Negócios Online: As 30 Melhores Ideias para Você Criar os Seus

dona de negócio de vendas online

Os negócios online geram muitas oportunidades de ganhar dinheiro.

As novas tecnologias modificaram as leis de oferta e demanda tanto de produtos quanto de serviços, trazendo à luz possibilidades nunca antes vistas.

Com isso, é natural que surja uma geração de novos empreendedores digitais que sonham com uma fatia do bolo.

Se você quer fazer parte desse modelo de negócio que utiliza a internet como forma de lucrar, chegou ao lugar certo.

No texto de hoje, farei algumas sugestões para criar negócios online e gerenciar tudo por meio do computador.

E então, vamos lá?

Siga a leitura.

Antes de continuar, se você quer aumentar sua vendas e saber quais são as melhores estratégias para promover seu negócio online, clique aqui para receber o Guia Completo de Marketing Digital.

guia completo de marketing digital

O que são negócios online?

profissional de negócio online

Negócios online são quaisquer atividades comerciais baseadas na internet.

O e-commerce tradicional é um dos exemplos mais comuns, mas existem muitos outros.

Em 2018, conforme dados da Statista, 1,8 bilhão de pessoas compraram online.

A projeção é de que o varejo digital represente 17,5% das vendas globais em 2021.

Esse crescimento se deve a uma série de fatores, como:

  • Custo reduzido de instalações físicas
  • Facilidade de criação da presença online
  • Alcance proporcionado pelos negócios online
  • Evolução tecnológica das plataformas de transações financeiras
  • Ampliação do acesso à internet em todo o mundo.

E para o empreendedor que está dando seus primeiros passos na área, investir em negócios online exige menos recursos, oferece potencialmente menos riscos e permite maior liberdade de atuação.

Por isso, é uma ideia que você deve considerar seriamente se está pensando em tipos de empresas para abrir.

30 ideias de negócios online para você empreender

mini carrinho de compras e cartão de crédito

Muitas pessoas me procuram em busca de ideias de negócios online com baixo investimento.

De uma coisa eu tenho certeza: se você tem um orçamento limitado, a internet é o melhor meio para encontrar oportunidades.

A seguir, conheça alguns dos e-business mais promissores da atualidade.

1. Importar da China

código de barras de produto importado da china

Os valores da produção de mercadorias variam muito de um país para outro.

Assim como o preço de revenda.

Por isso, minha primeira recomendação é a importação de produtos da China, locais conhecidos pelos impostos e custos reduzidos para a fabricação.

Com isso, o empreendedor digital compra itens, geralmente em larga quantidade, e estoca para revenda em lojas virtuais.

Esse modelo funciona muito bem em mercados como tecnologia e moda, por exemplo.

Um dos sites mais tradicionais utilizados para a compra é o AliExpress.

2. Produzir conteúdo online

A produção de conteúdo online é realidade para muitos profissionais na atualidade.

São pessoas que criam artigos, vídeos, podcasts e outros formatos de conteúdo para geração de receita.

Um blog próprio, por exemplo, é monetizado por meio de anúncios ou links afiliados e serve como suporte para a atração de visitantes e posterior oferecimento de serviços relacionados ao conteúdo.

Um freelancer também pode oferecer suas atividades de produção de conteúdo para empresas, atuando como um prestador de serviços.

Nesse caso, as possibilidades são infinitas.

Muitos criadores de conteúdo encontram outras formas de ganhar dinheiro, como a venda de cursos, doações e infoprodutos, práticas sobre as quais falaremos mais adiante.

3. Criar sites

Apesar de algumas ferramentas oferecerem templates prontos ou editores simples, a criação de sites ainda é um ramo promissor na internet.

Nesse caso, o profissional precisa de conhecimentos técnicos para elaborar a estrutura e design de um site de acordo com a necessidade do cliente.

A plataforma favorita do público é o WordPress, mas existem outras soluções mais adequadas para outros tipos de negócio online, como lojas virtuais.

4. Criar aplicativos

ilustração de aplicativo de loja online

O desenvolvimento de aplicativos é um mercado em crescente expansão.

Afinal, os dispositivos móveis tomam parte considerável da rotina do consumidor moderno e estão por toda parte.

