7 Erros no Google Adwords Fatais Que Irão te Prejudicar (E Como Corrigi-los)

no cash

Cliques. Leads. Clientes.

Nós estamos sempre querendo conseguir mais resultados em nossos esforços de marketing. Se você não está usando anúncios PPC (pague por clique) do Google AdWords para direcionar tráfego segmentado para suas landing pages, você pode estar prestando um grande desserviço para você mesmo.

Mais cliques significam mais visitantes, leads e clientes para o seu negócio.

E isso pode acontecer rapidamente quando você evita todos os erros no Google Adwords que fazem com que os anunciantes quebrem e aprende a como configurar o Google Adwords para conseguir uma alta conversão.

A verdade é que, se você está apenas começando no marketing de conteúdo, criar conteúdo gratuito por si só não te trará os melhores resultados.

Em vez disso, cresça o seu negócio combinando os três efeitos do marketing digital: mídia paga, orgânica e própria.

7 Deadly AdWords Mistakes That'll Make You Broke (And How to Fix Them)

Eu ofereço com frequência uma análise gratuita do PPC dos meus clientes. Em muitas ocasiões, eu percebi que os clientes estão cometendo erros fatais em suas campanhas PPC.

Por exemplo, vários anunciantes vão cometer erros no Google AdWords ao mandar tráfego para a homepage deles sem nenhuma intenção de capturar o endereço de email e nutrir os leads que chegarem.

De acordo com Eric Siu do Single Grain, outro erro terrível que muitos anunciantes cometem é não mensurar o ROI. Imagine rodar um anúncio por 7 dias sem nem checar a lucratividade da sua campanha. Você investiria dinheiro nisso?

Neste artigo bem detalhado, você irá aprender os erros no Google Adwords fatais que irão frustrar os seus esforços com o PPC do Google.

Faça o download deste material para evitar os 7 erros no Google Adwords.

Além disso, vou te mostrar como corrigir cada erro de maneira que você consiga trabalhar com o Google Ads de forma eficaz, gerando leads prontos para comprar de você.

Erro no Google Adwords nº 1: Não Usar a Combinação Correta de Palavras-Chave

Existem basicamente três categorias de palavras-chave que todo anunciante do Google AdWords deveria estar familiarizado:

  • Combinação ampla
  • Combinação de frase
  • Combinação exata

image28

O erro que as pessoas cometem com frequência é usar a forma errada de combinação de palavra-chave.

O Google permite criar seus ads em qualquer uma das combinações acima. É de sua inteira responsabilidade. Então vamos explorar cada uma delas:

i).  Combinação ampla: Quando você adiciona palavras-chave de combinação ampla, seus anúncios serão exibidos quando as pessoas procurarem pelas palavras-chave dadas. Os seus anúncios serão exibidos independentemente da ordem das palavras na sequência da pesquisa.

Então se você criar um anúncio para melhores sacolas da Ogio, seus ads irão aparecer para melhores sacolas da Ogio, sacolas da Ogio melhores, melhores sacolas da Ogio para comprar, sacolas da Ogio para golf, etc.

Existe muito potencial quando você segmenta combinação ampla de palavras-chave. Por exemplo, no segmento de saúde & bem estar, você irá gerar 91% de cliques se você estiver segmentando para essa combinação de palavras-chave.

image12

Essa combinação também significa que seus ads irão aparecer independentemente da intenção que os prospects tenham. Mesmo que eles não estejam prontos para comprar seu produto, tão logo eles façam menção às poucas palavras que você esteja segmentando, seus ads irão aparecer para eles.

image26

Para inserir uma palavra-chave de combinação ampla, apenas adicione-a e não use nenhuma forma de pontuação – sem aspas, parênteses, aspas simples.

Há também a ampla modificada, que significa que, em vez de usar nike shoes, você irá direcionar palavras-chave tais como nike shoes preto, nike shoes azul para mulheres, etc.

image06

ii).   Palavra-chave com combinação de frase: Quando você direciona esse tipo, seus ads irão aparecer quando as pessoas procurarem por suas palavras-chave naquela ordem exata.

