Neil Patel

Espero que você goste desse artigo. Se você quer que meu time faça o seu marketing, clique aqui.

12 Formas de Ter Sucesso com SEO no Google em 2022

19 Advanced SEO Techniques to Double Your Search Traffic

O SEO está sempre mudando. Sempre que você acha que sabe exatamente o que o Google quer, vem uma atualização de algoritmo e atrapalha todos os seus planos.

O que fazer?

Sempre vai haver atualizações e melhorias no algoritmo, mas algumas táticas de SEO comprovadas sempre serão aplicáveis. Ao implementar essas táticas em seu site, você aumenta suas chances de posicionar páginas nos rankings e prepara seu site preventivamente contra as mudanças inevitáveis do Google.

Existem dois aspectos que são afetados pelas alterações no SEO: o SEO on-page e o SEO técnico. Neste artigo, vamos analisar ambos em detalhes.

Dicas de SEO On-Page para 2022

Se você ainda está começando a fazer SEO ou quer fazer mudanças rápidas e cheias de impacto, concentrar seus esforços em táticas de SEO on-page é um ótimo começo.

Aqui estão algumas dicas de SEO importantes para ter em mente na hora de preparar sua estratégia para 2022.

1. Segmente palavras-chave de cauda longa

Palavras-chave de cauda longa são mais longas e mais específicas do que as comuns. Elas geralmente têm um volume de busca menor do que as palavras-chave mais curtas, mas podem ser muito úteis.

Um estudo recente constatou que 91,8% de todas as buscas usam palavras-chave de cauda longa. Isso foi uma grande mudança em relação aos primeiros anos da internet.

Dominate SEO with Google in 2022 using long-tail keywords

Uma razão para segmentar palavras-chave de cauda longa é que geralmente elas têm intenção de busca mais alta por serem mais específicas. Assim você pode filtrar as palavras-chave até encontrar aquelas com uma forte relação com as ações que você quer que os usuários façam em seu site.

Um exemplo de uma palavra-chave de cauda longa é “como posicionar resultados no Google”. Um exemplo curto seria “posição no Google”.

A intenção por trás dessas variações é bem diferente. Você pode ver que o usuário que digita “como posicionar resultados no Google” está fazendo uma pergunta, o que significa que ele está procurando uma resposta direta.

Com “posição no Google”, não sabemos qual é a intenção do usuário. Talvez ele só queira saber o que essa expressão significa.

Não é sempre o caso, mas palavras-chave de cauda longa tendem a ter um volume de busca mais baixo, e consequentemente, menos concorrência. Assim, elas podem ser mais fáceis de posicionar.

Como você pode usar palavras-chave de cauda longa de forma eficaz em seu conteúdo?

Você não deve inserir um monte de termos de cauda longa em seu conteúdo atual e esperar que isso funcione. O efeito pode ser exatamente o oposto do que você espera.

Dicas para adicionar palavras-chave de cauda longa ao seu conteúdo:

  • Defina os temas que você quer abordar em seu blog.
  • Insira a frase/termo mais genérico sobre cada tema em uma ferramenta de pesquisa de palavras-chave como o Ubersuggest.
  • Identifique palavras-chave de cauda longa com volume de busca alto e baixa concorrência/CPC que sejam relacionadas aos temas selecionados. 
  • Filtre suas listas de palavras-chave, deixando apenas aquelas com intenção de busca alta. Por exemplo, se você tem uma empresa de cartão de crédito e um dos seus temas for “como pedir um cartão de crédito”, uma palavra-chave de cauda longa que você pode segmentar seria “como pedir seu primeiro cartão de crédito”.
  • Escreva conteúdo relevante que responda à intenção do usuário por trás da palavra-chave selecionada.

2. Use palavras-chave nos textos alternativos para imagens

O texto alternativo é uma descrição curta de uma imagem. Ele continua sendo um fator importante para os rankings, e o MozCast declara que ele ainda tem um efeito de mais de 20% sobre os resultados. 

