Neil Patel

Espero que você goste desse artigo. Se você quer que meu time faça o seu marketing, clique aqui.

Persona: O que É, Benefícios, Como Usar e Exemplos

profissional sorridente trabalhando na criação de personas

No marketing, fala-se que persona é uma estratégia de mercado. A persona é usada como ferramenta para criar uma espécie de perfil sobre quem seria o seu cliente ideal, identificando seu público-alvo.

Você gostaria de criar uma persona perfeita para entender o seu público-alvo?

Se você está com a ideia de lançar um produto no mercado ou quer entender melhor quem são seus clientes e o comportamento deles você deve considerar criar uma persona.

Conhecer e compreender quem já adquiriu um produto ou serviço seu ou quem pode ser um cliente em potencial é essencial para melhorar seus resultados, aumentar suas vendas e ter mais sucesso na empresa.

Neste artigo, vamos te ensinar a construir personas ou avatares para sua empresa, com o objetivo de direcionar melhor seus anúncios e criar conteúdo mais interessante voltado para esse público.

A partir de agora, vou falar sobre:

  • Significado de persona
  • Benefícios da persona
  • Como criar uma persona em 5 etapas
  • Exemplos de persona
  • Ferramentas para criar avatar na internet.

Além dessas informações, você poderá entender melhor como adaptar a sua persona para captar mais clientes.

Boa leitura!

Antes de continuar, se você quer aumentar sua vendas e saber quais são as melhores estratégias para promover seu negócio online, clique aqui para receber o Guia Completo de Marketing Digital.

guia completo de marketing digital

O Que é Persona? Significado

No dicionário Cambridge, persona é um tipo de personagem que difere do caráter real de uma pessoa, como se fosse uma representação.

Por sua vez, o site Dicio traz uma definição mais sucinta, mas bastante parecida.

“Figura ou imagem que um indivíduo assume e apresenta aos demais.”

Veja:

significado de persona no dicionário

Outros dicionários falam em persona como uma espécie de representação de fachada, ou seja, o que um indivíduo aparenta na sociedade, a personalidade que projeta em público.

Esta é a definição, por exemplo, que encontramos no Michaelis:

significado da palavra persona no dicionário michaellis

No Wikipédia, por sua vez, há uma categoria específica para se referir ao conceito de persona no marketing

definição de persona wikipedia

No marketing fala-se que é uma estratégia de mercado.

Isso quer dizer que a persona é usada como ferramenta para criar uma espécie de perfil sobre quem seria o seu cliente ideal, identificando seu público-alvo.

Uma outra página sobre persona no Wikipédia, voltada para o teatro, traz um parágrafo sobre persona na comunicação, confira:

Conceito de persona no teatro

Aqui a definição traz algumas palavras-chave interessantes como, por exemplo: versões de si mesmo, impressão desejada e imagem.

Essas palavras já direcionam melhor o real de significado de persona no marketing.

Importante destacar o trecho que fala sobre como o ambiente social influencia na persona.

O fato da pessoa estar inserida em um ambiente social interagindo com outras pessoas faz com que essa persona se manifeste.

Essa imagem criada em público nem sempre corresponde à realidade e como essa pessoa age ou se comporta em casa ou quando está sozinha.

Você pode entender melhor o conceito de persona se levar essa reflexão para o âmbito cultural, como vou mostrar na sequência.

Para que serve uma persona no marketing?

Dentro do marketing, a persona ajuda a definir a linguagem e o tom que serão utilizados na comunicação da marca.

Ainda, essa definição do cliente ideal pode ser útil para guiar a produção de conteúdo e chamar atenção do público.

Ou seja, não existe uma única parte das ações de marketing que não pode ser otimizada pelo estudo e construção da persona de quem compra seus produtos.

Persona no Teatro

Pense por um momento no teatro. Nas peças é comum ter atores que interpretam um papel, um personagem.

No teatro, a persona era utilizada como um artefato, no caso, uma máscara para dar voz a um personagem.

Isso era necessário para que o personagem fosse bem ouvido pelos espectadores e para dar a aparência exata que o papel exigia.

Persona no Design

No universo criativo, no design, a persona seria um objeto que vem de uma narrativa relacionada a um modelo de comportamento desejado por um cliente.

Na criação dessa persona utiliza-se detalhes específicos, peculiaridades, ao invés de analisar o todo numa visão generalista.

Persona na Música

Na música esse conceito é muito fácil de ser compreendido. Muitos são os cantores que podem utilizar a persona para dar vida a um personagem no palco.

Um exemplo disso é o cantor David Bowie que, ao subir ao palco em suas apresentações e shows ao vivo, ele dava vida a um outro eu (eu-lírico).

Uma dessas personas é o alienígena Ziggy Stardust que usou para performar no palco e também no seu álbum.

Clique aqui ou abaixo para ver o vídeo de David Bowie como Ziggy.

persona de david bowie

Muitos acreditavam ser uma espécie de pseudônimo, ou seja, um nome artístico criado pelo cantor, quando, na verdade eram personagens.

Qual seria a diferença entre personas e público-alvo?

ilustração de pessoa em destaque

Você já tem uma boa ideia do que significa persona com base nas definições dadas acima, mas talvez esteja em dúvida sobre qual a real diferença entre persona e público-alvo.

Essas duas definições realmente podem ser parecidas e gerar muita confusão.

Muita gente acredita que persona é sinônimo de público-alvo ou que persona seria um pequeno perfil sobre um cliente que serviria de modelo para os outros e não é bem por aí.

Para não cometer erros e criar um perfil de persona poderoso, entenda qual é de fato a diferença entre persona e público-alvo!

O que é a persona de uma marca?

No marketing de conteúdo é comum usar todas as estratégias possíveis que você tiver à sua disposição para aumentar a quantidade de pessoas que conhecem seu produto ou serviço.

A ideia é sempre tornar sua empresa mais conhecida no mercado, seja para prospecção de mais clientes, seja para ganhar reputação e credibilidade frente à concorrência.

É sempre importante realizar pesquisas frequentes para conhecer seu público-alvo e assim alinhar e direcionar conteúdos relevantes criados de forma específica para esse público.

Uma das formas mais eficazes para obter isso é compreendendo os desejos de compras do seu público, dentre outros detalhes e informações inclusive pessoais desse público.

As personas ou avatares, no marketing, seriam, portanto, um perfil de comprador que sintetizam qual seria o cliente ideal.

Trata-se de personagens fictícios, mas que podem ter características dos seus clientes reais. São criados com base em pesquisas de pessoas reais que auxiliam na tomada de decisão.

A persona é aquela pessoa que você quer atingir, que você quer fidelizar como cliente e que tem tudo a ver com sua marca, produto.

