Link Building: 12 Dicas Matadoras para Conseguir os Melhores Links

Link Building

Link building é a moeda da internet. Eles são tão importantes que o Google os usa para avaliar a utilidade de uma página do blog e onde ela deve classificar nas páginas de resultados de busca (SERPs).

O Que É Link Building?

Digamos que os links sejam as ruas que você passa para chegar a determinado lugar (página). Link Building é a estratégia de SEO que você utiliza para conseguir links de outros sites.

E mais do que isso: é uma tática de marketing para aumentar sua consciência de marca e, consequentemente, suas conversões.

No entanto, nem todos os links são criados iguais. Alguns links vão aumentar o seu tráfego, enquanto outros podem reduzi-lo.

A verdade é que cinco links de qualidade vindos de sites de autoridade pesarão mais a seu favor do que dez links medíocres de sites genéricos. Isso porque o texto âncora e o link externo para uma determinada página é parte do algoritmo de classificação do Google.

image58

Para evitar o desperdício de tempo no link building, você tem que desenvolver uma estratégia: um plano eficaz que o coloca no topo, atrai os links certos para você e sustenta seus rankings de busca, não importando o que mude nas próximas atualizações do algoritmo do Google.

Faça o download desta planilha com as 12 táticas essenciais de link building.

A maioria das pessoas buscando construir links nunca desenvolve realmente uma estratégia de link building. O risco de uma penalidade para links para suas páginas maior se você não tiver uma estratégia comprovada.

Uma estratégia de link building efetiva que já gerou mais de 2.000.000 de visitantes e mais de 41.000 links de qualidade para nossos blogs foi com a utilização de infográficos: criando e divulgando conteúdos úteis através de infográficos.

Esse resultado significativo mostra que estratégias de marketing de conteúdo eficazes acabam gerando mais links de autoridade para você. O marketing de conteúdo e o link building são como anéis de aço interligados de um mágico que não podem ser separados.

image94

Existem algumas melhores práticas simples de SEO que você pode seguir para conseguir os melhores links – do tipo que melhoram significativamente o seu ranking de busca.

Lembre-se que essas doze táticas não podem conseguir toneladas de links do dia para a noite, mas conseguir links será um fato natural se elas forem implementadas e desenvolvidas de forma consistente.

1.    Faça a Pesquisa: O Que É Autoridade da Página e Autoridade do Domínio

Se você está pronto para trabalhar com link building para um determinado site, é importante compreender o que é autoridade do domínio e autoridade da página. Autoridade do Domínio é uma métrica desenvolvida pelo Moz. É baseado em uma escala de 100 pontos.

image13

Essencialmente, quanto maior a pontuação DA de qualquer site ou página, mais link juice e valor o Google vai passar para os links inbound vindos desse site ou página.

De acordo com Business2Community, 24% do algoritmo de classificação do Google é baseado nos fatores representados por esse importante valor – a autoridade de domínio. Isto significa que cada uma das suas páginas irá devolver o mesmo valor de DA.

image23

De fato, o poder de qualquer site reside no seu DA e PA. PageRank não é mais uma métrica eficaz; ela fracassou há muito tempo. Assim, em vez de construir links inbound de um blog PR6, com menos de 20 DA, foque em obter links relevantes de blogs com PR 3 – 4  e com DA acima de 30%.

Para descobrir a Autoridade Domínio de qualquer site, basta baixar o plugin MozBar. Ative-o, carregue o site em questão, e pronto:

image63

Depois de ter ativado a MozBar, vá ao Google e procure suas principais palavras-chave para determinar a qualidade dos resultados de busca no seu mercado. Estes são os mesmos sites de onde você vai, eventualmente, conseguir os inbound links.

image16

Para descobrir o DA e PA dos domínios dos seus concorrentes, basta visitar a página inicial deles e alternar o ícone MozBar no canto superior direito da janela do seu navegador:

image72

E aqui está a métrica mais importante que você estava procurando:

image71

2.    Rastreie Pessoas Mencionando Sua Marca e Seu Site

Uma tática simples que você pode usar para construir links eficazes para o seu site é rastrear as pessoas que mencionam o seu nome ou URL

Você vai precisar disso para começar a construir um relacionamento com o blogueiro.

image05

E uma vez que elas já te mencionaram por vontade própria, receber um link relevante delas, seja através de guest posts, posts com listas de especialistas (roundup posts), entrevistas ou colaboração de conteúdo, provavelmente será muito mais fácil.

3.    Criar Iscas de Ego

Conteúdo que impulsiona o ego das pessoas, força essas pessoas a criar link para ele. Essa é uma estratégia altamente eficaz que pode produzir resultados impressionantes, especialmente quando você entender a pirâmide de confiança e usá-la como parte da sua estratégia de conteúdo.

image96

Veja como funciona:

Primeiro, você cria conteúdo que faz com que seus leitores reconheçam os desafios deles e cria a consciência de que você entende os problemas que eles passam. Use o seu blog ou infográfico para alargar a compreensão dos seus leitores para aquele assunto.

