Como Expandir de Forma Lucrativa sua Estratégia de SEO no Exterior

overseas

Ao tentar conseguir mais tráfego orgânico para um site, a maioria das pessoas faz uma dessas duas coisas:

A primeira: elas tentam criar conteúdo novo.

A segunda: elas tentam produzir backlinks novos para atrair tráfego.

Mas tudo isso custa dinheiro que você não tem para pagar por bastante trabalho e para um orçamento para a geração de links.

E sejamos sinceros: no mundo atual, o SEO está mais lotado do que nunca. Todo mundo quer tirar vantagem desse método.

O marketing de conteúdo está saturado. Fazer link building é difícil, e nesse momento, os ricos estão ficando cada vez mais ricos.

É cada vez mais difícil se destacar, mesmo que o seu conteúdo seja incrível. Alguns dos melhores conteúdos que eu já li foram criados por marcas sem nenhuma força.

Mas felizmente, há esperanças. Atualmente, o mercado de SEO no exterior ainda está praticamente inexplorado, e poucos profissionais pesquisam como vender no exterior.

Essa é uma das maiores razões pelas quais meu tráfego decolou nos últimos anos, e continua a crescer hoje.

Nesse post, vou falar sobre o que é SEO internacional e mostrar como expandir sua estratégia de SEO no exterior, entrando em novos mercados de forma lucrativa e aproveitando o tráfego que está aguardando para visitar seu site.

Veja como expandir sua estratégia de SEO no exterior.

Primeiro, decida se você está pronto para esse desafio.

Vou ser extremamente sincero com você nesse momento:

O SEO internacional não é uma tarefa fácil. Ele exige muito trabalho duro e tempo. Se você ainda não tiver uma quantidade de tráfego sólida, talvez não valha a pena investir seu tempo e esforço nisso;

O processo de iniciar uma estratégia de SEO no exterior requer manter múltiplos sites em idiomas diferentes.

De atualizar conteúdo a editar erros, tudo fica muito mais difícil e trabalhoso.

Esse infográfico do Moz é excelente para mostrar quem deve investir em SEO no exterior:

pasted image 0 618

Se você não achar que os lucros serão substanciais ou justificarão o esforço, não há razão para mudar nada.

Se você ainda está focando em sua estratégia de SEO atual, em seu próprio país, mas acha que ela pode ser maximizada ainda mais, então foque seus esforços nisso.

No fim das contas, o objetivo é o lucro. Assim, se você achar que essa mudança não vai levar à lucratividade, não há razão para fazê-la.

Mas para algumas pessoas, os lucros podem ser substanciais. Minha experiência pessoal é de um crescimento incrível.

No próximo passo, vou te ajudar a analisar seu tráfego internacional já existente para mensurar se expandir seu SEO no exterior é um passo positivo ou uma perda de tempo para o seu negócio.

Usando o Analytics, você pode descobrir se é melhor dedicar seu tempo a uma estratégia de SEO no exterior ou à sua estratégia local atual.

Vamos lá.

Analise seu alcance orgânico internacional já existente

O próximo passo em tentar expandir sua estratégia de SEO no exterior de forma lucrativa é descobrir onde você já tem sucesso.

Por exemplo: você pode estar sediado no Canadá ou nos Estados Unidos, mas há uma grande probabilidade de seu conteúdo ser visto em mercados diferentes.

Seja por causa de um backlink em um blog popular que tem leitores internacionais ou simplesmente através da pesquisa orgânica.

Quando eu comecei a expandir a presença do meu SEO em novos mercados estrangeiros, comecei analisando meu tráfego naquele momento.

Isso permite que você capitalize primeiro o tráfego que já está recebendo. O que significa que o dinheiro que você investir nisso com certeza vai gerar retorno, porque você sabe que esse tráfego já existe.

São opções fáceis só esperando por você.

Vou te mostrar um exemplo do que os meus dados de tráfego me mostraram, indicando que eu precisava expandir para novos mercados:

Os Estados Unidos aparecem como minha fonte de tráfego número 1. Faz sentido, certo?

Mas veja os outros. Agora os EUA são responsáveis por menos de 50% do tráfego do meu site.

Índia, Brasil, Reino Unido, Canadá e mais. E muitos desses países usam línguas diferentes.

