Como Criar um Blog em WordPress

Uma mudança enorme está acontecendo no mundo do trabalho. Como é possível que tantas pessoas, de todas as origens e todas as idades, criem blogs e negócios online?

Será que esses blocos de texto intercalados com imagens têm superpoderes?

E honestamente, quantas pessoas realmente querem ler os pensamentos aleatórios de pessoas comuns, como eu e você?

O blog que você está lendo neste momento recebe mais de 2.436.112 visitantes únicos por ano, e gera mais de um milhão de dólares em receita anual. Veja só os meus resultados financeiros em um período de 30 dias:

image00

$381.772 por mês é muito dinheiro… especialmente para um blog. Você não vai gerar tanto dinheiro, mas pode esperar de forma realista ganhar 1/100 do que eu ganho.

Hoje eu quero te mostrar todos os passos que você precisa tomar para criar um blog em WordPress, fazer ele crescer E aprender a ganhar dinheiro com isso – em apenas 47 minutos.

1º passo: Solte suas ideias

Se você quiser criar um blog, não precisa ter uma ideia revolucionária. Mas seu blog deve focar em alguma coisa específica.

Lembre-se que nenhuma ideia, mesmo muito boa, é completamente original.

Mas você tem experiências únicas, uma voz distinta. E provavelmente, uma personalidade vibrante que atrai pessoas como a sua família e os seus amigos.

Quando se trata de escolher o nicho do seu blog, existem 2 questões essenciais que você deve fazer a si mesmo.

1. Será que eu gosto de aprender sobre esse tema? 

Se você não amar seu tema, isso vai aparecer no seu texto. Você não deve começar um blog se não adorar o tema dele.

Qualquer que seja o tema escolhido, você precisa gostar muito dele, e ter muita curiosidade natural sobre o assunto. Do contrário, você vai ficar sem ideias rapidamente. E o mais importante: não vai poder criar conteúdo regularmente para construir um público.

Se ainda estiver perdido, pense: quando seus familiares e amigos vêm te pedir conselhos, qual é o assunto? Pode ser fitness, receitas, conselhos sobre relacionamentos. Você sabe o que é melhor.

2. Será que outras pessoas estão interessadas nesse tema?

Talvez você ache que é o único jovem de 23 anos obcecado com tricô. Mas existem outros!

Uma busca rápida no Google vai mostrar 539.000 resultados direcionados para pessoas como você.

image11

Talvez você esteja se perguntando se a sua ideia é muito excêntrica. Ou talvez geral demais?

Se você quiser começar um blog sobre viagens, por exemplo, evite palavras genéricas como “viagem”. Escolha um assunto mais específico, como “mochilão.”

Eu posso te dar milhões de exemplos, mas mostrar é ainda melhor.

Insira uma palavra chave abaixo e você verá uma resposta baseada em dados imediatamente.

2º passo: Dê um nome ao seu blog e compre hospedagem web

Esse passo é divertido e importante, porque o nome do seu blog é a sua marca. É como você vai ser lembrado. Mas não pense demais. O importante é agir e ganhar impulso.

Ao começar um blog novo, você vai precisar de duas coisas.

A primeira é um nome de domínio. Esse vai ser o nome do blog. Por exemplo, o meu é neilpatel.com. Nomes de domínio vão custar mais ou menos $10 por ano. Se você não encontrar o nome certo, não se preocupe: você pode começar um blog e alterar o nome mais para frente.

A segunda é a hospedagem web. Hospedagem web é um serviço que permite que o seu blog seja acessado via internet.

Sem a hospedagem web, seu blog não será visto online. E sem um nome de domínio, seu blog não terá um endereço. Os dois são inseparáveis.

Existem muitas opções de hospedagem web. Os preços geralmente variam entre $3 e $1000/mês.

Se você está começando um blog novo, eu recomendo muito o Bluehost. Eles são o maior e mais conhecido provedor de hospedagem, e oferecem pacotes a partir de $3,99/mês (bem barato).