O texto alternativo tem três usos principais:

  1. Acessibilidade: O texto alternativo é lido em voz alta com o uso de um leitor de tela para usuários com deficiência visual. Infelizmente, 55% de todos os sites de e-commerce não cumprem os requisitos básicos de acessibilidade.
  2. Contexto: Quando uma imagem não é carregada em uma página, o texto alternativo aparece como opção para fornecer contexto aos usuários.
  3. Otimização para motores de busca: Os rastreadores de páginas de busca usam o texto alternativo para ajudá-los a indexar imagens corretamente. O Google confirmou em 2021 que o texto alternativo “continua sendo importante para o SEO.”
Dominate SEO with Google in 2022 by using alt text

Na medida em que a internet se torna mais acessível, o algoritmo do Google também adota essa tendência. Isso significa que sites acessíveis terão prioridade em relação a sites sem acessibilidade. Afinal, quanto mais acessível for um site, maior o potencial dele para tráfego.

Dicas para usar palavras-chave em textos alternativos:

  • Pense na imagem primeiro, e depois escreva a descrição.
  • Confira se sua descrição da imagem é natural. Não faça nada complexo.
  • Pense em formas de incorporar suas palavras-chave segmentadas ou secundárias no texto alternativo. Por exemplo, destaque que uma imagem é uma captura de tela do processo que seu conteúdo explicou.

3. Use palavras-chave em títulos

Quando você coloca palavras-chave em títulos, está mostrando aos motores de busca e aos usuários que seu conteúdo satisfaz a intenção que está por trás daqueles termos de busca. Assim como um índice oferece contexto para os usuários, palavras-chave em títulos oferecem contexto para os bots de páginas de busca. 

 36% dos especialistas em SEO acreditam que títulos são importantes. Mas isso não significa usar palavras-chave de forma forçada onde elas não fazem sentido.

Considere a experiência do usuário e as recomendações do Google antes de decidir onde colocar suas palavras-chave segmentadas ou variantes. O excesso de palavras-chave deve ser evitado a qualquer custo. 

Dominate SEO with Google in 2022 by using keywords in headers

Dicas para usar palavras-chave em títulos:

  • Selecione a palavra-chave segmentada em seu post para incluir nos títulos.
  • Insira a palavra-chave em uma ferramenta de pesquisa de palavras-chave para encontrar outras variações.
  • Use a palavra-chave e suas variações em seus títulos o máximo possível (sua meta deve ser pelo menos 40% dos títulos).

4. Foque em uma UX (experiência do usuário) incrível

Além das palavras-chave e do conteúdo, você precisa considerar a experiência que seus usuários vivem do início ao fim.

O Google considera muitos fatores ao posicionar seu site nos rankings, e um deles é o tempo gasto na página (tempo médio na página). Quando os usuários saem da sua página segundos após entrarem, isso indica ao Google que aquele não é o conteúdo que estão procurando.

Um elemento que afeta o tempo médio na página e as taxas de bounce é quanto tempo a página leva para carregar. Uma análise de mais de 5 milhões de páginas para computadores e dispositivos móveis constatou que o tempo médio que uma página leva para carregar completamente é de 10.3 segundos em um PC e 27,3 segundos em dispositivos móveis.

Os 5 primeiros segundos do carregamento da página têm o maior impacto sobre as taxas de conversão. Cada segundo adicional que uma página leva para carregar reduz as taxas de conversão 4,42% em média a cada tentativa. 

Dominate SEO with Google in 2022 with better UX

A experiência do usuário se tornou um fator de posicionamento tão importante para o Google que ele começou a aplicar a atualização principal de Experiência na Página em 2021.