Muitas vezes, as pessoas linkam para um post que ressoa em um nível pessoal – eles querem que outras pessoas em sua rede se beneficiem dele também.

image101

Em seguida, mostre exemplos ou estudos de caso de como sua estratégia funciona, e a quem ela ajudou. Isso leva o leitor a acreditar, gostar e confiar em você. Uma vez feito isso, você deve chamá-los para a ação – peça para seus leitores compartilharem o post com os outros, se eles já beneficiaram com seus conselhos.

Este processo de confiança de quatro fases também pode ser conhecido como “AIDA“.

image55

Fora de todas as principais estratégias de link building que os profissionais de marketing podem usar, eu descobri que “criar iscas de ego” é uma das mais fáceis e mais simples. Você não tem que ir para muito longe para atrair a atenção e conseguir que as pessoas façam links de volta para você.

The money hook

Criação de conteúdo com iscas de ego é útil não só para a construção de links, mas também para promover seus posts.

Um exemplo de um post “isca de ego” é o post de ajuntamento de especialistas (roundup post) escrito por Richard Marriott em que ele entrevistou 53 especialistas sobre suas ferramentas de promoção do blog favoritas. O post fez muito sucesso, gerando mais de 130 comentários, muitos dos especialistas que contribuíram.

image01

O roundup post também gerou mais de 200 links únicos vindos de 46 domínios raiz. Isto não é nada mau.

image70

A mesma página também gerou mais de 1.000 compartilhamentos sociais em menos de seis meses. Aqui estão os dados do Buzzsumo:

image14

4.    Construir Relacionamento com Redatores

Redatores e sites de mídia podem expandir rapidamente seu alcance. Construir relacionamentos com a mídia te dá o raro privilégio de publicar seu conteúdo em vários sites de autoridade.

De acordo com Brick Street, o conteúdo compartilhado em dois ou três canais consegue um aumento no engajamento em 24%.

image106

Mas antes que você possa implantar efetivamente um plano bem-sucedido de alcance das mídias, você tem que entender para quem você está fazendo marketing. Você realmente conhece seus clientes e em qual fase do ciclo de compra eles estão?

image50

Se o seu blog é muito útil, redatores de revistas e sites de mídia como CNN, FoxNews e HuffPost podem decidir republicá-lo. Mas é mais fácil conseguir que isso aconteça quando você tem uma estreita relação com os redatores.

Você também pode se conectar com os repórteres através do Haro, o que torna o trabalho de conectar com os redatores mais fácil também.

image42

5.    Use Textos Âncora LSI

Eu já escrevi sobre LSI em várias ocasiões. LSI é um acrônimo para Indexação Semântica Latente. É uma teoria matemática simples que o Google usa para avaliar a relevância de uma página para o inbound link e seu texto âncora.

image19

Basicamente, LSI tem tudo a ver com sinônimos. Você e eu sabemos que mencionar suas principais palavras-chave várias vezes em uma determinada página pode resultar em excesso de otimização, que não deve ser sua intenção.

Para evitar ser penalizado, incorpore LSI na sua estratégia.

Veja como funciona: Se você está escrevendo sobre Microsoft Windows, o Google espera que você provavelmente irá mencionar Bill Gates. Ou ao usar a palavra “apple” – qual Apple (ou maçã) em particular que você está se referindo? E como é que a ferramenta de busca sabe?

image87

É a empresa Apple? Um dos produtos dela – o Apple iPad, iPhone, iMac – ou a fruta? Para ajudar o Google a entender sobre o que é sua página, use palavras e frases sinônimas.

image06

Por exemplo: Vamos supor que sua palavra-chave é “aumentar tráfego de busca.” Para evitar excesso de palavras-chave, tanto no seu artigo, como nos textos âncora, use palavras e sinônimos que estão relacionados com a palavra-chave:

  • aumentar tráfego de busca
  • melhorar as visitas orgânicas
  • gerar mais visitantes de busca
  • conseguir tráfego para o site
  • levar visitantes das ferramentas de busca

Se você cria conteúdos que os usuários acham úteis, enquanto ainda segmenta para palavras sinônimas, você vai posicionar para várias palavras-chave de cauda longa que você nem mesmo direciona ativamente.

Use palavras-chave LSI para diversificar seus textos âncora e não correr risco de sofrer uma penalização para sua página. Lembre-se que a atualização do Google Hummingbird é sobre: a criação de uma grande experiência do usuário, que por sua vez leva a links naturais e orgânicos.

