Um Guia Passo a Passo Simples para SEO

ilustraçao da palavra seo com lupa ao lado em fundo cinza

Quando se trata de otimização de mecanismos de pesquisa para um novo site, algumas empresas podem se sentir intimidadas por conta da quantidade de informações por aí. E, com frequência, se elas não têm ajuda de um SEO ou consultor interno experiente, elas vão acabar não fazendo nada.

Hoje nós vamos ver algumas coisas fáceis que você pode fazer para começar o SEO do seu site com o pé direito – mesmo que você não possa contratar um profissional para ajudá-lo.

1. O Básico de SEO On-Site

Alguns dos elementos mais importantes para otimização de mecanismos de pesquisa acontecem no seu próprio site. Você já deve ter ouvido falar bastante sobre link building (que veremos daqui a pouco), mas link building sem uma boa otimização de pesquisa on-site não vai ser tão eficaz. Aqui estão os elementos de otimização on-site mínimos que você deve colocar nas principais páginas do seu site, incluindo, e especialmente, a página principal.

A Regra de Ouro da Otimização On-Site

Antes de começarmos, uma coisa que você deve ter em mente ao usar qualquer um dos seguintes elementos de SEO é não exagerar. Você pode ficar tentado a inserir muitas palavras-chave em suas páginas, mas esse não é o objetivo. Na verdade, o Google liberou uma penalidade de super otimização que visa sites que possuem muitas palavras-chave inseridas em uma página. Portanto, quando se trata de otimização de palavras-chave, mantenha a simplicidade – pense em até cinco palavras-chave ou frases-chave para cada página do seu site e otimize para elas.

Se você não tem certeza de quais palavras-chave usar, tente inserir algumas idéias preliminares no Ubersuggest para receber sugestões. Ou, se você realmente deseja entrar no processo de pesquisa de palavras-chave, consulte o Guia de Pesquisa de Palavras-chave – Parte I e Parte II.

Title Tag

On Site Search Optimization SEO Title Tag

A title tag nas páginas do seu site informa aos mecanismos de pesquisa sobre o que é a página. Ela deve ter 70 caracteres ou menos e incluir o nome da sua empresa ou marca e palavras-chave relacionadas apenas a essa página específica. Essa tag é colocada entre as tags <HEAD> </HEAD>, na parte superior do código HTML da página.

Meta Description

On Site Search Optimization SEO Meta Description

A meta description (ou meta descrição) nas páginas do seu site oferece aos mecanismos de pesquisa um pouco mais de informações sobre o que é a sua página. Ainda há um debate sobre se as meta descrições podem ajudar nos rankings de palavras-chave. Independentemente disso, você deve escrever sua meta descrição com um público humano em mente que inclua as principais palavras-chave da página, pois a meta description aparece nos resultados da pesquisa.

Como a Title Tag & a Meta Description São Exibidas nos Resultados da Pesquisa

Title Tag and Meta Description in Search Results

A imagem acima mostra como a title tag e a meta description aparecem nos resultados de pesquisa do Google. Você pode ver que as palavras-chave pesquisadas por um usuário (nesse caso, a palavra-chave foi KISSmetrics) são negritadas pelo Google na title tag e na meta descrição. É por isso que você precisa usar o nome da sua empresa ou marca e palavras-chave em ambos o título e na meta description – isso ajuda seus resultados de pesquisa a se destacarem para o pesquisador quando eles pesquisam esses termos.

Usando o WordPress?

Se você usa o WordPress em seu próprio domínio, está com sorte. É fácil adicionar title tags e meta descrições às suas páginas usando plugins gratuitos, como o All in One SEO, Platinum SEO e SEO by Yoast. Você também pode obter sugestões de SEO usando plugins premium, como o Scribe SEO.

Elementos Adicionais de SEO On-Site

Embora a title tag e a meta descrição sejam os elementos mais importantes de SEO, eles não são os únicos. Certifique-se de incorporar os seguintes no conteúdo da página do seu site para otimizar ainda mais a pesquisa.

