5 Dicas Sobre Como Criar Infográficos para Gerar Mais Visitas para o Seu Blog

De acordo com WebDAM, o cérebro humano processa dados visuais 60.000 vezes mais rápido do que texto. E tem mais: 65% de seu público aprende por meio do visual. Então, o que você pode fazer para captar a atenção deles? Criar infográficos.

O que muitas pessoas estão fazendo é criar infográficos como uma forma visual para atingir seu público. Infográficos permitem compartilhar informações complexas com o seu público em um formato simples, baseada em imagem.

De acordo com Unbounce, a demanda para criar infográficos aumentou 800% nos últimos dois anos. Veja como é o padrão de crescimento:

image01

Copyblogger publicou um infográfico em 2012 intitulado 15 Grammar Goofs. Até então, apenas esse infográfico gerou mais de 6.000 tweets, 49.200 curtidas no Facebook, 1.700 compartilhamentos no LinkedIn, 1.700 no Google+, impressionantes 176.500 pins e mais de 230 comentários.

Esse exemplo mostra como criar infográficos pode ser poderoso, mas não estamos falando apenas sobre a criação em si. Para alcançar o sucesso, você também deve ter certeza que o conteúdo está em sincronia com o seu negócio e você deve divulgá-lo massivamente para que você possa obter um tráfego de qualidade consistente e gerar inbound links. Caso contrário, você está desperdiçando tempo e dinheiro, e quem quer isso?

Não deixe que isso aconteça com você.

Se você deseja criar infográficos com o potencial de enviar 60.000 visitantes qualificados ao seu site a cada ano, você vai querer ler este post do início ao fim. Vou te mostrar tudo que você precisa saber para obter sucesso. Veja o que eu vou falar neste post:

  1. Os Elementos de um Bom Infográfico
  2. Como Abordar Tópicos de Infográficos que Realmente Funcionam
  3. Como Criar um Infográfico Útil e Compartilhável
  4. Criando o Design do Infográfico
  5. Distribuindo seu Infográfico
  6. Testando Diferentes Tipos de Infográficos

Faça Download deste guia passo a passo para criar infográficos que você pode usar hoje para criar seus próprios infográficos.

Os Elementos de um bom infográfico

Vamos encarar a realidade. Nem todos os infográficos são iguais.

Alguns realmente atendem às necessidades dos usuários; outros afundam merecidamente no esquecimento.

Como você se certifica de entregar o primeiro exemplo acima? Vou te contar um segredo: a maioria dos infográficos que se tornam virais em mídias sociais têm três elementos em comum: um método consistente, uma história única e dados estatísticos confiáveis. Preste atenção nessas questões ao criar seu próprio infográfico e você estará pronto para o sucesso.

1. Método: Eu tenho certeza que você concorda que o método que você utiliza para criar o seu infográfico pode afetar seu valor percebido. Tal como acontece com qualquer outra decisão de marketing de conteúdo, o usuário final (cliente potencial) é a pessoa que mais importa em suas decisões de marketing de conteúdo.

Claro, você tem uma escolha. Você pode decidir apresentar o infográfico utilizando dados sequenciais, gráficos, fluxogramas – seja qual for a sua escolha, aqui estão alguns pontos a seguir para que a sua boa ideia não se torne ruim. Optima Worldwide tem alguns exemplos esclarecedores de infográficos que deram errado.

Certifique-se de que seu título esteja de acordo com o seu público. Por exemplo, se o seu público gosta de “como fazer” posts em blog, eles provavelmente vão amar “como criar” infográficos. Se o seu negócio é relacionado à tecnologia, os títulos do seu infográfico têm que estar chamativos para os usuários que são ligados à tecnologia.

2. História única: O segundo elemento mais valioso de um bom infográfico é uma história que se conecta com seus leitores emocionalmente. Uma maneira de fazer isso é com imagens familiares. Na imagem abaixo, o infográfico apresenta um personagem com uma roupa de super-herói.

image22

Esse infográfico reforça a mensagem de marketing de inteligência, força e telepatia.

