17 Estratégias de Marketing de Conteúdo Para Melhorar o Engajamento

child raising hand

Trabalhar com estratégias de marketing de conteúdo é algo que comprovadamente gera leads, aumenta as vendas e constrói engajamento com seus clientes. Se você ainda está cético, ou não está usando checklists para te ajudar a executar suas tarefas de marketing, este artigo é para você.

Como relatado pelo eMarketer em abril de 2013, uma pesquisa feita com executivos de marketing e publicidade pela MailOnline, revelou que 70% das marcas e 77% das agências usaram estratégias de marketing de conteúdo para fins de publicidade durante o ano anterior.

Não são apenas executivos dessas áreas que descobriram os benefícios das estratégias de marketing de conteúdo.

De acordo com o Insideview, empresas B2B que trabalham com blog geram 67% mais leads mensalmente do que as que não trabalham. E uma quantidade gritante de 80% dos tomadores de decisão nos negócios preferem obter informações sobre a empresa em uma série de artigos—e não por meio da publicidade.

image11

Se o marketing de conteúdo não é parte da sua estratégia de marketing, você deveria reconsiderar.

Baixe esta versão com o checklist das 17 estratégias de marketing de conteúdo para impulsionar seu engajamento.

Se isso é parte da sua estratégia, você pode aumentar a eficácia da sua campanha usando um checklist comprovado.

Definição de Marketing de Conteúdo

Marketing de conteúdo é um método baseado na criação de conteúdo relevante e valioso para direcionar um call to action específico—usualmente para atrair e reter clientes.

Large group of people symbolizing direction , progress,growth.

Vamos ver a definição que o Google retirou do index:

image05

O marketing de conteúdo tem sido comprovadamente eficaz para atrair e encantar o cliente de forma consistente.

image34

A demanda por conteúdo é maior agora do que nunca, mas produzir conteúdo de qualidade requer uma pesquisa significativa, tempo e esforço, especialmente quando você não tem uma equipe te ajudando.

De fato, tornou-se um grande desafio de tal forma que 44% dos negócios lutam para produzir o tipo de conteúdo que cria engajamento com os prospects e clientes.

No entanto, quando você usa um checklist comprovado para guiar seus esforços, você cortará os erros pela metade, deixando mais tempo e energia para aumentar o engajamento com seus prospects.

Por exemplo, Pepe Jeans, uma marca de moda global, aumentou sua influência internacional e o engajamento com o consumidor no Facebook quando eles melhoraram a frequência dos publicações e criaram conteúdo localizado para regiões geográficas específicas. Eles aumentaram os comentários nos posts em 70%, impulsionaram o engajamento em 48% e cresceram a base de fãs no Facebook para mais de 2.000.000.

image08

Se você quer aumentar sua influência na mídia social, construir uma audiência leal ou alcançar algum outro objetivo de marketing, você deveria usar esse checklist ou dá-lo para membros da sua equipe para criarem um planejamento eficaz, configurarem e medirem os resultados traçados a partir das suas estratégias de marketing de conteúdo.

1.    Você já identificou as necessidades do seu público-alvo?

Quem é seu público-algo? Identificar as necessidades da sua audiência é fundamental para o sucesso nas estratégias de marketing de conteúdo.

Neste livro, The Ultimate Marketing Plan, Dan S. Kennedy disse que a mídia social mudou a maneira pela qual conversamos com nossos clientes. Ele também disse que você não tem um negócio até que entenda seus consumidores.

gráfico abaixo da Dali mostra que mais de 75% da receita do Starbucks vem dos clientes que têm em torno de 18–40 anos, que muito provavelmente têm um smartphone. Então a Starbucks não está desperdiçando tempo, dinheiro e esforço para todas as pessoas. Em vez disso, eles segmentaram para um grupo específico de pessoas.

image13

Existem milhões de conteúdos por aí afora, mas se você não está falando a linguagem da sua audiência, eles não lerão o seu. Consequentemente, todo aquele trabalho terá sido em vão.

De acordo com o Visual News, os usuários do WordPress publicam mais de 347 posts a cada minuto. Seu conteúdo será adicionado somente na pilha de conteúdos, a menos que ele complete um único objetivo: conhecer a necessidade do seu público-alvo.