Por exemplo, se sua palavra-chave é melhor cobertor elétrico, seus ads apenas serão exibidos se as pessoas digitarem melhor cobertor elétrico.

É claro, seus ads podem aparecer para outras palavras-chave, mas as palavras individuais tem que estar naquela ordem. Elas apareceriam em onde comprar o melhor cobertor elétrico, etc.

Se você quiser inserir uma combinação de frase, coloque-a entre aspas, desta forma,: “melhor cobertor elétrico.”

iii).   Combinação exata de palavra-chave: Com ela, seus ads apenas aparecerão quando a palavra-chave que você está direcionando for digitada no mecanismo de busca.

Usando ainda o exemplo acima, se sua palavra-chave é “melhor cobertor elétrico”, então seus ads não vão aparecer quando as pessoas procurarem por melhor cobertor elétrico online ou onde comprar o melhor cobertor elétrico.

Para adicionar uma combinação exata, simplesmente coloque a palavra-chave entre colchetes, desta forma: [melhor cobertor elétrico]

De acordo com um estudo de pesquisa, palavras-chave de combinação exata convertem melhor do que a ampla e de frase, mas a média mensal de pesquisas por ela é menor do que a ampla.

image20

Então você tem que ser estratégico no que diz respeito à seleção da palavra-chave e tipo de combinação (ampla, frase ou exata):

image17

Uma última dica: Se você quer os melhores resultados, combine os 3 tipos de palavras-chave e dê lances de maneira estratégica usando um sistema conhecido como lance em cascata. Veja como isso funciona:

image03

Erro no Google Adwords nº 2: Falta de Extensões de Anúncio e Ads Mal Escritos

Não ter ou otimizar extensões de anúncios é outro erro que muitos anunciantes estão cometendo.

O Google facilitou as coisas para você escrever melhores ads e ajustar suas configurações para produzir o melhor ROI. Com as extensões de anúncio, você pode usar sitelinks, chamada e extensões de local para melhorar seu ad.

E está tudo em sua aba Extensão de anúncio quando você entra em sua conta do AdWords.

image29

Isso significa que você irá adicionar informações extras ou links para o seu anúncio. É como o rich snippet que você adiciona em sua lista orgânica. Você está dando mais razões para os clientes clicarem em seus ads.

Usar extensões de anúncio pode ser muito eficaz no aumento dos cliques. Dê uma olhada nestas extensões:

image43

O ad abaixo usa localização, telefone e extensão de sitelink.

image35

As extensões de ad corretas irão aumentar sua taxa de conversão. O desafio é assegurar que suas páginas de destino sejam de alta conversão, de maneira que, quando as pessoas as visitarem, eles possam encontrar facilmente o que estão procurando.

image49

Escrever um ad atrativo é a mesma coisa que um título de um post. Se você quiser escrever títulos poderosos, você tem um modelo que funciona.

Você também tem que usar as oportunidades e ferramentas disponíveis para você. Se você está fazendo otimização dos mecanismos de busca, os rich snippets irão aumentar seu CTR. A melhor opção que está mais relacionada aos rich snippets para anúncios PPC são as extensões de anúncio.

Certifique-se de sempre usar os corretos, pois as extensões erradas de anúncios não irão aparecer para seus usuários e podem inclusive expulsá-los.

image37

Erro no Google Adwords nº 3: Não Entender de Margem de Lucro e Conversões

Quando você está dirigindo um negócio – mesmo que seja no mundo offline – você tem que rastrear suas conversões e margens de lucro. Você faz isso porque quer melhorar sua receita, não apenas o lucro a curto prazo.

image52

O mesmo se aplica aos anúncios PPC. Você deveria configurar uma conversão para consultas ou vendas a partir da opção do menu “Ferramentas” > conversões:

image41

Você pode na verdade economizar dinheiro quando compreender de fato o quanto você espera atingir e qual taxa de conversão irá te levar até lá. Então você pode usar esta simples fórmula para calcular margem de lucro para usas campanhas no Google ads:

image09

Vamos ligar alguns números e calcular a margem de lucro para ver como essa fórmula funciona:

Custo por clique – $1,00      Receita por clique – $10,00

Margem de Lucro – 0,3          Cliques – 1000

Sweet Tooth – $149

Aqui está a comparação do ROI para Sweet Tooth no adWords:

image27

Lembre-se que as margens de lucro acima podem não se aplicar a todos os segmentos. Você tem que saber o que funciona no seu ramo de atuação e fazer os testes por si mesmo para ter certeza. De tudo, ter uma margem de lucro presumida é uma ótima maneira de criar uma campanha vencedora no Google AdWords.

