Neil Patel

Espero que você goste desse artigo. Se você quer que meu time faça o seu marketing, clique aqui.

Usabilidade Na Web: O Que É e Como Evitar Problemas em 2020

o que é usabilidade na web

Um dos componentes mais importantes para conquistar bons resultados em marketing na internet é a usabilidade na web.

Não é exagero dizer que a falta de cuidados com esse aspecto pode comprometer todas as demais estratégias digitais.

A começar pela otimização para mecanismos de buscas, que é comprometida diretamente pela experiência do usuário em páginas na web.

Mas não para por aí.

A geração de leads, aquisição de tráfego e outras atividades são diretamente impactadas por ele.

Muitas vezes, as pessoas sequer sabem que os usuários têm dificuldades em navegar pelas páginas de um site, o que acarreta em sérios problemas.

É por isso que deve ser levado em consideração na hora de criar e otimizar campanhas, ou até mesmo para quem utiliza tais ferramentas com outros objetivos.

Se você quer que o usuário fique satisfeito ao adentrar o seu site, chegou ao lugar certo.

Neste artigo, falo sobre um dos temas mais importantes na era digital: a usabilidade na web.

Então, abra o seu bloco de notas e continue a leitura.

guia completo de marketing digital

O que é usabilidade na web?

estudo de usabilidade de app

Quando um usuário acessa uma página na internet, ele espera realizar todas as ações desejadas de maneira orgânica.

A usabilidade na web é a área responsável por facilitar a sua jornada.

Trata-se da atividade responsável por apresentar as informações de maneira clara, simplificando as escolhas do visitante.

Quando falamos em marketing digital, temos diversos objetivos que precisam ser alcançados para obter os resultados esperados.

É por isso que usabilidade em canais digitais é um fator de alta relevância em ações de caráter corporativo.

Vamos tomar como exemplo o maior mecanismo de buscas do mundo, o Google.

Quando alguém acessa a sua página principal, seu objetivo é claro: fazer uma pesquisa.

Por isso, a caixa para essa ação é o único componente visível, o que facilita a interação do internauta.

Agora, imagine se o Google não se preocupasse com esse elemento.

Na página de pesquisa, o usuário teria que rolar o scroll até o fim para encontrar o que procura.

Além disso, haveria links e imagens espalhados por todo lado, o site carregaria lentamente e talvez existissem outras ferramentas no mesmo local.

Confuso, não é?

Então, fica claro que o principal ponto da usabilidade na web consiste na preocupação com a experiência do visitante.

É o foco no usuário para agradá-lo.

Um bom site não deve conter links quebrados, redirecionamentos a páginas não relacionadas, pop ups inconvenientes, funcionalidades pesadas ou disposição confusa de elementos.

Obviamente, não é somente o Google que deve se preocupar com tudo isso, mas todas as páginas da internet, o que inclui as suas.

Lembre-se: o usuário está à distância de apenas um clique da desistência.

Dificultar com que alcance o seu objetivo facilmente é o mesmo que estimular seu abandono.

Os componentes devem ser dispostos de maneira concisa, dialogar entre si e criar atalhos rápidos para a obtenção do que a pessoa deseja.

Em outras palavras, deve ser útil.

A usabilidade na web é um dos mais importantes fatores dessa equação, juntamente ao design, interface, funcionalidade e conteúdo.

Não por acaso, está diretamente relacionada à arquitetura da informação, termo cunhado para relacionar a área ao profissional responsável por fazer com que os espaços de uma casa sejam melhor aproveitados.

Requisitos de Usabilidade na Web

requisitos de usabilidade

É preciso frisar que páginas na web têm diferentes requisitos de usabilidade.

Páginas de blog, por exemplo, beneficiam o consumo do conteúdo, a escaneabilidade e o entendimento das informações.

Ao mesmo tempo, proporcionam ao usuário novas possibilidades de textos relacionados, plugins de inscrição em newsletter e facilidade de interação na caixa de comentários.

landing pages apresentam um formato livre de distrações, no qual o visitante é estimulado a realizar uma única ação.

Nesse caso, o design limpo, mensagem direta e destaque para o botão com a chamada para a ação são prioridades.

No entanto, existem alguns requisitos comuns em grande parte das páginas na internet, incluindo home pages, páginas de produto e ferramentas online.

A seguir, vamos conhecer alguns dos principais.

1º Link Para Página Inicial No Logotipo

Ao longo do tempo, os usuários desenvolveram hábitos enquanto navegam pela internet.

Um deles consiste no link para a página inicial ao clicar no logotipo da empresa, geralmente localizado no canto superior esquerdo da interface.

Essa prática leva em consideração o costume do usuário, que agradece ao ser direcionado ao local que deseja.

2º Página 404 Personalizada

Quando um usuário tenta acessar uma página que não é encontrada pelo servidor, é exibida uma mensagem muito conhecida por eles: o erro 404.

