Os Backlinks em Comentários Ajudam a Subir nos Rankings?

This image has an empty alt attribute; its file name is neilpatelds.png

Se você já comentou alguma vez no NeilPatel.com, você percebeu que não tem campo de URL.

Por quê?

Bom, há alguns anos, começou uma febre de comentários em blogs para fazer link building em vez de gerar valor para os usuários.

Claro que existem plugins de spam como o Akismet, mas eles não captam tudo.

A maioria dos comentários em blogs contém o atributo nofollow, através do qual eles dizem para o Google não seguir o link ou gerar nenhum “valor de SEO” para aquela URL.

Mas ainda assim as pessoas deixam comentários tentando fazer link building.

Por isso, nos últimos sete meses, eu venho fazendo um experimento interessante para responder à pergunta que não quer calar…

Será que backlinks vindos de comentários em blogs ajudam a subir nos rankings?

Regras do experimento

Primeiro de tudo, para este experimento, nós usamos “pontuação de domínio”, que é similar à autoridade de domínio.

Se você quer saber sua pontuação de domínio, o relatório de backlinks no Ubersuggest informará a você. Veja como encontrá-la:

Passo nº1: Insira seu URL e Clique em “Pesquisar”.

Passo nº2: Clique em “Backlinks” no Menu Lateral Esquerdo

Sua pontuação de domínio é a força geral do seu site, variando de 1 (baixa) a 100 (alta). Meu site é 91, que é considerado “incrível”.

Com este experimento, eu enviei um email para uma parte da minha lista procurando participantes e 794 sites se inscreveram.

A partir daí, eu estabeleci os seguintes critérios:

  1. Apenas sites em inglês – É mais fácil ranquear na maioria dos mecanismos de busca internacionais do Google sem nem precisar fazer link building. Eu descartei sites que não fossem em inglês para não distorcer os resultados.
  2. Sites com baixa autoridade – Eu descartei todos os sites com autoridade de domínio maior do que 20 e com mais de 20 backlinks. Isso porque, quando um site tem muita autoridade, eles tendem a ranquear facilmente para novas plavras-chave, mesmo que não façam nenhum link building.
  3. Nenhum subdomínio – Eu não queria sites do WordPress.com, do Blogspot site, ou Tumblr. Isso também distorceria os resultados, então eu os descartei.

Depois de eliminar os sites que não se enquadravam nos critérios acima, sobraram 314 sites.

Desses 314 sites, muitos desistiram porque não fizeram o que foi pedido a eles (escrever um post), então sobraram 183 sites participando ao final.

Como funcionou o experimento

De forma parecida com meu experimento anterior com link building e meu experimento com SEO on-page, eu pedi para esses sites escreverem um post entre 1.800 e 2.000 palavras sobre qualquer assunto relevante para o site.

Os sites tiveram duas semanas para publicar o conteúdo, e, depois de 30 dias, eu busquei a URL deles no Ubersuggest para ver para quantas palavras-chave cada URL ranqueou nas primeiras 100, 50 e 10 posições.

Como eu já falei em outras ocasiões, o Ubersuggest tem uma grande base de dados de palavras-chave. No momento, estamos monitorando 1.459.103.429 palavras-chave.

Vale dizer que a maioria dessas palavras chave praticamente não é buscada, mas boa parte delas recebe centenas, se não milhares, de buscas por mês. Um percentual muito menor de palavras-chave gera centenas de milhares ou até milhões de buscas por mês.

Ou seja, a maioria das palavras-chave pelas quais as pessoas estão buscando são frases de cauda longa.

Depois, passamos um mês fazendo link building e esperamos mais três meses para ver o que acontecia com os rankings de cada site.

Mas o negócio é o seguinte: não fizemos o mesmo tipo de link building para todos os sites. O que fizemos foi dividir os 183 sites em 4 grupos (mais ou menos 46 sites por grupo).

Os grupos foram os seguintes:

  1. Controle – não fizemos nenhum link building para esses sites, só quisemos ver o que aconteceria com os rankings ao longo do tempo sem focar em link building.
  2. Links nofollow em comentários de blog com alta pontuação de domínio – com esse grupo, construímos 10 links através de comentários. Os links direcionavam para o post recém publicado e eram de blogs com uma pontuação de domínio de 50 ou mais, e todos continham um atributo nofollow.
  3. Links dofollow em comentários de blog com alta pontuação de domínio – com esse grupo, construímos 5 links através de comentários. Os links direcionavam para o novo post e eram de blogs com uma pontuação de domínio de 40 ou mais (eu reduzi o critério de pontuação de domínio e a quantidade de links para essa categoria, já que tivemos dificuldade de encontrar muitos blogs de alta autoridade com link juice na seção de comentários).
  4. Links dofollow em comentários de blog com baixa pontuação de domínio – com esse grupo, construímos 10 links através de comentários. Cada link direcionava para o post e era de um blog com uma pontuação de domínio de pelo menos 20, mas de até 39 (eu consegui construir mais links aqui, já que existiam mais blogs com pontuação de domínio mais baixa do que alta).

