O que Fazer se o Nome do Domínio que Você Quer Não Está Disponível

domains

Isso é parte das dificuldades de ter um negócio na era digital.

Você cria o nome perfeito para o seu negócio.

Cria cartões de visita, começa a fazer a papelada e conta para todo mundo sobre sua nova empresa.

Mas quando você vai registrar o nome de domínio, descobre uma coisa horrível.

Nome de domínio indisponível.

O que você faz?

Desiste do seu nome perfeito? Modifica-o um pouco? Adiciona alguns hifens ou travessões aleatoriamente? Seleciona uma terminação de domínio estranha (TLD)?

Desejar um nome de domínio indisponível é uma das situações mais difíceis que você pode enfrentar como proprietário de um negócio. Freia todo o seu desenvolvimento.

Esse momento faz você repensar sua marca toda.

A pergunta permanece: o que fazer quando isso acontece?

Eu já ouvi essa pergunta centenas de vezes. E também já ouvi algumas soluções.

Para ser sincero, nem todas são boas soluções.

Seu nome de domínio é uma parte importante das suas campanhas de SEO, e vai afetar seu desempenho.

Se você cometer um erro ao selecionar seu nome de domínio, isso pode ter um impacto negativo sobre o seu SEO no longo prazo.

Grande parte do seu tráfego vai vir de usuários que pesquisam o nome da sua marca. Isso se chama busca navegacional. É por isso que é bom usar o nome da sua marca como URL.

Mas se isso não for possível, não se preocupe. Existem alternativas que também vão funcionar.

Ao longo dos anos, eu vi o que funciona e o que não funciona. Quero compartilhar aqui o que eu aprendi para que você não tenha que cometer nenhum erro.

Aqui estão 13 táticas que você pode usar quando sonha com um nome de domínio indisponível.

Antes de continuar, se você quer aumentar sua vendas e saber quais são as melhores estratégias para promover seu negócio online, clique aqui para receber o Guia Completo de Marketing Digital.

guia completo de marketing digital

1. Tente comprar o domínio

Óbvio, não é?

Essa dica é simples, mas muitas pessoas não pensam nisso. Elas inserem seu nome de domínio ideal em um site de registro, veem que ele já existe e desistem.

Mas não precisa ser sempre assim.

No entanto, há uma condição.

Eu sei que nem todo mundo tem um capital de centenas de milhares de dólares.

Talvez você tenha um pequeno negócio com orçamento miniatura.

Se esse é o seu caso, você provavelmente só vai poder comprar domínios novos, expirados ou inativos.

Se você visitar seu domínio ideal, talvez veja uma página como esta:

Fonte: Seobook.com

Ou esta mensagem:

Se você vir algo parecido com essas duas imagens, é um ótimo sinal. Significa que a pessoa que é dona do domínio provavelmente não está usando-o.

Se for esse o caso, você provavelmente vai poder comprar o domínio por um preço relativamente baixo.

É melhor contatar o proprietário do site diretamente, se possível. Uma forma de fazer isso é usar a função de pesquisa do Whois.com.

O Whois é um registro internacional de nomes de domínios, e registra todo tipo de informação sobre domínios.

Muitas vezes, você vai encontrar lá os dados de contato do webmaster.

Primeiro, vá a Whois.com. Você verá uma caixa de pesquisa no canto superior direito.

Insira aqui o nome do domínio e clique no botão “WHOIS”.

Se as informações de contato do proprietário forem públicas, você vai vê-las na página seguinte.

Algumas vezes, você vai ver dados de contato assim:

Percebeu que o nome do contato não é o nome de uma pessoa? E aparece como “protected.”

Esses não são os dados de contato reais. Isso significa que o serviço de hospedagem guardou essas informações como privadas.

Nessa situação, sua melhor opção é contatar o dono através do próprio site. Tente encontrar um email de contato que vá diretamente para ele, mas uma página de contato geral também pode funcionar.

Finalmente, talvez você tenha que contratar um agente de domínios, o que pode ficar caro.

2. Adicione um verbo ao seu nome de domínio

Esse é um método popular para contornar o problema de um domínio que já está ocupado.

Há dois grandes benefícios nessa técnica.

Primeiro: você ainda pode usar o nome da sua marca na URL. Segundo: você não precisa considerar alternativas de TLD.

Verbos como “get” e “try” são opções populares para adicionar a nomes de domínios.

