Neil Patel

Como Conquistar Novos Clientes sem Usar Formulários em Seu Site

Todo mundo com certeza quer obter o máximo de clientes possível pelo seu site.

Mas o problema é que 95% dos visitantes de primeira vez não estão prontos para fazer uma compra em um site, para início de conversa.

São necessárias algumas visitas para que potenciais clientes sequer considerem comprar de você, então captar novos clientes pelo seu site pode demandar um certo trabalho.

Formulários de opt-in são eficientes para converter visitantes em clientes pagantes, especialmente se você permitir que eles customizem sua experiência com os seus formulários.

Mas, se você não tem muito tráfego, ninguém vê seus formulários de opt-in.

Felizmente, existem alguns atalhos que você pode pegar para não precisar focar muito em formulários de opt-in.

Essas são as abordagens que eu vou mostrar nesse artigo.

Conteúdo para blog, por exemplo, é uma ótima alternativa.

O relatório anual State of Inbound do HubSpot comprovou que, quanto mais você posta no seu blog, mais tráfego você vai obter.

Mais tráfego no seu site = mais clientes no seu site, o que me traz ao meu primeiro ponto. Você precisa começar a produzir conteúdo para o seu blog agora mesmo.

Comece a postar no seu blog (e fazer guest post)

Produzir conteúdo para blog é uma das melhores maneiras para construir relacionamentos, provar sua credibilidade e conquistar novos clientes.

Mas você tem que ser consistente. Você não vai conquistar novos clientes através do seu blog da noite para o dia.

Se você pesquisar e se esforçar um pouco, você verá resultados bastante significativos em bem pouco tempo. Dê só uma olhada nos comentários e compartilhamentos em um dos meus posts mais recentes:

Eu já tenho 1.049 compartilhamentos e 29 comentários!

Você pode ter o mesmo sucesso. E você vai conseguir captar novos clientes pela internet com seu conteúdo confiável.

Comece fazendo uma programação do seu conteúdo. Procure postar com a maior frequência possível.

Comece postando sobre assuntos relacionados aos seus serviços ou produtos para ir construindo um público.

E certifique-se que seu conteúdo é de qualidade. Passe seu post por uma ferramenta como o Grammarly antes de publicá-lo.

Os leitores vão sair correndo se notarem erros de gramática. Você compraria de alguém que não sabe a diferença entre “mau” e “mal”?

Eu, certamente, não.

Mas isso é só o começo.

Produzir conteúdo para o seu blog demanda um tempo considerável, principalmente se você for consistente. E, às vezes, ter novas ideias é a parte mais difícil.

Você precisa escrever sobre assuntos que seus clientes achem interessantes, valiosos ou úteis.

Um ótimo lugar para começar o brainstorm é o AnswerThePublic.

Além de ter uma página inicial muito divertida, o AnswerThePublic é uma ótima ferramenta para se ter ideias de conteúdo.

Você só precisa inserir uma palavra-chave e o “Seeker” vai sugerir milhares de ideias de conteúdo para você escolher.

Aqui estão todas as ideias que eu encontrei só digitando “SEO”.

Dessa forma, você pode obter milhares de ideias em apenas alguns segundos.

Buzzsumo funciona de forma parecida.

Basta digitar uma palavra-chave para encontrar o conteúdo mais compartilhado na sua área.

Mas você não deve se concentrar apenas em desenvolver seu próprio blog. Você deve pensar também em fazer guest blogging.

Guest blogging vai te proporcionar a mesma quantidade de tráfego e confiança que seus próprios posts, mas você vai falar para o público de outra pessoa, que não fazia ideia que você existia.

Eu faço mais de 100 guests posts por ano exatamente por esse motivo. É uma das formas mais fáceis de conseguir exposição e conquistar novos clientes.

Por exemplo, pelo menos 36.000 pessoas leram esse guest post que eu escrevi para o Search Engine Journal:

E você deveria permitir que as pessoas escrevam guest posts na sua página.

Quando os clientes deles forem até a sua página para ler, eles podem acabar se envolvendo com a sua marca, também.

Procure criar um calendário de guest blogging com autores recorrentes, para complementar sua programação regular de posts.