  • Links Internos – Link building não é reservado apenas para sites externos com links para o seu site. Você pode ajudar os mecanismos de pesquisa a aprenderem mais sobre o seu site fazendo links internamente para outras páginas do seu site dentro do seu conteúdo. Como exemplo, este post de blog utiliza links internos ao fazer link para outros posts no blog.
  • Tags de Cabeçalho – Este post de blog utiliza três níveis diferentes de tags de cabeçalho HTML que ajudam a dividir o conteúdo em seções, além de informar aos mecanismos de pesquisa mais sobre o que se trata cada seção do conteúdo. As tags <H1> </H1> envolvem o título da postagem – deve haver apenas um conjunto de tags <H1> </H1> por página. As tags <H2> </H2> e <H3> </H3> envolvem subtítulos na página – pode haver várias instâncias de ambos. O uso de tags de cabeçalho ajuda os leitores e os mecanismos de pesquisa a dividir seu conteúdo em seções digestíveis.
  • Nome da Imagem & Tags ALT – Se você usa imagens em seu site, pense em boas palavras-chave para o nome da imagem e a tag alt. Na primeira imagem do post, usamos <img src = “otimização-de-pesquisa-on-site-seo-title-tag.png” alt = “Otimização de Pesquisa On-Site SEO Title Tag” /> como o objetivo é otimizar para as palavras-chave otimização de pesquisa on-site. Isso ajuda os mecanismos de pesquisa a encontrarem boas imagens para a pesquisa de imagens com base nas palavras-chave especificadas.
  • Texto em Negrito – Você não quer exagerar muito com esse, mas ocasionalmente colocar uma seleção de texto em negrito para chamar a atenção do leitor também pode ajudar os mecanismos de pesquisa a distinguir outras informações e palavras-chave importantes no conteúdo da página.

Conduza uma Auditoria do Site

Se você tiver dúvidas ou preocupações sobre a sua otimização on-site, faça uma auditoria do site no Ubersuggest.

Passo nº1: Insira Seu Domínio e Clique em Pesquisar

Passo nº2: Clique em Auditoria do Site no Menu Lateral Esquerdo

Passo nº3: Analise Sua Pontuação de SEO On-Page

Essa é sua pontuação geral de SEO on-page para todas as páginas escaneadas durante a auditoria do site. 0 é a pontuação mais baixa possível e 100 é a mais alta. Com uma pontuação de 84, meu site é classificado como “ótimo”.

Passo nº4: Analise a Integridade do Seu Site

Existem quatro seções para analisar:

  • Verificação de integridade – Integridade geral das páginas do seu site.
  • Erros críticos – Problemas que têm o maior impacto na integridade do seu SEO
  • Avisos – Problemas menos impactantes que ainda merecem atenção
  • Recomendações – Recomendações a serem consideradas, mas que não têm muito impacto na integridade do seu SEO

Passo nº5: Principais Problemas de SEO

Esta é a seção final da auditoria do site e descreve os principais problemas de SEO on-page. Você pode clicar em cada linha para obter mais informações. Por exemplo, “21 páginas com meta descrições duplicadas”.

Você pode então decidir se é um problema que requer sua atenção ou algo que você pode deixar como está.

2. Por Que Você Precisa de Conteúdo

Se você acompanha as últimas notícias de marketing online, provavelmente já leu sobre desenvolvimento de conteúdo e marketing de conteúdo. Conteúdo é excelente para os seus visitantes do site e para os mecanismos de pesquisa. Quanto mais conteúdo você tiver, maior a probabilidade de seus visitantes permanecerem no seu site. E quanto mais conteúdo você tiver, maior a probabilidade de os mecanismos de pesquisa colocarem mais páginas do seu site no índice de pesquisa.

A chave para agradar tanto os mecanismos de pesquisa quanto os visitantes é ter um conteúdo de qualidade em nosso site. O conteúdo de qualidade pode incluir uma variedade de coisas, incluindo, mas não limitando, o seguinte.

  • Posts de Blog
  • Artigos do Setor
  • Tutoriais & Guias Passo a Passo
  • Infográficos
  • Vídeos
  • Podcasts

Criar conteúdo de qualidade para o seu site pode ser um investimento enorme, mas vale a pena. Os mecanismos de pesquisa vão adorar, e os visitantes vão adorar tanto que compartilharão nas mídias sociais, levando a ainda mais visitantes.

Você pode começar criando posts de blog em seu site e, à medida que seu público crescer, você pode expandir seu inventário de conteúdo para outros tipos de mídia. Para saber mais, consulte o Guia do Iniciante para o Marketing de Conteúdo.