Até o fim de 2018, mais de 5,1 bilhões de pessoas, cerca de 67% da população, assinavam serviços de telefonia celular, de acordo com os dados da GSMA Intelligence.

Com esses números, fica fácil entender a demanda por apps.

E como se trata de um trabalho que exige conhecimento técnico, há bastante espaço para os criadores de aplicativos iniciantes desenvolverem suas carreiras.

5. Vender fotos

venda de fotos online

Todo mundo precisa de imagens.

Pessoas, empresas, websites, redes sociais, imprensa…

A internet é um canal de comunicação essencialmente visual.

É por isso que fotógrafos encontram diversas oportunidades para venderem suas fotos online.

Eles podem oferecer seu produto diretamente para os clientes ou cadastrar-se nos principais bancos de imagens, automatizando esse processo.

Alguns dos mais conhecidos bancos de imagens são o Shutterstock e o VisualHunt.

6. Abrir uma franquia online

A lógica das franquias online é muito semelhante às tradicionais.

Você pode ter uma escola de inglês, e-commerce ou qualquer outra atividade online.

No entanto, você levará o nome de uma marca já reconhecida, o que traz algumas vantagens competitivas.

Lembre-se, também, que as franquias devem seguir algumas regras e padrões para manter a qualidade do produto e oferecer uma experiência semelhante às dos demais franqueados.

7. Revender hospedagem

Alguns serviços de hospedagem pagam a representantes para revenda.

Ao indicá-los a outros usuários, você ganha comissões.

Esse tipo de atividade é muito comum em sites e blogs com grande volume de tráfego.

Algumas empresas que oferecem essa possibilidade no Brasil são o Hostgator e o Locaweb.

8. Aceitar doações

teclado com botão de doação

Muitas vezes não é necessário utilizar as relações de troca tradicionais para consolidar um negócio online de sucesso.

O sistema de doações é uma alternativa muito interessante.

As pessoas têm a opção de apoiar produtores de conteúdo ou outras iniciativas por vontade própria.

O suporte pode ser feito de maneira regular, como uma assinatura (ou apadrinhamento) ou apenas uma vez.

Um bom exemplo de plataforma que se encaixa nesse padrão é o Padrim.

9. Fazer crowdfunding

ilustração relacionada ao negócio online crowdfunding

O financiamento coletivo é uma realidade na era digital.

Nesse sistema, a grande vantagem é que o lançamento de um produto ou serviço adquire os recursos antes mesmo do lançamento, evitando a possibilidade de fracasso.

Basicamente estabelece-se uma meta e, se atingida, o projeto sai do papel.

Caso contrário, a ideia é descartada e o dinheiro dos usuários que apoiaram é devolvido.

No Brasil, alguns exemplos de plataformas de crowdfunding conhecidas são o Catarse, o Kickante e o Kickstarter.

10. Comprar produtos em promoção e vender mais caro

Desde o início da internet, existem os caçadores de promoções.

Essas pessoas ficam atentas a promoções e descontos para comprar itens e depois revendê-los.

Esse sistema já enriqueceu muita gente, já que aproveitam as oportunidades para negociar produtos com alta margem de lucro.

11. Criar uma loja virtual

mulher acessando loja virtual

As lojas virtuais são também conhecidas como e-commerces.

São vitrines virtuais por meio das quais o usuário escolhe o produto e, depois de alguns cliques, fecha o negócio.

Depois, o produto é entregue no endereço de sua preferência.

Um modelo de grande sucesso ao redor do mundo, o comércio eletrônico atua nos mais diferentes nichos de mercado.

12. Vender em marketplaces

Se as lojas virtuais são comparadas aos comércios tradicionais em diversos pontos de uma cidade, os marketplaces são os shoppings.

Esses gigantes agregam várias lojas e recebem uma parcela por cada venda realizada.

Basicamente, nesse caso, a sua loja virtual paga pela visibilidade e pela estrutura de e-commerce do marketplace.

Amazon, Mercado Livre e Netshoes são alguns exemplos de plataformas.

13. Programas de afiliados

profissional assinalando título de programa de afiliados

Os programas de afiliados geram renda contínua para quem se inscreve neles.

Nesse modelo de negócio, o foco são os links.

Um produtor de conteúdo, por exemplo, insere um link com uma URL rastreável em meio ao conteúdo.

