Neil Patel

Espero que você goste desse artigo. Se você quer que meu time faça o seu marketing, clique aqui.

17 Dicas Poderosas de Marketing para Usar no WordPress

wordpress marketing tips

Se você tem um site, tem grandes chances desse site ser do WordPress.

Como eu sei disso? Porque ele é absurdamente popular.

Mais de 75 milhões de sites funcionam no WordPress (isso corresponde a 27,5% de todos os sites no mundo).

Foram 2,5 bilhões de posts publicados no WordPress desde o seu lançamento, em 2003.

Então mesmo que você não tenha um site no WordPress, você já interagiu com um em algum momento navegando na Internet.

Isso faz dele uma das plataformas de criação de sites mais influentes do mundo.

Mas, mais do que isso, é uma ferramenta de marketing extremamente poderosa.

Isto é, se você souber como usá-la.

Por que o WordPress é ótimo para marketing

Sites do WordPress conseguem tráfego.

Sites do WordPress recebem uma média de 23 bilhões de visualizações de página por mês, e esse número cresce a cada dia.

wordpress stats 3

Existem muitas razões pelas quais o WordPress é uma plataforma bem-sucedida.

Você pode criar um site otimizado para SEO em cinco minutos sem precisar de muito conhecimento técnico.

Tudo se instala com apenas alguns cliques. Realmente, qualquer um pode criar um site.

Mas a grande sacada mesmo são os plugins.

Atualmente, existem mais de 50.000 plugins que você pode usar para otimizar seu site de todas as maneiras imagináveis.

WordPress Plugins Plugins extend and expand the functionality of WordPress

Claro, nem todos eles valem tanto. Mas a maioria é realmente útil.

Na verdade, você pode controlar toda sua estratégia de marketing a partir do seu painel do WordPress usando um monte de plugins e integrações, se necessário.

E a melhor parte disso tudo? Você não precisa ser programador para fazer isso.

É isso mesmo. Qualquer profissional de marketing pode gerenciar seu calendário, criar posts, incrementar o tráfego de busca e veicular conteúdo direto do WordPress.

Eu vou te mostrar como.

Sem mais delongas, aqui vão 17 dicas de como usar o WordPress para marketing, que vão te ajudar com seu site.

1. Use templates do WordPress responsivos para mobile

Não é nenhum segredo que o Google adora páginas da web mobile-friendly.

Com a atualização mais recente do seu algoritmo, o Google vem dificultando bastante as coisas para qualquer site que não seja mobile-friendly.

Então a primeira coisa que você tem que fazer com o seu site do WordPress é garantir que ele esteja otimizado para mobile.

Para fazer isso, procure templates que estejam marcados como mobile friendly.

A maioria deles deve ser

, em algum grau, mas nem todos são realmente otimizados.

A Colorlib tem uma lista de templates gratuitos e pagos do WordPress que já são otimizados para mobile (e para o algoritmo do Google):

kalium landing page wordpress website template

Também pode ser uma boa checar o tráfego mobile do seu site depois que você tiver aplicado o template.

Isso pode te ajudar a visualizar se havia algum problema com as suas métricas de tráfego em decorrência de não ter um template mobile-friendly.

O Google Analytics vai te mostrar a análise detalhada do tráfego, incluindo mobile, desktop e tablet.

desktop mobile tablet sessions 1

Fique de olho em sinais de mudança dramática.

Se os números subirem consideravelmente logo depois de você implementar um template mobile-friendly, é ótimo. Significa que ele está dando resultado.

Se os números não mudarem muito (e você estiver preocupado com seu tráfego), então o problema está em outro lugar.

2. Otimize as imagens do seu site para carregarem mais rápido

O Google também vem priorizando a velocidade do site quando se trata de ranking de busca orgânica.

Uma das principais coisas que deixam seu site mais lento são as imagens.

Se você tem um site de e-commerce, por exemplo, você vai ter muitas imagens de produtos em alta resolução (eu espero), o que significa muitos arquivos armazenados no seu servidor.

