Como Escrever um Texto Viral Que Gera 2.500 Visitantes Por Dia

viral marketing

Eu nunca faço auto promoção“, diz Neetzan Zimmerman, editor-chefe do Gawker.

No entanto, Zimmerman criou vários conteúdos virais nos últimos três anos. Tendo estudado suas técnicas e quero te mostrar as táticas que o ajudarão a escrever um texto viral que irá gerar pelo menos 2.500 visitantes por dia para seu site.

Muitas vezes ouvimos ou lemos sobre posts que se tornaram virais, e eu me pergunto como os autores fizeram isso.

Bem, não tem nada a ver com ser um especialista em escrever um texto, ou então com sorte de principiante. Uma vez que você ativa os gatilhos da viralidade e leva com persuasão, como eu vou te mostrar neste artigo, você vai receber toneladas de tráfego para o seu site.

Se você é um blogueiro ou um profissional de marketing de conteúdo, esta pode ser a informação que você está procurando. Prepare-se para desafiar o status quo e aprender a escrever um texto do jeito certo, de modo que você já não precise lutar para gerar tráfego para o seu blog, mas terá que se preocupar com monetizar o tráfego.

Assim como Zimmerman fez para Gawker, incluindo um artigo que atraiu quase 11 milhões de visualizações em 7 meses, você pode fazer isso acontecer para o seu blog. Claro, isso não vai acontecer da noite para o dia – mas com consistência, você vai ver os resultados.

Faça download desta planilha para escrever um texto viral que gera 2.500 visitantes por dia.

Introdução a Como Ecrever um Artigo Viral

A palavra “viral” significa “relativa a um conteúdo que é distribuído rapidamente e amplamente de um usuário para outro na internet”. Em outras palavras, você quer escrever um texto que tenha a intenção de ser compartilhado e divulgado – como um vírus.

Se for esse o caso, então para alcançar a viralidade, você tem que criar estratégias cuidadosamente e executar com atenção aos detalhes. Em grande escala, a qualidade do trabalho que você fizer vai determinar o quão longe o seu conteúdo será compartilhado.

image50

Muitos profissionais de marketing sonham em ter o seu conteúdo viralizado. Eles querem milhares – se não milhões – de pessoas encontrando o conteúdo que eles gastaram muito tempo criando.

image31

Escrever um texto viral de alta qualidade pode não ser para todos – é uma tarefa difícil, especialmente quando você está apenas começando. Por exemplo, se você está criando um vídeo, você precisa investir em bons equipamentos e também nas suas habilidades de edição de vídeo.

De acordo com um estudo recente, 46% das empresas acham difícil criar conteúdo atraente.

image62

Olhando para essas estatísticas, a perspectiva de criar menos conteúdos e gerar mais tráfego é muito atraente. Mas normalmente acontece o inverso.

Business graph for seo with a green arrow going up

Então, você precisa saber como escrever um texto que tenha a possibilidade de se tornar viral. Uma série de fatores têm que entrar em jogo, mas um dos maiores desafios para muitos profissionais de marketing de conteúdo é a necessidade de uma mudança na mentalidade.

Olhando para a anatomia do conteúdo viral, você tem que manter em mente que o conteúdo em si deve ser digno de ser compartilhado. Tem que resolver um problema particular, melhorar a vida do seu leitor ou tornar algo melhor. Se ele não fizer qualquer um desses, ninguém vai compartilhá-lo.

image32

Pesquisa Acadêmica Sobre Viralidade

Em 350 A.C., Aristóteles começou um trabalho projetado para descobrir o que torna o conteúdo — e particularmente um discurso, que foi o seu principal conteúdo — memorável e persuasivo. Ele queria saber o que fez as pessoas quererem passar a ideia/mensagem para outras pessoas e criar uma espécie de reação em cadeia.

