Neil Patel

Espero que você goste desse artigo. Se você quer que meu time faça o seu marketing, clique aqui.

SSL: O Que Significa e Qual A Importância Para O Seu Site

janela de SSL Certificate

SSL, do inglês Secure Socket Layer, significa Camada de Soquete Seguro. É uma tecnologia utilizada para garantir a maior segurança quanto ao uso de informações pessoais e financeiras na internet, o que ocorre ao criptografar dados e garantir o anonimato das comunicações.

A sigla SSL não é de conhecimento do público em geral, mas presta serviços a ele todos os dias.

Inclusive a você, pode apostar.

Afinal, você já se sentiu inseguro ao fazer compras na internet ou ao acessar sua conta bancária de forma online?

Se a resposta é afirmativa, saiba que não está sozinho.

Mas a boa notícia é que, com o certificado SSL, todos os seus dados estão protegidos contra o uso ou apropriação não autorizados.

Quer navegar e comprar à vontade, sem que os dados do seu cartão de crédito possam vazar para terceiros, não quer? Os clientes da sua empresa, também.

Para ajudar você a dar essa segurança para eles, vou mostrar neste artigo a importância de ter um certificado SSL em seu site.

Em tempos onde comprar e vender produtos na internet se tornou hábito do consumidor, é preciso prevenir ataques de invasores.

E quando você mostra que se preocupa com a segurança dos dados dos seus clientes, mais confiança terão em você.

É isso que você quer?

Então, siga a leitura!

O que é e como funciona o certificado SSL?

acesso na internet à página com certificado SSL

SSL é um acrônimo de Secure Socket Layer, que em tradução livre para o português quer dizer Camada de Soquete Seguro.

Essa é uma tecnologia que traz maior segurança para o uso de informações pessoais e financeiras na internet.

Funciona como uma camada de proteção que criptografa dados transmitidos entre usuário e o servidor da web.

Com isso, autentica as duas partes envolvidas na comunicação para que as transações sejam anônimas, seguras e sigilosas.

Assim que o cliente compra um produto em um e-commerce, por exemplo, o certificado SSL embaralha esses dados. E, então, só podem ser interpretados pelo servidor da loja virtual.

Está se perguntando para que serve o protocolo SSL?

O objetivo dele é garantir que apenas uma pessoa tenha acesso aos dados transmitidos por e-mail, páginas ou outros ambientes. Algo muito importante, já que cada informação trocada na internet passa por vários servidores antes de chegar ao destino.

O certificado SSL possibilita a transferência de dados sem que eles sejam descobertos por terceiros. Ou seja, adeus invasores!

História e desenvolvimento do certificado SSL

barra de pesquisa https SSL

Desenvolvido pela Netscape, em 1994, para estabelecer um canal de comunicação protegido, o certificado SSL já passou por várias versões.

Em 1996, chegou à versão 3.0, que serviu como base para o TLS (Transport Layer Security) versão 1.0.

Um protocolo padronizado da Internet Engineering Task Force (IETF) – grupo informal que contribui para a engenharia e evolução das tecnologias de internet.

Com isso, recebeu o aval de grandes instituições financeiras, como American Express, MasterCard e Visa.

Elas aprovaram o certificado SSL como uma forma de tornar o comércio eletrônico mais seguro.

Hoje, o uso do SSL é indispensável para qualquer site.

Por que eu preciso de SSL?

segurança SSL na internet

Você certamente já ouviu falar na crescente onda de crimes cibernéticos.

E não se trata de boatos ou fake news.

Mais de 60 milhões de brasileiros foram vítimas de algum tipo de crime virtual em 2017, segundo o relatório Norton Cyber Security Insights.

Entre as empresas, os números não são menos expressivos.

A Kaspersky Lab identificou aumento de 43% em 2018 na incidência de ataques com vírus ransomware. É aquele que se apropria das informações da empresa e cobra resgate para devolver o acesso a elas.

Um dos episódios mais famosos ficou conhecido como WannaCry, fazendo mais de 170 milhões de vítimas.

Veja como é importante ter um SSL é essencial para proteger informações sensíveis.

Entre elas, nomes de usuário, senhas e informações de pagamento.

Mas há outras razões que valem ser citadas:

  • Você ganha vantagem competitiva ao mostrar que tem um site confiável e legítimo
  • Aumenta a confiança dos visitantes, que se sentem mais seguros ao acessá-lo
  • Reduz o risco de imprevistos, porque ninguém vai poder acessar os dados dos usuários
  • O SSL melhora o tempo de carregamento e, assim, o desempenho das páginas
  • Seu site será melhor posicionado em mecanismos de busca, como o Google, que favorecem sites seguros
  • Estará atendendo às exigências do PCI (Payment Card Industry) para que possa oferecer pagamentos via cartão de crédito.