Mesmo que o seu tema não seja novo, uma história única mexe com as emoções, diz o site da Storytellers.

Aqui está um exemplo do poder do storytelling. Mesmo não se tratando de um infográfico, faz um ponto poderoso.

Cerca de um ano atrás, Jon Morrow escreveu um post no blog Problogger que mudou a vida de praticamente todo mundo que o leu. Ele foi criado em torno de uma história de como o autor deixou seu emprego, mudou-se para um paraíso e foi pago para mudar o mundo.

O post se tornou viral, alcançou 9.500 curtidas no Facebook, 2.900 tweets e mais de 150 comentários. Assim como Jon Morrow, você pode enriquecer o seu infográfico contando uma história nele.

Na verdade, uma vez que 93 por cento dos posts mais engajantes no Facebook são publicações com fotos, contar uma história utilizando este formato gráfico é ainda melhor.

Uma opção para o seu infográfico é contar uma história de experimentos realizados e estratégias que você usou para chegar a um determinado resultado. Mas há uma outra opção – usar uma pesquisa confiável de alguém para criar uma nova história. Estou me referindo ao uso de dados estatísticos.

3. Os dados estatísticos: A maioria de seu público-alvo não vai estar interessada em um infográfico que esteja apenas baseado em sua opinião pessoal, sem dados para apoiá-lo. Se você quiser estabelecer confiança, você precisa acrescentar valor utilizando fontes confiáveis.

A verdade é que provavelmente alguém já escreveu sobre a maioria dos assuntos. Tudo que você precisa fazer é encontrar esses dados e fazer uma referência a eles. Se você analisar infográficos bem-sucedidos (como este), verá que todos eles possuem múltiplas referências de dados.

Usar dados estatísticos confiáveis diz aos seus potenciais leitores que você não é o único que acredita naquele determinado fato. Outros especialistas do segmento podem confirmá-lo também.

Por exemplo, o Sr. A e o Sr. K são ambos especialistas em fitness. Sr. A acredita que se você comprar a nova vídeo aula dele, você vai perder peso rapidamente.

Sr. K pensa diferente: o seu discurso de vendas é focado nos resultados que seus treinos tem proporcionado em pessoas como você nos últimos 3 meses.

Então ele diz aos seus clientes em potencial: “A nossa vídeo aula irá compartilhar 15 histórias de sucesso de pessoas que perderam até 9 Kg nos últimos 3 meses e um plano com 3 passos para obter os seus próprios resultados.”

Qual desses especialistas você está propenso a comprar? Acho que o Sr. K vai certamente ganhar, porque ele entende que dados visuais e provas são o que seu público-alvo quer. E o mesmo acontece com infográficos.

Como escolher temas de Infográfico que realmente funcionam

A atenção dos seus leitores tende a ficar mais curta a cada ano, de acordo com o The Guardian. E isso significa que você precisa criar infográficos que atraiam  suas emoções – e sua atenção. Nesta seção, vou mostrar-lhe as melhores maneiras de escolher temas que inspiram os leitores a ler mais.

Basicamente tudo se refere a pesquisa. Vejamos:

1. Trending topics: O que está acontecendo em seu nicho? Existem palavras-chave que você pode utilizar? As pessoas estão falando sobre aquele tema? Se você respondeu sim a qualquer uma ou a todas essas perguntas, então você tem uma ideia em que vale a pena para criar um infográfico. Use recursos como o Google Trends, Alltop’s Holly Kaw e outros para encontrá-los.

2. Tópicos Evergreen: Alguns tópicos nunca morrem. Os anos passam e você os vê em fóruns, páginas do Facebook, Twitter, grupos do LinkedIn e outras plataformas. Encontre um destes e você terá um grande tema para um infográfico.