Ele especificou três grandes princípios: Ethos, Pathos, e Logos. No final da sua análise breve, ele concluiu que o conteúdo deve ser impactante; especificamente, ele deve:

  • possuir apelo ético (ethos)
  • apelar para as emoções (pathos)
  • conter apelo lógico justificável (logos)

Desde os primeiros dias da internet, algumas pessoas e empresas parecem dominar a ciência por trás da viralidade. Eles conseguem escrever artigos e dentro de um ano, centenas de milhares de pessoas vão encarregar-se de compartilhá-lo, não importa que tipo de conteúdo seja.

image12

Campanhas bem-sucedidas são construídas sobre uma base sólida de pesquisa e análise. Sabemos disso em parte por causa de dois cientistas, Katherine L. Milkman e Jonah Berger.

Em um estudo intitulado “Por que o conteúdo se torna viral“, Milkman e Berger analisaram 7.000 artigos publicados no New York Times e avaliaram a sua viralidade.

Especificamente, eles examinaram o conteúdo nas páginas iniciais do Times que conseguiram o maior número de visualizações e compartilhamentos sociais. O objetivo era documentar as características dos conteúdos virais, de modo que as pessoas pudessem julgar se seu próprio conteúdo tem as qualidades previsíveis para se tornar viral.

image56

Naturalmente, nenhum estudo é 100% exato, e a relação não é perfeita. No entanto, essas características podem ajudá-lo a ver o que você deve visar ao escrever um texto e criar o conteúdo.

Aqui estão três dos fatores mais importantes que eles descobriram que tornam o conteúdo viral:

Invocar emoções: Escrever uma artigo que gera uma reação emocional é mais provável que se torne viral. Tais emoções incluem admiração, surpresa, ansiedade, tristeza e humor.

image24

Um post viral recente publicado no Huffington Post um dia antes da eleição no Reino Unido intitulado “Dez razões para votar no UKIP.” Se você ler o conteúdo com cuidado, você vai encontrar elementos de gatilhos emocionais, tais como:

image10

Claro, nem todos que compartilharam este post concordaram com a mensagem – alguns que não concordam com a plataforma da UKIP, sem dúvida compartilharam porque tinham um tipo diferente de reação emocional.

Quaisquer que sejam as suas motivações, no entanto, o post gerou mais de 24.000 compartilhamentos e curtidas.

image44

Mensagem positiva: Enquanto o conteúdo pode ser compartilhado por muitas razões, escrever um texto que estimule sentimentos positivos tende a ter melhor resultado do que aqueles que estimulam sentimentos negativos.

Conteúdo prático útil: Após a coleta de informações sobre o conteúdo da homepage do Times (ou seja, a fama de autor, calendário de conteúdo, complexidade da escrita, sexo do autor, comprimento) para determinar quais fatores foram mais frequentemente encontrados nos conteúdos virais, os pesquisadores concluíram que escrever um texto que seja útil de alguma maneira, tem uma grande probabilidade de se tornar viral.

Quando se trata de imagens que são mais compartilhadas, um experimento da BufferApp descobriu que imagens virais provocam surpresa. Isso indica que uma das principais coisas que faz com que as imagens se tornem virais é um elemento de surpresa.

image25

Will Nathan, um desenvolvedor do Buzzfeed, compartilhou sua visão de que escrever um texto viral representa ou tende a revelar algo prazeroso em um tópico que as pessoas geralmente não podem compreender completamente por conta própria.

Um time de pesquisa liderado por Rosanna E. Guadagno da National Science Foundation estudou 256 clipes de vídeo para analisar o que faz o vídeo se tornar viral. Ela descobriu que vídeos extremamente engraçados sempre têm uma chance sólida de obter significativas visualizações, compartilhamentos sociais e curtidas.

Um exemplo é o “Charlie mordeu meu dedo“, um vídeo engraçado que se espalhou como fogo (mais de 821 milhões de visualizações) e que também chamou a atenção dos meios de comunicação.

image22

1). Alguns estudos de caso de conteúdos virais antigos: Deixe-me mostrar exemplos da vida real de conteúdos que se tornaram virais no passado. Você vai adorar isso e aprender muito com eles também.