A criação de uma persona leva em conta uma série de informações detalhadas e, inclusive pessoais, como idade, localização, renda, informações demográficas, mas também sobre interesses, preocupações, sonhos, motivos para comprar, dores, dentre outras.

Quanto mais completo for o perfil de uma persona, melhor será para você alcançar o seu objetivo.

Se fosse destacar as características principais de persona, eu colocaria:

  • Definição específica
  • Detalhes sobre hábitos e peculiaridades
  • Destaca gostos e interesses pessoais/profissionais
  • Pessoas que podem querer comprar seus produtos ou serviços (cliente em potencial)
  • Personagem específico
  • Destaca objetivos de vida
  • Mostra as dificuldades e problemas.

Persona e buyer persona são a mesma coisa?

É comum falarmos apenas em persona, mas a verdade é que existem duas aplicações para esse conceito.

Nas estratégias de marketing, a buyer persona representa o cliente ideal da empresa, uma personalização das características que são comuns entre os seus consumidores.

A brand persona, por outro lado, representa o rosto e a personalidade que a própria marca deseja imprimir no mercado.

Dentro de um processo de comunicação para vendas, podemos dizer que as interações acontecem entre essas duas personas.

guia passo a passo de marketing de conteúdo

Público-Alvo

Agora que você entendeu melhor o que é persona, vamos entender melhor o conceito de público-alvo.

O público-alvo é a representação dos clientes que você quer atingir.

São pessoas de uma sociedade que tem características em comum, que geralmente são: pessoas com uma mesma educação, classe social, gênero, idade, nacionalidade, localidade e, às vezes, até uma mesma profissão, dependendo de qual o produto ou serviço oferecido pela sua empresa.

Costuma ser uma descrição breve do seu público.

Diferente da persona, que é mais aprofundada, levando em consideração uma série de detalhamentos.

Se fosse destacar as características principais do público-alvo, eu colocaria:

  • Definição mais ampla, generalizada
  • Não define hábitos e peculiaridades
  • Não destaca gostos e interesses pessoais/profissionais
  • Não há definição específica
  • Se reduz a pessoas que querem comprar seu produto ou serviço.

Como identificar a persona?

Se você está se perguntando como pode identificar a persona da sua marca, fique tranquilo: esse processo não é nada complexo.

A melhor forma de saber qual é a personalidade e os hábitos do seu cliente é com a boa e velha pesquisa.

Para isso, você pode usar os dados pessoais fornecidos no cadastro ou dar um passo além e elaborar um questionário para ser respondido pelos consumidores.

Seja qual for o caminho escolhido, é importante ser criterioso nas perguntas para conseguir informações que são, de fato, relevantes para o seu marketing.

Mais adiante no texto, explico em detalhes como fazer essa pesquisa.

Os benefícios de criar uma persona

ilustração de alvo e persona

Toda empresa quer ter resultados mais eficientes, certo?

Uma das formas de você conseguir criar um conteúdo mais atrativo e útil, que não será desperdiçado é, através, de uma persona.

Ter mais informações sobre seu público fará com que você crie conteúdo direcionado, interessante, relevante que irá despertar o interesse das pessoas.

Definir de forma exata sua persona ajuda a segmentar melhor os seus anúncios. O que isso quer dizer na prática?

Que você irá reduzir custos com links patrocinados e aumentar suas chances de leads! Quer coisa melhor?

Toda empresa quer diminuir custos de investimento, aumentar vendas e criar uma persona perfeita vai te ajudar nisso.

Entenda porque isso acontece: ao segmentar seu público com uma persona, você gasta energia e direciona seus esforços para pessoas que realmente têm interesse por seu produto ou serviço.

Assim você evita de gastar tempo com um público não interessado com o que você tem a oferecer. Com isso você cria conteúdos melhores e voltados para seu público específico.

O Facebook Ads e Google Ads tem cada vez mais ferramentas otimizadas para segmentação do público.

Isso facilita na hora de criar campanhas voltadas para seu público com base numa lista com informações mais completas e definidas seja demográficas ou psicográficas.

Você poderá adicionar informações como localização, idioma, idade, nível de escolaridade e interesses e chegar de forma mais certeira nas pessoas que você quer converter.

Com isso você utiliza uma estratégia mais inteligente.

Ou seja, ao invés de você atirar para todo lado e o que acertar é lucro, você atira de forma certeira em quem vai te fazer aumentar seus ganhos e gerar interação.

Além disso, nessas ferramentas você encontra também uma opção muito útil que é escolher o público semelhante. Isso te ajuda de forma prática a encontrar pessoas com comportamentos semelhantes aos usuários que curtem sua página.

Dessa forma, mesmo com um orçamento limitado para investimento nessas ferramentas, você tem acesso a um público muito específico de segmentação e conseguirá obter mais ganhos.

Você definitivamente irá atingir mais pessoas do que se criasse um conteúdo apenas para o seu público-alvo.

Pense na persona como a principal pessoa que irá interagir com o conteúdo que você criar. Uma pessoa que será essencial para o sucesso do seu negócios.

A persona é indispensável para:

  • Criar o tom de voz ideal para sua empresa
  • Linguagem padronizadas de blog posts e posts de redes sociais
  • Escolher as redes sociais mais adequadas para o seu negócio
  • Conteúdos mais interessantes para produzir
  • Extensão e formato dos conteúdos
  • Palavras-chave mais eficientes para usar (keywords)
  • Estilo e periodicidade do email marketing
  • Uso de links patrocinados
  • Facebook Ads

Pense onde está o seu público principal. No Instagram, no Facebook, no LinkedIn?

Use apenas as redes sociais que tenham relevância para você, assim você direciona melhor sua estratégia e não perde tempo em lugares que não vão levar a lugar algum.

Foco sempre!

o futuro do facebook ads

A importância da persona no Marketing Digital

Entenda o perfil de compra da buyer persona

Buyer persona é o nome dado ao público que o mercado digital quer atingir. A tradução seria o “cliente comprador” ou “cliente ideal”, muito usado no marketing digital.

Seria a personificação de um cliente que se interessaria pelo seu produto ou serviço.

São essas personas que você deve pensar toda vez que for criar um conteúdo, seja um anúncio, um post nas redes sociais, um blog post, enfim, qualquer conteúdo de marketing digital.

Por que isso é tão importante? Porque você quer atingir essas pessoas, fazê-las se conectarem com sua marca, compartilharem uma mesma visão.

Com isso, ao estabelecer essa proximidade você pode levar a concretização do seu objetivo principal: conversão de clientes.

Criar uma persona alinhada com seu cliente em potencial traz uma compreensão aprofundada sobre gostos e interesses e o principal: o que eles procuram.

Dessa forma você conseguirá atingir um tom ideal para interagir com esse público, falando de igual para igual e até mesmo desenvolvendo não só conteúdo textual, mas também design de cores e imagens que seriam mais atrativas para elas.

