Neil Patel

Espero que você goste desse artigo. Se você quer que meu time faça o seu marketing, clique aqui.

Geração Z: o que é e principais características

geração z

Geração Z. Gen Z. Pós-Millennials. A geração nascida depois de 1997 possui muitos rótulos, mas uma coisa é certa: não são um mero grupo demográfico. Pelo contrário, são o futuro do mercado consumidor e de trabalho.

Ou seja: entendê-la é fundamental para impulsionar sua empresa daqui para frente. Afinal, a cada dia que passa, as pessoas dessa geração dominam mais e mais as fronteiras profissionais.

E, sim, eu sei: a Gen Z é um dilema.

Eles são ágeis, manjam de tecnologia e buscam por experiências personalizadas e exclusivas. Uma faca de dois gumes, já que essas características representam oportunidades e desafios para os negócios.

E não se preocupe se você, a exemplo de muitos outros em uma posição de liderança na empresa, também tem dificuldades em decifrar a Gen Z — saiba que não está sozinho.

Decodificar essa geração tão complexa é uma missão difícil.

E agora, como usá-la para promover o crescimento e a inovação em nossas organizações, mesmo em meio a restrições orçamentárias, rápidas mudanças no mercado e concorrência cruel? 

Bom, essa é uma resposta que vai além de uma frase. E eu estou preparado para te ensinar tudo que sei sobre a geração Z. E você, preparado(a) para ler?

Então venha comigo neste guia, em que descomplico o conceito e as nuances da Gen Z e te mostro como inovar ao se comunicar com ela. Vamos lá?

Antes, só um recado: preparei um material bem completo com as principais estratégias para impulsionar seu marketing digital. Que tal baixar para ler logo depois deste artigo?

banner as principais estratégias de marketing digital

Afinal, o que é a geração Z?

A geração Z é composta por aqueles que nasceram a partir de 1997 até 2012. São reconhecidos como nativos digitais e não têm problemas em viver os mundos online e offline, bem como trocar de um para o outro.

Gosto de pensar na Gen Z como aquela que não está vinculada às normas tradicionais (que eu e você, considerados tios e tias para essa geração, conhecemos).

Eles prosperam no mundo de uns e zeros, com verdadeiras identidades online consolidadas, priorizando a autenticidade e o imediatismo.

Os pós-Millennials simbolizam a agilidade e um fluxo de informações em um ritmo acelerado.

Para líderes de negócios, entendê-los é a chave: são eles que, agora, com os mais velhos entrando nos seus vinte anos de idade, serão os consumidores do futuro, bem como funcionários e, por que não, influenciadores?

Características da geração Z

características da geração z

E aí, o que define um “Zoomer”? Bom, esse é um grupo bem distinto de adolescentes e jovens adultos. De certas maneiras, eles são uma evolução bem marcante do que nós consideramos como os Millennials.

Mas sua principal característica é esta: eles não conhecem um mundo sem internet.

É claro, os mais velhos, que nasceram em 1997, talvez não tenham tido uma vivência online até o meio da sua infância, mas o que quero dizer é que, desde que eles vieram ao mundo, o universo digital já existia.

Outro ponto importante é que, de acordo com esse dado que li em uma matéria da Inc., o potencial de gastos dessa geração é imenso:

Em 2018, eles já ganhavam (com salários, investimentos etc.) mais de 153 bilhões de dólares, com gastos na casa dos US$143 bilhões.

Mas o que mais é possível extrair como determinante para esse perfil de pessoa? Separei alguns pontos, veja se você concorda comigo:

Comunicativos

A geração Z se comunica de maneira diferente.

Sua linguagem é dinâmica (esqueça os simples “vc” ou “pq”, os Zoomers estão em outro patamar) e eles abusam de recursos visuais — como os emojis — muitas vezes usados em tom irônico, que fique claro.

Eles adoram apps de troca de mensagem, como WhatsApp e Telegram, bem como plataformas de conversa por voz, como o Discord.

Usam memes e GIFs frequentemente, mas de forma sucinta, para expressar emoções e ideias.

Meme thinkers

Falando em memes, essa coisa toda começou com eles!