Erro no Google Adwords nº 4: Não Usar Palavras-Chave Negativas

O Google processa mais de 6 milhões de palavras-chave todos os dias, e 15% delas são 100% novas – ou seja, palavras que o Google não registrou ainda. Isso significa que algumas dessas palavras-chave serão de alta qualidade, enquanto outras serão deprimentes para dar lance e direcionar.

Usando palavras-chave negativas, você pode excluir aquelas que não são uma boa combinação para seu produto ou serviço. Fazendo isso você pode reduzir seu custo e aumentar sua receita.

Muitos anunciantes no Google cometem o erro de ignorar as palavras-chave negativas e então ficam imaginando o motivo pelo qual seus anúncios não estão convertendo da maneira que gostariam.

image02

Palavras-chave negativas são o jeito mais fácil de alcançar os consumidores mais segmentados, reduzir seus custos e impulsionar seu ROI.

Elas também te ajudam a aumentar o Índice de Qualidade no Google AdWords. Por exemplo, a Search Scientists aumentou o índide de qualidade em 60,1% dos seus clientes e diminuiu o CPC em 24,6%.

image40

Suponha que você dirija uma loja online vendendo relógios para homens. Você poderia direcionar palavras-chave comerciais e lucrativas, tais como relógios masculinos, comprar relógio masculino, relógios masculinos baratos.

Mas você está gastando dinheiro para esses cliques e merece receber esse dinheiro de volta a partir deles.

Quando você direciona uma palavra-chave como “relógios masculinos baratos,” as pessoas que estão procurando por aquela palavra-chave ainda não estão pensando em comprar. Portanto, adicionar a palavra “barato” ou “gratuito” em sua lista de palavra-chave negativa irá manter essas pessoas afastadas.

image53

1).  A essência das palavras-chave negativas: Por que você iria permitir com que seus ads aparecessem para as pessoas que não estão interessadas em suas ofertas?

Aqui está um exemplo típico: quando eu digitei a palavra-chave “programas de pequenas empresas” dentro do Google, eu vi um anúncio do Shopify promovendo um software.

image50

Confie em mim: esse ad é totalmente irrelevante para a palavra-chave. As pessoas que estão procurando por programas de pequenas empresas podem não necessariamente querer começar uma loja online.

Quando eu pesquisei por trabalhos de redação gratuitos, eu vi muitos ads, mas quando cliquei em um deles que me pareceu razoável, eu entrei em uma página que exigia um pagamento. Eu não estava procurando por programas pagos; somente gratuitos.

image21

Sua audiência está querendo comprar a partir do primeiro contato com um produto como o seu? Se sim, suas palavras-chave selecionadas irão produzir resultados.

image31

Digamos que você esteja vendendo um produto de informação (ebbok) para começar um negócio. Se você incluir palavras-chave como:

  • comece um negócio
  • maneiras gratuitas de começar um negócio
  • comece um negócio em casa
  • comece um negócio barato
  • ideias de negócio gratuitas

Se você incluir “gratuito, barato” em seu ad, isso significa que seus ads aparecerão quando as pessoas que somente estiverem interessadas em informação gratuita usarem as palavras-chave que incluem a palavra “gratuito.”

Por outro lado, se você adiciona as mesmas palavras-chave, “gratuito, barato,” em sua lista negativa, quando as pessoas estiverem pesquisando por informação gratuita em seu segmento, seu ad não irá aparecer e você não terá nenhum gasto desperdiçado.

image38

2).   Efeito das palavras-chave negativas nas Redes de Display: Se você configura seus ads para aparecerem tanto nas buscas quanto nas redes de display, suas palavras-chave negativas irão te ajudar a aumentar suas conversões.