Levando a questão para o plano da psicologia, com a persona, você poderá entender seus desejos mais profundos e descobrir suas dores, dificuldades e medos. Podendo assim, criar soluções e ajudar na resolução de problemas.

E é isso que todos queremos, certo? Uma vida mais leve, facilitada, livre de problemas. Sua empresa deve sempre ser esse facilitador.

Melhores Práticas Para o Desenvolvimento de Personas

dupla de colegas trabalhando na criação de persona

A seguir, o que você deve fazer para criar uma persona perfeita é, em primeiro lugar, não ter pressa nem preguiça.

Quanto mais informações você coletar, melhor será para você criar uma persona.

Veja abaixo o caminho que você precisa seguir para alcançar sucesso no desenvolvimento de personas.

Realize Pesquisas de Usuários

No marketing de conteúdo e no marketing digital, absolutamente tudo parte de uma pesquisa prévia.

Aliás, tudo que você for desenvolver e seja novo necessita de uma pesquisa antecipada, seja a criação de um novo negócio, produto, empresa, aplicativo, etc.

Ou seja, tudo que você for criar precisa estar embasado a partir do levantamento de dados relevantes.

Ao realizar a pesquisa de usuários você pode coletar todas as respostas e informações obtidas e separar por categorias.

Você pode considerar criar um documento organizado com as informações unificadas e relevantes e difundir entre os membros da sua empresa.

Otimize os Resultados das Pesquisas

Mais importante do que realizar a pesquisa, aplicando e obtendo as respostas é saber o que fazer com as informações obtidas.

De nada adianta compartilhar a pesquisa com muitas pessoas e potenciais clientes se você não conseguir fazer um estudo mais analítico disso tudo.

Uma forma de otimizar os resultados é dividir as respostas em categorias e converter para porcentagens, estatísticas e gráficos.

Dessa maneira fica mais fácil visualizar as informações de forma organizada e destacada.

Trabalhe o seu Brainstorming

Além de se organizar diante de um mundo de respostas e informações que obtiver nas pesquisas, você precisa trabalhar seu brainstorming.

O que eu quero dizer com isso é que você precisa deixar sua criatividade aflorar. Deixe sua mente fluir diante das inúmeras possibilidades de persona.

Nunca uma persona de uma empresa será igual a da outra, por mais que seja uma empresa concorrente à sua.

O seu público ideal terá algumas diferenciações e particularidades que você deve considerar. Portanto, por mais que você busque referências e inspirações em personas alheias, nunca copie.

Crie sua própria persona com base em pesquisas e estudos do seu público para aumentar suas chances de sucesso e conversão de leads.

Seja Realista

Por mais que ter brainstorm é importante, tenha muito cuidado. Criatividade e imaginação não tem nada a ver com fugir da realidade!

Mantenha os pés no chão ao categorizar as informações e imaginar qual seria o público que se interessaria pelo seu conteúdo, produto ou serviço.

Uma forma muito eficiente de ter foco é desenvolver uma série de perguntas que podem ajudar na hora de criar uma persona ideal.

Perguntas que vão te ajudar a definir uma Persona

profissional com dúvidas

Para criar a persona perfeita para sua empresa você precisa responder a algumas perguntas sobre o usuário.

O ideal é você dividir as perguntas em algumas categorias, que podem ser: objetivos pessoais, objetivos profissionais, gostos e interesses, dificuldades pessoais, dificuldades profissionais e sonhos.

Abaixo, listo questões que você pode usar e direcionar para seu público.

Mas, antes, veja algumas perguntas que você deve perguntar a si mesmo, como empresa:

  • Quem são seus clientes atuais?
  • Quem é o seu cliente em potencial?
  • Que assunto do seu setor pode interessá-lo?
  • Por que eles usam seu produto ou serviço?
  • Que expectativas eles têm do seu produto/serviço?
  • Quais os comportamentos recorrentes desses compradores?
  • Como minha empresa pode ajudá-lo?

Agora, sim, vamos à lista de perguntas para enviar para o seu público.

Perguntas pessoais

  • Qual sua idade?
  • Qual seu estado civil?
  • Onde você mora?
  • Faça um breve histórico sobre você.
  • Tem filhos?
  • Qual é a sua classe social?
  • Quais são os seus valores?
  • Qual seu nível de instrução/escolaridade?
  • Quais suas metas de vida?
  • Quais suas dificuldades e problemas?
  • Qual seu maior sonho?

Perguntas sobre estilo de vida

  • Quais marcas você mais costuma usar/comprar?
  • O que costuma fazer durante o seu dia?
  • O que consome?
  • Quais os lugares você mais gosta de frequentar?

Perguntas sobre interesses

  • Que informações busca e em quais canais?
  • O que gosta de fazer nas horas vagas?
  • Quais são os seus interesses principais?

Perguntas sobre informação

  • Quais são as redes sociais que você faz parte?
  • Com qual frequência você consulta essas redes?
  • Que conteúdo considera interessante?
  • Quais as principais páginas, sites e blogs que segue?
  • Onde adquire novas habilidades para o seu trabalho?

Perguntas sobre trabalho

  • Qual é seu cargo?
  • Qual sua trajetória profissional?
  • Qual o segmento da sua empresa?
  • Qual o tamanho da sua empresa?
  • O que você faz no trabalho?
  • Quais são suas responsabilidades?
  • Como seu trabalho é mensurado?
  • Fale sua rotina de trabalho
  • Quais habilidades seu cargo exige?
  • Que ferramentas utiliza?
  • Quais seus objetivos profissionais?
  • O que considera como “ser bem-sucedido”?

No caso de produtos B2B você deve ir além e considerar os seguintes questionamentos:

  • Qual o tipo de empresa que compra sua solução?
  • Qual o cargo dessa pessoa?
  • Quem influencia sua tomada de decisão?

No caso de uma buyer persona, você pode considerar aplicar as seguintes perguntas:

  • Onde você costuma fazer suas compras?
  • Prefere loja física ou online?
  • Com qual frequência você realiza compras?
  • Você costuma realizar pesquisas antes de fazer compras?
  • Você costuma fazer pesquisa de preço?
  • Quem influencia sua decisão de compra?
  • Que fatores você leva em consideração antes de comprar?

Além disso, uma ótima forma também é conversar diretamente com alguns deles para entender melhor suas dificuldades. Isso pode ser feito através de e-mails ou por telefone.

Essa é uma maneira de estabelecer empatia, se colocar no lugar do usuário e entender o que ele precisa e como você, como empresa, pode fazer a diferença e causar um impacto positivo.

Tenha sempre em mente: como eu posso ajudar? Como posso resolver o problema desse usuário?

Se quiser você também pode fazer pesquisas de mercado. Crie um formulário e disponibilize, compartilhe para que a sua audiência responda.

