Neil Patel

Espero que você goste desse artigo. Se você quer que meu time faça o seu marketing, clique aqui.

8 Técnicas para Personalizar o Seu Email e Conquistar Seu Cliente

email personalization techniques

Você já sabe muito bem qual é o poder do email, mas ele pode ser ser mais poderoso do que você pensa.

O email é 40x mais eficaz do que as redes sociais quando se trata de atrair mais clientes.

pasted image 0 2045

Então, é importante que seja utilizado da maneira correta.

E como você também já sabe, a técnica da personalização de email é a melhor maneira para enviar emails que fazem as pessoas converterem.

Você pode pensar que o melhor (ou único) jeito de fazer isso é utilizando o nome das pessoas no s seus emails. Funciona, mas não é a melhor maneira para fazer uma personalização bem sucedida.

pasted image 0 2038

Embora seja uma técnica velha e previsível.

Se você não estiver utilizando os emails personalizados, não está sozinho.

Relativamente poucos profissionais de marketing estão utilizando a personalização em tempo real, e a maioria nem sequer utiliza os emails personalizados.

A razão disso é que essas empresas não sabem como coletar os dados corretos para a personalização.

Ou eles sabem como coletar, mas não sabem como usar.

Como conhecimento e ação corretos, a personalização (além do uso do nome do destinatário) pode trazer enormes resultados para você.

Vamos ver aqui oito estratégias sobre como criar email marketing personalizados que funcionam melhor do que a velha jogada do nome do usuário.

Mas antes de vermos as técnicas, vamos dar uma olhada ainda mais próxima no que de fato pode fazer com que os leitores fiquem desmotivados quando vêem o próprio nome em todos os emails que você manda para eles.

Os nomes são excessivos

As pessoas são atraídas pelo nome delas.

Já pensou em como seria estranho se ouvisse alguém chamando o seu nome e quando você se virasse ninguém estivesse lá?

Você já esteve na mesma sala com alguém que tem o mesmo nome que você? Toda vez que alguém chama o seu nome, você se vira e da toda a sua atenção para a pessoa que chamou o nome, mas na verdade ela não estava querendo falar com você.

A mesma coisa se aplica ao email. Quando um destinatário vê o nome dele no texto ou no título do email, eles vão prestar mais atenção ao que você tem a dizer.

pasted image 0 2052

Um estudo feito pela Stanford Graduate School of Business descobriu que ao simplesmente adicionar o nome do destinatário ao título de um email, você pode:

  • Aumentar em 20% as chances do email ser aberto
  • Impulsionar os leads de vendas em 31%
  • Reduzir as taxas de cancelamento de inscrição em 17%

Mas então, qual é o problema? Essas estatísticas fazem parecer que a personalização do nome é um truque fácil e rápido que funciona.

Mas se você fizer isso muito, os usuários podem começar a achar um pouco estranho você utilizar o nome deles com tanta frequência.

Não existe nada especial sobre isso. Você provavelmente tem toneladas de emails na sua caixa de entrada com o seu nome estampado na caixa de entrada neste exato momento. Eu sei que você tem.

Muita personalização do nome ou o uso de qualquer outra técnica de personalização de email de maneira errada, direciona os leitores na direção oposta da sua marca.

E é por isso que o melhor ponto de partida para uma técnica de personalização de email eficaz é coletar os tipos de dados corretos para que você possa utilizar a informação dos seus consumidores da melhor maneira possível.

1. Colete os dados corretos para criar o seu email marketing personalizado

Se você não coletar o tipo certo de informação, você não vai ter um bom ponto de partida para fazer a sua personalização.

Comece coletando informação dos seus leitores nos formulários de inscrição.

Quando um inscrito adiciona o contato dele na sua lista de email, você pode perguntar algumas informações extra para ele além do nome e endereço de email convencionais.

Nos outros campos você pode perguntar a localização deles, a data de aniversário e ocupação entre outras coisas.

Ao fazer isso, entretanto, não deixe o campo muito longo. Mantenha-os pequenos.

Dê uma olhada nesse da TopShop:

pasted image 0 2046

Eles acertaram na mosca ao perguntar por um pouco de informação sem serem invasivos ou forçarem o consumidor a sair antes de concluir a inscrição.

Em seguida, você pode utilizar as integrações para coletar ainda mais dados.