A relação entre SSL e HTTPS

ilustração escudos HTTP e HTTPS

O certificado SSL e o HTTPS (Hyper Text Transfer Protocol Secure, ou Protocolo de Transferência de Hipertexto Seguro) são como melhores amigos: estão sempre juntos. Um não funciona sem o outro.

Isso quer dizer que outra forma de saber se um site possui certificado SSL é verificar se está usando protocolo HTTPS.

O motivo? Para funcionar, o protocolo HTTPS exige um certificado SSL.

Qual a diferença entre SSL e TLS?

siglas TLS e SSl em vermelho

Tanto o SSL quanto o TLS (Segurança da Camada de Transporte) são certificados de segurança para sites.

Por isso, muitas vezes, os dois nomes são usados até juntos quando o assunto é fornecer conexão segura ao usuário.

As diferenças entre eles são pequenas e técnicas.

Para começar, o protocolo TLS é o sucessor do SSL.

Tem a capacidade de trabalhar em portas diferentes e usar algoritmos de criptografia mais fortes.

Então, é mais empregado para a configuração de programas de e-mail.

Mas, assim como o SSL, também pode assegurar transações entre clientes e servidores.

Como saber se estou em um ambiente seguro?

segurança na internet

Para saber se você está em um site seguro, é preciso olhar para o navegador.

Se estiver com um cadeado ao lado da barra de navegação, quer dizer que protege as informações enviadas pelos usuários.

O Google Chrome, por exemplo, quando um site não possui certificado SSL, mostra uma mensagem de “não seguro” ao lado da URL.

Para cada nova página na internet que você acessa, existem certificados com nome da empresa, endereço, entre outras informações.

Como uma carteira de identidade, é possível verificar a autenticidade da pessoa com que está se comunicando.

Como verificar a autenticidade desta carteira de identidade

ilustração colorida sobre segurança e manutenção web

A autenticidade do certificado SSL é verificada por um sistema de gerenciamento de software e de banco de dados chamado PKI.

PKI quer dizer Public Key Infrastructure, ou Infraestrutura de Chave Pública.

A sua função é assinar criptograficamente os certificados das empresas envolvidas em cada transação.

A lista de PKIs fica dentro de cada navegador. Alguns exemplos são Globalsign e Thawte.

Qual é o prazo de validade dos certificados?

ilustração de laptop com escudo e cadeado de segurança web

Todos os certificados digitais possuem período de validade.

Depois de serem emitidos, esses prazos não podem ser alterados.

No caso dos certificados SSL, o prazo de validade é de até 2 anos.

Está se perguntando sobre o que fazer quando o certificado expirar? É só fazer a renovação dele.

Para isso, efetue uma nova compra e siga com a instalação normalmente.

Como instalar certificado SSL em meu site WordPress?

laptop com página sobre SSL aberto

Considerando que você já tem um site, algumas pessoas podem confiar informações pessoais delas a você.

Por isso, é preciso reforçar a segurança dele.

Instalar um certificado SSL no WordPress e forçar HTTPS é relativamente fácil. Você só precisa de um plugin adequado.

Uma opção é o Really Simple SSL, porque é bem simples e intuitivo para configurar.

Para começar, você só precisa ter um SSL pronto para ser executado.

Então, instale e ative o plugin.

Em seguida, ele vai escanear o seu site através de um certificado WordPress SSL.

Quando o encontrar, vai ajudar você a ativar o HTTPS em seu site com um só clique.

Mas se preferir trabalhar com outras opções, sugiro também o Force HTTPS e o WordPress HTTPS (SSL).

SSL e o impacto no SEO

apresentação sobre SSL em laptop

Se, antigamente, o SSL era restrito a sites com dados confidenciais, hoje, ele é pré-requisito para se posicionar melhor no Google.

Portanto, é verdade que o certificado SSL impacta no SEO (Search Engine Optimization, ou Otimização Para Mecanismos de Busca).

Já em 2014, o Google fez mudanças no algoritmos para priorizar sites com SSL. Então, aqueles que possuem o certificado estão sendo melhor ranqueados.

Tirando esse detalhe, ele faz pouca diferença para o SEO.

Mas não entenda isso como motivo para esquecer dele.

Afinal, uma das métricas usadas por mecanismos de busca para o ranqueamento de sites é a taxa de rejeição.

Lembra dela? Quanto maior for seu índice, maiores os indícios de que os visitantes estão acessando apenas uma página do seu site e saindo em seguida.

Quer saber o que a taxa de rejeição tem a ver com o certificado SSL? Tudo.

Quando os visitantes percebem que seu site é seguro, tendem a ficar mais tempo nele.

Assim, menor é a taxa de rejeição e maiores as possibilidades de que acessem outros conteúdos.

