Neil Patel

Espero que você goste desse artigo. Se você quer que meu time faça o seu marketing, clique aqui.

GEO, AIO e LLMO: Como será a otimização para Inteligência Artificial Generativa (Chatgpt, Gemini, SGE)

geo, aio e llmo

GEO (Generative Engine Optimization), AIO (Artificial Intelligence Optimization) e LLMO (LLM Optimization ou Large Language Optimization). Três termos diferentes que referem-se à mesma coisa:

O ato de (tentar) influenciar os resultados de pesquisa de mecanismos de busca baseados em Inteligência Artificial Generativa — como o SGE do Google (a experiência de busca aprimorada com IA) ou o Perplexity.AI.

O objetivo é simples: potencializar a visibilidade e, claro, suas vendas. Como? Do mesmo jeito que o SEO tradicional faz: posicionando sua marca (e seu conteúdo) nas respostas geradas pela IA.

Esse é um tema completamente embrionário no mundo do SEO — e que significa uma mudança fundamental.

Afinal, até então, o nosso objetivo como SEOs sempre foi o de (tentar) influenciar os resultados de ferramentas de busca como o Google ou Bing, seja desvendando seu algoritmo e suas atualizações, ou o manual de boas práticas de SEO.

O cenário daqui para frente parece ser… diferente. Veja bem: não é que o SEO vai morrer — pelo contrário, ele está evoluindo, e a troca do ‘S’ pelo ‘G’ é um sinal disso.

A busca generativa, apoiada em IA, já é o novo horizonte das buscas, que agora adquirem um tom mais conversacional, apoiado na interação com o usuário.

Se você ainda não sabe nada sobre o tema, lamento dizer: mas pode ser que você esteja ficando para trás.

Mas calma lá: como eu disse, é um tema incipiente. Só agora começamos a ver estudos, testes e tentativas de desvendar essa nova evolução dos mecanismos de busca.

O que esse artigo propõe, então? Apontar uma luz sobre esses termos, explicar como os LLMs (Large Language Models) funcionam e como você pode começar a otimizar seu site para sua marca aparecer nos resultados de busca fornecidos pelas IAs generativas.

Vamos lá? Preparei um guia simples, mas cheio de informações vitais.

O que é GEO?

o que é geo

GEO significa Generative Experience Optimization ou Otimização para Experiências Generativas. Ou seja, as ações necessárias para colocar o conteúdo de um site nos resultados de busca feitos em sistemas de Experiências Generativas baseadas em IA, como o Google SGE, ChatGPT ou Perplexity.AI.

Afinal, mecanismos de busca já estão, generativamente, entregando respostas aos usuários antes dos resultados orgânicos — como é o caso do Search Generative Experience. Além disso, usuários também utilizam modelos de IA como o ChatGPT para efetuar buscas e comparações.

Portanto, como as marcas poderão continuar tentando influenciar os algoritmos para que seu conteúdo, produtos ou serviços continuem se destacando?

Bom, para isso existe o GEO — ou AIO ou LLMO.

Ou seja, um conjunto de práticas, macetes e hacks que ajudam o conteúdo do seu site ser notado pela IA desses LLMs — tanto integrando-os às respostas e, subsequentemente, linkando seu site; quanto exibindo-o em buscas mais refinadas apoiadas por IA, como acontece no Perplexity.AI.

Ah, e vale dizer também que não há um consenso sobre o termo.

GEO x LLMO x AIO: Quais as diferenças?

Você pode usar GEO, AIO ou LLMO — o importante é entender que se trata da mesma coisa: otimização para inteligências artificiais generativas.

Bom, mas porque existem três siglas? Pode-se dizer que foi um movimento orgânico, pois todas buscam responder à mesma pergunta.

Do SEO ao SGE até chegar o GEO: Definições Importantes

Quem trabalha com SEO está cansado de saber que temos uma relação… próxima com siglas.

Para quem é novo na área, especialmente nesse momento de IA generativa, pode parecer um turbilhão para entender. Afinal, o que é SEO? E SGE, como pode ser definido? Agora temos o GEO…

Parece muita coisa, certo?

Recentemente, Eric Siu publicou uma newsletter bem completa onde explica em detalhes os três termos e suas relações. Traduzi uma parte do material: uma tabela comparativa entre SEO, SGE e GEO. Veja só:

Otimização de Mecanismos de Busca (SEO)Otimização de Experiência de Pesquisa (SGE)Otimização de Motor Generativo (GEO)
DefiniçãoA prática de otimizar websites e conteúdo para ranquear mais alto nas páginas de resultados dos mecanismos de busca (SERPs) e atrair mais tráfego orgânico.Aprimorar a experiência de busca usando tecnologias de IA generativa para fornecer respostas mais relevantes, contextuais ou abrangentes às consultas.A adaptação de estratégias de otimização de conteúdo para se alinhar com as capacidades e expectativas dos mecanismos de busca impulsionados por IA.
Objetivo PrincipalAumentar a visibilidade e o tráfego para um website a partir dos mecanismos de busca.Melhorar a eficiência, precisão e usabilidade do processo de busca através de respostas e ferramentas geradas por IA.Assegurar que o conteúdo seja descoberto, interpretado com precisão e bem ranqueado por mecanismos de busca aprimorados por IA.
Público-AlvoWebmasters, criadores de conteúdo e profissionais de marketing digital.Usuários finais que utilizam mecanismos de busca para recuperar informações.Criadores de conteúdo e profissionais de marketing que visam melhorar o desempenho do seu conteúdo em ambientes de busca impulsionados por IA.
Técnicas ChavePesquisa de palavras-chave, otimização on-page (meta tags, títulos, qualidade do conteúdo), otimização off-page (backlinks) e SEO técnico.Integração de IA dentro dos mecanismos de busca para gerar respostas, resumos ou interações conversacionais com base nas consultas dos usuários.Combinar técnicas tradicionais de SEO com a compreensão de como os modelos de IA generativa processam e priorizam o conteúdo.
Área de FocoOtimizar para os algoritmos dos mecanismos de busca.Aprimorar a interação e a satisfação do usuário com as respostas geradas por IA durante o processo de busca.Adaptar o conteúdo para ser mais compatível com as tecnologias de busca de IA, aumentando suas chances de ser favorecido por esses sistemas.
ResultadoRankings mais altos nas SERPs, aumento do tráfego orgânico.Experiências de busca mais eficientes e satisfatórias para os usuários.Melhor visibilidade, engajamento e classificação do conteúdo nos resultados dos mecanismos de busca influenciados por IA.

Para Siu, esses termos representam dois momentos de transição:

  • Do SEO para o SGE: transição da otimização de busca puramente algorítmica para uma experiência aprimorada por IA. O foco é na interação e satisfação do usuário.
  • Do SGE para o GEO: reconhecimento da forte influência da IA nas tecnologias de busca, o que exige uma nova abordagem de otimização de conteúdo que vá além do SEO tradicional, incluindo considerações específicas para IA.

GEO da perspectiva de liderança: quais os impactos para seu negócio online?

Até aqui, ficou claro que o GEO é uma mudança de paradigma para o marketing digital. Mas como isso afeta o seu negócio?

Ainda é cedo, já que muitas dessas tecnologias ainda estão em fase de testes, com tantas outras em fases de desenvolvimento.

Certamente, no entanto, é possível prever certo impacto.

Uma das “previsões” mais evidentes: a queda do CTR.

Com o Google SGE gerando respostas via IA, o usuário encontrará o que busca na própria SERP — sem a necessidade de acessar um link para ler e entender mais sobre o assunto.

No entanto, essa é uma via de mão dupla, já que ainda não se sabe como o Google vai metrificar um conteúdo uma vez que ele apareça em uma resposta gerada por IA.

Um artigo da Search Engine Land, com foco na relação entre Mídia Paga x SGE, dá um gostinho do que está por vir.

A expectativa é que haja um impacto substancial no CTR — algo que, de acordo com o artigo, já debatido por representantes do Google em contato com marqueteiros e empreendedores:

Parece que eles [Google] estão nos condicionando a não olhar mais para métricas como CTR e apenas olhar para coisas como custo por ação (CPA) e retorno do investimento em publicidade (ROAS). O mesmo pode ser dito do custo por clique (CPC).

Outra previsão é que a era do SEO baseado em palavras-chave pode chegar ao fim, já que há um movimento de transição para uma abordagem dinâmica, baseada em feeds, onde a otimização do site e o potencial de converter leads serão ainda mais importantes.

O futuro pode envolver os usuários encontrando o que precisam diretamente no Google, reduzindo a ênfase da palavra-chave[…]. Em vez disso, o foco está na otimização do site tanto para os algoritmos do Google quanto para a compreensão humana.

Em Janeiro, meu time na NP Digital conduziu uma pesquisa com 1.000 profissionais do marketing com foco em SEO sobre o sentimento geral em relação ao SGE.

Apesar de ser um olhar mais técnico, trata-se de um bom termômetro para qualquer pessoa no papel de liderança preocupada com os próximos passos da sua estratégia digital.

Esses foram alguns dos resultados (você pode conferir o artigo completo em The Impact of Google SGE — por enquanto, apenas em inglês):

  1. Quase um quarto (21,7%) dos profissionais disseram esperar que a SGE impacte significativamente suas estratégias atuais de SEO.
  2. Ao discutir as estratégias de SEO com maior probabilidade de serem impactadas pelo SGE, os entrevistados mencionaram “implementação de palavras-chave” (23,5%) e “otimização técnica” (22,5%).
  3. Mais da metade (52,4%) dos entrevistados acham que o SGE terá um impacto positivo no tráfego orgânico.
  4. Por outro lado, 30,8% dos profissionais antecipam impactos prejudiciais do Google SGE.
  5. Quase metade dos profissionais de marketing digital planeja melhorar a experiência do utilizador nos seus sites (45,2%) e aumentar o foco na criação de conteúdo (43,5%) em antecipação aos impactos da SGE.

O que dá para tirar disso tudo?

Que há uma mudança acontecendo: uma transformação de uma ação de pesquisa objetiva e pautada por palavras-chaves, para uma experiência conversacional, talhada para os interesses do usuário e que priorize sua conveniência.

