Neil Patel

Espero que você goste desse artigo. Se você quer que meu time faça o seu marketing, clique aqui.

O Guia Prático para Criar Conteúdo que Ganha Links sem Esforço

definitive guide creating content earns links effortlessly

De acordo com uma pesquisa da Audience Bloom, link building é a parte mais difícil da otimização para mecanismos de busca.

Mas é fundamental para ganhar links.

Por quê? Porque mecanismos de busca se importam com links.

Se você der uma olhada no gráfico abaixo,verá que mais de 42% do algoritmo do ranking do Google depende de links.

image15 1

E manter o Google feliz é crucial para alavancar sua posição no ranking, o que, por sua vez, aumenta o tráfego orgânico para o seu site.

Links também são fundamentais quando se trata de construir sua marca e aumentar sua visibilidade.

Quase 24% do algoritmo do ranking do Google é atribuído à confiabilidade e autoridade do seu domínio de hospedagem.

Quando você ganha um link legítimo de um site com boa reputação, isso contribui para a autoridade do seu domínio.

Você também ganha visibilidade e, potencialmente, tráfego direto a partir do site que te linkou.

Mas tem um problema:

Criar conteúdo valioso requer muito tempo e esforço, e você ainda tem que fazer um trabalho contínuo de outreach para conseguir links.

Além disso, o trabalho de outreach é intensivo:

Screen Shot 2017 08 30 at 11.33.16

Percebeu o “Repita o Processo” na imagem acima?

Talvez você tenha que enviar emails ao longo de dias até começar a ver a tração que você está tentando alcançar.

E quer saber a pior parte?

Muitas vezes, assim que você para com o outreach, você para de ganhar links.

Isso torna o trabalho de conseguir links de forma legítima extremamente intensivo.

Para deixar as coisas ainda piores, fazer link building assim ativamente não é algo muito bem visto.

O próprio John Mueller, do Google respondeu a uma pergunta de um webmaster em um Google Hangout:

“Link building tem algum aspecto positivo?”

A resposta dele: “Normalmente, eu tentaria evitar.”

Como continuar a ganhar links sem outreach?

Resumidamente, criando conteúdo que funcione como uma fonte para outros sites.

Por quê? Todos os redatores e criadores de conteúdo precisam de informações vindas de uma fonte de qualidade para seus artigos.

Ao fazer referência a pesquisas, os redatores podem provar as afirmações que estão fazendo, fortalecer seus argumentos e fornecer um contexto mais amplo para seus leitores.

E, ao usar exemplos e estudos de caso, eles podem demonstrar ideias, técnicas e estratégias de forma mais clara.

Quando você cria conteúdo que outros criadores podem usar como recurso ou referência, você se coloca em uma boa posição para ganhar muitos links, passivamente e de forma contínua.

Veja o exemplo da Science Translational Medicine.

Eles divulgaram novas pesquisas sobre o mal de Alzheimer.

Screen Shot 2017 08 30 at 12.23.20

Depois que a pesquisa foi publicada, ela foi selecionada e publicada pelo Science Alert.

Screen Shot 2017 08 30 at 12.22.51

Esse post viralizou no Facebook, acumulando impressionantes 6,2 milhões de compartilhamentos:

Screen Shot 2017 08 30 at 12 28 09

Mas ainda que tenha sido o artigo da Science Alert que viralizou no Facebook, muitos criadores de conteúdo usaram o estudo e linkaram para a fonte original.

A Translational Medicine ganhou 414 links a partir desse estudo:

Screen Shot 2017 08 30 at 12 40 54

Uma vez criado conteúdo que funciona como fonte, você só precisa dar o pontapé inicial para gerar o efeito bola de neve através de um pouco de outreach.

Assim que você conseguir que sua pesquisa seja citada por um site que é uma autoridade na área, é bem provável que outros criadores de conteúdo encontrem e citem o estudo no trabalho deles.

