Neil Patel

Espero que você goste desse artigo. Se você quer que meu time faça o seu marketing, clique aqui.

7 Estratégias Avançadas de SEO Para Implementar Antes de 2020

O Google faz mais de 3.200 alterações de algoritmo por ano.

São muitas alterações.

Pense nisso por um minuto… e absorva essa informação. São aproximadamente 9 alterações por dia.

Então, como você pode vencer essa empresa gigantesca no seu próprio jogo e ranquear alto? Especialmente quando você considera que eles geram mais de U$100 bilhões por ano em receita publicitária?

Você pode seguir o conselho deles sobre como ranquear bem, mas isso não vai te ajudar muito.

O verdadeiro truque para ranquear bem é tirar vantagem da tecnologia. Embora o Google tenha dificultado as coisas, ainda existem ações que você pode tomar agora que eu por exemplo não podia fazer quando comecei. Durante anos, a tecnologia evoluiu, o que facilitou a sua vida como profissional de SEO.

Aqui estão 7 estratégias avançadas de SEO que estou implementando agora mesmo e que você também deveria implementar.

Estratégia Avançada de SEO nº1: Teste A/B de SEO 

Para melhorar seus rankings, o que você precisa fazer?

Você precisa fazer alterações manualmente no seu site. E se você não tem certeza de quais alterações fazer, basta inserir sua URL neste SEO Analyzer e ele vai fornecer um relatório como este abaixo.

Mas há um problema em fazer alterações manualmente, e eu sei disso porque tenho uma agência de publicidade e faço o SEO para meu próprio site.

Demora uma eternidade para fazer alterações.

Eu mal consigo acompanhar as alterações que preciso fazer no NeilPatel.com, pois tenho muitas páginas.

Mas agora com empresas como a Rank Science e a Distilled ODN, você não precisa mais fazer alterações no seu site.

Eu sei que parece loucura, mas pense no que eu acabei de dizer. Você não precisa mais fazer alterações no seu site.

Você provavelmente está se perguntando como, certo?

Quando você deseja rastrear seu site, basta instalar um javascript como o que o Google Analytics fornece e você está pronto para começar.

A Rank Science e a Distilled ODN são parecidas. Você instala um javascript e pronto. A partir daí, não importa se você tem um CMS, ou como seu site é construído, ou algo do tipo… eles podem fazer alterações no seu código HTML sem que você precise fazer nada.

Você não precisa nem fornecer a senha do seu servidor ou um login de FTP. A tecnologia mudou tanto que o simples javascript que você adiciona ao seu site agora pode fazer as alterações para você.

Eu sei que pode ser difícil de acreditar, mas é assim que os testes A/B funcionam há anos. Se você usa o Optimizely, VWO ou o Crazy Egg… basta adicionar um javascript e eles podem ajustar seu site.

Então por que o mesmo não pode ser feito para SEO? Por que você ainda precisa fazer alterações manualmente?

O legal das ferramentas como a ODN ou a Rank Science é que elas podem fazer as alterações automaticamente, o que é realmente útil se você tem milhares de páginas.

Veja como elas funcionam:

Dessa forma, o seu site pode estar sempre otimizado para SEO sem que você precise fazer os ajustes por conta própria.

Estratégia Avançada de SEO nº 2: E-A-T

No mundo do SEO, há um acrônimo muito usado, o E-A-T.

Ele significa Conhecimento (Expertise), Autoridade e Confiabilidade (Trustworthiness).

O Google não quer mais ranquear apenas conteúdo “bom”. Agora, eles estão preocupados que um conteúdo que ranqueie seja impreciso e possa prejudicar o pesquisador em potencial.

Por exemplo, vamos imaginar que você está dando conselhos médicos no seu site. Você tem vários links e todos os sinais certos para ranquear bem, mas o seu conteúdo é impreciso. Agora imagine que alguém se machuque depois de seguir seu conselho… bem, isso seria ruim.

No mundo do SEO, você vê sites na área de saúde ou financeira terem mais problemas com as atualizações do algoritmo do Google, porque suas informações podem ser imprecisas e o Google está procurando sites para comprovar seu conhecimento, autoridade e confiabilidade.

Mas meu palpite é que, nos próximos um ou dois anos, eles vão reprimir muito mais indústrias.

