Seu Banner Online Não Converte Visitantes Em Clientes? Veja o Que Fazer

blindness

Como um blogueiro, você pode ter escolhido rentabilizar o seu site usando banner online por meio do Google AdSense, porque com ele você não tem preocupações. Você submeteu uma aplicação para o Google. E, uma vez que sua conta foi aprovada, você só precisava copiar e colar o código no seu website.

Se você está recebendo a quantidade necessária de tráfego em seu site, você continuará ganhando dinheiro com banner online, mesmo enquanto estiver dormindo.

Você usa banner online em seu site? Você vai achar estas 5 estratégias bem úteis para superar a falta de resultados dos anúncios.

Esse é o sonho. Certo?

69% de toda a receita de mídia dos Estados Unidos vêm através de propagandas.

Mesmo as novas organizações de mídia são extremamente dependentes de anúncios. Os números da Business Insider revelaram que seu rendimento de publicidade foi acima de $20 milhões. E para a Gawker, ele foi cerca de $15 a $20 milhões.

Publicidade em banner online não é novidade. Ela existe há cerca de 18 anos.

É um método tão popular de monetização dos websites que um típico usuário de internet dos Estados Unidos estava sendo servido com 1.903 anúncios de banner online por mês (desde 2012).

image48

Se você está usando a propaganda como uma fonte de rendimento, então você deve está se sentindo tranquilo e animado nesse instante.

Não está?

Mas não fique tão animado antes de ler essas estatísticas alarmantes…

  • Um relatório da comScore de 2009 revelou que somente 8% dos usuários são responsáveis por 85% dos cliques.
  • De acordo com o eMarketer, pessoas com 18 a 34 anos eram mais propensas a ignorar anúncios online, como banners e aqueles inseridos nas mídias sociais e ferramentas de busca, comparando com os anúncios tradicionais de TV, rádio e jornal.
  • 54% dos usuários não clicam em anúncios de banner porque não os acham confiáveis e 33% dos usuários acham que os anúncios são completamente intoleráveis.

Não é surpreendente que a taxa global de cliques em anúncios (CTR) tem caído continuamente de 44% no primeiro anúncio para menos de 0,06% (taxa média de cliques em anúncios de exibição em todos os formatos e estágios) em 2013.

Ai.

Isso não é bom.

Mas não apenas para proprietários de sites.

Se você é um profissional de marketing que depende de marketing externo (como 53% dos clientes da HubSpot), então isso é assustador para você também.

A principal razão para um baixo CTR e o bloqueio de anúncios pelos usuários é porque a maioria dos banners é entediante, irrelevante e intrusiva.

image33

Mas essa é somente a ponta do iceberg.

Há um crescente fenômeno da internet fazendo com que até mesmo os bons anúncios sejam ignorados – cegueira do banner online.

Vamos começar esse post observando como esse fenômeno leva você inconscientemente (ou conscientemente) à ignorar informações que envolvam banner online.

Depois, eu irei compartilhar 5 estratégias para te ajudar a fazer com que seu banner online seja percebido pelos usuários.

Por que seletivamente nós nos defendemos de informações (particularmente banners de anúncios) enquanto navegamos na internet?

A habilidade de gravar informações importantes é muito útil.

Portanto, eu quero testar a sua memória.

Você se lembra do último anúncio que clicou?

Não?

Tudo bem.

Você pelo menos se lembra do último banner online que viu?

É muito provável que não.

Isso não significa que você possui uma memória ruim.

Você consciente ou inconscientemente ignora informações que envolvam banner online enquanto está navegando em sites e esse fenômeno é chamado de cegueira dos banners.

E ele não acontece só com você.

De acordo com um estudo de 2013 realizado pela Infolinks, 86% dos consumidores sofrem de cegueira de banners. 

image51

Essa blindagem de informações por parte dos usuários da internet foi descoberta por Benway e Lane, depois que eles conduziram um teste de usabilidade da internet em 1998.

No experimento, eles solicitaram que as pessoas procurassem por informações específicas em um site.

Mas mesmo quando as informações sobre sua tarefa estavam apresentadas em anúncios, os participantes não percebiam os banners. Até mesmo a localização deles não importava.

