Neil Patel

Espero que você goste desse artigo. Se você quer que meu time faça o seu marketing, clique aqui.

45 Mitos do Marketing de Conteúdo que São Recomendados

content marketing best practices myths

 

Mesmo que marketing de conteúdo não seja algo relativamente novo, ainda existem muitos equívocos relacionados às táticas recomendadas na indústria e o que de fato é marketing de conteúdo.

Eu quero pegar cada um destes mitos do marketing de conteúdo e desconstruí-los.

Tudo desde alegações de que o marketing de conteúdo se baseia somente no trabalho com blogs até uma análise de preço para saber se vídeos são muito caros para produzir um retorno sobre investimento.

Visto que 50% dos profissionais da área têm dito que irão aumentar seus orçamentos de marketing de conteúdo para o próximo ano, é importante que sua empresa não seja deixada para trás.

IncOrDecBudget

Vamos examinar a importância do marketing de conteúdo para o seu negócio e desconstruir estes mitos do marketing.

1. Marketing de conteúdo não combina com o meu nicho

Não existe nicho algum que não possa se beneficiar do marketing de conteúdo. Estou falando sério. Ele pode beneficiar qualquer nicho, seja a área de encanamento, livrarias ou as próprias empresas de marketing de conteúdo.

Não importa qual seja o seu nicho, é possível se beneficiar. Não caia neste mito, pois pode prejudicar o seu negócio.

2. Marketing de conteúdo é muito caro

Caso esteja gastando demais ou gastando sem planejamento, é possível que este mito do marketing seja real para você.

Contudo, desde que você tenha um plano e um orçamento, o marketing de conteúdo não sairá muito caro.

A maior parte das empresas gasta em torno 1% a 25% de seus orçamentos de marketing em marketing de conteúdo.

Considerando todas vantagens que proporciona, é uma pequena porcentagem do orçamento total.

PercentOfBudget

Seu marketing de conteúdo pode gerar um ROI incrível quando investido nos lugares corretos.

Sua finalidade é fazer com que seu nome e marca seja exibido para as pessoas que podem estar interessadas em se tornarem seus clientes.

E que empresa não gostaria de ter mais clientes?

Sim, pode ser um problema ter um orçamento para marketing de conteúdo muito alto, mas se sua empresa está crescendo e ganhando mais clientes, não há como dizer que está gastando demais.

3. Marketing de conteúdo é gratuito

**Leia o tópico anterior.

Marketing de conteúdo não é gratuito.

Você pode fazer muita coisa com um orçamento minúsculo, mas ele não é de forma alguma gratuito.

Caso queira que seu marketing de conteúdo funcione, não se pode alcançar isso apenas com alguém postando no Facebook e no Instagram. Ele vai muito além das redes sociais.

CMTacticsUsed

É necessário pagar para alguém criar seu planejamento de marketing de conteúdo, gerenciar suas contas nas redes sociais, criar um newsletter de email e realizar muitas outras tarefas.

Ele não é gratuito, mas também não irá esgotar sua conta no banco.

4. As pessoas não leem

As pessoas leem sim! Mais do que nunca, elas têm lido coisas que as interessam.

Quando elas têm uma dúvida, procuram online pela resposta.

Então, por que eles não deveriam encontrá-la no seu site?

ReadtoResearch

Talvez elas não estejam lendo livros, mas pense um pouco sobre o quanto você lê diariamente.

Falo de coisas como artigos online, postagens em blogs, emails, publicações em redes sociais, links que encontra nestas redes, notícias e muito mais.

O conteúdo está em todo lugar.

As pessoas podem não ler todo o artigo, mas se os interessa, irão ler pelo menos uma parte dele.

Elas são ocupadas, então não dá para postar vários conteúdos no seu blog e esperar que leiam tudo.

Além disso, elas querem conteúdo de qualidade, por isso, irão ignorar conteúdo que não as interesse ou que não sejam informativos.

5. Estratégias de marketing de conteúdo não funcionam

Claro que funcionam! Se as desenvolver corretamente, é óbvio que irão funcionar.

Alguns profissionais de marketing de conteúdo pensam que ter estratégias demais fará com que sua marca perca autenticidade.

Autenticidade é muito importante, mas independe de você ter ou não uma estratégia.

BrandTrust

Por outro lado, marketing de conteúdo sem uma estratégia se resumirá apenas a postagens aleatórias nas redes sociais ou em blogs que não atraem nenhum tráfego ou clientes.

Ou seja, é como esperar que os resultados caiam do céu.