Dicas para criar uma ótima UX:

  • Garanta que o conteúdo e as imagens respondem à intenção de busca de cada palavra-chave.
  • Inclua as informações mais relevantes no topo da página.
  • Reduza os tamanhos de imagens para melhorar os tempos de carregamento de cada página.
  • Deixe o conteúdo fácil de navegar, especialmente os artigos mais longos. Isso pode envolver adicionar um índice, ter títulos claros ou usar parágrafos curtos.
  • Remova os excessos, como conteúdos redundantes, e não use imagens ou fontes que distraiam.

5. Inclua múltiplos tipos de mídia

Existem algumas coisas que você pode fazer que beneficiam indiretamente suas posições nos rankings de busca. Uma delas é usar múltiplos tipos de mídia em seu blog.

Além das imagens, mídia também pode incluir arquivos de áudio, vídeos, ebooks e GIFs. Esses tipos de mídia são criados para gerar envolvimento, e portanto, aumentam o tempo de permanência no seu site e melhoram a experiência do usuário.

Segundo o Hubspot, vídeos são o primeiro formato de mídia mais usado na maioria das estratégias de conteúdo, superando os blogs.  Ainda, 86% dos negócios usam o vídeo marketing como ferramenta para o crescimento, e do lado dos consumidores, 84% das pessoas afirmam que assistir o vídeo de uma marca as convenceu a comprar um produto ou serviço.

O áudio também está crescendo, com o consumidor médio passando mais tempo ouvindo conteúdo. Com isso, 61% das empresas também planejam aumentar seus orçamentos de publicidade em áudio digital.

Dominate SEO with Google in 2022 with multiple media types

Encontrar formas de integrar áudios e vídeos ao seu blog pode ser excelente para melhorar a experiência do usuário e aumentar o tempo de permanência em seu site. Você pode começar incluindo pequenas gravações de áudio ou vídeos curtos que simplificam conceitos complexos em posts de blog. 

Dicas para incluir mais tipos de mídia:

  • Se ainda não tiver um, crie um canal no YouTube como outro canal de marketing onde construir um público.
  • Incorpore vídeos do YouTube com temas similares em posts de blog relevantes.
  • Inclua trechos de áudio de postcards relevantes que combinem com o seu tema.
  • Apresente dados e estatísticas, como visualizações de dados e outros gráficos personalizados.

6. Use links internos

Eu mencionei acima que o Google considera o tempo médio de permanência na página ao posicionar seu site nos rankings. Uma segunda métrica similar é o tempo de permanência em todo o seu site. Ela é mais um fator essencial para o algoritmo do Google quando se trata de posicionamento nos rankings.

Quanto mais tempo um usuário passa em seu site, mais ele avança dentro do seu funil. Adicionalmente, isso mostra aos motores de busca que seu conteúdo tem qualidade e é relevante.

Mais de 80% dos profissionais de SEO acreditam que cada post de blog deve incluir pelo menos 2-5 links internos, e você deve dedicar o mesmo tempo em suas estratégias de links internos e externos.

Os dois passos para aumentar o tempo gasto no seu site são:

  1. escrever conteúdo aprofundado e engajante;
  2. incluir links para conteúdos internos relevantes.

Ao criar links para conteúdos internos, você leva os usuários mais fundo em seu site. Isso aumenta as chances deles terem interações significativas com o seu conteúdo (ex: deixar um comentário ou compartilhar um post nas mídias sociais), o que por si beneficia suas posições nos rankings de busca.

Dicas para integrar e tirar proveito de links internos:

  • Selecionar páginas com conteúdo adicional que seja relevante ao tema pelo qual o usuário te encontrou.
  • Usar textos-âncora naturais e encorajar os usuários a clicarem para ver a próxima página.
  • Evitar usar textos-âncora genéricos como “clique aqui” ou “leia mais”. Textos-âncora mais descritivos ajudam o Google a entender como indexar sua página.
  • Como regra geral, garanta que todas as páginas mais importantes do seu site estejam a no máximo três cliques de distância da primeira página visualizada.

7. Foque em frases de palavras-chave do topo do funil

As três fases principais do funil são consciência, consideração e decisão.

