Como Fazer Auditoria de SEO no Site em 45 Minutos

seo audit

Fazer auditoria de SEO no seu site não é uma opção. É uma necessidade.

Se você quer direcionar tráfego orgânico para o seu site e melhorar sua posição na classificação de busca, você precisa fazer auditoria de SEO regularmente no seu site. A auditoria de SEO no site é realmente o primeiro passo para qualquer campanha de SEO eficaz.

Usuários de busca são motivados e centrados. Se você conseguir atraí-los, você vai ter um salto nas conversões.

SEO é a alma do seu negócio, tanto quanto o tráfego orgânico é preocupante. Se sua página não está se saindo bem e os usuários de pesquisa estão precisando de fazer esforço para encontrá-la nos resultados, é provável que você falhe no SEO.

Melhorar o ranking nas pesquisas é a maneira mais fácil de crescer seu negócio online. Uma pesquisa do Google sobre o comportamento da pesquisa descobriu que “50% dos consumidores que fizeram uma busca em seus smartphones visitaram a loja com menos de um dia, e 34% dos que pesquisaram no computador/tablet também.”

Mesmo se você decidir contratar um consultor de SEO ou uma agência para gerenciar seu site, é importante ter um processo de auditoria de SEO eficiente para determinar a qualidade do serviço que você está recebendo.

Uma auditoria de SEO eficiente te ajuda a descobrir o que está errado no seu site ou sua página e quais áreas você precisa lidar primeiro.

Mas é vital para começar, partir de onde você está. Você pode começar em uma pequena escala e determinar como desenvolver uma campanha de otimização eficaz que atenda um público maior, global.

A maioria das pessoas acha que é complicado fazer a auditoria de SEO de um site para melhorar sua performance nas buscas.

Deseja conduzir uma auditoria de SEO no menor tempo possível? Então, vale a pena baixar este guia.

Se você não sabe o que fazer, isso pode ser uma tarefa assustadora. Mas não tenha medo – este artigo vai orientá-lo!

Antes de Você Começar Sua Auditoria de SEO no Site

Antes de você começar com a sua auditoria de SEO no site, certifique-se de…

  • Verificar o alcance do nome do seu negócio e a visibilidade de nome, do endereço e do telefone (NAP) desse.
  • Estudar a cidade do seu negócio e a geografia local.
  • Mergulhe profundamente no seu site ou blog.
  • Consiga dados úteis acerca das análises de competidores.

Passo #1: Conduza uma análise extensiva da palavra-chave

Basear-se somente no marketing dos mecanismos de busca (SEM) para conduzir leads e clientes pode certamente funcionar. Entretanto, pode levar algum tempo.

Profissionais de marketing estão aproveitando dos mecanismos de buscas para atingir seu público. De acordo com o Regalix, “96% dos profissionais de marketing usam o marketing do mecanismo de busca para fornecer conteúdo informativo e educativo.”

Se você quer ter os melhores resultados de SEM, você precisa começar a fazer a auditoria de SEO no seu site pela ferramenta de construção básica: a palavra-chave.

Palavras-chave determinam a força do seu site ou página. Não importa quais estratégias avançadas você usa nos seus esforços de otimização de busca, a análise da palavra-chave tem que ser a sua prioridade.

Se você não souber quais palavras-chave te colocam em boas posições no ranking de busca e quais têm baixo desempenho, você vai falhar, mesmo que você construa links inbound de autoridade.

Mesmo que o Google não use mais as palavras-chave como o primeiro fator de ranking, as decisões do ranking orgânico ainda são feitas baseadas nas palavras-chave temáticas.

Para conduzir uma análise de palavras-chave e descobrir qual delas está trazendo pesquisas orgânicas e visitantes para o seu site, siga o simples processo:

i).    Entre no SEMrush.com. Na página inicial, digite o URL do seu site (ex., nutritionsecrets.com). Depois clique na opção “buscar” do lado direito:

image01

ii).   Analise as palavras-chave orgânicas. Você vai ver então os resultados da performance da sua palavra-chave orgânica. Preste atenção nas palavras-chave orgânicas e às posições delas (aonde elas estão posicionadas no momento).

image18

iii).   Verifique as páginas dos melhores resultados orgânicos. Você precisa saber quais concorrentes estão se posicionando melhor que você. Simplesmente digite uma das suas palavras-chave no mecanismo de busca, tipo assim:

image12

iv). Aprofunde nas pesquisas locais. Agora, vamos fazer isso no contexto da busca SEO de palavra-chave.