Hoje vamos passar pelos três tipos diferentes de conteúdo com maior probabilidade de ajudar pessoas que precisam de fontes.

Aí então você vai começar a criar conteúdo que ganha links e gera visibilidade sem esforço.

1. Conduza sua própria pesquisa

Produzir novos dados e estatísticas pode ser uma maneira poderosa de conseguir links referenciáveis.

Isso porque outros criadores de conteúdo já estão procurando fontes para citar no trabalho deles.

Como no exemplo acima, pesquisas novas e animadoras podem se espalhar rapidamente.

Produzir pesquisas originais não é uma tarefa tão aterrorizante quanto parece.

Eis como fazer isso.

Use o que você já tem.

Talvez uma das maneiras mais fáceis de criar um recurso de referência é usar o que você já tem à mão: dados da sua própria empresa.

Pode ser que você tenha um monte de dados interessantes, baseados nas suas interações com consumidores, e que podem ser úteis para o mercado em que você atua.

Pense quais tendências e insights você pode tirar desses dados.

Tem alguma dica ou estratégia colocáveis em prática e que tenham (ou não) funcionado?

Então compartilhe o que você aprendeu.

HubSpot faz isso todo ano com o relatório “State of Inbound”.

Essa pesquisa contém dados coletados de milhares de clientes HubSpot sobre o estado atual do inbound marketing.

Screen Shot 2017 08 30 at 12.56.29

Quando escrevi esse texto, o site do relatório tinha links de 840 domínios-raiz.

E é fácil entender por quê.

Qualquer um que esteja em busca de criar conteúdo sobre Inbound Marketing provavelmente vai esbarrar no relatório do HubSpot durante sua pesquisa.

Outro bônus é que, depois de publicar relatórios como esse durante alguns anos seguidos, seu mercado de atuação pode antecipar publicações futuras.

Conduza uma pesquisa

Se você ainda não tem dados disponíveis, conduzir uma pesquisa é uma alternativa viável.

Pense nos seus clientes ou parceiros. A quem você tem mais acesso?

Provavelmente existe um conjunto de pessoas envolvidas com o seu mercado a quem você pode ter acesso.

Por que não perguntá-los sobre suas ideias, medos e necessidades?

Links à parte, falar diretamente com clientes é uma ótima maneira de entender como você pode suprir melhor as necessidades deles.

Quando for selecionar quais perguntas fazer, pense em hipóteses no seu mercado que não tenham sido bem investigadas e que você poderia provar ou desbancar.

Tem algum tópico bombando ou nova tendência que ainda precisem ser explorados?

Social Media Examiner fez uma pesquisa com 5.000 profissionais de marketing com o objetivo de entender como eles estão usando mídias sociais para crescer e promover seus negócios.

A cada ano, eles lançam o “Social Media Marketing Industry Report” detalhando suas descobertas.

Screen Shot 2017 08 29 at 17.12.19

A página que hospeda o relatório tem 338 links de domínios raiz.

Mais uma vez, qualquer um que esteja buscando criar conteúdo relacionado aos efeitos das mídias sociais nos negócios precisa ler um estudo como esse.

Faça uma parceria com outra empresa para juntar seus recursos (e criar novos)

Dependendo das circunstâncias, usar sua própria pesquisa ou conduzir uma nova pode não ser possível.

Talvez os dados sejam específicos para sua empresa, ou te falte o alcance para conduzir uma pesquisa com participantes suficientes para merecer uma citação.

Nesse caso, você sempre pode fazer uma parceria com outra empresa para juntar seus dados.

Considere empresas no seu nicho que não sejam concorrentes diretos, mas que possam ter uma riqueza de dados a partir dos quais você possa obter bons insights.

Mesmo que você tenha os recursos para produzir seu próprio estudo, parcerias podem dar um toque extra à sua pesquisa.

Content Marketing Institute e o MarketingProfs se juntam todos os anos para criar o relatório “B2B Content Marketing”:

Screen Shot 2017 08 30 at 13.23.54

Nele, eles compartilham os benchmarks, orçamentos e tendências mais recentes no marketing de conteúdo B2B.