Conteúdo que não é alinhado às necessidades dos compradores é responsável por 44% da taxa de insucesso de qualquer estratégia falha de marketing. É por isso que é crucial entender completamente as necessidades do seu público-alvo antes de escrever o primeiro rascunho.

Isso representa uma mudança no jogo e destrói o mito de simplesmente publicar o conteúdo para ver o que acontece, te forçando a otimizar o seu conteúdo para as pessoas que mais importam, no formato que crie engajamento para a maioria.

image21

Como você identifica as necessidades do seu público-alvo?

a) Crie uma pesquisa: Uma pesquisa, que pode ser preparada online ou offline, é uma ferramenta simples para ter feedback e comentários sobre um assunto. Aqui está um resultado de uma pesquisa para determinar a razão pela qual as pessoas viajam.

image31

Pesquisas são muito eficazes para identificar as necessidades do seu mercado e podem ser instrumentos em direcionar tráfego, gerar vendas e aumentar o crescimento a longo prazo do seu negócio.

Existem várias ferramentas gratuitas ou baratas que você pode usar para criar sua pesquisa online. A SurveyMonkey é bastante fácil de usar e oferece pesquisas curtas gratuitamente. Muitos serviços de email marketing, tais como o Getresponse ou Aweber, também vêm com modelos de pesquisas construídos.

Quais questões você pergunta em sua pesquisa vai depender dos seus objetivos. No entanto, para uma pesquisa eficaz, siga este processo com seis passos (da Surveygizmo):

image04

Para avaliar as necessidades do seu público-alvo, independentemente do seu nicho, o seu levantamento deve ter estas três perguntas, no mínimo:

1)  Dados demográficos do público: Isso vai te ajudar a direcionar melhor suas mensagens de marketing para atender seu público-alvo. Sua pesquisa pode direcionar qualquer um desses dados demográficos:

  • Faixa etária (ex: 20–35)
  • Receita (ex: $10,000–$50,000 anualmente)
  • Localização (ex: América, Europa)
  • Ocupação (ex: freelancers, profissionais de marketing)
  • Nível de educação (ex: universidade, graduado)
  • Outros dados demográficos (ex: estilo de vida: viagem)

2)  Seus maiores desejos:

  • Qual é o maior desejo deles?
  • Quais problemas eles gostariam de resolver?
  • Eles pagariam para esse problema ir embora ou para alcançar esses objetivos?

3)  Quais cursos/produtos/artigos você gostaria que [insira o nome do negócio/blog] fossem criados?

A pergunta mata dois coelhos com uma cajadada só. Você não somente irá descobrir o que sua audiência quer, mas também vai receber uma orientação com a melhor forma de crescer o seu negócio.

Outra boa prática para observar ao criar uma pesquisa é usar tanto questões abertas quanto fechadas. Questões abertas dão às pessoas a oportunidade de falar o que pensam. Esse tipo de pergunta pode começar com qualquer uma destas palavras:

who, what, where, when, why, how questions - uncertrainty, brainstorming or decision making concept, colorful crumpled sticky notes on cork bulletin board

quem, o que, onde, quando, por que, perguntas usando como – a incerteza, o brainstorming ou o conceito de tomada de decisão, bloquinhos de notas coloridos amassados em um mural de notícias

Aqui está uma comparação de questões abertas e fechadas:

image16

b) Envie um email para sua lista: Depois de ter criado e comprovado sua pesquisa, é hora de enviá-la para sua base de contatos. Essa é a parte fácil.

Simplesmente envie para sua audiência um email rápido pedindo pela ajuda deles com a pesquisa. Diga a eles porque é importante para eles responderem-na—explique o que tem dentro dela para eles. Você também pode oferecer um presente gratuito para todo mundo que responder ou oferecer um sorteio para um prêmio ainda maior.

Aqui está um pequeno email da Eric Conley pedindo ao leitor para dar um feedback a partir da sua lista de email.

image49

Nota: Se você não tem uma lista de emails, não é tarde demais. Você pode começar hoje. Uma lista de email é a evidência que você está construindo um negócio que irá prosperar no futuro. É também a única solução para o ciclo interminável de perseguir o tráfego, leads e vendas.

c) Espie seus concorrentes: Uma audiência competitiva começa com descobrir as melhores palavras-chave dos seus concorrentes (isto é, palavras-chave que eles direcionam que são altamente classificadas) e as melhores fontes de tráfego deles.

image10

Se você descobrir que seus concorrentes estão dominando os resultados de busca, você também poderia determinar o número de páginas indexadas deles. Como isso funciona?