Veja se você identifica quais ideias abaixo são tópicos evergreen, e quais são trending topics:

  • Como instalar o WordPress em 5 etapas
  • Como personalizar o design do seu próprio blog

Se você disse que o primeiro é evergreen, você está certo! Isso porque, uma vez que a customização de um blog não é para todos, quem quiser criar um blog, vai querer ler o tutorial.

É importante criar infográficos baseados em ideias que seus leitores e clientes estejam familiarizados e queiram saber mais sobre o assunto.

3. Temas polêmicos: Se as pessoas estão debatendo sobre algum tema caloroso que você pode encontrar informações interessantes sobre ele, então isso será outro bom candidato para o seu infográfico. Aqui estão três exemplos:

Por que esses temas são polêmicos?

Em primeiro lugar, eles são discutíveis. As pessoas que leem esses títulos estarão pensando:

  • A educação universitária não é o melhor caminho para os jovens?
  • Como na Terra alguém pode perder 10Kg de gordura em um mês sem exercício – é realmente possível?
  • Alguém pode realmente começar um negócio sem nenhum dinheiro? Quero dizer: zero de investimento? Pessoalmente, eu duvido.

Se eles estão fazendo perguntas sobre o título do artigo, eles já foram atraídos, e é por isso que essa é uma boa técnica para criar temas para o seu infográfico.

4. Conteúdos mais vistos: Descubra tipos de conteúdos interessantes em outros sites e use esses dados para obter algumas ideias de infográficos.

Por exemplo, você pode conferir os vídeos mais vistos do YouTube, como Leading Media fez, e extrair insights que ajudam você a escolher temas.

image02

Você também pode visitar sites de compartilhamento de documentos para identificar bons conteúdos. Existem milhares de sites confiáveis, mas veja como isso funcionaria com Docstoc.com.

Passo #1 – Visite www.docstoc.com

Passo #2Verifique a homepage com os conteúdos em destaque escolhidos pelos editores. Como alternativa, se você não encontrar um tópico que lhe interessa, pesquise o site utilizando uma palavra-chave de seu interesse.

Passo #3 – Confira os resultados dos conteúdos que estão no topo.

A imagem abaixo mostra um conteúdo popular no nicho de marketing e publicidade. O infográfico teve 3.879 visualizações desde a publicação em julho de 2014; isso é mais do que suficiente para uma campanha de infográficos lucrativa. Use os títulos de conteúdo popular para inspirar seus próprios títulos de infográficos.

image14

Claro que o título por si só não é suficiente. Promoção é a chave. Vou discutir sobre promover o infográfico em breve.

Como criar um infográfico útil e compartilhável

Uma vez que você tenha um assunto, é hora de criar um infográfico útil. Cada um tem sua própria definição de conteúdo “útil”.

Acho que conteúdo útil é aquele que é bem pesquisado, com dicas importantes para o leitor, como o post que você está lendo agora. Para outras pessoas, conteúdo útil poderia ser passos simples e curtos para alcançar um determinado objetivo. Como eu disse antes, se trata de tudo aquilo que o leitor quer.

Tornar o conteúdo compartilhável é mais fácil porque existem pesquisas como as da Buzzsumo, um dos reis dos conteúdos compartilháveis, que você pode usar para estabelecer padrões de referência para a criação do infográfico.

Buzzsumo analisou 100 milhões de artigos para descobrir por que um conteúdo foi compartilhado mais do que outros tipos de conteúdo. O estudo constatou:

  • Que a inclusão de imagens aumenta o número de ações no Facebook.
  • Infográficos estão entre os conteúdos mais compartilhados.
  • Que apelar para emoções resultam em mais ações.
  • Que as pessoas compartilham o que acham útil.

Você pode usar os resultados do estudo Buzzsumo para ajudá-lo a criar um infográfico compartilhável.

Vamos voltar à questão das emoções por um minuto. As pessoas agem com base no que sentem, então você tem que levá-las a sentir algo.

