Neil Patel

Espero que você goste desse artigo. Se você quer que meu time faça o seu marketing, clique aqui.

Como Criar Sua Marca Pessoal Através do Blog

build personal brand blogging
Quem é você e por que eu deveria me importar? Esta é uma pergunta bem direta, mas não quero ser rude. A verdade é que, quando se trata de criar uma marca pessoal, essa é a pergunta que todos fazem. Sobre o que é sua marca e qual valor ela adicionará à minha vida? Criar uma marca não é sobre alimentar seu ego. É sobre dar a si mesmo, mais oportunidades para ajudar a se conectar com pessoas na sua área. E uma das melhores maneiras de criar uma marca é através do blog. Um blog é um centro para seus conselhos. Também tem o benefício de ajudar você a ranquear nos mecanismos de pesquisa. Mas criar uma marca pessoal através do blog é mais que apenas criar um site e encerrar o dia. Há muito mais coisas envolvidas no processo do que apenas escrever. Vamos ver como ir além do conteúdo em si para usar o blog para criar sua marcar e aumentar seu alcance social.

1. Crie sua marca (e palavras-chave) em torno de um nicho

Como você quer ser conhecido na Internet? Eu queria ser conhecido como um profissional de marketing online. Eu vivo e respiro marketing. Cada email, webinário, anúncio e post que eu crio, gira em torno disso, porque esse é o meu nicho. Dê uma olhada nessa captura de tela do meu blog, por exemplo.
npblogexample
É tudo sobre marketing, o tempo todo. Às vezes, eu adiciono coisas pessoais, mas até isso é relacionado a marketing. Então, qual é sua praia? Pelo que você quer ser conhecido? Você é o guru amigável? Ou é mais um mentor super rígido? Veja pessoas como o Tim Ferriss (o guru amigável) ou o Garrett White (o mentor rígido). Ambos fizeram um ótimo trabalho se posicionando em um nicho. Qualquer que seja o seu nicho, deve ser algo que você conheça e entenda. E você deve ser capaz de escrever sobre isso, porque irá escrever muito. Quando for escolher seu nicho, concentre-se nas palavras-chave. O seu nicho está procurando por conhecimentos como os seus? Veja o volume de pesquisa. Veja as consultas. As palavras-chave vão te dizer se as pessoas já estão buscando, ou não, conselhos no seu nicho. Para fazer uma pesquisa de palavras-chave básica, comece com algo simples. Pense em algumas palavras-chave e use o Google para ver o que aparece. Se eu digitar “marketing online”, por exemplo, que é a palavra-chave do meu nicho, eu apareço nos dois primeiros resultados logo após os anúncios pagos.
onlinemarketingkeywords
Veja quem aparece e anote seus nomes ou favorite seus sites. Esses são seus concorrentes. Depois, você pode usar outras ferramentas para encontrar palavras-chave relevantes para o seu nicho. Eu gosto de usar o Ubersuggest. Insira sua palavra-chave principal, como marketing online, e clique em pesquisar.
Agora, clique em “Ideias de Palavras-chave”.  Junto com uma lista de palavras-chave, eu recebo as pesquisas médias mensais, custo por clique, dificuldade paga e dificuldade de pesquisa. Indo um passo além, gosto de clicar na aba “perguntas” acima dos resultados. Isso me ajuda a ver o que meu público está procurando.
Lembre-se de que eu faço isso há um bom tempo e, toda minha marca gira em torno de “marketing online”, então, é para isso que eu ranqueio. Você pode não ranquear para palavras-chave super competitivas já de cara, e tudo bem. Encontre seu nicho, identifique as palavras-chave dele e use-as em todos os lugares. Depois de construir sua marca, você começará a ranquear para o que quer.