Aqui está um trecho de um post que eu escrevi para o Entrepreneur:

image42

Você pode dar um passo a mais e descobrir quanta influência seus concorrentes tem nas redes de mídias sociais. Por exemplo, quantos compartilhamentos sociais eles têm para cada publicação?

Veja como você descobre: visite o buzzsumo.com. Digite sua palavra-chave (ex: marketing de conteúdo) dentro da caixa de pesquisa:

image25

O Buzzsumo fornece mais maneiras de estreitar sua pesquisa com seus filtros e opções de Pesquisa Avançada. Você pode obter dicas para encontrar frases exatas, palavras diversas, conteúdo pelo nome do autor e outras estatísticas que podem ser usadas para mapear estrategicamente seu próprio conteúdo.

image26

d) Visite fóruns relacionados ao seu nicho: Você pode também visitar um fórum onde assuntos do seu segmento são discutidos com frequência. Eu prefiro começar minha pesquisa por plataformas de mídias sociais.

Comece logando no Linkedin. Digite “fórum + marketing de conteúdo” na caixa de pesquisa.

image39

Essa pesquisa trouxe 88.550 resultados no LinkedIn, mas nós queremos focar no resultado para Grupos.

Vamos clicar em um dos grupos, “O fórum de marketing de conteúdo.”

image38

Dos comentários nessa pergunta, parece que esse grupo é bem engajado e quer responder aos comentários. Esse é um fórum onde você pode fazer perguntas para identificar as necessidades do seu mercado alvo.

Outra tática que vale a pena tentar, especialmente se você tem pouco tempo disponível, é se cadastrar em uma conta gratuita do Quora, selecionar as categorias que você esteja interessado e obter sugestões de perguntas dos membros da comunidade.

image50

2.    Eu preciso redefinir minha estratégia de conteúdo?

Uma estratégia de conteúdo completa com metas específicas é a espinha dorsal de qualquer campanha de marketing de conteúdo. Publicar artigos on-off na ausência de uma campanha apoiada por uma estratégia adequada é o equivalente a correr em um círculo: você vai gastar esforço, mas não vai chegar perto dos seus objetivos.

É por isso que as empresas B2B com uma estratégia documentada são 25% mais eficazes do que aquelas que não são.

image03

A estratégia de conteúdo que você desenvolve e como implantá-la, depende em grande parte da informação que você recebeu do seu público-alvo no passo 1, acima.

Vamos dar uma sugestão a partir das necessidades de nosso público-alvo acima para traçar a estratégia de conteúdo.

  • Estatísticas da Audiência: Digamos que este foi o resultado das estatísticas da sua audiência depois que os leitores responderam sua pesquisa:
  • Alcance na idade: 30–50
  • Nicho: Marketing de internet
  • Concorrentes: problogger.net, becomeablogger.com
  • Engajamento via: Facebook, Google+
  • Necessidades: blog, marketing de conteúdo

A partir desses resultados, você pode descobrir no que irá focar:

  • Faça parte da lista de emails de 5 ou 10 blogs em seu nicho e os siga nas redes sociais também.
  • Foque nas palavras-chave que seus concorrentes classificam atualmente e direcione palavras-chave de cauda longa para aumentar suas chances de melhorar sua classificação no Google.
  • Preste mais atenção em sua página de negócios no Facebook.
  • Escreva mais posts sobre marketing de conteúdo.
  • Considere fazer um webinário.
  • Planeje seu conteúdo para atrair, engajar e conectar seus clientes.

image44

Atrair: Existem várias maneiras de atrair seu público-alvo, incluindo uma das minhas favoritas: escrever posts orientados por dados.

Posts orientados por dados são especialmente úteis porque constroem autoridade com seus leitores. Quando você pode provar para o seu público que você não está apenas escrevendo coisas da sua cabeça, mas sim porque fez uma pesquisa real e pode basear seu conteúdo com fatos sólidos, você aumenta a chance de construir sua audiência e conquistar sua confiança.