É um recurso valiosíssimo para qualquer um no mercado que esteja buscando produzir seu próprio conteúdo dentro desses assuntos.

Bônus: Atualize seu recurso em tempo real

Relatórios anuais são uma maneira bastante legítima de consolidar sua autoridade e conseguir links, mas você sempre pode ir um pouco mais adiante e criar um material que seja automaticamente atualizado.

Por exemplo, a Indeed criou o gráfico “Job Trends Search” que puxa dados a partir dos anúncios de vaga do banco interno deles.

Screen Shot 2017 08 30 at 13.05.43

Esse gráfico tem 236 links de domínios raiz.

E pelo fato de ser continuamente atualizado, qualquer um que esteja procurando informações sobre tendências de empregos não precisa procurar muito a fundo para achar os dados mais atualizados.

Escolhendo um tópico para pesquisa

Procure no Google palavras-chave como:

  • [Topic] pesquisa
  • [Topic] relatório
  • [Topic] análise crítica
  • [Topic] estudo

Depois, confira os principais resultados com uma ferramenta como o Open Site Explorer da MOZ para ver quantos links de domínios raiz os resultados principais receberam.

Isso deve te dar uma ideia sobre se essa pesquisa em particular tem o potencial de atrair links.

O estudo pode contribuir para você melhorar de alguma forma?

Ele está ultrapassado? Você pode adicionar mais informações? Tem alguma parte que você poderia explorar com mais detalhes?

2. Crie recursos com curadoria

Sim, conduzir pesquisas originais pode ser um pouco difícil e demandar tempo.

Felizmente, nem sempre precisa ser você a conduzir a pesquisa para ganhar backlinks a partir dela.

Você pode simplesmente compilar pesquisas relevantes e estudos de caso para outros criadores de conteúdo usarem.

Pense nisso: quando você cria conteúdo, pesquisa é a parte que leva mais tempo.

É por isso que pode ser bastante útil quando outras pessoas já compilaram grande parte dos dados que você está procurando em artigos mais facilmente digeríveis.

É aí que você entra.

Colete fatos e estatísticas

O HubSpot brilhou com sua “A Lista Definitiva de Estatísticas de Marketing,” que tem 1.730 links de domínios raiz.

Screen Shot 2017 08 29 at 17.16.48

Essa lista enorme de estatísticas de marketing contém muitas das constatações deles próprios, bem como pesquisas de outras fontes.

A lista está dividida entre todos os tipos de marketing de que você poderia precisar, incluindo marketing de conteúdo, mídias sociais, vídeo marketing e geração de leads.

Ela é atualizada regularmente e tem inclusive a sempre-importante call to action na parte de baixo, convidando os leitores a enviar mais estatísticas.

Screen Shot 2017 08 30 at 16.37.39

No meu artigo “13 Estratégias Eficientes de Link-Building para Profissionais de Marketing Ocupados”, eu citei alguma coisa da página de estatísticas do HubSpot statistic — dando a eles um link nesse processo.

Screen Shot 2017 08 30 at 20 34 24

Dependendo do seu público-alvo, pode ser mais fácil – e mais adequado – fazer uma lista menor de estatísticas que façam mais sentido para o seu nicho.

Campaign Monitor focou apenas em email marketing na lista deles de “70 Stats de Email Marketing que Todo Profissional de Marketing Deveria Conhecer.”

Screen Shot 2017 08 29 at 19.41.47

Essa lista conseguiu 356 links de domínios raiz e ajudou profissionais de marketing e criadores de conteúdo a encontrar os recursos de que eles precisavam.

Você pode criar seu próprio recurso de fatos e estatísticas com apenas um pouco de procura.

Junte relatórios do mercado e analise-os para extrair as estatísticas mais úteis para adicionar à sua coleção.