3. Otimização Off-Site (conhecido como Link Building)

O link building é provavelmente uma das tarefas de SEO mais comentadas (e debatidas). O objetivo básico do link building é conseguir que outros sites façam links para o seu. Se você pensar em ranquear no topo dos resultados de pesquisa como um concurso de popularidade, então os links são como votos dizendo que seu site merece uma classificação alta.

Conseguir links com texto âncora da palavra-chave o ajudará a ranquear especificamente para as palavras-chave às quais está fazendo link. Por exemplo, o Adobe Reader ranqueia em primeiro lugar para as palavras-chave clique aqui porque muitos sites fazem link para ele usando o texto âncora clique aqui para fazer o download do Adobe Reader.

Então, como conseguir links? Existem muitas e muitas maneiras de fazer isso – algumas boas e outras não tão boas. Se você ler o suficiente sobre link building, em última análise, conhecerá sobre três tipos de links e técnicas de link building.

  • Links Orgânicos – Esses são links que você não precisa solicitar e são do melhor tipo. Especialmente se você puder obtê-los em sites com autoridade alta, como grandes agências de notícias e outros sites de nomes bem reconhecidos.
  • Whitehat – Isso basicamente significa um link building bom e de qualidade (do tipo que você deve almejar).
  • Blackhat – Isso significa um link building de baixa qualidade e spam (do tipo que você deve evitar).

A maioria dos sites terá dificuldade em gerar links orgânicos suficientes para aumentar seus rankings nos mecanismos de pesquisa. É por isso que o link building é um serviço tão popular. Mas você pode começar a criar links de qualidade fazendo algumas das atividades a seguir:

  • Enviar posts de blogs como convidado para blogs populares do seu setor. Geralmente, você receberá um link de volta para o seu site na parte superior ou inferior do conteúdo do seu post.
  • Entrar em contato com empresas relacionadas (mas não competitivas) para ver se elas fazem link para você. Uma boa maneira de fazer isso é verificar se as empresas com as quais você trabalha possuem páginas de links no site para parceiros, vendedores, fornecedores, etc.
  • Criar perfis de pesquisa local (se aplicável) e perfis em redes sociais. Embora os links nem sempre sejam contabilizados nos rankings de pesquisa, eles podem atrair cliques que geram mais tráfego de entrada para o seu site.
  • Enviar seu site para os diretórios do setor aplicáveis ou, alternativamente, comprar publicidade. Por exemplo, qualquer pessoa no ramo de casamentos pode obter listagens com um link para seu site no The Knot, The Wedding Channel e outros sites parecidos. Ignore diretórios de baixa qualidade que não têm nada a ver com o seu setor ou aqueles que fazem link para sites suspeitos nos setores adulto, farmacêutico ou de cassino online.
  • Criar um conteúdo digno de link. Os infográficos são um ótimo exemplo – você cria uma bela imagem representando informações importantes e permite que outras pessoas usem o infográfico em seu próprio site em troca de fazer link para o seu como crédito.
  • DataForSEO – Use esta ferramenta para obter dados brutos de SEO diretamente no seu aplicativo personalizado. Você pode usar a API do rastreador de ranking para rastrear os rankings de palavras-chave, resultados de SERP, dados de palavras-chave e muito mais.

Para mais informações sobre como fazer link building do jeito certo, não perca nosso post sobre Link Building Natural para Iniciantes.

Antes de embarcar em sua jornada para garantir mais links, revise seu perfil de link atual no Ubersuggest. Isso dá uma ideia melhor dos links que você já possui, bem como dos tipos de sites que normalmente fazem link para o seu.

Passo nº1: Insira seu Domínio e Clique em Pesquisar

Passo nº2: Clique em Backlinks no Menu Lateral Esquerdo

Passo nº3: Analise a Visão Geral

A visão geral fornece o seguinte:

  • Pontuação de domínio – A força geral do seu site, de 1 (baixo) a 100 (alto)
  • Backlinks – O número geral de links para o seu site
  • Domínios de referência – O número de domínios únicos que fazem link para o seu site

Passo nº4: Analise Seus Backlinks

Você vê que o GoDaddy fez link para o meu site várias vezes, como meu post sobre como atrair mais clientes locais. Eu posso usar esse conhecimento para visar outras empresas no espaço de hospedagem, domínio e marketing. É muito melhor do que ter uma abordagem dispersa e esperar pelo melhor.