Gosto de definir um ‘meme‘ como uma abreviação digital — e uma visão única de sua mentalidade.

geração z é meme thinker

Zoomers criam e usam em memes não só para sacanear alguém, mas para tornar digeríveis questões complexas, provocar reflexão e desencadear discussões.

No mundo dos negócios, entender como utilizar memes pode criar um vínculo poderoso e relacionável com a geração Z.

E vale ressaltar: seu negócio não deve usar esse artifício sem medir as consequências. Infiltrar uma marca na conversa é algo difícil, um processo que exige muito cuidado.

As consequências? No melhor dos casos, a aranha do “silêncio, marca”:

memes feitos pela geração z

Práticos

Apesar de sua imersão digital, a geração Z é incrivelmente prática.

Essencialmente, são solucionadores de problemas e procuram formas eficientes e funcionais para os desafios que enfrentam.

E isso se traduz muito no uso de apps para simplificar e melhorar a gestão de tarefas — das mais complexas, como o Trello para organizar seu trabalho, às mais simples, como listas de mercado digitalizadas.

Ou seja, o pragmatismo não é uma constante para essa geração.

Socialmente conscientes

Zoomers elevaram o conceito de justiça social.

Além de se envolver com questões relacionadas, eles esperam o mesmo comprometimento das marcas com as quais interagem.

Quer se trate de diversidade, mudança climática ou saúde mental, as decisões de compra da geração Z são significativamente influenciadas pela postura de uma marca nessas questões.

Em um estudo da McKinsey que li esses dias, vi que 90% dos consumidores Z disseram que as empresas têm “uma responsabilidade de abordar questões ambientais e sociais”.

Calejados com os problemas do mundo

Nós, Millennials, costumamos ter um comportamento do tipo “quando cheguei, era tudo mato” para tudo. A internet é um desses ambientes. Testemunhamos a criação e o crescimento desse universo.

No caso dos Zoomers, pode-se dizer que essa é uma geração resiliente:

Em sua infância, passaram por uma crise financeira de nível mundial (a bolha imobiliária dos EUA de 2008) e, recentemente, no começo da vida adulta (ou na flor da adolescência) passaram por uma pandemia global.

São eventos significativos para a maior parte das pessoas — a diferença é que os Gen Zs viveram isso na sua juventude.

A diferença entre as gerações X, Y e Z

diferenças entre as gerações x, y e z

Eu poderia entrar uma tangente mais teórica para te explicar as diferenças entre as gerações Z, Y e X, mas te deixo com este pensamento: qualquer pessoa que jamais precisou rebobinar uma fita-cassete é um Zoomer.

Brincadeira, é claro que há muitas diferenças. Essencialmente, falamos das três principais gerações do momento:

  • X, nascidos entre 1965 e 1980, que representa essencialmente os nossos pais;
  • Y, nascidos entre 1981 e 1996 e conhecidos como ‘Millennials’, que eu suponho ser a maioria aqui, lendo este conteúdo;
  • Z, que nasceu entre 1997 e 2012, e que em sua maioria não se lembra sequer de ter visto o Brasil ser penta.

E aí, o que os diferencia? Além do óbvio fator da idade, há questões sócio-políticas e econômicas que têm enorme peso.

A geração X é independente, engenhosa e autossuficiente.

Eles viveram em um mundo analógico, mas testemunharam o surgimento dos computadores pessoais, o que os torna a ponte entre as eras pré-digital e digital.

A geração Y ou Millennials, por outro lado, é caracterizada por seu otimismo, conhecimento tecnológico e desejo de equilíbrio entre vida profissional e pessoal.

Honestamente? Fomos fundamentais na missão de moldar o mundo digital.

Agora, a geração Z: nativos digitais, adeptos de soluções rápidas e dinâmicas. Se comunicam de forma acelerada, visual e instantânea.

Mas a pergunta que não quer calar: por que a geração Z é um mistério de marketing?

Comportamento.

Os Zoomers são diferentes daquilo que nós aprendemos como tradicional (o público-alvo como mero coadjuvante do processo de comunicação).

O que quero dizer é o seguinte: Gen Z’s não são somente consumidores, mas cocriadores, influenciadores e empreendedores.

Eles não compram apenas produtos, eles compram marcas que se alinham com seus valores e contribuem positivamente para a sociedade.