Para ser sincero, você não precisa de nada sofisticado nessa fase. Você deve considerar um upgrade quando chegar a 25.000 visitantes únicos por mês, mas o Bluehost oferece essa opção.

Eu sou um grande fã do Bluehost, e por isso fiz uma parceria recente com eles e perguntei se podia fazer uma oferta especial para os meus leitores. Eu recomendaria o serviço deles mesmo sem a parceria.

Se você quiser começar agora e economizar com a hospedagem web, pode
comprar agora mesmo por $2.95, apenas através desse meu link de parceiro. Essa oferta não está visível para o público em geral. E você vai receber também um nome de domínio gratuito e $200 de publicidade gratuita.

Ao nomear seu blog, você deve considerar estas dicas:

  • Dê preferência a um domínio .com. Eles são mais fáceis de lembrar.
  • Pense em 2 ou 3 palavras. Infelizmente, a maioria dos domínios com uma palavra só já está tomada.
  • Tente usar uma palavra-chave que representa o tema do seu blog. Isso ajuda as pessoas a identificar rapidamente o nicho do seu blog, e ajuda os mecanismos de busca a distinguir o tema dele.
  • Evite o uso de números e hifens. Eles são difíceis de lembrar.
  • Escolha alguma coisa memorável ou atraente.
  • Para marcas pessoais, use seu nome ou uma variação dele.

Experimente a ferramenta abaixo e veja se o nome do seu domínio está disponível. Se não for o caso, você vai ver algumas sugestões relevantes.

Search for your Domain Name

Talvez seja um pouco difícil encontrar o nome perfeito para o seu blog, mas vale a pena fazer o esforço e pensar bastante ao criar uma nova marca.

3º passo. Instale o WordPress – seu software para blog

Você não pode criar um blog sem um software de blog. Eu faço todos os meus blogs com o WordPress, porque ele é fácil de usar, gratuito e muito poderoso.

Mesmo sem nenhum conhecimento técnico, você pode instalar o WordPress com exatamente 5 cliques.

Veja como:

Após obter um domínio gratuito e uma conta de hospedagem, você vai fazer login e usar seu primeiro clique no ícone “Install WordPress”.

image32

Selecione a versão “do it yourself” e clique no botão “Install”.

image16

Use seu terceiro clique no botão “Check Domain”.

image21

Os dois últimos cliques serão para aceitar os termos de serviço e finalizar a instalação.

image60

Em um minuto você terá um blog em WordPress completamente funcional.

4º passo. Crie um blog com um tema do WordPress

No mundo dos blogs, designs de WordPress são conhecidos como temas.

Inicialmente, seu blog vai ser assim:

image24

Não é o design mais sofisticado, mas dá para trabalhar.

Existem milhares de temas. Mas você pode ficar indeciso com tantas opções legais e acabar não escolhendo nenhuma.

Seu tema pode ser trocado a qualquer momento. Assim, não passei tempo demais distraído com essa tarefa.

Primeiro você terá que fazer login na sua página de administrador do WordPress. Acesso o endereço seudominio.com/wp-admin.

Aqui você terá que inserir suas credenciais de usuário para fazer login.

image08

Se você nunca usou o WordPress, o painel pode parecer um pouco assustador. Mas com um pouco de prática, você vai se tornar um expert.

image22

Para instalar um novo tema, leve o cursor até “Appearance”, no menu lateral, e clique em “Themes.”

image29

O WordPress vem com alguns temas – a coleção de temas “Twenty-[Year]”.

Em vez de usar esses temas, vamos procurar opções mais interessantes que vão fazer os seus olhos brilhar. Clique no botão “Add New”, no topo, para ter acesso a milhares de temas para WordPress.

image04

Talvez o seu gosto seja diferente do meu. Felizmente, o WordPress tem uma função chamada “Feature Filter” que te permite procurar alguma coisa no seu estilo.

image58

As três categorias são “layout,” “features” e”subject.” Veja como os filtros funcionam:

image31

Após aplicar os filtros, você vai ver temas incríveis que custariam milhares de dólares se fossem encomendados a designers. Como eu gosto de você, todos eles são gratuitos 🙂

image34

Ao clicar na miniatura de cada tema, você pode pré-visualizar como o blog vai ficar. Avalie se o tema é apropriado tanto para o seu estilo pessoal quanto para o assunto que você vai abordar.