Tenha em mente que, em relação ao link building nos grupos 2, 3 e 4, não havia recomendação específica de texto âncora. Pelo fato de os links terem sido construídos através de comentários, era muito difícil controlar o texto âncora, já que não queríamos gerar spam.

E cada comentário deixado no blog continha pelo menos 75 palavras e queríamos ter certeza de que cada comentário agregaria valor, e que o objetivo principal não era simplesmente link building.

Ok, vamos então dar uma olhada nos resultados.

Grupo controle

Você realmente precisa de links para ranquear no Google? Bom, o gráfico abaixo diz muita coisa…

This image has an empty alt attribute; its file name is controlblogcommentlinks.png

Como você pode ver ao longo do tempo, seus rankings de busca vão subir naturalmente mesmo que você não faça nenhum link building.

Claro que se seu conteúdo é incrível e você faz SEO on-page,você vai ficar em posições mais altas, mas aumentar seu número de links não é nenhuma garantia de ranquear para nada… Pelo contrário, você vai ranquear para termos de cauda longa que não são muito competitivos.

Links nofollow em comentários de blog com alta pontuação de domínio

Os resultados desse grupo foram interessantes…

This image has an empty alt attribute; its file name is nofollowbloglinks.png

Como você pode ver, os sites desse grupo tiveram resultados melhores do que o grupo controle, mesmo com links nofollow.

Mas tenha em mente que isso pode ser devido a diversas variáveis, como uma qualidade superior do conteúdo.

De uma forma geral, a performance dos sites foi melhor do que no grupo controle, mas não com uma diferença muito grande.

Links dofollow em comentários de blog com alta pontuação de domínio

O Google é sofisticado e consegue saber se um link vem de conteúdo gerado pelo usuário (como comentários de blogs), então eu imaginei que, embora os links fossem dofollow, eles ainda assim não teriam muito impacto (se é que teriam algum).

Mas foram os sites desse grupo que tiveram os maiores ganhos.

This image has an empty alt attribute; its file name is dofollowhighda.png

Como você pode ver no gráfico acima, links de sites com alta autoridade, mesmo que originados de conteúdo gerado pelo usuário, ajudam a subir nos rankings. Eles só precisam ser dofollow.

Links dofollow em comentários de blog com baixa pontuação de domínio

Nesse último grupo, conseguimos construir mais links dofollow, já que focamos em sites de autoridade mais baixa.

This image has an empty alt attribute; its file name is dofollowlowda.png

E como você pode ver pelo gráfico acima, ajudou mais nos rankings do que construir links nofollow, mas nem chegou perto de ajudar como links de blogs com pontuações de domínio mais altas.

Construímos 10 links em vez de 5, mas a quantidade não fez tanta diferença quanto ter links com alta pontuação de domínio. Esse grupo teve um aumento de 337% nos rankings, contra os 828% do grupo 3, mesmo com metade dos links.

Sim, ainda houve ganhos, só não foram tão grandes quanto os do outro grupo.

Conclusão

Quem diria que fazer link building através de comentários ainda é útil?

Mas, se você vai usar essa tática, você deve focar em blogs com comentários dofollow.

Se você não sabe bem como encontrá-los, você pode fazer uma busca no Google da seguinte forma:

  • “title=”CommentLuv Enabled”” PALAVRA-CHAVE – vão aparecer alguns blogs com CommentLuv habilitado, o que significa que eles passam link juice.
  • “dofollow blogs” – você vai encontrar vários posts elencando blogs com links dofollow. Alguns deles são mais ou menos assim, mas é melhor conferir, já que muitos são nofollow apesar de blogueiros dizerem que são dofollow.
  • Followlist – é um diretório de blogs com links dofollow.

Quando você estiver fazendo link building, foque em pontuações de domínio mais altas, já que é algo com maior impacto nos rankings.

