Neil Patel

Espero que você goste desse artigo. Se você quer que meu time faça o seu marketing, clique aqui.

O que é melhor, incorporar vídeos ou incluir links para eles?

Incorporar vídeos ou incluir links

O vídeo é uma ferramenta de marketing poderosa. Ele pode direcionar tráfego, leads, e o mais importante, receita. De fato, 78% dos profissionais de marketing que usam vídeo declaram que ele aumenta as vendas diretamente

Atualmente, existem duas formas de colocar vídeos em suas landing pages ou sites: links e vídeos incorporados (embedding). Ambas te ajudam a se beneficiar do poder do marketing de vídeo, mas elas podem ter impactos diferentes na visibilidade do seu conteúdo em vídeo nas buscas.

Que método você deve utilizar? Esse artigo vai comparar os prós e contras de incorporar vídeos ou inserir apenas os links em seu site, e os benefícios de SEO de cada opção.

O que é melhor: incorporar vídeos ou incluir links para eles?

Vamos discutir as diferenças entre incorporar vídeos e usar links.

Um vídeo inserido na página permite que você “pegue o vídeo emprestado” de outra plataforma. Seus visitantes podem assistir o vídeo em seu site, sem sair da página atual.

Em contraste, inserir um link para o vídeo compartilha a URL dele. Quando os leitores clicam no link, são redirecionados à página onde o vídeo está hospedado.

Se você quiser incluir vídeos em um site, a melhor opção é incorporar os vídeos.

No decorrer deste artigo vamos entender os motivos para isso. Mas primeiro, vamos ver o que exatamente significa incorporar vídeos e inserir link para um vídeo.  

O que significa incorporar um vídeo?

Um vídeo incorporado puxa o conteúdo da plataforma original.

Por exemplo, o vídeo está hospedado no YouTube, mas os visitantes do seu site podem assisti-lo em sua página.

Você provavelmente já viu vídeos incorporados por aí. Veja, por exemplo, esse vídeo do blog de beleza “Into the Gloss”. Visitantes podem assistir o vídeo do YouTube dentro do post, sem sair do blog. 

Exemplo de vídeo incorporado

Vídeos incorporados mantêm os visitantes em sua página, o que é ideal para landing pages ou posts de blog em que você quer compartilhar informações, mas evitar perder o usuário para outra página. 

O que significa incluir um link para um vídeo?

O link para vídeo é uma URL que você pode colar em sua landing page ou site, ou enviar diretamente via email ou mensagem de texto.

Por exemplo, aqui está a URL encurtada para o meu vídeo “Como o Marketing Digital Vai Mudar em 2022”: How Digital Marketing Will Change in 2022 

Ao clicar no link, você é redirecionado para a landing page do vídeo no YouTube. Aqui está o mesmo vídeo, incorporado em um post de blog: 

Resumindo, clicar na URL tira o usuário da sua página e o leva à plataforma onde o vídeo está hospedado. As pessoas também podem copiar e colar URLs com facilidade para enviar a amigos ou inserir em posts nas mídias sociais.

Prós e contras da incorporação de vídeos

Pela perspectiva do usuário e do SEO, incorporar vídeos é a opção ideal. No entanto, isso envolve alguns prós e contras. 

Pró: otimizar para visualização online 

Para quem não tem conhecimentos técnicos avançados, é fácil minimizar o efeito de um código de incorporação de vídeo. No entanto, um código de incorporação otimiza o vídeo para visualização online em sua landing page.

Vamos examinar o código de incorporação de um dos meus vídeos. 

Incorporação de vídeo

Ao modificar o código de incorporação, posso alterar a largura, altura, tamanho da moldura, e outros elementos do vídeo para a melhor visualização possível nas minhas landing pages.

Sim, aprender a fazer isso pode exigir alguma leitura de quem nunca fez programação. Mas a maioria dos sites, como o Youtube, facilita bastante a tarefa de ajustar vídeos.

Pró: selecionar o momento de início 

Hoje em dia, os usuários querem informações o mais rápido possível. Com vídeos incorporados, você pode personalizar o momento de início do vídeo e redirecionar usuários para a parte relevante do conteúdo.

Incorporação de vídeo

Contra: Controle limitado 

Vídeos que violam os termos e condições do YouTube podem ser suspensos. A boa notícia é que, se você não violar nenhuma regra, não vai precisar se preocupar com as consequências. 

Mas se o vídeo for removido, sua página vai mostrar a tela de vídeo removido. 

Contras: Anúncios

Empresas que têm receita através de suas contas do YouTube AdSense podem encontrar anúncios em seus vídeos incorporados. Segundo o Google, não há uma forma de desligar anúncios somente para vídeos incorporados. A única opção é desligar os anúncios em geral.

Uma alternativa é hospedar vídeos no Vimeo para oferecer uma experiência ininterrupta e sem anúncios. 