O propósito de aprofundar nas pesquisas locais é para descobrir se existem empresas que competem com você para certas palavras-chave.  Tanto nos resultados de pesquisa orgânica e quanto nos resultados pagos (AdWords).

Para ser eficaz nisso, vamos assumir que você é um “consultor de mídia social em Houston”. Tudo que você deve fazer é colocar essa frase-chave no mecanismo de busca e você vai ver os concorrentes:

image28

Existe uma intenção para o seu negócio? Se você encontrou concorrentes executando anúncios do Google de forma consistente, é um sinal que os consumidores estão procurando as palavras-chave e vão ser mais propensos a comprar um produto, a autorizar o recebimento de email e a ler conteúdo informativo.

Isso mostra que, é ideal incluir na sua página a palavra-chave que está gerando busca orgânica.

Garanta que os META DADOS do seu site tenham palavras-chave  que sejam relevantes e modificadas geograficamente. O título e as descrições de dados do seu site possuem a palavra-chave correta – por exemplo, “sua palavra-chave + estado” ou “especialista em SEO Nova Jersey”?

Existem duas maneiras de verificar isso. Elas incluem:

Verificação manual: Você pode olhar manualmente o código fonte do seu site. Tudo que você tem que fazer é clicar com botão direito no seu site e selecionar “ver código fonte”.

image10

Use uma ferramenta: Você pode também usar a ferramenta Screaming Frog SEO spider para verificar seus metadados.

Para estar no lado seguro, quando estiver analisando seus metadados, certifique-se de que o título contém menos que 55 caracteres e que a descrição não passe de 155 caracteres. Você pode facilmente usar essa ferramenta de contagem de caractere para ter uma contagem mais rápida e apurada.

Seu título tem que ser relevante e conter a palavra-chave que você está alvejando, além das palavras-chave geo-modificadas (por exemplo, palavras-chave que contenham o estado, a cidade ou o país que você está localizado). Veja os exemplos abaixo:

image21

Palavras-chave Geo-modificadas vs. geo-destinadas: A maioria dos SEOs acha que esses dois termos significam a mesma coisa. Mas não é bem assim.

Geo-modificar uma palavra-chave significa que você está adicionando qualificadores, como o nome da cidade, do estado ou do país, à sua palavra-chave primária. Alguns exemplos de frases geo-modificadas são:

  • desenvolvedor de web em Minnesota
  • encanador em Los Angeles
  • empresa de construção em Vancouver 
  • faça dinheiro online na Índia

Por outro lado, geo-destinar significa que você aponta ou destina um grupo de palavras-chave para um mercado ou público específico, baseado na geografia.

Essas palavras-chave podem ou não ser modificadas de qualquer forma. Elas ainda podem ser as palavras-chave típicas, destinadas a uma localização geográfica em particular.

Por exemplo, você pode facilmente geo-destinar frases-chave aos clientes do Reino Unido, ou EUA:

  • agência de mídia social digital
  • serviços de marketing digital
  • oportunidade de renda trabalhando em casa
  • pacotes de design gráfico

Durante um processo de auditoria de SEO é ideal que você tenha um olhar mais atento tanto para as frases com palavras-chave geo-modificadas, quanto para as geo-direcionadas, porque os clientes de uma cidade ou estado em particular geralmente procuram por elas.

Por exemplo, se eu quero contratar um profissional de design gráfico no Texas, eu poderia usar qualquer um desses termos de busca:

  • serviço profissional de design gráfico
  • profissional de design gráfico TX
  • melhores designers gráfico do Texas
  • melhor profissional de design gráfico
  • soluções online de design gráfico

Dependendo do que eu estou procurando em um designer gráfico, o uso de cada um dos termos de pesquisa (isto é, palavra-chave) acima facilita minha busca.

Lembre que você pode geo-destinar um grupo particular de palavras-chave a uma localização que vai melhorar sua taxa de conversão.

Passo #2:  Buscar pela empresa no Google e em outros mecanismos de busca

Uma das coisas mais simples que você pode fazer é pesquisar pelo nome do seu negócio no Google e determinar a visibilidade desse. Deve ter um alinhamento entre os seus resultados de busca e o nome do seu negócio.