2. Use a personalidade para criar a voz da marca

Quando perguntaram ao Tim Ferriss sobre a criação da sua marca, ele disse, “Eu tento ser eu mesmo, apesar das críticas públicas, e ser a melhor versão possível”. Essa mentalidade transparece em muito do que ele faz com sua marca. Dê uma olhada nesse exemplo do seu blog pessoal:
timferrissexample
Sua marca gira em torno da ideia de que você está recebendo ele. O conselho dele. A sabedoria dele. A personalidade dele. Mas, na verdade, ele terceiriza praticamente todo o trabalho para assistentes virtuais. Tudo, exceto seus textos. Por quê? Para se manter fiel à voz de sua marca. Nem todos seguirão o mesmo caminho, mas o Tim construiu sua marca com base na autenticidade. Seu público sabe que ele é o cara que esteve lá e fez aquilo, e que ele tem muito a dizer sobre isso. Sua personalidade também é a voz da sua marca. Quando você está começando no mundo dos blogs, precisa ter sua própria voz da marca. Isso significa infundir pedaços da sua personalidade na sua escrita. É preciso entender que as pessoas chegam até sua marca por causa de você. Se quisessem qualquer guru antigo, elas iriam até qualquer guru antigo. O que você tem é único e você precisa inserir sua personalidade na sua marca. Veja este exemplo de outro blogueiro popular, James Clear.
jamesclearexample
A marca do James é construída em cima do storytelling. Ele já diz isso de cara quando você entra no site dele. Como ele explica: “No final, meu trabalho acaba sendo parte storytelling, parte pesquisa acadêmica e parte experimento pessoal. É uma mistura colorida de histórias inspiradoras, ciência acadêmica e sabedoria arduamente conquistada.” A voz de sua marca são histórias. Ao construir a voz da sua própria marca, considere sua personalidade. Talvez você goste de falar mais casualmente com seus leitores, como a Karen Marston do Untamed Writing.
untamedwriting
O que quer que o torne “você”, coloque isso em tudo que fizer no seu blog. Ou talvez, você prefira ser mais profissional.

3. Faça o design do seu blog em torno da sua marca

Depois de identificar seu nicho e a voz da sua marca, vem a parte difícil: construir seu blog. O design é uma daquelas coisas que pode realmente ajudar ou prejudicar você. Como meu foco é ajudar as pessoas com marketing online, eu não encho meu site com qualquer outra coisa sem relação a isso. Dê uma olhada em um dos meus posts, por exemplo:
blogpost1
Se você não está lendo meu conteúdo (que é sobre marketing online), está olhando os anúncios para meus cursos de marketing online.
blogpost3
Ou está navegando pela minha barra lateral, que tem informações sobre marketing online:
blogpost2
Onde quer que você vá no meu site, a única coisa que vai encontrar são informações sobre marketing online. Por que é disso que eu trato. Eu também mantenho meu site super claro e fácil de navegar, para criar uma primeira impressão boa. Estudos mostram que 94% do tempo, a primeira impressão de alguém é baseada no design. Essa decisão leva somente 50 milissegundos para ser tomada. Então, o design do seu site é tão importante quanto a voz da sua marca. Um exemplo de design relacionado à marca feito corretamente é o site do Seth Godin.
Seth Godin
Ele sabe que as pessoas estão ali por ele, então ele se colocou literalmente como o foco da sua página. Você tem que clicar na cabeça dele para ler o blog. Depois de chegar em seu blog, ele mantém as coisas bem simples.
seth godin2
Perceba que você pode clicar na cabeça dele novamente no canto da tela, assim, você recebe mais links para coisas úteis.
seth godin3
Sua navegação normal o levará a todos os pontos do seu site, é claro. Mas é mais que apenas clicar em links. Você se diverte fazendo isso. É disso que o design se trata — fazer com que as pessoas interajam com você. Há dois milhões de posts publicados todos os dias. O seu blog precisará se destacar de algum jeito. O design é uma forma bem simples de fazer isso. Você deve começar tendo seu site com seu próprio nome. Por que seu próprio nome? Para que as pessoas façam a conexão. Você perceberá que a maioria dos exemplos que listei até agora (Tim Ferriss, Seth Godin, eu mesmo), todos usam seus nomes como domínio e identificadores nas redes sociais. É a primeira coisa que você vai ver se pesquisar cada um dos nossos nomes no Google:
neilpatelsearch
sethgodinsearch
timferrisssearch
Eu também escrevo para vários outros blogs. Mas, principalmente, eu sou Neil Patel. Então, eu uso meu nome para minha marca. Eu quero que você venha ao meu site antes de mais nada, porque quero essa conexão pessoal com você. É por isso que se chama marca pessoal. Então, comece criando um site com seu nome e use um design que reflete quem você é.