Para desenvolver um marketing de conteúdo realmente bem-sucedido, realize curação de conteúdo em uma marca que é interessante e descubra como encontrar mais clientes.

Com isso em mente, saiba que uma estratégia de marketing de conteúdo é muito importante.

6. É difícil encontrar recursos para marketing de conteúdo

Existem muitos recursos lá fora para compreender e desenvolver uma estratégia de marketing de conteúdo.

Veja só todos estes artigos úteis categorizando recursos de marketing de conteúdo para você.

CMResources

Não há desculpa para não utilizar marketing de conteúdo.

Caso precise de alguém para lhe ajudar a gerenciar suas redes sociais, pode contratar alguém pela Fiverr, UpWork ou Elance.

Se precisa que suas postagens em redes sociais sejam agendadas antecipadamente, existem softwares para isso. Você pode até mesmo utilizar o Hootsuite ou o Buffer gratuitamente ou através de uma pequena taxa de associação.

Ou, caso queira aprender mais sobre marketing de conteúdo, pode ler artigos no meu site ou no Content Marketing Institute.

Também pode contratar um freelancer ou um especialista em marketing de conteúdo para lhe ajudar a planejar sua própria estratégia.

Além disso, para gerenciar seu email marketing, pode usar o MailChimp para guardar suas listas de email e agendar postagens.

Agora, caso necessite de um site, pode utilizar o WordPress ou o Squarespace.

Existem tantos recursos, disponíveis, sendo a grande parte gratuita, logo, não há desculpa para pensar que você não pode aprender como realizar seu próprio marketing de conteúdo.

É possível encontrar as ferramentas e recursos que funcionam melhor para o seu negócio e criar uma estratégia eficaz sem gastar muito dinheiro.

7. O ROI no marketing de conteúdo é imprevisível

Se você criou uma boa estratégia de marketing de conteúdo, terá um bom retorno sobre o investimento.

Aqueles que dizem que o marketing de conteúdo tem um ROI baixo provavelmente não sabem como medi-lo, e não estão sozinhos nisso — 60% dos empreendedores de pequenos negócios têm dificuldades para medir o ROI.

TrackingROI

Aqueles que dizem que não há como ser bem-sucedido através do marketing de conteúdo ou que não veem retorno em seus investimentos não estão trabalhando corretamente.

Provavelmente não tinham um planejamento, não sabiam a voz da marca e não tinham noção de quais clientes estavam focando.

Sem um plano não há como o marketing de conteúdo ser eficaz.

Quando se tem um planejamento e objetivos definidos para o marketing de conteúdo, os resultados são garantidos.

Além disso, é possível que eles também são saibam como medir o sucesso de suas estratégias ou não saibam quais táticas são mais eficazes.

EffectivenessofTactics

Se você não sabe quais métricas analisar ou como estas métricas devem ser para demonstrar sucesso, não há como saber se de fato conseguiu um bom retorno sobre investimento do seu marketing de conteúdo.

Por exemplo, caso consiga 100 novos seguidores no seu primeiro mês, esse é um bom ROI para o marketing de conteúdo da sua empresa?

O quanto você gastou no marketing de conteúdo? Quantos negócios novos adquiriu com estes novos seguidores?

Se não sabe as respostas para estas perguntas, não saberá se gerou um bom ROI.

Defina objetivos para si mesmo, saiba que métricas analisar e o que você deseja. É assim que se descobre a eficácia do seu marketing de conteúdo.

8. Verei resultados nos primeiros dias ou meses com o marketing de conteúdo

Dificilmente você verá grandes retornos, sucessos ou resultados do seu marketing de conteúdo nos primeiros dias ou meses da sua estratégia.

É preciso paciência com o marketing de conteúdo, e medir sua eficácia e ROI é algo complicado para muitos profissionais.

TopChallenges

Você deve observar o crescimento da sua marca ao longo do tempo. Existe um crescimento gradual com o passar dos meses ou anos?

Se sim, o seu marketing de conteúdo tem sido bem-sucedido.

O crescimento de marca resultante do marketing de conteúdo será lento e progressivo, então não espere ver muitas grandes mudanças repentinamente.

Podem haver meses em que você poste um artigo que viralize ou poste algo popular nas redes sociais, mas estes meses esporádicos de grande crescimento são incomuns.

Seja paciente ao começar a trabalhar com marketing de conteúdo e observe seu crescimento ao longo do tempo.

9. Não posso competir dentro do meu nicho

Alguns nichos são mais competitivos que outros. Isso é um fato.

No entanto, estar em um nicho competitivo não significa que você não tem uma chance.