Tipos de certificados SSL

botões com terminologias de domínio

Para escolher a opção mais indicada para o seu negócio, é importante conhecer os principais tipos de certificados SSL.

São eles:

Validação do domínio

ilustração de laptop com domínios

Com nível de segurança básico, valida o nível de confiança do domínio. Como oferece criptografia básica, o custo é bem acessível.

É recomendado para pequenos sites e blogs.

Validação da organização

ilustração de setores de segurança na web

É um tipo de certificado SSL intermediário, com nível de confiança superior ao anterior.

Sua principal diferença é que faz a validação do domínio e também das informações da organização.

Como apresenta dados sobre a empresa portadora do domínio, valida a existência física e a idoneidade da organização.

É indicado para empresas e e-commerces de médio porte.

Validação estendida

papeis colorios com a sigla HTTP

Apesar de ser o mais caro, é o mais completo: conta com o maior nível de segurança e confiança.

Além de oferecer todas as vantagens que as opções anteriores apresentam, destaca o nome da empresa na URL.

É muito usado por grandes empresas e lojas virtuais.

Onde comprar um certificado SSL?

ilustração de teclado de computador com tecla sobre compra de segurança

Esta é uma dúvida comum entre muitas pessoas na hora de ativar o HTTPS de um site.

Mas, antes de comprar um certificado SSL, você precisa saber quantos servidores, aplicações e domínios precisam dele.

Embora existam várias autoridades certificadoras disponíveis no mercado, as mais conhecidas são Comodo, GeoTrust, Thawte e Symantec.

Aqui vão exemplos de modelos com boa relação custo-benefício:

Certificado Comodo Positive SSL

tecla com cadeado

É o mais usado.

Certifica apenas uma aplicação, servidor e domínio.

Pode ser aplicado à loja virtual, webmail ou até WordPress.

Certificado Comodo Positive SSL Multi-Domain

Permite a certificação de 3 a 100 nomes de domínios, incluindo Cluster e Microsoft Exchange.

Por isso, é a opção mais indicada se você precisa certificar vários produtos da sua empresa.

Certificado Positive SSL Wildcard

ilustração com título de WildCard Certificate

Pode ser instalado em servidores ilimitados e aplicações ilimitadas.

Certifica todos os subdomínios.

Quer certificar todos os servidores e serviços do seu domínio? Então, essa é uma escolha adequada.

Vale a pena usar um certificado SSL gratuito?

sobreposição de iamgens de mapa e compra

Buscar certificados gratuitos pode parecer bem mais atraente do que pagar por planos mensais, até mesmo os mais baratos.

Muitas vezes, por desconhecimento da importância de um certificado SSL, o empreendedor pensa que é um gasto supérfluo.

Mas a verdade é que o certificado SSL gratuito não oferece nenhum tipo de garantia por parte da empresa certificadora.

Em outras palavras, não pode garantir a segurança do seu site.

Por essas e outras, fica difícil recomendar o uso de certificado SSL gratuito.

4 cuidados que você sempre deve ter ao navegar na internet

segurança virrtual

Seja a trabalho ou a lazer, é sempre bom estar atento para que não caia em armadilhas na internet.

Como os ataques virtuais são os mais variados, assim como suas finalidades, separei algumas dicas de proteção durante a navegação na web.

Veja quais são:

1. Certifique-se de que está em um ambiente criptografado

criptografia digital

Antes de compartilhar informações sigilosas, procure se certificar de que o site em questão usa criptografia para proteger seus dados.

2. Não prossiga se receber aviso de que o site não é seguro

mensagem de navegação não segura no navegador

Apareceu ao lado da URL aquela mensagem de que um site não é seguro ou seu antivírus emitiu uma notificação pop up?

Então, feche a janela imediatamente e procure outra alternativa para prosseguir com o que estava fazendo.

3. Tenha cuidado com certificados digitais falsos

ilustração de https em verde e http em vermelho

Para descobrir se a certificação SSL do site que está acessando está ativa, clique sobre o cadeado na barra de navegação.

Dentro dele, você pode ver informações sobre a inscrição e se está ativa.

4. Mantenha seu computador e navegador web sempre atualizado

atualização de dispositivos digitais

O ideal mesmo é manter as atualizações automáticas habilitadas.

Se não gosta de ser interrompido por elas, tudo bem: basta programar para que sejam realizadas mais tarde.

Conclusão

Está se sentindo mais aliviado e seguro sobre a importância de proteger seus dados e de seus clientes com o certificado SSL?

Então, é hora de colocar tudo o que aprendeu em prática. Afinal, segurança digital é coisa séria.

Já testou alguma solução, como o certificado SSL, para aumentar a segurança do site do seu negócio? Ou tomou alguma outra medida para prevenir problemas como ataques virtuais ou vazamento de informações dos seus clientes?

Compartilhe sua experiência nos comentários.

Compartilhe