Quando outros criadores de conteúdo encontrarem seu recurso e começarem a citar as informações, seus esforços serão recompensados com links atemporais.

Faça listas com exemplos

Você também pode fazer a curadoria de recursos e compilá-los através de exemplos e estudos de caso.

Simples stats e dados não costumam ser difíceis de encontrar com o nosso velho amigo Google.

Mas encontrar estudos de caso e exemplos úteis pode ser mais complicado, o que torna essas compilações ainda mais preciosas.

A lista do WordPress “Os Melhores Sites do WordPress no Mundo”  é um ótimo exemplo disso, tendo acumulado 727 links de domínios raiz.

Screen Shot 2017 08 29 at 20.01.18

Para quem quer criar conteúdo sobre sites com design interessante, esse recurso é inestimável.

Em outro exemplo, a Forbes ganhou 73 links de domínios raiz com o artigo “Os Autores Mais Bem-Pagos do Mundo em 2016”.

Screen Shot 2017 08 30 at 17 05 23 2

Se eu estivesse escrevendo um artigo sobre escritores bem-sucedidos, esse artigo seria um ótimo ponto de partida para a minha pesquisa, oferecendo vários exemplos com os quais trabalhar.

Seria um ótimo recurso para se linkar para que os leitores pudessem saber mais.

Crie sua própria lista de exemplos

Eu te disse para criar listas de exemplos, então vamos dar uma olhada em como isso é feito.

Primeiro, você precisa entender quais recursos são mais requisitados na sua área de atuação ou nicho.

Quais informações poderiam ser úteis de se ter em um só lugar?

Aqui vão três boas maneiras de se encontrar ideias:

1. Do que você está precisando mais?

Pense nos tipos de recursos que você precisa para criar conteúdo.

O que você está constantemente pesquisando?

Volte a olhar seus blogs e outros. O que precisa de muita explicação?

2. Veja feedbacks e paineis de pergunta

Comentários de blog e sites como o Quora são um tesouro de ideias quando o assunto é criação de conteúdo.

As pessoas frequentemente vão te dizer do que elas gostaram e, tão importante quanto, do que elas não gostaram.

3. O que as pessoas estão pedindo mais?

Você consegue encontrar comentários pedindo mais exemplos de contexto?

No meu post “9 Ferramentas de Backlinks para Analisar o Perfil dos seus Links”, um usuário me pediu exemplos de ferramentas gratuitas de análise de backlinks.

Screen Shot 2017 08 30 at 18.27.49

4. Busque conteúdo existente

Vendo o que já está funcionando, você terá uma ideia melhor de quais tipos de conteúdo você deveria criar para link building.

Encontre exemplos de sucesso e depois use o mesmo formato.

De novo, use termos de busca como:

  • [topic] exemplos
  • Top 10 [topic]
  • [topic] fatos

Para o exemplo dos Melhores Sites da WordPress que eu citei antes, eu simplesmente busquei o termo “WordPress exemplos”.

Um dos principais resultados foi a showcase page do WordPress, então eu chequei quantos links ela tinha para ter certeza de que se tratava de um assunto forte.

Uma vez que você acha um assunto forte, você pode ver se tem alguma forma de melhorar a partir dele.

Ou ainda, você pode desenvolver a partir de um dos assuntos secundários.

Por exemplo, eu poderia criar um recurso com os sites da WordPress mais responsivos do mundo.

3. Crie recursos para iniciantes

Um navegador de Internet faz basicamente o mesmo trabalho que fazia quando foi inventado.

Mas como ele funciona e quais são as partes envolvidas são coisas que mudaram radicalmente.

Isso faz com que conteúdo para iniciantes seja sempre relevante.

Isso é ótimo para a gente, já que é algo que tem muito potencial para link building a longo prazo.

Todas as áreas precisam de conteúdo para iniciantes para ajudar as pessoas a absorverem seus conceitos, ideias e vocabulário.

E criadores de conteúdo costumam usar links com definições e explicações desses termos para não precisar escrever sobre eles.