Por exemplo, Adapt Partners reduziu os gastos em anúncio dos seus clientes em 40%, enquanto manteve o volume de conversão e a visibilidade da marca. Como ele fez isso?

image04

Eles usaram palavras-chave negativas de forma agressiva, otimizaram as palavras-chave nas redes de display, testaram os anúncios e usaram técnicas de estratégias de lances para alcançar esses resultados expressivos.

Para adicionar palavras-chave negativas, apenas clique no símbolo [-] para expandir.

image14

Cole suas palavras-chave negativas no espaço fornecido:

image30

Finalmente, não importa qual seja seu segmento ou nicho, comece com estas palavras-chave negativas:

  • gratuito
  • pornográfico
  • barato
  • nu
  • pelado
  • torrents
  • youtube
  • craigslist
  • ebay
  • kijiji
  • sexo
  • pornô
  • torrent

Erro no Google Adwords nº 5: Não Criar Lance Para Sua Própria Marca

Você deveria dar lance para palavras-chave relacionadas com sua marca para aumentar as conversões. Junto com isso, no entanto, você tem que prestar atenção no valor da sua marca.

Um estudo da Loyalty360 descobriu que 66% dos clientes norte-americanos querem pagar mais por um produto se a marca entregar uma experiência de valor para eles. Então você precisa sempre se esforçar para aumentar o valor da sua marca. Veja como o Pieppiermc.com explica isso:

image08

Entregar constantemente uma experiência positiva para o consumidor pode ser feito por meio do SEO e anúncios PPC. Use todo tipo de oportunidade e ferramenta disponível para projetar sua marca, pois sua marca é você mesmo.

Aqui está a importância de dar lance em termos de busca relacionados a sua marca:

image51

A Coca-Cola é a marca número 1 no Facebook porque ela promove a marca usando todo tipo de app disponível para sua base atual de fãs. Você pode e deve promover sua marca dando lances para os termos relevantes a ela no PPC do Google AdWords.

image34

Quando você dá o lance para sua própria marca, você está promovendo seu negócio e alcançando os fãs e clientes da sua mídia social.

Anunciantes que cometem o erro de não dar lance para suas próprias marcas tem razões sólidas pelas quais estão ignorando essa oportunidade:

  • A palavra-chave para minha marca não consegue muito tráfego
  • O volume para busca pela minha marca é baixo
  • Nossa marca está na 1ª colocação agora, então não há necessidade de anunciá-la.

Todas essas razões são boas, mas elas podem ainda te impedir de crescer seu negócio e criar uma campanha de sucesso. Não me refiro apenas aos cliques, visitantes e impressões – mas sim à receita.

As palavras-chave referentes a minha marca tem um volume decente de busca, com muitas variações de palavras-chave de marca. Dê uma olhada:

image39

“Neil patel” é pesquisado mais de 4.000 vezes por mês, e a sugestão de lance é apenas de 0,16, o que é ótimo.

image33

Imagine quanto tráfego e quantas conversões eu perderia não criando um lance para minha própria marca. Afinal de contas, quando alguém digita seu nome no mecanismo de busca, isso significa que a pessoa já sabe quem você é e confia em você.

Ter clientes pesquisando pela sua marca (e também seu nome ou domínio) é um ótimo indicativo que você está fazendo um bom trabalho. E de acordo com a Forbes, 80% da receita da maioria das companhias vêm de 20% dos seus clientes – aqueles que são fieis a sua marca.

E com relação a sua empresa ou marca? Vamos ver quantas vezes meu domínio é pesquisado por mês:

image46

Quicksprout é pesquisado 1.600 vezes por mês. E o Google não tem um lance sugerido ainda. Isso significa que eu posso facilmente dar um lance de 0,10 – 0,20 por clique e direcionar uma boa quantidade de tráfego para o meu blog, universidade de marketing digital ou páginas de serviço.

Marie Forleo também tem muitas oportunidades para dar lance para sua própria marca se ela decidir criar uma campanha. Dê uma olhada:

image11

Você percebeu que “marie forleo bschool” é pesquisado 110 vezes por mês? Bschool é um curso de formação que é o carro-chefe da Marie. O fato das pessoas estarem pesquisando por isso significa que eles já ouviram falar sobre o programa por alguém que eles conhecem, ou já são clientes da Marie.