Além disso, só deixe um comentário se você acha que ele vai gerar algum valor. Não foque no texto âncora, e sim na qualidade do comentário, para não gerar spam.

Postar links de spam só vai fazer com que seu comentário seja removido.

Por fim, não deixe um comentário de valor simplesmente para gerar um link. Garanta que ele esteja em blogs relevantes, também. E se isso significa um blog com uma pontuação de domínio não tão alta, não tem problema, porque os dados acima mostram que mesmo links com pontuação de domínio baixa ajudam (menos, mas ajudam).

E aí, você já pensou em deixar mais comentários em outros blogs? É uma ótima maneira de expor sua marca, gerar tráfego de referência e subir nos rankings.

Passo nº3: Encontre sua Pontuação de Domínio

Sua pontuação de domínio é a força geral do seu site, variando de 1 (baixa) a 100 (alta). Meu site é 91, que é considerado “incrível”.

Com este experimento, eu enviei um email para uma parte da minha lista procurando participantes e 794 sites se inscreveram.

A partir daí, eu estabeleci os seguintes critérios:

  1. Apenas sites em inglês – É mais fácil ranquear na maioria dos mecanismos de busca internacionais do Google sem nem precisar fazer link building. Eu descartei sites que não fossem em inglês para não distorcer os resultados.
  2. Sites com baixa autoridade – Eu descartei todos os sites com autoridade de domínio maior do que 20 e com mais de 20 backlinks. Isso porque, quando um site tem muita autoridade, eles tendem a ranquear facilmente para novas plavras-chave, mesmo que não façam nenhum link building.
  3. Nenhum subdomínio – Eu não queria sites do WordPress.com, do Blogspot site, ou Tumblr. Isso também distorceria os resultados, então eu os descartei.

Depois de eliminar os sites que não se enquadravam nos critérios acima, sobraram 314 sites.

Desses 314 sites, muitos desistiram porque não fizeram o que foi pedido a eles (escrever um post), então sobraram 183 sites participando ao final.

Como funcionou o experimento

De forma parecida com meu experimento anterior com link building e meu experimento com SEO on-page, eu pedi para esses sites escreverem um post entre 1.800 e 2.000 palavras sobre qualquer assunto relevante para o site.

Os sites tiveram duas semanas para publicar o conteúdo, e, depois de 30 dias, eu busquei a URL deles no Ubersuggest para ver para quantas palavras-chave cada URL ranqueou nas primeiras 100, 50 e 10 posições.

Como eu já falei em outras ocasiões, o Ubersuggest tem uma grande base de dados de palavras-chave. No momento, estamos monitorando 1.459.103.429 palavras-chave.

Vale dizer que a maioria dessas palavras chave praticamente não é buscada, mas boa parte delas recebe centenas, se não milhares, de buscas por mês. Um percentual muito menor de palavras-chave gera centenas de milhares ou até milhões de buscas por mês.

Ou seja, a maioria das palavras-chave pelas quais as pessoas estão buscando são frases de cauda longa.

Depois, passamos um mês fazendo link building e esperamos mais três meses para ver o que acontecia com os rankings de cada site.

Mas o negócio é o seguinte: não fizemos o mesmo tipo de link building para todos os sites. O que fizemos foi dividir os 183 sites em 4 grupos (mais ou menos 46 sites por grupo).

Os grupos foram os seguintes:

  1. Controle – não fizemos nenhum link building para esses sites, só quisemos ver o que aconteceria com os rankings ao longo do tempo sem focar em link building.
  2. Links nofollow em comentários de blog com alta pontuação de domínio – com esse grupo, construímos 10 links através de comentários. Os links direcionavam para o post recém publicado e eram de blogs com uma pontuação de domínio de 50 ou mais, e todos continham um atributo nofollow.
  3. Links dofollow em comentários de blog com alta pontuação de domínio – com esse grupo, construímos 5 links através de comentários. Os links direcionavam para o novo post e eram de blogs com uma pontuação de domínio de 40 ou mais (eu reduzi o critério de pontuação de domínio e a quantidade de links para essa categoria, já que tivemos dificuldade de encontrar muitos blogs de alta autoridade com link juice na seção de comentários).
  4. Links dofollow em comentários de blog com baixa pontuação de domínio – com esse grupo, construímos 10 links através de comentários. Cada link direcionava para o post e era de um blog com uma pontuação de domínio de pelo menos 20, mas de até 39 (eu consegui construir mais links aqui, já que existiam mais blogs com pontuação de domínio mais baixa do que alta).