Esse foi o primeiro estudo realizado para contradizer a instrução de design da web que sugeria que anúncios grandes e coloridos atraíam a atenção dos usuários.

A principal razão para a cegueira no teste acima era provavelmente que foram atribuídas tarefas para as pessoas.

Portanto, elas interagiram com a parte do site na qual esperavam encontrar informações relevantes.

Vamos considerar um estudo mais recente realizado pelo Nielsen. Aqui estão alguns mapas de calor determinados a partir de estudos de rastreamento ocular para 3 atividades – escaneamento rápido, leitura parcial e leitura completa.

image47

Todos os 3 tipos de interações acima sugerem que as pessoas não se importam com os anúncios. Estejam elas realizando um rápido escaneamento da página para checar uma informação ou interagindo muito ou pouco com o conteúdo do website, o resultado foi o mesmo.

A conclusão é – Usuários da internet não olham para nenhum elemento do site que seja parecido com anúncios.

O que você acha que pode ter provocado essa cegueira?

De acordo Carrie A. Lee, é a sobrecarga sensorial com toneladas de informação oriundas de várias fontes que chegam até nós constantemente. 

A cegueira de faixa é o nosso mecanismo de defesa contra a sobrecarga de informação.

image31

A internet é agora a parte principal da nossa rotina. Portanto, nós temos formado estruturas mentais para navegar em sites.

Sempre que você chega em um novo site para encontrar informações necessárias, você usa essas estruturas para procurar por partes da página que pareçam promissoras. Elas são, em sua maioria, locais onde você encontrou informações valiosas anteriormente. 

Tais associações relacionadas à web para completar as diferentes categorias de tarefas são chamadas de esquema cognitivo.

image17

Uma apresentação de informações parecida com anúncios não se encaixa no seu esquema, porque você já teve anteriormente uma experiência ruim depois de clicar em um banner online publicitário.

Um estudo do Havas Media descobriu que a cegueira de banners começou a se infiltrar até mesmo no Facebook.

Somente 20% das publicações no feed de notícias geraram uma resposta emocional dos 50 participantes em uma corrente de “títulos de trabalho engraçados”, conteúdos pessoais como selfies, fotos de bebês recém-nascidos e anúncios patrocinados por marcas reais como Cadbury e Shopcade.

image50

Sendo você um profissional de marketing ou um editor, eu acho que você não deseja ver seus anúncios sendo ignorados pelo seu público-alvo.

Você gostaria de salvar seu precioso dinheiro?

Então vamos analisar estas 5 estratégias para superar a cegueira e obter o melhor retorno de seus investimentos.

Como conseguir a atenção de visitantes acostumados a ignorar banner online? Veja aqui 5 maneiras…

Como um editor da web que utiliza um modelo de negócio de publicidade, você deseja ter mais cliques nos seus anúncios. Como um profissional de marketing, você deseja ter o máximo de exposição da marca através de banners publicitários a um preço ideal (e diminuir o seu CPC de anúncio tanto quanto possível).

Há esse probleminha que faz com que os seus visitantes ignorem os seus anúncios – a cegueira do banner online.

Aqui estão 5 estratégias para superar esse fenômeno e fazer com que seus anúncios sejam percebidos.

Nota: Eu quero ajudar ambos – editores e profissionais de marketing. Se você é um editor, pode considerar as estratégias de investimento que eu compartilhei aqui como um tipo de propaganda alternativa que você pode testar para monetizar o seu site.

1. Publicidade Natural – Você consegue se lembrar da geografia mais comum onde geralmente os anúncios estão localizados?

Uma localização poderia definitivamente ser a barra lateral direita. Outra pode ser o topo do site. Essas são as localizações mais tradicionais para se colocar um anúncio e geralmente alcançar mais visibilidade.

Mas qual a parte do site que possui mais interação?

É o fluxo editorial – as áreas de conteúdo do núcleo.

Portanto, o melhor lugar para posicionar os seus anúncios é onde você pode naturalmente incorporá-los ao conteúdo do seu site.

Uma grande razão para que as publicidades naturais sejam efetivas é que elas são personalizadas e exclusivas (em comparação com a distruibuição programada de anúncios com base em algoritmos de outras publicidades).