Mas guest blogging não é o único jeito de gerar exposição para a sua marca. Parcerias com influenciadores são outra maneira.

Faça parcerias com influenciadores

Influenciadores têm esse nome por uma razão. As pessoas confiam neles.

Eles podem convencer seu público a comprar qualquer coisa que eles estejam promovendo ou sobre as quais estejam falando. É exatamente o que você precisa para captar clientes pela internet.

Mas, antes de mais nada, você precisa de um plano. Não saia correndo atrás da primeira pessoa que aparecer pedindo que ela promova seu produto ou serviço.

Você pode usar o Buzzsumo para encontrar influenciadores na sua área e conferir quanta influência cada um deles realmente tem online.

Assim você não estará dando simplesmente um tiro no escuro. Você vai poder ter uma ideia de quais influenciadores têm mais ou menos a mesma dimensão do seu negócio para garantir que você não vai à falência com uma influenciadora como a Kim Kardashian.

A Kim Kardashian ganha basicamente US$500.000,00 por um post patrocinado no Instagram porque ela tem um público de 104 milhões de seguidores.

Dê uma olhada nesse post patrocinado no Instagram dela para o Diclegis.

Ele conseguiu 701.061 curtidas. E ela linkou para o site deles no post, o que provavelmente rendeu milhares de novos clientes para a empresa.

Mas isso não significa que você precise gastar US$500.000,00 para ter resultados significativos com parcerias com influenciadores, principalmente se você considerar micro-influenciadores.

Eles têm grupos menores e mais concentrados de seguidores, o que significa que eles são mais engajados com seu público do que são as grandes celebridades.

Não importa quanto você gastar, você terá ótimos resultados. O Influencer Marketing Hub constatou que, a cada US$ 1 gasto com marketing de influenciadores, há um ROI de aproximadamente US$7.65.

Já que estabelecemos que parcerias com influenciadores são valiosas para conquistar novos clientes, vamos falar sobre como você pode tirar vantagem dos seus concorrentes pelas mesmas razões.

Junte-se aos seus concorrentes

Ter concorrentes não é uma coisa ruim.

Na verdade, você e seus concorrentes podem (e devem) construir relacionamentos e se juntar para conquistar novos clientes.

Se você vir todos os concorrentes como rivais que você tem que destruir, você pode acabar perdendo vários novos clientes.

Se você não souber exatamente quem são seus concorrentes, você pode encontrá-los com uma ferramenta como o SEMrush.

Basta digitar sua URL e você poderá ver informações em tempo real sobre os concorrentes que você tem e quem são eles.

Uma vez identificados seus concorrentes, você deve procurá-los. Ambos os lados terão um alcance maior se trabalharem juntos.

Se você não conseguir encontrar as informações de contato dos seus concorrentes na Internet, você pode usar o Voila Norbert para encontrar o endereço de email de qualquer pessoa.

Depois, envie um email breve e amigável perguntando se eles gostariam de trabalhar com você.

E, já que você está mandando emails, mande também alguns para seus clientes antigos para pedir que eles recomendem e avaliem seu produto ou serviço.

Peça recomendações em vez de esperar por elas

Recomendações são uma das formas mais conhecidas de conquistar novos clientes.

Mas, se você está esperando que elas venham de bandeja até você, você está perdendo seu tempo. As pessoas têm mais o que fazer.

Às vezes elas precisam ser rapidamente desviadas do caminho delas para se lembrar de parar para falar bem de você.

Envie um email para alguns clientes antigos que não tenham avaliado seus produtos ou serviços ainda.

Dê um alô para eles e peça uma recomendação ou uma avaliação, mas seja breve, como foi a Nordstrom nesse email.

A Amazon faz a mesma coisa com seus emails de agradecimento quando você compra um de seus produtos.

Parece bem fácil, não?

Em seguida, para que as pessoas te vejam como um líder na sua área, conquistando mais clientes no processo, você deveria pensar em escrever um e-book.

Escreva um e-book

De acordo com a Statista, a Amazon vendeu, em média, mais de 517.000 e-books todos os dias no início de 2016. Isso só nos Estados Unidos.