Estude o que os seus concorrentes têm feito corretamente e imite isso, assim como analise o que estão fazendo errado e não cometa os mesmos erros.

Tudo o que você precisa fazer é produzir mais conteúdo com mais qualidade do que eles.

PostMoreBlogs

Ao entrar em um nicho competitivo, analise os concorrentes existentes para ter uma ideia de como eles trabalham.

Se inspire nas melhores ideias dos seus concorrentes e as coloque em prática. Há vantagens em trabalhar em um nicho competitivo.

Alguns nichos competitivos têm um grande líder que domina todo o mercado, enquanto outros têm vários concorrentes medianos.

De qualquer forma, entrar em um mercado competitivo pode ser mais difícil, mas não é impossível.

Um ótimo plano de marketing de conteúdo facilitará competir neste nicho.

10. Vídeos são muito caros

Vídeos são uma das muitas ferramentas e mídias importantes que você deve utilizar ao criar uma estratégia de marketing de conteúdo.

Seu marketing de conteúdo deve incluir vídeos pois eles têm se tornado uma mídia muito popular. 48% dos profissionais de marketing de conteúdo têm planejado adicionar o YouTube à sua lista canais ativos para o próximo ano.

YouTube

Ao invés de ler informações, as pessoas querem assistir um vídeo.

Isso é um fato para conteúdos como tutoriais ou qualquer outra coisa que combine bem com mídias visuais.

Algumas pessoas têm medo de se arriscarem com vídeos porque pensam ser caro demais, mas isso é um mito do marketing.

A produção do seu vídeo não precisa ser muito cara ou exagerada. Muitas empresas gravam seus vídeos em celulares, editando um pouco para então os postar online.

Não é necessário investir em uma câmera e equipamentos de iluminação, ou até mesmo em um software de edição para pós-produção.

Está tudo bem em criar vídeos de baixo orçamento.

Caso realmente queira investir nestes itens, pense no seu ROI. Seus vídeos podem atrair mais leads e clientes do que uma postagem de blog.

Ou seja, mesmo que seus vídeos custem mais, seu ROI será maior.

11. Postar aleatoriamente nas redes sociais conta como uma estratégia

Ter uma página no Facebook e postar uma vez por mês não conta como marketing de conteúdo.

Mesmo que você tenha uma conta no Facebook, Twitter, Instagram e Snapchat, postar nelas não é marketing de conteúdo.

Postar nas redes sociais faz parte do marketing de conteúdo, mas não se resume a isso.

É importante que suas contas nas redes sociais e marketing de conteúdo tenham objetivos, métricas e personalidade de marca.

Além disso, saiba que as redes sociais não estão morrendo: o consumo de conteúdo no Facebook cresceu em 57%.

ConsumptionOnFacebook

Postar sem planejamento ou postar a mesma coisa em vários canais dificilmente irá atrair os clientes e seguidores que você deseja.

Defina seus objetivos e crie uma estratégia que alcance estes resultados, dessa forma, poderá a começar a postar com um plano.

Isso que é marketing de conteúdo.

12. Compartilhamentos = sucesso

O número de pessoas que curtem ou compartilham sua postagem não indicam necessariamente sucesso.

As métricas utilizadas para medir sucesso são muitos importantes caso você queira saber se sua estratégia de marketing de conteúdo está funcionando ou não.

E elas podem ser muito mais do que compartilhamentos ou curtidas.

A maioria dos profissionais de marketing B2C utilizam métricas como vendas, taxas de conversão e tráfego do site para medir o sucesso do marketing de conteúdo.

MetricsUsed

Afinal, os leitores e clientes navegando nas redes sociais podem curtir uma postagem do seu blog ou até mesmo compartilhar uma publicação sem ler a postagem.

Assim como aqueles que compartilharam ou curtiram o seu conteúdo podem não ser os seus clientes. Pode ser que eles só tenham gostado do título ou da imagem.

Ou seja, curtidas e compartilhamentos não necessariamente se transformam em vendas.

Se certifique de estar utilizando as métricas corretas para medir o sucesso do seu marketing de conteúdo — não apenas o número de pessoas que curtiram ou compartilharam seu conteúdo.

Ele deve estar focado em desenvolver relações com seus clientes, direcionar tráfego para o seu site e informar clientes em potencial sobre a sua marca.

13. Eu não deveria postar meu conteúdo em outros sites

É claro que deve!

Criar conteúdo e compartilhar em outros sites é uma ótima ideia. Postagens de convidados e artigos de liderança de pensamento postados nas redes sociais e blogs de outros negócios são ótimas maneiras de expor o seu nome para outros públicos.