Você vai querer usar um plugin do WordPress como o WP Smush Image Compression para reduzir o tamanho dos arquivos.

screenshot 4

Isso vai aumentar drasticamente a velocidade do seu site e te dar uma vantagem do ponto de vista do Google.

Você também pode usar ferramentas externas como o Tiny.png, que vai importar os arquivos para o WordPress via Dropbox.

Mas se você quiser poupar tempo e fazer a otimização de imagens direto do seu painel do WordPress (o que eu recomendo), use o WP Smush.

E depois pense em aplicar algumas dessas dicas de otimização de imagem, também.

3. Crie um Sitemap XML

Mecanismos de busca precisam indexar seu blog para ranquear seu site.

Eles fazem isso vendo seu sitemap (uma lista de todas as páginas do seu site).

O WordPress vai criar automaticamente um sitemap para você, mas isso não signifca que ele estará otimizado. Então o Google nem sempre vai saber quando rastrear seu site.

Você pode otimizar seu sitemap de forma rápida e fácil usando um plugin como o Google XML Sitemap Generator.

screenshot 1

Essa é uma ferramenta útil não só para monitorar suas páginas indexadas, mas também para dizer ao Google quando você atualizar seu site.

Sempre que você publicar um novo post ou fizer modificações, por exemplo, ele vai notificar o Google para fazer uma nova varredura do seu site, para que os eus rankings nos resultados de busca melhorem.

Considerando que o Google normalmente leva meses para indexar um site, isso é certamente um bônus.

3. Habilite Rich Snippets

Rich Snippets são uma das melhores maneiras de aumentar seu tráfego de busca.

Mas eles acabam não sendo muito utilizados por profissionais de marketing porque requerem noções de programação para serem criados (você precisa usar o Schema Markup).

Felizmente, tem uma maneira mais fácil de criar Rich Snippets no WordPress, mesmo que você não seja programador.

O plugin All in One Schema Rich Snippets te permite configurar snippets em algumas etapas simples.

screenshot 2

Você não precisa saber muito de Schema Markup, e pode facilmente inserir o código do Rich Snippet em qualquer página ou post.

Essa é uma maneira rápida e fácil para aumentar bastante o potencial de tráfego do seu site.

Se você tiver que escolher uma coisa dessa lista, escolha essa.

4. Cheque links quebrados automaticamente

Quandoo Google estiver varrendo o seu site, ele também vai conferir eventuais links quebrados.

Links quebrados podem prejudicar seu SEO, então, é importante consertá-los ou se livrar deles.

Mas em vez de abrir cada link manualmente, você pode facilmente usar um plugin como o Broken Link Checker para simplificar o processo.

Broken Links Checker Output

Ele vai analisar seus posts para identificar links quebrados e te notificar quando eles aparecerem.

E você pode editar links direto do dashboard, o que poupa tempo se você tem muitos links.

Já que links são tão importantes para SEO, não deixe de dar uma olhada nesse plugin quando estiver mexendo no seu dashboard ou sempre que você criar um novo post.

Dessa forma, você pode visualizar e consertar os links antes que o Google refaça a varredura do seu site.

5. Crie landing pages de venda mais facilmente

Está lançando um novo produto ou precisa de uma página para um formulário?

Você vai precisar de uma landing page.

Uma das ferramentas mais rápidas para se produzir landing pages de qualidade é a PageBuilder do SiteOrigin.

pagebuilder 750x396

É um plugin gratuito com uma interface de arrastar e soltar.

Você não precisa ter nenhum conhecimento técnico para usá-la, e você pode tanto criar uma página do zero quanto usar templates prontos.

É tudo customizável, então você pode fazer a divulgação mais adequada para a sua página.

O mais legal desse plugin é que você pode constuir tantas landing pages quanto precisar.

Quanto mais landing pages você tiver, mais páginas o Google terá para indexar, o que é bom para o seu SEO.

6. Faça testes A/B das suas landing pages

Testes A/B podem ser um tiro no escuro. Às vezes funcionam, às vezes não.

Mas em alguns casos, eles são realmente úteis, principalmente se suas métricas não estão deixando muito claro por que seu tráfego está baixo ou por que sua taxa de abandono está alta.