6.    Compreenda os Critérios de Qualidade do Google

O que realmente realmente é necessário para escapar do radar das penalizações do Google e sustentar seus rankins e tráfego nas ferramentas de busca? Bem, é preciso um entendimento dos critérios de qualidade do Google. Em outras palavras, você tem que saber como o algoritmo funciona e o que o Google vê como conteúdo de qualidade.

image12

Por meio do seu algoritmo sofisticado, O Google pode indexar mais de 100 milhões de gigabytes de informação e servir essas páginas de informações aos seus usuários de busca.

image83

Google é basicamente uma ferramenta de pesquisa e empresa de publicidade digital que permite aos usuários conseguirem as melhores respostas para suas perguntas ao digitar uma sequência de palavras.

Então, o Google percebe que sua responsabilidade é com o usuário de busca – e não com o proprietário do site. Se seus usuários não estão satisfeitos, o Google vai estar fora do negócio porque os anunciantes vão mudar para o Bing, Yahoo !,  ou publicidade no Facebook.

image15

Os Google spiders são programas de alta qualidade que rastreiam páginas na internet. Ao rastrearem, eles encontram links nessas páginas – tanto os links internos e quanto aqueles apontando para sites externos. Estas páginas frescas são então adicionadas à base de dados, conhecida como o “índice”.

image84

Google está desesperadamente à procura de novos conteúdos que as pessoas adoram – conteúdo que chama a atenção das pessoas e mantém as pessoas lendo e compartilhando – porque é isso que os usuários querem.

Aos olhos do Google, conteúdo ruim não significa necessariamente que o conteúdo que não contém informação útil, porque podem haver falhas no algoritmo do Google e, mais uma vez, se o conteúdo é “bom” é um julgamento subjetivo.

image17

Conteúdo atraente é o que o Google quer. Ou seja, posts de blogs, vídeos, podcasts, relatórios em PDF, white papers, artigos, comunicados de imprensa e qualquer outro tipo de conteúdo que obriga ou persuade as pessoas a passar o tempo lendo e compartilhando com os outros.

image30

Assim, entenda que os critérios de qualidade do Google são centrados em torno dos usuários. Google não inventou o termo “experiência do usuário” – na verdade, é um reflexo do desejo profundamente enraizado de cada ser humano para obter exatamente o que eles estão procurando.

E, sim, como um empresário de internet, você pode ajudar os outros com o seu conteúdo orientado a dados que resolve os problemas das pessoas ou as ajuda a alcançar um maior nível de sucesso.

Growing more and more

Por exemplo, as pessoas querem encontrar o parceiro certo quando se trata de relacionamentos românticos e casamentos. Mesmo no negócio, você quer que seu sócio te entenda, e entregue resultados impressionantes na hora certa.

Se você quer construir um blog que gera tráfego de busca constantemente, você tem que trabalhar duro para manter seus leitores e usuários engajados.

image49

Desde 2007, tenho criado e oferecido conteúdo de alta qualidade que eu poderia ter agrupado como um curso online custando US$ 99 ou US$ 199. Mas eu escolhi não fazer isso, por uma razão: para construir um forte nível de engajamento no meu blog e se tornar uma autoridade no processo.

Como resultado de doar conteúdo de alta qualidade ao longo dos anos, QuickSprout recebe agora bem mais de 700.000 visitantes por mês.

image20

Eu não sei exatamente quantos leads eu já gerei para o meu negócio de consultoria ao longo dos últimos 12 meses – mas o blog é um verdadeiro gerador de leads, e funciona melhor quando você foca no usuário.

image07

Claro, existem mais de 200 fatores de ranking do Google que determinam a posição de cada página na internet nos SERPs do Google. Ainda assim, todos eles estão direcionando para uma coisa: a experiência do usuário.

image53

Google só está preenchendo uma necessidade humana. Isto é igualmente importante em seu negócio. Quando você cria conteúdo, constrói links ou se comunica com as pessoas, busque as melhores maneiras de fazer as pessoas felizes.

image56

Afinal, a vida é mais do que simplesmente possuir bens materiais – é sobre impactar vidas no seu próprio mundo (neste caso, o seu público-alvo) e ajudá-los. Você pode até mesmo ajudá-los a encontrar um propósito na vida, se eles não tiverem feito isso ainda. Isso é o potencial de excelentes conteúdos que vêm do coração.

image04

Isso é exatamente o objetivo do algoritmo de busca do Google. Não há verdadeiro segredo para melhorar seus rankings. Não há necessidade de recorrer a práticas de SEO manipuladoras que vão acabar com seus esforços.

Então, realmente não importa se é Google Panda, Google Penguin ou o revolucionário “Google Hummingbird”, o propósito é tudo a mesma coisa.

Aqui estão os pontos principais:

i). Google Panda: O primeiro Panda foi lançado em fevereiro de 2011. As atualizações do Panda subsequentes têm se esforçado para se certificar que conteúdos úteis são recompensados. Sua responsabilidade como um escritor de conteúdo é criar conteúdo útil e detalhado que ajuda as pessoas.

