Neil Patel

Espero que você goste desse artigo. Se você quer que meu time faça o seu marketing, clique aqui.

Como Otimizar a Pesquisa por Voz: 4 estratégias Simples de SEO

seo for voice search

A pesquisa por voz não é uma moda passageira, ela ultrapassou facilmente o patamar dos early adopters.

Ela tem ganho tração por ser mais conveniente para um usuário falar com uma assistente de voz ao invés de digitar. Além disso, os resultados das consultas são mais rápidos.

Veja algumas estatísticas que demonstram que a pesquisa por voz está aqui para ficar:

Os adolescentes são usuários experientes da pesquisa por voz, mas a Thrive Analytics descobriu que pessoas de todas as idades utilizam assistentes pessoais móveis.

pasted image 0 1880

Quando e onde estas pessoas estão utilizando a pesquisa por voz?

Elas usam quando estão ocupadas, com amigos e até mesmo no banheiro.

pasted image 0 1886

Com o crescente aumento da utilização de assistentes digitais, otimizar para pesquisa por voz é crítico para o seu sucesso com SEO.

Neste artigo, irei demonstrar como otimizar seu conteúdo e site para esta tendência de busca. Vamos começar compreendendo como isso se conecta com o algoritmo do Google.

A atualização Hummingbird

Em 2013, o Google liberou uma importantíssima atualização de algoritmo — o Hummingbird. Ele começou a considerar o intuito do usuário e o contexto das consultas.

Logo, os profissionais do marketing precisaram refinar suas estratégias. Eles pararam de encher os artigos com palavras-chave e começaram a abordar temas sensíveis dos seus públicos-alvo.

Tecnologia de voz é outro passo na direção do aprimoramento da experiência do usuário com semântica.

Ela se apoia no Processamento de Linguagem Natural (ou PLN) para reconhecer a textura da voz, interesses e comportamento.

pasted image 0 1889

Com o tempo, o Google “aprende” sua linguagem, sotaque e outros padrões na forma como você fala.

Agora, ele foca na semântica e relevância mais ampla de contexto das consultas do Google.

Vamos testar a capacidade de semântica do Google com algumas pesquisas por voz no aplicativo da plataforma em um iPhone 6s.

Começaremos com uma pesquisa sobre o ator e comediante T.J. Miller.

pasted image 0 1890

Muito bom. Estou satisfeito com a informação fornecida na visão geral.

Agora, vamos descobrir se o Google consegue utilizar esta consulta inicial para se manter no contexto.

Eu perguntei o nome do personagem de T.J. Miller’s na série televisiva “Silicon Valley”.

pasted image 0 1887

Como pode ver na captura de tela, o Google exibe um anúncio da DIRECTV NOW e um link para o aplicativo HBO NOW.

Eu não chamaria isso de uma boa experiência do usuário — a pergunta que eu fiz foi específica e relacionada à minha primeira consulta.

Ao deslizar para abaixo da dobra, um snippet aparece exibindo o nome de todos os personagens da série.

pasted image 0 1881

Parece que o Google ainda tem muito o que melhorar com personagens fictícios.

Vamos ver como ele se sai com pessoas reais. Veja os resultados da minha consulta “Quem é Neil Patel?”.

pasted image 0 1877

Agora que o Google trabalha com contexto, eu realizei uma pesquisa sequencial: “Qual é a idade dele?”

O Google automaticamente substituiu a consulta com o meu nome e exibiu resultados relevantes:

pasted image 0 1895

Não é fornecida uma resposta direta, mas é exibida uma página sobre mim que menciona a minha data de nascimento. A meta descrição exibe isso também.

Nessa ocasião, a pesquisa por voz foi satisfatória.

E à medida que o Google continua a aprimorar seu algoritmo, podemos esperar que a experiência do usuário se torne mais suave e intuitiva.

3 características da pesquisa por voz

Vamos começar a nos preparar para a pesquisa por voz ao analisar os dados sobre como as pessoas estão a utilizando no momento.

1. Consultas por voz contém palavras de conversa e são mais longas.

Ao utilizarmos um computador, usamos palavras curtas para encontrar informações pois isso nos poupa esforço físico.