Quando estiver satisfeito com a pré-visualização, clique no botão “Install”.

image57

Quando a instalação estiver encerrada, clique no botão “Activate”. E pronto.

Se você não encontrar um tema que te agrade, existem sites premium onde você pode comprar outros, como:

  • Themeforest.
  • Elegant Themes.
  • StudioPress.
  • Thrive Themes.

Agora seu tema já deve estar ativado e pronto para usar. Vamos para o próximo passo: personalizar seu tema.

image06

5º passo. Personalize e otimize seu blog emWordPress

Você pode fazer infinitas personalizações em um blog WordPress. Vamos ver apenas o essencial.

Os temas são a base do seu design, e incluem as funcionalidades principais. O WordPress tem também plugins para estender ou adicionar funcionalidades ao seu blog.

Você pode usar plugins para adicionar fóruns, formulários de contato ou barras de rolagem, por exemplo. Essas funções parecem básicas mas nem sempre estão disponíveis inicialmente.

O primeiro passo é clicar no botão “Customize” no tema ativo.

image01

As opções do menu lateral vão variar dependendo do tema que você selecionar. A principal categoria a editar é a “Site Identity.”

image62

Aqui você pode adicionar o nome do seu blog e uma tagline, se desejar. Ao concluir, clique no botão “Save and Publish”.

image59

Otimize para Tráfego de Mecanismos de Busca

A otimização para mecanismos de busca (SEO) é uma indústria multibilionária.

SEO é o processo de otimizar seu site para que ele seja exibido em buscas por palavras-chave e frases específicas.

Eu atribuo boa parte do meu sucesso ao fato de aparecer facilmente em buscas por termos relevantes. Isso me ajudou a construir minhas redes e aumentar meu valor financeiro.

Se você ainda é um iniciante em SEO, essa função pode parecer complicada.

Mas com o WordPress, otimizar os aspectos técnicos do seu blog é incrivelmente simples.

A maior parte dos seus esforços com SEO vai ser para criar conteúdo engajante para pessoas reais. Seja com texto, vídeos ou imagens, sua função como blogueiro é iniciar um relacionamento com seus leitores.

E a melhor forma de fazer isso é criar uma conversa que informa e gera identificação, certo?

Você pode começar baixando um plugin chamado Yoast SEO.

Leve o cursor até o menu lateral de plugins e clique em “Add New.”

image65

Faça uma busca por “Yoast SEO” na barra de pesquisa. Vai ser o primeiro resultado.

Clique no botão “Install Now” button. Depois, clique no botão “Activate” quando a instalação estiver encerrada.

image23

Você  pode acessar as configurações do plugin no novo menu lateral SEO, ou clicando no ícone no topo.

image40

A partir do painel (dashboard), vá a “Your Info” e lance as bases do seu blog.

image12

Verifique se o nome do seu site e a sua tagline estão corretos. Depois, identifique-se, como indivíduo ou empresa.

Clique no botão “Save Changes” e vamos seguir para o próximo passo.

image55

A seguir, vá à aba “Webmaster Tools” e clique em “Google Search Console.”O Google Search Console é uma ferramenta de webmaster que permite submeter seu site ao índice de busca deles e otimizar sua visibilidade.

image02

Faça login na sua conta do Google – seja no Gmail ou no Drive.

image50

Depois de fazer login, clique na aba “Alternate methods” e selecione “HTML tag.”

image13

Um novo menu suspenso vai abrir, com seu meta código de console de pesquisa. Copie a série de caracteres alfanuméricos sem as aspas.

image48

A seguir, cole seu meta código na caixa de texto do Google Search Console e clique em “Save Changes.”

image03

Finalmente, clique no botão  “Verify”.

image14

Na medida em que usa o Webmaster Central, você vai ganhar uma quantidade incrível de insights baseados em dados, como as palavras-chave com que você ranqueia, erros no seu blog e a habilidade de dar um toque no Google sempre que você publicar um post novo.