Vamos começar com o próprio cientista dos virais, Jonah Berger. Em seu livro, Contagioso: Porque coisas pegam, ele explica que escrever uma artigo viral pode não ser tão significativo, mas quando ele alcançar o público-alvo, é provável que tenha sucesso.

image42

Isto explica como um videoclipe lançado pelo Psy, uma previamente pouco conhecido cantor coreano, abalou o mundo. Dentro de um mês, o vídeo Gangnam Style também balançou a página inicial do YouTube como o #1 vídeo mais visto.

Em poucos dias, o vídeo também atingiu #1 na parada de videoclipes do iTunes. Ele agora tem mais de 2,3 bilhões visualizações.

image27

Não se esqueça que as pessoas também compartilharam esses vídeos, porque a experiência de assistir os fez se sentir bem – ou, pelo menos, melhor. Isto é conhecido como moeda social – as pessoas compartilham e falam sobre coisas que os fazem se sentir bem ou melhoram a sua autoestima.

A roda da moeda social explica isso melhor:

image55

Em outras palavras, antes que as pessoas compartilhem seu conteúdo, elas fazem uma avaliação rápida do que está no conteúdo para elas.

Pode não ser óbvio para você, porque é uma avaliação interna – mas isso significa muito para elas.

Para ajudar você a entender completamente a ciência por trás dos conteúdos que viralizam, aqui está um diagrama de Berger “seis PASSOS” para viralidade:

image51

Outro exemplo sobre escrever um texto viral: “Qual carreira você realmente deve ter?,” foi publicado em Janeiro de 2014 no Buzzfeed.com. Enquanto escrevo este artigo, o post tem mais de 18.500.000 visualizações e é um dos posts mais vistos do site.

image28

Ao estudar o post com cuidado, você pode ver que ele é muito fácil de ler, com muitos ativos visuais. É também um conteúdo interativo – os usuários podem selecionar respostas e obter resultados sob medida no final.

image21

Como qualquer pessoa no Facebook pode te dizer, questionários e pesquisas são um caminho rápido para viralidade. Como um profissional de marketing de conteúdo, você pode procurar maneiras semelhantes para envolver o leitor.

Escrever um texto viral eficaz é uma rua de mão dupla. Você gasta um tempo para escrever um texto, em seguida, o torna mais fácil para as pessoas lerem, se beneficiarem a partir dele, tomarem notas e compartilhá-lo facilmente.

2). Coleta de dados para lançar uma ideia viral: Escrever um texto viral requer planejamento. Essa é a mesma coisa de desenvolver um planejamento de conteúdo que você pode recorrer. Você precisa de uma estratégia documentada.

Seu plano é como um funil que garante um fluxo constante de visitantes e leads certos para o site.

Mas 48% dos profissionais de marketing B2B não separam um tempo para documentar a sua própria estratégia – é por isso que muitas vezes não conseguem replicar sucessos anteriores.

image40

Alguns sites parecem compreender intuitivamente o que faz com que um conteúdo viralize. E eles continuam a colher os frutos. Mas os profissionais de marketing de conteúdo também podem aprender com eles.

i). Conheça o seu propósito: Porque você quer escrever um texto que viralize? É apenas para o tráfego ou as visualizações de páginas? Se assim for, então você está olhando na direção errada. De acordo com Jay Baer, o conteúdo deve ajudá-lo a alcançar seus objetivos de negócio.

image09

Quando o seu conteúdo viraliza, você pode aproveitar essa oportunidade para afunilar os clientes qualificados para o seu negócio. É exatamente por isso que você precisa de um plano estratégico escrito para ajudá-lo a atingir seu objetivo.

image03

No momento em que você é claro no seu propósito, isso permite que você localize as fontes para os tipos de dados que você precisa. Por exemplo, se você quiser atrair mais clientes que querem crescer as receitas dos seus negócios, você tem que localizar sites de negócios com autoridade e extrair dados a partir deles.

Você poderia simplesmente ir ao Google e digitar essas sequências de pesquisa:

estatísticas de crescimento de negócios + blog

estudo de caso + negócios + estatística + receita

crescimento de receitas de negócios + dados

A imagem abaixo mostra os resultados relacionados com “estatísticas de receitas de negócios.” Estes são todos os blogs de negócios, para que você possa confiar nos dados que eles fornecem.

image65

Lembre-se que ao criar o seu conteúdo, você estará fazendo referência a outras empresas e como eles aumentaram suas receitas. Esse é o propósito da coleta de dados.

