Neil Patel

Espero que você goste desse artigo. Se você quer que meu time faça o seu marketing, clique aqui.

O que 100 seguidores de mídia social realmente valem

social followers

O universo das redes sociais é enorme. Do Facebook ao Pinterest, elas atraem bilhões de olhares todo ano.

O que, claro, torna esses canais grandes demais para se ignorar. Ou seja, você não tem escolha senão participar deles, caso contrário você vai perder tráfego e receita.

Mas quanto tempo e dinheiro você deve dedicar a cada rede social?

Qual delas gera o melhor ROI?

Quanto valem de fato 100 seguidores nas redes sociais?

Para responder a essas e outras perguntas, eu fiz uma pesquisa com 483 empresas que usam Facebook, YouTube, Instagram, Twitter, LinkedIn e Pinterest.

Cada uma das empresas usa essas redes sociais há pelo menos três anos e tem pelo menos 100 seguidores em cada plataforma.

Das 483 empresas, 159 eram negócios B2B, e 324, B2C. E suas receitas anuais variavam de US$10.000 a $250.000.000.

Mas antes de mergulhar nos dados, tenha em mente que todas as métricas são detalhadas com base em 100 seguidores.

Por exemplo, quando olhamos o tráfego, olhamos quantos visitantes foram gerados para cada 100 seguidores.

E para fins desse post, vamos focar apenas no tráfego orgânico de mídias sociais.

Então vamos mergulhar nas nossas descobertas:

Tráfego nas redes sociais ao longo do tempo

Em comparação a quando cada rede social surgiu, se tornou bem mais difícil gerar tráfego orgânico de cada uma delas.

Você ainda pode gerar visitas orgânicas, mas, claro, o alcance caiu. Mas quanto?

social over time

Como você pode ver, diminuiu drasticamente.

Em 2015, você conseguia gerar um pouco mais do que três visitantes por mês a partir das redes sociais para cada 100 seguidores, e agora esse número caiu para aproximadamente dois seguidores por mês.

Eu sei que os dados não são chocantes, mas pense da seguinte forma: é uma queda de 38,6% no tráfego orgânico de mídias sociais. E, com base na tabela, não há nenhum sinal de recuperação.

Mas e o tráfego por rede social?

Claro, o tráfego orgânico de mídias sociais pode estar morrendo uma vez que todas as redes sociais querem que você anuncie, mas quais redes geram mais tráfego para cada 100 visitantes?

Se você fosse chutar, qual você acha que seria?

traffic social media

Definitivamente não é uma rede social de propriedade do Facebook. O Facebook e Instagram são as redes que geram a menor quantidade de visitantes para cada 100 seguidores.

O Instagram não causa muita surpresa, já que a única maneira de gerar tráfego é com links na bio e pedindo para as pessoas arrastarem para cima nos stories.

Surpreendente mesmo é a quantidade de tráfego que o Pinterest gera. O Pinterest foi quem teve a melhor performance, seguido pelo LinkedIn e pelo YouTube.

O importante a se notar sobre o YouTube é o seguinte: por mais que ele gere uma quantidade razoável de visitantes para cada 100 inscritos, a maioria das pessoas que usa o YouTube não recebe muito tráfego (se é que recebe algum) porque elas não colocam links para seus sites ao longo do vídeo.

Você pode usar anotações do YouTube para fazer isso.

Postar com mais frequência é igual a mais tráfego?

A primeira tabela mostra que o tráfego orgânico de mídias sociais está morrendo lentamente, mas e se você aumentar a frequência das suas postagens?

Isso deveria aumentar o tráfego orgânico das suas redes sociais, certo?

frequency social media

Em geral, postar mais frequentemente gera mais tráfego, sim. Mas depois de oito posts mensais em cada rede social, os dados mostram que seus resultados vão começar a cair.

Você deve se perguntar por quê.

A forma como a maioria dos algoritmos de redes sociais funcionam é que quanto mais as pessoas se engajam com seu conteúdo, mais  delas vão vê-lo conforme você posta.

Então seu objetivo deve ser simplesmente postar conteúdo que as pessoas gostam e com o qual queiram se engajar. No momento em que você começar a postar conteúdo medíocre, isso vai prejudicar seu tráfego de forma geral, porque isso significa que menos pessoas no futuro vão ver seu conteúdo, independente do quão incrível ele seja.

Falando em engajamento, quais redes sociais tendem a ter os usuários mais engajados?

Engajamento por rede social

Eu fiquei chocado com as métricas de engajamento porque eu imaginei que o Pinterest ganharia essa batalha, uma vez que são eles que geram mais tráfego para cada 100 seguidores para os sites.

Mas eu estava errado.

engagement

A performance do Pinterest de fato foi muito boa, mas quem ganhou foi o LinkedIn.

O Instagram também foi extremamente bem, o que não foi nenhuma surpresa para mim, já que a maioria das pessoas que eu conheço o utilizam como uma rede social “pessoal” em vez de usar para trabalho.

É por isso que o engajamento é tão alto no Instagram.

Uma coisa a se prestar atenção é que posts sem link, como imagens e vídeos, são os que tendem a gerar mais engajamento.