Se você acredita nos resultados que poderia alcançar com a publicidade natural, então dê uma olhada nessas estatísticas:

A Infolinks descobriu, em sua experiência de rastreamento ocular, que os anúncios naturais foram visualizados 47% mais rapidamente e por 451% mais pessoas do que os banners.

image40

Como você pode ver, o tempo gasto nas áreas de conteúdo foi também 4000% maior do que o tempo gasto nas áreas que continham anúncios.

Não é surpreendente que anúncios naturais também levam a 9% a mais em afinidade com a marca e 18% a mais na intenção de compra do que anúncios de banners.

image20

70% dos consumidores virtuais querem aprender sobre um produto através do conteúdo ao invés da publicidade tradicional.

Eles também são mais propensos a compartilharem publicidade nativa do que anúncios de banners com seus amigos (ou família).

image36

Devido à maiores taxas de cliques e interação (especialmente em mobiles), os gastos com publicidade nativa tendem a continuar crescendo a cada ano.

image29

Eu estou supondo que agora você reconheça a efetividade desse modelo para as marcas.

Portanto, você gostaria de ver um exemplo vivo de um editor tendo sucesso com ele?

Então não procure em nenhum outro lugar que não seja o BuzzFeed.

Cerca de 700 campanhas de publicidade nativa foram vendidas pelas novas organizações de mídia em 2013 (seus rendimentos projetados também aumentaram de $40 para $60 milhões no mesmo período).

A média de custo por campanha publicitária que o BuzzFeed cobrou das marcas foi em torno de $92.300. Mas o BuzzFeed tem sido generoso em fazer alarde dos milhões de dólares para ganhar os olhos dos usuários nos anúncios de seus clientes. Veja o custo do rendimento gasto pelo BuzzFeed ao longo dos anos (principalmente em anúncios no Facebook):

image52

Até mesmo a Forbes estabeleceu que 20% do seu rendimento em 2013 veio de sua oferta de publicidade nativa – a plataforma BrandVoice.

image10

Se você está preocupado sobre como medir a efetividade dessas publicidades nativas, algumas métricas boas são: tráfego, compartilhamentos e tempo gasto interagindo com o conteúdo.

image49

Pronto para pular de cabeça no movimento de publicidade?

Eu não quero apresentar um quadro completamente favorável.

Vamos dar uma olhada nas maiores preocupações com esse modelo.

Há um forte conflito ético sobre a necessidade de divulgação completa da publicidade nativa quando implementada no habitual fluxo editorial da empresa ou não (a boa e velha igreja vs. o debate de estado no jornalismo).

Até mesmo o NNGroup concluiu que, embora um projeto antiético seja eficaz na obtenção de fixação do anúncio, ele reduz o valor das redes de publicidade.

image26

Confuso sobre como você pode fazer anúncios parecerem parte do seu conteúdo?

Observe o infográfico abaixo sobre a Mudança do UPS de 2012 no (Abastecimento) Levantamento da Cadeia feito pela Fast Company.

image32

Eu aposto que muitos de vocês devem ter perdido a pequena tag cinza de “PUBLICIDADE” localizada no topo do infográfico.

E esse é o problema. Muitos consumidores não conseguem diferenciar o conteúdo editorial do anúncio. Eles identificam a publicidade nativa como artigos.

image04

Os leitores se sentem enganados depois de descobrirem que a história é patrocinada por uma marca.

image27

Eventualmente, eles podem perder a confiança e o site também perderá a credibilidade depois de publicar uma história patrocinada por uma marca.

image42

Portanto, a publicidade nativa possui problemas evidentes e podem levá-lo a perder vários clientes ao longo da jornada. Eu recomendaria que você tivesse cautela ao publicar um anúncio nativo.

O primeiro passo poderia ser escolher uma publicação em um contexto relevante e alertar claramente os leitores de que a história é patrocinada. Uma ótima maneira de separar o seu conteúdo editorial de histórias patrocinadas por marcas é dar a elas uma plataforma diferente como a Forbes faz com a Brand Voice.

image41

Tenha sempre como objetivo fornecer valores e percepções que ajudem o seu público-alvo (como o artigo acima).

