Como Abrir Seu Próprio Negócio: Guia Completo e 56 Ideias Lucrativas

como abrir seu proprio negocio

Sonhos como abrir seu próprio negócio, escolher o horário de trabalho e ser seu próprio chefe vêm sendo cada vez mais frequentes.

Quase todo mundo quer ter uma empresa para chamar de sua.

Para a maioria das pessoas, ter um negócio próprio significa estar em controle do seu futuro. Abrir o próprio negócio é algo que traz muita liberdade.

E está mais fácil do que nunca. Hoje em dia, vivemos uma era de ouro do empreendedorismo, em que qualquer um pode começar um negócio.

Só tem um problema – empregos em horário integral.

Se você trabalha das 8h às 18h, provavelmente, é difícil ter tempo para qualquer outra coisa além do seu trabalho.

Deve ser complicado passar tempo suficiente com a sua família ou até mesmo ter um momento para sentar e relaxar um pouco.

Tudo isso parece com a sua realidade?

Se sim, você não está sozinho. Eu já falei com milhares de pessoas que desejam abrir o próprio negócio, mas sentem que o trabalho as está impedindo.

Mas e se eu te dissesse que você não precisa parar tudo para dar esse passo?

E se eu te dissesse que você pode abrir um negócio enquanto mantém seu emprego em tempo integral?

E se eu te dissesse que você pode fazer isso sem enlouquecer ou fazer grandes sacrifícios?

Acredite ou não, é tudo verdade.

Eu vou te mostrar maneiras de ter mais tempo para abrir seu próprio negócio mesmo tendo que gerenciar seu emprego.

Essas estratégias são sérias. Elas foram utilizadas por alguns dos melhores empreendedores que eu conheço, e eu tenho certeza de que vão funcionar para você também.

Ao longo deste artigo, você vai encontrar tudo o que precisa para empreender sem medo e até mesmo com pouco dinheiro.

Espero, de coração, que as minhas dicas sejam úteis para que descubra como ter um negócio de sucesso e alcance a autorrealização que deseja.

Bom proveito!

Antes de continuar, se você quer aumentar sua vendas e saber quais são as melhores estratégias para promover seu negócio online, clique aqui para receber o Guia Completo de Marketing Digital.

guia completo de marketing digital

10 motivos para abrir o seu negócio

mulher e negócio próprio de moda

Por trás dos desafios de saber como abrir uma empresa, existem vários motivos para tirar a empresa do papel e conquistar seus objetivos.

Mas, sem dúvida, o primeiro deles é a força de vontade.

Precisa de um empurrãozinho para seguir adiante nessa incrível jornada de empreendedorismo?

Então, nada melhor do que conferir os benefícios que ela vai te trazer:

1. Ser dono do seu tempo

Ao empreender por conta, quem dá as regras e controla as suas ações é você.

Portanto, uma vantagem de abrir o seu próprio negócio é ter autonomia para agir como quer e definir os seus horários.

Mas é preciso lembrar que, assim como ser dono do seu tempo parece vantajoso, existem obrigações a serem cumpridas para cuidar dos negócios.

Então, cabe a você encontrar o equilíbrio entre vida pessoal e profissional para manter tudo em ordem.

2. Escolher a equipe (ou trabalhar sozinho)

O poder de decisão para escolher com quem se quer trabalhar é todo seu. O mesmo vale se prefere trabalhar sozinho.

Como você pode ver é bem diferente do que precisar aprender a conviver com colegas como empregado de uma empresa e sem liberdade de escolha.

3. Ter responsabilidade pelo sucesso

Já que, quando você abre o próprio negócio, o único responsável pelo sucesso é você, pode colocar em prática ideias nas quais sempre acreditou.

Só tenha cuidado para avaliar, primeiro, se elas realmente fazem sentido para que não se tornem um fracasso.

4. Escolher a área de atuação

Trabalhar com o que você gosta é, de fato, muito empolgante.

E quem descobre como abrir seu próprio negócio tem a chance de fazer o que domina.