Este tipo de conteúdo vai aumentar seu tráfego de busca, ranking e receita, porque você vai conseguir mais cliques e converter mais visitantes em clientes no seu blog.

image03

Um estudo recente do SocialTimes revelou que o primeiro resultado que aparece nas páginas de resultados de pesquisa provavelmente vão receber 17% mais cliques do que qualquer outro resultado.

Em outras palavras, quando alguém está à procura de informações sobre como iniciar um pequeno negócio e você está nesse mercado, o Google espera que você produza um artigo completo, vídeo ou qualquer um desses 15 tipos de conteúdo que geram tráfego.

O esforço que você coloca no seu conteúdo hoje irá produzir compartilhamentos sociais, tráfego de referência e de busca no futuro. Portanto, não desista quando você não vê resultados do dia para a noite.

image51

Não deixe que os usuários percam seu tempo à procura de respostas na internet, quando você tem as respostas que eles precisam. Em poucas palavras, evite conteúdo de baixa qualidade.

Não perca seu tempo e dinheiro desenvolvendo conteúdos pequenos também (300 – 500 palavras). Ao invés disso, foque em escrever artigos e posts de mais de 2.000 palavras semanalmente, porque um estudo recente mostra que o comprimento do conteúdo afeta significativamente ranking.

image36

E é melhor não segmentar para quaisquer palavras-chave do que encher seus conteúdos de palavras-chave.

ii). Google Penguin: Essa foi a segunda atualização de algoritmo mais significativa antes Hummingbird. O foco principal é na qualidade dos links que você ganha (naturalmente).

Sim, o Google ainda é sobre ganhar links. O Google não querem que você compre ou troque links com outros blogs. Ele quer que você ganhe eles.

image75

Claro, eu ainda procuro oportunidades de link building, mas eles têm que ser adaptados para atender este objetivo, e, eventualmente, me ajudar a ganhar links naturalmente, em vez de pagar por eles ou fazer coisas sem escrúpulos.

image81

Novamente, tudo é sobre os usuários. Conteúdos, páginas, temas e links devem ser primeiramente para os usuários, e não para as ferramentas de busca. Pergunte a si mesmo: Será que você adicionaria um link específico se não existissem as ferramentas de busca? Links ou textos ocultos, esquemas de links e excesso de otimização nos seus textos âncora vai lhe trazer problemas.

Por outro lado, os links apontando para suas páginas internas também devem ser úteis e naturais.

image76

De acordo com Matt Cutts, o propósito do SEO não é fazer com que os links e texto âncora pareçam naturais, porque você não pode fazer com sucesso isso. Em vez disso, escrever a partir do seu coração e se concentrar em ajudar os usuários a encontrar a melhor resposta. Dessa forma, os resultados aparecem naturalmente.

image35

Eu descobri que essa afirmação era verdadeira especialmente com este blog. Eu não obedeço a qualquer norma texto âncora (apesar de eu tentar diversificar a minha abordagem). Mas eu não seleciono textos âncora ou páginas da web para se conectar antes de escrever o meu post. Eu só faço isso naturalmente e está funcionando. Você pode querer seguir minha estratégia também.

iii). Google Hummingbird: Hummingbird não foi apenas uma atualização ou um ajuste – foi uma mudança completa no algoritmo do Google.

A estratégia que foi tendência em 2013 não é mais eficaz em 2015. Veja o que SEO costumava ser contra o que é agora:

image69

Antes do Hummingbird trazer uma nova mentalidade para o marketing de conteúdo, 44% dos profissionais de marketing tentaram desesperadamente classificar suas palavras-chave altamente nos resultados de pesquisa.

image67

Para a maioria dos proprietários de site e redatores, o foco do SEO era na aspersão de palavras-chaves rentáveis na tela, em seguida, envolver os artigos em torno delas. Eles nunca consideraram a pessoa do outro lado, que tem um problema e precisa desesperadamente de uma solução.

A melhor prática de SEO que funciona hoje está centrada no que Hummingbird trouxe para a web: busca de conversação.

image24

Você vai notar que os resultados da busca não são relevantes, úteis e detalhados. O Google geralmente puxa os dados dos seus recursos – o Knowledge Graph – juntamente com sinais sociais relevantes para entender o significado das palavras e frases como eles são digitados na caixa de pesquisa.

image18

Hoje, os usuários encontram exatamente o que estão procurando e Google está feliz porque eles vão continuar a atrair anunciantes e ganhar mais dinheiro.

7.    Foque na Relevância dos Links

Se você quiser conseguir mais valor – tráfego, rankings e reconhecimento da marca – pelas ferramentas de busca, foque em links relevantes e de qualidade.