Toda vez que um usuário oriundo daquela página realizar uma compra, o produtor recebe um percentual da venda.

Essa estratégia é muito interessante para blogs com alto volume de tráfego, principalmente segmentados.

Plataformas como Hotmart e Lomadee são especialistas nesse formato.

14. Prestar consultoria online

A prestação de consultoria sempre foi uma atividade lucrativa.

No ambiente digital, seu potencial é otimizado.

Por meio de aplicativos de comunicação e compartilhamento de documentos, como as soluções da Microsoft e do Google, realizar esse tipo de serviço a distância é muito fácil.

O pré-requisito é que você seja um expert na área em que pretende atuar.

15. Revisar conteúdo

Assim como a produção de conteúdo, a revisão é outro tipo de serviço muito requisitado na web.

A aplicação de estratégias de marketing de conteúdo faz com que essa atividade seja cada vez mais demandada.

No entanto, há ainda outras opções de revisão, como a de artigos acadêmicos, trabalhos de conclusão de curso e qualquer outro documento que exija ortografia e formatação impecáveis.

16. Criar infoprodutos

Infoproduto é tudo aquilo que é um produto digital.

Cursos online, e-books e temas para WordPress, por exemplo.

Esse itens são vendidos de forma escalável.

Ou seja, baseiam-se em progressão contínua, sistema no qual o mesmo produto pode ser vendido para diversas pessoas.

Por apresentar grande praticidade, é um dos mais populares dessa lista.

17. Fazer leilão de centavos

Os sites de leilão de centavos são um modelo de negócios totalmente inovador.

Nele, as pessoas compram “pacotes de lances” para competir no leilão.

Assim, os usuários disputam entre si pela compra de itens, como acontece com os leilões tradicionais.

Nesse ambiente, há muitos casos em que produtos caros são adquiridos por, literalmente, centavos.

Aqui são duas oportunidades: uma é criar o seu próprio site nesse modelo e outro é participar dos leilões e encontrar pechinchas para depois revender os produtos.

18. Ganhar dinheiro jogando

jogador virtual

O sonho de viver jogando videogames nunca esteve tão próximo.

São muitos os profissionais que fazem disso um verdadeiro trabalho.

As opções são muitas.

Há os YouTubers, por exemplo, que ganham dinheiro com anúncios em meio às gameplays.

Outro modelo que ganhou muita visibilidade com o aumento da velocidade das conexões é o de streaming.

Nessa profissão, o streamer joga jogos ao vivo.

Ao alcançar certa relevância, pode receber patrocínio permanente e doações dos espectadores, além de outras formas alternativas de monetização.

Há ainda pessoas que recebem para testar os games antes que eles sejam lançados no mercado.

19. Criar agência de publicidade e marketing

Existem muitos exemplos de negócios que foram adaptados para o mundo digital, mas poucos se encaixaram tão bem quanto as agências de publicidade e marketing.

Hoje que esse tipo de atividade seja totalmente online, com membros da equipe que trabalham em regime de home office ou coworking.

Profissionais de planejamento, redatores, copywriters, designers, compositores de jingles, publicitários e analistas de performance estão totalmente adaptados a essa realidade.

Há, inclusive, sistemas que facilitam a automação desses processos, nos quais o cliente realiza aquisições sob demanda.

20. Fazer tradução de textos

tradução de textos

O conteúdo é o rei na era da internet.

Por isso, muitas empresas precisam de profissionais de tradução ao migrarem seus textos para outros idiomas.

Essa prática é mais comum do que você imagina, e vale muito a pena.

Produzir conteúdo exige tempo e dinheiro, dois ativos valiosos para empresas.

As traduções podem servir como alternativas mais econômicas nos dois sentidos.

Há também outros tipos de tradução requisitadas, como as de livros e legendas de vídeos.

21. Criar cursos e dar palestras online

Os cursos online são métodos muito eficientes para a monetização online.

Isso porque o mesmo produto pode ser revendido várias vezes, facilitando a comercialização.

No entanto, vale lembrar que as atualizações são importantes, então, não basta somente criar o conteúdo e esperar que as cifras se multipliquem.

Já as palestras no ambiente digital geralmente são ao vivo, mas também geram bons resultados.

Nelas, o participante tem a possibilidade de atuar ativamente por meio do envio de perguntas, como se estivesse presente.