Por exemplo: o Pocket usa getpocket.com:

Essas URLs também têm uma aparência melhor do que aquelas com TLDs alternativas, e são mais fáceis de lembrar.

3. Estenda sua marca na URL

Até 2016, a Tesla Motor não era proprietária do Tesla.com, porque esse nome de domínio estava indisponível.

O que eles fizeram? Usaram TeslaMotor.com.

Essa URL funcionou bem para eles por anos, porque usar a palavra “motor” era uma forma muito natural de estender a marca.

Esse método tem a vantagem de preservar a confiabilidade da sua URL.

A condição? Você não pode usar qualquer palavra para estender sua marca. Tem que ser alguma coisa relevante e que diz alguma coisa sobre o seu negócio.

O Gogo, um provedor de internet em vôos, usa a palavra “air” junto ao nome da marca:

Isso faz muito sentido para eles.

Se eles tivessem usado “GogoToday,”por exemplo, a marca deles não ficaria tão óbvia, e o resultado não seria tão orgânico.

O truque é considerar palavras relacionadas que podem ser adicionadas ao nome da marca sem perder significado ou deixar o resultado menos memorável e natural.

Algumas palavras funcionam bem em certos nichos. Se você vende software, por exemplo, talvez possa usar a palavra “app” na sua URL, como a Invision:

Essa pode ser a melhor opção se você quiser usar .com e manter o nome da sua marca na URL.

4. Considere usar uma ccTLD

Apesar de a extensão .com ser um padrão internacional, ela é especialmente reconhecida nos Estados Unidos.

No entanto, em outros países, TLDs com códigos de países (ccTLDs) têm o mesmo nível de confiabilidade.

Por alguma razão. a ccTLD dos EUA (.us) nunca ficou popular. Mas ccTLDs como .co.uk e .com.br são populares e seguras.

Às vezes as ccTLDs são até mais importantes que extensões .com. Na Alemanha. por exemplo, .de é mais popular do que .com.

Assim, se você estiver fora dos Estados Unidos, considere usar a TLD do seu país.

No entanto, pode haver alguns problemas.

Certas ccTLDs, como .ru e .cn, são populares entre sites de spam.

E algumas ccTLDs são proibidos em certos países.

Isso não significa que você não pode usar uma ccTLD. Você apenas precisa julgar bem a situação.

Se você estiver na Rússia, por exemplo, não vai querer usar .ru, já que essa é uma TLD comum em spam. Mas se estiver no Japão, você pode usar .jp sem tantos problemas.

5. Adicione seu país ao nome do domínio

Você já ouviu falar do processo do domínio Nissan?

Em 1994, uma empresa chamada Nissan Computer Corp registrou o domínio nissan.com.

Ela era gerida por um empreendedor chamado Uzi Nissan, que usava esse nome para o negócio desde 1980.

E então, em 2000, a Nissan Motor processou Uzi Nissan. O objetivo era obter o nome de domínio nissan.com.

A grande empresa de automóveis acabou não conseguindo o domínio. Se você digitar nissan.com em sua barra de pesquisa, vai ver o site de Uzi Nissan:

(Sim, camisetas anti-Nissan!)

O que a Nissan Motor fez então? Adicionou “USA” à sua URL:

Essa estratégia de último caso na verdade é uma ótima opção se você tiver problemas com nomes de domínio indisponíveis.

O resultado pode ficar bom – nissanusa.com não é uma URL ruim, e contém o nome da marca.

Você pode também usar sua cidade, se for um negócio local em uma cidade grande. A empresa Loud Marketing usa Barcelona em sua URL:

E The Eugene, um edifício de apartamentos de luxo em Nova York, usa a abreviatura NYC:

É melhor usar essa estratégia caso você ofereça serviços limitados a um certo país ou cidade.

Você pode usar seu país na URL para indicar de onde você é, mas talvez alguns usuários achem que você só trabalha naquele país. Assim, pense bastante antes de fazer isso.

6. Veja TDLs alternativos

Na maioria dos casos de nome de domínio indisponível, isso significa que o .com está sendo usado. Os outros TLDs não estão sendo usados, e por isso, teoricamente, você pode optar por um deles.

Mas espere! Não saia correndo para comprar qualquer TLD que encontrar.

Essa decisão é complicada.

Aqui estão alguns dos fatores que você precisa ter em mente.