2. Teste localizações e tamanhos que não sejam tradicionais – Os anúncios de banners padrão são 728 × 90 para leaderboards e 300 × 250 para retângulos. 

Eles geralmente estão localizados nestes 2 lugares.

O leaderboard é localizado no topo do conteúdo.

image13

E o retângulo médio é localizado na barra lateral direita.

image01

Mas são esses tamanhos e locações os únicos que interagem efetivamente com os visitantes do seu site?

Não.

Lembre-se que os usuários estão acostumados a ver anúncios desses tamanhos localizados nesses lugares.

Como a maioria desses anúncios não está relacionada às suas tarefas, os usuários passam batido por esses anúncios padrão.

A Infolinks descobriu que a maioria dos consumidores tende a ver acima da dobra. 156% a mais de pessoas viram o topo do conteúdo versus o final do conteúdo. 

Mas onde exatamente você ganhará o máximo de visibilidade e engajamento acima da área de dobra?

A Infolinks descobriu que 75% dos entrevistados gostaram da colocação não-convencional do anúncio da inSearch na parte inferior da tela (logo abaixo da dobra).

image11

Como você pode ver, o canto esquerdo foi visualizado pelo máximo de visitantes – 73% dos consumidores.

Não seja cético de testar a colocação dos anúncios em lugares não-convencionais.

Você talvez poderia tentar posicionar os anúncios nos cantos ou margens do seu site…

image09

e talvez até mesmo alinhado entre as suas áreas de conteúdo.

image39

Você também pode tentar os modernos (ouso dizer, disruptivos) popups – anúncios de boas-vindas.

Eles são ótimos para aumentar as impressões do seu anúncio e normalmente são mostrados ao usuário somente uma vez por dia.

Mas você deve estar pensando:

Esses anúncios de boas-vindas não são extremamente obstrutivos para o usuário? Como eles podem receber qualquer tipo de interação?

Vamos observar essas duas editoras renomadas que usam anúncios de boas-vindas.

A primeira é a Forbes.

image07

De volta a 2012, Bruce Upbin (editor da Forbes) afirmou que o rendimento oriundo dos anúncios premium de boas-vindas valeu a pena o incômodo que eles causaram ao usuário.

image38

A segunda editora usando anúncios de boas-vindas é a Atlantic.

O Scott Havens (vice-presidente sênior de digital e financiamento para a Atlantic) também disse que os profissionais de marketing estão prontos para pagar de três a quatro vezes a mais por tais anúncios de boas-vindas que ocupam a página inteira do que anúncios no site, pois eles têm observado mais sucesso na primeira opção.

image12

Como você pode ver, anúncios de boas-vindas são unidades de alto impacto e podem aumentar substancialmente o seu rendimento publicitário. Mas você só deve considerar usá-los no seu site caso seja uma marca estabelecida.

Se você está começando ou não possui um bom tráfego no seu site:

image03

A perda de tráfego, o menor número de retorno de visitantes e a maior taxa de rejeição podem desencadear em uma queda na sua visibilidade na classificação de busca.

Seja qual for o tamanho e o posicionamento do anúncio que você tenha escolhido:

Lembre-se sempre de não bombardear o seu usuário com muitos anúncios.

A experiência do usuário é de extrema importância. É crucial manter a relevância entre o conteúdo da sua página e os anúncios que você apresenta.

image46

A Infolinks descobriu que anúncios inseridos em um contexto (no conteúdo da página) aumentam o recall da sua marca em 82%.

Tente implementar esses anúncios não-convencionais considerando a intenção do usuário em tempo real e sua interação irá crescer substancialmente. 

Por exemplo – Um leitor gostará de ver um anúncio que o ajuda a procurar pelo seu produto ou dê mais informações acerca de um assunto no qual ele está lendo.

Até mesmo um estudo da Mediative descobriu que 40% dos entrevistados responderam positivamente porque o anúncio era relevante para as suas necessidade ou desejos ou era relacionado a algo que eles estavam lendo.

image24

3. Crie um design impressionante – Um design publicitário atraente irá chamar imediatamente a atenção de um visitante, aumentar sua interação e coletar mais cliques.