Para começar a analisar seu tráfego, você pode fazer algumas coisas diferentes. Para começar, você precisa analisar seus dados do Google Analytics.

Abra o Analytics e vá até a aba “Overview”, abaixo de “Audience.”

pasted image 0 600

A partir daí, clique na aba “Country”, abaixo da seção “Demographics” do seu painel:

pasted image 0 629

Agora, do lado direito, você vai ver uma nova tabela com todos os países onde seu tráfego é originado:

Ao clicar em “view full report” abaixo da tabela, você pode ver mais dados sobre os melhores lugares que estão originando tráfego internacional para você.

Por exemplo: examine esse mapa para ver de onde está vindo o tráfego mais denso:

Se quiser ser ainda mais específico, você pode filtrar o tráfego por cidades específicas:

pasted image 0 622

Na nova tabela abaixo do mapa, você pode ver quais países gostam mais dos seus conteúdos.

Nessa tabela, você verá métricas como sessões, novas sessões, novos usuários, taxa de rejeição, duração da sessão e conversões.

Esses gráficos e tabelas podem te ajudar a priorizar seus esforços nos estágios iniciais da sua estratégia internacional de SEO.

Por exemplo, se a Índia aparece em sua lista e já está convertendo bem, você provavelmente pode dobrar ou triplicar esse crescimento rapidamente com alterações simples no seu site. (Vou discutir isso em breve).

Priorize o tráfego que já está dando bons resultados para melhorar o desempenho e gerar vendas.

Um segundo passo antes de tomar qualquer ação com seu SEO é configurar o monitoramento de links, usando o Bitly.

pasted image 0 640

O Bitly é uma ferramenta excelente que permite que você monitore links com mais profundidade do que links genéricos compartilhados nas mídias sociais.

Como as mídias sociais são muito diversas, e podem ser mais diversas do que o tráfego do seu site, é essencial monitorar onde os usuários estão encontrando seu conteúdo e em que países eles vivem.

pasted image 0 579

No painel de um link específico, você pode ver os sites de referência que estão gerando os cliques, o que permite que você otimize melhor para mercados internacionais.

A aba Locations mostra exatamente de onde está vindo seu tráfego.

E você pode fazer essas mesmas ações no Facebook. Vá à seção de dados analíticos da sua página do Facebook e navegue até a seção “Demographics”, abaixo de “People.”

pasted image 0 574

Role a página do painel e você verá imediatamente dados demográficos sobre países, cidades, e o mais importante: idiomas.

Os idiomas serão essenciais para a próxima seção.

pasted image 0 603

Após compilar uma lista com as melhores fontes de tráfego de vários países, cidades e idiomas, é hora de iniciar sua estratégia de SEO no exterior da melhor forma possível.

Traduza o conteúdo do seu blog

O primeiro passo em uma boa estratégia de SEO segmentada para usuários no exterior é preparar seus conteúdos para eles.

Se eles não puderem ler seu conteúdo por não saberem inglês, você vai ter um problema enorme. Qualquer tráfego gerado vai fazer bounce imediatamente.

Por quê?

Porque o tradutor de sites do Google não é muito bom. Ele não entende pistas contextuais e dialetos, que são complicados no mundo do marketing ou do SaaS.

Ele é melhor para frases curtas e básicas ou palavras que você não sabe, ao invés de artigos de marketing completos, com 2.500 palavras falando sobre canonização.

Para escalar isso de forma lucrativa, o mais fácil é começar usando um plugin de tradução em seu site. Mas lembre-se: isso não será perfeito.

Se você começar a ganhar impulso, pode contratar um tradutor profissional em sites como o Upwork, para terceirizar o trabalho a preços justos e obter excelente qualidade.

pasted image 0 598

Plugins não são muito bons porque não entendem a maioria das sugestões sociais. Mas algumas boas opções para começar são o qTranslate e o Transposh.

pasted image 0 581

O Transposh oferece tradução para 92 línguas diferentes.

Dica: Traduza apenas alguns idiomas por vez. Não selecione os 92 idiomas, ou você vai correr o risco de deixar o processo lento ou travar seu site.