Ao compartilhar o seu conteúdo no site de outras pessoas, consegue acesso aos seus clientes e seguidores.

Vale notar, porém, que todo conteúdo que você cria para postar em outros sites deve ser original, ou seja, não utilize no site deles o mesmo conteúdo que utiliza no seu.

Desenvolva conteúdo original e focado.

14. Terceirizar conteúdo é barato

Pode até ser, mas você vai acabar colhendo o que plantou.

Você definitivamente pode contratar escritores para que criem conteúdo para a sua marca por preços baixíssimos, no entanto, assim irá receber conteúdo de baixa qualidade.

CollegeIntern

Há diversas opções para isso, desde contratar um freelancer ou até mesmo um universitário para estagiar em uma pequena firma de marketing.

MarketingAgency

Se assegure de estar contratando desenvolvedores de conteúdo de alta qualidade. Seus seguidores saberão se suas postagens forem feitas de qualquer jeito ou de má qualidade.

Seus leitores e clientes não são estúpidos. Ao terceirizar, se certifique de estar mantendo a integridade da sua marca.

15. Conteúdo, conteúdo e ainda mais conteúdo

Você irá ler isso repetidas vezes em sites sobre marketing de conteúdo: conteúdo é primordial.

Isso é verdade, mas criar e postar artigos um atrás do outro sem qualquer planejamento não te levará a lugar algum.

Para ter noção, 77% dos profissionais do marketing planejam criar mais conteúdo no próximo ano.

MoreContentCreation

O conteúdo que você cria e posta deve ser parte de uma estratégia e seguir um objetivo.

Ele não deve ser a única parte da sua estratégia de marketing de conteúdo.

Por isso, tenha certeza de incluir e considerar outras mídias. Falo de fotos, GIFs, memes, vídeos e muito mais.

16. Produza 10 postagens de blog e então dê uma pausa

Consistência é um dos aspectos mais importantes de uma estratégia de marketing de conteúdo bem-sucedida.

Produzir uma certa quantidade de postagens, as postar no seu blog e então dar uma pausa não será o suficiente para crescer sua marca e negócio.

Seu marketing de conteúdo precisa ser consistente e contínuo.

Não há fim para o marketing de conteúdo.

17. Tráfego orgânico é difícil de encontrar

Aumentar a quantidade de tráfego orgânico para o seu site é outro dos aspectos mais importantes do marketing de conteúdo.

Não estou dizendo que aumentar o tráfego orgânico para o seu site é fácil, mas não deve ser tão difícil.

No entanto, para aumentá-lo, é necessário realmente conhecer o Google e todos os seus algoritmos.

GoogleAlgorithms

A forma comprovada de fazer isso é descobrir que palavras-chave e quais frases-chave seus clientes estão utilizando para encontrar informações.

Por isso, você precisa otimizar suas landing pages e postagens de blog para combinar com estas palavras-chave.

Além disso, examine quais delas têm sido pouco utilizadas pelos seus concorrentes.

Ou seja, você deve tentar focar no tráfego orgânico de palavras-chave mais fáceis de rankear.

18. SEO não é mais importante

Estratégias de SEO consistem em táticas para criar conteúdo natural que inclua palavras-chave. Desde que as pessoas continuem utilizando a internet para procurar informações, ele será importante.

A forma que as pessoas procuram por informações é através de palavras-chave, ou seja, se utilizarem as palavras-chave corretas, conseguem encontrar as informações que respondam às suas dúvidas.

SEO ainda é uma parte muito importante de um marketing de conteúdo bem-sucedido.

19. Bom conteúdo se comercializa sozinho

Nossa, só porque você criou um conteúdo perfeito não significa que os clientes possam encontrá-lo.

Seu conteúdo não vai criar pernas magicamente e ir sozinho para o desktop do seu cliente.

É necessário se certificar de que ele está otimizado, para que assim seus clientes e clientes em potencial possam encontrá-lo através de SEO e palavras-chave.

Além disso, também é preciso ter certeza de que sua estratégia de marketing de conteúdo inclua email marketing, o que mandará conteúdo interessante para seus clientes.

Mesmo os melhores conteúdos não se comercializam sozinhos. Você realmente precisa de uma estratégia de marketing de conteúdo.

CMStrategy

20. Conteúdo não tem valor

Calma aí, esse é um grande mito do marketing.

Definitivamente conteúdo tem valor, eu até mesmo diria que conteúdo tem vários tipos de valor.