22. Participar de testes de usabilidade

Algumas plataformas pagam por testes de usabilidade dos usuários.

Funciona assim: a empresa envia testes à sua base de cadastrados, que devem entrar em uma determinada plataforma e realizar ações específicas.

Assim, o feedback é recolhido para a realização de ajustes.

Sites, anúncios e softwares regularmente utilizam esse tipo de serviço para melhorar a experiência do usuário.

23. Vender skins de jogos

tela de jogo Fortnite

Você pode não acreditar, mas os jogos online desenvolveram mercados alternativos milionários.

É o caso da compra e venda de skins.

Dentro dos games, elas mudam o design de personagens e armas.

Fora deles, elas valem muito dinheiro.

Por isso, não são poucas as pessoas que investem seu tempo no comércio digital de skins de jogos.

24. Participar de pesquisas

As pesquisas de mercado são recursos valiosos para empresas.

Por isso, muitas delas pagam para recolher dados do consumidor.

Elas podem vir em formatos de questionário, entrevistas individuais ou grupos focais.

Em alguns casos, há também o pagamento para a técnica conhecida como netnografia, que a imersão completa em grupos específicos da sociedade online para análise de público.

25. Jogar pôquer

O pôquer não é considerado um jogo de azar, então, pode ser considerado um negócio online.

Acredite, existem muitas pessoas que ganham dinheiro com esse jogo de cartas.

Os jogadores mais consagrados entram em múltiplas mesas simultâneas e desafiam dezenas de concorrentes ao mesmo tempo.

Assim, alcançam altos ganhos (e, muitas vezes, perdas também).

26. Ser um influenciador digital

influenciador digital produzindo conteúdo de vídeo

Os influenciadores digitais (ou digital influencers) são pessoas com alta visibilidade em alguma mídia social.

Os canais são variáveis.

Facebook, Instagram, LinkedIn, YouTube e Twitter são os mais populares.

Nesse caso, as empresas entram em contato com essas pessoas para negociarem a divulgação de produtos, normalmente em anúncios nativos.

27. Fazer a gestão de comunidades

Existem empresas que contratam pessoas para a gestão de comunidades online, ou seja, organizar ambientes de colaboração como um canal no Slack, um grupo no Telegram ou um um grupo no Facebook.

Para isso, você precisa ser uma autoridade ou um especialista naquele tema e investir tempo para buscar oportunidades desses tipo.

28. Tornar-se um assistente virtual

Nesse modelo, as pessoas são pagas para realizar tarefas específicas.

Elas podem responder e-mails, etiquetar infoprodutos ou atuar em Serviços de Atendimento ao Cliente (SAC) virtuais.

Ou seja, você pode ser uma espécie de secretário virtual.

Nesse modelo, temos uma grande abrangência de áreas de atuação.

29. Dar aulas

aulas online

Uma das funções mais antigas do mundo foi atualizada na atmosfera digital.

O professor pode se beneficiar de diversas ferramentas para exercer sua profissão de maneira remota, o que é uma mão na roda.

Aulas de programação, escrita criativa e música, por exemplo, podem ser uma renda extra ou até sua ocupação integral.

30. Investir

Investir por meio da internet é muito fácil.

Com apenas um clique, você pode comprar e vender ações, aplicar em fundos de investimento e até operar com recursos mais avançados.

Por isso, a profissão de investidor é outra que pode muito bem ser exercida apenas com um computador com acesso à internet.

Mas, se quiser seguir esse caminho, vai ter que estudar bastante.

Conclusão

Neste artigo, você viu algumas ideias de negócios online e entendeu que novas oportunidades para ganhar dinheiro surgem todos os dias no ambiente digital.

Não se engane: ganhar dinheiro online não é tão fácil quanto parece e exige tanto esforço quanto qualquer outro formato de trabalho.

Mas também tem grandes vantagens com relação à qualidade de vida e bem-estar.

Eu espero que este texto tenha sido útil e ajude-o a fazer a sua escolha na hora de iniciar o seu próprio negócio online.

E se conhece outra maneira para ganhar dinheiro na internet, eu gostaria muito de conhecê-la.

Então, vamos conversar?

Deixe um comentário com seus insights.

Será um prazer trocar ideias e experiências.

guia completo de marketing digital

Compartilhe