Neil Patel

Espero que você goste desse artigo. Se você quer que meu time faça o seu marketing, clique aqui.

Como Melhorar a Conversão no LinkedIn

linkedin

LinkedIn é a mais subestimada das redes sociais.

É muito formal e longe de ser tão boa como Facebook ou Instagram.

Claro, funciona como um excelente currículo digital.

Você pode acompanhar o que seus colegas estão fazendo, conectar-se com outros profissionais e até conseguir o trabalho dos seus sonhos.

Mas gerar leads é outra coisa, não é?

Não sou eu inventando coisas. Muitas pessoas se sentem assim.

Eu entendo, mas me escute.

O LinkedIn é uma máquina de gerar leads.

Ele é essencial para minha estratégia de marketing de conteúdo. Na verdade, publiquei mais de 200 postagens no LinkedIn Pulse.

Os resultados não foram nada menos que extraordinários.

E isso não só elevou minha autoridade, como também o tráfego no meu blog e meu network.

E eu não sou o único exemplo. O LinkedIn é considerado a mais efetiva plataforma de mídia social por 66% das pessoas.

Screen Shot 2017 07 18 at 9.59.01 PM

Se quiser saber como alcançar os mesmos resultados, esse artigo vai te mostrar como fazer isso.

Compartilharei com você toda a estratégia para gerar leads e melhorar a conversão no LinkedIn.

E o melhor de tudo, é um processo de apenas três passos.

  1. Posicione seu perfil no LinkedIn para impressionar prospects e fazer negócios.
  2. Construa um network direcionado e engajado.
  3. Converta suas conexões no LinkedIn em leads.

Já chegaremos no passo a passo!

Primeiro, vamos falar sobre por que o LinkedIn é um tesouro escondido para conversões.

O que faz o LinkedIn tão poderoso?

Você já deve ter percebido que o modelo tradicional de vendas já não tem espaço no nosso mundo.

Telemarketing, pitches e demonstrações de vendas não são mais suficientes.

Em vez disso, temos uma maneira muito mais intuitiva de gerar leads e influenciar vendas.

Estou falando de venda social.        

Com esse novo modelo de vendas, sua network vira o foco.

Screen Shot 2017 07 19 at 7.06.27 PM
Todas as mídias sociais têm o mesmo peso nesse novo modelo de vendas?

Sem dúvida, Facebook e Twiter são muito importantes.

Mas, no fim das contas, LinkedIn é claramente o melhor.

Na verdade, mais de 80% dos leads B2B gerados pelas mídias sociais vêm do LinkedIn.

Screen Shot 2017 07 19 at 7.24.41 PM

É impressionante.

Por que o LindedIn está tão à frente dos outros?

Simples.

A natureza do LinkedIn são os negócios.

Diferente de outras redes sociais, o objetivo aqui é claro. Você está na plataforma com a expectativa de que alguém entre em contato com você para fazer negócios.

Todos no LinkedIn estão na mesma frequência.

O que isso quer dizer?

Que você tem milhões de prospects famintos por informações, esperando que você os informe.

A melhor parte disso é que, no LinkedIn, 40 milhões de profissionais estão sozinhos. E isso quer dizer que eles não têm ninguém para consultar, portanto serão fáceis de converter.

Screen Shot 2017 07 19 at 7.38.05 PM

Mas aqui está o segredo.

A audiência no LinkedIn é muito sofisticada e bem informada.

Não dá para melhorar a conversão no Linkedìn apenas encontrando alguns alvos potenciais, clicando em um botão e dizendo: “Oi, vamos trabalhar juntos.”

Não funciona assim.

Você precisa ser bastante estratégico e cauteloso ao iniciar sua relação com seus prospects.

Felizmente, tenho uma excelente estratégia que você pode usar para converter leads.

Então vamos lá.

Parte 1: Posicione seu perfil no LinkedIn para impressionar prospects e fazer negócios.

Seu LinkedIn é seu pitch de vendas. Vai ter ajudar principalmente em duas coisas:

  • Ser encontrado pelas pessoas certas.
  • Mostrar de maneira convincente por que as pessoas deveriam levá-lo a sério.

Vamos explorar isso mais detalhadamente.

Para começar, você precisa melhorar seu perfil para buscas, e assegurar que ele será visto por mais pessoas e mais vezes.

Aí vão as minhas recomendações.

1.Tenha um perfil detalhado. 

Isso é óbvio, não?

Você ficaria surpreso com a quantidade de pessoas que não completa seus perfis no LinkedIn.