Assim, tem toda a flexibilidade de adaptar as escolhas profissionais ao seu perfil.

5. Ganhar mais dinheiro

Saber que pode construir patrimônio a partir do seu próprio esforço é libertador.

Diferente, muitas vezes, de casos em que você é assalariado e precisa estudar outras possibilidades para ganhar mais dinheiro.

As oportunidades de conquistar um futuro melhor são muito mais altas.

6. Deixar a sua contribuição para a sociedade

Ao gerar emprego, o empreendedor estimula a economia e deixa a sua contribuição para a sociedade.

Todos saem ganhando, seja por meio de produtos ou serviços que podem gerar valor para as pessoas quanto pela empregabilidade.

Caso queira trazer ainda mais benefícios para a sociedade, o empresário pode ainda realizar ações de responsabilidade social e socioambiental.

São iniciativas que ajudam a melhorar o mundo em que vivemos e a promover a imagem do negócio.

7. Ter capacidade de inovar

Nunca se falou tanto em inovação como nos dias de hoje.

Quer oportunidade melhor para soltar a criatividade e pensar em produtos ou serviços inovadores que ajudem a resolver problemas da sociedade?

Ao abrir seu próprio negócio, é outra possibilidade que se tem em mãos.

8. Ampliar a visão de mundo

Conhecer empresas, lugares, mercados e pessoas diferentes é uma forma de melhorar ainda mais os resultados da empresa e alavancar seu desenvolvimento pessoal.

Não são só capacidades que são ampliadas, mas principalmente a visão do mundo que está ao seu redor e as oportunidades que reserva para você.

9. Aprender constantemente

Você vai aprender a cada momento, todos os dias.

Isso porque vai estar sempre em busca do conhecimento e aprimorando cada vez mais as atividades realizadas para lucrar mais.

É um ciclo sem fim.

10. Controlar a sua agenda

A independência é o centro de todos os benefícios de ser dono do próprio negócio.

Afinal, empreender é assumir novas responsabilidades e também definir sua própria jornada pessoal.

Então, quem vai mandar na sua agenda é você.

É possível abrir um negócio com pouco dinheiro?

mulher com negócio online

Devo ser sincero ao dizer que até tem como abrir seu próprio negócio com pouco dinheiro, mas nem sempre é fácil.

Para ajudar você a encarar esse desafio, veja quais caminhos pode seguir:

Como abrir um negócio MEI

Quer abrir negócio sem precisar gastar nada no momento de abertura e ainda ter um CNPJ para chamar de seu?

Então, a dica é se tornar um MEI (Microempreendedor Individual).

Essa é uma natureza jurídica com custo zero de abertura e onde só se paga a tributação mensal simplificada.

O que custa, em valores atualizados para 2019, no máximo R$ 55,90 para aqueles que se enquadram em atividades na área de comércio e serviços.

Segundo dados extraídos em setembro de 2019 no Portal do Empreendedor, já existem mais de 8,9 milhões de microempreendedores individuais no Brasil.

E o principal motivo disso são as facilidades oferecidas por esse tipo de empresa, como acesso a créditos para MEI com taxas especiais, isenção de imposto de acordo com o seu faturamento, entre outros.

Confira os pré-requisitos para abrir seu próprio negócio dentro desse regime tributário:

Se encaixa neles?

Então, é só seguir para o Portal do Empreendedor e fazer o seu cadastro na seção “Formalize-se”.

Como abrir um negócio home office

Agora, se o seu sonho é trabalhar em casa, a melhor alternativa pode ser aprender como abrir seu próprio negócio home office.

Para isso, basta estruturar seu espaço de trabalho e adotar o MEI.

Além de trazer total flexibilidade, a vantagem de trabalhar sem sair de casa é que você economiza em custos fixos como alimentação, aluguel, internet e transporte.

Gostou das ideias? Para se animar ainda mais, veja como abrir seu próprio negócio passo a passo:

Passo 1: Conheça o mercado

Em qual área deseja atuar?

Para dar o primeiro passo, é fundamental ter conhecimento de mercado para poder levar o negócio adiante.