Você está basicamente conectando o nome e as características do seu negócio com seus resultados de busca orgânica. A maioria dos negócios locais (ex., restaurantes, lojas de varejo) gera usuários de busca para o próprio site, mas esses pesquisadores podem não estar interessados nos negócios deles, especialmente se não estiverem na mesma localização geográfica.

É assim que funciona: Se eu estou na Georgia e preciso comer em algum restaurante nas proximidades, eu não estarei interessado em restaurantes do Texas ou Iowa. O que eu procuro é um restaurante na cidade onde estou.

E, se você é dono de um restaurante desse tipo, você quer garantir que as pessoas sejam direcionadas ao seu site, certo?

Então, fazer uma auditoria de SEO no seu site, começa pela busca do nome do seu negócio em todos os mecanismos de busca, especialmente no Google. Certifique-se de pesquisar por “nome do seu negócio + cidade”.

Aqui está um resultado típico:

image15

De relance, você pode ver que o resultado de busca para “Bob Hamilton Plumbing Kansas” retorna algumas listagens locais ao lado do gráfico do conhecimento.

Na verdade, o Google reconhece e dá crédito ao nome da empresa com o site. Isso tende a acontecer se o negócio já andou aparecendo pelos resultados de busca.

A próxima coisa que você vai precisar fazer é verificar se o nome do seu negócio está ligado ao perfil do Google+. O link do Google+ está aparecendo nas listagens de busca orgânica?

É crucial que o link da página do Google+ apareça quando você busca pelo nome do seu negócio, porque isso mostra o nível de alcance, de influência e de proeminência relativa que a marca do seu negócio tem em sua localidade.

Na listagem de busca abaixo, você vai notar que o link da página do Google+ não aparece. Existem quatro principais razões para isso acontecer:

  • Não ter a página do negócio no Google+
  • página do Google+ não está atualizada
  • O Google falha em associar o site com a página do Google+
  • Talvez o site tenha sido penalizado

No exemplo de listagem de busca abaixo, outro negócio, “B&L Plumbing,” não tem uma página do Google+ visível, mas a página do Facebook está aparecendo. Todas as páginas de mídia social disponíveis devem aparecer quando o nome de um negócio é procurado localmente.

A razão é simples: Clientes devem ser capazes de contatar o negócio através do site, de um endereço físico ou por meio de qualquer perfil em páginas de mídia social.

Considere a pesquisa de marca: Usuários de busca normalmente procuram por um negócio em particular usando palavras-chave de marca (ex., Brian Dean SEO). Se você quer que seu negócio tenha visibilidade quando pesquisas de marca estiverem disponíveis, você precisa reivindicar seus anúncios no Google Meu Negócio.

image11

Quando você reivindica seus anúncios no Google Meu Negócio, você aproveita destes três benefícios:

  • Você aparece em resultados locais
  • Você dá aos clientes informação apurada dos seus negócios e produtos
  • Você constrói relações mais duradouras com os membros do seu público-alvo.

Reivindicar seus anúncios geralmente resolve o problema das pesquisas de marcas locais não mostrarem o site do seu negócio ou sua página do Google+.

Quando você reivindica seus anúncios, o Google sincroniza seu negócio com o conhecimento gráfico para que você também possa ajudar os seus pesquisadores locais a conhecerem mais sobre o seu negócio.

Nota: Se o seu negócio não está aparecendo no painel de conhecimento dos resultados de busca orgânica da sua marca, existem várias maneiras de você consertar isso. O post do Mike Blumenthal te mostra todas elas.

Passo #3:  Examine a Página do Google+ para acessar page health

Um SEO eficaz começa com otimizações on-page. Então, quando você completá-las com sucesso, você pode seguir para as otimizações off-page e a construção de link inbound.

Você deve analisar tudo que está conectado com o Google, inclusive o Google+. É tudo interligado. Quando você melhora a performance do seu site nas buscas, você gera mais renda para o seu negócio.

image06

Sim, o Google dividiu a plataforma de mídia social Google+ original em partes úteis. Entretanto o Hangout continua lá, e os profissionais de marketing de todas as esferas da vida o utilizam ativamente, especialmente para sediar reuniões virtuais.