A seguir, vá ate a aba “General” e inicie o processo de instalação.

image67

O Yoast vai te levar em uma série de 10 passos rápidos para otimizar um blog em WordPress.

O primeiro passo é uma página de boas vindas, que você pode pular.

No segundo passo, selecione o ambiente mais apropriado para o seu site. Você provavelmente vai escolher o ambiente de produção, que significa que esse é um site real para onde você vai direcionar tráfego.

image19

O terceiro passo é o tipo de site. Selecione blog e clique em Next.

image15

O próximo passo é se apresentar como empresa ou pessoa. Nós já fizemos isso. Assim, pule esse passo.

image26

No 5º passo você pode adicionar perfis de redes sociais associados ao seu blog. Clique em “Next” para concluir.

O 6º passo é sobre a visibilidade dos posts. As configurações padrão são uma boa opção. Deixe “Posts” e “Pages” visíveis e “Media” oculto.

image49

A seguir você terá que decidir se vai ser um blogueiro individual ou ter vários autores. Você poderá mudar essas configurações caso resolva adicionar outro autor no futuro.

image09

Se você quiser que o plugin Yoast SEO puxe dados do Google Search Console, poderá configurar isso no 8º passo.

Clique no botão “Get Google Authorization Code”.

image30

Você verá um novo pop up onde é possível permitir ao Yoast acessar os dados do console de pesquisa. Clique no botão “Allow” para confirmar o acesso.image56

No 9º passo, você pode verificar o nome do seu site e selecionar um separador de título.

O separador de título é um símbolo usado para separar o título do seu post e o nome do site nas informações de meta título. É isso que os usuários de pesquisa do Google vão ver quando encontrarem seu blog nos resultados de pesquisa.

Se você encontrou esse post no Google, por exemplo, deve ter visto: “How to Start a Blog – Neil Patel.”

O simbolo é uma escolha pessoal. Clique em “Next” quando estiver pronto para continuar.

image54

O último passo na verdade é uma mensagem confirmando a otimização das suas configurações de SEO em seu novo blog em WordPress.

XML Sitemaps

A última configuração que você deve fazer no Yoast é o XML sitemap. Um XML sitemap é um arquivo que lista as URLs do seu site.

Isso ajuda o Google e outros mecanismos de busca a rastrear seu site para encontrar novos posts e páginas. Felizmente, o Yoast tem uma função integrada que atualiza seu sitemap automaticamente. Assim, é só clicar e deixar que ele faça tudo sozinho.

Na aba “Features” mude a opção “Advanced settings pages” para “Enabled” e salve as alterações.

image07

Um novo grupo de menus vai aparecer na barra lateral, sob “SEO.” Selecione o menu “XML Sitemaps”.

image25

Selecione a aba “User Sitemap” e ative a opção “Author / user sitemap” Não se esqueça de salvar as alterações.

image38

Você pode fazer infinitos ajustes a essas configurações. Mas as alterações que fizemos até agora vão te ajudar a começar no caminho certo.

Configure permalinks:

Permalinks são links estáticos que levam a um post ou página específica. Na configuração inicial, o WordPress coloca seus permalinks em seudominio.com/postID.

image47

Esse endereço não é nada atraente e não ajuda ninguém a entender o assunto da página antes da visualização.

A solução, muito simples, é configurar uma estrutura para permalinks.

No menu lateral esquerdo, vá a “Settings” e selecione “Permalinks.”

image39

Existem algumas opções. Nos meus blogs, eu uso a estrutura “Post name”, que utiliza palavras-chave do meu título para criar um permalink único.

image44

Selecione e salve as configurações. Você vai ver essa funcionalidade em ação em breve.