Pesquisas online ajudam a segmentar melhor o seu nicho. Com os resultados em mãos você deve se colocar no lugar do seu consumidor.

Pense: o que eu, com esses comportamentos, consumindo essas marcas, com esses gostos e interesses, com essas dificuldades, objetivos profissionais, realmente preciso?

Refletindo sobre isso você chegará perto da resposta e poderá criar uma persona mais adequada ao seu público.

Se você conseguir trazer facilidades, melhorias para a vida de um usuário ele, definitivamente vai se lembrar de você, irá comprar de novo e irá indicar para conhecidos.

Dessa maneira você irá se destacar na concorrência, ganhar reputação e prestígio. Pense nisso!

Definir o Propósito

Você deve saber exatamente o que procura, qual a visão e propósito para o seu site.

Se você quer atrair mais compradores, gerar identificação com a marca, aumentar seus ganhos, você precisa definir uma estratégia para chegar lá.

Traçar um objetivo e propósito principal facilita na hora de criar a estratégia de marketing adequada que você vai utilizar.

Com a persona, não é diferente.

Compreender a fundo seu consumidor típico e definir um propósito estão diretamente relacionados e devem andar de mãos dadas.

Descreva o Seu Usuário

A melhor definição de persona vem do contato com o seu público-alvo.

Você deve ser capaz de conhecê-lo tão bem que possa identificar com facilidade as características comuns desse comprador em potencial.

Descreva em uma folha de papel quais as similaridades entre eles.

Lembre-se de focar tanto nos clientes satisfeitos quanto nos insatisfeitos.

Os satisfeitos são importantes para saber o que tem dado resultado e talvez seguir uma mesma abordagem e pensamento estratégico.

Os insatisfeitos podem ser ainda mais importantes para entender qual a percepção deles sobre seu produto ou serviço, quais desafios estão enfrentando e trabalhar em melhorias.

Motivação do Usuário

Busque pelas principais vontades do seu usuário.

Quais suas principais motivações? O que os fazem se levantar todo dia? O que procuram? O que consegue inspirá-los? O que traria mais felicidade e tornaria sua vida mais fácil? Quais as facilidades que procuram para uma vida mais leve?

Descobrir as motivações de uma pessoa é entender quem ela é, na sua essência. É humanizá-la a tal ponto que você seja capaz de compreendê-la tão bem que consiga criar soluções para ajudá-la a atingir seus sonhos e alçar voos mais altos.

Vale destacar que uma empresa/marca pode criar uma ou mais personas.

Você não precisa se limitar a apenas um tipo de persona. Dependendo do tamanho da sua empresa e da abrangência de sua audiência você pode criar até duas ou três personas diferentes.

Mas cuidado para não exagerar.

Ao mesmo tempo que uma única persona pode limitar o seu público que pode ser maior e abrangente, muitas personas pode fazer com que você perca o foco.

Ter muitas personas pode dificultar na criação de conteúdo voltados para os consumidores ideais.

Se tiver que escolher, prefira criar um conteúdo mais assertivo para uma persona, do que desenvolver vários conteúdos para muitas personas e acabar não convertendo nenhum novo cliente.

Pense de forma estratégica nas suas ações para cada persona e, com absoluta certeza, você terá muito sucesso!

Como Criar Uma Persona em 5 Etapas

processo de criação de persona

Você vai conferir abaixo um passo a passo para criar uma persona a partir de 5 etapas cruciais.

Aqui, estão as principais dicas para você que nunca criou uma persona antes e não sabe por onde começar.

Ou se você já criou outras personas antes e não obteve sucesso.

Com esse guia você conseguirá criar uma persona perfeita e começar a ter mais resultados de fato na sua empresa.

Consulte a teoria e aplique-as na prática! Vamos lá?

1. Busque e Colete Dados Sobre Seus Usuários

Aplique pesquisas direcionadas para seu público-alvo ou audiência para coletar dados importantes.

Pense nas melhores perguntas, como as que listamos mais acima no texto, para você obter respostas relevantes.

Além de usar pesquisas para obter os dados que precisa, você pode ir atrás dessas informações por conta própria analisando o perfil do usuário.

Visite a página de alguns clientes em potencial e faça um estudo sobre seus gostos, interesses, marcas preferidas, etc.

Descubra o que fazem nas horas vagas, com que trabalham, suas paixões e demais informações que considerar relevante.

Nas redes sociais, é possível encontrar bastante material para coletar, uma vez que a maioria das pessoas usa as redes como registro de suas atividades, local para expressar suas opiniões, forma de enxergar o mundo e também indignações.

Muitos são os consumidores ativos nas redes sociais e eles podem servir como uma ótima fonte de dados, mas não se limite apenas a isso.

Considere também fazer pesquisas com aqueles usuários mais fechados, que não postam tudo na internet, pois eles também são importantes para prospecção.

2. Crie uma Hipótese

Com os dados coletados é hora de você detalhar o perfil do cliente.

Pense em uma ou mais hipóteses com situações que, segundo sua análise dos dados, seria mais condizente com o que o seu cliente procura/precisa.

Pense em algumas histórias, assim você estará mais perto de entender o que o seu consumidor quer e pensar em como sua empresa pode ajudar nisso e chamar sua atenção.

Lembre-se de considerar também que a persona pode ser um visitante novo que ainda não conhece sua empresa, não sabe o que está procurando exatamente, mas que, por acaso pode encontrar o que precisa.

Essa forma de pensar é muito comum em sites de empresas que utilizam o Inbound Marketing, então, considere também esse público na hora de criar sua persona.

3. Todos Tem que Aceitar Essa Hipótese

Ao criar uma ou mais hipóteses você precisa vender essa história. Pense se ela é convincente, se ela faz sentido e é realista.

Se alguém viesse te contar sobre “Fulano”, de tal idade, tal profissão, que vive em tal lugar, com esses gostos, interesses, personalidade, ambições, sonhos, problemas, que busca tais coisas, você acharia plausível?

Mais do que isso, você sentiria empatia? Entenderia?

Para testar sua hipótese repasse para as pessoas da sua empresa. Quanto mais pessoas lerem, melhor.

Assim você saberá se precisa melhorar ou adaptar a história para torná-la mais realista e condizente com seu cliente ideal.

4. Estabeleça um Número

O aspecto qualitativo é tão importante quanto o quantitativo. Realize pesquisas, entrevistas, coleta de dados sistematizados e quantifique.

Estabelecer um número pode ser muito importante para você dividir os seus prospects em categorias.

Com isso você pode observar quantas personas será necessário criar para atender a todos os objetivos e resolver todos os problemas.

5. Descreva a Persona

Ao coletar todas as informações e quantificar é hora de pensar e começar a descrever a persona, identificando suas características, gostos, desejos e medos.