Acredite, isso acontece com muita frequência.

Por isso, é uma boa ideia aproveitar a oportunidade e personalizá-lo.

Textos padronizados, apenas informando a inexistência da página, podem desagradar o visitante.

3º Tratar o Usuário Como Uma Pessoa Impaciente

Em uma estratégia de marketing, é desejado que o visitante permaneça na página.

E leve em conta que um usuário de internet é exigente e está no controle da situação.

Como lembrei antes, para abandoná-la, basta um clique.

Por isso, trate-o como uma pessoa impaciente.

Garanta que o design seja amigável, que a página será carregada rapidamente e que todas as suas ações tenham o destino correto.

4º Layout Limpo

Se você acessasse um site em meados da década de 1990, observaria blocos de texto sem qualquer preocupação com o layout.

No entanto, hoje em dia, foram desenvolvidos diversos estudos que garantem que o usuário prefere páginas mais limpas, sem múltiplos elementos.

Portanto, insira somente o necessário e invista em uma disposição harmônica de elementos, assegurando a perfeita experiência ao leitor.

5º Arquitetura da Informação

A arquitetura da informação toma conta de conceitos estruturais de um website.

Links, menus e utilitários dentro de uma página devem dialogar entre si e fazer sentido durante a navegação.

Leve isso em consideração na hora de construí-la.

Desse modo, o usuário provavelmente permanecerá em seu domínio e retornará quando precisar de mais informações.

6º Interagir Com o Usuário

Não são apenas fatores técnicos que beneficiam a experiência do usuário.

As interações humanas também são muito valiosas.

Respostas a comentários, chats online e botões sociais são armas poderosas nesse sentido.

7º Cores Do Site – Usabilidade na Web

A psicologia das cores é profundamente estudada por profissionais de UX (user experience).

E isso não acontece à toa.

As cores são também informativas e devem ser bem utilizadas para benefício do visitante.

Cor de fundo

É bastante comum que administradores de sites iniciantes insiram backgrounds coloridos em suas páginas.

Isso pode ser um erro fatal.

Na dúvida, mantenha o bom e velho plano de fundo branco, com o qual as pessoas já estão acostumadas.

Cor das fontes

As fontes, por sua vez, devem ser legíveis.

Isso quer dizer que precisam contrastar com a cor de fundo, facilitando a leitura.

Sinergia das cores

As cores dos demais elementos devem dialogar entre si, mantendo o equilíbrio da página.

8º Tamanho da fonte

tamanhos de fonte importantes para definir usabilidade na web

Se você quer que o usuário consuma o conteúdo da página, invista em um tamanho de fonte que seja legível e agradável.

Fontes de texto muito pequenas podem confundir o usuário, e as exageradamente grandes afastá-lo.

Caracteres por linha

O usuário moderno não gosta de blocos de texto muito extensos.

Deixe que ele respire.

Mantenha parágrafos curtos para facilitar a compreensão e manter sua atenção.

9º Velocidade Do Site

A velocidade de carregamento do site é outro fator crucial para a permanência do usuário.

Com conexões cada vez mais velozes, ele deseja soluções imediatas.

Por conta disso, vale a pena investir em funcionalidades leves.

Imagens

Imagens sobrecarregam os servidores e podem causar congestionamento no site.

Dê preferência àquelas com alta velocidade de carregamento e não abuse desse recurso.

Testar velocidade

Existem alguns sites que testam a velocidade do site.

Alguns exemplos são o Page Speed Insights, do próprio Google, e o Sitespeed.

10º Mobilidade

O uso de dispositivos móveis, como tablets e smartphone, cresce a cada dia.

E isso representa um desafio, já que diferentes telas apresentam tamanhos e formatos únicos.

Então, dedique esforços a apresentar uma boa experiência em todos os meios utilizados para acessar suas páginas.

Dicas de Usabilidade

usabilidade web para diversos dispositivos

Qualquer página da internet precisa investir na experiência do usuário – isso vale de grandes portais a pequenos blogs.

A seguir, conheça algumas dicas de usabilidade que podem levar o seu site a outro patamar.

Diálogos simples e naturais

A linguagem direta e orgânica é a melhor opção para se comunicar na blogosfera.

Redija seus textos como se estivesse em uma conversa com o leitor.

Seja consistente

Manter a coerência é um ponto positivo para páginas na web.

Evite quaisquer construção que possa confundir as pessoas e afastá-las do seu site.

Fale a linguagem do usuário

Cada site tem o seu próprio público.

Adapte a sua comunicação ao linguajar comum da sua persona, que representa o seu perfil ideal de cliente.

Ofereça saídas claras

Cada solicitação do usuário deve ser acatada de maneira simples.

Por isso, ofereça saídas que saltem aos olhos sem que ele precise ficar procurando demais.

Lembre-se do que falei antes: você está lidando com um visitante impaciente.