Lembre-se, os passos que você seguiu antes dessa seção devem guiar sua tradução. Foque nos países com os melhores desempenhos e nos idiomas deles para obter os melhores retornos para seu dinheiro.

Após fazer isso, você pode começar a capitalizar novos mercados. Mas para expandir com o máximo de ROI, foque em fontes de tráfego atuais.

Pessoalmente, eu consegui aumentar meu tráfego orgânico em 47% com apenas esse passo simples. Essa mudança única – levar o conteúdo do meu blog a novos leitores – gerou saltos enormes no meu tráfego.

pasted image 0 585

Eu comecei a atrair termos de pesquisa que nem sequer entendo. Logo meus dados no Analytics ficaram cheios de termos de busca como esses:

pasted image 0 643

Eu até comecei a receber comentários no blog de pessoas falando outros idiomas, provando que isso estava funcionando:

pasted image 0 607

Meu conteúdo finalmente estava disponível para aqueles que não leem bem em inglês ou preferem ler em seus idiomas nativos.

Agora meu site também foi traduzido para várias línguas diferentes:

pasted image 0 610

Todo o conteúdo do meu blog é otimizado para os idiomas com melhor desempenho e qualquer segmento novo que aparecer em meus dados do Analytics.

Se um novo segmento ou país começar a fornecer tráfego, eu otimizo para ele também:

pasted image 0 576

Configure atributos Hreflang para um SEO forte

Em termos simples, o atributo hreflang é um sinal para o Google que diz a ele em que idioma está sua página, dando aos mecanismos de busca a habilidade de mostrar as páginas certas aos usuários certos.

O código geralmente parece com algo assim:

<link rel=”alternate” href=”http://example.com” hreflang=”en-us” />

Esse código foi apresentado pelo Google em dezembro de 2011. A tag hreflang permite que você mostre aos mecanismos de pesquisa o mesmo conteúdo em idiomas diferentes sem ser penalizado por conteúdo duplicado.

Isso é uma ajuda enorme na hora de criar conteúdo amigável para SEO para novos idiomas e públicos.

Veja como isso funciona:

O usuário X pesquisa no idioma Z, e a tag indica que o usuário X deve chegar à página com o idioma Z, ao invés da página com o idioma Y.

Em resumo, a tag direciona o usuário para páginas em idiomas específicos, mesmo quando você tem múltiplas páginas com conteúdos similares ou duplicados.

Veja só o código-fonte do meu site:

pasted image 0 588

Eu uso múltiplas tags hreflang para locais como Brasil, Espanha e outros.

Vou te dar um exemplo fictício de porque isso é essencial para o SEO.

Digamos que você perceba que tem muito tráfego do México, e por isso decida criar uma versão em espanhol dos posts do seu blog.

Você vai usar naquela página a tag:

hreflang=”es”

Agora, usuários que o Google achar que têm um IP de regiões que falam espanhol serão direcionados a essa página ao invés de suas páginas com conteúdo em inglês.

Isso não só vai ajudar seus usuários nativos de espanhol mas também fortalecer seu SEO, reduzindo a taxa de rejeição, aumento o tempo no site e até as conversões.

Fazer isso também pode te ajudar a conectar páginas com o mesmo idioma, para que o usuário não tenha que ler nada em inglês em seu site.

pasted image 0 614

Bem, onde essa tag vai entrar em seu site?

A tag hreflang pode e deve ser utilizada na marcação on-page, ou no cabeçalho HTTP, ou mesmo no sitemap. Mas lembre-se de usá-la em apenas um desses locais.

O Moz fornece um ótimo exemplo de como isso deve ser estruturado.

Se seu site em espanhol vende para consumidores na Espanha, na França e em Portugal, você deve ter tags hreflang contendo a página principal e idiomas diferentes para cada idioma:

pasted image 0 583

Já sei o que você está pensando: isso vai levar horas para ser feito, não?

Não se você usar uma ferramenta! Experimente utilizar o hreflang Tags Generator Tool:

pasted image 0 594

Para começar, simplesmente insira suas URLs, selecione o idioma original daquela URL, e então selecione o país para a URL.

pasted image 0 586

Após selecionar seu país padrão, é hora de adicionar mais países a partir da pesquisa que você fez anteriormente.