A probabilidade de vender para essas pessoas é grande. De acordo com a Econsultancy, a probabilidade de vender para um prospect é de 5%-20%, enquanto para os clientes existentes é de 60%-70%.

1).  Impeça seus concorrentes de hackearem sua marca: Quando você dá um lance para sua própria marca, você também está evitando com que seus concorrentes possam caçar o seu negócio. Mais importante do que isso, você está fortalecendo sua marca.

image42

A dura verdade é que, se você não está dando lance para sua marca, os outros irão. E essas pessoas provavelmente serão seus concorrentes que não vão hesitar em tirar proveito do seu descuido para roubar seus clientes potenciais e visitantes para os sites deles.

Você pode continuar na classificação número 1 do Google para sua palavra-chave principal, mas se seus clientes caçarem a palavra-chave da sua marca, eles podem te ultrapassar e ficar em cima da busca orgânica.

image44

O lado bom de dar lance para sua própria marca é que muitas vezes você pode oferecer um lance muito baixo e ainda direcionar muitos cliques segmentados e visitantes para sua página de destino.

Dica profissional: Ao dar um lance para sua própria marca, você deveria mirar no topo, uma vez que as pessoas que estão pesquisando por sua marca são os visitantes mais bem segmentados que você possa vir a ter.

Em vez de se concentrar em lances baixos que irão te manter na parte inferior, aumente seu lance de maneira a permanecer no topo e conseguir a maioria dos cliques. Gaste mais em termos de busca da marca porque eles convertem muito bem.

2).  Reduza o turnover do cliente: Outro aspecto importante para criar anúncios com palavras-chave de marca é a grande melhora que você verá na taxa de turnover (rotatividade) do seu cliente.

No livro Leading on the Edge of Chaos, o autor Emmett C. Murphy falou sobre os 10 elementos principais para o sucesso em momentos difíceis. Ele destacou o fato que, quando você reduz o turnover do cliente em 5%, isso leva a um aumento no lucro de 25%-125%.

Se você é um coach de marketing na internet, segmentar palavras-chave populares como marketing de internet, marketing online e outras, terá um lance aproximado de $16,61 por CPC (custo por clique).

image15

Se você tiver 10 cliques, isso irá te custar mais de $160, 100 cliques custarão mais de $1.600, e por aí vai. E as chances de converter esses prospects que pesquisam por “marketing online” em clientes é muito pequena.

Isso porque o termo de busca não está muito bem definido. Esses prospects ainda estão no estágio de consciência do ciclo de compra do cliente. Consequentemente, eles ainda não estão prontos para comprar.

image45

Por outro lado, se você já trabalha com marketing online, sua marca provavelmente já tem certo destaque.

Consequentemente, as pessoas estarão buscando por ela. Em vez de dar um lance de $16,61 para palavras-chave relacionadas ao marketing de internet, por exemplo, você poderia dar o lance para palavras-chave que são mais ligadas ao seu produto, blog, ou marca. Aqui está um exemplo usando o John Chow:

image18

Além da primeira palavra-chave no print acima (blog do john chow), toda palavra-chave destacada em vermelho é um termo que pode dar dinheiro. As pessoas que estão pesquisando por eles estão mais propensas a comprar.

Essas palavras-chave são para os vídeo-produtos do John, que ele vende através do Clickbank e outras redes de afiliados. Embora as palavras-chave tenham menos do que 600 buscas mensais em média, o fato ainda permanece de que John pode direcionar cliques qualificados e compradores para sua página de vendas.

Antes de configurar o seu próximo anúncio do Google, use o Keyword Planner do Google AdWords para descobrir palavras-chave de marca que você pode direcionar.

Lembre-se que, quando você usa palavras-chave negativas, você está dizendo para o Google não mostar seu ad para as pessoas que estejam pesquisando com aquela palavra ou qualquer rede de display que esteja direcionando ativamente para aquela palavra (ex: gratuito, barato).

image24

Mas quando você dá o lance para palavras-chave de marca, você está dizendo ao Google para mostrar seu ad para os prospects e clientes nas redes de busca, quando a palavra-chave é pesquisada, e também nas redes de display quando sua marca for utilizada no conteúdo (ex: review de produto ou novidades da empresa).