Depois de clicar em um dos resultados da pesquisa, aqui estão os pontos de dados viáveis que posso usar para criar conteúdo viral. Eu sei que o público-alvo irá se beneficiar com eles e, portanto, provavelmente vai entrar em contato comigo.

image39

Independentemente de saber se o seu negócio é B2B ou B2C, você sempre pode fazer referência a dados de receitas de negócios de outras empresas na criação do seu conteúdo.

image70

Se você estudar alguns artigos que se tornaram virais, você vai perceber que muitas vezes os autores usam uma grande quantidade de dados. Aqui está um exemplo de um post recente que gerou quase 500.000 visualizações em apenas 3 dias.

image68

Ao escrever um texto, use números, dados, estatísticas e citações de outras pessoas para melhorar o seu conteúdo e torná-lo mais confiável.

image60

Como Escrever um Texto Viral

É difícil passear na internet sem encontrar um post que promete ensinar a “como escrever um texto viral.” A maioria dos profissionais de marketing acredita que um único conteúdo viral pode ajudá-los a alcançar resultados extraordinários, mas geralmente não é assim .

Você tem que ser consistente.

image06

A verdade é que existem muitas maneiras de gerar leads. Se você quiser 1.000 leads dentro de 24 horas, você pode executar uma campanha de AdWords bem trabalhada.

Mas para a maioria dos profissionais de marketing, conseguir mil leads dentro de 48 horas custaria mais dinheiro do que eles provavelmente estão dispostos a gastar.

image48

O segredo para escrever um texto viral é “ser contagioso.”

De todos os estudos que examinamos até agora, você sem dúvida percebeu que as pessoas preferem compartilhar o conteúdo que lhes traz um certo nível de satisfação.

Não importa se é imagens de gatos ou um post sobre a eleição do Reino Unido – desde que traga valor suficiente para o leitor, ele vai ser compartilhado. Deixe sua estratégia conectada e aprenda a criar um artigo emocional e ativo que as pessoas não conseguirão resistir.

Seu dever ao escrever um texto é se concentrar ser positivo, evocar emoções de surpresa, ansiedade, etc., e oferecer imenso valor para os seus leitores.

Comece com o título. Descubra a “próxima ação” que você quer que as pessoas tomem ao ler o seu conteúdo, em seguida, incorpore ao seu post. Antes de terminar o artigo, dê às pessoas uma chamada à ação (call to action) – diga-lhes o que fazer a seguir. É assim que você cria um forte compromisso com o seu conteúdo.

image52

Ao longo dos anos, os psicólogos têm compreendido como as pessoas respondem à informação. Através de anos de estudo aprofundado, eles perceberam que as pessoas não ficam animado com ideias genéricas.

Em vez disso, elas querem ideias práticas discriminadas em pedaços facilmente digeridos, que podem ser testadas.

image49

Este é o tipo de informação que pode ser usado para produzir resultados.

Multitarefas não funcionam. Mesmo as pessoas mais eficientes podem realmente se concentrar em apenas uma coisa de cada vez.

O mesmo princípio vale para escrever um texto.

Buzzfeed segue o mesmo padrão ao escrever um texto. E por ser consistente, eles descobriram que 75% da sua audiência visitam o site, porque eles querem compartilhar conteúdo.

image30

Se você quiser aumentar as chances do seu conteúdo viralizar, foque em quebrar informações complexas ou ideias em pedaços da maneira que o Buzzfeed faz. Deixe os pontos fáceis de serem lidos, e as pessoas estarão mais inclinadas a compartilhar seu conteúdo.