Outra maneira de angariar mais atenção para o seu conteúdo é receber o conselho de publicidade do guru David Ogilvy e criar títulos poderosos e provocativos que serão clicados. De fato, o título ocupa 80% do gasto do seu marketing.

image28

Engajar: Se seu conteúdo está simplesmente atraindo as pessoas para sua página sem engajá-las, você vai experimentar uma alta taxa de rejeição e pode até mesmo ser penalizado pelo Google.  

Então muitos donos de negócios cometem o erro de apenas construir sua estratégia de conteúdo em torno da produção do mesmo, sem considerar a forma como ele vai se envolver com os leitores e levá-los a uma ação específica.

Conectar: Outra maneira de atrair atenção é se conectando emocionalmente com seu público-alvo.

Jon Morrow foi capaz de fazer isso com sua audiência compartilhando sua história pessoal, “Na Morte, Mães, Lutem Por Suas Ideias,” com eles.

Como ele foi capaz de encontrar um ponto de conexão entre a sua história e a audiência, esse post recebeu mais de 5000+ compartilhamentos, abriu negócios para ele e se tornou ponto de referência para outros sites também.

Sua história não tem que levar as pessoas às lágrimas para que você se conecte emocionalmente com elas. E nem sequer precisa ser a sua história. Você pode entrevistar um dos seus clientes bem-sucedidos, por exemplo, e compartilhar essa história em seu site.  

3.    Eu preciso criar um mapa de conteúdo?

Um mapa de conteúdo te ajuda a permanecer focado em suas estratégias de marketing de conteúdo na medida em que você começa a se planejar. Pense nisso como um tipo de mapa do Google que te mantém no caminho certo e imediatamente te ajuda a retomar seus passos se você está indo para a direção errada.

image27

Algumas das perguntas que você pode fazer para você mesmo na medida em que prepara seu mapa de conteúdo, incluem:

  • Qual deveria ser o principal ponto chave para o leitor depois de ler esse conteúdo?
  • Como eu faço com que ele seja apelativo para meu público-alvo?
  • Onde eu preciso incorporar a mídia e qual tipo de mídia?
  • Quais recursos eu preciso para criar conteúdo apelativo?
  • Eu crio conteúdo por mim mesmo ou vou precisar de ajuda? Eu deveria terceirizar e, se sim, quanto?
  • Como eu posso reaproveitar esse conteúdo?

Outro processo que pode te ajudar é o mapeamento de conceito, em que as ideias e conceitos produzem uma imagem gráfica que mostra a conexão entre as ideias.

Mapeamento de conceito irá se tornar muito útil para uma suave transcrição de uma ideia para outra, especialmente se você faz muitas pesquisas para escrever o seu post.

Se houver uma desconexão em seu conteúdo, seus leitores irão perceber. Você pode evitar isso seguindo os seis passos do mapeamento de conceito desenvolvido pela Web Center for Social Research Methods.

image29

4.    Como eu faço para manter um fluxo de trabalho flexível?

Você pode criar e manter um plano de fluxo de trabalho flexível planejando com semanas ou meses de antecedência. Seu conteúdo que foi previamente mapeado te dará as melhores ideias de posts e esboços.

Você também deveria praticar a arte da delegação–algo que 86% dos profissionais de marketing de conteúdo já abraçaram.

image15

Você pode preparar:

Scripts pré-escritos: Esses scripts podem ser usados para enviar respostas, enviar lembretes e outras tarefas comumente repetidas. Esses tipos de templates podem te ajudar a alcançar um plano de fluxo de trabalho flexível.

Responsabilidades de trabalho: Se você tem uma equipe para trabalhar com as estratégias de marketing de conteúdo, é importante que cada membro da equipe tenha suas próprias responsabilidades de trabalho, em vez de apenas uma vaga descrição de “trabalhar com marketing de conteúdo.”

Use um timer: Toda tarefa deveria ser atribuída com um começo e fim. Para manter seu fluxo de trabalho flexível, lembre-se do Parkinson’s Law, que afirma que o trabalho se expande para completar o tempo disponível para sua conclusão.

5.    Eu já direcionei um FAQ para meus clientes?

A melhor maneira de criar uma campanha de marketing de conteúdo bem-sucedido é obtendo insights e entendendo as necessidades do seu público-alvo, como nós discutimos no item 1.