Rankings orgânicos podem levar tempo para se concretizarem, mas em breve você vai descobrir que é mais rentável do que a busca paga no longo prazo. De acordo com ImForza, 70% dos links que usuários clicam são orgânicos. E três quartos de todos os usuários de pesquisa nunca sequer passam da primeira página de resultados.

image104

Conseguir inbound links relevantes para o seu site não é tão difícil como a maioria das pessoas pensa. No blog do Google Webmasters, existem dicas simples e eficazes para ajudá-lo a desenvolver uma estratégia de inbound links que funciona.

image48

Links que agregam valor para o usuário em primeiro lugar sempre vão produzir resultados de pesquisa significativos.

image68

Na verdade, quando você começa a ensinar às pessoas coisas novas, mostrar os seus conhecimentos, entrevistar personalidades influentes no seu mercado e gerar valor no seu site, você naturalmente vai conseguir links relevantes. Isso porque muitas pessoas do seu mercado alvo vão compartilhar, citar e recomendar o seu conteúdo para outros.

image82

Para conseguir esses merecidos inbound links, você tem que conhecer o seu público-alvo e apenas escrever o conteúdo que é relevante para eles. Tal conteúdo deve ser focado especialmente para um grupo de pessoas antes que ele possa ser reconhecido. Se você fizer da maneira correta, os usuários vão achar seu conteúdo útil e recomendar a outros, da mesma forma que consumidores recomendam os melhores restaurantes para os seus amigos, sem qualquer recompensa.

image40

É importante notar que os livros no topo da lista dos mais vendidos não estão lá porque eles são os melhores livros. É mais sobre estar disponível no momento certo. Autores escrevem livros. Leitores fazem esses livros best-sellers. Artistas lançam músicas, mas ouvintes as tornam populares.

Drake Performing At The Fox Theater

No mesmo sentido, as avaliações de clientes e compartilhamentos sociais são os métodos mais fáceis e seguros de construção de links relevantes.

image98

Por exemplo, há alguns meses atrás, eu publiquei um artigo detalhado intitulado “Como se tornar um blogueiro Produtivo em 2015.

Eu nem sequer procurei por links de outros blogs. No entanto, 35 blogs relevantes fizeram link para esse conteúdo, o que levou a mais de 80 links exclusivos para uma única página. Não é ruim!

image61

Quantos compartilhamentos sociais esse artigo detalhado gerou nos últimos meses? Vamos ver:

image29

Se você estiver usando guest posts para criar links de qualidade, você deve se concentrar em blogs relevantes do seu nicho. Por exemplo, eu contribuo regularmente ao Search Engine Journal. Quando eu faço links para o meu blog, tenho certeza que a página que eu linkar é relevante para o tema de alguma forma.

Por exemplo, em um guest post recente que eu fiz para o SEJ onde falei sobre o crescimento de tráfego orgânico, sem gerar mais conteúdo, eu criei um link para uma página do QuickSprout sobre como o comprimento do conteúdo afeta o ranking.

image59

Se você observar de perto, você vai descobrir que eu não otimizei o texto âncora. O Google poderia ver isso como uma técnica de spam e me penalizar (talvez não hoje, mas no futuro).

O objetivo é permitir que o texto âncora flua com o seu conteúdo e não pareça spam, otimizados em excesso para palavras-chave, ou muito curtos (a menos que você esteja linkando para a URL da marca – por exemplo, Quicksprout.com).

Certifique-se de que o seu texto âncora contém quatro a oito palavras. Isso parece mais natural, Shaun Anderson e outros renomados consultores de SEO concordam com isso.

image28

Lembre-se que os links relevantes são medidos principalmente pelo texto âncora. Se o texto âncora é natural, e contém palavras-chave e URLs, você vai conseguir um melhor desempenho da pesquisa.

Darren Rowse, fundador da Problogger.net, usa palavras-chave de marca, frases naturais e URLs em seus textos âncora.

image74

Quando o texto âncora não é otimizado em excesso para as palavras-chave alvo, o Google percebe esses links como editoriais, porque redatores, blogueiros e donos de sites não sabem a palavra-chave principal. Em vez disso, eles vão usar o que parece certo e relevante para eles.

Para o Problogger.net, a maioria dos seus textos âncora e inbound links (links de outros sites) são relevantes para “blogs” ou “marketing digital.” Dê uma olhada em alguns dos textos âncora, cortesia da Backlinkwatch.com:

image44

8.    Consiga Algum Link Juice Nofollow

Links nofollow podem ser o tesouro escondido na sua aventura pelo SEO. Como Nicole Kohler diz, “o sucesso na internet se resume a você estar no lugar certo com o conteúdo certo, na hora certa.”

image60

Então, se você conseguir seja links dofollow ou inteiramente nofollow, saiba: um link nofollow feito pelo blog/página certo ainda pode resultar em centenas de links dofollow de outros sites de autoridade, que têm enorme influência social, muitas páginas indexadas, e marcas reconhecidas.

image66

Por exemplo, eu prefiro ter links nofollow de sites como BusinessWeek, Moz, Forbes, BBC, do que links dofollow de blogs que não têm grande importância na internet.

image08

Para ajudá-lo a compreender plenamente links nofollow e como o Google os enxerga, aqui está o que Matt Cutts tinha a dizer no Blog do Google Webmasters:

image54

A fim de permanecer fora do radar das penalidades do Google, construir deliberadamente algum link juice nofollow. Este é o lugar onde a maioria dos blogueiros e profissionais de marketing de conteúdo cometem um erro. Eles se concentram em dofollow links, porque eles foram ensinados por especialistas que nofollow links não têm qualquer valor.