Eles não são receptores passivos de informações, mas buscam ativamente a verdade e a autenticidade.

E nem sou eu que estou afirmando isso.

De acordo com um estudo da McKinsey que li recentemente, o principal impulsionador da geração Z é a busca pela verdade, o que influencia significativamente a forma como eles interagem com as marcas.

Buscam transparência, autenticidade e responsabilidade social.

Como são os hábitos de consumo da geração Z?

Na prática, Zoomers e Millennials não são tão diferentes no que diz respeito aos hábitos de consumo. No entanto, há algumas particularidades da nova geração.

Uma matéria da NCR que analisou os comportamentos da Gen Z viu que, entre essa geração, há expectativa crescente que tecnologias de pagamento, abordagens digital-first e canais de vendas digitais sejam rápidas e confiáveis.

Ou seja, falo de uma geração que não apenas consome, mas experiencia marcas, narrativas e o próprio espírito de sua empresa.

Isso cria um perfil multifacetado de consumidor.

Se por um lado há muitas similaridades com Millennials, há poucos que destoam bastante. Confira algumas das características de consumo da geração Z:

Valorizam a agilidade

A geração Z vive em um mundo de coisas instantâneas — fast foods, delivery, entregas no mesmo dia, atualizações em tempo real.

Eles cresceram em uma era de rápido desenvolvimento tecnológico e foram condicionados a esperar respostas rápidas.

O imediatismo da internet e a natureza ‘always on‘ das redes sociais criaram uma expectativa que se tornou necessidade: rapidez sempre.

Pensam na identificação com a marca

Uma pesquisa que li da National Retail Association com a IBM identificou que 59% dos Zoomers confiam em marcas que cresceram junto com eles, e que 46% deles citaram ter uma “conexão ou lealdade forte” com uma marca.

Para eles, marcas não são apenas fornecedoras de produtos ou serviços, mas um reflexo de suas próprias identidades.

Eles procuram marcas cujos valores se alinhem com os deles, que representem mais do que lucro.

Uma empresa que defende a sustentabilidade ou luta pela justiça social não é apenas uma marca, mas uma aliada em sua própria missão pessoal.

Buscam experiências exclusivas e individualizadas

A geração Z anseia por experiências pessoais e lapidadas para eles.

O clássico “one-size-fits-all” (tamanho único) não funciona aqui.

São pessoas que querem produtos, serviços e marketing tailor made — sob medida.

Seja uma recomendação personalizada em um serviço de streaming, um produto personalizado de acordo com suas preferências ou uma mensagem que fale diretamente com eles: a demanda por personalização é alta.

Buscam recomendações

A Gen Z valoriza mais as opiniões de seus pares do que o que a mídia e a publicidade tradicional tentam empurrar para eles.

Assim, buscam ativamente por recomendações de amigos, influenciadores e comunidades online (como fóruns ou grupos de interesse) antes de tomar decisões de compra.

Isso torna plataformas como Instagram, YouTube e TikTok canais potentes para alcançar essa geração.

Aqui, uma boa estratégia de UGC (conteúdo gerado pelo usuário) pode fazer toda diferença nos resultados do seu negócio.

E vale ainda ressaltar: além de serem altamente influenciáveis, eles influenciam toda família.

O motivo é simples: a maior parte deles ainda vive com os pais, de acordo com a Pew Research.

Valorizam a felicidade e a qualidade de vida

É, eu sei, essa frase pode ser meio vaga. Quem não preza por essas coisas?

No contexto geracional, meu ponto é que Zoomers não desperdiçam tempo com coisas que não funcionam ou que os aborrecem.

Um produto não cumpre com o prometido? Eles trocam. Um serviço foi entregue com má qualidade? Eles reclamam. E por aí vai.

Tudo tem a ver com a experiência do cliente — e, mais do que isso, essa geração valoriza muito a felicidade e a qualidade de vida.

Eles são mais propensos a apoiar empresas que contribuem positivamente para seu bem-estar físico e mental.

A geração Z no mercado de trabalho

geração z no mercado de trabalho

As aspirações profissionais, estilos e expectativas da geração Z no mercado de trabalho já remodelaram a maneira que empresas contratam, gerenciam e procuram talentos.