Por outro lado, no mobile, as pesquisas são uma conversa com uma assistente virtual.

Inteligência artificial é o que energiza as engrenagens da pesquisa por voz, e ela se torna mais inteligente a cada conversação.

Quando você busca restaurantes digitando no seu celular ou computador, é provável que escreva “melhores restaurantes em San Diego”. Isso é linguagem de computador.

Porém, caso utilize a pesquisa por voz, você provavelmente fará uma pergunta como “Que restaurantes servem jantar agora?”.

Ambas consultas acima contêm cinco palavras, porém, Purna Virji descobriu que pesquisas por voz costumam ser mais longas na cauda.

pasted image 0 1892

Não cometa o erro de equiparar otimização de pesquisa por voz com a utilização de palavras-chave de cauda longa no seu conteúdo. As pesquisas por voz estão mais propensas a conter perguntas nas frases.

Ferramentas de pesquisa de palavras-chave geralmente não encontrarão frases que as pessoas falam enquanto utilizam assistentes mobile.

Aliás, tais frases têm crescido cada vez mais anualmente.

pasted image 0 1891

Como você pode se beneficiar desta característica?

Você precisa pensar em como o seu público fala sobre o seu negócio, produtos e serviços.

Como mencionei, a maior parte das ferramentas de palavras-chave de cauda longa irão retornar consultas baseadas em texto. Eles irão puxar palavras-chave de LSI e variações alfabéticas.

Para otimizar a pesquisa por voz, eu recomendo começar sua pesquisa com uma ferramenta chamada Answer the Public.

Quando você insere uma palavra-chave, a ferramenta exibe várias perguntas.

Veja os resultados que eu consegui com a palavra-chave “voos”.

Screen Shot 2017 07 11 at 3.32.43 PM

Estas frases naturais proporcionam diversas ideias. Com isso, você pode ter uma noção da mentalidade do consumidor e conectar isso com o seu funil de marketing.

Outras ferramentas que você pode dar uma olhada para adquirir frases naturais são o Question Samurai e StoryBase.

É possível interpretar o intuito de um usuário baseando-se no tipo de frases de pergunta que eles utilizam.

Perguntas com “O que” e “Quem” sinalizam que o usuário está na fase de pesquisa. Agora, se estiverem realizando perguntas com “Onde”, significa que estão quase prontos para realizar uma compra.

pasted image 0 1894

Você quer outra estratégia para descobrir as perguntas que os seus clientes usam?

Entre na sua conta do Google Analytics e observe que palavras-chave as pessoas utilizam para encontrar o seu conteúdo.

Em breve, provavelmente haverão relatórios separados de pesquisa por voz em seus relatórios de analytics.

2. 22% das consultas por voz são para conteúdo local.

O Internet Trends Report de 2016 descobriu que 22% das pessoas utilizam pesquisa por voz para encontrar informações locais. Isso faz sentido, afinal, as pessoas usam os celulares quando estão ocupadas

pasted image 0 1884

O Google divulgou que as pesquisas “perto de mim” cresceram mais de 130% em taxa homóloga. As pessoas extensivamente utilizam as consultas para “coisas para fazer perto de mim”.

Desnecessário dizer, é um fenômeno mobile. A pesquisa por voz torna estas pesquisas “perto de mim” mais rápidas e fáceis para o usuário.

Como você pode se beneficiar desta característica?

Você sabia que 50% das pesquisas locais mobile realizadas por um consumidor resultam em uma visita à loja em apenas um dia?

Visto que os usuários têm intuito local ao pesquisarem em seus celulares, você precisa acertar nas palavras-chave.

É possível conseguir muito mais negócios ao incorporar cuidadosamente as seguintes palavras-chave na sua estratégia SEO:

  • As frases que as pessoas utilizam para descrever a vizinhança ao redor da sua localização
  • “Perto de mim” nas suas title tags, meta descrição, links internos e textos âncora
  • Pontos de referência ao redor da localização do seu negócio
  • Os títulos de instituições locais que são relevantes para o seu negócio

3. Usuários querem resultados imediatos.

O maior uso das consultas por voz continua enraizado nos assistentes pessoais. Tanto os adolescentes quanto os adultos utilizam primariamente a pesquisa por voz para realizar chamadas e solicitar rotas.

pasted image 0 1876

Mesmo quando encontrarem informações locais e gerais, não espere que os usuários visitem o seu site.