Seu conteúdo tem valor nas seguintes formas:

  • Responder à perguntas dos seus clientes
  • Fornecer informações sobre negócios
  • Definir a sua marca
  • Se tornar um patrimônio com o passar do tempo
  • Criar engajamento

O maior aspecto que acredito que as pessoas não percebem é o valor que o conteúdo agrega ao longo do tempo.

Cada vez que você adicione conteúdo em sua marca, isso agrega valor.

O conteúdo que é sempre útil e sempre relevante para seus clientes é o que eu chamo de conteúdo fresco. Esse tipo de conteúdo é extremamente valioso para a sua empresa.

Ou seja, quanto mais engajador o seu conteúdo, mais valor ele tem.

EngagementScore

Pelo que percebo, a maioria das pessoas esquece que conteúdo é como um patrimônio da empresa.

Ele estabelece a identidade da sua marca e a sua liderança de pensamento dentro do seu nicho.

Eu acredito que conteúdo tem tanto valor que deveria até constar como um item no recibo de vendas, caso procure vender a sua marca ou empresa.

Eu o considero semelhante a qualquer outro tipo de propriedade intelectual.

21. O conteúdo deve ser sempre sobre mim e meus produtos

Um erro muito comum que novas marcas e negócios cometem é pensar que devem produzir conteúdo exclusivamente sobre seus produtos.

Dessa forma, seus leitores irão ficar entediados rapidamente.

Seu conteúdo deve agregar valor para eles.

E o que eu quero dizer com agregar valor?

Ele deve resolver problemas, responder às duvidas dos clientes e fornecer informações que seus clientes em potencial considerem úteis ou necessárias.

Caso produza conteúdo apenas sobre sua marca e produtos, não alcançará sucesso no marketing de conteúdo.

Além do mais, não terá muitos leitores.

22. Marketing de conteúdo pode ser automatizado

Acredito que esse mito do marketing seja muito subjetivo.

Algumas partes do seu marketing de conteúdo de fato podem ser automatizadas, mas não todas.

É necessário se certificar de que seu marketing de conteúdo mantenha um ar de humanidade. Se tudo for automatizado, as pessoas irão notar.

Por exemplo, pode ser que você deseje agendar algumas postagens em redes sociais para serem publicadas semanalmente, porém, talvez também queira mandar algumas instantaneamente.

Diferentes indústrias têm adotado automatização em diferentes proporções.

AdoptionOfAutomation

As postagens em redes sociais enviadas por humanos parecem mais naturais e irão falar sobre o que está acontecendo naquele momento específico.

Por outro lado, as postagens agendadas antecipadamente não podem prever os tópicos de conversa daquele respectivo momento, se tornando assim menos relevantes.

Ou seja, uma ótima estratégia de marketing de conteúdo irá misturar automatização com humanidade, para assegurar que as interações com os clientes sejam mais naturais.

23. Meu conteúdo precisa ser bem longo

Talvez você tenha percebido que no meu blog os conteúdos costumam ser bem longos.

Essa é uma escolha que fiz para a minha marca. Meus materiais são detalhados e cobrem todos os aspectos possíveis de um tópico.

Porém, isso não significa que todas as marcas precisam criar conteúdos super longos.

Por exemplo, o tamanho médio dos primeiros 10 resultados é variável.

AverageContentLength

O tamanho do meu conteúdo funciona melhor para a minha marca, mas isso não significa que irá funcionar para a sua.

Algumas marcas apenas produzem conteúdo curto, já outras misturam conteúdos curtos com longos.

Descubra o que combina melhor com a sua para decidir se irá produzir conteúdos curtos, longos ou uma mistura deles.

24. Minha estratégia de marketing de conteúdo deve ser única

Este mito do marketing é difícil de discutir. Existem estratégias de marketing que funcionam e outras que não.

Então, talvez o seu marketing de conteúdo não seja tão diferente dos seus concorrentes. Pode ser que tenham estratégias que ambos utilizem.

No entanto, você não deve simplesmente copiar a estratégia de marketing de conteúdo de outra pessoa.

Se a sua empresa for única, sua estratégia de marketing de conteúdo também deve ser única.

Utilize seus concorrentes como inspiração e então crie suas próprias estratégias que funcionem para a sua empresa.

25. Estratégias de conteúdo não valem o esforço

Poxa, quando eu escuto este mito do marketing, me dá até náuseas.

É claro que estratégias de marketing de conteúdo valem o esforço! Se você criar uma estratégia que funcione corretamente, irá perceber um alto retorno sobre o seu investimento.

Veja só este retorno sobre investimento gerado em cima dos lucros resultantes de um conteúdo fresco. Pense no que isso pode trazer para o seu negócio!