4. Como o Google+ Pode Ajudar com os Rankings

Falando em criar perfis sociais para links, se seu objetivo é dominar o Google, certifique-se de se inscrever no Google+. O próprio Google pode ajudá-lo a ranquear melhor nos resultados de pesquisa das pessoas com as quais você está conectado.

Por exemplo, quando estou conectado ao Google+ e procuro SEO, recebo o seguinte nos meus cinco primeiros resultados de pesquisa. Os resultados de pesquisa personalizados com base em quem eu sou amigo são marcados pelo ícone de pessoa.

Quando não estou conectado ao Google+, você pode ver que os dois resultados personalizados mostrados anteriormente não estão entre os cinco primeiros. Um deles nem está na primeira página.

Isso mostra que os resultados de pesquisa personalizados superam até os resultados de pesquisa local. Portanto, se você quiser entrar no jogo de pesquisa personalizada, seu objetivo é fazer o seguinte.

  • Crie um perfil pessoal no Google+ e uma página comercial.
  • Recomende o site que você deseja ranquear bem nos resultados de pesquisa dando +1, compartilhando o site no seu perfil e/ou página como uma atualização de status e fazendo link para ele nas informações do seu perfil nos sites recomendados.
  • Preencha as informações do seu perfil completamente para que outras pessoas queiram se conectar a você.
  • Verifique suas configurações e certifique-se de que as informações do seu perfil são públicas, juntamente com as suas atualizações de status.
  • Compartilhe outras atualizações interessantes em seu perfil para que não pareça muito autopromocional.
  • Comece a se conectar com pessoas que você quer que vejam seu site nos resultados de pesquisa. Use a caixa de pesquisa no Google+ para encontrar pessoas com quem se conectar e adicioná-las aos seus círculos. Tomara que a maioria adicione você de volta.

Basicamente, quanto mais popular você for no Google+, maior a probabilidade de influenciar resultados de pesquisa personalizados com aqueles que o seguem. Portanto, tire proveito desta rede social ao máximo para colher os benefícios.

5. Monitorando Seus Resultados

Por último, mas não menos importante, você deve acompanhar o seu progresso no SEO monitorando seus resultados. As três ferramentas mais importantes que você pode usar para monitorar esses resultados são as seguintes.

  • Authority Labs – Crie uma conta gratuita que você pode obter depois de usar a versão de teste de 30 dias da conta pro. Use esta ferramenta para rastrear os rankings de palavras-chave para o seu site para ver se elas estão subindo nos resultados de pesquisa.
  • Google Analytics – Use o Google Analytics para saber mais sobre os visitantes do seu site. Em particular, monitore suas fontes de tráfego de pesquisa orgânica para ver quais palavras-chave as pessoas estão usando para encontrar seu site nos resultados de pesquisa. Ao definir metas, você pode ver quais palavras-chave levam a visitas nas quais os visitantes fazem o que você deseja que eles façam no seu site, como se inscrever em uma lista de email ou comprar um produto. Isso ajudará você a aprender quais palavras-chave você deve segmentar com sua campanha de SEO.
  • DataForSEO – Use esta ferramenta para obter dados brutos de SEO diretamente no seu aplicativo personalizado. Você pode usar a API do rastreador de rankings para rastrear rankings de palavras-chave, resultados de SERP, dados de palavras-chave e muito mais.

Existem muitas outras ferramentas de SEO valiosas por aí, mas essas são as melhores para começar para ajudá-lo a saber mais sobre se seus esforços de SEO estão fazendo alguma diferença.

Se você puder seguir as sugestões deste post, com certeza começará com o pé direito no que diz respeito à otimização de mecanismo de pesquisa do seu site. E espero que você também comece a colher os benefícios de obter mais visitantes através dos mecanismos de busca!

Sobre o autor: Kristi Hines é escritora freelancer, blogueira profissional e entusiasta de mídias sociais. Seu blog Kikolani se concentra no marketing de blog para blogueiros pessoais, profissionais e de negócios.

Compartilhe