Ou seja: novos desafios, mas também mais oportunidades para que sua marca trabalhe em elevar a qualidade e relevância do seu conteúdo.

A pergunta que fica é: como fazer isso? É disso que eu quero falar agora.

Otimização para Inteligência Artificial generativa na prática

Certo, mas como você pode garantir que seu site seja escolhido pelas IAs generativas e apareça como parte da resposta dada pelo SGE, ChatGPT ou Perplexity? Separei algumas considerações a seguir:

SEO para ChatGPT

Afinal, o que é necessário trabalhar para que o ChatGPT conheça e mencione sua marca?

Foi essa pergunta que eu e o time da NP Digital aqui nos EUA pensamos — então fomos à procura.

Eu detalhei a jornada toda em um blogpost How To Rank Your Website On ChatGPT (por enquanto, apenas em inglês), mas vou resumir para você:

Basicamente, buscamos entender os fatores que influenciam uma marca a serem recomendados pelo ChatGPT. O gráfico abaixo é o resultado da pesquisa:

como ranquear no chatgpt

O top 3 ficou em Relevância (outras páginas mencionando sua marca), Menções à Marca (quantas vezes a marca, produto ou serviço é falado na web?) e Reviews (quanto mais avaliações, com boas notas, maiores as chances).

SEO para Gemini, Copilot e SGE

seo para gemini

Mas e quando o assunto são modelos de IA como Gemini, Copilot (da Microsoft) e o SGE de forma geral?

Além das dicas anteriores, que ainda são válidas para essas plataformas, quero trazer uma perspectiva mais acadêmica.

Cientistas de Machine Learning da Universidade Princeton publicaram um paper ainda no fim de 2023 aprofundando-se na questão do GEO.

Além de introduzir o conceito, o objetivo do estudo era de entender como esses motores de IA generativas funcionavam e se havia uma forma de melhorar a visibilidade de um site por meio deles.

O estudo formula métricas de visibilidade específicas para esses motores, diferente dos mecanismos de busca tradicionais, e apresenta o GEO-BENCH, um benchmark com 10.000 consultas em domínios variados para avaliação sistemática.

Eles buscaram avaliar qual a melhoria relativa no número de impressões das respostas geradas pela IA.

Os métodos utilizados foram, entre outros: ajustes na contagem de palavras ajustada pela posição e a impressão subjetiva — onde métodos que não performaram bem, como o keyword stuffing, são diferenciados daqueles que tiveram alto desempenho, como a simplificação do texto para fácil entendimento, otimização da fluidez, adição de citações e estatísticas.

Beleza… Mas e os resultados? Animadores.

  • Melhoria na Visibilidade: métodos de GEO como adicionar estatísticas relevantes, citações credíveis e referências de fontes confiáveis ao conteúdo pode melhorar significativamente sua visibilidade nas respostas dos Motores Gerativos entre 30 e 40%, além de enriquecer a credibilidade e a riqueza do conteúdo.
  • Mudanças Estilísticas: alterações estilísticas, como a otimização da fluidez e a simplificação do texto para facilitar a compreensão, também resultaram em um aumento significativo de visibilidade (15-30%). O take aqui? Que essas IAs valorizam tanto o conteúdo quanto a apresentação da informação.

Bom, e o que não se mostrou útil?

  • Tonalidade Persuasiva e Autoritativa: esperava-se que uma tonalidade mais persuasiva e autoritativa no conteúdo do site aumentasse a visibilidade, porém, não foi observada uma melhoria significativa.
  • Técnicas Não Recomendadas: a técnica de keyword stuffing, mostrou pouco ou nenhum aumento na performance nas respostas das IAs.

Conclusão

Ei, o SEO fez maravilhas para nós até hoje, concorda? Mas é hora de abrir os olhos: ele cresceu e se desenvolveu.

(E DEFINITIVAMENTE não se limita ao Google ou Bing).

Agora, vai muito além — por isso, é hora de abraçar o GEO, AIO ou LLMO em sua estratégia.

E como sair na frente dos seus concorrentes agora, quando ninguém mais está otimizando para Inteligências Artificiais Generativas?

Um bom caminho é seguir as dicas acima.

Mas veja bem: seja realista.

Vai levar algum tempo até você aparecer, afinal, os LLMs são treinados de tempos em tempos. Então seus esforços de otimização provavelmente trarão resultados em médio ou longo prazo.

E aí, preparado(a)? Me conta a seguir o que você achou do artigo e qual estratégia de GEO é sua preferida!PS: Se você quer encurtar o caminho para o sucesso, deixe que meu time de consultores de marketing digital da NP Digital te guiem.

NP Digital Brasil

Você quer resultados imediatos?

Minha agência pode fazer todo o trabalho pra você. Somos especialistas em:

  • SEO - Colocamos seu site no topo das pesquisas do Google
  • Mídia Paga - Fazemos seu negócio alcançar quem importa no momento certo
  • Data & Conversion Intelligence - Desbloqueamos as conversões do seu site e criamos dashboards para melhores análises

Fale com um especialista

Consultoria com Neil Patel

Compartilhe