CompoundingROI

Além do mais, acredito que eu nem precise dizer isso, mas sem uma estratégia, seu marketing de conteúdo estará perdido. É a estratégia que faz ele ser bem-sucedido.

26. Calls To Action não são importantes

Eu até poderia acreditar neste mito do marketing se vários estudos e estatísticas ao longo do tempo não estivessem dizendo o contrário.

Pesquisas mostram que quando você solicita que as pessoas curtam a sua postagem, elas curtem. Além disso, pesquisas também mostram que quando você pede para seus leitores compartilharem sua postagem, eles compartilham.

Caso diga para as pessoas o que deseja, eles irão querer ajudar.

Calls to Action funcionam e são uma ferramenta importante no seu arsenal para desenvolver um seguimento e uma relação com seus clientes.

27. Calendários de conteúdo não são úteis

Eu não sei se alguém de fato acredita nesse mito do marketing, mas, de qualquer forma, devo dizer que sim, eles são úteis.

calendar 1763587 1280

Um calendário de conteúdo é o seu plano para o que publicar e quando publicar. Ele é uma das ferramentas mais importantes para organizar e agendar seu conteúdo durante o ano.

Ele ajuda a sua equipe de marketing de conteúdo identificar o momento que devem postar, assim como também ajuda a se planejar antecipadamente para feriados e datas importantes.

E além do conteúdo planejado, você sempre deve criar e postar conteúdo orgânico.

Caso não esteja utilizando um calendário de conteúdo, estará basicamente reagindo ao que está acontecendo no mundo em determinado momento.

Por isso, balanceie o seu conteúdo e se planeje antecipadamente utilizando um calendário de conteúdo. Eles são bem úteis!

28. Marketing de conteúdo não é natural

Esse é um pensamento comum para os novatos em marketing de conteúdo.

E é compreensível.

Quando tudo for curado, planejado antecipadamente e otimizado para os melhores resultados possíveis, pode parecer falso e forçado.

No entanto, se você focar nestas qualidades, seu marketing de conteúdo irá parecer mais natural.

CMQualities

À medida que você se aprofunda no marketing de conteúdo, irá perceber que planejar antecipadamente na verdade lhe permite fornecer o seu melhor para os clientes.

Marketing de conteúdo não significa que você pode mentir para eles ou esconder seus erros, só permite que possa planejar o futuro do seu conteúdo.

Além disso, mesmo com um ótimo planejamento de marketing de conteúdo, ainda é necessário postar organicamente e reagir ao mundo à sua volta.

29. Marketing de conteúdo não se trata de criar sua marca

Marketing de conteúdo é só um pequeno aspecto de criar a sua marca.

Para a maior parte das empresas, sua marca será estabelecida antes de começarem o marketing de conteúdo, então, ele é utilizado somente para gerenciar e manter a marca.

Por outro lado, no caso de empresas novas ou startups, é possível utilizar o marketing de conteúdo para criar uma imagem da sua marca e percepção do cliente.

Ao criar a percepção da marca com seu marketing de conteúdo, ele precisa ser mais do que uma campanha. E é dessa forma que 76% dos profissionais de marketing de conteúdo estão trabalhando.

NotJustACampaign

A sua marca deve ser representada em tudo que você faça, e o marketing de conteúdo pode ser uma dessas coisas.

Além do mais, seja autêntico quando utilizar o marketing de conteúdo para criar sua marca. Não minta para os seus clientes — seja você mesmo.

30. Terceirizar a criação de conteúdo é ruim

Desde que você encontre maneiras de manter a qualidade, não há nada de errado em terceirizar a sua criação de conteúdo.

No caso de pequenas empresas ou marcas que tentam publicar uma grande quantidade de conteúdo em pouco tempo, terceirizar pode ser a única forma de alcançar seus objetivos.

Para a maioria das empresas, sejam elas pequenas ou grandes, os objetivos do marketing de conteúdo são vendas e retenção de clientes, então, se terceirizar os ajuda a alcançar estas metas, qual é o problema?

GoalsOfCM

31. Marketing de conteúdo deve ser separado de outros tipos de marketing

Seu marketing de conteúdo e equipes de marketing devem trabalhar em conjunto para criar campanhas e mensagens.

Se o seu marketing está indo em uma certa direção enquanto seu marketing de conteúdo está indo em outra, suas mensagens não estarão sincronizadas e seus clientes acabarão confusos.

Caso você tenha uma equipe de marketing de conteúdo separada de outros tipos de marketing, se certifique de que não se isolem uma da outra.