Bem, em grande escala, isso é correto. Nofollow links não vão melhorar seus rankings de busca de qualquer maneira, mas afetam seus rankings indiretamente. Como?

Quando nofollow links são clicados e os usuários encontram a página referida útil, eles vão ficar por lá para ler o conteúdo, ler comentários sobre o produto, bem como compartilhar o link. Este é uma das melhores práticas de SEO para e-commerce.

goldfish in cart - e-commerce concept

Google recomenda que você adicionar a tag nofollow (rel = “nofollow”) para links destinados a manipular o pagerank ou desempenho do site. Essas métricas devem acontecer naturalmente, de acordo com o algoritmo do Google, e não através de qualquer força bruta ou estratégia de blackhat de SEO.

Como eu disse anteriormente, links nofollow podem enviar 206% mais tráfego para seu blog se eles aparecem em um site de autoridade com muitos visitantes mensais.

image26

E quando seus links são clicados muitas vezes (se são dofollow ou nofollow), o Google vai perceber essas ligações como úteis e recompensar a página da maneira deles. É claro, pode não levar a resultados imediatos, mas SEO eficaz é um jogo de longo prazo.

Para obter mais cliques nos seus links, cerque os links com o conteúdo certo para ajudar seus leitores. Este foi exatamente o que Buffer fez e conseguiu 100% mais cliques para seus links.

image89

9.    Leve Tráfego Para Seus Links

Em primeiro lugar, seus links devem ser atraentes, conter o texto âncora certo e adicionar mais valor para o leitor. Buffer foi capaz de aumentar os cliques nos links em seus posts aprimorando o texto em torno do link para torná-lo extremamente atraente e relevante.

image45

A mesma regra se aplica ao e-mail marketing. MailChimp descobriu que os assinantes double opt-in (que precisam confirmar suas assinaturas por e-mail) normalmente clicam nos títulos dos e-mails mais vezes do os assinantes single opt-in (que precisam apenas preencher o formulário).

image52

O blog é fundamental para gerar tráfego para seu site e conseguir links. Uma estatística da Hubspot descobriu que, em média, “as empresas que possuem blog tem 434% mais páginas indexadas” do que aquelas que não o fazem.

image77

HubSpot também relatou que 69% dos negócios online acreditam que o blog é uma ótima maneira de gerar leads.

Isso mostra que a melhor e mais fácil maneira de direcionar o tráfego para seus links é ser consistente no blog. É a mesma coisa para qualquer objetivo – se você quer construir músculos, perder peso, ficar saudável ou falar em um evento, não há nenhum atalho: você tem que ser consistente.

Use calls to action (chamadas para ação) para seus links, tanto quanto possível. Não basta deixar seus links em outros sites e esperar que os leitores vão entender o que você quer que eles façam. Não funciona dessa forma.

Siga esta antiga regra: Se você quer que as pessoas cliquem no link ou visitem o seu site, peça para eles o fazerem (por exemplo, “clique aqui“).

image41

Se você acredita que o seu link levará o usuário diretamente a uma informação útil e mais detalhada, não esconda esse fato. Caso contrário, é como alguém que pensa que sua ideia vai mudar o mundo, mas nunca a compartilha com o mundo.

image93

Não deixe quieto. Cerque seu texto âncora com ideias convincentes para que os leitores queiram clicar e visitar a sua página. Pat FlynnBrian Dean fazem isso melhor do que a maioria dos blogueiros por aí:

image22

Aos olhos do Google, inbound links clicados que levam tráfego de um blog médio com menor autoridade de domínio e autoridade da página são realmente muito mais poderosos do que os links inativos de um blog popular. Seus links não devem ficar parados esperando ser clicados durante o dia todo. Você deve fazer as pessoas querer clicar.

image39

Relevância é agora mais poderoso do que autoridade. E quando esse blog relevante tem autoridade, então você vai “ter a faca e o queijo na mão.”

Gregory Ciotti, o estrategista de marketing da HelpScout, usa chamadas para ação não-insistentes nos seus links. Seu foco é gerar tráfego para o site deles Help Desk Solutions, e não manipular ou melhorar o desempenho da pesquisa em si.

image102

Pergunte a si mesmo estas perguntas:

  • Será que este link fornece valor para o leitor?
  • Será que vai fazer o leitor mais feliz e melhor do que estavam antes de clicar nele?

