O Guia do Iniciante Sobre Como Criar Conteúdo Interativo

craft

De acordo com um relatório de 2016 do Content Marketing Institute, ‘produzir conteúdo atrativo’ foi considerado o principal desafio e prioridade tanto para empresas B2B quanto B2C. Mesmo em 2015, a produção de conteúdo envolvente já aparecia como o maior desafio para as empresas.

Por que será que as empresas têm tanta dificuldade em criar conteúdo interessante?

Provavelmente porque é mais difícil atrair a atenção dos consumidores publicando um blog post comum.

Veja por que:

image18

Não que um conteúdo mais curto não possa ser influente e engajador. Por outro lado, a menos que seu conteúdo seja especial (vídeos, testes, infográficos interativos), os dados apontam que conteúdo mais extenso atrai mais compartilhamentos e links do que textos curtos. Além disso, uma pesquisa da Chartbeat concluiu que a maioria dos leitores não lê mais do que 60% de qualquer artigo.

Neste post, vou te apresentar a um tipo de conteúdo que é intrinsecamente engajante. Ao criar esse tipo de conteúdo você automaticamente se destaca dentre sua concorrência. Sem falar que a divulgação é mais fácil.

Não precisa sequer chama-lo de ‘blog post.’

Estou falando do seguinte:

Conteúdo interativo…

Você já deve ter visto algum teste do BuzzFeed passando pelo feed das suas redes sociais. Eles são a forma mais simples de conteúdo interativo, e os usuários adoram.

Segundo o BuzzSumo, um teste atrai, em média, 1.900 compartilhamentos. Se o resultado do teste é positivo para o usuário, é mais provável que ele compartilhe o resultado com os amigos. Em 2015, os testes também apareceram como um dos tipos de conteúdo mais compartilhados.

image01

Além dos testes, nesse post também vamos falar sobre outras formas de conteúdo interativo. Uma pesquisa da Demand Metric apontou que o conteúdo interativo é muito mais eficiente na conversão de compradores do que o conteúdo passivo.

image21

E aí, está empolgado para subir no bonde do conteúdo interativo?

Vamos começar pelo primeiro tipo de conteúdo interativo que você pode oferecer à sua audiência. 

Crie um concurso incrível

Quem não gosta de ganhar?

A possibilidade de ganhar um prêmio, por si só já traz uma carga emocional para muitos de nós. 

É por isso que os concursos têm sido um maneira extremamente eficiente para atrair centenas de milhares de novos seguidores paras as empresas nas redes sociais. Além disso, pense na quantidade de dados que você pode obter sobre os consumidores que participarem. A Appsumo conseguiu 700.000 novos assinantes para a lista de e-mail através de sorteios.

O prêmio que você oferece em seu concurso determina o tipo de audiência que você atrai. Portanto, não sorteie um iPad só porque todo mundo quer ganhar um. Desse modo, você vai acabar atraindo muitos participantes que não têm nada a ver com a sua marca.

O objetivo não é ganhar mais assinaturas. Na verdade, você precisa atingir o seu consumidor ideal com a repercussão gerada pelo concurso. Ofereça um prêmio relevante e que seja do interesse do seu público-alvo. E atribua um preço para demonstrar o valor do produto.

O Pat Flynn recentemente fez um concurso para sortear os seus 5 livros de marketing favoritos.

image02

No concurso, Pat Flynn deixou claro que os livros valiam $147,90 e que cinco vencedores seriam sorteados.

image17

Se você já visitou o Quick Sprout, talvez tenha notado que eu ofereço aos novos assinantes da minha lista de e-mail um curso sobre como dobrar o tráfego em 30 dias. A esse curso, atribuí o valor de $300.

image07

Mesmo que seu negócio esteja começando, é possível conseguir patrocinadores para doarem itens para os seus sorteios.

Julien Marion usou o seguinte e-mail padrão para entrar em contato com muitas marcas. E assim, conseguiu que algumas colaborassem com o sorteio.

image09

Ao conseguir que algumas marcas disponibilizassem bons prêmios para o sorteio, ele conseguiu aumentar o número de assinantes na lista de e-mail de 173 para 2.200 em apenas 3 dias.

image19

Em seguida, crie um senso de urgência usando uma relógio de contagem regressiva em sua landing page. No texto, seja explícito ao encorajar a participação do usuário.

Veja como Pat Flynn encorajou os leitores a participarem do concurso:

image06

Os melhores concursos são aqueles que estimulam o usuário a produzir conteúdo – fotos, vídeos, frases ou qualquer outra coisa que atenda às necessidades do seu negócio. Quando as pessoas se dedicam ao seu concurso, elas criam uma conexão com sua marca e formam associações positivas.

