Neil Patel

Espero que você goste desse artigo. Se você quer que meu time faça o seu marketing, clique aqui.

Soft skills: o que são, exemplos e como elas impactam a equipe de marketing

Tudo sobre soft skills

Você se lembra de quando a visão de um chefe de um negócio ou de um setor era de uma pessoa autoritária e confiante? Com as soft skills, essa imagem mudou.

Essa é uma máxima que eu acredito acima de tudo: todo líder depende de pessoas.

Quando comecei a gerenciar meus próprios times, entendi que saber liderar pessoas e guiar seus passos é tão importante quanto de fato colocar a mão na massa.

Em um cenário de marketing, onde as coisas mudam de um dia para o outro e as metas são sempre desafiadoras, isso é ainda mais verdade.

Nos meus artigos e mesmo palestras, costumo falar com profissionais de todos os níveis, mas especialmente do C-Level das empresas.

Hoje, decidi escrever com um foco naquilo que mais tenho afinidade: liderar um time de marketing para o sucesso.

Para isso, escolhi um tema que acho essencial e que acredito muito que todos os gestores de marketing, CMOs e líderes do tipo devem se atentar: as soft skills!

Que tal continuar na leitura comigo? Tenho certeza que você vai encontrar grandes insights para otimizar seus resultados. Vamos lá?

O que são soft skills?

É fácil definir soft skills: tratam-se das habilidades comportamentais, não-técnicas e transferíveis entre diferentes indústrias e ambientes de trabalho.

Em minha opinião — e na visão de diversos especialistas, como li nesse artigo da Harvard Business Review — são tão importantes quanto habilidades técnicas, especialmente para pessoas em posição de liderança.

Hoje, cada vez mais profissionais precisam demonstrar capacidade de adaptação, inteligência emocional, visão e humildade.

Se você parar para pensar e analisar esse conjunto de skills, vai perceber uma coisa: essas são habilidades essenciais e valiosas para navegar de forma bem-sucedida os mares incertos do mercado corporativo.

E veja bem: de acordo com uma pesquisa da SHRM, 46% dos novos funcionários em uma empresa saem dentro de 18 meses. Desses, 89% falham porque lhes faltam soft skills, como a habilidade de trabalhar em equipe.

Esse é um dado um tanto assustador, em minha opinião, mas que mostra a importância de um gestor capacitado e com tato para motivar, engajar, guiar e otimizar o trabalho do seu time.

Soft skills e hard skills: quais são as diferenças?

Diferenças entre soft skills e hard skills

Ao executar um trabalho, a pessoa precisa saber interpretar um problema e também executar sua solução, concorda comigo?

É possível dizer que está aí a diferença (e também a relação) entre soft e hard skills.

Soft skills são habilidades comportamentais e mesmo emocionais, intangíveis, que permitem a um profissional melhor interpretar um problema.

Já as hard skills são habilidades de cunho técnico, aquele tipo de característica “mão na massa”, que necessita de treinamento.

Por exemplo, quando me deparei na posição de líder, percebi que eu possuía certa facilidade em trabalhar em equipe.

Consegui montar um time sintonizado, guiar as demandas de marketing, definir e perseguir metas e ser bem-sucedido nos meus objetivos.

Esse é um exemplo de soft skill: uma coisa mais holística, que me colocou no papel de facilitador.

Agora, como você sabe, gosto um pouquinho de SEO e marketing digital. Brincadeiras à parte, leio e estudo muito sobre o tema.

Ou seja, essa é uma hard skill: puramente técnica, que carece de treinamento (nesse caso, constante, já que é um assunto que evolui a cada dia) e é algo tangível, que executo no dia a dia.

Qual é a importância das soft skills?

Como um líder na minha empresa, eu entendo que soft skills são absolutamente essenciais para o sucesso.

Liderança dentro de uma empresa é mais do que apenas atribuir tarefas e monitorar o desempenho.

Na verdade, se você ocupar essa posição, deve saber que envolve principalmente construir relacionamentos capazes de ajudar a todos a trabalharem juntos de maneira eficiente.

Inteligência emocional, habilidades de comunicação e flexibilidade são atributos-chave de líderes de sucesso que desenvolvem relacionamentos fortes e de confiança dentro de suas equipes.

Saber como motivar, ouvir, conectar-se e ser empático com as pessoas que você lidera é mais importante do que nunca no moderno ambiente de trabalho de hoje.