É muito importante que você preencha cada seção.

A força dada pelo LinkedIn ao seu perfil é baseada em quantas seções você completou.

Existem cinco níveis:

 

Screen Shot 2017 07 20 at 11.13.41 AM

Procure ficar sempre acima do nível avançado.

Screen Shot 2017 07 20 at 11.01.34 AM

2. Assegure-se de usar palavras-chave relevantes em seu perfil.

Palavras-chave não são apenas para o google.

Elas também são importantes para o algoritmo de busca do LinkedIn.

Não estou dizendo que você deve encher seu perfil com palavras-chave para implementar conversões. Em vez disso, é melhor usar as palavras-chave que descrevam suas qualificações.

Que palavras as pessoas usariam se estivessem procurando por seus serviços?

Tenha em mente que pesquisas com palavras-chave no LinkedIn não é uma simples questão de usar algumas frases genéricas. Portanto, não recomendo necessariamente uma ferramenta de palavras-chave.

Muitos perfis no Linkedìn cometem o mesmo erro de ter termos genéricos como “Gerente, ” Empresário” ou “Diretor de Marketing” no título de seus perfis.

A possibilidade de alguém digitar essas palavras-chave na barra de busca do LinkedIn é quase zero.

Então, evite esses termos genéricos.

Abaixo está o que você pode fazer.

Passo 1 – Vá até “Vagas” e digite a palavra-chave correspondente a sua área.

2 content marketing Jobs in United States LinkedIn

Passo 2 – Veja todas as postagens de emprego individuais.

2 content marketing Jobs in United States LinkedIn 1

Passo 3 – Leia a descrição da função, responsabilidades e requisitos para cada trabalho. Você perceberá que certos termos aparecem em várias postagens. Essas serão suas palavras-chave.

2 Content Marketing Strategist McKinley Marketing Partners LinkedIn

Passo 4 – Use as palavras-chave que você escolheu no seu título, resumo e onde seja apropriado.

3. Use backlinks para o seu perfil.

Você já deve saber da importância dos backlinks como algo que ajuda no ranking do Google.

O mesmo serve para o LinkedIn. Quanto mais backlinks você tiver, mais alto seu perfil estará no ranking de pesquisa orgânica.

Isso significa mais visitas, atividades no seu perfil e oportunidades de implementação de conversões.

Veja o que você pode fazer:

  • Link para o seu perfil no seu blog.
  • Adicione um link a sua biografia quando você postar como convidado em outros sites.
  • Link de seus perfis em outras redes sociais.

4. Otimize seus links âncoras.

Você pode adicionar até três dos seus sites em seu LinkedIn.

2 Nelliane St Clair LinkedIn 1

Quando digitar sua URL, clique no menu suspenso à direita e selecione “Outros”. Então você poderá digitar uma palavra-chave relevante para descrever sua URL.

2 Nelliane St Clair LinkedIn

5. Crie uma URL com perfil personalizado.

Seu LinkedIn terá uma URL padrão.

Haverá uma longa linha de letras e números que não significam nada para o seu negócio.

Felizmente, você tem a oportunidade de criar uma URL personalizada para seu perfil. O melhor é usar o seu nome completo.

Se o seu nome já estiver sendo usado, você pode adicionar a abreviação de nome do meio ou qualquer coisa que o modifique.

2 Neil Patel LinkedIn 3

A ideia é ter uma URL que alguém imediatamente a reconhecerá como sua. Será mais fácil encontrar seu perfil e fazer conexões.

6. Quanto mais conexões, melhor.

Quanto mais conexões você tiver, mais probabilidade seu perfil terá de aparecer no algoritmo de pesquisa do LinkedIn.

Conexões de nível um, dois, três e de grupo são todas avaliadas por resultados de busca.

Então, conecte-se com o máximo de pessoas possíveis. Na parte dois, darei uma estratégia para construir um network amplo e engajado.

7. Otimize suas imagens.

O Google é um excelente classificador de imagens.

Você tem que nomear sua foto de perfil, imagem de fundo e outras imagens antes de subi-las ao LinkedIn.

Eu recomendo que use suas palavras-chave para nomear as fotos. Assim quando alguém usar as mesmas palavras para fazer uma busca, encontrarão sua imagem e seu perfil.

Por exemplo: Se você quer conduzir leads de conteúdo de marketing, você pode nomear sua foto de perfil como profissional de conteúdo de marketing.”

Se local SEO é parte de sua estratégia, inclua sua localização.

Agora que você melhorou seu perfil para buscas, vamos deixá-lo mais atraente.