Contra: Opções de personalização limitadas

 Como na maioria dos vídeos em sua plataforma de preferência você não poderá alterar o reprodutor de vídeo ou o design da miniatura, uma solução indicada é usar JavaScript para personalizar a estética do reprodutor de vídeo.

Prós e contras de links de vídeo

Incluir links de vídeos é a opção menos desejável, mas vem com algumas vantagens e desvantagens que vale a pena considerar.

Pró: Mais fácil de compartilhar 

Incluir links para vídeos facilita aos leitores copiar a URL e compartilhá-la em suas redes. Isso é particularmente verdadeiro para usuários de dispositivos móveis que mandam URLs por chats ou email. 

Pró: Divulgue seu canal 

Clicar em seu link de vídeo redireciona usuários para seu canal no YouTube. Apesar de parecer trabalhosa, essa ação expõe os leitores ao seu outro conteúdo em vídeo. Eles também podem clicar no botão de inscrição para receberem atualizações regulares sobre o seu conteúdo.

Contra: Menos conveniente 

Redirecionar usuários à página da plataforma de hospedagem de vídeo pode levar tempo. Carregamentos lentos podem levar os leitores a desistirem do seu conteúdo e saírem do seu site.

Contra: Menor visibilidade na busca 

Ao contrário dos vídeos incorporados, links de vídeo provavelmente não vão aparecer em resultados de busca. Assim, visitantes que preferem conteúdo em vídeo podem ir para os seus concorrentes.

Contra: Potenciais clientes deixam seu site

Incluir links direciona potenciais clientes para o seu canal no YouTube. No entanto, eles também serão expostos a distrações na forma de recomendações para outros vídeos. Se eles saírem da sua página, podem não voltar. 

O que é melhor para SEO, vídeos incorporados ou links de vídeo?

Além das vantagens acima, os vídeos incorporados são melhores para SEO. Aqui estão algumas razões pelas quais você deve incorporar seus vídeos:  

1. Mais capacidade de busca

Vídeos incorporados aumentam a capacidade de busca do seu conteúdo no Google. Como exemplo, vou me referir ao meu guia sobre marketing do YouTube

Dentro do artigo, você vai encontrar meu vídeo “Como hackear o YouTube.”

Vídeo do Youtube de Neil Patel

Agora vamos fazer uma busca rápida pelo meu guia de marketing do YouTube no Google. Você vai encontrá-lo na primeira página dos resultados. Há também uma seção dedicada a outros conteúdos em vídeo. 

Página de resultados do Google

Se você clicar na seção de vídeo, vai ver meu guia de marketing do YouTube mais uma vez, quase no topo dos resultados. 

Topo de resultados de pesquisa do Google

A conclusão aqui é: vídeos incorporados permitem que você melhore a capacidade de busca do seu vídeo no Google.

Muitos usuários também usam a aba de resultados em vídeo para ver vídeos ao invés de posts de blog. Eles podem preferir guias sobre como fazer alguma coisa ou instruções sobre como montar um produto em vídeo ao invés de blogs.

Como resultado, vídeos incorporados ajudam a aumentar o tráfego e atrair mais consumidores.

2. Aumentar o tempo médio passado no site

Um vídeo incorporado pode encorajar visitantes a ficarem mais tempo em seu site.

74% dos participantes de uma pesquisa do Databox acreditam que vídeos são mais eficazes na geração de leads do que posts de blog.

Veteranos do marketing sabem que aumentar o tempo médio gasto em sua landing page vai impulsionar indiretamente seu SEO. 

3. Miniaturas em vídeo aumentam o reconhecimento de marca

Quando você incorpora um vídeo, os leitores também vêem a miniatura do vídeo.

Isso pode ajudar a melhorar o reconhecimento de marca e divulgar indiretamente o seu canal. Leitores ou assinantes atuais também podem ser motivados a clicar em links para seus vídeos quando virem suas miniaturas nos resultados de busca ou dentro de uma plataforma de hospedagem de vídeo.

Por exemplo, a maioria das miniaturas para os meus vídeos têm o meu nome e o meu rosto. Eu uso a cor laranja, assim como no meu site, para que profissionais de marketing encontrem meu conteúdo com facilidade.

Modelos de miniaturas de Neil Patel

Como incorporar um vídeo

A essa altura, você deve estar pronto para experimentar a incorporação de vídeo. Aqui está um guia passo-a-passo de como fazer isso. 

A maioria das plataformas de vídeo têm uma opção de incorporação de vídeo. Esse guia foca em como incorporar vídeos do YouTube, uma das plataformas de vídeo mais populares.