Em uma tentativa de recuperar o Google+, um aspecto que deixa as pessoas particularmente animadas tem sido a maior prioridade: listagem de negócios locais no Google+.

Para fazer da auditoria de SEO no seu site um sucesso, é importante que você examine sua página no Google+ e avalie a “saúde da página”.

image20

Algumas preocupações específicas que você deveria procurar incluir são:

  • Descrições Spammy
  • Escolhas de categorias fracas
  • Listagens não estão aparecendo devidamente

Siga essas dicas para melhorar a saúde da página no Google+ do seu negócio:

i).   Escreva descrições simples: Certifique-se de que sua descrição, que funciona como uma cópia da página Google+ do seu negócio, seja amigável. As pessoas clicam nos resultados, para conhecer mais do seu negócio, com base nas descrições convincentes.

Enfim, faça uma descrição voltada para as pessoas, e não para os mecanismos de busca.

ii).   Não encha de palavras-chave: Não tem necessidade de lotar sua descrição de palavras-chave. Assim como copiar o seu site e seu conteúdo, encher de palavras-chave não vai ajudar. Pode até diminuir a habilidade da sua página de ficar bem no ranking dos resultados de busca orgânica da marca.

iii).  Atribua a categoria apropriada: Não importa qual tipo de negócio você comanda, existe uma categoria adequada para você. Como um princípio básico, sua principal categoria deve refletir seu principal negócio (ex., John Conti Coffee deve estar categorizado como Comidas e Bebidas).

Vários negócios locais são colocados acidentalmente em categorias irrelevantes ao invés das categorias principais. Se esse for o caso, remova e aponte essas outras categorias.

Para encontrar as categorias ligadas ao seu negócio na listagem de negócios locais, vá até o mapa de mercado do Google.

Na caixa de busca, digite o nome do seu negócio e clique no ícone de busca azul ao lado direito. Você vai conseguir ver as categorias:

image07

iv).   Acompanhe seus comentários: Comentários são poderosos, porque eles mostram o que os clientes estão realmente pensando do seu negócio. Na verdade, Search Engine Land descobriu que 72% dos clientes acreditam o mesmo tanto nos comentários online que nas recomendações das pessoas que conhecem, fora da internet.

image14

Outra coisa importante que você tem que fazer é garantir que as informações de contato (ex., endereço, telefone, horário de funcionamento, etc) estejam claramente especificadas.

Dê uma descrição concisa do seu negócio. Você pode também, dar um passo a frente e mencionar os benefícios da sua marca – por exemplo, “distante 7-minutos de carro do aeroporto.

Passo #4:  Fazer auditoria de conteúdo duplicado no site ou no blog da empresa

Você é penalizado por qualquer conteúdo duplicado, certo?

Errado.

As únicas páginas de conteúdo duplicado que são penalizadas são as de conteúdo spam, que fornecem experiências ruins aos usuários.

Já estou no mundo do SEO há muito tempo para saber que a penalidade por conteúdo duplicado, como previsto pela maioria dos profissionais de marketing, não existe.

Mas, não se limite à acreditar na minha palavra. No Centro de Ajuda do Console do Pesquisador Google, você aprende que o Google está bem ciente dos conteúdos duplicados não maliciosos, como:

  • Fóruns de discussão que podem gerar direcionamento de páginas normais e despojadas nos dispositivos móveis
  • Mostrar ou conectar itens de lojas usando vários URLs
  • Versões páginas para impressão

Isso é conteúdo duplicado, mas não o tipo de conteúdo que o Google quer se livrar.

Quando você tem bloqueios consideráveis de conteúdo no seu domínio, você pode simplesmente dizer ao Google Spider qual das páginas indexar.

Isso porque o Spider vai encontrar o dilema de qual URL deve aparecer nas páginas dos resultados dos mecanismos de busca (SERPs). AudienceBloom fornece uma imagem clara de como o Google determina conteúdo duplicado neste infográfico:

image09

Entretanto, tem um problema: o Google não está interessado em classificar todas as páginas de conteúdo duplicado.

Contudo, existe um jeito fácil de consertar isso. Enquanto você usar canonização para especificar qual URL deve ter prioridade nas listagens orgânicas, você vai se sair bem.

image17

Você pode dar um passo à frente e adicionar as meta tags de não indexação, que impedem que os mecanismos de busca Spider anexem todo o seu conteúdo duplicado. Desse jeito, somente uma das suas páginas de conteúdo duplicado vai ser rastreada, indexada e classificada no Google.