O LinkedIn oferece várias ferramentas que podem melhorar o seu perfil.

Não estou preocupado com cada uma delas.

Alguns elementos terão mais impacto que outros.

É nisso que precisamos nos concentrar.

Aqui estão os elementos importantes.

1. Título

Seu título é a primeira coisa que as pessoas veem quando elas visitam seu perfil.

Você só pode usar 120 caracteres. Então você precisa fazer valer esses caracteres.

O problema é que não há um modelo simples para usar em seu título. Depende de você e do seu objetivo.

Considere esses questionamentos:

  • Quem é o seu público-alvo? Você quer que a linguagem no seu título atinja o seu prospect ideal.
  • Que  valor está oferecendo? Ponha sua proposta de valor em uma frase curta.
  • Qual é o seu diferencial? É aqui onde você se diferencia dos outros que fornecem a mesma solução.

2. Resumo

Seu título é o seu gancho.

Seu resumo é sua cópia de vendas.

Você é o produto.

Como você persuadirá seus prospects a apostarem em você?

Aí vão as minhas recomendações.

Atraia com suas primeiras linhas. LinkedIn cortará seu resumo nas primeiras duas linhas e mostrará aos visitantes a opção “Visualizar mais”.

2 Amy Porterfield LinkedIn

Você precisa atrair atenção logo e persuadir seus visitantes a ler o resto do seu perfil.

Assegure-se de que o seu resumo é legível. Se sua mensagem não é confortável para leitura, você não conseguirá informar seu valor.

Pelo menos, não de uma maneira atrativa.

LinkedIn não oferece muitas opções de formatação de texto, então, você terá que ser criativo.

Veja o que você pode fazer:

  • Faça várias perguntas.
  • Use frases e parágrafos curtos.
  • Use bullet points.
  • Evite clichês da área
  • Certifique-se de não deixam um texto amontoado.

Sempre desperte o interesse com benefícios.

O famoso professor de negócios de Harvard, Theodore Levitt, uma vez disse:

“As pessoas não querem a furadeira. Elas querem o buraco na parede!”

Em outras palavras, as pessoas não estão interessadas no que você faz ou como você faz. Elas se importam com os resultados que suas habilidades trarão para os seus negócios.

Atraia pessoas oferecendo benefícios e seu resumo será cativante.

Termine com uma call to action.

O que você quer é provocar uma reação imediata quando o visitante vir o seu perfil.

É aí que uma CTA pode ajudar. Dependendo do que você quiser que seus visitantes façam depois de lerem seu resumo.

Neil Patel LinkedIn 1

Quer coletar leads? Leve-os a uma isca, assim você faz com que eles passem pelo seu funil de marketing.

Quer vendas? Leve-os a uma página de vendas dos seus produtos.

Só depende de você.

Agora que você terminou seu resumo, é hora de preencher o resto do seu perfil.

3. Histórico profissional e experiência

Está seção do seu perfil pode ser usada para mostrar suas habilidades específicas e experiência.

Como o histórico de trabalho é o que você fez no passado, seria uma boa ideia que também refletisse o seu presente.

Como?

Foque nas suas realizações nos trabalhos anteriores e não nas responsabilidades que você tinha.

Qual é a diferença?

Uma responsabilidade mostra aos seus prospectos o que você fez, mas uma realização lhes mostra o quão bem você fez isso.

Por exemplo, “escrevi conteúdo para blog” seria considerada uma responsabilidade. Por outro lado, “escrevi cinco postagens para blog por semana que geraram 100 novos leads por postagem”, seria considerada uma realização.

Assim, seu histórico continuará sendo relevante para clientes futuros. Isso mostra por que eles deveriam dar atenção a você e como você pode solucionar o problema deles.

Aqui vai uma simples fórmula para tornar responsabilidades em realizações.

  • Leve em consideração suas funções.
  • Combine algumas para mostrar como você as desempenhava bem.
  • Inclua o benefício para seu cliente.

Simples, certo?

4. Competências e recomendações em destaque

Essa seção é dedicada ao reconhecimento social e à legitimação do seu valor.

É importante que você seja seletivo em relação às competências que incluirá no seu perfil.

Suas três primeiras competências deveriam ser as mais importantes para você. As minhas são SEO, online marketing e análise de web.

2 Neil Patel LinkedIn 1

Você quer ter o máximo de recomendações possíveis para competências principais.

+ de 99 parece ser a meta de vida.