Eles têm um objetivo claro ao procurarem por serviços de negócios locais.

Digamos que um usuário queira um corte de cabelo. Ele realiza então uma pesquisa por voz procurando por salões.

O Google retorna os salões mais próximos com seus endereços, distância da localização do usuário, horários e avaliações.

pasted image 0 1882

Baseando-se em suas avaliações e preferências, o usuário pode escolher um salão e diretamente clicar no botão “Chamar” para marcar um horário.

Mesmo no caso de consultas relacionadas a informações ou entretenimento, os usuários querem respostas imediatas.

O ideal seria que o seu conteúdo relevante fosse exibido como um snippet acima da dobra.

Lembra-se de como as informações sobre mim apareceram junto de um imagem para a consulta “Quem é Neil Patel?”

pasted image 0 1877

Como você pode se beneficiar desta característica?

Na lista, o seu negócio deve ter um bom número de avaliações positivas. Além do mais, atualize seus horários, informações para contato, endereço físico e afins.

Discutiremos melhor a otimização do seu negócio na lista posteriormente.

Não há uma forma garantida de fazer com que a sua página se torne um featured snippet.

Ainda assim, você deve tentar entrar nesta desejada posição ao responder as perguntas dos seus usuários.

Para mais detalhes, recomendo ler meu artigo sobre como fazer o seu conteúdo aparecer no featured snippet do Google.

Com as características acima em mente, vamos começar com a primeira estratégia de SEO para otimizar para pesquisas por voz.

Estratégia #1: Utilize dados estruturados

Você escreve conteúdo exclusivamente para o seu público?

É uma ótima maneira de começar.

Mecanismos de busca também analisam diversos outros fatores além do conteúdo para determinar a relevância e posição de uma página em seus resultados de busca.

SEOs profissionais se aproveitam destes fatores adicionais para melhor otimizar seu conteúdo para os mecanismos de busca.

Marcação schema, também conhecida como dados estruturados, é um destes fatores. Ela não afeta diretamente os rankings, mas pode te deixar um passo à frente da concorrência.

Basicamente, são metadados — dados sobre a informação no seu site. Eles se encontram no código fonte do seu site.

Os visitantes não podem vê-los, mas os microdados ajudam os mecanismos de busca a organizar e classificar o seu conteúdo. É uma estratégia pouco utilizada pois requer esforço.

Quer um exemplo?

seguinte marcação classifica sua página de contato como uma página que contém informações de contato.

pasted image 0 1885

Você também pode utilizar schema para habilitar melhorias de busca e conseguir um resultado mais atraente nas páginas de resultados de busca (ou SERPs).

Por exemplo, observe abaixo o resultado da página de receita com avaliação em estrelas, detalhes sobre o número de calorias e tempo de preparação.

pasted image 0 1888

Veja então os dados estruturados que indicam cada ingrediente na receita.

Screen Shot 2017 07 11 at 7.48.36 PM

Agora, deixe-me adivinhar sua próxima dúvida: Como os microdados podem ser relevantes para a pesquisa por voz?

Quando os usuários procuram por negócios locais, eles costumam procurar por horários de funcionamento, informações para contato, endereços, rotas e afins.

Você pode utilizar os microdados para assegurar que os mecanismos de busca classifiquem estas informações.

Vamos pesquisar a população de Dubai.

Screen Shot 2017 07 11 at 8.08.43 PM

O Google rapidamente extraiu a imagem do site do Banco Mundial em virtude de uma marcação.

Além disso, eu recomendo que você apresente um sitemap detalhado ao Google.

E, por fim, certifique-se de que suas páginas de dados estruturados não estejam bloqueadas utilizando robots.txt e outros métodos de controle.

Alguns negócios podem experimentar uma queda de tráfego e desaparecimento de rankings devido a uma pequena mudança nas diretrizes dos robots.txt.