Clientes querem conveniência. Eles querem marcas que estejam bem representadas, em todos os momentos. E perder clientes para seus concorrentes é um dos maiores pesadelos no marketing de internet.

Erro no Google Adwords nº 6: Não Conhecer o Valor de Vida Útil do Cliente

Você conhece o valor de vida útil dos seus clientes? Se não, você está desperdiçando tempo e dinheiro.

Quanto você vai gastar no AdWords para adquirir um cliente? Achismo não serve para nada. Em vez disso, elimine o achismo calculando o Valor de Vida Útil (CLV – Customer Lifetime Value).

image13

O CLV dos seus clientes é basicamente o quanto de dinheiro um cliente irá gerar durante o tempo que ele está engajado com a sua marca.

Aqui está como Wouter van der Heijden define isso:

CLV é o Indicador Chave de Performance que determina o valor de um cliente. Ele determina o quanto você pode gastar para recrutar clientes a longo prazo, tendo em mente o retorno em compras desse cliente.

valor de vida útil de um cliente é muito mais complexo do que o ROI (retorno sobre investimento). Mas eles dependem um do outro para crescer sua receita e seu negócio.

image19

Quando você se torna consciente do valor de vida útil do cliente, você pode facilmente ajustar suas campanhas e dar lances em palavras-chave estratégicas que irão direcionar os prospects certos e os clientes para sua landing page.

Neste artigo de leitura obrigatória, David Skok, que trabalha com capital de risco, disse que a maior razão pela qual as startups morrem é porque o custo por aquisição de cliente versus o valor de vida útil deles geralmente se parece com isso:

image47

A partir do post do David Skok, é óbvio que, se você quiser permanecer no negócio, a quantidade que você gastar no PPC do Google AdWords para adquirir um cliente deveria ser recuperada em < 12 meses.

Em outras palavras, se você gastou $270 para adquirir um cliente, você deveria também ter um funil estratégico e bem desenhado para fazer $270 ou mais daquele cliente em menos de um ano.

Esse é o único caminho para criar um fluxo de caixa saudável que irá sustentar o crescimento e a expansão do seu negócio.

A maioria das grandes marcas, como a Moz, usa uma estratégia diferente para garantir que eles recuperem o custo adquirido por cliente. O preço padrão para o software do Moz é de $99/mês.

image01

Para donos de pequenas empresas, esse pagamento mensal pode não ser muito acessível. Como resultado, eu teria que educar e persuadir os prospects para comprar o produto.

Então a Moz algumas vezes irá gastar mais do que $99 somente para adquirir um cliente, mas eles tem um plano para recuperar o gasto inicial e fazer mais a longo prazo.

No entanto, a Moz também usa uma estratégia única para adquirir clientes e fazê-los pagar. Eles fazem parceria com outras empresas para oferecer regalias somente para membros, o que é mais ou menos um programa de afiliado.

image22

Aqui está uma lista das regalias da Moz:

image48

A HubSpot fornece um exemplo mais detalhado de Valor de Vida Útil do Cliente, onde eles quebraram o custo do cliente em 3 componentes:

  • Custo das Visitas dos Clientes
  • Custo por Aquisição de Lead
  • Custo da Aquisição do Cliente

image23

Ainda usando o exemplo da HubSpot, Peep Laja nos mostra como calcular o CLV:

image25

Você está calculando o valor de vida útil do cliente em parte porque ele te ajuda a executar melhor uma campanha de PPC no Google AdWords. Se você está pagando $10 para adquirir um cliente, isso significa que o valor de vida útil deveria ser maior do que $10. Mas se você está pagando $10 e ganhando $6, isso significa que você está perdendo $4 para cada cliente que adquirir. Isso é visivelmente não sustentável.