Existe uma ferramenta simples que os empresários têm usado ao longo dos anos para publicar mensagens de blog virais, fazer vendas maiores e conquistar clientes ao longo do tempo. O melhor de tudo, essa ferramenta é gratuita e acessível a qualquer pessoa.

Ela é chamada perguntas frequentes, ou FAQ – frequently asked questions. É basicamente uma lista de perguntas que sua audiência estará mais propensa a fazer sobre o que você está oferecendo, junto com as suas respostas àquelas perguntas.

Pat Flynn tem um ótimo FAQ em seu Kit de Crescimento para Food Truck:

image46

Um FAQ é usado para reduzir o número de perguntas que são direcionadas para sua equipe de vendas como resultado de alguma coisa que você divulgou–por exemplo, um produto para venda. Você pode também considerar usar o SAQ (should ask), ou “perguntas que você gostaria que fizessem”.

Eu fiquei sabendo do SAQ a partir do autor bestselling Mike Koenigs, em seu livro Author Expert Marketing Machines. São as perguntas que você gostaria que as pessoas fizessem. Através delas o seu conteúdo se torna único e você se posiciona como autoridade.

6.    Meu site é legível?

Do que adianta ter um grande conteúdo se os usuários não podem lê-los? Aqui estão algumas regras básicas para dar aos seus leitores uma experiência de leitura agradável com seu conteúdo.

a) Marque corretamente: O assunto principal deveria ser seu primeiro cabeçalho, e seus subtítulos deveriam estar no segundo nível. Use negrito e itálico ao compor o rascunho no Word ou Google Docs para chamar a atenção para uma palavra ou frase.

image35

b) Use a fonte correta: Existem milhares de fontes disponíveis, mas você tem que ter cuidado ao escolher uma entre elas. Você obviamente vai querer fontes que sejam fáceis de ler.

Você também deveria considerar a “personalidade” ou “tom” das suas fontes, e certificar-se que ela combine com seu nicho e com sua marca. Por exemplo, a fonte que um artista musical usa para criar seus cartazes pode não funcionar bem para profissionais de marketing ou escritórios de advocacia.

c) Analise um site relacionado ao nicho: Para checar a melhor fonte do seu site, escolha um site favorito em seu nicho e confira quais fontes ele utiliza:

  1. Destaque um parágrafo
  2. Clique com o botão direito do mouse e clique em “inspecionar elemento”
  3. Na caixa do lado direito, você vai conseguir ver a família da fonte, tamanho e peso.

image09

7.    Eu incluí imagens com apelo visual?

De acordo com a 3M Corporation e a Zabisco, 90% das informações transmitidas para o cérebro são visuais, e eles são processados 60.000X mais rápidos no cérebro do que um texto. Mas não usa apenas foto de banco de imagem em seu post.

image19

Garantir que seu conteúdo seja visual irá aumentar o engajamento com seus leitores.

Existem muitos sites onde você pode encontrar ótimas imagens para colocar em seu conteúdo. Você também pode criá-las. Dê uma olhada nesse conteúdo bem detalhado: Como Fazer Imagens Customizadas para seu Blog Sem Contratar um Designer.

8. Como eu gero ideias para um conteúdo viral?

Depois que a equipe da Moz analisou várias amostras de títulos de diferentes publicações online, eles descobriram que os títulos com números são preferidos em detrimento dos outros tipos de títulos por 36% dos usuários.

image20

Eles também descobriram que diferentes fatores contribuíram para que os títulos se tornassem virais, tais como o impacto emocional do título sobre o usuário.

Você também pode visitar sites como o Buzzsumo e o Ahrefs para ver quais são as tendências em seu segmento. Entretanto, existe outra maneira para gerar ideias de títulos e conteúdos que está sendo subutilizada: Amazon.

Veja como fazer: visite a Amazon.com e digite uma palavra-chave (ex: marketing de conteúdo) dentro da caixa de pesquisa que seja relacionada com seu nicho:

image30

O resultado marcado na imagem acima fala sobre uma perspectiva global sobre o marketing de conteúdo e foi publicado no final de 2014. Isso significa que a informação que ele contém é relativamente recente, e com 69 reviews com 5 estrelas é provavelmente bem relevante.