Se você me acompanhou até agora, já comprou seu domínio e hospedagem web, instalou um tema e otimizou seu site para ser rastreado e encontrado por mercanismos de busca.

Agora chegamos à parte essencial de ter um blog. O que você vai escrever em seu blog?

Vamos descobrir agora.

6º passo. Faça brainstorming sobre assuntos para o seu blog

A parte técnica do seu blog está toda configurada e pronta para funcionar. E quando se trata de gerar assuntos, você tem um mundo de opções.

A maioria dos seus posts no blog virá de experiências pessoais, paixões, sucessos, fracassos e novos aprendizados.

As pessoas usam perguntas para fazer buscas:

  • Sobre o que escrever?
  • Que assunto devo usar no meu blog?
  • Será que eu devo criar um blog?

Assim, naturalmente, você também deve começar com suas próprias perguntas. Eu uso uma série de perguntas e um processo sistemático para encontrar assuntos para o meu blog.

Não se preocupe, esse processo é simples e não vai tomar muito tempo.

Seguindo esse processo, você vai criar aproximadamente 50 assuntos em meia hora de trabalho sem distrações.

Pegue papel e caneta ou abra sua ferramenta de texto favorita.

O objetivo desse exercício é obter 10 respostas para cada pergunta. Se você conseguir pensar em mais de 10, anote todas as respostas.

É hora de pensar como um leitor, com essas 5 perguntas:

1. “O que gera entusiasmo, curiosidade ou paixão nos meus leitores?”

Exemplos:

  • Sou jogador de golfe e fico entusiasmado em aprender a fazer tacadas melhores. Sou fascinado por desempenho mental. Sou apaixonado pela vida saudável.
  • Sou uma nova mãe e fico entusiasmada com ideias baratas para a família. Quero aprender mais sobre como treinar o bebê para dormir. Sou apaixonada pela ideia de estudar com meus filhos.
  • Sou campista e fico entusiasmado ao encontrar novos locais de acampamento. Tenho curiosidade por técnicas de sobrevivência. Sou apaixonado pela vida minimalista.

2. “Quais são os desafios comuns que meus leitores enfrentam?”

Exemplos:

  • Jogadores de golfe podem ter dificuldades com o slice.
  • Mães recentes podem achar complicado planejar refeições.
  • Campistas podem achar difícil não carregar muita bagagem.

3. “Quais são as características psicológicas dos meus leitores?”

Exemplos:

  • Jogadores de golfe têm estabilidade emocional.
  • Mães são pacientes e têm um senso de humor.
  • Campistas são aventureiros e engenhosos.

4. “O que os leitores amam sobre o meu nicho?”

Exemplos:

  • Jogadores de golfe amam o desafio de atingir a perfeição.
  • Mães amam ser parte do desenvolvimento mental, físico e emocional dos seus filhos.
  • Campístas amam sair da vida corrida da cidade.

5. “O que os leitores detestam no meu nicho?”

Exemplos:

  • Jogadores de golfe detestam jogar com parceiros que reclamam o tempo todo.
  • Mães detestam ser desprezadas por outras pessoas.
  • Campistas detestam ser devorados por ursos.

Você já deve ter entendido o processo. Agora que você já tem mais ou menos 50 respostas, pode começar a pensar em posts de blog sobre cada uma delas. Não há limites.

Aqui estão alguns exemplos que você pode criar com uma das respostas na sua lista:

  • Curando o Slice: O Guia Infalível para Acertar o Fairway Sempre
  • 3 Motivos que Causam o Slice e Uma Solução Muito Simples
  • Slice Nunca Mais: 9 Treinamentos para Jogar como um Profissional
  • 7 Treinamentos Para Uma Bola Sempre Reta
  • Como Fazer um Even Par Com Um Slice.

Tente criar um título interessante, que atraia seus leitores, e então impressione com o resto do seu conteúdo.

7º passo. Escreva sua primeira obra-prima

O WordPress usa um editor intuitivo, parecido com as ferramentas de processamento de texto mais comuns. Novos posts são criados diretamente na página de admin do WordPress.