Se você pretende ranquear um site, hoje em dia todo mundo pode manipular sinais de SEO, mas é difícil manipular coisas como conhecimento, autoridade e confiabilidade. Especialmente quando você combina os três.

Uma coisa na qual vou me concentrar nos próximos 12 meses é aumentar o que acredito que ajudará a impulsionar meus rankings no longo prazo. Como, você talvez pergunte? Bom, eu vou usar várias táticas:

  • Guest post – fazer guest post em sites populares da indústria e de notícias deve ajudar a aumentar o reconhecimento da minha marca com o tempo. Eu costumava fazer isso com mais frequência no passado e vou começar isso de novo. Se você não sabe como fazer guest post, confira aqui.
  • Falar em conferências – Eu diminuí um pouco nisso, mas vou voltar pelo mesmo motivo acima. Deve ajudar com o E-A-T. Se você não falou em muitos eventos, a chave é inscrever-se em vários deles e, eventualmente, alguns o aceitarão.
  • Prêmios e reconhecimento – inscreva-se continuamente para mais prêmios. Eu costumava fazer isso quando era bem mais jovem e fiquei preguiçoso hoje em dia. O mesmo vale para publicar mais livros… eu já tenho um best-seller do New York Times, por que não produzir mais alguns?

Algo simples que você pode fazer se acredita que foi impactado negativamente por algumas das atualizações mais recentes do Google é incluir uma caixa de biografia do autor em cada conteúdo que você escreve. E, é claro, usar a author schema markup.

Um bom exemplo disso é a minha caixa de autor…

Usar isso deve ajudar a impulsionar seus rankings no longo prazo.

Estratégia Avançada de SEO nº3: Hospede Arquivos HTML de uma CDN

Todos sabemos que a velocidade impacta os rankings. Ela também impacta as taxas de conversão. O Walmart, por exemplo, aumentou sua taxa de conversão em 2% para cada segundo de tempo de carregamento que eles reduziram.

E, hoje em dia, mais pesquisas do Google acontecem em dispositivos móveis, por isso o tempo de carregamento e a velocidade são tão importantes.

Eu já tenho um servidor mais rápido… minha conta de hospedagem é um pouco mais do que eu gostaria. E, na verdade, vai ficar um pouco pior.

Atualmente, tenho um servidor em que meu site está hospedado. Esse servidor está em algum lugar nos Estados Unidos… eu acredito que na costa leste.

Isso significa que, se alguém quiser visitar meu site de, digamos, Nova York, ele deve carregar bastante rápido. No entanto, se alguém de São Paulo, Brasil, quiser visitar o NeilPatel.com, levará um pouco mais de tempo, pois eles estão mais distantes do meu servidor.

Para resolver isso, eu tenho usado uma CDN. Uma CDN é uma rede de entrega de conteúdo.

Serviços como o Cloudflare armazenam em cache suas imagens e conteúdo estático e o armazenam no servidor mais próximo da pessoa que visita seu site.

Então, agora, quando alguém de São Paulo visita meu site, geralmente recebe conteúdo em cache de um servidor no Brasil. Isso faz com que a experiência deles seja carregada muito mais rapidamente.

Mas, à medida em que o seu conteúdo muda, e com coisas como os blogs do WordPress onde você constantemente recebe comentários e passa por alterações na página, nem todo o seu conteúdo é exibido por meio de uma CDN.

A minha equipe está fazendo um ajuste para melhorar ainda mais meu tempo de carregamento. Então, ao invés de oferecer minhas páginas HTML do meu servidor, agora vamos oferecer a partir de uma CDN.

Em outras palavras, estamos tentando mostrar  o máximo do nosso site a partir de uma CDN.

Como você pode ver na lista do Trello acima, são todas as coisas nas quais estamos trabalhando para disponibilizar em nossa conta Cloudflare, para acelerar nosso site e, eventualmente, aumentar nossos rankings de pesquisa e taxas de conversão.

Eu gostaria de poder orientá-lo sobre como fazer isso passo a passo, e talvez isso possa ser um futuro post no blog, mas o mais fácil é encontrar um desenvolvedor da UpWork para fazer isso por você.

Estratégia Avançada de SEO nº4: Testes Multilíngues de Title Tags

Semelhante à Rank Science, existe uma ferramenta que uso atualmente para testar minhas title tags. Chama-se Clickflow.