Para entender melhor, acompanhe um exemplo de descrição de persona a seguir:

“Ricardo, advogado de 30 anos, brasileiro, mora no interior de São Paulo, em Campinas. É classe média alta, formado em Direito e trabalha em um escritório de advocacia, mas está insatisfeito com sua colocação profissional.

Solteiro, gosta de ir a bares nas horas vagas com os amigos. Toca instrumentos musicais e já chegou a estudar Produção Musical em São Paulo, mas desistiu para seguir a área de Direito por pressão dos pais e questões financeiras.

Conhece muitas pessoas e é influente no seu meio. É perspicaz, inteligente e sabe muito bem como conversar sobre tudo um pouco desde política até religião. Tem personalidade forte, é sonhador, persuasivo, ambicioso.”

Com base nesse detalhamento, pense: para ele, o que seria uma alternativa interessante? Talvez ingressar na área de advocacia de uma grande empresa? Talvez em uma multinacional? Buscar mais autonomia criando seu próprio escritório? Ou talvez mudar os rumos profissionais, seguir carreira como produtor musical?

É sempre importante se colocar no lugar da persona, avaliar o cenário e pensar em várias hipóteses para descobrir o que essa pessoa quer e precisa.

Grupo da Persona

Divida as personas em categorias e grupos.

A que grupo pertence essa persona? Ela já é um cliente atual da sua empresa? Ela já usufruiu do seu produto ou serviço antes? Ela está satisfeita com sua empresa e o que você oferece?

Ou é um potencial cliente, que conhece sua empresa, mas nunca utilizou um serviço ou produto seu antes?

Ou será que é um cliente insatisfeito que você precisa tentar melhorar sua reputação, mudando a percepção dele sobre sua marca e produto?

Nome Fictício

Após categorizar você deve dar um nome para essa persona. Dar um nome faz com que você humanize esse consumidor ideal.

Tente sempre humanizar os clientes, pois cada pessoa é única, com características específicas. Aliás, isso que vai diferenciar uma persona de um público-alvo.

No público-alvo você generaliza, na persona você segmenta. Crie um nome considerando o gênero do seu consumidor ideal, se será homem ou mulher. Se for mais de uma persona dê um nome diferente para cada uma delas.

Profissão e Responsabilidades

Após escolher um nome, pense na profissão, o segmento em que o seu consumidor profissional atua.

Reflita sobre suas responsabilidades, posição e cargo dentro da empresa ou negócio que está inserido.

Saber também o tamanho da empresa em que atua também faz toda a diferença.

Idade, Educação, Etnia e Estado Civil

A idade também diz muito sobre uma pessoa.

A geração à qual pertence seu consumidor ideal irá dizer muito sobre ele e talvez revele uma forma de pensar, se posicionar, encarar o mundo.

O mesmo sobre sua educação. Qual o nível de ensino e escolaridade da sua persona?

Qual sua etnia? Estado civil? É solteira ou casada? Saber essas informações irá ajudar a traçar melhor seu perfil e entender um pouco sobre suas prioridades.

Uma pessoa solteira tem prioridades diferentes do que uma pessoa casada que leva em conta seu envolvimento no relacionamento e seus filhos nas decisões mais importantes.

O Que Ele(a) Está Procurando ao Visitar o Seu Site

Depois de descrever com detalhes aspectos pessoais da persona comece a questionar os motivos que o levaram a procurar seu site?

Por que sua empresa pode ser interessante para ele/ela? O que a persona está buscando? O que deseja conseguir? Como sua empresa/marca, produto/serviço pode ajudar nisso de forma prática?

Seu Meio de Convivência e Condição Social

Saber onde reside, as pessoas com as quais se envolve, o círculo social, bem como a condição social na qual está inserida também diz muito sobre uma pessoa.

Faça algumas perguntas-chave nesse sentido, como por exemplo:

A que classe pertence? Qual seu poder aquisitivo? Realiza viagens com frequência? Quais os eventos que participa? O que gosta de fazer nas horas vagas?

É preciso entender o contexto para compreender melhor a realidade desse consumidor. Se coloque no lugar do cliente para criar a persona.

Uma Citação Que Resume O Que Realmente Importa Para a Persona em Seu Site

Criar uma citação é uma forma de resumir em poucas palavras o que sua persona precisa, procura.

Busque sintetizar em uma frase algo a motivação, necessidade ou problema de uma persona para criar mais identificação e personalidade.

Um exemplo de uma frase que resume o objetivo principal de uma persona poderia ser:

“Fernanda procura parceria para investir na área de alimentação”

Exemplos de Persona

Abaixo você verá algumas personas para se inspirar.

Lembre que a persona que você criar pode até se embasar em outras personas prévias, mas nenhuma persona nunca é igual a outra.

A dica para criar uma persona é você pensar nela como uma pessoa real, que posteriormente irá consumir seus conteúdos e campanhas de marketing.

Exemplo 1 – Ana Clara

exemplo de persona Ana Clara

Ana Clara é um exemplo de persona jovem. É uma estudante de 17 anos e, assim como qualquer estudante nessa idade, está confusa com os rumos profissionais que quer seguir para sua vida.

Está tendo que lidar com pressão dos pais para a escolha do curso de Administração, sendo que prefere cursar Jornalismo. Tem alto poder aquisitivo, então, dinheiro não é um problema para ela agora que depende dos pais.

É conhecida nas redes sociais, tem conhecimento sobre muitos assuntos, principalmente os culturais.

Seu blog é muito visitado por seus amigos e conhecidos, sendo uma espécie de influenciadora (digital influencer).

Exemplo 2 – Maria Eduarda

exemplo de persona Maria Eduarda

Esse exemplo de persona é mais completo, traz mais informações e também informações sobre localização que é muito importante para dados demográficos.

Maria Eduarda é uma mulher bem resolvida e com cargo de responsabilidade na empresa de tecnologia na qual trabalha.

Está sempre pesquisando sobre novas tecnologias e produtos inovadores no mercado, com o objetivo de se manter sempre atualizada no segmento.

Além de falar sobre o aspecto profissional deve-se destacar, na persona, seu estilo de vida, gostos e interesses gerais.

Nesse caso, Maria Eduarda se interessa por moda, religião, alimentação saudável e bem-estar.

Ao que se vê, é uma mulher preocupada com sua aparência.

Exemplo 3 – Marcelo

exemplo de persona marcelo

Este é Marcelo, homem de 36 anos. Também da área da Tecnologia, ele está sempre antenado sobre as novidades desse setor. Pelo que se vê na descrição ele é bastante crítico, principalmente com os assuntos que domina.

Tem uma postura mais séria, o que pode, às vezes, ser visto como uma dificuldade a ser trabalhada.