As integrações são perfeitas se você não possui todos os recursos corretos para coletar informação.

E você está sozinho se não tiver.

Cerca de 36% dos negócios dizem não ter funcionários suficiente para dar segmento ou monitorar a coleta de dados, de acordo com o relato de 2016 da Experian.

Veja algumas das integrações disponíveis através do software da MailChimp:

pasted image 0 2047

Ou tente uma ferramenta de email marketing como a Campaign Monitor.

Eles possuem centenas de integrações disponíveis na Loja de aplicativos da Campaign Monitor que são perfeitos para coletar os dados dos consumidores.

pasted image 0 2051

E também tem uma sessão inteira de aplicativos focados em personalização.

Por fim, você deve criar um centro de preferências do contato se quiser descobrir o que os leitores querem ver em primeiro lugar.

Veja como é o centro de preferencias do contato da Campaign Monitor:

pasted image 0 2037

Essas configurações são ótimas porque permitem que os usuários atualizem os detalhes das suas inscrições para prevenir que os emails indesejados cheguem na sua caixa de entrada. Desta maneira, você também não perde tempo enviando emails que eles não querem ler.

Com essa técnica, você está deixando os inscritos fazerem as suas próprias escolhas, o que os faz sentir que possuem maior controle sobre a sua caixa de entrada.

Uma vez que cada email que eles vão receber de você é adaptado aos interesses deles, eles vão abrí-los.

Great American Country até permite que essas opções com os seus sorteios:

pasted image 0 2036

Uma vez que você comece a coletar os dados corretos, você pode personalizar os seus assuntos.

2. Utilize assuntos personalizados

As linhas de assunto sempre foram importantes no mundo do email marketing.

Mas elas também são a tática de personalização de email que tem que ser mais específica para que tudo funcione.

Por exemplo, os assuntos deveriam ser diferentes de indústria para indústria, de público para público e assim por diante. Você terá que fazer seus próprios testes para descobrir quais são mais eficazes.

Com uma ferramenta como o Drip, você pode fazer um teste A/B com os assuntos para descobrir os estilos que o seu público responde melhor.

E também é super simples de configurar.

Split20Test20Wizard

Com os testes, você pode modificar o conteúdo dos seus assuntos baseados nos dados dos seus consumidores sobre o que eles querem, a sua idade, localização e muito mais.

Taxas de abertura e de conversão podem ser vistas lá.

Você pode fazer esses testes A/B com a maioria dos serviços de email não só com o Drip. Vejamos como é a da MailChimp:

pasted image 0 2035

Uma vez que você tenha definido os assuntos dos emails, você deverá focar-se nos emails de autorresposta.

3. Utilize os emails de autorresposta

Os emails de autorresposta são reações automatizadas ao comportamento do consumidor ao interagir com o seus produtos ou serviços.

E eles funcionam bem.

O futuro do email marketing vai na direção dos emails de autorresposta

pasted image 0 2042

Eles permitem que você se comunique com os seus consumidores sem ter que pensar muito sobre isso. E eles vão ajudar você a converter mais leitores e aumentar a fidelidade dos consumidores já existentes.

A autorresposta podem ser enviadas por uma centena de razões: para dar as boas vindas aos leitores, para mantê-los engajados, upsell seus produtos ou serviços, e muito mais.

Eles são a tática automatizada mais personalizada que você pode utilizar.

E existem centenas de ferramentas para ajudar você a enviar os emails de autorresposta para conseguir ótimos resultados, como a Intercom.io.

pasted image 0 2048

Com essa ferramenta, você pode segmentar os leitores em tempo real e direcionar os destinatários com base nos seus comportamentos e escolhas.

Então, utilize os recursos de medição e otimização para monitorar como as suas mensagens estão indo e melhorar os resultados dos seus emails de autorresposta com as configurações das mensagens.

pasted image 0 2043

Daqui em diante, você deve começar a considerar a importância das tags de inscrição.

4. Não esqueça das tags de inscrição

As tags de inscrição permitem que você envie CTAs personalizados no conteúdo do seu email. E você pode utilizá-las para disparar emails também.

Você pode utilizar tags de inscrição baseadas na escolha deles, como visitar uma determinada página no seu site ou clicar em um link para enviá-los para outro lugar e muito mais.