Então como é que Buzzfeed simplifica o conteúdo e o torna mais fácil de ser lido e compartilhado? Você vai notar que eles frequentemente usam números nos seus títulos – estudos mostram que os números de geram mais cliques e engajamento.

image00

Aqui estão alguns dos títulos recentes do BuzzFeed:

image13

Eles também usam palavras de poder, que dão profundidade a um título. Algumas das palavras de poder que os autores do BuzzFeed usam em seus títulos são:

  • Confissões
  • Quebrou
  • Segredo
  • Revelar
  • Incrível
  • Impressionante
  • E assim por diante…

1).  Estude sites de conteúdo viral para ideias: As ideias que você está procurando estão bem debaixo do seu nariz. Economize tempo e evite reinventar a roda, estudando sites de conteúdo viral para ideias que você pode melhorar ou personalizar para seus leitores.

Desde que esses sites já tenham uma cultura de escrever um texto viral de forma consistente, vamos olhar para alguns deles, começando com Huffington Post.

image46

Claro, HuffPost é um site de notícias e seus títulos não são totalmente explicativos – você tem que clicar neles e, pelo menos, fazer a varredura do artigo.

Você não pode querer escrever seu título dessa forma, porque você quer clareza neles. Mas você vai perceber que, acima de tudo, o título é grande e em negrito. Você também vai observar a imagem, especialmente no artigo destacado.

image33

O título é fundamental, por isso dedique o tempo necessário para fazê-lo bem feito, isso trará grandes resultados. Na verdade, Motion Media melhorou o desempenho dos seus títulos em 157% simplesmente criando títulos mais clicáveis e claras que incluíam gatilhos emocionais.

Corbett Barr é um blogueiro de autoridade que criou um artigo viral algum tempo atrás chamado “Faça Coisas Épicas.” Ele usa negrito nos seus títulos.

image29

O nível de viralidade do post pode não significar muito agora, mas era incrível em 2012. Ele gerou cerca de 50 backlinks de blogs do mercado, incluindo o meu próprio.

image18

Vídeos muitas vezes viralizam, e eles tendem a converter muito bem também. Estatísticas compartilhadas pela comScore e Nielsen constataram que 85% dos usuários da Internet nos EUA assistem a vídeos online, com usuários que se enquadram no grupo 25-34 anos assistindo mais vídeos online.

Continuando nosso exame do HuffPost e os elementos que fizeram o seu conteúdo viralizar, vamos olhar para o quão fácil os posts são compartilhados. Claro, a autoridade do site, timing, assunto, autor, e vários outros fatores fazem seus posts se tornarem bem-sucedidos, mas eles também colocam os botões de compartilhamento social em uma posição de vantagem.

image47

Em um post para a UX Magazine, Tania Lang disse que você deve dar aos usuários a oportunidade de ler o título antes de pedir para eles compartilharem. Esta é uma razão pela qual os botões de compartilhamento social no HuffPost estão abaixo da imagem, e não imediatamente após o título.

Onde quer que você decidir colocar os seus botões de compartilhamento social no seu blog, lembre-se que o objetivo é torná-lo tão fácil quanto possível para os usuários a compartilharem seu conteúdo. Além disso, use os botões de compartilhamento certos que não se sobrepõem com o texto do post.

Um exemplo de um blog que coloca botões de compartilhamento em locais estratégicos é o Socialmediaexaminer.com:

image11

No entanto, você tem que testar para saber com certeza. Algumas pessoas preferem ter menos de botões de compartilhamento do lado esquerdo – mas a escolha é sua. Aqui está o que Garrett Moon aconselha:

image34

Em 2006, o especialista em usabilidade Jacob Nielson realizou um estudo sobre a visualização de rastreamento ocular, para determinar a localização exata que o olho humano mais frequenta em uma página.

image53

A análise revelou que os usuários leem o conteúdo na internet num padrão em forma de F.

Isto significa que quando alguém visita seu site – pelo menos, ao usar um computador desktop ou laptop, embora não necessariamente no celular – eles vão seguir duas listras horizontais, e, em seguida, uma listra vertical para dar um padrão de leitura em forma de F.