Dicas:

  • Converse com pessoas que trabalham na área
  • Destaque prós e contras
  • Use as redes sociais para entender qual será seu público e ver se vale a pena

Passo 2: Defina o seu investimento

Quanto pode investir para montar um negócio do zero?

Ao definir um investimento e trabalhar apenas com ele, tudo fica mais organizado.

Isso porque é importante lembrar que o retorno financeiro não é imediato.

Para evitar problemas como dívidas na vida pessoal, a dica é criar reservas financeiras para dar conta das demandas dessa nova fase.

Passo 3: Coloque as ideias no papel

O próximo passo é traçar tudo o que precisa fazer para começar suas atividades.

É hora de colocar no papel as ideias, produtos, serviços, local de trabalho, entre outras informações.

Você vai ter um plano de negócios que vai ajudá-lo a tangibilizar o negócio real.

Passo 4: Resolva as questões burocráticas

Questões burocráticas são chatas, mas necessárias.

Afinal, é preciso abrir a empresa, formalizar, ter alvará, CNPJ e assim por diante.

Se precisar de ajuda, procure por um advogado ou contador online para se inteirar da documentação envolvida.

Passo 5: Divulgue seu negócio

Para encurtar o caminho para o lucro e retorno financeiro, investigue onde o seu público está e marque presença nesses canais.

Não se esqueça que, como diz a expressão popular, propaganda é a alma do negócio!

Para aprender sobre marketing, dê uma olhada também nestes artigos:

Como abrir um negócio: além do home office

garota e negócio próprio de gastronomia e conveniência

Acha que o trabalho remoto, na própria casa, não combina bem com o seu perfil?

Não se preocupe, pois existem outras possibilidades.

Veja o que fazer nesse caso:

Procure o Sebrae

O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas tem todas as informações, cursos, materiais e suporte que precisa para empreender.

Valide a sua ideia

Pesar prós, contra e a viabilidade da ideia que tem em mente ajuda a avaliar se o negócio vai mesmo dar retorno.

Procure um mentor

Se percebeu que a ideia é mesmo válida, procure um profissional que admira para ser seu mentor.

Assim, poderá receber críticas construtivas e receber feedbacks relevantes para evitar gastos desnecessários e perda de tempo.

Contrate um contador

Olha só a quantidade de problemas que um contador pode resolver para você:

  • Encontrar o melhor enquadramento tributário para o negócio
  • Definir o tipo de empresa
  • Tornar seu negócio viável financeiramente
  • E ainda auxiliar no controle financeiro, fluxo de caixa, gestão de estoque e outras atividades que envolvem dinheiro.

Formalize a abertura do negócio

Outro passo importante da jornada empreendedora é formalizar a abertura do negócio, de acordo com as etapas e prazos envolvidos.

Para começar, procure a prefeitura do seu município para verificar a viabilidade, definir seu nome empresarial e obter CNPJ.

Projete o investimento inicial

Para seguir em frente, é a vez de definir o capital inicial para cobrir as despesas que terá com a abertura do novo negócio.

Em seguida, é indicado que separe também um valor para ser o capital de giro.

Conheça os tipos de financiamento

Quer muito abrir seu próprio negócio, mas não tem dinheiro para isso?

Calma, você pode recorrer a um empréstimo ou financiamento para realizar o seu sonho.

Aplicativos de fintechs, bancos, cooperativas, investidores-anjo, linhas de crédito especiais e parentes são alguns dos caminhos para emprestar dinheiro.

Basta calcular ao certo quanto precisa investir para tirar a empresa do papel e não se apertar enquanto ela não gera lucro.

Defina o seu público

Quem são os clientes da empresa que quer abrir e como vai chegar até eles?

Para fazer esse levantamento é preciso definir o público-alvo do seu negócio e pensar em estratégias para conquistá-lo.

Analise com cuidado o marketing

Pesquisar bem as melhores formas de atingir o seu público é a estratégia ideal para evitar investimento em marketing sem retorno.