Veja também: Como Calcular e Aumentar o Valor de Vida Útil do Cliente

Como Calcular o Custo por Aquisição de Cliente em E-commerce

Erro no Google Adwords nº 7: Não Testar a Posição Ideal do Ad

A fórmula simples que o Google usa para classificar ads é:

lance x qualidade do ad

Em outras palavras, se você der um lance maior do que seus concorrentes que estão segmentando para as mesmas palavras-chave, seus anúncios estarão mais propensos a aparecerem no topo, levando em conta que ambos tenham o mesmo índice de qualidade.

image00

A qualidade do seu ad é em grande parte dependente da qualidade das suas palavras-chave, taxa de cliques e palavras-chave segmentadas, e essa pontuação determina também onde seu ad será colocado.

De acordo com o WordStream, a posição nº 1 pode nem sempre ser a melhor posição. É verdade que as posições mais altas dos ads tendem a receber mais cliques, mas elas podem não ter as melhores conversões.

Mas você não tem que ranquear seus ads para a primeira posição para começar a gerar cliques de qualidade. Se seu objetivo é a marca, então eu entenderia perfeitamente quando seu foco for ranquear no topo do Google. Mas se você quer obter resultados (cliques de qualidade & conversões de tráfego), estar na posição 3-5 funciona melhor.

Digamos que você esteja vendendo utensílios de cozinha e seu concorrente seja a Home Depot – uma marca bastante conhecida com um grande orçamento de publicidade.

Seu objetivo não seria dar lances maiores do que seus concorrentes. De preferência, foque em aumentar seu índice de qualidade – porque um índice de qualidade alto pode te dar uma melhor posição na classificação do ad.

image07

Outra vantagem de estar nas posições 3 a 5 é esta: as pessoas estão sempre empolgadas sobre as posições 1-2, pois elas são facilmente vistas. Então muitas decidem clicar nesses ads do topo não porque elas estão realmente prontas para comprar, mas porque elas estão curiosas ou por causa de algum outro motivo.

image32

No livro Driving Customer Equity, os autores Roland Rust, Valarie Zeithami e Katherine Lemon falam sobre o ativo mais importante de uma empresa – o valor da vida útil do cliente (Customer Lifetime Value – CLV).

A fim de aumentar o CLV, você tem que focar nos clientes, nutrindo um relacionamento com eles. Quanto mais eles confiarem em você, mais você será capaz de incentivá-los a tomarem algum tipo de atitude que irá te ajudar no crescimento do seu negócio.

Quando se trata de posicionar para o Google AdWords, não existe nenhum princípio de isso-funciona-para-tudo. Você tem que fazer seus próprios testes. Ser o número 1 pode funcionar melhor para você dependendo do seu segmento, mas acima de tudo, anúncios nas posições 3-5 tendem a ser mais eficazes para a maioria das empresas, pois elas podem produzir um melhor retorno sobre o investimento.

Dica profissional: Você pode e deve testar seu ad para encontrar a melhor posição, diminuindo ou aumentando seu lance ou CPC.

Quando você diminuir seu lance, observe o que acontece. O Google geralmente fornece uma sugestão de lance. Você pode começar com essa sugestão ou aumentá-la um pouco. Continue checando a posição do seu ad.

image36

Georgia Eye Associates aumentou o CTR de 0,95% em setembro para 2,80% em abril, um período de apenas seis meses. Usando estratégias mais direcionadas e otimização do lance, ela foi capaz de reduzir o custo-por-clique (CPC) de $4,90 para $2,31.

image16

Conclusão

Seus ads deveriam ser direcionados para as pessoas certas. É assim que você aumenta seu tráfego, gera melhores leads e aumenta as vendas.

E você tem que estabelecer um objetivo de longo prazo, não apenas um para o curto prazo. Se seu objetivo é apenas gerar cliques de qualidade para sua landing page, você está perdendo.

Lembre-se que o valor de vida útil dos clientes não é dependente da taxa de conversão inicial, mas sim do que acontece depois que eles se tornam seus clientes.

Um Google Ads eficaz se resume a segmentar as palavras-chave certas, reduzir seu custo por aquisição de cliente e direcionar clientes potenciais para seu site, onde você estabeleceu um funil bem feito que irá aumentar as conversões.

Qual outro erro no Google Adwords você vê que os anunciantes PPC do Google cometem?

Share