Uma compreensão do conceito de eye-tracking irá melhorar a sua taxa de conversão, porque você vai saber onde colocar os anúncios, para maximizar a taxa de cliques e o seu lucro.

image57

A partir dessa pesquisa, você pode ver a razão pela qual meus botões de compartilhamento social para ambos QuickSprout e NeilPatel.com estão à esquerda, uma vez que os olhos do usuário vão olhar primeiro lá.

image15

Ferramentas de Marketing Viral

De acordo com Chron, “marketing é sobre medições.” Se você está online ou offline, você precisa de uma maneira de se conectar com seu público-alvo. Uma ferramenta ajuda com isso. Com uma ferramenta de marketing viral, você economiza mais tempo e lucra mais.

Ferramentas facilitam nossas vidas. Pense novamente que apenas três décadas atrás, quando não havia telefones celulares ou e-mail. Iria levar dias ou semanas para a sua carta para chegar ao seu destinatário. Mas hoje, com o seu telefone, você pode chamar alguém em outro continente e transmitir a sua mensagem imediatamente.

Da mesma forma, as ferramentas de marketing de conteúdo lhe dão uma vantagem competitiva sobre os profissionais que trabalham sem elas. Você pode duplicar o seu tráfego de busca, gerar mais oportunidades e automatizar o seu processo de vendas com as ferramentas certas.

Quando se trata de escrever um texto viral, você também precisa de ferramentas. Na verdade, eu apostaria que a maioria do conteúdo viral que você vê em toda parte fez uso de algum tipo de ferramenta de automação, ou outras ferramentas.

Nos dias de hoje, não há nenhuma maneira escalável para fazer tudo sozinho. Mesmo a pesquisa de palavras-chave que fazemos requer uma ferramenta – caso contrário, seria um total desperdício de tempo.

Ao fazer negócios online, você precisa de duas coisas importantes para ter sucesso – marketing e vendas. Um relatório recente mostrou que o varejo online do Reino Unido está previsto um faturamento de £52,25 bilhões em 2015. Para que isso seja verdade, várias ferramentas têm de estar funcionando.

Quanto mais ferramentas uma organização aprende a usar, e realmente utiliza, mais as suas receitas, atendimento ao cliente e tomada de decisões podem melhorar.

Se você tem a ferramenta certa para automatizar seus processos, você pode gastar mais tempo nas coisas que você gosta e que tem que fazer pessoalmente, como o trabalho de networking com outras pessoas e palestrar em eventos, enquanto os seus sistemas automatizados cuidam de aquisição, consolidação e venda para clientes.

image69

Brian Dean aumentou suas assinaturas de e-mail em 785%, porque ele usou uma estratégia chamada “atualização do conteúdo”, que foi alimentado pelo Leadbox. Leadbox é uma caixa de opt-in para captar e-mail não disruptiva que foi desenvolvida por Clay Collins, fundador da Leadpages.net.

image58

Agora que sabemos porque é importante começar a usar ferramentas para criar um texto viral, vamos olhar para algumas dessas ferramentas:

i).   LinkTrackr: Esta ferramenta permite que você coloque a ciência de volta ao marketing. Com LinkTrackr, você saberá exatamente onde são seus links, o que está funcionando, e quantos cliques você está recebendo ao seu conteúdo se espalhar por toda a web.

image61

A maioria dos profissionais de marketing não podem identificar até que ponto os seus links foram compartilhados, mas com esta ferramenta é muito mais fácil.

Oficialmente usada para encobrir e rastrear links afiliados, LinkTrackr agora está sendo usado por profissionais de marketing espertos para rastrear campanhas de conteúdo, campanhas publicitárias, incluindo anúncios nativas, e tudo relacionado ao marketing digital.

Afinal, fazemos divulgação de e-mails o tempo todo e às vezes pedimos por alguns links. Como você sabe quem aceitou o seu link e onde eles colocaram ele?

Além disso, um link erroneamente colocado com um texto âncora excessivamente otimizado poderia te penalizar. Então, o monitoramento de tudo é importante.

É por isso que especialistas em blogs e profissionais de marketing na internet, tais como John Chow, Mike Filsaime, e Armand Morin usam LinkTrackr para ficar em cima de links, cliques, alcance, e de conversão.

ii).   Tumblr: Tumblr é uma ferramenta social poderosa, que você pode usar para ter seu conteúdo espalhado amplamente.