Eu a uso para testar automaticamente minha title tag e meta descrição para maximizar minha taxa de cliques. E como a Rank Science, basta adicionar um pedaço de javascript e ela pode começar a executar testes automaticamente para você.

Dessa forma, você não precisa continuar mudando manualmente as coisas.

E a Clickflow funcionou bem para mim no ano passado… muito bem. Basta olhar meu crescimento mês a mês dos últimos dois meses.

Apenas nos últimos 31 dias, vi um aumento no tráfego orgânico de 96.723 apenas através de testes A/B de title tags.

Mas é o seguinte: só posso usar efetivamente o software para o meu conteúdo em inglês. Agora, imagine se eu fizesse isso em mercados menos competitivos, como o Brasil, onde estou gerando 418.953 visitantes únicos por mês.

Ou se eu fizesse isso com meu blog alemão ou espanhol? As possibilidades são infinitas!

Claro, em inglês, não são muitos profissionais de SEO que estão realizando testes A/B de title tags, mas alguns ainda o fazem. Em outras regiões, muitos profissionais de marketing ainda nem ouviram falar disso.

Assim, nos próximos meses, minha equipe precisará fazer isso manualmente para descobrir o que funciona nesses mercados.

Se você ainda não fez isso em inglês, confira este post. Aqui você verá que algumas das descobertas básicas em se tratando de aumentar as CTR foram:

  • As title tags que contêm uma pergunta geram 14,1%mais cliques em média.
  • As title tags entre 15 e 40 caracteres geram mais cliques.
  • Usar emoções pode aumentar os cliques. As meta tags com uma emoção positiva ou negativa geraram cerca de 7% mais cliques.

E se você quer algo bem simples, descobri que adicionar o ano em sua title tag pode aumentar drasticamente a CTR.

Por exemplo, observe vários dos principais resultados que ranqueiam para a frase “como começar um blog”.

3 dos 5 principais resultados contêm o ano na title tag.

Estratégia Avançada de SEO nº5: FAQpage Schema Markup

Eu escrevi sobre isso no passado, mas menos de 0,17% dos sites estão aproveitando isso.

Antes de me aprofundar, veja o meu tráfego de pesquisa para o termo “marketing digital”.

É claro que o gráfico está oscilando muito, mas estou recebendo muito mais tráfego do que antes de implementar a FAQpage markup.

Em essência, o que ele faz é adicionar perguntas comuns baseadas em FAQ à sua lista de pesquisa. Como na imagem abaixo.

Eu sei que algumas pessoas dizem que se você adicionar isso ao seu site, não há razão para as pessoas visitarem o seu site. E, em essência, o Google vence porque os mantém em seu mecanismo de pesquisa.

Mas da maneira que eu vejo, se o seu site fornece conteúdo incrível e ajuda a criar uma experiência incrível, uma parte dessas pessoas vai lembrar do seu URL e voltará no futuro.

Além disso, se você não estiver em primeiro lugar, não terá muito a perder implementando isso. Mesmo se você estiver em primeiro lugar como eu estou para a minha página de marketing de afiliados e adicionar o FAQpage schema…

Eu descobri que quando eu adiciono o FAQpage schema, o meu tráfego não cai.

Agora eu só preciso adicionar isso a outros 649 posts do meu blog que identificamos que se encaixam bem nisso. 🙁

Estratégia Avançada de SEO nº6: Clusters de Conteúdo

Aposto que você tem conteúdo no seu site. E como eu, quando você escreveu o conteúdo, você usou ferramentas como o Ubersuggest e escreveu sobre o que quer que tinha muito volume de pesquisa.

E se você quis ser um pouco mais organizado e se mover mais rápido, você provavelmente até usou um calendário editorial.

Mas, assim como eu, aposto que ao longo dos anos você nunca se preocupou em agrupar seu conteúdo. E como você não fez isso, você provavelmente tem toneladas de páginas sobre tópicos semelhantes, se não o mesmo.

Este é um grande problema porque confunde o Google.

Por exemplo, eu tenho tantas páginas sobre “ferramentas de palavras-chave” e “pesquisa de palavras-chave” que o Google não sabe qual página ranquear. Por esse motivo, meus rankings para alguns desses termos são um pouco estáveis, mas a página de ranking do meu site muda constantemente.

