário, você corre o risco de perder seu tráfego para concorrentes que oferecem a busca.

Claro, não adianta oferecer pesquisa on-site se você não rastrear os resultados.

Rastreando pesquisas on-site

Para deixar a busca no site realmente eficiente, você vai ter que rastrear os resultados.

Como sempre, quando se trata do mundo online, o Google Analytics é o local certo para encontrar as informações de que você precisa.

Para começar, ative a opção de pesquisa on-site na visão de relatórios.

Clique em Admin – View Settings.

Em Site Search Settings, coloque a opção Site Search Tracking em ON.

google analytics site search settings set up
Insira até cinco parâmetros de pesquisa, como “term,search,query,” separados por vírgulas. Alguns parâmetros de pesquisa são designados com apenas uma letra, como s ou q.

Decida se você deseja que o Analytics separe o parâmetro de pesquisa da sua URL. Lembre-se que ele vai separar apenas os parâmetros que você forneceu.

Ative ou desative as categorias de pesquisa on-site como desejar. Se seu site permite que os usuários filtrem as buscas, você pode incluir esse dado em seus relatórios.

Por exemplo, talvez os usuários pesquisem “chromebook” na categoria “laptops.” Em um caso como esse, a URL de pesquisa no site seria alguma coisa como …?q=chromebook&sc=laptop.

Se você ativar as categorias, insira as letras que designam uma categoria interna de pesquisa – como ‘cat,qc,sc’ — no campo de categorias.

Clique em Save.

Em breve você poderá ver os resultados da pesquisa on-site em seus relatórios de comportamento no Google Analytics.

google analytics site search overview

Há duas linhas de dados nesse relatório. Visitantes que usam e não usam a pesquisa do site são agrupados para facilitar a geração do relatório.

É aqui que você verá o ROI da otimização da sua pesquisa on-site.

E antes que você saia dos relatórios, quero discutir um último aspecto da otimização de busca on-site.

Dicas de SEO para facilitar a navegação on-site

Esse post traz principalmente dicas específicas para evitar erros de busca on-site. Mas suas páginas também são visíveis ao público através dos mecanismos de busca.

Seu mecanismo de busca on-site vai funcionar de uma forma muito parecida aos tradicionais.

E é por isso que vou explicar aqui alguns princípios básicos de SEO que podem melhorar o desempenho da busca no seu site.

1. Foque em palavras-chave de cauda longa

As palavras-chave de cauda longa são o alicerce de qualquer boa estratégia de SEO.

Apesar de palavras-chave curtas, com uma a três palavras, receberem um volume de busca maior, as palavras-chave de cauda longa representam a maior parte do volume de pesquisa.

image583

Quanto mais palavras-chave de cauda longa você puder incluir em seu site, mais robusta será sua busca on-site.

Talvez eu simplesmente pesquise “caixa de som” na Amazon, mas é mais provável que eu faça uma pesquisa mais específica.

Home Depot

Otimizar seu site, oferecendo opções para ambas as buscas, te dá mais oportunidades de agradar seus consumidores.

Home Depot 12

A Amazon vai ainda mais longe ao adicionar botões para filtrar as buscas, do lado esquerdo da tela.

Isso permite que você adicione ainda mais palavras-chave de cauda longa, baseadas nas categorias e taxonomias da Amazon.

Lembre-se, usar a busca on-site não significa que os usuários estão necessariamente alterando seus hábitos de pesquisa. Na verdade, o mais provável é que eles não façam isso.

Eles esperam ver as mesmas pesquisas filtradas no seu site que encontram no Google.

2. Localize o conteúdo em sua página – A localização é uma das chaves para ser rankeado nos SERPs do Google em 2017.

Ao adicionar sinais na página (e registrar seu negócio no Google Maps, nas proximidades do usuário), você aumentará muito a visibilidade.

Isso vai afetar também a pesquisa on-page, especialmente se você oferecer conteúdo com geo-segmentação.

Com a geo-segmentação, as pessoas que estão pesquisando em seu site a partir de Seattle terão resultados diferentes do que aquelas vendo seu site na cidade de Nova York.

Eu utilizo a geo-segmentação na homepage do meu site:

Neil Patel Geotarget 2

Eu não crio uma página nova para cada cidade. Simplesmente uso um pouco de Javascript para popular esse valor.

Isso adiciona um nível de personalização que aumenta a probabilidade de os visitantes converterem.

3. Corrija erros – Existem opiniões diferentes sobre o uso de erros ortográficos na pesquisa.

Por um lado, você quer que seu site seja o mais profissional e preciso possível.

Por outro lado, muitas vezes os erros ortográficos levam a uma quantidade surpreendente de tráfego.

Ao pesquisar no Google Adwords Keyword Planner o termo mortgage (financiamento) e o erro ortográfico morgage, por exemplo, vemos mais de 200,000 resultados.

misspellings search volume

Pode ser tentador aproveitar essas pesquisas usando erros ortográficos de propósito, mas isso não vai te trazer muitas vantagens no longo prazo.

Para cada visitante que aceita o erro ortográfico, outro vai ver um erro e duvidar seu compromisso com a qualidade.

Não vale a pena colocar sua reputação online em risco.

Verifique todos os seus textos com um corretor ortográfico online, como o online-spellcheck.com, antes da publicação.

Home Depot 9

Isso vai reduzir os erros, aumentar a impressão de profissionalismo e ajudar suas conversões.

Afinal, quem quer dar seu dinheiro a alguém que nem sabe escrever?

4. Aumente as velocidades de carregamento

Dentro ou fora do site, a velocidade de carregamento das páginas afeta as taxas de bounce.

Quando o tempo de carregamento de uma página passa de 1 segundo para 3 segundos, a probabilidade de um bounce aumenta em 32%.

decreased speed increased bounce rate 573x400

Com 10 segundos, a probabilidade de um bounce aumenta em 123%.

Isso significa que você vai perder mais da metade dos seus visitantes por causa de um site lento!

Algumas formas simples de minimizar isso e reduzir os tempos de carregamento são minimizar as solicitações HTTP, comprimir imagens e ativar o cache do navegador.

O Pingdom oferece um teste de velocidade excelente para verificar erros no site e outras questões.

Home Depot 7

É só inserir sua URL e o local de onde você quer testar a velocidade.

O Google PageSpeed Insights é outra ferramenta excelente.

Pequenos ajustes ao longo do seu site podem resultar em um carregamento super rápido.

Como o McDonald’s e a Amazon já sabem, a velocidade é essencial para criar uma interação excelente com o consumidor.

Conclusão

A pesquisa on-site é uma ferramenta necessária para deixar seu site mais acessível a visitantes.

Imagine ter que pesquisar entre milhares de posts de blog sem atalhos.

Quanto tempo você ficaria pesquisando antes de optar por um concorrente?

No entanto, ter dezenas de erros de busca no site vai eliminar as vantagens oferecidas pelo mecanismo de busca.

Ao otimizar sua pesquisa on-site, você aumenta as conversões, reduz as taxas de bounce e melhora a usabilidade do seu site em geral.

Já não utilizamos apenas mecanismos de busca externos, como o Google e o Bing, como formas de encontrar informações.

Hoje em dia, a pesquisa on-site é uma forma eficaz de obter mais tráfego, com melhor engajamento e mais tempo de permanência no seu site.

O que você faz para encontrar erros de busca no site e corrigí-los? 

Compartilhe