Neil Patel

Espero que você goste desse artigo. Se você quer que meu time faça o seu marketing, clique aqui.

PDI: O Que É e Como Fazer Um Plano De Desenvolvimento Individual

título plano de desenvolvimento junto de lupa e avião de papel

PDI, ou Plano de Desenvolvimento Individual é uma espécie de roteiro personalizado com as ações necessárias para alcançar objetivos, como aqueles relacionados à vida profissional e à carreira. É como um mapa que guia o indivíduo às realizações, mesmo as mais ousadas.

Um PDI talvez seja justamente o que você precisa para atingir objetivos.

É dessa forma que muita gente se refere ao Plano de Desenvolvimento Individual, um instrumento valioso para a gestão de carreiras.

E o seu valor está justamente na crescente busca pela satisfação profissional.

Uma pesquisa do consultor de carreiras Fredy Machado identificou que 64,24% dos entrevistados gostariam de fazer algo diferente para serem mais felizes.

E foi além: 90% dos brasileiros estão infelizes com o trabalho.

“Mas e os outros 10%?”, imagino que esteja se perguntando. Bom, posso arriscar que eles buscaram o desenvolvimento pessoal e profissional.

Quer fazer parte desse grupo?

Então, a leitura deste artigo é altamente recomendada para você.

Minha proposta aqui é ensinar a usar o Plano de Desenvolvimento Individual ou simplesmente PDI.

E, claro, incentivá-lo a assumir um compromisso alcançável com a realização dos seus sonhos.

Vamos nessa?

O que é PDI?

homem segurando cartão com a frase plano de desenvolvimento individual em inglês

Como antecipei já na abertura, o significado de PDI nada mais é do que Plano de Desenvolvimento Individual.

Em outras palavras, é como se fosse um roteiro personalizado sobre o que você precisa fazer para chegar onde gostaria.

Um mapa que vai ajudar você a alcançar seus objetivos, até mesmo os mais ousados.

E olha que não estou exagerando em afirmar que o método realmente funciona.

Entre tantos outros disponíveis pela internet afora, é uma ferramenta criada para pessoas como eu e você: movidas a desafios.

Ou até mais do que isso: para aqueles que se incomodam ao se acomodar.

Um trocadilho para inspirar sua mudança positiva!

Como funciona um Plano de Desenvolvimento Individual?

caderno com anotações sobre desenvolvimento pessoal e plata sobre mesa

Para que fique mais fácil para você entender como funciona o PDI, posso dizer que lembra um pouco aquelas resoluções de ano novo.

A diferença é que é muito mais tangível, porque, além de metas, você tem prazos para cumprir cada ação estabelecida.

Ou seja, no caso do Plano de Desenvolvimento Individual as chances de perder o foco reduzem bastante.

Além de definir um objetivo que queira atingir, você vai analisar o que será preciso para chegar lá, como e quando fazer isso.

O plano é muito usado por empresas que querem mensurar o desenvolvimento de competências de seus funcionários.

E, claro, principalmente entre aquelas que se preocupam em indicar para o time quais são os passos seguintes na escada da evolução da carreira.

Mas também o PDI é bastante recomendado para quem busca o autodesenvolvimento, independente da função com a qual atua.

Pode ser útil até mesmo para profissionais autônomos, que trabalham pela internet, como tradutores, designers gráficos, desenvolvedores web e redatores freelancers.

Tempo de duração

estrada com título desenvolvimento pessoal em inglês

PDIs podem ser elaborados de acordo com as suas necessidades pessoais e profissionais.

Também podem ser idealizados para serem cumpridos em curto, médio ou longo prazo.

De modo geral, devem durar de três meses a um ano.

Assim, há tempo suficiente para que possam fazer parte da sua rotina e também para que consiga avaliar os resultados obtidos.

Qual é a importância do PDI?

anotação sobre plano de desenvolvimento individual

Como você deve ter percebido até aqui, o foco do PDI é impulsionar a carreira dos profissionais que o estabelecem.