Tem um perfil de líder planejador, ou seja, tem ótimas ideias e as executa de forma eficaz no prazo estabelecido.

No trabalho está sempre sob pressão, estresse e têm muitas responsabilidades.

Nessa persona, as informações são todas relacionadas ao profissional.

Seria interessante agregar mais informações sobre estilo de vida, interesses e objetivos pessoais para conhecer Marcelo mais a fundo.

Exemplo 4 – Carlos

exemplo carlos

Carlos é um exemplo de buyer persona. Você pode perceber porque as informações listadas são basicamente apenas sobre seu perfil de comprador.

Por ser CEO de uma grande companhia, percebe-se que pertence a classe A, com alto poder aquisitivo. Valoriza seu trabalho e dinheiro.

Se interessa por temas relacionados a economia e finanças e está sempre antenado sobre o assunto participando de conferências.

Esse modelo de persona é bem eficaz para o que se propõe: levar o cliente à compra.

Isso porque traz informações precisas sobre o que ele quer, o que não quer, pontos de cuidados para se levar em consideração e como ele pode encontrar a sua empresa.

Exemplo 5 – Fernando

exemplo personas Fernando

Fernando é o tipo de persona com perfil empreendedor. Tem 24 anos e analisa suas possibilidades e opções de mercado.

Nesse modelo de persona traz os canais que usa como fonte para suas pesquisas, informações e que têm uma certa influência em suas decisões.

Pelo que se vê ele procura urgentemente um curso de tecnologia para ter mais conhecimento na área e poder conversar com desenvolvedores para sua startup.

Traz dados relevantes sobre o que interessa nesse cenário. Essas informações podem ser trabalhadas pela empresa para gerar um conteúdo de interesse para ele.

Como criar uma persona sem ter clientes?

ilustração de equipe executiva

Se você ainda não tiver compradores você também pode criar uma persona.

Para isso você deverá começar do zero através da pesquisa da audiência.

Descubra um padrão recorrente, ou seja, as pessoas que mais curtem suas páginas, seus vídeos ou que mais acessam seu site ou blog.

A partir dessa pesquisa preliminar você poderá traçar um perfil de usuário e assim criar uma persona.

Abaixo você encontra um guia rápido de como criar uma persona se você ainda não tem um produto/serviço e não sabe ainda para quem exatamente irá oferecer isso, nem qual seu público.

Acompanhe e boa sorte!

Defina sua área de atuação

Se você ainda não sabe qual será seu produto ou serviço. A primeira coisa a fazer é decidir.

Ao invés de cair de cabeça numa área que não tem conhecimento algum, escolha por algo que domine e tenha interesse.

Assim, fica tudo mais fácil e mais prazeroso também.

Quando você tem facilidade com algum assunto fica mais fácil falar sobre ele e vender também. Assim, você terá menos dificuldades em se expressar e criar conteúdos para essa área.

Quando decidir esses pontos-chave e começar a postar conteúdos você já poderá perceber, mesmo que de forma inicial, quem é o público que interage e se interessa por isso.

Por mais que não haja ainda nenhuma compra efetiva na sua página de vendas, você pode consultar quem acessa constantemente seus conteúdos.

Essas pessoas podem ser consideradas clientes em potenciais e talvez seja um caminho para criar sua persona.

Interaja com as pessoas

A comunicação realmente abre portas e é uma poderosa ferramenta para descobertas. Use-a a seu favor!

Converse com as pessoas ao seu redor, principalmente aqueles que considera clientes em potencial para saber o que eles necessitam, quais seus problemas, objetivos, desafios.

Saber desse detalhamento te dará um norte para seguir e quem sabe já começar a pensar em quais soluções você, como empresa, pode oferecer para tornar a vida dessa pessoa mais fácil e completa.

Além disso, você pode também interagir com o consumidor. Para isso, faça visitas em fóruns relacionados à sua área ou em outras páginas que tragam informações relevantes.

O Facebook, por exemplo, é uma opção para isso. Existem inúmeros grupos criados para áreas específicas. Lá você encontra todo tipo de comentários e discussão sobre o assunto.

Vá mais a fundo e pesquise o perfil das pessoas que postam nesses grupos, fazendo uma visita em seus perfis. O trabalho pode ser cansativo e de “formiguinha”, mas irá compensar no futuro.

Utilize Audience Insights

Você sabia que o Facebook pode te ajudar a criar sua persona? O Audience Insights é uma ferramenta que mostra quem são as pessoas procuram seus produtos ou serviços semelhantes ao que oferece.

Parece surpreendente, né? Para isso basta você entrar na página do Facebook de uma empresa concorrente com a sua, que tenha produtos e serviços semelhantes.

Depois de entrar na página, acesse o Audience Insights e preencha com as informações que você coletou das pessoas que seguem a página concorrente.

Com essa pesquisa você conseguirá obter informações como idade, gênero e áreas de interesse de pessoas daquela fanpage.

Para usar essa ferramenta você precisa:

  • Entrar no Audience Insights
  • Selecionar o público como “Todos do Facebook”
  • Usar filtros do lado esquerdo para direcionar a pesquisa
  • Clicar em salvar.

Pronto!

Crie formulários de pesquisa

Outra ideia muito eficiente de descobrir seu cliente ideal é através de formulários de pesquisas.

Através desses formulários você pode obter respostas que vão te direcionar para criar sua persona.

Você deve colocar perguntas demográficas, mas também informações comportamentais e psicográficas que são extremamente importantes para criar uma persona perfeita.

Após criar as perguntas nos formulários divulgue em grupos do Facebook, fóruns e blogs relacionados ao seu segmento.

Quando tiver uma quantidade razoável de respostas, você já pode partir para a parte de análise dos dados.

Com certeza você encontrará informações muito interessantes. É recomendado que você reúna as informações semelhantes para tentar descobrir o perfil de comprador dessas pessoas.

Como você pretende atingir muitas pessoas e obter grande número de respostas, evite fazer um formulário muito extenso.

Ninguém está disposto a perder muito tempo respondendo esse tipo de pergunta. E nem você terá tanta disposição de analisar tantas respostas.

Se puder, crie formulários com opções de respostas. Ninguém também tem paciência de escrever frases e parágrafos. Deixe um ou dois campos para texto, no máximo.

Lance o seu produto

Após toda essa pesquisa prévia, é hora de lançar o seu produto. Por mais que você tenha receio, já é hora de se lançar no mercado.

Não fique achando que logo de cara você já obterá sucesso de vendas ou conhecerá todo seu público.

Na verdade, lançar seu produto é o primeiro passo para conhecer mais quem são os consumidores e os clientes ideais.

Use isso como um termômetro para entender melhor sobre como as pessoas reagem, o que comentam sobre seu produto ou serviço, se gostaram ou não e avalie isso como uma oportunidade de melhorar sempre.