Uma boa solução para esse problema e para melhorar os rankings gerais é usar clusters de conteúdo. Um ótimo exemplo de site que não usou clusters, mas agora usa, é o Hubspot. O conteúdo deles deixou de parecer assim:

Para parecer assim:

O objetivo geral é ter seções do seu site e blog sobre assuntos específicos. E a partir daí, você pode fazer link e conectar outros artigos sobre o mesmo assunto. Fazer isso permite que os mecanismos de pesquisa saibam qual é o assunto principal através de coisas como trilhas de navegação e hierarquia de URL.

Um bom exemplo disso é o Guia para Iniciantes em SEO da Moz.

Dentro desse guia, eles vinculam 8 capítulos que cobrem todos os aspectos do SEO. Cada um desses capítulos faz link de volta para o artigo introdutório principal.

Em vez de criar 9 posts de blog separados (incluindo a página introdutória), eles vincularam todos juntos e os fizeram conectar uns com os outros. Veja como eles configuraram a estrutura de URL. Aqui está o URL da página introdutória:

https://moz.com/beginners-guide-to-seo

E aqui está o URL de um capítulo:

https://moz.com/beginners-guide-to-seo/why-search-engine-marketing-is-necessary

Você viu o que eles fizeram?

Eles estão dizendo aos mecanismos de pesquisa que o capítulo faz parte de todo o Guia para Iniciantes em SEO e eles fizeram isso usando pastas.

E aqui está outro capítulo… https://moz.com/beginners-guide-to-seo/keyword-research

Como você pode ver, eles seguiram a mesma estrutura. Essa é uma maneira simples de usar clusters de conteúdo para melhorar seus rankings. No caso em questão, eles ranqueiam em primeiro lugar no Google para o termo “SEO” já fazem anos.

Agora eu só tenho que fazer isso com todo o meu site em várias línguas.

Estratégia Avançada de SEO nº7: Conquistar o Mundo

Estou falando sério quando digo isso… eu realmente vou atrás de todos os países principais.

estratégia de SEO mais vital que eu já aprendi veio de um funcionário do Google. E era simples… o Google tem muito conteúdo para escolher quando se trata de ranquear sites em inglês, mas eles não têm muito conteúdo de alta qualidade em outras regiões.

Então, eu decidi fazer algo simples há alguns anos… eu traduzi meu conteúdo para outros idiomas. Foi assim que meu tráfego passou disso:

Para isso:

É claro, eu também aproveitei muitas outras táticas ao longo dos anos, como criar o Ubersuggest como uma ferramenta de SEO gratuita. Mas até isso, o Ubersuggest cresceu muito rápido porque ele é traduzido para 9 idiomas diferentes.

Dê uma olhada no detalhamento de idiomas das estatísticas de tráfego do Ubersuggest.

Quando você combina todas as variações diferentes de inglês, todas as outras variações representam cerca de 40% do tráfego da ferramenta.

Agora, com o meu blog, eu não traduzi para tantos idiomas quanto a ferramenta, mas, eventualmente, pretendo traduzi-lo para 22 idiomas. Eu os escolho com base no tamanho da população e PIB.

Este levará alguns anos para realmente acontecer, mas proporciona enormes ganhos para mim.

Se você quer crescer globalmente, siga essas dicas.

Isso é obrigatório se você deseja não apenas dominar o SEO, mas os negócios no geral. Hoje em dia, as empresas não são baseadas apenas nos EUA, Reino Unido ou China… elas estão se tornando globais.

Conclusão

Não importa se você faz SEO há apenas algumas semanas ou até há anos como eu, sempre há mais o que fazer.

O Google está constantemente mudando e com a nova tecnologia que está disponível para você, ainda há muito espaço para conseguir bons resultados.

Como você pode ver das estratégias acima, é nisso que vou me concentrar nos próximos 12 meses. Essas são táticas que funcionam e fornecem resultados.

Algumas delas são realmente avançadas e requerem ajuda de engenharia, mas o SEO não se trata mais apenas de contratar um profissional de marketing para ele ajudá-lo a conseguir mais tráfego. Para realmente se sair bem, você precisa ser um pouco mais técnico e a maioria dos profissionais de marketing estão confortáveis com isso.

Então, o que você acha das estratégias acima? Você já experimentou alguma delas?

Compartilhe