5 Dicas Para Lançar Sua Primeira Campanha de Marketing Paga no Instagram

instagram

Uma pesquisa conduzida pela eMarketer descobriu que as redes sociais estão perto de atingir o ponto de saturação no que diz respeito à publicidade, tendo em vista que 88,2% das empresas dos Estados Unidos utilizam pelo menos uma das principais plataformas para se comunicarem com o público.

Uma dessas plataformas de mídias sociais tem experimentado um crescimento acelerado no número de usuários, atualmente na casa dos 400 milhões. Mesmo assim, apenas 32,5% das empresas americanas (com mais de 100 funcionários) a utilizam para fins publicitários. 

Estou falando do…

Instagram.

A plataforma visual de mídia social é a que estimula a maior quantidade de ações por parte dos usuários (quase três vezes mais do que o Facebook e Twitter).

image25

Agora que a plataforma abriu a possibilidade de anúncios para todos os profissionais de marketing, espera-se que a adoção pelas empresas cresça rapidamente – chegando perto de 70% em 2017, segundo a eMarketer.

Um relatório da Nanigans apontou que 31% dos anunciantes que utilizam o software de automação de publicidade da empresa investem em campanhas de marketing no Instagram. E isso foi apenas dois meses depois do Facebook ter aberto o API de publicidade do Instagram.

image32

Eu mesmo já gastei mais de $57.000 em campanhas de marketing no Instagram para construir minha marca. E até hoje continuo a fazer experiências com a plataforma.

Se você nunca fez um campanha de marketing no Instagram, mas está considerando a ideia, este artigo vai te ajudar. Vou mostrar cinco dicas úteis para sair à frente da concorrência. Aqui vai a primeira. 

1. Dê ao seu anúncio a aparência de conteúdo orgânico do Instagram: não force a venda, exponha sua marca com sutileza

Investir no Instagram não te dá o direito de usar imagens borradas ou de exibir ostensivamente o logo da sua empresa. 

A regra dos 20% de texto do Facebook também vale para o Instagram. Muitas marcas se deixam levar pela ganância e tentam passar a mensagem publicitária à força – ocupando mais espaço que os 20%. E é por isso que elas têm os anúncios rejeitados.

O Facebook deixa essa regra bem clara na página de políticas de publicidade:

“Imagens ampliadas de logomarcas ou imagens com excesso de texto não são permitidas. Também são proibidas imagens claramente editadas para incluir texto no produto, como forma de burlar essa regra.”

Use a ferramenta de grade para verificar se suas fotos respeitam as políticas de publicidade do Facebook.

image14

Em vez de usar excesso de texto nas suas fotos, inclua o texto complementar nas legendas.

image13

Seu anúncio também deve ter a aparência de conteúdo orgânico do Instagram – imagens que sejam autênticas, com boa qualidade e com iluminação natural.

Por exemplo, veja este post patrocinado da Calvin Klein. É uma imagem de alto contraste, que combina perfeitamente com o restante do conteúdo no feed de Instagram de um amante da moda.

image30

Se você quer mostrar que sua marca tem personalidade, não roube os holofotes utilizando um logo enorme na imagem. Em vez disso, procure equilibrar a foto com um elemento da marca que seja reconhecível para o seu público – como uma cor característica.

image28

Por fim,  siga as regras básicas e outros aspectos de composição de imagem para criar bom conteúdo.

Siga a regra dos terços e da simetria ao fotografar sua imagem. Confira o guia do Emil com 10 dicas de composição para criar fotos incríveis no Instagram.

image05

Trabalhe com, no máximo, dois pontos focais na sua imagem (incluindo um elemento da marca). Se sua imagem for complexa ou com muitos elementos, seu público vai ficar confuso. E nem pense em tentar mexer nas bordas.

image26

Imagens claras, detalhadas e com boa resolução são o mínimo para ter sucesso na sua campanha de marketing no Instagram. Evite imagens pixeladas. 