As principais vantagens de elaborar um Plano de Desenvolvimento Individual são: clareza, motivação, direcionamento, responsabilidade, autoconhecimento, diferenciação, satisfação com a carreira e identificação.

Entenda melhor o que quero dizer ao listar cada um desses benefícios.

Clareza

Facilita o entendimento sobre quais são as habilidades e competências mais importantes para que cada objetivo seja alcançado.

Isto é, permite um entendimento mais claro em relação ao lugar onde chegou e sobre o que falta para ir até onde sonha em estar.

Motivação

A cada atividade concluída, maior será a motivação para se ir ainda mais longe.

Direcionamento

Como um mapa de desenvolvimento de carreira, o PDI garante que o profissional sempre saiba qual deve ser seu próximo passo.

Assim, ele pode assumir o controle e ter a autonomia necessária para se desenvolver cada vez mais.

Responsabilidade

Para que os resultados sejam conquistados, só é preciso ter responsabilidade e atitude para seguir as próximas metas estabelecidas.

Autoconhecimento

O Plano de Desenvolvimento Individual permite uma profunda reflexão sobre si mesmo.

Trata-se de um processo que busca identificar as suas melhores competências e até mesmo o entendimento sobre o que é mais importante em sua carreira.

Assim, você pode entender o quanto o desenvolvimento de cada habilidade contribui para o objetivo final, se é urgente ou não e o quanto precisa disso.

Diferenciação

O plano ainda facilita a descoberta de um diferencial profissional e também um aperfeiçoamento cada vez maior em cima disso.

Procure focar sua estratégia na construção de ativos que possam alavancar ainda mais as suas potencialidades.

Mas não esqueça de agir também sobre os pontos fracos para que não te impeçam de alcançar seus objetivos.

Satisfação com a carreira

Concorda que, em qualquer área da vida, quando você tem sonhos e metas, consegue se sentir mais feliz?

O mesmo vale para a vida profissional: quando se planeja os próximos passos e se tem consciência sobre sua evolução, a satisfação é bem maior.

Identificação

Outra vantagem de fazer um PDI está na identificação com a profissão escolhida, na certeza de que tomou a decisão certa para a carreira.

Afinal, o profissional sabe para onde está indo e o que falta para alcançar a autorrealização.

Como elaborar um Plano de Desenvolvimento Individual (PDI) em 7 passos

grupo e pessoas segurando placa com título sobre desenvolvimento pessoal

Decidido a elaborar um Plano de Desenvolvimento Individual?

Confira agora quais aspectos você deve levar em consideração para preparar o seu PDI da melhor forma possível.

1. Defina quais são seus objetivos e metas

Para começar, pense sobre quais objetivos deseja alcançar no futuro. Pode ser dentro de alguns meses, um ano ou mais.

Escolha aqueles que possam se alinhar com as suas aspirações pessoais para que uma coisa não atrapalhe a outra.

Em seguida, defina metas para esses desafios. Assim, você pode medir quanto vai conseguir cumprir o que se propôs a fazer.

2. Avalie os custos envolvidos

Para que não seja pego de surpresa, procure levantar todos os custos necessários para que possa cumprir suas metas.

Inclua aí custos com cursos, eventos de atualização, livros e até a aquisição de equipamentos e ferramentas.

3. Crie um cronograma

Para tornar os próximos passos alcançáveis, vale sonhar alto, mas é preciso manter os pés no chão.

Então, procure criar um cronograma de ações com prazos compatíveis para realizar cada uma de suas metas.

Dica: não coloque mais de uma meta por mês para não se sobrecarregar e acabar desistindo do seu aperfeiçoamento profissional.

O ideal é identificar, escolher e priorizar certas competências a serem desenvolvidas.