Se o link não cumpre os critérios acima, não o inclua.

10.  Alertas do Google para Recuperação de Links

É fácil ganhar links de qualidade de recuperação. Há um tutorial passo a passo para a recuperação de links quebrados que apontam para páginas 404 do seu site no Linkerati. Você realmente tem que estudar a sua conta do Google Webmasters, a fim de obter uma compreensão completa sobre este assunto.

Compreender o poder das menções nas mídias sociais é fundamental para a construção da marca. Por exemplo, Samsung Galaxy S4 ganhou quase 90.000 menções sociais, em uma hora, e um aumento de 67% em menções positivas de diferentes regiões.

image79

No entanto, você pode recuperar links de qualidade de sites de autoridade que mencionam termos-chave relacionados à sua marca.

image103

Para saber quais sites estão mencionando você e quais textos âncora que eles estão usando, use o Alertas do Google. Alertas do Google te ajuda a monitorar a internet, e você vai receber e-mails sempre que a URL do seu site, palavras-chave, nome pessoal, ou alguma outra frase que você especificar é mencionado na web. Veja como configurá-lo:

Passo um: Entre no Alertas do Google com sua conta do Gmail.

image00

Por exemplo, eu poderia digitar estratégia de marketing de conteúdo na caixa de pesquisa, porque esse é o meu nicho. E lembre-se que estamos interessados nos sites do mercado e mídia relevantes que citam seu link.

Passo dois: Configure o seu alerta, usando palavras-chave relevantes.

image31

Idealmente, você também deve configurar alertas para seus nomes de marca (por exemplo, Neil Patel) ou a URL do blog (por exemplo Quicksprout.com).

image85

Então, como você ganha links dos Alertas do Google? Bem, quando alguém menciona sua URL ou seu nome no site dele ou de outra pessoa, você quer que eles para linkem para você, certo?

Bem, conseguir esse link é mais fácil, porque você já estabeleceu confiança. Caso contrário, você não iria receber a menção em primeiro lugar.

Para tirar o máximo proveito dessa oportunidade de link building, você pode querer seguir o conselho de Kristi Hine em Cognitive SEO:

Cada vez que você é mencionado em outros blogs e sites, cheque para garantir que você está recebendo um link do site. Se o site não está linkando para você, ou se eles estão linkando para uma página que você não confia, você pode lhes pedir para alterar o link. Tudo que você tem a fazer é enviar um e-mail de divulgação amigável para o editor, autor ou administrador do site. Aqui está um modelo de e-mail de divulgação para link buildings quebrados.

image27

Se eles acharem seu novo link relevante e útil, eles vão responder positivamente ao seu pedido. Basta ter paciência e esperar com sabedoria.

Alertas do Google trabalha em várias facetas do marketing digital. Por exemplo, Irish Charity Lab usou Alertas do Google para economizar tempo através de monitoramento de mídia.

image97

Lunametrics melhorou a reputação da gestão online dos seus clientes e o tráfego de busca através da criação de Alertas do Google, otimizando para palavras-chave de marca com erros ortográficos e outras expressões positivas.

image10

11.  Ganhe Links de Sites Otimizados Para Dispositivos Móveis

Em 21 de abril de 2015 o Google adicionou a otimização para dispositivos móveis no seu algoritmo de classificação. Como um profissional de marketing de conteúdo, é o seu dever de garantir que seus inbound links são provenientes de sites que são responsivos.

Seu público-alvo está navegando agora na Internet nos seus dispositivos móveis. Uma estatística recente mostra que 33,4% do tráfego na internet é a partir de plataformas móveis.

image21

E aplicativos móveis estão se tornando a principal plataforma que os consumidores usam para acessar e comprar produtos e serviços online.

De acordo com Smart Insights, aplicativos são responsáveis por 89% do tempo gasto em dispositivos móveis pelos consumidores. Esta porcentagem deverá crescer nos próximos meses.

Dê uma olhada em estatísticas de mobile marketing mais surpreendentes na Higher Visibility. Estes dados mostram porque você deve se concentrar em conseguir links de sites responsivos, quando está dentro de seu controle (por exemplo, através de guest posts).

image88

Claro, você pode não ter 100% de controle sobre seus inbound links – especialmente quando outras pessoas mencionam você.

Mas se você quer construir links por si mesmo, você precisa determinar o status do site, porque nos próximos meses, se um site não é responsivo e você tem um backlink para sua página, isso pode não ajudar seus rankings para dispositivos móveis em comparação com um site responsivo que fez link para você.

Então como é que você sabe que um site é responsivo ou otimizado para dispositivos móveis?