Clique nos “Posts” no menu lateral.

image20

Isso vai popular uma lista com os seus posts no blog, em ordem descendente. Como você fez uma instalação nova, não vai ver nada aqui.

Para criar um novo post, clique no botão “Add New” no topo ou dentro do menu lateral.

image61

Você será direcionado para o editor, onde poderá começar seu post.

image05

Clique no ícone “Toolbar Toggle” para ver mais algumas opções de edição para o seu post. As ferramentas novas são especialmente úteis na hora de criar subtítulos nos seus artigos.

image42

Mas antes de tudo, adicione um dos títulos que você criou em sua sessão de brainstorming na caixa de título. O WordPress vai imediatamente criar um permalink baseado nas palavras-chave usadas no título.

image33

Você pode começar a digitar o corpo do seu artigo na caixa de texto maior, e escrever o quanto quiser até ficar satisfeito com seu conteúdo.

image45

Você deve também adicionar recursos visuais aos seus posts. Imagens ajudam a engajar os leitores e muitas vezes ilustram conceitos melhor do que palavras.

Para adicionar novas imagens, coloque o cursor no local onde você quer que a imagem apareça e clique no botão “Add Media”.

image46

Agora, arraste e solte sua imagem na caixa de mídia.

image66

Depois que a imagem for enviada, selecione a imagem e clique no botão “Insert into post”. Você pode formatar o tamanho e adicionar links às imagens, se quiser.

image18

Sua imagem será inserida automaticamente no seu post. Veja como seu post vai ficar:

image27

Após completar o artigo, você terá que fazer algumas otimizações de última hora, usando o plugin Yoast SEO.

O Yoast tem configurações específicas que aparecem logo abaixo da caixa de texto principal.

As quatro configurações principais são “SEO title,”“slug,” “meta description” e “focus keyword.”

Ajustar essas configurações vai gerar uma pré-visualização de como o seu post vai aparecer nos resultados de pesquisa do Google.

Crie títulos SEO que atraem cliques e meta descrições que explicam o assunto do seu post.

O plugin Yoast vai fornecer feedback em tempo real quando você começar a otimizar seu título e descrição.

image52

Seu objetivo deve ser conseguir o máximo de sinais verdes possível. Mas não se preocupe se não conseguir um resultado perfeito. Se você conseguir 70% de sinais verdes, já estará no caminho certo.

image28

Finalmente, se o seu blog tiver miniaturas, você deve selecionar uma “featured image”. Featured images são miniaturas que aparecem acima de cada post.

Você pode configurar sua featured image clicando em “Set featured image, na parte inferior do menu lateral direito.

image17

A janela de mídia vai se abrir. Basta arrastar e soltar sua imagem. Quando o envio for concluído, clique no botão “Set featured image”.

image35

Antes de publicar seu post, você pode visualizá-lo, clicando no botão “preview” no topo da página.

image37

Antes de publicar, você deve confirmar se o seu post tem a aparência e a sensação que você deseja.

Aqui está uma lista rápida de itens a considerar antes de clicar em “Publicar”:

  • Tom coloquial
  • Conteúdo fluindo naturalmente
  • Fácil de ler, com uso adequado de espaços em branco
  • Uso de subtítulos para separar seções
  • Listas e tópicos
  • Procurar e corrigir erros de ortografia e gramática

Se você marcou todos os itens da lista, está pronto para publicar seu primeiro post.

Vá ao topo da página e clique no botão Publicar imediatamente!

image51

Veja a versão final do meu post:

image41

Parabéns! Você criou um blog bonito e otimizado para tráfego de mecanismos de busca. Não é uma sensação incrível?

8º Passo. Crie um calendário editorial

Um dos erros fatais que eu vejo muitos blogueiros cometerem é publicar posts só  “quando estão com vontade”.

Eles esquecem que fãs recentes querem mais conteúdo e não cumprem essa expectativa.