Primeiro, clique no botão Compartilhar:

Incorporar vídeos no Youtube
Incorporar vídeos no Youtube

Next, click embed. Em seguida clique em Incorporar:

A seguir, copie o código de incorporação no canto direito:

Incorporar vídeo com o código

Você também tem a possibilidade de ativar as opções de incorporação. Você pode começar o vídeo em um certo ponto, ativar a exibição de controles do reprodutor de vídeo ou ativar o modo de privacidade extra: 

Vá ao seu site e cole o código de incorporação.

Nesse exemplo, eu colei o código de incorporação no WordPress e a plataforma automaticamente integrou meu vídeo ao painel. Se isso não acontecer, clique na opção “Editor de Código” na barra lateral direita:

Exemplo de código de incorporação no WordPress

Aqui está uma previsão de como o vídeo fica em um site de WordPress simulado:

embed video - preview

Melhores práticas para vídeos

Eu já incorporei muitos vídeos pelo meu site, e posso afirmar que você terá resultados melhores se seguir as melhores práticas para a incorporação de vídeos. 

Aqui estão elas: 

1. Considere a localização

Pense no propósito do seu vídeo dentro do contexto da sua landing page ou site.

Um vídeo para atrair leitores pode ser colocado no topo da landing page. No entanto, um vídeo incluído dentro de uma subseção ou de um post de blog pode dar mais embasamento à sua mensagem.

Por exemplo: meu guia de vídeo marketing tem uma seção discutindo o storytelling. Eu adicionei meu vídeo sobre storytelling para fornecer dados mais aprofundados nessa seção.

Considere a localização

Uma alternativa é criar um vídeo “hero” ao invés do fundo de imagem mais comum. Assim como nos vídeos do YouTube, quando o cursor parar sobre a miniatura, uma seção do vídeo começa a passar, sem som. Isso pode encorajar as pessoas a clicarem em seu vídeo.

Aqui está um exemplo de um vídeo “hero” da Volvo, que divulga os novos caminhões deles: 

Volvo Trucks – The Epic Split feat. Van Damme (Live Test) 

2. Seja breve 

Dois minutos é a extensão ideal para um vídeo, segundo o Wistia. Na medida em que a extensão do vídeo aumenta, o envolvimento diminui gradualmente.

Seja breve em seus vídeos

Uma regra de ouro é criar vídeos curtos e concisos. Os usuários provavelmente não terão paciência para terminar vídeos longos (apesar de vídeos longos funcionarem bem para guias detalhados). Tenha o assunto em mente na hora de decidir a extensão de um vídeo. 

3. Selecione uma miniatura que chame a atenção

A miniatura é a primeira coisa que os usuários veem antes de assistir o vídeo.

Coloque elementos da sua marca, como o logo, as cores ou o nome da marca para deixar o vídeo instantaneamente reconhecível. Dessa maneira, assinantes e consumidores serão atraídos pelos seus vídeos, seja nas plataformas de vídeo ou nas páginas de busca.

Minhas miniaturas de vídeo geralmente incluem minha foto profissional e um título atraente em negrito e maiúsculas. Eu sempre uso uma miniatura similar para fazer minha marca pessoal e meus vídeos se destacarem entre os outros. 

Use miniaturas que chamem a atenção

Como criar links e otimizar textos-âncora para vídeos em links 

Criar links para vídeos é fácil, e você já deve ter feito isso muitas vezes.

O processo envolve a criação de um texto-âncora.

O texto-âncora é um texto com um link. Isso geralmente envolve o link de destino e o texto clicável.

O código fica assim:

<a href=”neilpatel.com”>NeilPatel.com</a>

Você pode inserir links para vídeos em qualquer plataforma, mas vamos usar o WordPress como exemplo.

Primeiro, digite a palavra-chave relevante onde você vai colocar o link do vídeo.

Pressione Ctrl + K (usuários do Windows) ou Command + K (usuários de Mac) e insira o link. 

Criação de links para vídeos

Recomendo ativar a opção “abrir em nova aba”, para que os usuários possam voltar ao seu site trocando de aba. 

Criação de links para vídeos

É isso, está pronto!

Veja como ficou: 

Embed videos - the difference between ranking on Google vs YouTube

Se quiser ver o texto-âncora, é só selecionar “editar como opção de HTML”.

Criação de links para vídeos

Agora você poderá ver o código do texto-âncora. 

Embed videos - HTML codeLembre-se que o texto-âncora deve descrever o link corretamente para que os usuários saibam no que vão clicar. 

Conclusão

Se quiser incorporar ou criar links para vídeos, lembre-se das vantagens e desvantagens de cada método. Na maioria dos casos, você deve incorporar os vídeos.

Incorporar vídeos ajuda a melhorar o SEO de vídeo e a capacidade de descoberta de seu conteúdo em vídeo. Mas não faz mal criar links para vídeos ocasionalmente, especialmente para conteúdo externo. 

Como você vai adicionar vídeos à sua landing page ou site? Você acha que os prós de incorporar vídeos compensam os contras?

Compartilhe