Este gráfico em pizza do okdork.com destaca as emoções das pessoas que você deveria ‘invocar’ ao criar seu infográfico:

image12

Espanto, diversão, raiva – isso praticamente não importa, desde que se sinta algo. Faça as pessoas sentirem e elas vão querer compartilhar esse sentimento – e seu infográfico!

Encontrando os dados

Como eu já disse antes, os dados são tão importantes quanto o visual na criação de um infográfico. Então, onde você pode encontrar dados valiosos? Você não quer acabar como o psicólogo social acusado de falsificar os resultados da pesquisa, não é? Não se preocupe; dependendo do seu segmento de atuação, existem várias fontes de dados que você pode confiar.

Pesquisas de profissionais podem ser muito úteis também, assim como os blogs corporativos, algumas planilhas, documentos e relatórios publicados por autoridades de algum setor.

Os dados que você precisa para criar um infográfico útil e compartilhável estarão espalhados em diversas fontes e materiais – é seu trabalho encontrá-los, coletá-los e organizá-los da melhor forma.

Como estruturar e criar um esboço do seu infográfico

Quando tiver coletado os dados, leia o que você tem em voz alta. Use seus instintos para descobrir se eles são úteis ou se você ainda precisará de mais informações.

Conhecer seu propósito também irá ajudá-lo com a estrutura. Faça estas duas perguntas:

  1. O infográfico tem recomendações práticas? Muitos infográficos dão informações que os leitores podem usar. Um exemplo é este guia de redesign para site do Quicksprout.
  2. O infográfico é para entretenimento? Talvez você esteja na vibe do “o riso é o melhor remédio”, atingindo as emoções das pessoas através do humor. O infográfico do Mashable sobre qual seria o custo para ser o “Homem de Ferro” na vida real, é um bom exemplo de um infográfico divertido.

Quando você está certo de que tem os dados corretos para atingir o seu objetivo, é hora de começar a estruturar o seu infográfico.

image24

A imagem acima mostra um esquema básico de um infográfico do Crazy Egg. Esse é um bom ponto de partida, embora não esteja bem consolidado. Prepare-se para mudar a estrutura do infográfico se isso for mais adequado ao seu público ou aos seus objetivos.

Ainda precisa de mais?

Labs42 fornece um esboço que dizem produzir grandes resultados. Eu acrescentei algumas informações nesse esboço com o que acredito que deva ter em cada seção.

  • Cabeçalho – Este é o lugar onde o título do infográfico ou cabeçalho aparece. Aqui é onde você usa o conselho que dei acima sobre encontrar temas e títulos para escrever algo que irá te conectar com o leitor. Você precisa ser criativo. Corey Eridon da Hubspot diz que o seu título pode ajudar ou prejudicar o alcance do seu infográfico.
  • Subtítulo (opcional) – O subtítulo é opcional, mas se você decidir usá-lo, é onde você irá explicar melhor o título. Por exemplo, se o seu título é “Como rentabilizar um blog”, o subtítulo pode ser “uma abordagem de 5 passos para ajudá-lo a ganhar dinheiro hoje.”
  • Seção 1 do Cabeçalho/Mensagem-chave – Sua mensagem-chave deve estar localizada na primeira seção do seu infográfico, logo após o título. Esse pode ser o maior problema que as pessoas estão enfrentando relacionado ao seu assunto.
  • Seção 1 Apoio aos Dados Utilizados – Aqui é onde você começa a utilizar os dados que você coletou para dar suporte as suas afirmações e sentido à mensagem-chave. Você também pode usar gráficos, ícones ou imagens nesta seção.
  • Seção 2 do Cabeçalho/Mensagem-chave – Nesta seção, você quer manter o fluxo. Usando nosso exemplo do “Como rentabilizar um blog”, se a seção 1 destaca os principais obstáculos que os blogueiros enfrentam ao tentar monetizar seus blogs, você pode falar mais sobre esse ponto.
  • Seção 2 Apoio aos Dados Utilizados – Suporte e valide cada afirmação com tabelas e dados estatísticos. Não diga apenas às pessoas o que elas devem fazer, mas mostre a elas resultados comprovados.
  • Seção 3 do Cabeçalho/Mensagem-chave – Nesta seção, acrescente outra mensagem-chave para os seus leitores. O ideal é que você deixe essa mensagem fluir das seções 1 e 2.
  • Seção 3 Apoio aos Dados Utilizados – Apoie sua mensagem-chave com dados, gráficos, mascotes, ícones e outros visuais.
  • Dependendo do seu tema/ideia, você pode adicionar mais seções e apoiá-las com dados.
  • Pontos Principais/Botão de Ação (Call to Action) – As vezes você pode fazer um infográfico que as pessoas clicam. Mas a maneira mais comum de incluir um call to action é adicionando a URL completa. Por exemplo: “Para mais informações, visite: www.seusite.com.br”
  • Fontes – Liste os sites onde você obteve os dados do infográfico. Veja o exemplo abaixo.