4. Faça uma análise situacional

homem de roupa social analisando problema com dados

Nas empresas, a análise situacional pode ser feita pelo próprio gestor ou analista de Recursos Humanos.

Falo de um teste que permita maior compreensão sobre forças, limitações e demandas existentes.

Já para profissionais autônomos, a recomendação é buscar uma autoanálise comportamental para que se tenha maior clareza sobre pontos a serem melhorados.

Dica: use a análise SWOT para entender suas forças, fraquezas, oportunidades e ameaças.

5. Avalie os seus pontos fortes e fracos

O mapeamento de competências é a base de um bom PDI.

Por isso, procure identificar e selecionar quais são as competências necessárias para conquistar seus objetivos.

Suas metas devem valorizar ou aprimorar ainda mais os seus pontos fortes, além de corrigir possíveis vulnerabilidades.

6. Peça feedback para outras pessoas

Ouvir o feedback de colegas, gestores ou clientes é uma forma de ganhar consciência sobre a situação atual.

Também funciona como uma maneira de validar objetivos e metas para melhorar o que for preciso.

7. Analise a sua situação atual e mãos à obra

De acordo com a sua realidade, tempo disponível para aperfeiçoamento e necessidades, implemente o PDI estabelecido.

Sempre que precisar, adapte o que for necessário.

Só não se esqueça de manter o foco e ter suas metas e objetivos sempre em mente.

Dicas para manter o foco

moça focada trabalhando no laptop

Tem medo de perder o foco e atrasar a realização das metas?

Então, siga estas dicas:

  • Crie uma rotina para que o cronograma estabelecido se torne um hábito. Assim, será cada vez menos complicado cumprir suas metas
  • Compartilhe seu empenho com um amigo ou um mentor para que possa trocar experiências e sentir motivação para continuar
  • Deixe o seu plano evoluir junto com você, para que se motive cada vez mais em cumprir seu cronograma
  • Determine desafios relacionados a cada competência para sair da zona de conforto e se sentir exigido a aplicar a habilidade que precisa desenvolver
  • Monitore e revise o PDI sempre que for preciso.

Estrutura de um Plano de Desenvolvimento Individual

homem estudando algo no laptop

Então, como estruturar um PDI da melhor forma? É mais fácil do que parece.

Para colocar tudo no papel e tornar seu planejamento de autodesenvolvimento mais tangível, crie uma tabela.

No topo, insira o seu objetivo.

Na primeira coluna, insira o prazo para cumprir as metas estabelecidas.

Já da segunda até a quinta, responda às seguintes perguntas:

  • Quais competências preciso desenvolver para alcançar esse objetivo?
  • O que posso fazer para conseguir cada uma delas?
  • Quem ou o que pode me ajudar?
  • Como vou pedir ajuda?
  • Como isso vai facilitar minha evolução profissional para alcançar meus objetivos?

Estágios do PDI

casal analisando papeis e dados em laptop

Para que entenda melhor a estrutura do Plano de Desenvolvimento Individual, conheça as etapas que fazem parte dele.

Alinhamento

Significa olhar para o estado atual e o estado desejado, pensando em quais serão os esforços necessários para alcançar resultados satisfatórios, sair do ponto de partida e atingir a linha de chegada.

Mapeamento

É colocar no papel todas as informações que fazem de você um grande profissional: formações, experiências, conhecimentos, certificações, desempenho, pontos fortes e oportunidades de melhoria.

Definição de estratégias

Para cada meta que você tiver em seu PDI, crie etapas para que possam ser realizadas.

Vale lembrar que, mesmo que defina que vai se dedicar duas horas ao dia, elas vão contribuir com a sua evolução.

Portanto, não desanime.

Acompanhamento

Contar com a ajuda de um profissional especializado em desenvolvimento pessoal é uma boa saída para manter o foco no estado desejado.

Mas, se o orçamento estiver apertado, a sugestão é montar seu PDI no computador, em uma planilha. Vale até mesmo usar um caderno, quadro organizador ou bloco de notas.