Quando eu falo sobre o topo do funil, estou me referindo às frases de palavra-chave que atraem a atenção de potenciais consumidores. De fato, 95% dos profissionais do marketing criam conteúdos para suas marcas segmentando palavras-chave de topo do funil.

Conteúdos que segmentam esses termos têm o propósito de gerar “consciência” em torno de um tema. Eles atraem o leitor sem esperar que ele aja. Fazer o leitor agir é a função do resto do funil.

Como são essas palavras-chave? Palavras-chave de topo do funil tendem a responder a perguntas mais gerais sobre um assunto. Existem muitos exemplos diferentes, mas aqui está um exemplo que eu expliquei anteriormente:

Dominate SEO with Google in 2022 with top of the funnel keywords

Ao focar nessas palavras-chave, você está fazendo duas coisas:

  1. alcançando um público maior, já que esses termos tendem a ter volumes de busca mais altos.
  2. atraindo usuários mais no início do processo de pesquisa.

Dicas para selecionar palavras-chave de topo do funil:

  • Selecione termos com volume de busca mais alto e concorrência de SEO mais baixa.
  • Crie uma lista de palavras-chave adicionais relacionadas aos termos que você selecionou, refletindo outras fases da jornada do consumidor. Isso vai te ajudar a garantir que o tráfego gerado converta em leads e vendas.
  • Crie até três personas de cliente do topo do funil. Baseando-se nessas personas, você pode garantir que cada termo de consulta combine com o tipo de consumidor para quem você quer vender.

Dicas de SEO Técnico/Offpage para 2022

Apesar do SEO técnico muitas vezes ser esquecido na hora de se criar uma estratégia, ele continua sendo crucial. E não parece que o Google vá mudar isso por agora.

Aqui estão algumas dicas chave sobre SEO técnico para implementar em 2022.

1. Elimine backlinks spam

Antigamente os backlinks eram o tesouro escondido do SEO. É verdade que os backlinks ainda são um fator importante de posicionamento no Google, mas hoje a qualidade deles é mais importante do que nunca. 

Em 2021, o Google implementou outra atualização de algoritmo voltada para desvalorizar backlinks de má qualidade. Apesar de nenhum site ter sido penalizado no processo, o Google desconsiderou muitos backlinks que alguns sites estavam acostumados a usar, e isso afetou os rankings.

Ainda existem muitos sites por aí que nunca receberam tráfego orgânico do Google – de fato, isso descreve 91% de todos os sites. Isso acontece porque mais de 50% deles não têm um único backlink.

Se você é proprietário de um site, provavelmente já recebeu alguns pedidos de backlinks. Às vezes até oferecem pagar por eles. Quase sempre, esses pedidos vêm de donos de sites com uma autoridade de domínio mais baixa do que a sua, ou que estão usando práticas de SEO suspeitas.

É muito importante filtrar todos os pedidos de backlinks, assim como você faz com fontes para seus conteúdos, para garantir que eles não terão um impacto negativo sobre o seu site. Como você pode descobrir que sites têm links para você e como você se compara aos seus concorrentes? Com a minha ferramenta de verificação de backlinks. É só inserir a URL do domínio e você vai receber uma visão completa do seu perfil de backlinks:

neil patel backlinks overview for seo with google

Você também pode aumentar o nível de detalhes e ver cada site que tem links para o seu, a autoridade de domínio deles, e os textos-âncora que foram usados nos links:

neil patel backlinks for seo with google

Dicas para eliminar backlinks spam:

  • Fazer uma auditoria para ver que backlinks seu site recebe atualmente.
  • Antes de rejeitar links indesejáveis, experimente contatar os sites e pedir a remoção deles. 
  • Segundo o Google, qualquer site que oferece links de afiliados para o seu site precisa identificar o link. Assim, lembre-se de pedir aos seus afiliados para usarem a tag HTML correta.