image20

Entendendo a psicologia das cores

Você está quase pronto para criar o design do seu infográfico, mas tem mais uma coisa para pensar antes de chegar nessa fase: escolher as cores certas para o seu infográfico.

A escolha da cor pode afetar o impacto da sua mensagem. Acredite ou não, muitos profissionais de marketing de conteúdo e designers não entendem o poder da cor vermelha. De acordo com Color Wheel Pro, o vermelho é uma cor intensamente emocional associado com poder e ação. Isso significa que você pode usar o vermelho nos botões de call to action para aumentar as taxas de conversão.

Confira o gráfico abaixo para mais informações sobre a psicologia das cores.

image10

Leia o meu guia sobre como as cores afetam as taxas de conversão para que você possa entender mais sobre as cores que você irá usar nos cabeçalhos, hyperlinks e botões.

Criando o design do infográfico

Agora você está pronto para criar o layout do infográfico. Há duas maneiras de fazer isso. Você pode criá-lo sozinho ou simplesmente contratar um profissional.

Vou assumir que você não é um designer profissional de infográficos. Por isso você vai precisar contratar alguém. Veja como obter um bom designer sem pagar uma fortuna.

A contratação de bons designers tem sido mais fácil do que nunca, graças à grande variedade no mercado de freelance. Eu vou te mostrar como encontrar e contratar grandes designers da Dribbble, Fiverr e Odesk, mas estas dicas vão funcionar para designers de qualquer lugar.

Contrate um bom designer na Dribbble: Se você quiser designs incríveis de infográficos, Dribbble é um ótimo lugar para começar. Não é barato, mas você não vai se arrepender.

Passo #1: Visite dribbble.com

Passo #2: Cadastre-se gratuitamente e faça o upgrade para a versão pro (US$ 20/ano), assim você poderá pesquisar todo o banco de dados e contratar os melhores designers.

image03

Passo #3: Pesquise, usando os filtros para encontrar os candidatos adequados.

Passo #4: Quando você encontrar designers que tenha gostado, veja se eles fizeram algo parecido com o projeto que você quer criar. Para fazer isso, clique no nome de qualquer designer. Eis o que você irá encontrar:

image08

Passo #5: Se o trabalho parece ser bom, clique no link “hire me” (me contrate). Você terá em breve um designer qualificado para ajudá-lo com seu infográfico.

Contrate um bom designer em Fiverr: Se você quiser minimizar os custos, considere contratar seu designer de infográfico pelo Fiverr.

Passo #1: Visite Fiverr.com

image16

Passo #2: Digite “infográfico” na caixa de busca e clique em “encontrar serviços.”

image05

Os designers mais bem avaliados aparecem primeiro.

Vamos supor que você decida contratar o primeiro designer.