Isso também se dá porque redes sociais tendem a promover conteúdo que mantenha as pessoas lá, em vez de levar os visitantes embora para seu site.

Quais redes sociais preferem vídeos?

Se você não está produzindo vídeos, está mais do que na hora de pensar no assunto. Embora vídeos não ranqueiem tão bem no Google, eles são o futuro.

É por isso que eu crio mais conteúdo em vídeo do que em texto toda semana.

Existem dois tipos principais de vídeo… Aqueles que você simplesmente faz o upload e aqueles ao vivo.

Vamos ver como os diferentes tipos de vídeo se comparam uns com os outros.

videos

Quando olhamos para a tabela acima, é fácil dizer que o Instagram produz os melhores resultados para vídeos. Depois, vêm o LinkedIn e o YouTube.

Mas você precisa ter algo em mente… O Instagram reproduz os vídeos automaticamente, enquanto o YouTube é muito mais exigente com o que conta como“visualização de vídeo.”

Independente disso, se você vai criar conteúdo em vídeo, você deve postá-lo em todas as redes sociais possíveis mas eu focaria a maior parte dos esforços no Instagram, LinkedIn e no YouTube.

O YouTube não vai gerar números incríveis nas primeiras 24 horas depois da publicação do vídeo, mas através do YouTube SEO, você pode continuar obtendo visualizações, algo que não acontece em nenhuma outra rede social.

Para vídeos ao vivo, os resultados são parecidos, com o Instagram e o YouTube na liderança.

live videos

Mas o mais interessante é que os vídeos ao vivo não geram tantas visualizações quanto postar e agendá-los.

Quando mergulhamos na principal razão pela qual redes sociais não querem conteúdo ao vivo, era pelo fato de que, com vídeos que não são ao vivo, as empresas passam mais tempo fazendo pesquisa de palavra-chave e otimizando seu vídeo para obterem o máximo de visualizações.

Por outro lado, é um pouco mais difícil fazer isso com vídeos ao vivo.

Se você quer obter o máximo de visualizações dos seus vídeos, use ferramentas como o Ubersuggest para ver quais palavras-chave estão fazendo sucesso.

Mas colocar palavras-chave no seu título e nas suas descrições não é fazer o suficiente. As redes sociais conseguem decifrar do que de fato trata-se de vídeo.

Agora vamos à melhor parte… Conversões e vendas.

O dinheiro está na lista

Já ouviu esse ditado, o dinheiro está na lista?

Se você não está coletando emails, você precisa começar para ontem. Porque, uma vez que você tem uma lista de emails, você sempre pode vender para as pessoas na sua lista e convencê-las a comprar seus produtos ou serviços.

emails

O LinkedIn tem as melhores taxas de conversão de um visitante a inscrito na lista de emails. O Pinterest e o YouTube também têm uma ótima performance.

Você pode pensar que a maioria das pessoas no Linkedin só se importam com B2B, mas não é por aí. Lembre-se que todo mundo no LinkedIn também é consumidor. Eles compram produtos do dia-a-dia como eu e você.

O interessante com os números da coleta de emails é que a maioria dos seus seguidores nas redes sociais nunca vão converter em assinantes de email. Mas, conforme você compartilha e posta conteúdo nas redes sociais, os seguidores dos seus seguidores podem ver seu conteúdo também, o que aumenta as chances de você obter mais tráfego e assinantes de email.

E a receita?

Amando ou odiando redes sociais, elas sem dúvida geram receita. E, não, você não precisa gastar dinheiro com anúncios para gerar receita.

Anúncios ajudam, claro, mas veja o percentual de receita que cada negócio gerou a partir do tráfego orgânico de mídias sociais:

revenue

Ele vem caindo ao longo dos anos, mas os números estão começando a se estabilizar.

A queda não está só relacionada ao algoritmos das redes sociais estarem se tornando mais difíceis, contudo. Se relaciona também ao fato de as empresas estarem diversificando sua abordagem de marketing. Elas estão usando uma abordagem multicanal, o que significa que elas usam mais canais. Por essa razão, cada uma delas corresponde a uma fração menor da receita.

Conclusão

As mídias sociais estão crescendo a todo vapor. Você pode gerar apenas dois visitantes por mês para cada 100 seguidores seus, mas isso vai escalando conforme você aumenta seu número de seguidores em cada rede social.

Além disso, o efeito de marca que você obtém ao fazer coisas como subir vídeos também vai ajudar bastante.

Mas antes de terminarmos, eu achei que seria interessante ver qual percentual do tráfego de mídias sociais é gerado de um trabalho orgânico, em contraste ao pago:

paid versus organic

Há uma enorme tendência das empresas gastarem mais e mais dinheiro com mídias sociais, o que se alinha com o preço das ações de empresas como Facebook, Pinterest e Twitter.

Independente disso, não fique desestimulado com a queda do tráfego das suas redes sociais.

Se você for um pouco criativo e seguir isso aqui, você pode fazer seus números aumentarem.

E aí, quanto seus seguidores valem para você?

Compartilhe