Tumblr é uma plataforma híbrida que combina o poder do marketing de conteúdo (por exemplo, o blog) e mídias sociais. Ele tem uma base de fãs raivosos com uma paixão para compartilhar conteúdo útil, especialmente o tipo que é engraçado, inspirador e positivo.

image16

Você pode colocar qualquer tipo de conteúdo no Tumblr – texto, foto, link, bate-papo, áudio, vídeo, e assim por diante. Isso significa que você não está limitado no que você pode promover, fornecendo seu conteúdo trará um nível de satisfação dos seus seguidores.

Como um profissional de marketing de conteúdo, você pode usar o Tumblr para dar um impulso nos seus posts do blog – e iniciar uma campanha viral que pode se espalhar rapidamente. O objetivo final é criar um conteúdo épico que outras pessoas vão gostar de ler e que vão compartilhar com outras pessoas.

image43

iii).   OpenLinkProfiler: Esta ferramenta ajuda a realizar análise competitiva. Você pode pesquisar sobre um blog ou site, que normalmente gera tráfego viral e descobrir exatamente quantos links a página gerou e de quais sites.

Fazer isso pode ajudá-lo a descobrir ideias surpreendentes para escrever um texto bem-sucedido.

Da mesma forma que espionando as palavras-chave dos concorrentes pode ajudá-lo a direcionar as palavras corretas que são fáceis de classificar, verificando onde o conteúdo viral foi divulgado ajuda a proteger contra o fracasso. No mínimo, ele vai ajudar você a descobrir onde você deve focar.

Na página inicial, insira a URL do site e clique no botão verde.

image66

Em seguida, olhe para os links recebidos:

image02

iv).   TrendSpottr: Esta ferramenta mantém você atualizado sobre os últimos acontecimentos em torno da web para um determinado tópico, palavra-chave ou mercado. Jonah Berger também apontou em sua pesquisa acadêmica que o timing do conteúdo também contribuiu para a sua viralidade.

image67

Então, se você está entre os primeiros a ouvir uma notícia e começa então a criar um texto útil e detalhado em torno dela, as pessoas vão compartilhá-la.

TrendSpottr funciona como Alertas do Google, mas é muito mais versátil e o painel é fácil de usar também. Um e-mail na sua caixa de entrada sobre notícias atualizadas poderiam provocar uma ideia viral para você.

Vamos passar para o verdadeiro poder por trás de criar um texto poderoso que outras pessoas vão compartilhar com prazer. O que é preciso para fazer isso?

1). Aplicar gatilhos de persuasão: Em seu livro, Persuasão: A Arte da Legenda: Como Influenciar Pessoas Para Fazer Sempre Do Seu Jeito e o Que Você Quer, Hanif Raah disse que você tem que descobrir o momento certo para fazer um discurso particular.

O autor está dizendo que a persuasão depende do timing. Se você quer que as pessoas a ajam e façam o que você está as aconselhando a fazer no seu conteúdo, você tem que saber o momento certo para fazer isso.

image01

Tenha em mente que a persuasão não é manipulação ou coerção. Pelo contrário, a persuasão é sobre dar às pessoas uma cutucada para conseguir o que elas estão procurando.

Sim, elas poderiam ter mostrado interesse na sua oferta, mas talvez aquele impulso interior para ir em frente e fazê-lo não está lá ainda. Persuasão ajuda o cliente potencial concordar em confiar em você e dar o próximo passo.