Você precisa saber sobre a percepção das pessoas que usufruem do seu produto ou serviço. Esteja aberto para ouvir e receber tantas críticas positivas quanto negativas.

Lembre-se de analisar o perfil dessas pessoas que se manifestam para criar uma persona mais embasada. Dessa forma, você, definitivamente terá mais chances de sucesso.

Se na primeira tentativa não der certo, não desista! Com persistência, pesquisa e foco você chegará lá!

Como criar uma persona usando os clientes que já compraram seus produtos?

Um jeito bastante eficaz de definir a buyer persona do seu negócio é utilizar as informações de quem já comprou na loja.

Pesquise e tente extrair dados do seu software de CRM ou outro sistema de gestão da base de clientes.

Esse método para definir a persona só funciona se você já tiver um histórico de vendas, é claro.

Ele é especialmente interessante porque já contém dados concretos de compras reais.

Mas, para que você tenha informações suficientes para construir a persona, é importante fazer as perguntas certas no momento do cadastro.

Se você vende brinquedos, por exemplo, de nada adianta perguntar qual é o personagem preferido de quem está comprando.

Isso porque quem está adquirindo o produto é o adulto, e não a criança – portanto, ela é a sua buyer persona.

Como estudar o perfil do cliente?

Ao chegar até aqui, você pode estar perguntando quais informações são relevantes para estudar o perfil do cliente.

A resposta para essa pergunta não é tão simples assim, pois depende do seu nicho de mercado, sua precificação, o posicionamento da marca, entre outras particularidades do negócio.

De maneira geral, o que posso dizer é que é importante compreender o estilo de vida da sua clientela para conseguir elaborar estratégias compatíveis.

Portanto, busque dados para entender quais são seus hábitos de compra e os critérios que mais valoriza na hora de tomar uma decisão.

Outras informações que podem ser úteis incluem ainda os desafios que a persona enfrenta no dia a dia, as suas frustrações e as suas ambições.

Lembre-se: é fundamental ter um entendimento amplo dos seus clientes, e não só fazer perguntas que estejam diretamente ligadas ao produto.

Como usar a persona para vender mais?

Agora que ficou clara a importância de estudar e definir a buyer persona, chegou a hora de explorarmos os caminhos possíveis para vender mais.

São diversas as formas de aplicar a sua pesquisa para alavancar as vendas.

Você vai ver abaixo como essas informações podem influenciar totalmente em suas ações de marketing e relacionamento com o cliente.

Crie conteúdo relevante

Nas últimas duas décadas, o marketing digital evoluiu bastante e, aos poucos, os profissionais da área foram percebendo a relevância de oferecer um bom conteúdo.

Hoje em dia, é comum que as pessoas cheguem até as marcas pelo conteúdo que elas publicam na internet.

Por isso, é importante utilizar a sua definição de persona para criar posts, vídeos e outros materiais que, de fato, interessam ao cliente.

Foque nas dores do cliente

Um dos objetivos principais da criação da persona é ajudar a equipe de marketing a detectar as dores do cliente.

Esse termo se refere a nada mais do que as necessidades e demandas daquela pessoa, os pontos em que sua vida poderia ser aprimorada.

Assim, use essas informações para melhorar seu produto e oferecer uma solução verdadeira para sanar as dores do seu cliente.

Crie uma necessidade

Muitas vezes, o valor de uso do seu produto não é o que necessariamente vai fazer a pessoa comprar da sua marca.

Portanto, a demanda deve ser criada a partir de uma narrativa que mostre ao cliente que ele precisa da sua solução – mesmo que ele ainda não se dê conta disso.

Esse tipo de abordagem traz resultados em todos os setores, mas é especialmente interessante para quem vende itens de luxo.

Cruze os dados

De nada adianta ter uma coletânea de dados sobre a sua clientela se você não souber cruzar as referências para montar uma persona coesa.

Entender quais canais de televisão ou gêneros musicais a pessoa consome pode não fazer tanto sentido se você vende canecas, por exemplo.

Certo? Errado.

Um uso estratégico da persona é capaz de utilizar todos os dados e hábitos do público para posicionar o seu produto junto a outras mercadorias que ele já consome.

Escolha os canais certos

Por fim, o estudo da persona é útil por um motivo simples: ele ajuda você a escolher os canais de distribuição mais adequados.

De nada adianta gastar rios de dinheiro em posts patrocinados no Facebook se o seu público usa apenas o Instagram ou o LinkedIn, por exemplo.

A escolha dos canais certos para divulgar a sua marca, portanto, evita o desperdício do seu orçamento publicitário e garante a eficiência das ações.

Como descobrir a dor do cliente?

O processo para descobrir a dor do cliente pode ser um pouco complexo.

Mas não precisa se preocupar, pois estou aqui para ajudar você e apontar todas as saídas possíveis.

Na hora de pesquisar e conhecer seu consumidor, nada ganha do contato humano e pessoal.

Desse modo, converse com sua equipe de vendas para extrair percepções subjetivas sobre a clientela.

Muitas vezes, quem vende sabe exatamente os motivos pelo qual uma negociação fracassa ou é um sucesso.

Caso você não tenha vendedores – como ocorre em negócios digitais e e-commerces -, uma pesquisa com o público também é um caminho válido.

Elabore um formulário e dispare para sua base de clientes com as perguntas que julga mais relevantes para sua estratégia de marketing.

Para quem segue por esse caminho, é interessante associar a pesquisa à entrega de um conteúdo (e-book, podcast, vídeo, etc.), que vai funcionar como incentivo para as pessoas responderem às perguntas.

Uma vantagem exclusiva do meio digital, o monitoramento de dados analíticos é outra forma de conhecer as dores do cliente.

Existem no mercado diversos serviços de gerenciamento capazes de indicar quais páginas do seu site o usuário visitou para que, depois, você consiga fazer ofertas personalizadas, por exemplo.

Como fazer entrevistas para definir uma persona?

Na hora de fazer as entrevistas que vão definir a sua persona, é importante ter atenção e cuidado na condução do processo.

Aqui, o objetivo não é saber se o cliente está ou não interessado em seu produto.

É melhor que a maioria das suas perguntas siga no sentido de conhecer os hábitos do consumidor fora do seu relacionamento com a marca.

Afinal de contas, você provavelmente já sabe qual é a frequência de consumo dele, porque tem os dados de venda registrados.

Outra dica é não ser invasivo na hora da entrevista ou no texto do questionário: queremos aproximar o cliente, e não afastá-lo.

Como usar o Design Thinking para definir sua persona?

O Design Thinking é uma abordagem que, como o nome indica, surgiu do design tradicional.

A sua intenção é guiar uma produção que não considera apenas fatores estéticos na hora de elaborar um produto, mas faz uma reflexão sobre como o cotidiano do cliente vai ser afetado por aquela mercadoria.