2. Construa sua marca

Desde o final dos anos 2000, o Google tem enfatizado cada vez mais as marcas. Mais especificamente, ele procura sinais de marcas como uma forma de eliminar desinformação para fornecer resultados mais confiáveis para cada busca. Isso faz das marcas um elemento crucial para os rankings.

Eu mesmo tive um aumento enorme no meu tráfego em 2016, graças a um único fator: o crescimento da minha marca.

neilpatel.com monthly organic traffic for seo with google

Quando uma marca tem uma representação consistente em todas as suas plataformas, sua receita pode crescer até 23%. O branding também facilita apresentar seus valores e aumentar a lealdade dos consumidores. 89% dos consumidores estão dispostos a se manterem fiéis a marcas que representam os valores deles.

Com o estabelecimento e crescimento da sua marca, você vai começar a receber mais tráfego com termos que não incluem a sua marca, além dos termos da marca. É por isso que eu tenho milhões de visualizações orgânicas todos os meses!

Dicas para aumentar sua marca:

  • Descobrir que plataformas sociais seu público-alvo usa e adaptar sua estratégia com base nisso! 82% dos americanos usam redes sociais, e portanto, você precisa ficar confortável para usá-las para promover sua marca. 
  • Considere firmar uma parceria com uma marca complementar. Por exemplo, a Lego e a IKEA (uma grande rede de móveis e decoração) fizeram uma parceria que beneficia ambas. Faça contato com marcas cujos produtos ou serviços complementam a sua marca e veja se vocês podem trabalhar juntos.
  • Ao planejar sua campanha de reconhecimento de marca, lembre-se de destacar a personalidade, a história e os valores da sua marca. Não fale apenas sobre o que você vende. Isso vai ressoar melhor com o seu público-alvo!

3. Crie liderança de pensamento e conteúdo estratégico

Quando você já tiver conteúdo sólido, de alicerce (ex. conteúdo que segmenta palavras-chave relevantes), vai ser a hora de pensar mais estrategicamente. Mais do que um site informativo, você quer ter um site de autoridade. Você pode conquistar isso com liderança de pensamento e conteúdo estratégico. 

De fato, 54% dos tomadores de decisões declaram que passam mais do que uma hora por semana lendo conteúdos de liderança de pensamento relevantes para os negócios deles. Ao mesmo tempo, 71% deles dizem que menos da metade do que leem realmente oferece insights valiosos.

Isso significa que ainda há oportunidades enormes nesse tipo de conteúdo. Você precisa olhar para o futuro e responder a perguntas que ainda não foram feitas. Você deve falar diretamente com líderes da indústria e especialistas, indo além do estado atual das coisas.

Apesar desse tipo de conteúdo exigir mais tempo e esforço para criar, isso vale a pena. Quando você cria conteúdo que outras marcas admiram, isso faz sua marca crescer e aumenta seu perfil de backlinks.

Dicas para criar liderança de pensamento e conteúdo mais estratégico: 

  • Procure tendências que indiquem como seu nicho vai evoluir nos próximos 5 a 10 anos e faça conteúdo sobre elas.
  • Pense sobre perguntas frequentes em seu nicho que podem ser respondidas com dados. Identifique temas para os quais você tem a capacidade e cursos para fornecer dados relevantes.
  • Faça pesquisas internas ou externas e crie conteúdo que destaque suas conclusões. Isso vai te ajudar a se estabelecer como líder em sua indústria, o que pode levar a mais oportunidades de backlinks de sites que citam seu conteúdo.
  • Crie alertas do Google para se manter atualizado sobre notícias e eventos que afetam seu nicho. Seja um dos primeiros a escrever e apresentar suas opiniões sobre esses temas, baseando-se em insights valiosos.

4. Diversifique seu perfil de backlinks

O que significa diversificar seu perfil de backlinks? Em poucas palavras, você deve ter o máximo de links do máximo de sites. 