E-books são importantes, e você deve usá-los a seu favor.

Não só você conseguirá um dinheiro extra ao cobrar um valor simbólico pelo seu e-book, mas também vai dar às pessoas uma razão para confiarem em você.

Isso significa que elas vão comprar mais daquilo que você está vendendo.

Primeiro, você precisa planejar o seu e-book. Faça um esboço de cada capítulo e certifique-se de que, seja qual for o assunto sobre o qual você está escrevendo, vai ser algo de valor para seus leitores e seu mercado.

Se você não tem certeza do que seus leitores vão querer, é só perguntar.

Envie uma pesquisa rápida para descobrir quais assuntos mais interessam a eles. Você pode até criar uma enquete no Twitter ou no Facebook.

Depois, quando você já tiver ideias e um esboço, comece a escrever. Publique-o quando estiver pronto e veja o tanto de clientes que vão chegar.

Uma coisa que ajuda é fazer um e-book visualmente atraente, acrescentando algumas cores e fontes, também.

Mas não escreva sobre um assunto que você não domina.

Depois, você pode expandir tudo isso criando um curso relacionado ao seu e-book.

Crie um curso

Você tem um professor preferido da época da escola ou da faculdade?

Provavelmente, sim. E eles foram seus favoritos provavelmente porque te deram orientações, críticas construtivas e te fizeram pensar.

Esse tipo de relacionamento não se limita apenas a salas de aula. Você pode ser esse professor em quem as pessoas confiam.

Milhares de pessoas pagam para ter acesso a cursos online em sites como o Kajabi.

Vender um curso online é uma forma garantida de conquistar novos clientes que vão querer trabalhar com você diretamente.

Ao criar um curso, você estará fornecendo o mesmo tipo de informação valiosa que um e-book pode dar.

Se você já escreveu um, por que não criar um curso que tenha seu e-book como ponto de partida para ampliar o alcance daquilo que você tem para oferecer?

Lynda é outra plataforma de ensino online na qual você pode postar seu curso.

Para se tornar um instrutor no Lynda, você deve preencher um formulário de candidatura.

Depois de fornecer algumas informações básicas sobre si mesmo e o que você tem a oferecer, você poderá postar cursos interessantes que vão te ajudar a captar os clientes que você quer.

Em seguida, pense em investir na sua imagem como outra dica para conquistar novos clientes.

Invista na sua imagem

Pode parecer óbvio que a imagem da sua marca possa te alavancar ou te destruir.

Mas você realmente investiu tempo e dinheiro para ter certeza que seu site é feito levando os usuários em consideração?

Se os usuários não acham que seu site é fácil de navegar, eles não vão continuar nele. Isso significa que você não vai conquistar o dinheiro deles.

Sua página inicial é a primeira impressão que os usuários terão da sua empresa, então você precisa encorajá-los a ficar por perto.

Tente adicionar algumas imagens de alta qualidade para tornar seu site mais atraente visualmente, como a Mint fez com a sua página.

E mantenha as coisas simples. Uma quantidade excessiva de links, CTAs e bagunça para confundir os visitantes do seu site.

espaço em branco é seu aliado. Certifique-se de que seu texto é fácil de ler, que as seções estão divididas de forma clara para tornar a navegação mais simples e que há bastante espaço em branco.

Menos é mais, e minimalismo não é uma coisa ruim. A We Were Sofa é um ótimo exemplo de uso do espaço em branco do jeito certo.

Você também deveria tentar manter informações importantes na primeira parte visível do seu site.

Ela corresponde a toda a parte do seu site imediatamente visível em um navegador quando alguém visita seu site.

Se os visitantes tiverem que rolar para baixo para encontrar informações fundamentais ou interessantes, eles vão fechar a janela.

Se eles fecharem a janela, você perdeu um potencial novo cliente.

Brinque com as suas escolhas de design e teste-as entre si antes de se comprometer com qualquer mudança, usando uma ferramenta como o Optimizely.

Invista em um web designer para fazer essas mudanças para você, ou escolha um template mais clean e minimalista se você for criar o site sozinho.

Mas você não deve prestar atenção apenas à sua imagem online.