E veja bem, de acordo com uma pesquisa da McKinsey, a proporção de empresas que pedem mais habilidades interpessoais, como a empatia, dobrou em 2020.

Além disso, conforme vi em um dado do LinkedIn, 45% das vagas de emprego postadas nos últimos 3 meses mencionam a importância de skills como comunicação.

Em última análise, é algo que ajuda um líder a inspirar sua equipe e instigá-los em busca de um objetivo em comum.

Como as soft skills podem impactar a equipe de marketing

Impactos das soft skills

Pode acreditar: eu entendi o valor desse tipo de habilidade para o sucesso do marketing há bastante tempo.

Enquanto as habilidades técnicas e o conhecimento da indústria são importantes para executar estratégias eficazes, as habilidades interpessoais podem ser ainda mais impactantes.

Especialmente se falamos do core de uma demanda de marketing — que trata da sua orquestração e execução interna.

Uma das habilidades mais importantes no setor, por exemplo, é a comunicação.

Quando realizada de maneira eficaz pelo líder de marketing, pode fazer toda a diferença quando o assunto é garantir a compreensão de todos os envolvidos.

Assim, é possível mitigar os gargalos operacionais e otimizar todo fluxo produtivo.

Ela também pode acelerar os processos de tomada de decisão e garantir que todos na equipe estejam na mesma página.

Se você tem muita ou pouca experiência no comando do setor, sabe que esse é um problema comum.

Além disso, ter forte capacidade de apresentação e persuasão pode armar o profissional com a capacidade de articular de forma convincente suas ideias e a mensagem da marca de uma maneira inspiradora.

Vou trazer um exemplo um pouco ousado, mas acho que ressalta bem o ponto que quero construir: você acha que eu sou bom no que eu faço aqui nos artigos ou em meu canal do Youtube?

Se a resposta é positiva, então quer dizer que eu estou colocando em prática algumas habilidades soft essenciais, como a já citada comunicação, mas também persuasão, liderança, confiança, entre outras.

Essa “caixa de ferramentas” é essencial para que eu me posicione digitalmente como referência no marketing digital e SEO — mas também para conduzir negociações e liderar meus times!

O mesmo se aplica a você, em sua rotina, e nos processos de marketing que tanto demandam de um líder capacitado, antenado e empático.

Principais soft skills

Até aqui, falei de apenas algumas das soft skills mais importantes. Mas listei a seguir aquelas que considero ser as principais no mercado — e principalmente no setor de marketing. Veja só:

Liderança

Como um marqueteiro, ser capaz de liderar é essencial para garantir o sucesso das estratégias de marketing.

Como líder, eu devo ter agilidade cognitiva, emocional e mostrar uma capacidade de solução de problemas para tomar decisões rápidas em meio a situações críticas.

Criatividade

Novas ideias são o motor de um setor de marketing bem-sucedido.

E apesar do SEO ser um braço mais padronizado, é preciso saber navegar entre as boas práticas e brechas dos algoritmos para conquistar resultados diferenciados.

Na prática, a criatividade ajuda a colocar as empresas à frente da concorrência e impressiona os clientes por meio de novas perspectivas que se destacam da multidão.

Ter uma mentalidade criativa permite que você pense fora da caixa e produza soluções mais imaginativas que inspiram os clientes a agir.

Flexibilidade

O pensamento flexível é uma habilidade subestimada, mas essencial na indústria de marketing.

Ele permite que os profissionais pensem além de soluções pré-determinadas, a fim de apresentar ideias criativas e inovadoras.

Ao ter uma abertura para alterar estratégias ou planos baseados no feedback dos clientes ou condições de mercado, os líderes de marketing estão mais bem equipados para se adaptar rapidamente e produzir resultados positivos em suas campanhas.

Resiliência

A resiliência é uma característica também desvalorizada, mas que é crucial para empresas de todos os tipos — especialmente líderes.

Na prática, trata-se de encontrar soluções para vencer obstáculos e cenários desafiadores, de modo a se adaptar rapidamente.

Proatividade

A proatividade é uma habilidade-chave na indústria de marketing, pois requer a tomada de iniciativa, criatividade e capacidade de inovação.

Ela também ajuda a ser capaz de antecipar as necessidades dos clientes e as tendências do mercado para que o negócio possa ficar à frente da concorrência.

Atitude positiva

Por fim, qual o bom líder pessimista?

Sim, esse profissional precisa ser realista e racional, mas também otimista.