Caso queira um passo a passo sobre como implementar marcação schema, eu tenho exatamente o que você precisa bem aqui. Além do mais, é possível testar seus dados estruturados através da ferramenta Structured Data Testing.

Estratégia #2: Entre na lista do Google Meu Negócio

Como vimos anteriormente, existe um alto número de consultas locais nas pesquisas por voz.

Quer uma maneira fácil de ajudar os clientes a te encontrar?

Compartilhe informações sobre o seu negócio no rodapé do seu site com um formato simples de texto.

Esta é a área em que os clientes estão acostumados a encontrar este tipo de informação.

O Salon California faz um bom trabalho em seu site ao compartilhar informações relevantes no rodapé do site.

Screen Shot 2017 07 14 at 1.22.26 PM

Há duas possíveis formas de um usuário pesquisar por um negócio local.

1. “Delivery de Pizza em Detroit” — Nestes casos, se você otimizou o seu site para palavras-chave locais, terá uma chance maior de alcançar melhores posições nos resultados de busca.

2. “Delivery de Pizza perto de mim” — Para tais perguntas, o Google verifica a localização do usuário e utiliza a lista do Google Meu Negócio.

Por isso é tão importante entrar na lista do Google Meu Negócio.

Na lista, se assegure de que seu nome, endereço e número de telefone estejam corretos.

O ideal é que seu número de telefone contenha o código de área. Além disso, eu recomendo utilizar seu domínio de empresa para entrar no Google Meu Negócio, ao invés de uma conta gratuita no Gmail.

O campo de introdução é a sua carta na manga. Você deve preenche-la com mais ou menos 400 palavras, descrevendo seus produtos e serviços.

Também é importante associar sua colocação na lista com categorias relevantes. O Google quer que você utilize categorias para “descrever o que é o seu negócio”.

Veja três exemplos que o ajudarão a diferenciar categorias corretas e incorretas.

pasted image 0 1893

Escolher a categoria certa é importante. Este pode ser o diferencial que irá decidir se você estará no topo ou desaparecerá dos resultados de pesquisa por voz.

É interessante que você carregue algumas imagens de alta qualidade do seu negócio para persuadir seus possíveis clientes a visitarem a sua loja.

Caso esteja inserindo seu número de telefone em outros diretórios de negócio, é necessário se manter consistente.

Mesmo pequenas diferenças no endereço ou outras informações sobre o seu negócio podem prejudicar seu SEO local.

Se deseja saber mais sobre SEO local, leia o meu guia completo sobre o assunto.

Estratégia #3: Seja compatível com mobile

Pesquisas por voz acontecem primariamente em dispositivos móveis. Logo, é óbvio que o seu site precisa ser compatível com mobile.

O Google recomenda ter um web design responsivo. A maioria dos temas de WordPress costumam ser naturalmente responsivos.

Gostaria de saber se o seu site está cumprindo as diretrizes do Google?

Para isso, você pode utilizar a ferramenta do Google Mobile-Friendly Test Tool.

Screen Shot 2017 07 11 at 9.11.50 PM

Se tudo estiver bem, você receberá uma mensagem que diz “A página é otimizada para celular”.

Por outro lado, se o seu site necessitar reparos, o Google irá indicar as tarefas específicas que você precisa realizar.

Um momento, ainda não terminou.

O seu site também precisa carregar rapidamente. Com a nossa pouca capacidade de concentração, não é surpresa desejarmos que os sites carreguem instantaneamente.

Você pode inserir o seu site no PageSpeed Insights para reunir detalhes sobre sua velocidade de carregamento.

Eu tirei 73 no teste, e o Google listou algumas possíveis otimizações para aprimorar o desempenho do meu site em mobile.

Screen Shot 2017 07 11 at 9.26.53 PM

Caso queira descobrir que elementos exatos estão atrasando o carregamento do seu site, teste-o no Webpagetest.org.

Você terá uma análise detalhada de conteúdo e um gráfico de cascata mostrando como cada elemento afeta o seu tempo de carregamento.

Veja os resultados para o NeilPatel.com.