Em geral, comunicação e coordenação constituem um plano de marketing bem-sucedido.

Agende reuniões regularmente para se certificar de que todos estejam coordenados.

CMMeetings

Porém, caso tenha uma única equipe, pode executar tudo corretamente e ainda economizar dinheiro.

32. Uma única métrica é o suficiente para julgar o sucesso da minha estratégia

Muitas marcas que têm trabalhado há pouco tempo com marketing de conteúdo podem acabar selecionando uma única métrica para julgar o sucesso de uma estratégia.

Por exemplo, caso você tenha acabado de começar a postar em redes sociais, pode acabar utilizando curtidas como sua métrica principal.

Essa não é uma boa maneira de julgar o sucesso do seu marketing de conteúdo.

Ao invés disso, utilize várias métricas ao longo do tempo.

Pode ser que você se baseie em curtidas, comentários, número de seguidores e compartilhamentos.

Utilizar várias métricas vai te dar uma ideia melhor do sucesso da sua campanha.

33. Email marketing não é importante para o marketing de conteúdo

Alguns profissionais de marketing de conteúdo podem pensar que a ascensão das redes sociais acabou com o email marketing, mas eu não acredito nisso.

Só porque ⅓ da população mundial utiliza redes sociais diariamente não significa que não utilizem também outros canais sociais.

WorldUsingSM

Para ser sincero, eu acredito que as ótimas campanhas de email marketing estão ressurgindo.

Aqueles que o realizam corretamente estão observando ótimos resultados — incluindo eu.

Sua estratégia de marketing de conteúdo deve ser desenvolvida especificamente para a sua marca e clientes, mas para muitas marcas, isso inclui email marketing.

34. Meu público não corresponde ao meu marketing de conteúdo

Quando ele é realizado corretamente, todo público de uma marca corresponde ao marketing de conteúdo, e a sua não deve ser diferente.

Acredito que seja só isso mesmo.

35. Não temos nenhuma história

Quando se está vivendo a história, é fácil pensar que você não tem uma, mas esse não é o caso.

Toda empresa tem uma história para contar — você só precisa encontrá-la.

Contar a história da sua empresa é uma ótima oportunidade para terceirizar seu conteúdo. Às vezes um olhar de fora é necessário para ver corretamente os aspectos únicos da sua empresa e o que ela tem para contar.

Criar conteúdo engajador é sempre um desafio, mas uma forma de desenvolvê-lo é contar essas histórias únicas da sua empresa e marca.

MeasuringEffectivesness

Não tenha medo de abordar alguém e pedir ajuda para identificar a sua história e a melhor maneira de a compartilhar isso com os seus clientes.

36. O CEO não acredita em marketing de conteúdo

Infelizmente, este nem sempre é um mito do marketing.

Já vi isso acontecer até mesmo em grandes empresas. Você está construindo esta marca incrível e gostaria de compartilhar isso com seus clientes, mas o executivo lá em cima não acredita em marketing de conteúdo.

Eles não querem alocar um orçamento para marketing de conteúdo.

Essa é a triste realidade de algumas empresas.

No entanto, eu tenho fé que através das táticas e estatísticas corretas, é possível convencer quase qualquer CEO a dar uma chance para o marketing de conteúdo.

Mostre para eles algo como esta estatística e talvez consiga convencê-los.

WebsiteConversion

Honestamente, eles querem o melhor para a empresa, além de lucrar. Bem, isso é marketing de conteúdo.

Você só precisa encontrar uma maneira de provar isso para eles.

37. Marketing de conteúdo é só uma tendência

Eu não sei dizer se o termo “marketing de conteúdo” será sempre utilizado, mas o marketing de conteúdo em si certamente será.

Eu acredito que, eventualmente, o marketing de conteúdo se tornará parte de todas as estratégias de marketing.

Se não acredita em mim, veja só a alta porcentagem de profissionais de marketing de conteúdo que o avaliam como eficaz.

CMEffectiveness

38. Marketing de conteúdo é SEO

Uma boa estratégia de marketing de conteúdo utiliza SEO como uma de suas diversas maneiras de alcançar seus clientes, porém, eles não são a mesma coisa.

SEO, ou otimização para mecanismos de busca, é uma forma de otimizar o seu conteúdo para que ele seja encontrado mais facilmente online, isso inclui utilizar palavras-chave e frases-chave.

Por outro lado, o marketing de conteúdo é um tipo de marketing que utiliza vários tipos de conteúdo como postagens de blog, emails e postagens em redes sociais.

Um marketing de conteúdo bem feito utilizará palavras-chave e estratégias de SEO para se certificar de o conteúdo seja encontrado facilmente pelos clientes.