Surgem circunstâncias inesperadas. Você usa o tempo que tinha para o blog assistindo uma série nova no Netflix.

A vida continua trazendo eventos inesperados, quer você crie um blog ou não.

A regularidade é subestimada, e deve ser uma das suas prioridades.

Eu já escrevi mais de mil artigos. E eu não digito 7 mil palavras por minuto ou nada assim.

Eu sigo um calendário editorial, sem exceções.

Calendários editoriais não são só para publicações grandes, como o The New York Times e o Huffington Post. Eles também são bons para pessoas comuns, como eu e você.

Pense nisso assim.

Se você marcar uma consulta com o médico ou um almoço com um amigo em sua agenda, vai cumprir o combinado. Ou na pior das hipóteses, remarcar o compromisso para outro horário disponível.

Calendários editoriais funcionam da mesma forma.

Eles tornam possível cumprir objetivos agressivos em pequenos passos. Te mantêm organizado. Estruturam seus esforços com mídias sociais e email marketing.

E você vai ficar surpreso quando vir que ter um calendário editorial pode até te ajudar a crescer em termos de caráter e integridade.

Nós somos criaturas de hábitos.

Quanto mais você cumprir suas datas, mais rápido será o crescimento do seu público.

Como começar? E qual vai ser o custo disso?

Nenhum.

É só criar uma planilha no Excel. Ou, se você tiver vários autores, uma planilha compartilhada, no Google Drive.

Comece com quatro colunas: data de publicação, título, palavra-chave e notas.

image64

Talvez suas necessidades sejam diferentes das minhas. Assim, fique à vontade para adicionar outras colunas. Algumas opções comuns são autor, categoria e persona.

Quanto mais simples for o calendário, mais fácil será entender e seguir as instruções.

Examine seu calendário, no seu smartphone ou na porta da geladeira. Com que frequência você pode publicar?

Mensalmente? Semanalmente? Diariamente?

Estabeleça um objetivo modesto, porque perder vários prazos pode acabar te levando a desistir.

A seguir, pegue as respostas que você criou na sessão de brainstorming e adicione-as na coluna Título.

Seus títulos ainda não precisam ser perfeitos. Use um título temporário, que pode ser melhorado antes da publicação.

Às vezes os melhores títulos surgem depois que você escreve o artigo e tem uma ideia clara de qual é a sua história e para quem ela é direcionada.

A coluna Palavra-chave é para propósitos de SEO. Se você está segmentando para certas palavras-chave, adicione-as aqui.

Se não tiver nada em mente, você pode fazer uma pesquisa de palavras-chave mais tarde.

E finalmente, temos a coluna Notas.

Essa seção é o espaço perfeito para escrever ideias brilhantes. As notas são também uma ferramenta ótima para te ajudar a focar no tema escolhido e usar a abordagem correta.

Você deve escrever um conjunto de 25 assuntos para posts, com prazos que você pode cumprir.

Isso equivale a quase meio ano de posts, no caso de autores semanais.

Ok, você já criou o editorial. Mas ainda não tem um calendário.

Vá ao Google Calendars e crie um calendáro novo. Para fazer isso, clique na seta para baixo, logo à direita de “Meus Calendários”.

image63

Clique em “Criar Novo Calendário” e adicione um nome, descrição e fuso horário. Você pode compartilhar esse calendário com outros membros da sua equipe.

Se você não tiver uma equipe, pode compartilhar o calendário com seu parceiro ou um bom amigo interessado em te ajudar a manter seus objetivos.

image36

Após preencher os dados essenciais, clique em “Criar Calendário e conheça o seu novo melhor amigo.

Verifique se seu calendário está selecionado no menu lateral esquerdo, e use a visualização semanal.

image43

Clique em um horário dentro de um dia e adicione o post para o seu blog como título do evento. Eu recomendo que você configure uma notificação para alguns dias antes da data de publicação.

image00

Se você escrever apenas quando for conveniente, vai seguir um caminho arriscado.