Se a sua empresa distribui itens de marketing tangíveis, como panfletos ou cartões de visita, certifique-se de que eles sejam tão atraentes quanto seu site.

Isso te ajuda a exercitar a criatividade, também.

Se os seus cartões de visita forem tão memoráveis quanto os da Tok&Stok, as pessoas realmente irão até o seu site para ver o que você tem a oferecer, em vez de simplesmente enfiá-los na carteira e esquecer deles para sempre.

As pessoas ficarão impressionadas com a sua atenção aos detalhes e criatividade. E elas provavelmente vão mostrar seu cartão para amigos ou postá-lo nas redes sociais.

Isso significa que ainda mais pessoas vão ouvir falar de você e o que você tem a oferecer.

Se você for inteligente o suficiente para ter um cartão de visitas único, as pessoas vão presumir que você é inteligente o suficiente para criar produtos e serviços dos quais elas precisam para ter sucesso.

Mas não pare por aí. Você também precisa direcionar campanhas de anúncio em redes sociais para pessoas que nunca ouviram falar dos seus serviços e produtos.

Faça campanhas de anúncios nas redes sociais 

Eu anuncio nas redes sociais porque esses anúncios trazem um monte de novos clientes e leitores para o meu site.

Anunciantes contam com eles para gerar mais receita. Pelo menos 61% dos anunciantes  usam o Facebook para fazer anúncios todo mês.

O Facebook e o Instagram Ads funcionam da mesma forma desde que o Facebook comprou o Instagram em 2012.

E você não precisa gastar além do orçamento que você estabeleceu, e não importa se ele é de US$10 ou US$10.000.

Você pode inclusive direcionar anúncios especificamente para certos públicos.

Você poderá ver detalhes do seu público e seu alcance potencial em números.

Se você direcionar anúncios para pessoas que nunca compraram de você antes, você vai levar novos clientes ao seu site diretamente a partir do anúncio.

Além disso, anúncios no formato carrossel e canvas te permitem postar mais de uma imagem em cada anúncio no Facebook e no Instagram, o que faz seu dinheiro valer mais.

Se você quer alcançar visitantes que vão até o seu site e saem, você pode fazer isso ao configurar sua campanha no Facebook ou Instagram Ads.

Ou experimente usar um serviço de retargeting como o AdRoll ou o Perfect Audience.

Conclusão

Você não precisa de um formulário de opt-in sequer para conquistar novos clientes para o seu site.

A maioria das pessoas que visitam o seu site pela primeira vez sequer estão prontas para comprar.

E se seu site não tem muito tráfego, ninguém está vendo seus formulários de opt-in.

É por isso que você deveria se concentrar em divulgar seu nome e turbinar a imagem da sua marca.

Quando mais pessoas veem sua empresa e confiam no que você tem a dizer, você passa a conquistar novos clientes em tempo recorde.

Produzir conteúdo para o seu blog é um ótimo começo. Certifique-se de que seu conteúdo é valioso para seu mercado e seus leitores. E reveja para evitar publicar o texto com erros de gramática e não perder a credibilidade.

Entre em contato com outras empresas para fazer guest blogging. Quando os leitores deles virem seu nome e seu conteúdo, eles vão até o seu site para ver do que se trata.

Procure influenciadores e veja se eles topam promover seus produtos e serviços. Isso também vai ajudar a aumentar seu alcance.

Junte-se aos seus concorrentes em vez de fugir deles como o diabo foge da cruz. Os dois lados vão ganhar mais clientes juntos do que ganhariam sozinhos.

Escreva um e-book para compartilhar informações quentes da sua área de atuação. Isso vai despertar a confiança dos leitores para que eles se sintam confortáveis em comprar de você.

Transforme o seu e-book em um curso usando o Kajabi ou o Lynda.

Invista na sua imagem, principalmente na aparência do seu site. Se as pessoas não conseguirem encontrar onde comprar seus produtos e serviços, elas vão sair da página.

Por fim, não deixe de fazer anúncios segmentados em redes sociais como o Instagram ou o Facebook. Direcione seus anúncios para usuários que nunca compraram de você.

Como você conquista clientes pela internet sem formulários de opt-in?