2 Neil Patel LinkedIn

Claro, pode ser que não seja fácil conseguir tantas recomendações para todas as suas competências.

Aqui vão algumas dicas.

  • Recomende outras pessoas.
  • Posicione suas competências na parte de cima do seu perfil.
  • Peça que as pessoas o recomendem.
  • Seja ativo no LinkedIn.

5. Recomendações

Assim como a seção anterior, a seção recomendações também é uma excelente forma de reconhecimento social.

Qual você acha que tem mais peso?

Naturalmente, uma recomendação é mais legítima.

É o testemunho de uma pessoa sobre a relação profissional que ela teve com você.

Isso é ouro!

2 Neil Patel LinkedIn 2

As recomendações dessa seção são um pouco mais difíceis de conseguir que as da seção anterior.

Procure alguém com quem você trabalhou e teve uma ótima experiência. Essa pessoa também deve saber falar sobre suas competências e habilidades, e sobre como elas seriam úteis para futuros clientes.

Depois que tenha selecionado alguns alvos, simplesmente peça as recomendações.

Agora que seu perfil está pronto para impressionar os visitantes, é hora de fazer conexões relevantes.

Parte 2: Construa um network direcionado e engajado.

Um perfil perfeitamente otimizado é apenas o primeiro passo.

Sem uma estratégia de network, o LinkedIn não será muito útil a você.

Veja o que você precisa fazer.

Passo 1: Defina suas conexões ideais

Comece decidindo com quem você irá se conectar.

Pode ser que você decida conectar-se apenas com pessoas da sua área ou pessoas que dariam clientes ideais.

Ou, talvez você queira conectar-se com todos.

Qual abordagem é a melhor?

As duas podem ajudar.

Não faz mal ter um network amplo, mesmo que seus contatos não sejam todos de sua área. Ainda assim, eles podem ser conexões preciosas.

Um network direcionado também é eficiente porque você pode focar mais em gerar leads.

Só depende de você. As conexões sempre são valiosas, desde que você esteja conectando-se com pessoas de verdade.

Passo 2: Crie modelos de convite para pedir que seu público-alvo conecte-se à você.

Quando você envia um convite a alguém, é importante que seja uma mensagem personalizada.

O LinkedIn tem uma mensagem padrão que é mais ou menos assim:

“Eu gostaria de adicioná-lo a minha rede profissional no LinkedIn.”

Não é muito atraente, concorda?

Pior ainda é que todos usam essa mesma mensagem padrão.

Conhecendo ou não a pessoa com quem você quer conectar-se, você deveria sim dar uma boa razão para que ela se conecte à você.

Tudo que você precisa para se destacar e melhorar sua conversão são algumas frases explicando por que você quer conectar-se.

Como neste exemplo:

10 templates that ll make people want to accept your LinkedIn invitations Voices From Campus News for College Students USA TODAY College

Melhor, não?

Você pode deixar isso ainda mais simples criando alguns modelos que você pode personalizar para cada convite.

Passo 3: Conecte-se com pessoas que você já conhece.

Comece pelas pessoas com quem você já trabalhou antes.

Conhecidos, colegas atuais, amigos e família são os primeiros da lista.

Você também pode importar contatos de listas telefônicas.

Não se esqueça de também procurar por possíveis conexões na seção “pessoas que talvez você conheça”.

LinkedIn

Quanto mais completo for o seu perfil, mais sugestões você receberá.

Passo 4: Conecte-se com pessoas que interajam com o seu perfil.

As pessoas interagindo com seu LinkedIn é um sinal positivo que você não pode ignorar.

Quando alguém entra no seu perfil, retribua com um convite. Se alguém comenta, gosta ou compartilha alguma de suas postagens, envie um convite.

É um bom negócio.

Passo 5: Conecte-se com os contatos ideais.

É hora de fazer algumas conexões estratégicas e de alta-qualidade. Considere pessoas específicas com quem você gostaria de desenvolver um relacionamento e conecte-se com elas.

Talvez seja um cliente ideal ou alguém de influência. É aí que um convite personalizado torna-se ainda mais conveniente.

É importante também manter essas conexões ideais ativas no seu perfil.

Passo 6: Tire proveito dos grupos no LinkedIn.

Os grupos são a maneira mais eficiente de fazer boas conexões.

Todos dentro de um grupo têm o mesmo interesse. Se você encontrar grupos de áreas específicas, você pode fazer centenas de conexões direcionadas em um quarto do tempo que levaria para fazer isso manualmente.

Então, você deveria criar o seu grupo ou juntar-se a um já existente.