A razão pela qual tanta gente evita testes A/B é que eles podem gastar muito tempo.

image20 5 700x413

Você normalmente tem que criar ou duplicar páginas com designs separados e depois testá-las por algumas semanas ou meses com públicos diferentes.

Pode ser bem cansativo, mesmo.

Mas é aí que os plugins do WordPress entram em cena.

Você pode tornar o processo mais fácil usando plugins do WordPress como o Nelio AB Testing.

Nelio AB Testing WordPress Plugins

É uma boa ferramenta se você está iniciando nos testes A/B e não quer integrar várias ferramentas diferentes para fazer o trabalho.

Uma funcionalidade legal dele é o heat mapping, que não existe em outros plugins.

Isso te faz enxergar o processo de teste melhor do que com um simples número estático.

Você pode visualizar graficamente quais áreas do seu site estão funcionando e quais precisam melhorar.

7. Faça testes A/B com os títulos do seu blog

Landing pages, no entanto, não são a única coisa com que você deveria fazer testes A/B, é claro.

Você também deveria testar os títulos de posts e páginas.

De acordo com o Copyblogger, 8 em cada 10 pessoas vão ler seus títulos, enquanto apenas 2 em cada 10 vão ler seu post. Eles chamam isso de regra 80/20.

Pelo fato de títulos serem tão importantes, é uma boa testar diferentes versões com o seu público.

O plugin Title Experiments adiciona um campo extra para os títulos dos seus posts, o que te permite inserir títulos alternativos quando visitantes diferentes entrarem no seu site.

Title Experiments

Isso torna mais fácil ver qual título funciona melhor e qual ajuda mais a aumentar suas taxas de clique.

8. Exporte leads direto para o seu CRM de vendas

Você usa seu site para gerar leads?

Se sim, você pode usar o WordPress para exportar/importar diretamente informação de contato para o seu CRM.

Leadin é um plugin de automação de marketing que vai converter todos os contatos do seu site em contatos no seu CRM.

LeadIn Plugin

Ele tambem vai monitorar o comportamento dos visitantes para que você possa abrir novas oportunidades de conversão.

Pense nele como um pequeno profissional de marketing no seu site do WordPress, de olho em novas oportunidades 24h por dia.

Isso pode ser útil quando você não tem muito tempo para ficar monitorando conversões.

9. Adicione CTAs em todos os posts do seu blog

Um dos maiores erros que eu vejo serem cometidos no mundo do marketing é evitar CTAs.

Eu as vejo em landing pages e homepages, mas muitas vezes ignoradas em seções como conteúdo de blog.

Mas blogs são de longe, o melhor lugar para incluir uma CTA.

Existem diferentes tipos de CTA que você pode usar.

Você pode incluir imagens sofisticadas de CTA em qualquer post:

The Best Marketing Strategies to Grow Your Ideal Membership MemberDev

Ou chamadas simples para outros conteúdos ou serviços ao longo dos próprios posts:

The 35 Best Shopify Apps to Increase Sales in 2018 NEW

Há também CTAs no header, CTAs na barra lateral e CTAs de texto simples.

Ou seja, você tem muitas opções para criar interações acionáveis no seu site, então não foque apenas nas CTAs da sua homepage.

Para criar CTAs e aumentar sua lista de emails no WordPress, experimente um plugin como o Thrive Leads ou o Lead Magnets.

10. Otimize seus posts para compartilhamento

Quando o assunto é tráfego orgânico, o Google adora redes sociais tanto quanto adora palavras-chave.

Sinais de mídias sociais afetam a visibilidade do seu site nos rankings de busca.

É por isso que é tão importante tornar seu conteúdo mais facilmente compartilhável nas redes sociais.

No WordPress, existem muitas opções para se possibilitar um compartilhamento mais fácil.

O plugin AddToAny Share Buttons permite que os leitores compartilhem qualquer página automaticamente sem precisar copiar ou colar a URL.

AddToAny Share Buttons WordPress Plugins

Quoteability permite que os usuários tuítem os trechos preferidos do seu conteúdo.