Assim, você tem em mente suas metas, prazos, objetivos e caminhos para chegar até eles.

Quais resultados o PDI pode trazer?

homem anotando crescimentos

São inúmeros os resultados que um PDI pode gerar.

Na verdade, eles dependem do que você deseja alcançar.

Mas, de forma geral, os principais são os seguintes:

  • Melhora do desempenho
  • Desenvolvimento de novas competências
  • Maior facilidade e entusiasmo para alcançar objetivos.

Quando aplicado em empresas, o Plano de Desenvolvimento Individual ajuda, inclusive, a aumentar o protagonismo dos funcionários, de forma que assumam a responsabilidade pelo próprio aperfeiçoamento.

Em um estudo conduzido pelo Instituto de Estudos de Empregabilidade no Reino Unido, foi constatado que o PDI impacta positivamente até no desenvolvimento do negócio.

Exemplo de PDI

homem executivo anotando em papel com bilhetes

Ainda na dúvida sobre como montar o seu plano de ações?

Então, vou fazer um rápido exercício para criar um PDI bastante básico, mas que pode servir de referência para você construir o seu.

Ele considera um profissional que deseja se tornar professor na área de marketing.

Nesse caso, uma versão resumida do planejamento deve prever o cumprimento das seguintes metas:

  • Concluir sua formação em marketing até dezembro de 2019
  • Realizar um curso de didática, entre agosto e outubro de 2019
  • Participar de ao menos dois eventos de marketing digital para networking, em novembro de 2019 e abril de 2020
  • Investir no desenvolvimento de competências através de um processo de coaching ou mentoria, a partir de fevereiro de 2020
  • Construir uma proposta de programa para o curso de marketing até março de 2020
  • Monitorar oportunidades de oferta do seu curso para instituições a partir de abril de 2020
  • Ao mesmo tempo, estruturar uma versão online para construir o curso como infoproduto até setembro de 2020
  • Buscar novas certificações importantes em marketing ao longo de 2020.

E depois?

garota feliz em ambiente de trabalho

Após cumprir todo o Plano de Desenvolvimento Individual, é hora de refletir sobre o que foi aprendido com a experiência.

É importante pensar sobre o que saiu conforme planejado e o que deu errado, pois isso ajuda a melhorar o seu próprio progresso futuro.

O objetivo não foi atingido? Então, reserve uns dias para entender os motivos e solucionar possíveis barreiras que possam estar prejudicando a sua evolução.

Talvez você tenha esquecido de uma etapa importante, seja para o seu aperfeiçoamento ou para deixá-lo mais próximo dos resultados que almeja.

Conclusão

Embora o Plano de Desenvolvimento Individual se pareça com um processo de Coaching, pode ser realizado sem a ajuda de um especialista.

Basta ter em mente seus objetivos, possibilidades, metas e prazos.

É claro que, em alguns casos, como quando competências comportamentais precisam ser desenvolvidas, você se favorece do suporte especializado.

Depois de feito, basta seguir o que foi planejado e acompanhar sua própria evolução.

Assim que você alcançar os primeiros resultados, certamente se motivará para continuar indo ainda mais além.

Então, conte aí: quais são seus objetivos profissionais e como espera que o PDI possa ajudá-lo?

Deixe seu comentário e compartilhe o artigo!

NP Digital Brasil

Você quer resultados imediatos?

Minha agência pode fazer todo o trabalho pra você. Somos especialistas em:

  • SEO - Colocamos seu site no topo das pesquisas do Google
  • Mídia Paga - Fazemos seu negócio alcançar quem importa no momento certo
  • Data & Conversion Intelligence - Desbloqueamos as conversões do seu site e criamos dashboards para melhores análises

Fale com um especialista

Consultoria com Neil Patel

Compartilhe

Neil Patel

source: https://neilpatel.com/br/blog/pdi-o-que-e/