4. Escreva muito conteúdo relevante de forma consistente

Se você não está engajando com conteúdo regular, não vai construir uma marca grande. Eu escrevi sobre isso mais detalhadamente antes, mas a chave aqui é volume e consistência. Você deve postar bastante conteúdo porque:
  1. Você tem conselhos que as pessoas querem ouvir.
  2. Ter mais conteúdo melhora seu SEO.
  3. Já existe muito conteúdo competitivo por aí.
  4. Quanto mais você escreve, mais você refina sua marca.
  5. Quanto mais você refina sua marca, tanto maior e melhor ela será.
Eu sei que produzir conteúdo de qualidade regularmente é difícil. Já existe muito conteúdo por aí e isso só vai continuar a crescer.
content shock graphic
Você tem que criar novas ideias e investir tempo escrevendo, editando e postando. Depois, você pode usar as mídias sociais para compartilhar e engajar com seu público. Isso não é uma tarefa fácil. Mas é importante fazê-lo de forma consistente se quiser construir sua marca. Você deve ter como objetivo publicar, pelo menos, 2 a 3 vezes por semana, se não mais, dependendo das suas metas. Eu faço muitas coisas para me manter ativo e engajado. Eu faço vídeos. Eu tenho o blog. Eu apresento webinários. Eu palestro em conferências. No entanto, não estou dizendo que você tem que estar “ligado” 24 horas por dia, 7 dias por semana. Se você pode engajar em outras plataformas de mídia social, melhor ainda. Veja o Gary Vaynerchuk, que administra o VaynerMedia, por exemplo.
garyv
Ele tem uma marca pessoal de sucesso, voltada para empreendedores. Ele é ativo nas mídias sociais, quase que diariamente, de uma forma ou de outra. Se você for ao Google Trends, pode ver a popularidade da marca dele ao longo do tempo:
garyvgoogletrends
Mesmo que os níveis de engajamento sejam altos e baixos, ele ainda posta ativamente nas mídias sociais o tempo todo. Ele tem mais de 812 mil inscritos no YouTube:
garyvyoutube
Ele também tem mais de um milhão de seguidores no Twitter (e ele é bem ativo por lá):
garyvtwitter
E ele posta vídeos exclusivos no Facebook todo mês:
garyvfacebook
O cara se mantém regularmente engajado com seu público. Ele interage em várias plataformas com vários tipos de mídia. Se você quer criar uma marca como a do Gary, precisará fazer a mesma coisa.