Se você tiver tempo de gerenciar o seu próprio grupo, isso pode ser um poderoso recurso. Se não tiver, você pode facilmente movimentar um grupo já existente.

Como encontrar esses grupos?

Digite a palavra-chave na barra de busca e selecione “grupos.”

content marketing Search LinkedIn 1

Você encontrará centenas de opções com especificações, tais como o número de membros.

content marketing Search LinkedIn

Lembrando que agora você está munido de um perfil otimizado e um network maior.

É hora das dicas de como melhorar a conversão.

Parte 3: Como converter suas conexões no LinkedIn em leads.

Isso está longe de ser tão difícil quanto você pensa. Converter um lead pode ser tão fácil quanto estabelecer uma relação.

Você entra em contato com um prospect, interage com ele e ganha a sua confiança. Como uma conversão?

Essencialmente, é como guiar seus contatos do LinkedIn através do seu funil de  marketing de permissão.

Você poderia oferecer uma webinário, consultoria grátis ou qualquer coisa de valor. A ideia é tornar-se uma fonte confiável.

Veja o que você pode fazer.

Passo 1: Publique conteúdo no LinkedIn Pulse e inclua CTAs atrativos.

Como você já deve saber, o Pulse é a plataforma de publicação do LinkedIn. Ele permite que você use seu marketing de conteúdo direto com o LinkedIn.

E essa é uma tática altamente recomendável.

Por quê?

Você pode conseguir leads de melhor qualidade e aumentar o tráfego no seu site.

Comece descobrindo que assuntos têm os melhores desempenhos no LinkedIn.

Um jeito fácil de fazer isso é indo até BuzzSumo e digitar “linkedin.com” na barra de pesquisa. Você pode ver que postagens foram mais compartilhadas.

linkedin com Most Shared Content

Vale lembrar que muitas postagens que tiveram excelentes desempenhos estavam relacionadas a desenvolvimento pessoal e profissional.

Isso quer dizer que você deveria publicar apenas sobre isso?

Não exatamente.

Eu recomendaria conteúdos variados. Cada tipo de conteúdo terá um propósito diferente.

Se o seu objetivo é deixar sua marca conhecida, assuntos que viralizam seriam os melhores.

A esta altura, seu objetivo é converter seus contatos em leads.

Para isso, você deve criar conteúdo que o ajudará a alcançar esse objetivo. Conteúdos que provem seu valor a um público-alvo seriam o melhor.

Como fazer isso? Demonstre sua autoridade com conteúdo abrangente e útil. Alguns exemplos incluem:

  • Postagen do tipo como fazer algo
  • Guias
  • Estudos de caso
  • Webinários

Certifique-se também de ter uma CTA atraente no final de cada conteúdo publicado.

How to Use Your LinkedIn Page as a Sales Funnel Neil Patel Pulse LinkedIn

Dica profissional: Recomendo usar uma ferramenta como Bit.ly para criar links rastreáveis para seus CTAs. Assim, você pode acompanhar seu desempenho e melhorá-lo para ter melhores resultados no futuro.

Passo 2: Busque interagir com seus leads e gere vendas.

Todos os seus esforços serão em vão se você não tiver um sistema para manter-se em contato com as pessoas que interagem com seu conteúdo.

O ideal seria que você conseguisse o email dos seus contatos no LinkedIn para continuar a comunicação com eles.

Esse processo de interagir com leads funciona no LinkedIn? Claro.

Você pode interagir com seus leads na plataforma, enviando-lhes mensagens.

Depois de desenvolver um relacionamento com seus leads, você poderá convertê-los em clientes.

Algumas pessoas usam links para páginas de vendas diretamente de seus perfis. Para mim, está ótimo. Mas, na minha experiência, uma estratégia melhor seria estabelecer um relacionamento e provar seu valor primeiro.

Conclusão

LinkedIn já provou ser um poderoso recurso de geração de leads.

É a rede social número um para profissionais do marketing B2B.

Nenhuma surpresa, considerando a orientação aos negócios da plataforma.

O que impressiona é a quantidade de pessoas que não tiram vantagem disso. Elas criam um perfil e desaparecem.

É uma abordagem errada.

Se você não dava muita atenção ao LinkedIn, acho que seria bom reconsiderar.

É só uma questão de dedicar um pouco de tempo e esforço em melhorar seu perfil, expandindo seu network e conseguindo leads.

Use as estratégias desse artigo para começar a ver resultados que realmente impactam.

Como usar o LinkedIn para gerar leads para seu negócio?

Compartilhe