Primeiro: as pessoas confiam mais em URLs .com do que em qualquer outra TLD.

A extensão .com tem muitas vantagens. Ela é familiar, existe há bastante tempo, e tem sido a TLD padrão por anos..

Segundo: muitas pessoas pensam que certas TLDs são spam. As pessoas tendem a pensar em URLs .com como seguras e em outras TLDs como inseguras ou pouco confiáveis.

Obviamente, esse nem sempre é o caso. Mas algumas pessoas sempre vão pensar assim. Elas não conseguem imaginar um site confiável que não termine em .com.

Terceiro: TLDs alternativas não têm benefícios de SEO. Nenhuma TLD é naturalmente melhor do que outra.

Essa informação vem diretamente de John Muelle, do Google:

O que isso significa para você?

Se você quiser usar uma TLD que não .com, pode fazer isso sem perder nenhum poder de SEO.

No entanto, talvez seu público não confie nessa TLD.

É bom usar uma TLD diretamente relacionada ao seu negócio ou nicho. O Twitch, um site que transmite usuários jogando games em tempo real, foi inteligente ao optar pela TLD .tv:

No fim das contas, você precisa considerar o quão fácil vai ser para seus usuários lembrar da sua URL e se eles vão ou não confiar em um domínio que não seja .com.

7. Use uma hack de domínio

Hacks de domínio são formas criativas de usar TLDs alternativas para fazer uma palavra ou frase.

Como esses domínios são interessantes, muitas vezes são fáceis de lembrar.

Um bom exemplo é o blog do criador do WordPress, Matthew Mullenweg:

Existem algumas desvantagens em usar hacks de domínio.

Para começar, elas são difíceis de pronunciar. O site de bookmarking social Delicious usa uma hack de domínio:

Mas como você pronuncia isso? Pronunciando cada sílaba, como “dell dot ishi dot us”? Ou como uma palavra só?

Isso é meio confuso, e por isso não é ideal.

Nem toda hack de domínio segue essa regra. Visual.ly é fácil de pronunciar e escrever, por exemplo.

Existe uma pequena desvantagem de SEO em hacks de domínios, porque mecanismos de busca não consideram extensões de domínio. Assim, no domínio ma.tt, só o “ma” é bom para o SEO.

No entanto, dependendo da hack de domínio, isso pode não ser um problema. Talvez a URL inclua o suficiente para trazer vantagens de SEO.

Hacks de domínio definitivamente não são para todo mundo. Mas se você tiver uma marca mais moderna, experimente.

8. Faça experiências com abreviaturas

Às vezes você pode abreviar uma ou mais palavras na sua URL sem perder habilidades de pesquisa ou SEO.

Isso não é a melhor solução, mas muitas vezes pode te ajudar a obter um domínio .com.

Normalmente, as palavras que não são parte da marca são abreviadas. Por exemplo: a Fox Plumbing and Heating usa FoxPH.com:

Isso também é comum com nomes de estados nos E.U.A. A GreenDreams usa a abreviatura de Flórida em sua URL:

Mais uma vez, isso não é ideal. Mas se você prefere um domínio .com, essa pode ser a solução para os seus problemas.

Alternativamente, você pode abreviar o nome completo do seu negócio, como faz a Tulsa Area United Way:

9. Use um bordão

As pessoas tendem a lembrar bordões. Pense no bordão de Donald Trump no The Apprentice: “You’re fired!”

Bordões são curtos e fáceis de lembrar, o que é perfeito para URLs.

Se você tem um slogan ou uma descrição curta para o seu negócio, considere usar isso em sua URL.

Você pode também usar um bordão combinado a TLDs alternativas. O músico Gareth Emery tem um show online chamado Electric For Life, e usa uma TLD alternativa:

10. Use o hífen

Essa dica é controversa.

Quando se trata do uso de hifens (o símbolo – ) em URLs, algumas pessoas adoram e outras detestam a ideia.

É fácil ver porque muitas pessoas não gostam do hífen. Essas URLs não são tão fáceis de lembrar. E elas parecem “baratas e comprometedoras.”

Mas usar hifens permite que você consiga o domínio que deseja, com apenas uma pequena alteração.

Muitos sites populares usam hifens, como o Go-Gaia.com e o Merriam-Webster.com.

11. Considere uma ccTLD (para uma hack)

É possível combinar duas dessas técnicas para criar uma URL memorável e amigável para SEO que mantenha o nome da sua marca intocado.