Então, procure monitorar tudo o que for investido para descobrir o custo de captação de clientes e o retorno sobre o investimento realizado.

Estratégias digitais são ótimas para isso, pois facilitam e muito a mensuração de resultados.

Terceirize os serviços não essenciais

Sabe aqueles serviços dos quais não depende para que o seu negócio possa funcionar?

Pensar em como terceirizar essas funções pode ser uma forma de economizar tempo e dinheiro em custos fixos.

Conte com um sócio

Prefere ter o suporte de alguém para encarar o desafio de abrir seu próprio negócio sem embarcar sozinho nessa?

Então, procure por um sócio que tenha expertise complementar e também esteja querendo empreender.

Pode ser uma ajuda de grande valia para dividir tarefas e ter mais dinheiro para investir.

Planeje suas contas e faça a gestão financeira no dia a dia

Mesmo sendo um assunto delicado, toda empresa depende uma gestão financeira eficiente para ser saudável e sustentável.

Isso inclui o registro diário de receitas e despesas, giro de estoque e margem de lucro.

Tudo precisa estar sob controle para que o investimento não se torne prejuízo!

56 ideias de negócios

mulheres em negócio próprio de floricultura

São ideias de negócios em expansão que você quer?

Então, aqui vão nada mais e nada menos do que 56 delas para que decida como abrir seu próprio negócio e siga em frente.

Separei em grupos por nicho de atuação. Se você tem paixão por um deles, falta só escolher o tipo de empresa para iniciar sua jornada empreendedora.

Negócios gastronômicos

Não há crise que derrube um bom negócio na área de gastronomia, pois a alimentação é uma necessidade básica de todos nós.

Mas é, também por isso, um mercado bastante concorrido.

Se você se interessa por ele, invista na qualidade e encontre seu diferencial para conquistar seus clientes pelo estômago, literalmente.

Veja algumas opções de negócios:

  1. Restaurante especializado em um nicho específico
  2. Venda de alimentos congelados
  3. Food truck
  4. Alimentos para crianças
  5. Bolos decorados
  6. Gastronomia internacional
  7. Aulas de culinária gourmet
  8. Abrir um bar
  9. Cachaçaria
  10. Pizzaria
  11. Comércio de queijos e vinhos
  12. Sorveteria
  13. Comércio de água mineral
  14. Negócio de chocolate artesanal
  15. Creperia
  16. Lanchonete
  17. Fabricação de geleias de frutas

Negócios de artesanato

Você gosta do conceito DIY (Do it yourself), ou faça você mesmo?

Então, investir na produção e venda de itens de artesanato pode ser uma ótima ideia.

Como dica, nunca se descuide da qualidade de seus produtos e abuse da criatividade, oferecendo ao público peças únicas e personalizadas.

Confira alternativas para o seu negócio:

  1. Produtos reciclados
  2. Presentes customizados
  3. Embalagens criativas
  4. Colares e pulseiras

Negócios de moda

negócio de moda como ideia de negócio próprio

Gosta de se vestir bem? Acompanha tendências? Lê blogs e acompanha canais no YouTube que falam sobre moda?

Esse é um mercado riquíssimo, recheado de possibilidades para investir e iniciar uma empresa.

Veja só quantas opções diferentes à sua escolha para empreender:

  1. Venda de roupas de um nicho específico
  2. Brechó
  3. Aluguel de vestidos de festa
  4. Coaching de estilo
  5. Camisetas estampadas
  6. Confecção de uniformes
  7. Confecção de moda praia
  8. Loja de bijuterias
  9. Loja de calçados

Negócios de beleza

Não é por acaso que 10 em 10 artigos sobre tendências de mercado mencionam o nicho de beleza.

Antes dominado pelas mulheres, o setor, agora, conta com o reforço do público masculino, cada vez mais vaidoso.

E como você pode ver na lista abaixo, outra característica são as inúmeras opções para começar um negócio próprio:

Dê só uma olhada:

  1. Maquiagem em casa
  2. Manicure e pedicure
  3. Massagens
  4. Design de sobrancelhas e depilação
  5. Salão de beleza
  6. Abrir um negócio de venda de perfumes
  7. Barbearia

Negócios esportivos

No embalo do conceito de vida saudável, muita gente tem frequentado academias e inserido a prática de exercícios físicos na rotina.