Ainda não está convencido de que o conteúdo duplicado não é o problema que você pensou que era? Bem, a mente de busca do Google, Matt Cutts, disse que você não deveria se estressar sobre isso — a menos que seja conteúdo duplicado spam.

Em um vídeo recente, o Matt Cutts respondeu a pergunta “Como conteúdo duplicado necessário (termos e condições, etc.) afeta a busca?” 

image02

De acordo com o Matt Cutts,

20 – 30% de todo conteúdo da internet é duplicado.

Sendo esse o caso, o Google não insiste que todas as páginas do seu site ou blog tenham conteúdo personalizado e novo.

Ele ainda disse,

Quando o Google encontra conteúdo duplicado, ele assume que as duas peças de conteúdo são as mesmas e vai eventualmente classificar melhor uma, baseado em outros fatores essenciais do algoritmo de ranking.

image30

Porém, o fato do conteúdo duplicado poder ou não afetar seu ranking de busca, não significa que você está livre para utilizá-lo exageradamente.

Duplicar conteúdo deliberadamente no seu site só para induzir melhor performance nas pesquisas vai geralmente resultar em uma experiência fraca para o usuário.  A experiência do usuário é afetada quando um visitante vê que um mesmo conteúdo repetiu consideravelmente em um grupo de resultados.

Você tem que balancear SEO com as experiências dos usuários se você deseja colher os benefícios dos dois recursos.

image16

A fraca experiência do usuário pode realmente levar a uma queda nos rankings de busca e no tráfego orgânico, porque o Google acompanha seus usuários.

Se o usuário está feliz com os resultados das buscas, que são únicos e relevantes, ele vai permanecer mais tempo na página. Isso reduz a taxa de rejeição do seu site e aumenta o engajamento do usuário no site.

Você pode facilmente pescar as páginas de conteúdo duplicado do seu site/blog e editá-las. O melhor jeito e mais rápido de fazer isso é adicionar meta tags de não indexação às páginas que você deseja esconder do Google. Então tag os URLs canônicos, especificando a página que você quer que o Google indexe.

Para encontrar essas páginas de conteúdo duplicado do seu site, siga esses passos:

i).   Entre no SiteLiner.com. Na caixa de busca, digite o URL do seu site. Então clique no botão “Ir”:

image35

ii).   Analise o conteúdo duplicado.

image27

Passo #5:  Reveja as redes sociais em que você está ativo

Sinais sociais são influenciadores poderosos quando se diz respeito ao SEO.

Fatores sociais como avaliações, criticas e curtidas podem ajudar outro algoritmo de ranking centrado nos usuários. De fato, vários estudos mostraram que sinais sociais têm tanto um impacto direto quanto indireto nos rankings de busca orgânica.

O impacto direto vem de sinais como:

  • Número de pessoas que curtem sua marca no Facebook
  • Número de compartilhamentos no Facebook
  • Número de seguidores no Twitter
  • Número de tweets mencionando o nome da sua marca ou incluindo o link do seu site
  • Número de pessoas que “que te tem nos círculos” (Google+)

Esse gráfico do Lunametrics nos mostra quais são as fontes de sinais sociais e seus respectivos impactos:

image19

O impacto indireto vem de sinais sociais como:

  • Aumento de inbound links e de citações devido à melhora de visibilidade online
  • Aumento de críticas positivas (Google Local, Yelp, etc.) devido a maior satisfação de clientes
  • Queda da taxa de rejeição, maior tempo no site e aumento do número de visitantes repetidos do site

Quando se trata de determinar sua influência social, você precisa de agilidade. Quando você descobre que sua influência social está fraca (ex., sua página do Facebook não está aparecendo nas 10 melhores listagens de busca orgânica), você precisa otimizá-la ou reconstruí-la.

Vamos fazer uma rápida busca por um negócio no Google para determinar em quais redes sociais ele se encontra. Vamos usar o Patt Flynn como exemplo.