A divulgação é essencial para o sucesso do concurso. Entrar em contato com influenciadores e anunciar o concurso para a sua lista de e-mails são bons pontos de partida. O pessoal do KickOffLabs fez uma longa lista com 12 ações de divulgação para promover o seu concurso.

Se você estimular o compartilhamento, pode esperar um impulso viral em seu concurso. A Co-Ed Supply conseguiu um impulso viral de 138% em um concurso, ou seja, 1,5 assinaturas a mais por lead, estimulando o compartilhamento dos usuários.

image05

Se você trabalha com um site em WordPress, o  plugin de sorteios da KingSumo oferece um jeito fácil de criar o seu primeiro concurso. Ao fim da campanha, ele também permite exportar os endereços de e-mail que você coletou.

Experimente fazer uma transmissão de vídeo ao vivo 

O Facebook habilitou a função de vídeos ao vivo em dezembro de 2015. A resposta foi tão positiva que o Facebook passou a tratar os vídeos ao vivo como uma categoria de conteúdo à parte. As redes sociais giram em torno de atualizações em tempo real. Você pode se aproveitar do medo dos usuários de deixarem de ver algo  realizando algumas ações ao vivo.

Já fiz algumas experiências com vídeos ao vivo que ajudaram a aprofundar minha relação com você, meu público-alvo.

Se você acompanha o blogueiro motivacional Mark Ranson sabe que recentemente ele lançou um livro chamado ‘The Subtle Art of Not Giving a F*ck’ (algo como ‘A Sutil Arte de Não Dar a Mínima’, em português).

Adivinha qual foi a estratégia que ele usou para divulgar o livro?

Ele fez uma leitura do livro ao vivo através de sua página no Facebook . Veja o engajamento incrível que o vídeo gerou:

image08

Algumas dias antes, ele enviou os detalhes do evento para sua lista de e-mail, com o objetivo de impulsionar o sucesso da ação.

image04

É claro que o Facebook não é o único lugar onde você pode experimentar a transmissão de vídeos ao vivo.

O Snapchat é uma plataforma mais pessoal, autêntica e urgente disponível. O Gary Vee conquistou o Snapchat. Ele adora interagir com seus seguidores em sessões de Q&A.

image23

Em artigos anteriores, mostrei exemplos da Everlane, Red Bull e outras marcas. Por isso, não vou repeti-los. Veja alguns exemplos de transmissão de vídeo aqui e aqui.

O Periscope e o YouTube Live também são boas plataformas para engajar com a sua audiência em tempo real.

Por fim, os webinars também são uma forma de oferecer uma experiência de conteúdo interativo e rico para o seu público-alvo. Basicamente, webinars são transmissões de vídeo de uma a duas horas de duração. Faça uma boa divulgação do seu webinar e domine bem o assunto sobre o qual você vai falar. Mesmo um webinar fraco rende pelo menos 5% de conversões. Os sensacionais conseguem converter até 20% dos espectadores.

Já  escrevi bastante sobre webinar, e você pode ler mais sobre o assunto nos links abaixo:

Faça um quiz com algum assunto esquisito

Ah! Voltamos a falar sobre aquele intrigante tipo de conteúdo interativo, que é ótimo para levantar o astral do público. E ainda estimula o compartilhamento.

Quiz.

Em meu site NutritionSecrets.com, ofereço aos visitantes da homepage um quiz para identificar que tipo de dieta funciona melhor para eles. Esse teste tem dado ótimos resultados, e já aumentou minha taxa de captura de leads em 500%.

image15

O pessoal do BuzzFeed sabe como ninguém que um quiz é capaz de inflar nosso ego. Por isso, não têm medo de criar todo tipo de quiz esquisito.

image11

E funciona?

Extraordinariamente.

Em 2014, um estudo do OkDork e BuzzSumo analisou 100 milhões de artigos, e concluiu que entre os 10 mais compartilhados, 8 eram quizzes do BuzzFeed.

A melhor parte é que os testes ainda são um tipo de conteúdo interativo eficiente para aumentar a taxa de compartilhamento. As pessoas adoram compartilhar traços da própria personalidade com os amigos das redes sociais. É por isso que os quizzes continuam a viralizar, chegando a milhões de compartilhamentos. Veja os posts mais compartilhados em 2015 no site Time.com:

image10

Portanto, se você ainda não começou, crie seu primeiro quiz hoje mesmo.

E como encontrar um tema interessante?