Isso também poupa o redator de ter que diminuir o ritmo do artigo para quem não precisa de mais informações.

Você também pode usar a expertise da sua equipe para ajudar a construir a base para esse conteúdo.

Crie Guias Completos

Criar um guia completo para iniciantes é uma ótima forma de ganhar links e aumentar sua visibilidade.

Outros criadores de conteúdo vão te agradecer para criar esse recurso para eles.

E você vai dar a eles um monte de coisas para as quais potencialmente construir links.

O meu “O Guia de Marketing Online para Iniciantes” no Quicksprout é um bom exemplo de conteúdo atemporal para iniciantes que ganha links.

Screen Shot 2017 08 29 at 16.33.44

Atualmente, ele tem links de 268 domínios raiz.

Ou veja o “Guia de Email Marketing Bem-Sucedido para Iniciantes,” da Kissmetrics, que tem 151 links de domínios raiz.

Screen Shot 2017 08 30 at 19.40.33

Apresente e defina termos do mercado

Inicialmente, isso pode parecer algo difícil de se fazer.

Mas, em todos os nichos, existem novas tendências, ideias e inovações acontecendo o tempo todo.

A grande sacada é estar entre os primeiros a apresentar e definir formalmente um novo termo dentro do seu nicho.

Um exemplo didático disso é a página “O que é Marketing de Conteúdo?” do Content Marketing Institute.

Screen Shot 2017 08 29 at 17.03.56

Eles foram os primeiros a publicar uma explicação definitiva sobre o que é marketing de conteúdo e, consequentemente, os resultados são impressionantes.

Hoje, a página acumulou sensacionais 1.549 links de domínios raiz.

Desenvolva ideias de conteúdo para iniciantes

Para isso, eu gosto de usar a nova ferramenta do BuzzSumo’sBloomberry, para buscar perguntas que são feitas em qualquer nicho.

Mais uma vez, use termos de busca como:

  • O que é [topic]
  • [Topic] definição
  • [Topic] guia

Nesse exemplo, eu busquei a frase “o que é macrofotografia” para ver quais perguntas as pessoas estavam fazendo.

Screen Shot 2017 08 30 at 20 24 02

Só pelos principais resultados, eu posso ver vários questionamentos sobre o melhor equipamento para se usar em macrofotografia.

Procure tendências.

Existem questões ou tópicos para iniciantes que sejam recorrentes?

Encontre essas questões e depois responda-as para o seu público.

Conclusão

A pior coisa em relação a link building é que, uma vez que você para de fazer outreach, você normalmente para de ganhar links.

Isso pode tornar o trabalho de link building uma espécie de compromisso permanente.

A chave para conseguir links sem esforço, e liberar um pouco do seu tempo precioso, é criar conteúdo que funcione como fonte.

Esse conteúdo vai naturalmente acumular links de outros criadores de conteúdo que querem citar sua informação no conteúdo deles.

Mas sejamos claros: não estou sugerindo que você pare de fazer outreach.

Você ainda tem que promover seu conteúdo, é claro.

A não ser que você tenha um site grande e de autoridade como o HubSpot, as pessoas provavelmente não vão ficar sabendo da sua nova pesquisa.

Em vez disso, use o outreach para manter a bola rolando.

Só depois que a pesquisa da Science Translational Medicine foi usada pelo Science Alert que eles viram seus links crescerem.

Então concentre-se em criar conteúdo atemporal que ajude outros criadores de conteúdo.

Em troca, você vai ganhar esses preciosos links de citação.

Eles vão fazer sua posição no ranking, a autoridade do seu domínio e seu tráfego subirem exponencialmente.

No fim das contas, quanto mais você ajudar os outros com o seu conteúdo, mais links você vai conseguir.

Tudo que vai, volta.

Qual é a sua forma preferida de conseguir links? Você tem uma história preferida de conteúdo para link building bem sucedido?

Compartilhe