Por outro lado, se você oferece um falso banner online de erro de computador como uma propaganda popup, você instantaneamente irá perder credibilidade.

image00

Veja aqui os 5 princípios de design que ajudarão você a pensar fora da caixa em relação aos anúncios e aumentar o seu CTR.

1. Mantenha o seu design simples e perto de elementos semelhantes – Não coloque a sua propaganda próxima às informações e imagens irrelevantes. Usar muitas cores, cópias detalhadas e imagens piscando é chocante para os usuários.

Para atrair a atenção de visitantes que só estão de passagem, você só precisa:

Pensar sobre o ponto de venda mais crítico para o seu produto, uma descrição concisa, uma aparência colaboradora e um CTA atraente.

Então, separar uma importância para cada um dos elementos acima e colocá-los em conformidade.

Aqui está uma simples hierarquia na qual você pode seguir.

image02

Você também pode brincar com os tamanhos para destacar um elemento específico. Você consegue observar como a luminária e a bolsa são fabricadas extra grande para chamarem a atenção para eles?

image14

Lembre-se de que não se trata apenas de espaço em branco. Você também deve agrupar informações relevantes como demonstrado nos cartões de negócio abaixo. Isso é chamado de princípio da proximidade.

O design do lado esquerdo é fraco, apesar do espaço em branco, porque os elementos não estão agrupados logicamente. Você tem que escanear o cartão diversas vezes para coletar as informações.

image19

2. Use o contraste com o resto da página – Você imediatamente irá atrair a atenção do espectador contrastando as cores do seu anúncio com o esquema de cores do site.

Quando os sites são levemente coloridos, é melhor usar cores escuras nos seus anúncios e vice-versa.

Lembre-se de que o princípio do contraste não se aplica somente às cores. Até mesmo imagens e tipografia podem guiar os usuários para onde você quiser.

Experimente a boa e velha serifa com uma combinação de sans-serif.

Por exemplo, veja o anúncio abaixo com o contraste de fontes utilizado.

image06

Lembre-se de não usar fontes semelhantes como a Helvetica e a Arial. Elas não criam contraste, mas sim interrompem o fluxo do leitor. 

3. Um CTA proeminente – Se você quer converter os seus visitantes, você tem que incentivá-los a interagirem com o seu banner online.

O seu CTA não deve somente se destacar da sua publicidade, ele também deve transmitir claramente os benefícios dos usuários clicarem nos seus anúncios.

Observe abaixo o banner publicitário da Gillette. Ele possui um layout limpo com um CTA facilmente identificável. 

image25

Agora compare-o com o anúncio confuso e estressante abaixo.

image45

Eca.

Ele não machuca os seus olhos?

4. Use rostos humanos ou setas direcionais – Os usuários da internet gostam de ver rostos felizes e de ser direcionado através de setas visuais.

Observe abaixo o banner online da nimbb. O botão de CTA já era bom, mas a setinha direciona ainda mais os visitantes.

image22

Você também pode usar rostos humanos com os olhos voltados para o seu produto para aumentar a interação em seu anúncio.

image53

5. Crie anúncios interativos – Eu não recomendo que você use gifs saturados. Você pode inovar e transmitir mais que um painel eletrônico para os seus usuários.

No fluxo de um rico conteúdo de mídia, você pode experimentar banners interativos para entreter ou adicionar valor ao seu público.

Não use o mesmo anúncio para todos os visitantes. Em vez disso, forneça uma mensagem baseada na localização deles e seus hábitos de navegação. 

Um ótimo exemplo de anúncio interativo é o da Pringles. Ela criou um banner online que induz as pessoas a continuarem clicando – 97 cliques, para ser exato.

E uma quantidade esmagadora de pessoas compartilharam esse anúncio por todas as mídias sociais e blogs.

Assista o vídeo abaixo para observar como um anúncio pode construir um relacionamento com os seus clientes.

Se você está procurando por mais inspiração, confira este artigo feito pela Mashable com os 10 anúncios mais clicáveis.

4. Lance campanhas de marketing – Imagine esta situação. Um visitante gostou de um produto do seu website. Ele pegou seu cartão de crédito e começou a preencher o formulário de pagamento.