O otimismo passa um sinal importante de confiança e mostra que existe sintonia entre o líder e seu time, bem como que os profissionais podem executar as tarefas com tranquilidade, seguindo o planejamento definido.

Como desenvolver soft skills?

Como desenvolver soft skills

Ficou interessado em desenvolver essas habilidades e melhorar sua capacidade de liderança?

Que bom! Sei que existem algumas coisas que podem ser mais urgentes do que outras.

Por exemplo, alguns podem ter mais dificuldades em liderar por terem certa ansiedade de falar em público.

Ou seja, antes de evoluir sua capacidade de liderar, é preciso desenvolver uma comunicação eficaz.

A dica principal e que aprendi ao longo dos anos é o seguinte: divida o processo em tarefas menores, e aborde cada etapa de maneira individual.

Comece identificando as áreas onde você precisa desenvolver novas habilidades, tais como comunicação, resolução de problemas ou flexibilidade.

Uma vez feito isso, comece a procurar maneiras de melhorar em cada área, seja por meio de cursos, palestras, enriquecendo seu networking e interagindo com mais pessoas.

Lembra daquele artigo da HBR que comentei anteriormente? Ele comenta sobre o novo perfil de líderes mulheres e quais habilidades soft elas trazem para o mercado atual.

Entre elas, as três principais (e eu concordo com a lista) são: adaptabilidade, capacidade de resolução de problemas em determinados contextos e empatia.

Ali, li algo que me interessou muito:

Gerenciar não requer adaptação para se encaixar em algum estereótipo de como um líder deve ser. Todos nós temos a chave para uma gestão bem-sucedida dentro de nós. Às vezes, é tão simples quanto reconhecer que as ferramentas que você usa para ser um bom amigo — empatia, escuta e humildade — também o levarão longe na carreira. Ou entender que dar um tempo, em vez de correr para uma solução, pode trazer mais oportunidades no longo prazo.

Como ajudar a equipe a desenvolver as soft skills

Essa é uma busca constante em minhas empresas e acho que posso dar algumas dicas para você sobre como ajudar seu time a desenvolver habilidades.

Primeiro, é essencial ter proatividade no tema.

Por exemplo, costumo reservar um tempo durante as reuniões de equipe para abrir um diálogo aberto e realizar exercícios colaborativos de solução de problemas.

Meu intuito é, principalmente, encorajar meu time a aprender com seus erros e aprimorar os acertos — você sabe, eu adoro o conceito Kaizen de melhoria contínua.

Outra dica que implemento é convidar profissionais com as habilidades que precisamos para se juntar a nós em nossas reuniões e oferecer conselhos valiosos.

É algo que ajuda minhas equipes a se tornarem mais conscientes das diferentes abordagens e maneiras de pensar — o que não pode ser aprendido apenas pela leitura de livros e artigos.

Finalmente, eu sempre faço questão de reconhecer e recompensar os esforços daqueles que dominam uma certa habilidade.

Isso estimula não apenas a equipe, mas também desenvolve um ecossistema de aprendizado contínuo no qual todos os membros podem participar e evoluir.

Conclusão

Não há mais dúvidas, certo? Soft skills são essenciais para qualquer equipe, não importa qual seja o contexto.

Hoje, reconheço que essas são habilidades tão importantes quanto aquelas mais técnicas. Especialmente para líderes, que devem aplicá-las em seu dia a dia.

Você concorda comigo?

Se gostou do artigo e quer deixar algum comentário complementar ou mesmo alguma dúvida, já sabe: é só comentar aqui embaixo e que, quanto antes, vou te responder!

Até a próxima!

Perguntas frequentes sobre soft skills

Quais são as 7 soft skills essenciais?

Em minha opinião, as sete habilidades mais importantes para um líder são: capacidade de liderar, flexibilidade, comunicação, empatia, resiliência, trabalho em equipe e atitude positiva.

O que é uma soft skill?

A definição de soft skills é simples: tratam-se das habilidades comportamentais, não-técnicas e transferíveis entre diferentes indústrias e ambientes de trabalho.

O que significa soft skill?

Ter habilidades soft significa que uma pessoa possui habilidades comportamentais para lidar com pessoas, situações ou sentimentos específicos de terceiros. Traduzindo o termo, significa “habilidade suave”.

Por que se chama soft skill?

O termo vem da ideia de que elas são desenvolvidas aos poucos, ao longo dos anos de experiência e da aptidão das pessoas. O contrário são as hard skills, desenvolvidas a partir do estudo mais rigoroso e técnico de um assunto.

Compartilhe