Não sobrecarregue a memória do usuário

O usuário não tem a obrigação de saber onde deve ir e o que deve fazer enquanto navega pelo seu site.

É você quem precisa dele, e não o contrário.

E não existe “o óbvio” quando falamos em usabilidade na web.

Por mais simples que sejam, todas as suas ações devem ser simplificadas.

Diminua os erros

Erros acontecem.

Não há como negar.

O que pode ser feito é sua minimização.

Para tal, vale a pena utilizar ferramentas de assistência com frequência.

Elas apontam links quebrados e outras disfunções em um website.

Além disso, use as métricas a seu favor.

Verifique como é o comportamento dos usuários na maioria dos casos e, por meio de testes A/B, otimize o potencial das páginas.

Tenha atalhos de navegação

Também é função da usabilidade na web fazer com que o usuário economize etapas.

Em outras palavras, encurtar a sua trajetória em um website, criando atalhos que facilitem a jornada.

Os atalhos de navegação, claro, devem fazer sentido.

Não adianta criar um link para um texto sobre dieta em um artigo sobre contabilidade, não é mesmo?

Crie boas mensagens de erro

ilustração de mensagem de erro em página web

As mensagens de erro são exibidas para usuários quando ele acessa locais que não existem.

Isso pode acontecer, por exemplo, quando você excluiu páginas antigas, mas não removeu links que redirecionam para ela.

Por isso, as mensagens de erro devem trabalhar em prol do usuário, muitas vezes se desculpando pelo ocorrido.

Página de Ajuda

Uma página de ajuda funciona mais ou menos como um FAQ para os visitantes do seu site.

Ela é muito importante, pois responde às dúvidas mais frequentes do usuário.

Testando a Usabilidade de Seu Site

Os testes de usabilidade de um site podem ser realizados manualmente.

No entanto, a estratégia mais recomendada é a pesquisa de mercado por meio de plataformas que utilizam uma amostragem significativa e neutra para avaliar as páginas do website.

Erros de usabilidade

Um site está sujeito a erros – isso é fato.

No entanto, ao conhecer os mais comuns, você será capaz de evitá-los.

Especialmente aqueles que mais incomodam aos usuários.

Vamos conhecer alguns deles a seguir.

Baixa velocidade

A baixa velocidade de carregamento de páginas é um erro crasso em questão de usabilidade na web.

Suas páginas devem ser capazes de demonstrar todas as informações rapidamente, inclusive em conexões lentas, como no caso da tecnologia 3G.

Pouco contraste entre o texto e o fundo do site

Não há nada pior para o usuário do que ter que cerrar os olhos para conseguir ler uma mensagem de texto.

Por isso, capriche no contraste para facilitar a leitura.

O tamanho da fonte é muito pequeno

Você já tentou ler um livro com fontes muito pequenas?

Acredite, é uma experiência bem desagradável.

Com o seu site, não é diferente. Ou melhor, deve ser.

Para isso, dedique atenção à escolha da tipografia e do seu tamanho.

Pop ups são usados em exagero

Os pop ups interrompem as ações naturais do usuário.

Quando em excesso, têm um efeito muito negativo em suas impressões.

Poupe o visitante de pop ups desnecessários, a não ser que você queira que ele abandone o seu site.

Imagens não têm ALT tags apropriadas

O texto alternativo das imagens auxilia a experiência do usuário.

Eles descrevem as fotos não apenas para motores de pesquisa, mas também para pessoas cegas.

É difícil encontrar o logo da empresa

O logo da empresa é o caminho mais rápido para a página inicial.

Por isso, dê a ele o devido destaque.

A página “sobre” não é fácil de ser encontrada

Quando uma pessoa tem muito interesse no site, é natural que ela busque a aba “sobre”.

Essa é uma situação vantajosa, já que a possibilidade de fidelizá-la é alta.

Então, não desperdice essa chance.

Não existe uma área para contato no site

Você provavelmente já teve uma má experiência ao tentar entrar em contato com o SAC de uma empresa e não conseguir.

A mesma lógica se aplica ao seu site.

Se alguém quer enviar uma mensagem para você, facilite essa ação.

URLs são mal estruturadas

As URLs de um site são o caminho mais rápido para que sejam encontradas pelos mecanismos de buscas.

Você deve auxiliar o trabalho dos bots.

Evite URLs muito longas e com caracteres incomuns.

Conclusão

Chegamos ao fim deste texto no qual você aprendeu tudo sobre usabilidade na web.

Além de entender o que é esse conceito, vimos quais são os principais requisitos para proporcionar uma experiência memorável para o usuário.

Também observamos algumas dicas práticas e erros comuns para webmasters que desejam deixar seus sites nos trinques.

Se restou alguma dúvida, deixe-a nos comentários.

E aproveite para contar mais sobre a sua experiência e desafios: afinal, qual a sua maior preocupação hoje relacionada à usabilidade na web?

Compartilhe