Screen Shot 2017 07 11 at 9.30.55 PM

Após ter aprimorado seu design e velocidade, é hora de se dirigir ao conteúdo.

É provável que você lembre que as pessoas leem nos desktops em um padrão no formato de um F.

No entanto, no mobile é diferente. A German Research Center for Artificial Intelligence gravou uma interação de leitura como esta abaixo.

pasted image 0 1879

Haviam três amplas categorias de leitores, e eles mudaram os padrões de leitura.

A SensoMotoric Instruments conduziu um estudo sobre leitura em um IPhone. Eles descobriram que apenas 5% das pessoas leem os textos.

pasted image 0 1878

Nossos hábitos de leitura estão evoluindo rapidamente no mobile, mas nós sabemos que o conteúdo precisa de otimização para escaneabilidade.

Você precisa deixar muito espaço branco, utilizar frases curtas, escolher palavras simples, parágrafos pequenos e inserir subtítulos interessantes

Esta postagem fala detalhadamente sobre o tópico.

Estratégia #4: Crie postagens de blog que respondam as perguntas dos clientes

As pessoas falam palavras-chave diferentes daquelas que elas escrevem nos mecanismos de busca para se referir aos seus produtos, serviços e negócios.

Um usuário, por exemplo, pode escrever “salões perto de mim”, no entanto, ao utilizar pesquisa por voz, ele diria “qual é o salão mais perto de mim”.

Escute com atenção as palavras que as pessoas utilizam quando falam sobre você.

Após ter coletado seus interesses e frases mais comuns, pode começar a criar conteúdo para elas.

A maior parte das empresas limitam estes esforços a uma página simples de FAQ. Eu recomendo criar postagens de blog dedicadas, baseadas nas perguntas dos seus clientes.

Você também pode otimizar o conteúdo existente do seu blog e páginas de produtos para estas consultas.

Encontrar as dúvidas do seu público e respondê-las através de postagens de blog não irá ajudar com a pesquisa por voz por si só.

Além do mais, é algo lucrativo. A River Pools and Spas começou a seguir esta estratégia e responderam às perguntas de seu público sobre piscinas de fibra de vidro.

Como um resultado do marketing de conteúdo, puderam salvar a empresa após terem sacado além do saldo da conta bancária três semanas consecutivas.

O dono, Marcus, disse que uma única postagem de blog o ajudou a gerar mais de 2 milhões em vendas.

A postagem de blog respondia algo que ele repetidamente escutava de seus clientes, “Quanto custa uma piscina de fibra de vidro?”.

pasted image 0 1883

Caso não esteja ciente de como os clientes descrevem o seu produto, pode estar deixando de lado observações cruciais sobre o seu negócio.

Deixe-me compartilhar outro exemplo.

A Airbnb criou a experiência perfeita para os seus clientes ao realizarem tarefas que não escalam.

Os fundadores superaram a queda do crescimento da empresa viajando e se hospedando com seus anfitriões. Com isso, conseguiram algumas ideias e observações para criar um produto de classe mundial para os seus clientes.

Criar conteúdo em torno das perguntas dos clientes aumenta significativamente suas chances de ranquear melhor nos resultados de pesquisa por voz.

Conclusão

O futuro da pesquisa por voz é imprevisível, porém, sabemos que esta ferramenta tem ganhado tração considerável e seu crescimento não irá parar tão cedo.

Isso é algo bom e ruim para os profissionais de marketing.

É algo bom para os profissionais que compreendem o poder da pesquisa por voz e irão começar a otimizar seu conteúdo para a novidade.

No entanto, é ruim para os profissionais que ignoram a tendência e continuam a criar o mesmo tipo ultrapassado de conteúdo.

Você precisa voltar para a mesa de ideias e modificar sua estratégia SEO para incorporar otimização para voz.

É uma tarefa difícil, mas a otimização para pesquisa por voz faz com que o seu conteúdo se aproxime da linguagem humana. Agora é o momento perfeito para aderir ao SEO de voz e deixar a sua concorrência comendo para trás.

O que você prevê para a pesquisa por voz nos próximos cinco anos?

Compartilhe