Na página de produto do livro, a Amazon te dá uma prévia sobre do que se trata o livro. Clique na capa do livro e desça até o índice para obter algumas ideias discutidas no livro.

image41

Como você viu, sem dúvida, você pode pensar em comentários, perguntas e conceitos relacionados, podendo utilizar tudo isso para planejar seu próximo conteúdo.

9.    Como eu posso chamar atenção com aberturas e parágrafos?

Na média, seu título é lido cinco vezes mais do que o corpo do texto. Claramente, seu parágrafo de abertura, bem como o resto do seu conteúdo, também desempenham um papel para fazer com que seu conteúdo seja lido.

Eu analisei os posts abaixo sobre os elementos de abertura que você pode incorporar em seus posts.

a) Abra com uma história: Vá para o tinybuddha style e abra seu post com uma história. A técnica do storytelling foi usada com eficácia nesse post, chamado “Lidando com a perda e o luto: Seja Bom Para Você Mesmo Enquanto se Cura.”

image40

b) Abra com uma confissão: Você tem um segredo que tem mantido por um bom tempo? Por que não revelá-lo na abertura? A Pamela Wilson sabe exatamente como fazer isso:

image24

c) Abra com uma atenção: A primeira linha da sua abertura é um teaser. Ele deveria gritar “Leia-me!” Aqui está um exemplo:

image14

Outros pontos para considerar ao criar sua abertura:

  • Não escreva aberturas enganosas.
  • Certifique-se que seus parágrafos estejam bem espaçados.
  • Teste diferentes comprimentos de parágrafo. Uma boa regra de ouro é um mínimo de duas linhas, com um máximo de oito linhas, como você verá nos exemplos que usei.

10.  Um conteúdo orientado por dados pode aumentar minha credibilidade?

Seu conteúdo será levado a sério quando for apoiado por fatos precisos e dados de suporte.

Jornalistas são bons em pegar os dados e transformá-los em informações significativas. Ao capturar os dados, eles os filtram, visualizam e então usam o storytelling para levar a informação para o público. Você pode fazer o mesmo.

image18

Então como você consegue dados para seus posts?

a) A partir de um influenciador: Influenciadores têm acesso a qualquer tipo de recursos—para não mencionar um exército de assistentes trabalhando nas pesquisas das suas publicações. Para conseguir um dado de um influenciador marque as publicações que você acha que serão úteis para seus futuros posts e as salve no Evernote ou algum app similar.

Então no futuro, quando você estiver crescendo um assunto parecido, visite novamente o post e deixe com que ele te ajude a descobrir recursos adicionais com os dados que você está procurando.

b) Cadastre para alertas do Google: Fique a par das tendências se inscrevendo no Google alerts. Sempre que houver novas notícias sobre o assunto que você está seguindo, o Google irá te mandar um email com as novidades. Marque essas páginas para referências futuras.

11.  Eu preciso otimizar para SEO?

Sim, você precisa.

A importância do SEO não pode ser subestimada. Afinal de contas, você quer que seu conteúdo seja descoberto pelas pessoas certas nos resultados dos mecanismos de busca.

As dicas fornecidas aqui não irão automaticamente classificar seu post no topo dos resultados, mas elas podem aumentar as chances do seu post ser encontrado no Google e assim direcionar mais tráfego para o seu conteúdo.

Pesquisa de palavra-chave: Antes que você comece a escrever qualquer post, gaste um tempo fazendo pesquisa de palavra-chave. Visite o Google Adwords Keyword Planner para descobrir as variações de palavras-chave que você pode classificar facilmente para elas.

SEO on-page: Você deveria marcar corretamente suas mensagens e meta descrições. Também, não use palavras-chave em excesso nos seus posts para evitar a “penalidade do Google.”

Escreva meta descrições otimizadas com algumas das palavras-chave usadas em seu post (sem exageros) e as mantenha abaixo de 150 caracteres para que ela apareça totalmente nos mecanismos de busca.

image43

Direcionando palavras-chave de cauda longa, você terá uma ótima chance de ter uma boa classificação no Google.

image37

Se você publicar consistentemente posts de qualidade direcionados por palavras-chave de cauda longa depois de um certo tempo, você irá dominar os mecanismos de busca. No entanto foque na intenção do usuário, não necessariamente nas palavras-chave.