Vá para a ferramenta de teste do Google. Insira a URL do site (por exemplo, business2community.com) de onde você quer construir links, para verificar se é ou não é responsivo. Em seguida, clique em “analisar”.

image86

Em seguida, esperar a página para analisar a URL do site e dar-lhe o resultado:

image105

A URL do blog (business2community.com) é responsivo e, como tal, seus links serão amigáveis ao Google, assumindo que todos os outros critérios importantes de conexão são otimizados para os usuários.

image80

Aqui é a versão móvel do blog que você verificado:

image37

12.  Estude a Concorrência, e Então, Defina Seu Próprio Plano de Links

A última estratégia que você deve empregar ao mapear sua estratégia de link building é a análise competitiva. Uma única ideia dos seus concorrentes pode ser um caminho para uma melhor tomada de decisão.

image57

e você está tendo resultados fracos, e quer descobrir o que a sua concorrência está fazendo para ficar à frente de você, pare de ser o geek e apenas aprenda com eles.

man looking at his big boss

Isto significa estudar técnicas dos seus concorrentes para determinar como eles conseguem resultados e quais os fatores que fazem esses resultados possíveis.

E quando se trata de estratégias de link building, você tem que se manter atualizado. Por exemplo, guest posts costumavam funcionar e ainda funcionam, mas ganhar mídia, links editoriais ou menções da marca pode proporcionar um resultado melhor.

image107

Esses links editoriais que aparecem dentro do conteúdo, envolvidos em torno de texto relevante que você não inicia ou participa, geralmente tem um peso significativo no SEO. Na verdade, quase 90% dos entrevistados em uma pesquisa realizada pela SEJ concordam que os links editoriais vão certamente melhorar o tráfego de busca:

image91

Profissionais de marketing medíocres preferem cometer erros e aprender com eles. Isso não é ruim, mas há algo melhor. Os profissionais de marketing inteligentes aprendem com os erros dos outros.

image92

Em primeiro lugar, vamos verificar a velocidade do site dos seus concorrentes. Se os seus maiores concorrentes são SocialTriggers.com, TheRiseToTheTop.com, e MarieForleo.com, e você quer saber qual deles carrega mais rapidamente, aqui está como descobrir:

Passo um: Vá ao Quicksprout.com. Insira sua própria URL na caixa de busca e clique em “login com o Google.”

image34

Passo dois: Compare com os seus concorrentes. Com seu blog URL ainda na caixa principal de pesquisa, clique no sinal (+) para expandir e adicionar URLs dos seus concorrentes:

image02

Em seguida, adicione as URLs dos seus concorrentes em cada caixa de busca e clique em “Pesquisar”.

image09

Passo três: Analise os tempos de carregamento dos sites.

image43

Desde que textos âncora são tão importantes para o links building, você pode querer verificar qual a porcentagem de textos âncora dos seus concorrentes utilizam as palavras-chave de marca, URLs de marca e termos-chave genéricos.

image62

Simplesmente insira a URL do blog de um concorrente no Openlinkprofiler.com e clique em “analisar backlinks.”

image78

Em seguida, clique em texto âncora para encontrar o percentual de marca versus palavras-chave:

image95

Aqui estão os textos âncora. Tome nota também no comprimento, estrutura e de onde eles conseguiram os inbound links.

image47

Na imagem acima, você pode ver que a maioria dos links que apontam para o blog de David Siteman, therisetothetop.com, são nomes de marcas e URLs, com algumas palavras-chave naturais combinando palavras genéricas e palavras-chave alvo. Não admira que o blog consegue excelentes resultados nas ferramentas de busca.

Agora que você já viu a estratégia do seu concorrente, tudo que você tem a fazer é replicar na sua estratégia e você vai conseguir grandes resultados de SEO não importando qual é o seu nicho. No entanto, não espere os mesmos resultados, porque isso nunca vai acontecer.

image25

Nota: O propósito de realizar uma análise da concorrência não é fazer a guerra ou lutar contra grandes sites de marca ou páginas da internet.

image33

Em vez disso, você quer encontrar formas de complementar seus próprios esforços. Se houver qualquer área ou estratégia que eles não exploraram totalmente no marketing de conteúdo deles, você pode sair na frente e colher os frutos.

Quanto mais você estudar seus concorrentes e aprender com eles, mais as suas perguntas serão respondidas, sem ter de recorrer a qualquer tipo de técnica de blackhat ou práticas de SEO manipuladoras.

Conclusão

Se você olhar para qualquer site de autoridade que consegue resultados excepcionais nas ferramentas de busca, você vai notar duas coisas:

No entanto, note que essas 12 táticas não estão gravadas em pedra. Sinta-se livre para descobrir ou inventar novas táticas ao longo do caminho, e se você puder, por favor, compartilhe a sua própria estratégia para a construção de tráfego do blog e os links naturalmente.

Quais táticas que você usa para link building?

Share