Passo #3: Clique no infográfico para ver o perfil do designer. Veja a imagem da tela:

image15

Vamos analisar esse designer e o que você vai ganhar se optar por contratá-lo:

  • Você terá um infográfico incrível. É isso que o designer afirma, mas você tem certeza? Com tanta concorrência você precisa de um conteúdo incrível para se destacar, por isso é importante avaliar isso (talvez procurando por outros exemplos de trabalhos do designer).
  • O designer disponibiliza seu infográfico em mais de 25 sites com alto Page Rank. Muitos desses sites se parecem mais como diretórios, já que eles aceitam praticamente qualquer tipo de infográfico. Mas se seu objetivo é gerar 60.000 visitantes por ano com o seu infográfico, você não pode se dar ao luxo de ignorar esse bônus.
  • Você consegue o design por apenas US$5. Você pode pensar que US$5 é muito barato, mas muitos dos designers mais bem cotados são mestres no que fazem, possuem o software ideal, ícones e kits de ferramentas para criar um trabalho incrível para você.

Passo #4: Leia a descrição, para que você conheça o que o designer tem a oferecer para você. Que tipo de pessoa é ele/ela? Role a página de perfil do Fiverr e você verá mais detalhes sobre os serviços do designer:

image07

Passo #5: Se você decidir contratar o designer, olhe para o lado direito na página de perfil e clique em “PEDIR AGORA”.

image18

Você terá informações sobre o tempo médio de resposta (5 horas) e quantas pessoas estão na sua frente. Neste caso são 62. Então você precisa ser paciente. 🙂

Passo #6: Você será redirecionado ao PayPal para completar o pagamento. Depois, você vai preencher um formulário com seu título, dados e outras informações para o designer.

Contratar um bom designer no oDesk:Desk.com é um site popular de freelancers onde você pode encontrar designers de infográfico altamente qualificados. Se você quiser vários designers para avaliar, você deve criar seu próprio anúncio.

image11

Passo #1: Faça seu próprio anúncio – Se você não é um redator, você poderia simplesmente copiar o anúncio de alguém e criar uma versão melhor para você mesmo.

Veja um modelo que você pode ajustar:

Estamos à procura de um profissional para criar um infográfico muito bonito. Se você está interessado e pode entregá-lo dentro de 3 dias, nós queremos trabalhar com você.Por favor, mande alguns exemplos recentes das suas criações.
 

Passo #2: Enviar um trabalho – na página inicial, clique em “enviar um trabalho” para iniciar o processo de contratação de um designer:

image00

Nota: Você precisa ser um membro do oDesk antes de enviar um trabalho. Faça o registro gratuito e então você poderá solicitar o seu trabalho.

Ao contrário Fiverr, onde a taxa começa em US$ 5, você pode ter que pagar outras taxas para o oDesk. Confira os anúncios existentes para ver quanto as empresas normalmente pagam para os designers criarem infográficos.

image21

Quando colocar o seu anúncio, você pode ir além do Odesk e enviar o trabalho para qualquer um desses sites 7 sites de trabalho freelance para ter mais opções de designers.

Como fazer sua decisão?

O primeiro designer que você ver no Dribbble, Fiverr ou oDesk pode não ser necessariamente a melhor opção para você. Veja o que você precisa saber para se decidir:

  • O designer tem pelo menos algumas dessas top dez qualidades?
  • Será que o estilo de design dele se encaixa com a sua marca? Verifique as criações anteriores. Não há nada de errado em pedir ao designer para te mostrar exemplos de trabalhos anteriores.
  • O designer está interessado em discutir a sua visão e sua marca? Se não, procure por outro.

Depois de escolher um designer, entre em contato. Cada site tem suas próprias regras para se comunicar com os prestadores de serviços. Geralmente isso significa comunicar através do site. Se você ignorar isso e tentar conseguir o endereço de email do designer, você poderá ser banido.

image04

Se tudo correr conforme o planejado, em breve você terá um infográfico. O próximo passo é colocá-lo em seu site.

Como formatar e publicar um infográfico em seu site

Na maioria dos casos, seu designer não vai ajudá-lo a publicar o infográfico. Esse é o seu trabalho, e é muito fácil.