Entretanto, seu telefone começou a tocar e as circunstâncias o levaram a fechar seu computador. 

Você perdeu uma venda devido ao abandono do carrinho. E tais abandonos causados por distrações são mais recorrentes do que você imagina. Geralmente é cerca de 67,19% para sites de e-commerce.

image28

Similarmente, perder os visitantes que acessaram o seu site pela primeira vez também é doloroso. Você não gostaria de uma fonte repetida de tráfego a partir da sua lista de e-mails?

Vender para os seus clientes já existentes é muito mais rentável do que o custo para a aquisição de novos.

image08

Você pode usar anúncios de redirecionamento que seguem o usuário em torno da internet.

Mas como exatamente?

Usando um código de rastreamento especial para colocar cookies no computador do visitante do seu site.

image18

Você pode se perguntar como anúncios de redirecionamento são mais efetivos do que anúncios normais.

É porque o usuário tem demonstrado interesse no seu produto, ou seja, ele deu um pequeno passo em direção a você.

Devido a isso, é mais provável que ele irá dar um passo maior, ou seja, comprar seu produto (ou completar a atividade que você considera como uma conversão), especialmente no curto prazo.

É o princípio da persuasão de consistência e compromisso de Robert Cialdini em ação.

image35

Uma pesquisa de 2013 realizada pela Marketing Land descobriu que anúncios de redirecionamento foram mais notados por 3 entre cada 4 consumidores.

image37

Já que eles estão sendo notados, a média de CTR para um anúncio de redirecionamento é de 0,7% (isso é 10 vezes mais do que a média de CTR para anúncios na tela de 0,06%).

A melhor parte dos anúncios de redirecionamento é que eles são extremamente baratos.

Eu tenho investido em anúncios de redirecionamento para atrair os meus leitores do Quick Sprout para o NeilPatel.com. E eu estava pagando menos de $2 em CPMs.

image23

Desde que você use dados atuais sobre o comportamento e a demografia dos usuários, você estará fornecendo uma experiência mais personalizada e as suas chances de conversão são mais altas.

Campanhas de remarketing podem se tornar muito lucrativas para um recall da marca, aumentando em até 1046% a procura pela marca.

image21

Um exemplo é a Magoosh, que alcançou 1.123 conversões em 6 meses. A sua campanha de redirecionamento rendeu um aumento de 486% no ROI, gerando $58.608 em rendimento atribuíveis ao custo de $11.000 para a execução da campanha.

Anúncios de redirecionamento também possuem sua gama de desafios.

  • Visto que você direcionou um usuário que já abandonou o seu site, você realmente deve impressioná-lo com diferentes ofertas, imagens atraentes e CTAs dinâmicos. Só assim você conseguirá ganhá-lo de volta.
  • Você vai querer testar e monitorar a frequência de transmissão do seu anúncio. Se você não estabelecer uma frequência ideal, o usuário se sentirá obrigado e irritado com a sua empresa.

image54

Pare de direcionar aos usuários que já viram os seus anúncios por uma quantidade considerável de vezes e lembre-se de excluir os clientes que já foram convertidos pela sua campanha de redirecionamento.

Se você está interessado em lançar a sua campanha de remarketing, pode começar lendo o meu guia passo-a-passo.

5. Invista em anúncios de vídeo – Você gosta de ler mesmo quando está navegando na internet pelo seu smartphone?

Eu não.

Em um mês, um usuário da internet é exposto a 32 vídeos. Na verdade, um terço de toda a atividade online se resume a assistir vídeos.

image34

Portanto, faz sentido para você atingir o seu público-alvo que ama vídeos com um vídeo.

Conforme o relatório de 2012 da Media Mind, os vídeos possuem uma taxa de CTR de 1,03%, contra 0,1% de CTR de banners tradicionais, no mesmo ano.

Se você olhar para os resultados além do CTR, até mesmo a taxa de conclusão de anúncios de vídeo é maior do que a de banners tradicionais. Um relatório da Millennial Media descobriu que anúncios de vídeo em mobiles foram 5 vezes mais interativos do que banners tradicionais.