Quando eu busco por “Pat Flynn,” você rapidamente vê sua influência social no YouTube, Twitter, e Facebook. Os links desses perfis de mídia social vão ser interessantes e vão influenciar, a longo prazo, as performances na busca orgânica.

image13

Se você descobrir que alguma das páginas de mídia social do seu negócio está se saindo bem (por exemplo, aparecendo na listagem de busca), e outras não, você pode ou construir novos perfis ou atualizar os já existentes.

Como exemplo, a busca abaixo pelo Splendido Toronto, um restaurante famoso no Canadá. Na página 2 dos resultados do Google, você vê apenas a página do Facebook do Splendido – não aparece o Twitter, o LinkedIn, o Instagram, etc.

image08

Isso não significa que o restaurante não esteja presente nessas mídias sociais. Mas, mostra que esses perfis precisam ser atualizados.

É claro que outros fatores também podem estar afetando a busca. Como você pode ver na imagem abaixo, o Splendido está fechado, depois de 25 anos de funcionamento. Isso pode explicar o fato de apenas a página do Facebook deles aparecer nas buscas orgânicas.

image32

Estar ativo em redes sociais pode ajudar seu negócio regionalmente. Não quer dizer que o Google vai olhar os links que você compartilhou no Facebook e melhorar seu ranking. Mas, o conteúdo que é compartilhado mais vezes nas mídias sociais é visto como o conteúdo com mais valor, diz Eric Enge do Stone Temple Marketing.

Passo #6:  Verificar citações da marca para oportunidade de link building

Marketing de marca vai muito além da construção de links para melhorar seu ranking de busca. É preciso fazer uma diferença positiva e trazer satisfação aos seus clientes.

De acordo com Bop Design, “64% das pessoas citam valores em comum como a principal razão para ter uma relação com uma certa marca”.

image00

Mais cedo eu falei sobre o impacto indireto dos sinais de mídia social, que leva a um aumento das citações devido à consciência de marca.

Citação de marca é um cenário onde outro site menciona o nome do seu site ou negócio, ou até mesmo o seu nome pessoal, sem colocar o link do seu site ou do seu perfil social.

Um exemplo de citação de marca na imagem abaixo é “Jon Cooper.” Embora eu tenha mencionado o nome dele, eu não coloquei o link do blog dele.

image26

Por que as citações e menções de marca são importantes? Estas 4 razões vão explicar por que você deveria lutar para ser citado por outros sites:

i).   Melhora dos sinais sociais: Menções da marca podem ser usadas para alavancar seus sinais sociais.

Embora os links que você conquista na mídia social são nofollow, e consequentemente não afetam seus rankings de busca, você pode pegar carona nas menções, nos comentários, etc. e contatar as pessoas que citaram a sua marca para solicitar um link dofollow..

Desde a evolução da busca e das redes sociais, as marcas estão se aproveitando das citações para ganhar links que tenham valor para SEO.

image22

Citações acontecem quando seu negócio é encontrado. Por outro lado, você não vai conseguir citações da marca se você não acrescentar valor para as pessoas.

Isso começa pelo objetivo que você definiu para o seu negócio. Então, estende-se ao conteúdo que você cria. Quanto mais valor você entrega, maior a visibilidade da sua marca.

Quando eu escrevo um novo artigo, eu geralmente menciono profissionais influentes nas mídias sociais, como Brian Dean, Rand Fishkin e vários outros. Eu também menciono vários blogs e ponho os links.

Você tem que entender que eu não cito essas pessoas porque elas são minhas amigas. Pelo contrário, eu nunca conheci algumas delas. Eu as menciono porque o conhecimento, o conteúdo e as estratégias delas são extremamente úteis.

Citações de marca ou links implícitos são o futuro do link building.  Você quer conferir quantos links implícitos seu negócio ou sua marca está tendo.

image25

ii).   Medida eficaz da autoridade da marca: Citações da marca ajudam o Google a determinar a verdadeira autoridade de um negócio, marca ou site.

O método tradicional de construir links não é mais praticável para o Google, devido às manipulações dos blackhat SEO. Mas, quando uma marca é mencionada por um site de autoridade é sinal que as pessoas gostam e acreditam nela.

iii).   Reduz o risco de manipulação de links: É muito mais fácil controlar links implícitos do que textos âncora. As citações em blogs ou páginas de empresas são geralmente relevantes e contextualmente colocadas no conteúdo.