Escreva os emails que serão enviados apenas para os destinatários com as mesmas tags.

pasted image 0 2055

Essa abordagem economiza muito tempo porque você pode segmentar todo o seu fluxo de trabalho através de um só email.

Utilize shortcodes e conteúdos dinâmicos para fazer isso.

pasted image 0 2049

Você pode facilmente acessar esse recurso no Drip.

Por exemplo, com a sua lista de emails de inscritos, se você estiver tentando transformar não consumidores em usuários pagantes, acrescente algo assim: o código que o Drip envia para os seus usuários com as mesmas tags.

“{% unless subscriber.tags contains “Started a trial” %}P.S. Se você ainda não tentou o marketing de automatização com o Drip, você deve começar com 100 inscritos gratuitos seguindo esse link. {% endunless %}”

Dessa maneira, você não estará pedindo para os seus usuários fazerem um teste que eles já fizeram. Você não perde tempo enviando CTAs para as pessoas que não precisam deles.

Então, você deve começar a fazer perguntas.

5. Faça as perguntas corretas

Uma maneira simples para segmentar o seu público é perguntando as coisas para ele. É uma abordagem bem direta, mas você tem que fazer as perguntas certas para que dê certo.

Por exemplo, pergunte aos consumidores o que trouxe eles para o seu site, por que eles começaram a usar o seu serviço e assim por diante.

Essas perguntas podem ajudar você a descobrir o que está fazendo de certo (ou errado) rapidamente, e torna os emails direcionados mais leves.

Mas você não precisa generalizar. você pode utilizar as perguntas como CTA, também.

Vamos ver como tudo funciona com esse exemplo da Campaign Monitor:

Create the perfect call to action button for your email campaign Campaign Monitor

E a SEMrush coloca a pergunta no meio da linha do assunto.

pasted image 0 2041

Até mesmo eu estou utilizando essa tática no meu site porque ela funciona.

pasted image 0 2044

WordStream faz isso também, dando a você a opção de escolher entre duas respostas.

pasted image 0 2054

As pessoas gostam de saber que a opinião delas é valorizada por você. E as perguntas são a melhor maneira de fazer isso.

Agora, preste atenção aos interesses dos leitores.

6. Preste atenção aos interesses dos leitores

Nós já falamos sobre algumas técnicas de personalização de emails.

Mas as coisa está prestes a ficar mais avançada. Mas,não se preocupe, essa abordagem não é tão louca (ou difícil).

Comece personalizando os seus emails recomendando mais compras ou ações baseadas nas compras ou ações anteriores dos seus leitores.

Amazon faz isso muito bem, como você bem sabe.

pasted image 0 2050

Os leitores adoram as “recomendações” se eles tiverem gostado da compra que fizeram anteriormente.

Ao invés de ficarem tentando alcançar todos os leitores com uma promoção, envie apenas para aqueles que mostraram interesse em um tópico relativo.

Você pode fazer isso com qualquer indústria. Basta sugerir produtos e serviços relacionados (e adicionar um desconto se quiser tornar as coisas realmente pessoais)

Certifique-se de que as suas páginas de captura estejam a par para que você direcione os seus leitores para os lugares corretos.

7. Aproveite o poder das landing pages

A personalização pode impulsionar as suas taxas de abertura, mas o objetivo final aqui é converter os leitores e fazer com que eles passem a grana.

Então, você deve certificar-se de que as páginas de captura estão de acordo com o que você está enviando na direção delas. Ou certifique-se de inclui-las nos seus emails em primeiro lugar, para que eles tenham para onde ir.

Imagine se a Amazon enviasse emails de recomendação sem nenhum link para os produtos sendo recomendados. Não faz sentido, não é mesmo?

Por isso que você tem que se certificar que as páginas de captura sejam relevantes em tantos emails quanto puder.

Veja como a Grammarly faz isso:

pasted image 0 2040

Percebeu o botão? Bem, ele leva a este link:

pasted image 0 2053

Percebeu a relação com o email? E isso que você deve fazer.

E você também deve certificar-se que a página de captura está relacionada com os consumidores que você esta tentando alcançar e em qual estágio da compra eles estão.

O objetivo final é fazer com que o processo seja o mais fluido possível para o comprador.

Não faz mal acrescentar uma pequena urgência, também.