39. Marketing de conteúdo se resume a trabalhar com blogs

Marketing de conteúdo é muito mais do que apenas trabalhar com blogs! Claro, seu blog será uma parte importante da sua estratégia, porém, de forma alguma você deve se focar somente nele.

Além de blogs, seu marketing de conteúdo deve também incluir emails, postagens em redes sociais, webinars, white papers, estudos, imagens e muito mais.

É bem comum as pessoas pensarem em blogs quando falamos sobre marketing de conteúdo, mas ele não se resume somente a isso.

Seu marketing de conteúdo deve ser uma estratégia de marketing abrangente.

40. Marketing de conteúdo só se trata de campanhas

Campanhas de marketing são ótimas formas de ganhar usuários e seguidores que ainda não conheciam a sua marca, porém, ser consistente é muito mais importante que campanhas.

Campanhas são planos curtos e periódicos para o seu marketing de conteúdo.

Você nunca deve parar de postar nos seus canais, pois assim os clientes saberão que está sempre presente.

Suas campanhas são executadas além da sua agenda comum de postagens.

41. Você pode criar conteúdo viral

Sim, é possível, mas bem raramente.

Ao invés de se focar em conteúdo viral, recomendo que priorize criar conteúdo de alta qualidade que seja interessante para os leitores.

Publique conteúdo fresco e consistente.

Crescimento através do marketing de conteúdo não acontece da noite para o dia, é um processo lento e demorado.

Conteúdo viral pode te dar um grande impulso, mas provavelmente ele irá normalizar e retornar aos níveis anteriores.

ViralContent

Caso esteja tentando criar conteúdo viral, existem algumas recomendações e especificações que pode seguir, mas elas não garantem nada.

O conteúdo precisa viralizar naturalmente.

42. Mais conteúdo = mais alcance

Eu já falei muito sobre postar de forma consistente e criar muito conteúdo como parte da sua estratégia de marketing de conteúdo.

Além disso, gostaria de salientar que mais conteúdo não necessariamente resulta em mais alcance.

Seu conteúdo deve atrair leitores, mas o volume de produção não está correlacionado ao número de leitores.

Eu acredito que é muito mais importante produzir e postar conteúdo de forma consistente do que criar conteúdo constantemente.

Além do mais, a qualidade do seu conteúdo é mais importante do que a quantidade.

43. Marketing de conteúdo é somente para mídia impressa

Honestamente, não sei se alguém ainda acredita nisso, mas não é verdade.

O marketing de conteúdo não é uma ideia moderna que nasceu na era digital, ele já existe na mídia impressa há décadas.

No entanto, ele é ainda mais importante digitalmente.

EffectivenessOfSM

Tanto conteúdo quanto marketing são coisas bem antigas, mas você precisa atualizar sua estratégia para alcançar pessoas virtualmente.

44. Big data significa que os profissionais de marketing conhecem o seu público

Esse é um daqueles mitos que conseguem surpreender até mesmo alguém como eu.

Mesmo com todos os dados a nossa disposição, algumas empresas e profissionais de marketing pensam que realmente conhecem os seus públicos. No entanto, apesar de acharem isso, não os conhecem de verdade.

Descobrir seus clientes ideais e leitores pode ser complicado. É importante investir o tempo e dinheiro necessário para saber em quem você deve focar o seu conteúdo.

45. Marketing de conteúdo e marketing são a mesma coisa

Marketing de conteúdo e marketing compartilham muitos dos mesmos princípios, mas não são a mesma coisa.

Marketing de conteúdo é uma subcategoria de marketing, que foca na produção e compartilhamento de conteúdo.

Seu conteúdo será compartilhado online, em postagens de blog, em redes sociais e no seu site.

SMPlatformsUsed

Por outro lado, marketing é um termo geral que pode incluir tudo desde comerciais de TV até publicidade impressa.

Conclusão

Existem tantos mitos envolvendo o marketing de conteúdo e suas táticas recomendadas que até mesmo eu às vezes sinto dificuldades para não me confundir.

Acredito que um dos maiores equívocos que as pessoas costumam ter é que marketing de conteúdo se resume a postar artigos em blogs.

No entanto, ele é e deve consistir em muito mais do que isso!

Caso ainda não o esteja utilizando, é hora de entrar na roda.

B2C PercentUsingCM

O marketing de conteúdo pode e deve trabalhar em conjunto com os planos de marketing tradicionais.

Quais táticas de marketing de conteúdo trouxeram resultados para o seu negócio?

Compartilhe