Eventualmente, você vai ficar sem ideias, perder a motivação e esquecer do entusiasmo que tinha ao criar o seu blog.

Calendários editoriais são uma solução rápida para evitar a procrastinação.

9º passo: Ganhe dinheiro com seu blog

O último passo é monetizar seu blog. Talvez você não deseje ganhar dinheiro com seu blog imediatamente. Se esse é o caso, ótimo.

Veja por que.

Os estilos convencionais de venda são mais ou menos assim:

  • Pense em uma ideia
  • Crie um produto
  • Tente vender o produto
  • Declare sua falência

Esse método é um fracasso para inúmeros indivíduos e negócios, porque eles não constroem um público antes de criar o produto.

Eles baseiam a demanda do mercado em seus “instintos”.

E é por isso que blogs são o canal perfeito para a monetização.

Você pode construir um público através de vários meios, como newsletters, comentários no blog e mídias sociais.

Pergunte ao público

Blogs permitem que as pessoas entrem na sua vida. Se você pensar em seus blogueiros favoritos, vai sentir que é como se você os conhecesse pessoalmente.

Além disso, fica significativamente mais fácil fazer pesquisa de mercado. Eu faço perguntas no final dos meus posts, que geram centenas de comentários.

image53

Outra alternativa é enviar emails com uma enquete do Google Forms, para coletar dados valiosos sobre o que o seu público-alvo deseja.

Ao criar um blog, você abre as portas para conversar com potenciais clientes. Pessoas que vão oferecer feedback sincero sobre o que elas querem de você.

Se 90% dos participantes da sua enquete disserem que querem um curso formal sobre marketing digital, o que você acha que eles querem?

Um curso de marketing digital que eles possam comprar.

Ganhe dinheiro com anúncios

Se não quiser vender um produto ou serviço físico, você pode fazer o que vários outros blogueiros fazem.

Vender espaço para publicidade.

Qualquer pessoa pode colocar um anúncio em um blog, usando o Google Adsense. Mas o verdadeiro lucro está em vendas privadas de espaço para anúncios.

Se você criar um blog com muito tráfego, pode gerar uma renda equivalente à de um emprego vendendo espaço para anúncios a grandes empresas. Você só precisa adicionar o banner deles e continuar fazendo o seu melhor: escrevendo sobre sua paixão ou especialidade.

Venda produtos físicos

Outra alternativa que eu explorei foi o nicho de nutrição.

Mike e eu criamos um blog novo e o transformamos em um blog de $100 mil por mês, vendendo um suplemento de óleo de peixe na Amazon.

image10

Nosso sucesso se deve principalmente ao blog. Publicamos conteúdo de qualidade, entendemos as necessidades do nosso público e direcionamos visitantes para a nossa página de vendas na Amazon.

A razão pela qual a monetização deve ser o último passo da criação de um blog rentável, é que ganhar dinheiro não deve ser o fator de motivação dos seus esforços iniciais.

Na medida em que você constrói relacionamentos e comunidades cheias de significado, seu público vai te mostrar a direção certa ao compartilhar as necessidades que tem.

Se você quiser ganhar dinheiro com um blog, seu trabalho será responder a essas necessidades.

Conclusão

Criar um blog em WordPress é fácil. Criar um blog de sucesso e gerar dinheiro com ele exige trabalho duro, dedicação e determinação.

Mas as recompensas são muito maiores do que os riscos.

Hoje, os blogs são mais baratos e mais acessíveis do que nunca.

Como em tudo na vida, você vai encontrar obstáculos que vão tentar  te tirar desse caminho. Mas eu quero te encorajar a seguir adiante com a sua paixão e compartilhá-la em seu blog WordPress.

Tudo de que você precisa para começar está nesse artigo.

Ao iniciar a jornada do seu blog, lembre-se que você está falando com pessoas.

Seja você mesmo, seja aventureiro. Seja sincero e transparente.

Na medida em que você cria conteúdo de boa qualidade regularmente, sua tribo vai ser atraída a você, te ouvir e responder.

Share