Em termos simples, falamos de um tipo de profissional ambicioso, digitalmente fluente e que busca mais do que apenas um contracheque.

Vamos olhar mais de perto:

Eles buscam propósito e querem causar impacto

A Gen Z deseja um trabalho significativo.

Em um estudo que li da Deloitte, vi que mais de um terço dos Zoomers esperam que o mundo se torne mais altruísta, cooperativo e baseado na compaixão.

Ou seja, eles querem causar impacto, contribuir para o bem social, mental e ambiental mais amplo, e desejam fazer parte de organizações que estão fazendo a diferença.

Eles desejam flexibilidade

O equilíbrio entre vida profissional e pessoal é fundamental para essa geração.

Esse virou um termo bem conhecido na área de Pessoas: work-life balance.

De acordo com um estudo da Flexjobs, 75% dos Gen Z’s afirmam que a flexibilidade é o principal benefício que eles buscam em um emprego.

Em uma realidade pós-pandemia, isso é ainda mais importante.

Esses profissionais valorizam a capacidade de trabalhar quando e onde quiserem.

Eles priorizam a diversidade e a inclusão

Para os Zoomers, diversidade e inclusão não são negociáveis.

E isso é algo ótimo!

Veja só: de acordo com um estudo da Monster, 83% dos candidatos a um emprego que fazem parte da Gen Z elencaram o compromisso com a diversidade e inclusão como um fator importante na hora de escolher uma empresa.

Para essa geração, é importante que os empregadores notem e valorizem as diferenças entre os profissionais.

E você se lembra do guia que mencionei lá no início? Se ainda não baixou, faça o download agora. As principais (e melhores) estratégias do marketing digital para seu negócio. Confira!

banner as principais estratégias de marketing digital

Conclusão

Entender a Gen Z, suas características, como ela se diferencia das gerações anteriores e o que ela busca no mercado não é mais opcional.

Lembro como se fosse hoje da necessidade que tínhamos de desvendar os Millennials. Bom, agora o jogo mudou e olhamos para anos recentes, em busca de um melhor contexto sobre os mais novos.

O que eles querem? Como compram? Como se comunicam? Como influenciar sua tomada de decisão? E como fazê-los serem melhores profissionais?

Espero que este artigo responda essas perguntas e mostre a importância de se manter atento aos movimentos do mercado.

São as novas gerações que, continuamente, vão oxigenar os hábitos comerciais — não importa se a sua empresa seja B2C ou B2B.

E aí, ficou com alguma dúvida? É só deixar na seção de comentários abaixo que eu logo respondo.

Perguntas frequentes sobre a geração Z

O que é a geração Z?

A Gen Z é composta por aqueles que nasceram a partir de 1997 até 2012. São reconhecidos como nativos digitais e não têm problemas em viver os mundos online e offline, bem como trocar de um para o outro.

Quais são as características da geração Z?

É caracterizada por seu conhecimento digital, praticidade, uso e familiaridade de lidar com conteúdo visual e preferência por experiências personalizadas. Eles também valorizam aspectos sociais, ambientais e a diversidade.

Quais são as diferenças entre as gerações X, Y e Z?

É uma geração mais experiente em tecnologia, transparente e orientada por valores do que a geração X e Y. Enquanto X e Y foram moldados pelo crescimento econômico, a Z prospera na busca da inclusão.

Como é a geração Z no mercado de trabalho?

No mercado de trabalho, a Gen Z busca fazer algo significativo, bem como flexibilidade, diversidade, inclusão e oportunidades de aprendizado contínuo. Eles não são apenas trabalhadores, mas agentes de mudança na cultura corporativa.

NP Digital Brasil

Você quer resultados imediatos?

Minha agência pode fazer todo o trabalho pra você. Somos especialistas em:

  • SEO - Colocamos seu site no topo das pesquisas do Google
  • Mídia Paga - Fazemos seu negócio alcançar quem importa no momento certo
  • Data & Conversion Intelligence - Desbloqueamos as conversões do seu site e criamos dashboards para melhores análises

Fale com um especialista

Consultoria com Neil Patel

Compartilhe

Neil Patel

source: https://neilpatel.com/br/blog/geracao-z/