E o Perfect Pullquotes adiciona algumas deixas visuais para compartilhamento de conteúdo.

Perfect Pullquotes WordPress Plugins

WordPress to Buffer te permite agendar posts direto do seu painel do WordPress.

wptobuffer

Links são, particularmente, um dos principais fatores de ranqueamento do Google, então, quanto mais maneiras você tiver para fazer os usuários linkarem para o seu site, melhor.

Tenha em mente que nem todos os compartilhamentos em redes sociais contam como links, mas ainda há alguma relação.

Aproveite os plugins de redes sociais que o WordPress oferece para poupar um pouco do seu tempo.

11. Habilite comentários (e responda quem comenta)

Eu adoro comentários. Eu os respondo no meu site sempre que eu posso.

Por quê? Eles são ótimos para SEO.

Eles se somam à minha contagem de palavras, me ajudam a me conectar e criar relacionamentos com influenciadores e criam uma comunidade em torno do meu conteúdo (o que gera mais tráfego).

How to Write Product Descriptions that Sell

O lado negativo dos comentários é que eles geram bastante spam, o que pode derrubar seu site, se você não tomar cuidado.

Mas tem uma boa saída para isso no WordPress.

Use um plugin como o Disqus, que permite que os usuários loguem e se inscrevam nos seus comentários (para o aspecto comunidade).

feature retain

Depois, use um plugin como o Akismet para filtrar o spam dos seus posts.

12. Adicione SEO a todos os posts

Eu sei o que você vai perguntar, “Neil, eu preciso mesmo otimizar todos os posts para SEO?”

Sim, você precisa. Ou, pelo menos, deveria.

Algumas áreas fundamentais para focar quando se trata de SEO de posts de blog são suas meta descrições (seus snippets), palavras-chave e título:

snippetpreview

Tem várias ferramentas no WordPress que tornam esse trabalho mais fácil, mas eu costumo recomendar o Yoast (paraSEO).

A versão gratuita te permite customizar seu SEO, te dá uma pontuação de legibilidade para cada post e te permite editar e modificar as coisas de forma rápida, conforme sua necessidade.

Demora menos de dois minutos para otimizar um único post usando o Yoast, então não tem desculpa para não fazê-lo.

13. Crie pop-ups de saída para algumas páginas (mas não todas)

Eu fico indo e voltando no assunto “pop-ups: bons ou ruins?”.

Para donos de sites, pop-ups são uma ótima ferramenta de marketing.

Eles costumam ter uma taxa de cliques de 2,9% em média, o que é 2% mais alto que outros tipos de anúncios.

popup statistics conversion rate

Mas eles podem ser incômodos para os usuários, e qualquer um com um bloqueador de pop-ups provavelmente não vai nem vê-los.

A solução é implesmente usar pop-ups onde estiverem suas principais CTAs, como na sua homepage (use pop-ups de saída, que não vão interferir na sua UX).

E deixe-os de lado em posts e landing pages não-essenciais.

Você pode usar uma ferramenta como o OptinMonster para criar pop-ups de saída facilmente no WordPress.

exit popup convert abandoning visitors into revenue

14. Gerencie seu calendário editorial 

O processo de criar e otimizar vários post spode ser meio entediante.

Você não vai querer gastar um tempão alternando entre um calendário editorial e seu painel do WordPress.

Acredite em mim, isso torna o processo de geração de conteúdo muito mais longo.

Felizmente, o WordPress tem um plugin oportunamente chamado Editorial Calendar.

Editorial Calendar

É uma ferramenta bem robusta para um plugin tão simples.

Você pode:

  • Ver todos os seus posts em um único dashboard.
  • Arrastar e soltar para alterar datas de postagens.
  • Gerenciar novos rascunhos de um só lugar.
  • Editar rapidamente títulos de posts, conteúdos e horários de publicação.
  • Publicar posts direto do calendário.
  • Ver o status pendente de qualquer post no rascunho (ou agendado).
  • Gerenciar posts de diferentes autores.