Se você procurar, vai encontrar muitos infográficos, fatos e dados em seus blog posts antigos. Então, por que não reaproveitar algum dos seus posts mais populares, reescrevê-lo no formato de Q&A, caprichar na imagens e publicar? Como referência, veja este post do LeadQuizzes sobre como reaproveitar o seu conteúdo antigo e transforma-lo em um quiz.

Veja algumas dicas para criar um bom quiz:

  • Destaque um aspecto único do usuário nos resultados (de preferência, uma característica visual)
  • Faça perguntas curtas e divertidas.
  • Entregue os resultados do teste imediatamente e estimule o compartilhamento nas redes sociais.

Invista em infográficos e mapas interativos

Em posts anteriores, falei sobre como os infográficos já não são tão efetivos quanto antes.

Infográficos conseguem gerar bom tráfico e ajudam na construção da marca, mas já viraram um lugar comum. Portanto, você precisa se destacar. Você não pode simplesmente jogar informações em um formato visual e esperar que isso atraia tráfego.

Você pode educar seus clientes de um jeito muito mais interessante, engajante e divertido, incorporando arquivos de áudio, GIFs e vídeos aos seus infográficos.

Um exemplo desse tipo de conteúdo interativo é o infográfico em flash da Avalaunch Media, que conta a história das redes sociais.

image22

O futuro do compartilhamento de carros também foi transformado em um ótimo infográfico interativo.

image16

A HCC Medical Insurance Services conseguiu aumentar o tráfego do blog deles em 1.000%, publicando conteúdo interativo de infográfico. No site Marketing Shepa, eles contam passo a passo todo o processo que levou a esse resultado incrível.

Outro tipo de conteúdo muito consumido atualmente são os mapas interativos. Veja só os resultados do Google Notícias contendo a palavra-chave ‘este mapa mostra’:

image20

Atualmente, mapas são um tipo de conteúdo interativo, excelente para fazer link building e atrair a cobertura da mídia. Veja os resultados que o David McSweeney da Ahrefs conseguiu usando os mapas:

image13

Em vez dos infográficos longos de uma página só, mapas exibem dados extraídos de pesquisas. Por exemplo, veja o mapa de Dados Flutuantes que mostra o número de comerciantes de armas de fogo  vs. lanchonetes, pizzarias e cafeterias ao longo do território dos EUA. Naturalmente, o post atraiu bastante atenção.

image12

Você pode escolher entre centenas de temas para criar seu primeiro mapa. Não vou entrar em detalhes sobre o processo aqui. Para ter mais informações, use como referência o post do Dave na Ahrefs sobre link building visual.

3 Ferramentas para te ajudar a criar conteúdo interativo

Beleza. Agora que você já conheceu novas formas de conteúdo interativo, deve estar ansioso para começar a criar.

O único problema?

Contratar um desenvolvedor pode sair caro.

Por isso, veja aqui 3 ferramentas que vão te ajudar nesse começo.

1. Contenttools.co

Quer criar um teste de personalidade, enquete, mapa interativo, concurso de legendas em fotos ou sorteio?

Essa ferramenta vai te ajudar.

A LiveHive colletou mais de 700 emails publicando este teste de personalidade.

image00

Você pode ler mais estudos de caso da ferramenta aqui.

2. Mapme

Para criar um mapa interativo (como os que eu mostrei) você precisa entender um pouco de programação.

Mas se quiser uma versão simplificada, que combine palavras ou vídeos ou vídeos e palavras, essa é uma ótima ferramenta para você.

Veja um exemplo de mapa, que mostra a Ascensão de Donald Trump:

image14

3. Thinglink

Que tal dizer adeus à maneira antiquada e sem graça de criar guias?

Então, pense no Thinglink.

Ele permite que você anote imagens e vídeos e também dê ao usuário mais chances de interagir com o conteúdo.

Matriz de Aprovação  da NYMag estimula os usuários a descobrirem links para o conteúdo. E isso você pode conseguir com o Thinglink.

image03

Conclusão

Conteúdo interativo é uma ótima maneira de diminuir sua taxa de rejeição,  aumentar o engajamento e fortalecer o relacionamento com o seu público-alvo.

Portanto, recomendo que você comece a trabalhar com um dos tipos de conteúdo interativo que mostrei nesse post. As ferramentas e os exemplos que mostrei irão te ajudar a começar no caminho certo.

Agora é a sua vez. Existe outro tipo de conteúdo interativo que você tenha utilizado em sua ação de marketing? Deixe sua mensagem nos comentários. 

Share