Fora do design, a metodologia nos ajuda a criar personas de maneira colaborativa, reunindo grupos de até sete profissionais para construir um panorama completo.

Seu processo traz uma reflexão maior na definição do cliente ideal, utilizando o pensamento crítico para chegar até soluções criativas.

Como criar uma estratégia de conteúdo baseada em sua persona?

Como vimos até aqui, a persona é um conceito que impacta em absolutamente todas as estratégias de marketing.

De fato, ela é o ponto de partida que ajuda a definir a linguagem, o tom e a personalidade geral que a marca vai adotar em sua comunicação.

Uma estratégia de conteúdo baseada na persona deve, portanto, seguir seus interesses para criar materiais relevantes.

A ideia é manter a sua audiência cativa e consumindo o que foi publicado – ainda que o post não seja exatamente sobre o seu produto.

No fim, a fidelização acontece porque você estabeleceu uma relação de confiança com a clientela, e a marca ganha em credibilidade.

Como Criar Uma Persona a Partir de Ferramentas da Web

Se com essas dicas você ainda sente um pouco de dúvida e dificuldade de criar a persona perfeita para sua empresa, você pode utilizar uma ferramenta web desenvolvida para essa finalidade.

Conheça algumas opções abaixo!

Super Persona

ferramenta super persona para criação

A Super Persona foi desenvolvida pelo portal Superstorm em 2015 e é gratuita.

Pode ser usado de forma ilimitada para criar quantas personas você desejar.

É intuitiva e fácil de ser usada.

De forma prática é possível criar uma persona para sua empresa.

Conheça a ferramenta e teste.

Google Forms

Google Forms como ferramenta para criação de persona

Como falei acima, toda persona é criada baseada em análise de pesquisas, informações e dados reais de clientes em potencial.

Uma das formas mais conhecidas de captar leads é através dos formulários do Google.

Se você quer economizar em pesquisa você mesmo pode criar o formulário, sem precisar contratar uma empresa para essa finalidade.

O Google Forms é usado em pesquisas variadas, desde pesquisa de TCC, projetos, comunicação interna e pesquisa de clima ou até mesmo para criar persona.

Pense em perguntas objetivas e que tragam informações relevantes para construção da sua persona.

Depois de criar, lembre-se de divulgar em pontos estratégicos como blogs, fóruns e grupos do segmento da sua empresa.

Acesse!

Make My Persona

Ferramenta Make My Persona

Você muito provavelmente já conhece a Hubspot. Se não conhece já é hora de conhecer.

Essa ferramenta é a maior em automação de marketing do mundo. É uma das criadoras do Inbound Marketing.

No inbound, usa-se muito a construção de personas para entender quem é o público que irá interagir com o conteúdo desenvolvido, bem como serviços e produtos oferecidos por você.

A Make My Persona é um site criado pela Hubspot que auxilia você a criar sua persona ideal. Confira!

O Gerador de Personas

ferramenta de criação de Persona

Essa ferramenta foi desenvolvida pela Rock Content em parceria com o site Resultados Digitais.

As duas empresas constantemente usam seus recursos e parcerias para desenvolver estudos, pesquisas e ferramentas que sejam eficazes e possam auxiliar pessoas no mundo do marketing digital.

O Gerador de Persona surgiu exatamente dessa necessidade em ajudar empresas a criarem suas personas.

Também é bastante intuitiva e fácil de ser usada.

Acesse e teste você mesmo!

Como alinhar as personas com a jornada de compra e o marketing

Jornada de compras

A caminhada para criar a persona ideal foi longa, mas, com certeza, vai valer todo o esforço.

Depois de ter as personas da sua empresa prontas é hora de começar um novo desafio: desenvolver conteúdos interessantes direcionados para esse público.

Todo o objetivo principal de criar persona é poder se comunicar melhor e de forma mais eficiente, gerando interação e identificação com seus clientes em potencial.

Não deixe todo o esforço aplicado na criação da persona perfeita morrer na praia.

Treine sua equipe para criarem estratégias de marketing direcionadas para esse público como campanhas e ações, blog posts, posts em redes sociais, criação de artes e imagens e demais recursos utilizados no marketing digital.

Toda vez que for criar um conteúdo você deve pensar no tom de voz que deve usar para despertar a atenção da sua persona e gerar interesse.

Mantenha isso sempre vivo na mente da sua equipe e tenha o cuidado de alinhar todos para que se comuniquem da mesma forma com seu cliente em potencial, para não gerar ruídos na comunicação.

Crie conteúdos topo de funil, meio de funil e fundo de funil para essas personas baseadas na jornada de compra. Após isso, use esse conteúdo para planejar a automação de marketing.

Conclusão

Pensar de forma estratégica na criação de persona é importante para você identificar especificamente o público que deseja captar, seu cliente em potencial.

O segredo de uma persona perfeita é se dedicar à fase de pesquisa e obter respostas satisfatórias sobre seus prospects.

Não tenha pressa em pensar nas melhores perguntas.

Outra dica é se comunicar com o público relacionado ao segmento do seu produto ou serviço.

Analise as empresas concorrentes para ver qual o público deles e se será o mesmo que o seu.

Mesmo se você estiver começando a sua empresa e não tiver lançado nenhum produto ou serviço ainda, você já pode dar os primeiros passos para criar sua persona, como você já viu no post.

Ao desenvolver a sua persona ideal você pode começar a criar seus conteúdos e pensar em estratégias de marketing que gerem resultados e que sejam eficientes, voltadas para seu público em potencial.

Lembre-se que seu objetivo principal é sempre se destacar e resolver as necessidades do seu público.

Tenha sempre isso em mente em tudo que for desenvolver.

Resolver os problemas e necessidades significa felicidade para o consumidor e mais lucro para você.

Por isso, não deixe de usar essa estratégia para o sucesso dos seus negócios. Comece agora mesmo!

Nesse artigo você viu as seguintes informações:

  • Significado de Persona
  • Diferença entre Persona e Público-alvo
  • Benefícios da Persona
  • Buyer Persona
  • Melhores Práticas para Criar Persona
  • Perguntas Úteis para Criar uma Persona
  • 5 etapas para Criar Persona
  • 5 Exemplos de Persona
  • Como Criar Persona sem ter Clientes
  • Ferramentas Web para criar Persona
  • Alinhar personas com Jornada de Compra

Se gostou do conteúdo, compartilhe!

Se tiver alguma dúvida ou quiser dividir conosco alguma informação relevante, deixe um comentário logo abaixo!

Se você gostou desse conteúdo, você também pode se interessar por esses:

Com essas dicas práticas de como criar uma persona você será capaz de captar mais clientes e ampliar seu público-alvo.

Boa sorte!

guia completo de marketing digital

Compartilhe