No Slide Persuasão representado abaixo você verá “uma cutucada” e “gravidade”. Ambos são fatores internos que o cliente precisa ativar antes que possam fazer uma compra.

image38

Por exemplo, a Amazon utiliza estratégias persuasivas para upsell e cross-sell de produtos para os clientes. Mas eles só fazem isso após o cliente ter visto o principal item que os trouxe para a loja. Essa é a importância do momento (timing).

image07

Em poucas palavras, usando técnicas de persuasão no seu conteúdo você aumentará o poder dele. Não só mais pessoas vão ler e compartilhá-lo, mas ele também vai gerar mais oportunidades em seu funil de vendas onde você pode facilmente convertê-las.

image14

Gregory Ciotti usa persuasão quando ele está escrevendo um artigo. Eu o observei ao longo dos anos, e descobri que até mesmo os seus guest posts estão cheios de trechos persuasivos. Dê uma olhada em um trecho de um guest post ele fez para o Shopify em 2014:

image54

Como resultado de seu conteúdo persuasivo ao longo dos anos, e com o esforço de toda a equipe de marketing, a base de assinantes da HelpScout cresceu para mais de 65.000.

image64

Medir a Viralidade do Seu Conteúdo

Em marketing, você sempre tem que medir suas campanhas. Por exemplo, se você executar um anúncio no Facebook, você tem que controlar os cliques, impressões, taxa de conversão e outras métricas.

Da mesma forma, você tem que acompanhar as métricas de marketing em geral. Digamos 1.000 visitantes juntaram à sua lista e entraram no seu marketing funil de vendas. Você precisa controlar quantos desses visitantes se tornaram leads e quantos, eventualmente, compraram o produto.

image19

A verdade é que o seu funil gerado pelos conteúdos será muito maior quando o seu conteúdo for viral. Você estará gerando visitantes de vários blogs, mídias sociais, sites de notícias, sites educacionais, e outros.

image08

Especificamente, você vai querer medir o número de visitantes do seu site, leads gerados, e menções sociais.

A capacidade de um conteúdo se tornar viral tem a ver com a influência social que o autor tem, bem como a sua rede de contatos. Você não pode ter uma pontuação Klout de 99 como o presidente Barack Obama ou 92 como Justin Bieber, mas um certo nível de influência realmente ajudará o seu conteúdo para se espalhar rapidamente.

image05

Pessoalmente, tenho visto que é muito difícil para um novato sem rede, influência social ou autoridade criar conteúdo viral. Mesmo que o conteúdo seja excelente e no timing certo, ele vai se afogar no esquecimento, se as pessoas certas não vê-lo.

Então, começar por construir autoridade. Comece por criar conteúdo de alto nível que irá atrair a atenção de pessoas influentes em sua indústria. Melhor ainda, criar conteúdos iscas de ego e mencionar os maiores especialistas do seu mercado. Conecte-se com eles. Os promova o quanto conseguir e não peça nada em troca. O dia virá em que a generosidade será retribuída.

image35

Comece se conectando pessoalmente com outros blogueiros, profissionais de marketing de conteúdo e empresários da internet. Você realmente não pode fazer tudo sozinho. Você precisa da ajuda de outras pessoas.

Outras métricas que devem ser medidas são: rankings de busca, posição das palavras-chave, e engajamento dos cliques – em outras palavras, o quanto as pessoas ficam no seu site depois de clicar no seu link viral.

Conclusão

Nós todos sabemos o poder e as recompensas que o conteúdo viral traz. Você pode falhar várias vezes antes de ter sucesso.

Gerar 2.500 visitantes por dia ou 20.000 visitantes únicos por mês para o seu site não é um sonho impossível – é factível. Eu mostrei a prova acima.

Claro, você pode conseguir essa quantidade de tráfego, sem ter nenhum post viral. Mas se você conseguir entender o tipo de conteúdo que mantém as pessoas engajadas, tanto por causa da qualidade, quanto da paixão que você inseriu para criá-lo, é muito mais fácil de atingir essas metas.

Não se esqueça da ciência por trás de escrever um texto viral. Como documentado por Jonah Berger e Katherine Milkman, você tem que criar um conteúdo que estimula sentimentos positivos mais do que negativos.

Além disso, os conteúdos que evocam emoções de alta excitação, provavelmente, se tornarão virais quando os outros fatores da viralidade estiverem igualmente presentes. Acima de tudo, fazer o seu conteúdo útil, prático, interessante e se você puder, acrescente uma dose de humor – porque o riso é o remédio para a alma.

Você conhece outros segredos sobre escrever um texto viral? Você já tentou isso antes?

Share