Um estudo do Ahrefs que analisou mais de 1 bilhão de páginas constatou que 66,31% delas tinham zero domínios de referência, e 26,29% delas tinham apenas entre 1 e 3 domínios de referência. Menos de 0,1% dos sites tinham mais de 100 domínios de referência, o que é bem iluminador.

Ao obter backlinks, você precisa garantir que os textos-âncora utilizados sejam variados. Aqui estão alguns exemplos de variações:

Meu verificador de backlinks é uma forma excelente de obter esses dados, como expliquei na seção anterior: 

Dominate SEO with Google in 2022 with a better backlink profile

Dicas para diversificar seu perfil de links:

  • Tente obter links de diretórios e outras listas de recursos como forma de diversificar seus links.
  • Faça contato com sites que são uma combinação natural com a sua marca. Peça que criem links para você, e vice-versa.
  • Faça relatórios de backlinks sobre seus concorrentes e verifique onde eles obtêm links. Contate aqueles sites ou sites similares para pedir links para o seu.

5. Use experts para melhorar seu score EAT

EAT (expertise, authority and trust) significa expertise, autoridade e confiança.

O score EAT é um dos fatores mais importantes na hora de determinar a qualidade de uma página. Você não precisa ser um especialista ou autoridade em todos os assuntos que aborda, mas deve agir de forma similar para criar conteúdos com scores EAT altos.

47% dos compradores geralmente leem três a cinco conteúdos antes de interagir com um vendedor. Se conectar a especialistas ou fazer conteúdos similares aos deles aumenta a probabilidade de um comprador interagir com o seu conteúdo antes de seguir para o próximo passo.

Independente de você criar ou não conteúdo de liderança de pensamento, você ainda pode se referir a experts para obter ajuda. Entrevistas são a melhor opção, mas essa não é a única forma de “pegar autoridade emprestada”.

Você também pode incluir links para entrevistas feitas por outros criadores de conteúdo, inserir citações de especialistas em seus posts ou destacar outros conteúdos, como vídeos, podcasts ou infográficos.

Dicas sobre como usar especialistas para melhorar seu score EAT: 

  • Encontre experts através de diretórios profissionais como publicações especializadas, buscas no LinkedIn ou grupos relacionados no Facebook.
  • Confira se o especialista em quem você focou é a escolha certa para o seu público-alvo.
  • Se seu especialista não tiver muito tempo, seja flexível na hora de trabalhar com ele. Isso pode envolver pedir que ele revise seu conteúdo e dar crédito a ele em sua página, por exemplo.

Práticas de SEO negativas para evitar em 2022

Agora que você já viu as formas mais importantes de dominar o Google com as melhores estratégias de SEO para 2022, vamos focar em algumas coisas que você precisa evitar. 

Não mudou muita coisa, mas todas essas práticas podem ter um efeito negativo sobre as suas posições nos rankings de busca. 

1. Excesso de palavras-chave

O excesso de palavras-chave envolve inserir o máximo de palavras-chave, diretas e relacionadas, em um conteúdo. A ideia é que quanto mais palavras-chave um artigo tiver, mais relevante será o conteúdo, e mais alta será a posição dele nos rankings. Mas a verdade é o contrário. 

Quando uma palavra-chave aparece com frequência excessiva em uma página, ela será marcada como spam pelos bots de rastreamento do Google. Isso vai afetar os rankings negativamente.

A forma mais fácil de evitar isso é manter a densidade de palavras-chave em 2%. Isso se aplica à palavra-chave principal e também às secundárias.

2. Canibalismo de palavras-chave

O canibalismo de palavras-chave acontece quando duas ou mais páginas no seu site segmentam a mesma palavra-chave principal. Isso é comum em sites mais novos, onde o proprietário às vezes acha que é melhor dividir conteúdos longos em várias seções para criar mais páginas.