Há duas opções. A primeira é manter o seu infográfico privado e apenas fazer o upload do gráfico para o seu site, da mesma forma que se adicionam fotos no site WordPress. Mas se seu objetivo é mais tráfego, por que você faria isso?

Em vez disso, você quer facilitar o compartilhamento do seu infográfico pelas pessoas. De acordo com a Hubspot, as técnicas corretas de compartilhamento social (falaremos mais sobre isso na próxima seção) podem dar ao seu infográfico uma exposição consistente.

image13

Para obter esses benefícios e gerar 60.000 visitantes em um ano, você precisa gerar um código em HTML para que as pessoas coloquem o seu infográfico em seus próprios sites, com um link para o seu.

Como gerar o Embed Code

Antes de gerar o embed code, carregue a imagem com alta resolução do seu infográfico para o seu blog ou página web. Essa é a página que as pessoas farão referência quando compartilharem seu infográfico. Redimensione o tamanho do infográfico para adequar a sua página ou blog, e configure-o para abrir em uma nova janela do navegador – para que o leitor possa permanecer na página do infográfico.

Vou te mostrar como usar o gerador de Embed Code do Siege Media para criar o Embed Code do seu infográfico:

image06

Como você preenche os espaços vazios na imagem acima? Eu vou te mostrar.

  • Nome do site: Este é o seu nome de domínio (www.seudominio.com.br). Quando as pessoas compartilham seu infográfico, precisarão atribuir o domínio. Preencha essa opção e o seu domínio aparecerá na parte superior do seu infográfico. As pessoas podem decidir excluir essa mensagem, mas isso ainda irá servir como um lembrete de que você precisa ser creditado pelo seu infográfico. Não é uma imagem de domínio público.
  • URL do post: É simplesmente a URL onde o seu infográfico está localizado. Esta é a página que pessoas vão fazer referência quando começarem a compartilhar seu infográfico incrível. Copie o endereço exato no seu navegador e cole-o aqui.
  • URL da imagem: Vá para o post, clique com o botão direito sobre o infográfico e clique em “copiar URL da imagem”. Copie e cole o endereço aqui.
  • Imagem Alt: Isso é importante por causa do SEO. Basta escrever o nome do seu infográfico. Exemplo: Como aumentar suas vendas.
  • Largura da imagem: Qual tamanho tem o seu infográfico? Coloque a largura aqui. Como padrão, 650px vai funcionar para a maioria dos blogs, mas os leitores também podem redimensionar a imagem, se eles precisarem.
  • Altura da imagem: Não faça o seu infográfico longo demais, porque isso pode reduzir o engajamento. Deixe o padrão, conforme especificado pelo Siege Media, e ele irá ajustar automaticamente para a largura correta.
  • Largura da caixa do Embed Code: Qual a largura do Embed Code que você quer utilizar em sua página do blog? Você pode decidir colocá-la menor do que a largura infográfico. Se a largura do seu infográfico é 650px, você poderia fazer a caixa do Embed Code 450px. Aí é com você.
  • Altura da caixa do Embed Code: Deixe isso no padrão e ele irá ajustar automaticamente para a largura especificada acima.
  • Pré-visualização: A pré-visualização mostra como seu código de incorporação vai parecer em seu blog/página web.

Quando terminar, copie o código embed gerado e cole-o no painel html do post/página onde você quer que o código apareça. Adicione-o debaixo de seu infográfico para fazer com que a cópia e o compartilhamento sejam mais fáceis. Inclua um call to action (como: “compartilhe essa imagem em seu site”) acima do Embed Code.

Vai aparecer desta forma.

image19

Você pode encontrar um outro gerador de código HTML no infographic journal. Existem também vários plugins de WordPress que geram embed codes. Você também pode codificar o HTML manualmente (se você é um nerd em códigos do WordPress) ou aprender como gerar o Embed Code em 5 passos na Hubspot.