Enquanto o site estiver no contexto com o conteúdo referido, o link vai ser ideal para a busca.

image03

iv).   Citações da marca são importantes para SEO: Se você ou seus principais clientes ou consumidores estão centrados em uma área geográfica particular, SEO é ideal para você.

As citações podem ser um importante fator de SEO, por causa do papel que desempenham ajudando os negócios locais a se encontrarem na esfera social e de busca. Em consequência, ajudam os clientes a encontrarem um negócio em particular nos seus aparelhos móveis.

E, todos nós sabemos que as buscas em aparelhos móveis são altamente direcionadas. De acordo com o G-Spot.io, 88% dos pesquisadores móveisma ligam ou visitam um negócio que encontram na pesquisa móvel, em menos de 24 horas.

image31

O Google realmente usa o NAP (nome, endereço e número de telefone) para determinar a localização de uma empresa em particular no Google Maps.

Isso ajuda os clientes a encontrarem exatamente o que estão procurando quando fizerem buscas locais.

image33

Você pode usar facilmente a ferramenta Moz local para encontrar a localização de uma empresa, assim como as oportunidades de melhora de uma listagem em particular.

image34

Passo #7:  Conduzir uma análise de backlink/penalidade

A experiência do usuário é crucial, mas os links ainda são o fator algorítmico de ranking mais importante. Sem os links certos apontando para as suas páginas, você não vai ser capaz de melhorar sua performance nas buscas (ex., tráfego e rankings).

image29

Qual é a qualidade dos seus backlinks atuais? Não é muito divertido tentar limpar centenas de links spam. Então, é inteligente analisar os backlinks para determinar se existe ou não alguma chance de você ser penalizado.

Open Site Explorer do Moz te mostra o resultado do seus backlinks spam. Isso torna mais fácil determinar a verdadeira natureza do seus links e decidir se você deve se desfazer de alguns desses links.

image24

O resultado spam do site acima é 3. De acordo com o Open Site Explorer, 4% dos sites com um resultado spam igual a 3 foram penalizados pelo Google.

Você precisa medir a razão entre os backlinks e os domínios de referência. Para NeilPatel.com, o número de backlinks é enorme, mas o número de domínios de referência é menor que 600. Isso pode não ser bom para SEO – embora os links pareçam naturais e não spam.

image05

Por último, mas não menos importante, os textos âncora parecem naturais? Ter muitas palavras-chave comerciais no seu texto âncora, pode ser um sinal de que ele está super-otimizado, e também pode levar a ter penalidades do Google.

image04

Fora o texto âncora destacado na imagem acima (que parece um spam), os outros textos âncora são de marca e naturais.

Eu não acho que o Google vá penalizar o site por causa de um único link âncora spam.

Não perca o propósito da sua auditoria de SEO do site. Ela é feita para te ajudar a descobrir os erros do seu site (tanto on-page quanto off-page) para que você possa re-otimizá-los e direcionar mais tráfego orgânico para o seu blog ou suas páginas.

Conclusão

SEOs constrói coisas. Eles constroem blogs, conteúdo e sistemas. Também constroem fortes bases para os sites, possibilitando que os consumidores locais encontrem informações relevantes e úteis quando conduzirem uma busca no Google.

Não cometa erros: SEO tem um potencial enorme para te ajudar a direcionar mais clientes-alvo para o seu negócio.

Enquanto você estava lendo esse artigo, espero que não tenha ouvido o medo protestando dentro de você, dizendo que “Não tem jeito de fazer uma auditoria de SEO no site em 45 minutos – é muito complicado”.

Aqui está meu conselho sincero para você: Silencie todo esse barulho negativo da sua mente e apenas faça a auditoria de SEO. Construir um negócio prospero não é fácil. Se fosse, nós não veríamos tantos negócios fecharem nos primeiros 12 meses de existência.

O que eu acabei de compartilhar com você são os passos simples para conduzir uma auditoria de SEO, que vai fazer com que o seus negócio fique mais visível nas buscas.

Não importa quando você começou com seu site ou blog, essas dicas vão funcionar para você. E, se você for aplicado, consegue fazer essa auditoria de SEO em 45 minutos ou até menos.

Você já se beneficiou por um SEO? Quais táticas e estratégias você já usou para dirigir mais leads e clientes locais para o seu negócio?

Share