Clique em “+ Add An Additional Language/Country Url Version.”

pasted image 0 578

Agora, copie e cole a mesma URL, selecionando um novo idioma e um novo país no menu suspenso:

pasted image 0 626

Repita esse processo para cada país e idioma que você quer segmentar. Você pode também importar uma planilha usando essa ferramenta para evitar horas de trabalho manual.

Finalmente, você vai clicar em “Generate The Hreflang Tags For These URLs” para obter uma lista compilada para adicionar ao código do seu site:

pasted image 0 577

Isso vai compilar uma nova lista de código para seu site.

pasted image 0 596

E pronto! Está tudo finalizado!

Agora que você já traduziu seus conteúdos e preparou os mecanismos de pesquisa para as tags hreflang, você pode completar o último passo de expandir sua estratégia de SEO no exterior.

Redirecione usuários para a região de onde eles vieram

O último passo para expandir de forma lucrativa sua estratégia de SEO no exterior é lembrar-se de direcionar usuários.

Quando alguém vem ao seu site, você deve redirecioná-lo para a região de onde ele veio. Isso se deve às configurações do navegador.

Por exemplo, usuários do Google Chrome terão ajustes no Google que te informam em que idioma eles preferem ler.

Se você estivesse navegando agora, por exemplo, o Google detectaria em que idioma você está lendo.

O objetivo aqui é redirecionar usuários que chegam às suas páginas em inglês para as páginas apropriadas. Com alguns ajustes, você pode redirecionar usuários automaticamente.

Eu sugiro contratar um desenvolver experiente no Upwork para fazer isso.

Lembre-se de informar a eles o seguinte:

Não redirecione bots de mecanismos de busca.

Por que? Porque muitos servidores estão em regiões que falam inglês, como os Estados Unidos.

Por exemplo: se o Google estiver rastreando sua página em alemão a partir de um servidor em inglês, você não deve redirecioná-los. Você quer que eles leiam tanto seu site em inglês quando seu site em alemão.

É só dizer isso ao seu desenvolvedor e ele saberá exatamente como fazer esse trabalho para você.

Se você não tiver um desenvolver, use o Upwork. Eles são uma das minhas fontes mais confiáveis para terceirização e contratação de novos funcionários a um valor justo que você pode escalar rapidamente.

Conclusão

Quando profissionais de marketing procuram adquirir mais tráfego orgânico ou melhorar suas estratégias de SEO, eles muitas vezes experimentam algumas táticas;

Eles podem criar mais conteúdos no blog para gerar visitas inbound. Ou fazer campanhas de backlinks para impulsionar a autoridade de domínio e o ranqueamento de posts específicos.

Mas ambas essas tarefas são extremamente difíceis e demoradas. Além disso, muitas vezes elas são inúteis.

Por quê? Porque o mundo do SEO já está muito lotado.

Todo mundo quer ganhar esse jogo. Todo mundo quer ficar rico.

Mas o que a maioria não sabe é que existe um enorme mercado inexplorado esperando por você.

O SEO internacional.

Com todo mundo produzindo conteúdo de blog para os EUA em inglês, não é à toa que o mercado está lotado. Mas poucos sabem o que é SEO internacional ou como vender no exterior, e assim os mercados de SEO no exterior permanecem virtualmente intocados.

Primeiro, descubra se expandir sua estratégia de SEO no exterior é a escolha certa para o seu negócio.

Você pode determinar isso ao fazer uma análise de risco no Analytics e mensurar que tipo de tráfego você já recebe de locais internacionais.

Veja se você já tem tráfego de outros países antes de apostar tudo nisso.

A seguir, traduza os conteúdos do seu blog nos idiomas dos países que já estão visitando seu site. Isso vai te ajudar a aumentar o tempo no site e produzir experiências melhores para aqueles usuários.

Lembre-se de utilizar tags hreflang para seus novos conteúdos, para garantir que você tenha um ranqueamento alto naqueles idiomas e não seja penalizado.

Finalmente, peça ao seu desenvolvedor que redirecione usuários segundo as regiões deles.

Essa é uma das formas mais fáceis e mais lucrativas de iniciar uma estratégia de SEO no exterior.

Como você expande sua estratégia de SEO em mercados internacionais?

Compartilhe