A Bright Roll, em sua pesquisa sobre 120 agências de publicidade norte-americanas, descobriu que 31% das agências acreditam que os anúncios de vídeos online são mais efetivos do que na TV.

image30

Os vídeos melhoram o entendimento das pessoas acerca do seu produto em até 74% e um usuário da internet já está gastando 16,49 minutos cada mês assistindo propagandas em vídeo.

Observe o recall e as estatísticas de ação geradas pelos vídeos online.

image05

Você gostaria de conhecer a possível exposição da marca oriunda de anúncios de vídeo?

Deixe-me compartilhar os resultados de uma campanha bem-sucedida de publicidade em vídeo do Facebook.

A Heineken Light atingiu 35 milhões de pessoas (54% do seu público-alvo) em 3 dias usando anúncios em vídeo do Facebook.

Isso é algo em torno de $0,07 por visualização.

image15

Eu espero que agora você esteja convencido a falar a história do seu produto em formato de vídeo. Eles funcionam perfeitamente e recebem uma ótima interação através dos dispositivos.

Os anúncios em vídeos são efetivos até mesmo em ambientes de distração. Você pode assistir um vídeo de anúncio enquanto está andando para o seu escritório ou durante o seu intervalo de almoço, e então voltar mais tarde para comprar o produto.

Uma vez que você criou o vídeo, você pode executar o anúncio no Facebook e YouTube.

Ambas as plataformas possuem opções brilhantes de direcionamento. Observe abaixo a interface de campanha do Facebook, com opções para direcionamento baseadas em gênero, localização, interesses e comportamentos.

image43

Quando você está criando um vídeo, precisa considerar os hábitos de navegação do seu público-alvo.

Por exemplo – os usuários de iPhone assistem vídeos durante cerca de 2,4 minutos, enquanto os usuários de Android assistem por cerca de 3 minutos.

A duração do vídeo também afeta a quantidade de interações que ele recebe. Certo?

A Wistia descobriu essa relação proporcional entre a % média de visualizações vs. a duração do vídeo depois de analisar milhões de pontos de dados de 2009 a 2012.

image16

Como você pode ver, vídeos mais curtos recebem mais interações.

Se você está criando um vídeo comercial para o seu produto, tente mantê-lo com menos de 60 segundos.

Mas às vezes você não consegue vincular a sua criatividade a um vídeo curto. Você pode produzir um vídeo publicitário longo, desde que ele contenha histórias interessantes, entretenha os usuários ou nutra emoções.

Por exemplo, observe abaixo o vídeo publicitário de quase 3 minutos desenvolvido pela Dove. Ele assumiu uma perspectiva social e psicológica e recebeu uma grande interação.

Antes que você comece a criar o seu primeiro vídeo publicitário, eu devo alertá-lo:

Você terá que gastar uma grande quantidade de dinheiro para assegurar que a qualidade do seu vídeo seja nada mais nada menos do que incrível. Um anúncio publicitário de baixa qualidade poderá causar um grande desligamento de seus usuários e manchar a imagem da sua marca.

Se você é um editor e está procurando por redes de vídeos para monetizar suas visualizações, leia este artigo da MonetizePros. Você precisará de uma quantidade de visualizações considerável para obter um bom rendimento em anúncios de vídeo.

Conclusão

A cegueira do banner online é uma questão séria para webmasters. Talvez há uma probabilidade maior de você sobreviver a um acidente de avião ou ganhar na loteria do que clicar em um banner online publicitário.

Como um profissional de marketing, você não quer desembolsar dinheiro executando anúncios que são ignorados. Se você é um editor que depende de um modelo de propaganda de negócio, você não vai gostar de receber cada vez menos cliques nos seus anúncios.

Mas você pode criar anúncios interativos ou vídeos publicitários ou outra estratégia que eu mencionei neste artigo para superar a cegueira dos anúncios.

Se você fornecer valor e apresentar anúncios relevantes para a intenção do seu usuário, então você deverá receber uma boa interação, até mesmo nos seus banners publicitários.

Eu adoraria saber a sua opinião. Quais são as estratégias que você tem usado para combater a cegueira do banner online como um editor e como você cria anúncios que prendem a atenção do usuário e geram cliques um como profissional de marketing?

Share