Isso sem falar nos milhões de atletas de fim de semana, que praticam modalidades diversas.

Para todos os casos, existe um mercado aquecido.

E você pode abrir seu negócio com opções como:

  1. Loja de artigos esportivos
  2. Aulas de dança
  3. Personal training
  4. Academia

Negócios de eventos

Trabalhar com eventos é outra bela ideia para driblar a crise.

Porque esse é um setor muito amplo.

Se você parar para pensar, certamente, vai lembrar de vários tipos de ocasiões que demandam um time de especialistas para quem possam sair do papel.

Desde eventos de negócios até festas particulares, este é um mercado bom de explorar.

Veja algumas ideias:

  1. Organização de eventos
  2. Decoração de eventos
  3. Aluguel de brinquedos e itens de festa

Negócios de consultoria empresarial

Pode até parecer que esse tipo de serviço está banalizado e que muita gente por aí se autodenomina consultor.

Eu posso concordar com você, mas que tal ver o outro lado da história?

Se existem tantos consultores, é porque existe demanda.

E mais: só se sustenta nesse mercado quem, de fato, soluciona os problemas de seus clientes.

Então, não tenha medo de apostar na consultoria se você for, de fato, um especialista em determinada área.

Conheça opções:

  1. Consultoria financeira
  2. Consultoria de marketing
  3. Consultoria de business plan.

Negócios na internet

Se você gosta da ideia de ter um trabalho online, aí as possibilidades são inúmeras.

Este artigo, provavelmente, poderia listar mais de 100 delas. A verdade é que, a cada dia, a internet nos dá novas lições de como empreender e ganhar dinheiro sem sair de casa.

É quase impossível você não encontrar algo que goste de fazer e que faça bem, que possa servir de emprego, renda extra ou para o início de uma nova empresa.

E como eu falei lá no início do artigo, observe na lista abaixo ocupações que você pode começar sem largar o emprego:

  1. Criação de conteúdo
  2. Ebooks
  3. Cursos online
  4. Congressos online
  5. Afiliação
  6. Loja virtual
  7. Aplicativos.

Negócios pet

exemplo de negócio para pets

Para terminar, quero falar sobre um segmento de mercado muito em alta.

E não é difícil de entender a razão para isso.

Afinal, todo mundo conhece alguém que tem um bichinho em casa pelo qual é apaixonado.

E esse amor é tão grande que fez surgir serviços desde cuidados de saúde e beleza dos animais até hospedagem.

Se escolher este caminho, recomendo a leitura do meu artigo sobre o mercado pet.

E veja boas opções para iniciar seu negócio:

  1. Passeadores de cães
  2. Pet shop.

Conclusão

E aí, encontrou as informações que precisava sobre como abrir seu próprio negócio?

Como um empreendedor experiente, sei que o caminho a ser trilhado não é fácil.

Mas, certamente, tudo valerá a pena com muita dedicação e persistência.

E não pense que o seu emprego te impede de abrir seu próprio negócio.

Não é apenas possível. É prático.

As pessoas que não conseguem abrir seu próprio negócio normalmente acabam muito sobrecarregadas, porque elas tentam correr demais com as coisas.

Mas você não precisa ser vítima desses problemas. Comece de baixo e, a cada dia, você estará mais próximo dos seus objetivos.

Mesmo que você comece por uma simples landing page, pode fazer seu negócio crescer para se tornar um grande sucesso.

Se você estiver precisando de um pouco de motivação, dê uma olhada na história de como uma startup bancada do bolso dos seus fundadores me desbancou:

Espero que isso te inspire a seguir seus sonhos e transformar seu negócio em realidade.

Agora, deixe um comentário: você está começando seu próprio negócio enquanto mantém um emprego em tempo integral? Quais são seus maiores desafios?

guia completo de marketing digital

Compartilhe