Dica Pro: É importante que você deixe seus leitores verem o infográfico em seu tamanho original para que eles possam segui-lo facilmente. Para fazer isso, pegue a URL da imagem no tamanho original e adicione um link abaixo do infográfico dizendo: “clique aqui para ampliar a imagem”.

Divulgando seu infográfico

Infográficos são enormes – isso não é exagero.

Web Marketing Group mostra que a criação de infográfico está aumentando em 1% a cada dia. E o número de infográficos listados na base de dados do Google aumentou 800% em dois anos.

image23

Isso torna a divulgação essencial para conseguir grandes quantidades de tráfego. Todo mundo adora um bom infográfico, mas como fazer as pessoas verem o seu? Aqui estão algumas estratégias para você tentar.

Contrate alguém do Fiverr para enviar seu infográfico. Nem todos os sites irão aceitá-lo, mas você vai ter um enorme impulso no tráfego e inbound links. Quando eu pesquisei, encontrei ótimas opções:

image09

Envie o seu próprio infográfico, usando estas listas como ponto de partida: 100 sites para enviar seus infográficos.

Não sabe como enviar para os diretórios de infográficos? Quick Sprout tem um guia fácil que você pode seguir.

Faça o upload do seu infográfico em sites de compartilhamento de documentos como docstoc.com, 4shared.comscribd.comkillerinfographics.com para um impulsionamento extra de tráfego e inbound links.

Você também deve fazer o compartilhamento pelo WordPress mais fácil usando um plugin de compartilhamento social como Digg Digg. Você também pode instalar o plugin Lightbox Plus. Isso torna mais fácil para as pessoas visualizarem uma versão maior de seu gráfico, e as deixam mais animadas para compartilhá-lo.

Por último, você deve utilizar outros meios de promoção. Você pode ter seu infográfico publicado através de outros métodos, como a divulgação por blogueiros, guest blogging e distribuído para a imprensa.

Testando diferentes tipos de Infográficos

Para obter benefícios de tráfego ao criar infográficos, você precisa saber o que funciona e o que não funciona. Para descobrir isso, você precisa testá-los.

A próxima imagem mostra dois layouts de infográfico. Como você determina qual é o melhor para você?

image17

Basta criar dois infográficos diferentes sobre o mesmo tema, usando o mesmo esquema, mas com layout diferente. Divulgue-os simultaneamente e veja qual é o mais bem sucedido para identificar o melhor layout para o seu negócio.

Se você quiser fazer Testes AB usando fontes diferentes, então o top 50 fontes para infográficos do Template.net será útil.

Além disso, é verdade que o seu infográfico irá gerar tráfego web, mas acessos não são a principal forma de medir o crescimento do negócio. Visualizações da página e comentários importam para o marketing, mas seu foco principal deve ser no crescimento de sua lista de email, atraindo clientes potenciais para a suas ofertas, e vendendo seus produtos.

De acordo com o Aberdeen Group, as empresas que têm um forte alinhamento de vendas e marketing alcançam 20% de taxa de crescimento anual. Por outro lado, as empresas com fraco alinhamento entre vendas e marketing têm uma queda de receita de 4%.

Use o infográfico que você criou para gerar leads mais qualificados para o seu negócio e sempre otimize para conversões. Você deve alinhar a divulgação do seu infográfico e outras formas de conteúdo para impulsionar suas vendas.

Conclusão

Criação e distribuição de infográficos úteis não é uma opção; é uma necessidade do negócio.

Eu tenho aproveitado para criar infográficos e gerar mais de 300 mil leitores para o blog do KISSmetrics todos os meses.

Piktochart fornece uma lista de 8 tipos de infográficos que você provavelmente deve criar em algum momento de sua carreira no marketing. Este é um bom ponto de partida.

Se você estiver com o orçamento limitado, você pode criar um bom infográfico de forma gratuita. Tente infogr.amvisual.lyeasel.lypiktochart.comvenngage.com e tenha suas ferramentas prontas.

Você já teve algum sucesso criando e divulgando infográficos valiosos no seu negócio?

Share