8. Crie urgência com as datas e horas

Existem centenas de ferramentas e códigos que podem ajudar você a incorporar datas e horas nos seus emails.

Adicionar datas e hora é uma abordagem excelente para gerar engajamento porque as ofertas com tempo limitado que focam na urgência irão impulsionar as pessoas a fazerem uma ação.

Existem incontáveis maneiras para fazer isso. E não existe uma maneira correta ou errada para acrescentar datas e horários.

Veja como a LastPass faz isso:

pasted image 0 2056

Percebeu que existe também um link para uma página dizendo “Compre Agora” bem ao lado da linha com a urgência?

Isso é brilhante. E você sempre poderá sempre colocar datas e horas específicas para cada consumidor se oferecer cousas como cursos que os leitores podem entrar a qualquer momento.

Com o Drip, você pode utilizar o seguinte shortcode para adicionar a data e hora que um inscrito irá receber o próximo email dele:

{{ campaign.next_email_send_at }}

Ou, utilize lembretes com uma ferramenta como Zoho para lembrar a você de enviar um email urgente se não obtiver resposta por um certo período de tempo.

pasted image 0 2039

Dessa forma, você pode configurar prazos diferentes para clientes diferentes dependendo de quando eles escolherem participar.

Você pode construir uma oferta paga dessa maneira, mas não deixe que eles se esqueçam ou que hesitem.

O objetivo é que você não deixe que eles deixem o seu email esquecido na caixa de entrada até que esqueçam da sua oferta.

É por isso que criar prazos personalizados é tão eficaz.

Basta decidir um espaço de tempo para cada oferta que você considere melhor, seja de alguns dias, uma semana, algumas semanas etc.

Então, acrescente um filtro de data como esse:

{{ now | timestamp | plus: 604800 }}

O número grande no final é o número de segundos que o marcador final vai ficar rodando.

Você pode encontrar isso facilmente pegando o número de dias que faltam para o final do prazo e calculando quantos segundos existem naquela quantidade de dias.

Número de Dias x 86.400 = Total de segundos no marcador

Você também pode sincronizar os seus emails com os contadores.

Se você usar uma ferramenta de contagem de tempo (como a que vem com o Leadpages), pode configurar uma oferta para rodar indeterminadamente.

N ONEcxtgU0vcsZdxLwpMO8EwKFtIUV4gWDmB uWBuBhc4ML5l0rRHB CEAeyIJGtUo4hYJBbZdrVko0ZrGVXkbYqUhUs0

Você pode adicionar isso ao Drip ou qualquer outra ferramenta de email marketing compatível.

Certifique-se de enviar uma série de emails que lembre as pessoas do tempo que falta para terminar a oferta pessoal deles também.

Conclusão

A personalização de emails é a maneira mais fácil e mais eficaz para ganhar novos clientes pagantes.

E você já está um passo a frente da maioria dos profissionais de marketing se começar a usá-la.

Mas, se você não estiver abordando a personalização da maneira correta, não conseguirá ver os resultados que a técnica pode trazer.

Você quer que as pessoas convertam. Utilizando apenas o nome delas não é personalização suficiente. E pode deixar os leitores desconfortáveis se você fizer isso com muita frequência.

Mas com as técnicas corretas, você pode personalizar os emails de uma maneira que funcione.

Comece a coletar os dados corretos. Formulários de cadastro são um excelente lugar para começar essa etapa.

Então, personalize os assuntos dos emails para impulsionar as taxas de abertura e em seguida enviar os emails de autorresposta.

Emails de autorresposta garantem que os seus destinatários queiram o que você manda para eles e evitam que você gaste o seu tempo com emails inúteis.

Você também deve utilizas as tags de inscritos para automatizar o processo de personalização.

Pergunte aos leitores para obter ideias e fazer com que eles sintam que a opinião deles tem valor para você. As pessoas adoram saber que têm opções.

Envie recomendações para os seus destinatários prestando atenção aos interesses e histórico de compras deles mas certifique-se de direcioná-los para páginas de captura eficazes que sejam relevantes ao tópico

Por último mas não menos importante, adicione um senso de urgência com as datas e horas para que eles não possam ignorar a sua oferta.

Quais dicas sobre técnicas de personalização de email funcionaram melhor na sua empresa?

Compartilhe