5. Amplie seu alcance com guest blogging

Outra coisa que faço bastante — e recomendo que você faça — é o guest blogging.
https://youtu.be/Ti82laVS29I
O guest blogging é uma ótima maneira de construir sua marca e aumentar sua base de seguidores. Uma vez perguntei ao Jon Morrow, do GuestBlogging.com, o que ele faria se tivesse que construir sua marca do zero, e ele disse o seguinte: “Se você apagasse minha memória e eu tivesse que recomeçar TOTALMENTE do zero, provavelmente começaria com guest blogging.” Para ele, o guest blogging não apenas melhora suas habilidades de escrita, como também constrói seu público principal. Eu não poderia concordar mais. Outra coisa que o guest blogging faz, é criar relacionamentos com outros influenciadores. Quando pedimos ao Lewis Howes seu conselho para construir uma presença online, ele disse que fazer amigos traz o maior ROI do seu tempo e dinheiro. Uma das melhores maneiras de fazer isso, é enviando email para os influenciadores diretamente ou, construindo relacionamentos por meio das mídias sociais. O Lewis usa o LinkedIn como forma de alcançar outros influenciadores.
linkedingroup
Ele aproveita esses grupos para encontrar influenciadores para seu podcast, The School of Greatness.
lewishowesyoutube
A única coisa que você deve saber sobre guest blogging, é que você ainda precisa ter alguns seguidores para que funcione bem. Quando você posta em algum lugar como o Entrepreneur ou Forbes, você quer algo para apontar esses seguidores de volta. Dê uma olhada na minha conta de colaborador na Forbes:
neilpatelforbes
Eu listo minhas outras marcas. Tenho links para minhas mídias sociais. Falo sobre minhas histórias pessoais. Estou dando algo de valor às pessoas quando faço guest blog, mas também me certifico de apontar para algum lugar em que elas possam se conectar comigo. Você pode construir uma marca só com guest blogging. Já vi isso acontecer. Mas, se realmente quiser resultados, você deve usar o guest blogging como uma forma de ampliar o alcance do seu blog atual. O guest blogging é a maneira perfeita de criar backlinks para o seu site, o que ajudará seu ranking no Google. Ele pode fazer maravilhas pelo seu SEO. Quanto mais você postar no seu próprio blog, fizer por outros blogs e quanto mais seu nome estiver por aí na web, maior será sua marca. Quando você busca meu nome no Google, por exemplo, você vê meu site junto com minhas outras contas.
neilpatelsearch2
Você pode me encontrar no Crazy Egg, Quick Sprout, Entrepreneur, Forbes, etc. Mas o primeiro resultado (e aquele para o qual eu quero o maior tráfego) é o meu site.
neilpatelsearch10
Tudo aponta de volta para minha marca pessoal. Eu uso o guest blogging como uma forma de criar atenção e links para o meu site. E funciona perfeitamente. Então, quando você tiver uma marca meio estabelecida e quiser ampliar seu alcance, comece com o guest blogging. Isso fará maravilhas pelos seus esforços de marketing. Começar não vai tomar muito tempo, mas vai valer a pena no longo prazo. Crie uma lista de estratégias e comece a executá-las. Quanto tempo vai levar para criar uma marca através do blog? Eu sei que pode parecer que você nunca vai chegar lá, mas vai. Só leva tempo. Nem eu construí meu público inteiro em um dia. Você não vai ter resultados imediatamente. Em média, é provável que seja, no mínimo, uma jornada de 12 a 18 meses antes de você começar a ver resultados. Ou como a BrandingETC coloca, a mesma quantidade de tempo da gestação de uma baleia:
3950568
Basicamente, você precisará de muita paciência e persistência (e tempo) para crescer. É por isso que você tem que postar de forma consistente. Você também precisa de uma sensação de gratificação atrasada. Ter um blog é o tipo de coisa que não te fará famoso imediatamente. Nem deveria. Seu blog deve oferecer valor real às pessoas. Não é uma forma de ficar rico rápido. Como eu disse, não é um jeito de alimentar seu ego. Também é importante lembrar que você nem sempre pode medir o sucesso da sua marca pelo seu número de seguidores. Na maioria das vezes, você saberá que tem sucesso com base na profundidade das suas conexões. Relacionamentos com outros influenciadores, networking e criar uma base de seguidores, tudo leva tempo, ainda mais quando a intenção é de se conectar pessoalmente. Você sempre pode fazer uma marca crescer rápido. Mas se quiser se manter por um longo tempo, precisa trabalhar.

Conclusão

Então, você quer criar sua marca. Demanda um pouco de trabalho, mas pode ser feito. E uma das melhores maneiras de fazer isso é através do blog. Primeiro, escolha um nicho. Pesquise palavras-chave. Preencha um vazio que precisa ser preenchido. Escreva muito. Esforce-se para entregar conteúdo de alta qualidade e valor. Faça conexões. Concentre-se em qualidade. Coloque seu nome nos holofotes. É assim que você cria uma marca que, além de abrir portas para você, vai oferecer valor para as pessoas que te seguem. E também, não se preocupe com o tempo que leva para sua marca crescer. Como Earl Nightingale disse uma vez, “O tempo vai passar de qualquer maneira”. Qual nicho você se vê buscando para sua marca pessoal?

Compartilhe