Otimização off-page: Muitos donos de negócios gastam muito pouco tempo na otimização off-page. Mas ela é muito eficaz. Otimização off-page se trata de obter links de qualidade para suas páginas da web. Algumas das maneiras que você pode ganhar/construir links de alta qualidade são:

Escreva como se estivesse conversando: Escrever dessa forma é uma prática eficaz de SEO. É difícil, apesar de tudo, escrever bom conteúdo quando você está na verdade escrevendo para um robô. Quando você escreve como se estivesse conversando, é muito mais difícil exagerar nas palavras-chave do seu post.

12.  Eu preciso de canais locais para promoção?

Promover seu conteúdo por meio de canais locais ainda é uma tática viável. Uma nova pesquisa da Yellow Pages Association com dois parceiros, Burke e a comScore, em seus Estudos de Rastreamento de Mídia Local, mostraram que as páginas amarelas impressas e da internet produziram o maior alcance da audiência do que qualquer meio para os consumidores que procuram por informações sobre empresas locais.

image45

Para começar a sua promoção de mídia local, primeiro você tem que entender a audiência que você está direcionando. Não é um público global, então você tem que se certificar que esteja falando a língua deles.

a) Visite o jornal local e identifique as seções onde você gostaria de ser apresentado. (Outros estabelecimentos locais que você pode ir, incluem estações de rádio, segmentos de TV e conferências locais.)

b) Vire a página para os editoriais para descobrir o editor daquela seção. Depois que você identificar os canais locais de promoção, você pode criar um plano para alcançar os editores encarregados daquela seção.

13.  Como eu começo com a estratégia de mídia social?

Você precisa de uma estratégia de mídia social se você quiser gerar leads fiéis e clientes.

É uma das melhores estratégias de marketing de conteúdo e é extremamente eficaz na distribuição dele. Um estudo sobre Benchmarks, Orçamentos e Tendências em 2014, credita 84% do conteúdo australiano para a mídia social.

image48

Mídia social não é uma ciência espacial–você pode começar com uma estratégia muito básica. O truque é descobrir uma coisa que funcione e fazer isso consistentemente.

Para começar sua estratégia de mídia social, siga estes cinco passos:

  1.     Abra uma conta de negócios na plataforma de mídia social onde seu mercado alvo está presente.
  2.     Agende publicações e seja consistente.
  3.     Escolha o melhor horário para postar.
  4.     Encoraje o engajamento do usuário.
  5.     Mensure os resultados.

É fundamental para seu sucesso descobrir o tempo certo para postar seu conteúdo na mídia social. Quando você entende a hora certa da mídia social, você pode aplicar em seus posts.

image22

14.  Eu preciso alcançar os influenciadores-chave em meu nicho—como eu começo?

Como um blogueiro iniciante ou dono de negócio, não é fácil conseguir a atenção dos influenciadores—mas está longe de ser impossível.

Uma vez que você tenha os dados corretos e seja capaz de se comunicar de forma eficaz, bem como mostrar como os influenciadores podem se beneficiar da sua campanha ou ideia, você terá a atenção deles. Afinal de contas, como você, eles querem aumentar o alcance e crescer a receita.

Existem muitas maneiras de conseguir a atenção de um blogueiro, mas aqui estão algumas:

  • Comente em seus posts
  • Escreva uma nota como fã
  • Ofereça para trabalhar de graça
  • Escreva um guest post
  • Escreva uma nota de agradecimento
  • Siga-os nas mídias sociais
  • Fale deles em seu blog
  • Seja útil
  • Compre seus produtos
  • Participe de eventos que eles estejam palestrando

15.  Quais passos eu preciso dar para criar um calendário editorial?

Para evitar sair da grade de conteúdo, crie um calendário editorial. Um calendário editorial é usado por blogueiros e publicadores para rastrearem e controlarem a publicação do conteúdo em um certo período de tempo (um mês, trimestre ou um ano).

image00

Você não precisa ser chique—embora você possa. Use o app do calendário do seu computador ou o Google Calendar.

Então com sua estratégia de conteúdo em mente, escolha um calendário e então comece a preencher estas informações:

  • Qual dia da semana é o mais adequado?
  • Qual plataforma deve ser utilizada para publicar cada conteúdo?
  • Qual tema de conteúdo você irá seguir?
  • Qual membro da equipe você deveria atribuir o conteúdo?
  • A que horas?