Tenha em mente que, em relação ao link building nos grupos 2, 3 e 4, não havia recomendação específica de texto âncora. Pelo fato de os links terem sido construídos através de comentários, era muito difícil controlar o texto âncora, já que não queríamos gerar spam.

E cada comentário deixado no blog continha pelo menos 75 palavras e queríamos ter certeza de que cada comentário agregaria valor, e que o objetivo principal não era simplesmente link building.

Ok, vamos então dar uma olhada nos resultados.

Grupo controle

Você realmente precisa de links para ranquear no Google? Bom, o gráfico abaixo diz muita coisa…

This image has an empty alt attribute; its file name is controlblogcommentlinks.png

Como você pode ver ao longo do tempo, seus rankings de busca vão subir naturalmente mesmo que você não faça nenhum link building.

Claro que se seu conteúdo é incrível e você faz SEO on-page,você vai ficar em posições mais altas, mas aumentar seu número de links não é nenhuma garantia de ranquear para nada… Pelo contrário, você vai ranquear para termos de cauda longa que não são muito competitivos.

Links nofollow em comentários de blog com alta pontuação de domínio

Os resultados desse grupo foram interessantes…

This image has an empty alt attribute; its file name is nofollowbloglinks.png

Como você pode ver, os sites desse grupo tiveram resultados melhores do que o grupo controle, mesmo com links nofollow.

Mas tenha em mente que isso pode ser devido a diversas variáveis, como uma qualidade superior do conteúdo.

De uma forma geral, a performance dos sites foi melhor do que no grupo controle, mas não com uma diferença muito grande.

Links dofollow em comentários de blog com alta pontuação de domínio

O Google é sofisticado e consegue saber se um link vem de conteúdo gerado pelo usuário (como comentários de blogs), então eu imaginei que, embora os links fossem dofollow, eles ainda assim não teriam muito impacto (se é que teriam algum).

Mas foram os sites desse grupo que tiveram os maiores ganhos.

This image has an empty alt attribute; its file name is dofollowhighda.png

Como você pode ver no gráfico acima, links de sites com alta autoridade, mesmo que originados de conteúdo gerado pelo usuário, ajudam a subir nos rankings. Eles só precisam ser dofollow.

Links dofollow em comentários de blog com baixa pontuação de domínio

Nesse último grupo, conseguimos construir mais links dofollow, já que focamos em sites de autoridade mais baixa.

This image has an empty alt attribute; its file name is dofollowlowda.png

E como você pode ver pelo gráfico acima, ajudou mais nos rankings do que construir links nofollow, mas nem chegou perto de ajudar como links de blogs com pontuações de domínio mais altas.

Construímos 10 links em vez de 5, mas a quantidade não fez tanta diferença quanto ter links com alta pontuação de domínio. Esse grupo teve um aumento de 337% nos rankings, contra os 828% do grupo 3, mesmo com metade dos links.

Sim, ainda houve ganhos, só não foram tão grandes quanto os do outro grupo.

Conclusão

Quem diria que fazer link building através de comentários ainda é útil?

Mas, se você vai usar essa tática, você deve focar em blogs com comentários dofollow.

Se você não sabe bem como encontrá-los, você pode fazer uma busca no Google da seguinte forma:

  • “title=”CommentLuv Enabled”” PALAVRA-CHAVE – vão aparecer alguns blogs com CommentLuv habilitado, o que significa que eles passam link juice.
  • “dofollow blogs” – você vai encontrar vários posts elencando blogs com links dofollow. Alguns deles são mais ou menos assim, mas é melhor conferir, já que muitos são nofollow apesar de blogueiros dizerem que são dofollow.
  • Followlist – é um diretório de blogs com links dofollow.

Quando você estiver fazendo link building, foque em pontuações de domínio mais altas, já que é algo com maior impacto nos rankings.

Além disso, só deixe um comentário se você acha que ele vai gerar algum valor. Não foque no texto âncora, e sim na qualidade do comentário, para não gerar spam.

Postar links de spam só vai fazer com que seu comentário seja removido.

Por fim, não deixe um comentário de valor simplesmente para gerar um link. Garanta que ele esteja em blogs relevantes, também. E se isso significa um blog com uma pontuação de domínio não tão alta, não tem problema, porque os dados acima mostram que mesmo links com pontuação de domínio baixa ajudam (menos, mas ajudam).

E aí, você já pensou em deixar mais comentários em outros blogs? É uma ótima maneira de expor sua marca, gerar tráfego de referência e subir nos rankings.

Compartilhe