Se você tiver dificuldade em manter seu conteúdo organizado, um plugin como esse pode ajudar.

15. Reaproveite conteúdo antigo

Quando se está produzindo muito conteúdo, você quer encontrar maneiras de maximizar seu esforço.

Uma das melhores formas de fazer isso é reaproveitando (atualizando) conteúdo antigo.

Primeiro, você pode usar uma ferramenta como o BuzzSumo para identificar seus posts mais populares dos últimos dois a cinco anos.

BuzzSumo

Depois, você pode atualizar esse conteúdo se ele estiver datado (procure números e referências que possam não ser mais válidos e não deixe de passar tudo pelo Broken Link Checker), ou compartilhá-lo novamente.

Você pode usar o plugin do WordPress Revive Old Post (anteriomente conhecido como Tweet Old Post) para compartilhar seu conteúdo atualizado ou colocar posts antigos de volta em circulação.

screenshot 1 1

Isso vai fazer o conteúdo que você já criou render mais, ao mesmo tempo que dá uma alavancada no seu SEO.

16. Incorpore o acompanhamento de tendências

Profissionais de marketing precisam estar à frente das tendências se quiserem produzir conteúdo relevante.

É fácil se perder no seu calendário de conteúdo ou feed das redes sociais e se esquecer de ficar de olho em assuntos importantes que podem atrair seu público.

Essa dica não envolve exatamente um plugin, mas se você já usa o Hootsuite para o monitoramento de redes sociais, você pode facilmente integrá-lo com seu site do WordPress usando o Zapier.

Hootsuite WordPress Integrations Zapier

Você pode fazer isso para encontrar os assuntos que estão em alta, usando o campo de busca no WordPress.

Ele também te permite visualizar antes as URLs para que você veja quais imagens e textos vão aparecer quando alguém compartilhar um post.

Isso te permite gerenciar e monitorar tendências e atualizar seus posts para refletir assuntos ou hashtags específicas sem sair do seu painel do WordPress.

Você também pode integrar o Buffer e o WordPress usando o Zapier e ter resultados parecidos.

17. Envie seu conteúdo em outros sites

Veiculação de conteúdo às vezes pode ser mal vista, porque o Google não gosta muito de conteúdo duplicado.

Mas tem uma maneira de veicular seus posts sem deixar o Google com raiva.

Muitos sites veiculam com sucesso, sem maiores problemas.

how content syndication marketing works

A chave é colocar seu conteúdo nos canais certos de veiculação (nada de sites suspeitos) para que ele apareça em fontes confiáveis.

Um bom plugin do WordPress para isso é o Syndicate Press, que te permite adicionar um feed RSS, RDF ou Atom aos seus posts do WordPress para que eles sejam enviados aos sites que vão veiculá-los.

Uma coisa legal desse plugin é que ele não bagunça o formato do seu feed RSS, então você pode exibir qualquer conteúdo que você queira que apareça em outros sites.

Essa é uma maneira rápida de dar visibilidade ao seu conteúdo para alavancar o tráfego sem prejudicar seu SEO.

Conclusão

Você pode fazer muita coisa com o WordPress se souber onde encontrar as ferramentas certas.

Quase todas as tarefas ou ferramentas essenciais para marketing — SEO, landing pages, compartilhamento em redes sociais, otimização de imagens, etc — podem ser gerenciadas pelo seu painel do WordPress.

Você só precisa encontrar o plugin ou a integração certa para te ajudar.

Mas quando você estiver procurando um plugin do WordPress, leve em consideração o seguinte:

  • Sua avaliação em estrelas (quantos usuários o avaliaram e qual a sua pontuação)
  • O quão recentemente ele foi atualizado (alguns plugins não precisam de muita atualização, mas alguns, sim. Dê preferência a plugins que tenham sido atualizados nos últimos seis meses)
  • Se ele vai ou não funcionar para o que se propõe

O grande objetivo de usar plugins do WordPress é simplificar seu trabalho de marketing.

Então procure as ferramentas certas, que realmente vão adiantar esse trabalho.

Quais são seus plugins preferidos para marketing no WordPress?

Compartilhe