Por exemplo: se a palavra-chave segmentada for “merengue” e ele criar um post sobre “Como fazer o merengue perfeito” e outro sobre “Erros comuns na hora de fazer merengue”. Para evitar o canibalismo, é melhor criar um post maior que inclua ambos os títulos como subtítulos H2. Isso é conhecido como conteúdo pilar.

3. Conteúdo duplicado

O conteúdo duplicado é mais ou menos relacionado ao canibalismo de palavras-chave.

Conteúdos duplicados são blocos substanciais de conteúdo que são parecidos ou iguais a outros conteúdos no site ou na internet. O segundo caso também é conhecido como plágio.

Para evitar que o Google marque conteúdo em seu site como duplicado, use as dicas a seguir:

  • Crie redirecionamentos 301.
  • Use uma estrutura de URL consistente.
  • Use domínios de primeiro nível.
  • Use a tag noindex em conteúdos distribuídos para outros sites.

4. Texto-âncora de correspondência exata

Assim como o excesso de palavras-chave, você não quer que frases de texto-âncora de correspondência exata apareçam muito frequentemente em seu conteúdo. Porque? Porque isso envia um sinal claro para os motores de busca que você está tentando manipular os rankings.

Para evitar essa prática, primeiro você terá que determinar o estado atual (ex: correspondência parcial ou exata) de todos os links que foram criados para o seu site. Você pode fazer isso usando o Ahrefs’ Site Explorer:

ahrefs anchors for seo with google

A meta é que apenas 10 a 20% de todos os sites de referência tenham links com correspondência exata ou parcial.

Se você não está gerando links ativamente, há pouco risco de sofrer com esse problema. No entanto, é bom monitorar seu portfólio de backlinks regularmente.

5. Geração de links spam

Já falamos um pouco sobre isso, mas vale a pena repetir. Existe um jeito certo e um jeito errado de obter backlinks.

Existem alguns problemas óbvios, como diretórios de links, comentários em blogs, links pagos e esquemas de links. Você deve também reavaliar seu relacionamento  com qualquer domínio de referência. Eles adotam boas práticas de links? Usam somente táticas de SEO white hat? As respostas a essas perguntas significam muita coisa na hora de decidir se continuar aquele relacionamento vai ser benéfico ou prejudicial ao seu perfil de links.

Perguntas frequentes sobre SEO no Google

O SEO do Google é gratuito?

Os resultados de busca do Google são gratuitos. Posições nos rankings de busca são baseadas no algoritmo do Google, e ninguém pode pagar por uma posição melhor.

Quanto tempo vou levar para otimizar meu site para o Google?

Supondo que você adote todas as práticas mais comuns descritas no artigo acima, implementar todas as otimizações em seu site pode ser demorado. O tempo vai depender do tamanho do seu site e da sua equipe. Já quanto ao tempo necessário para começar a ver resultados orgânicos, o consenso é 4 a 6 meses.

Como posso dominar os resultados de busca em 2022 através do SEO?

A chave para qualquer estratégia de SEO de sucesso é focar em técnicas white hat com resultados comprovados. Todas elas foram descritas neste artigo.

Podemos esperar alguma grande atualização de algoritmo do Google para 2022?

O Google lança milhares de atualizações de algoritmos todos os anos. Quanto a grandes atualizações, uma que podemos esperar no início de 2022 é a adição de sinais de posicionamento de página à busca em computadores. Isso deve ter sido implementado até março de 2022. 

Conclusão: Dominando o SEO com o Google

Por mais que as coisas mudem quando se trata do algoritmo do Google e do SEO, uma coisa permanece constante: conteúdo relevante e de qualidade é sempre um bom começo. 

No entanto, ao implementar as 12 práticas de SEO on-page e SEO técnico listadas acima, você com certeza vai dominar o SEO com o Google em 2022. Porque? Porque essas técnicas te ajudam a melhorar seu conteúdo tanto para usuários quanto para bots de busca, garantindo uma experiência simples e engajante. 

Quais das técnicas acima você vai implementar primeiro em seu site? 

Compartilhe