O calendário editorial te dá uma visão geral do que foi planejado para seu conteúdo em um mês, três meses ou seis meses. Ele facilita a vida, como fez com a Lacy Boggs, e torna a escrita muito mais fácil também.

16.  Eu preciso configurar métricas para medir os resultados?

Sim, você precisa.

Tem um ditado que diz “o que não pode ser medido, não pode ser aprimorado.” E isso é uma verdade no que diz respeito às estratégias de marketing de conteúdo como é para os objetivos da vida. O crescimento da métrica começa no momento que você “encontra” o cliente e trabalha diretamente com a sua experiência de compra.

image33

Configurar métricas é um presente valioso para dar a si mesmo e seu negócio. Ele pode até mesmo servir como um impulso de energia nos dias em que você se sentir muito desanimado para perseguir seus objetivos.

Definir métricas pode ser gratuito e simples:

  • Instale o Google analytics em seu painel do WordPress
  • Confira os insights na sua página do Facebook
  • Mantenha uma planilha simples para registrar suas atividades de geração de leads

Ou você pode usar uma opção avançada como:

Quais métricas você configura depende inteiramente do que você está tentando medir, o nível de detalhes que requer, o propósito da mensuração e o tamanho do seu negócio.

Também, note que ao rastrear resultados, existem alguns que não fazem muita diferença para seu negócio e algumas métricas que você não deveria se preocupar até que tenha crescido sua lista para um tamanho significante.

Em vez disso, foque em métricas práticas que irão impactar seus resultados (ex: crescer a sua lista, adquirir mais leads, aumentar as vendas, etc.).

image02

Algumas das métricas que você deveria considerar rastrear são:

a) Taxa de conversão: Você está convertendo pelo menos 10% dos visitantes do seu site? Eles estão se cadastrando em sua lista de email?

b) Taxa de rejeição: As pessoas acham seu conteúdo interessante? Elas estão engajando com seu conteúdo ou estão clicando no botão para voltar para o mecanismo de busca?

c) Tráfego direcionado: Não é suficiente que seu tráfego tenha aumentado para 100.000 visitantes este mês. Se o tráfego não está convertendo, é porque provavelmente sua mensagem de marca não está clara e pode ter diferentes significados para as pessoas.

Gaste um tempo em seu Google Analytics e você irá conseguir dados práticos para tomadas de decisão, tais como sessões, usuários, visualizações de páginas e média de duração de cada sessão.

image36

17.  Como eu construo uma campanha de marketing de conteúdo?

Quando você quer levar seu conteúdo para um próximo nível e impulsionar o engajamento, você tem que criar uma campanha. A palavra “campanha” não é nova para anunciantes do Facebook, do Google AdWords e profissionais de RP.

image23

Uma campanha, quer se trate de marketing ou de conteúdo, simplesmente significa uma série de passos coordenados que visam dar grandes resultados.

De acordo com John Rampton, um dos elementos de uma campanha vitoriosa é entender em quem você está mirando seu marketing e criando conteúdo útil (de preferência evergreen) que vai continuar a satisfazer às expectativas dos usuários e continuamente crescer seu tráfego.

image32

Do painel do Google analytics, você verá a taxa de rejeição, a taxa de conversão e o site que está te enviando o maior tráfego. De lá, você pode ver de onde as referências estão vindo, em quais regiões e em qual horário do dia.

Com todas as ferramentas disponíveis para medir os esforços do seu marketing de conteúdo, você pode evitar os erros que cometeu em sua primeira campanha e focar nas atividades que te trouxerem os melhores resultados.

Conclusão

Atrair uma audiência de pessoas que irão acreditar e confiar em você não acontece da noite para o dia. Você tem que perseverar e continuar querendo aprender. O mundo do marketing está em mudanças constantemente, mas as necessidades básicas do seu público-alvo sempre permanecerão as mesmas.

Conteúdo de qualidade atrai a atenção das pessoas. Trabalhar com estratégias de marketing de conteúdo é a tática mais eficaz para gerar leads qualificados e criar engajamento com sua audiência.

Se seu foco está nas mídias sociais ou nos mecanismos de busca, a regra é basicamente a mesma: responda às perguntas dos seus clientes e você ganhará seus corações.

Como você cria engajamento com seu público-alvo e trabalha com suas estratégias de marketing de conteúdo?

Share