A ideia é usar a ccTLD como parte de uma hack de domínio.

Há algumas ccTLDs que são consideradas representantes de países, mas as abreviaturas são úteis para criar hacks de domínios.

Você conhece a rede social About.me?

A extensão .me é na verdade a extensão ccTLD para Montenegro.

E que tal os sites com a extensão .tv? Eles não são estritamente hacks de domínio, mas entram na mesma categoria.

Eu mencionei anteriormente o Twitch.tv, e esse é um dos sites mais populares com essa extensão, incluindo a extensão pscp.tv do Periscope.

Bem, na verdade a extensão .tv é a ccTLD de Tuvalu, uma ilha no oceano Pacífico.

E o Instagram começou usando Instagr.am, com a ccTLD para a Armênia.

Atualmente existem 249 ccTLDs disponíveis para uso, e portanto você pode ser bem criativo.

Mas há uma coisa que você precisa saber antes de usar essa estratégia.

Matt Cutts explicou que o Google geralmente assume que se você está usando uma ccTLD, está segmentando tráfego daquele país.

Algumas ccTLDs, como a .io, agora são mais aceitáveis como TLDs gerais. Mas se você usar uma ccTLD mais obscura, vai correr o risco de o Google pensar que seu negócio é específico para aquele país.

Isso não vai ser um fator decisivo para todo mundo, mas é algo a considerar.

12. Configure o monitoramento de domínio

Ainda procurando aquela URL .com perfeita?

Talvez nenhuma dessas técnicas tenha te convencido a experimentar outra coisa. Tudo bem. Se você realmente quer o domínio .com dos seus sonhos, é possível consegui-lo.

Digamos que você deseje apenas um certo endereço .com, mas ele seja propriedade de outra pessoa.

Se você não tem fundos para comprá-lo diretamente (ou se o proprietário não aceitar ofertas), a melhor opção é monitorar esse domínio para ficar sabendo se ele expirar.

Você pode usar uma ferramenta como o DomainTools Domain Monitor para rastrear qualquer alteração no registro do nome de domínio indisponível.

Se o domínio expirar e o proprietário não renová-lo, você pode aproveitar e comprá-lo.

Essa técnica não é garantida, mas pode trazer exatamente o que você quer.

No meio tempo, você pode usar uma das outras estratégias aqui para configurar um domínio temporário. Quando você conseguir seu domínio ideal, pode configurar redirecionamentos 301 para a nova URL.

13. Use essa oportunidade para encontrar um novo nome de marca

Talvez você ache que essa dica é uma saída fácil.

Mas há muito valor nessa ideia.

Deixe-me explicar por que.

Imagine que dois empreendedores acabam de criar um mecanismo de busca. O título temporário dele é BackRub. (Fazendo referência ao fato de que mecanismos de busca avaliam backlinks.)

Mas esse nome pode ser facilmente confundido com serviços de massagem As pessoas normalmente não associam mecanismos de busca ao termo “back rub.”

Assim, esses empreendedores escolhem outro nome, um nome melhor: Google.

É isso mesmo – o mecanismo de busca mais popular do mundo originalmente se chamava BackRub.

Assim, se o seu nome de domínio perfeito estiver indisponível, talvez isso seja uma oportunidade.

Você terá que voltar ao início, mas pode conceber um nome diferente e único que se destaque sozinho.

Conclusão

Existem vantagens em obter o endereço .com perfeito.

Estamos em uma era em que domínios alternativos estão se tornando cada vez mais populares, mas o .com certamente ainda é o mais comum.

Ele aparece em todos os lugares.

Quando as pessoas pensam em um site, instintivamente assumem que ele termina em .com.

Assim, se alguém souber o nome da sua marca, provavelmente vai visitar NomedaMarca.com.

Essa é uma das maiores vantagens de usar a extensão.com.

Mas isso está mudando, lentamente. As pessoas estão se acostumando a TLDs diferentes, como .tv e .coffee, e é só uma questão de tempo até que TLDs alternativas se tornem mais comuns.

Por enquanto, use .com se for possível. Mas se não for o caso, qualquer uma dessas 13 estratégias vai funcionar perfeitamente.

Sonhando com um nome de domínio indisponível? Caso sim, qual dessas 13 estratégias você vai utilizar?

guia completo de marketing digital

Compartilhe