Se suas imagens são relacionadas a situações reais vividas pelo seu público-alvo, sua CTR será mais alta. Estudos mostram que  92% dos consumidores confiam em conteúdo gerado pelo usuário (do inglês, user-Generated Content, UGC) – isto é, conteúdo criado por pessoas que utilizam a plataforma, não marcas.  Portanto, busque maneiras criativas de incorporar UGC aos seus anúncios.

image09

O seus fãs podem ficar entediados, caso vejam o mesmo criativo várias vezes. Tente contar uma história por meio de uma série de imagens com um tema central. Use os filtros para criar climas diferentes.

image02

2. Escolha com cuidado o formato e objetivo do anúncio e respeite as diretrizes de publicidade

Se você já criou alguma campanha de marketing no Facebook, não terá muitas dificuldades para criar uma campanha de marketing no Instagram. A plataforma oferece atualmente três tipos de anúncio (semelhantemente ao Facebook).

image11

  • Anúncios de imagem (equivalente aos anúncios de links do Facebook) – Permite que as empresas contem histórias utilizando belas imagens (o tamanho recomendado é 1080 x 1080 pixels em formato quadrado ou paisagem). Você também pode adicionar um  CTA à sua imagem para direcionar os usuários ao seu site.
  • Anúncios de carrossel (similar aos anúncios de carrossel do Facebook) –  Em vez de uma, o usuário pode navegar por diversas imagens. É possível acionar esse recurso de múltiplas imagens para divulgar produtos relacionados utilizando uma mesma campanha e texto.
  • Anúncios de vídeo – Anúncios que permitem que as empresas impulsionem até 30 segundos de áudio e vídeo (o tamanho máximo é 30 MB). Esses anúncios ainda não permitem a inserção de botões de call-to-action, portanto são mais úteis para aumentar a percepção da marca.

Os vídeos têm tido ótima adesão no Instagram e podem aumentar o engajamento da sua campanha de modo significativo. Os três vídeos publicados pela marca de roupas esportivas Lululemon no Instagram, geraram mais do dobro do engajamento do que outros 14 posts de fotos publicados no perfil.

image08

Em todas as três modalidades de anúncios, o texto será exibido abaixo da foto e pode ter até 300 caracteres. É recomendável não incluir a URL do seu site na legenda, já que o Instagram não permite links clicáveis.

Você pode utilizar esses anúncios para realizar qualquer um dos seguintes objetivos.

  • Cliques no site
  • Download e envolvimento com aplicativo móvel
  • Visualização de vídeos
  • Aumentar o alcance da publicação e da percepção da marca junto ao público.

image18

Como leitura complementar, visite as páginas de políticas de publicidade do Facebook e  das diretrizes de comunidade do Instagram, para ter certeza de que não está violando nenhuma regra.

3. Use a poderosa capacidade de segmentação do Power Editor integrando o Facebook ao Instagram

Essa é uma particularidade favorita de muitos profissionais de marketing  – a possibilidade de acessar dados do Facebook e opções avançadas de segmentação para criar a campanha no Instagram.

Se você está qualificado para criar anúncios no Instagram, pode integrar perfeitamente o Facebook Power Editor à sua conta do Instagram. Veja como:

i. Faça login no Gerenciador de Negócios >> Configurações do Gerenciador de Negócios >> Contas do Instagram.

image31

ii. Insira os dados da sua conta do Instagram.

image00

iii. Supondo que você já tenha uma conta de Anúncios do Facebook  (mostrei como criar uma neste artigo), terá também a opção de integrar a sua conta do Instagram à sua conta de anúncios do Facebook.

image19

Atenção: Não é necessário conectar sua conta de Instagram ao Gerenciador de Negócios para criar uma campanha de marketing no Instagram. Mas é recomendável que você o faça. De outro modo, você não terá como responder as mensagens na seção de comentários. E em vez da sua conta no Instagram, a sua página do Facebook será exibida de modo desabilitado (não clicável).

iv. Agora, localize o link do Power Editor, no menu ‘conta de anúncios.’ Se já tiver configurado o seu Power Editor, você verá a página de boas vindas do Instagram Ads.

image15

Clique em ‘Criar Campanha’ para criar uma nova campanha de marketing no Instagram e escolher um objetivo para o anúncio.

image24

Você acessará o Power Editor – onde poderá definir o seu limite de orçamento diário (clicando em ‘Visualizar Conjunto de Anúncios’, onde você também poderá configurar o público-alvo da sua campanha).

image07

Você pode configurar a segmentação da sua campanha de modo semelhante ao Gerenciador de Anúncios do Facebook e escolher o posicionamento dos seus anúncios. Se você quiser anunciar exclusivamente no Instagram, desmarque todas as outras opções.

image06

A seguir, você vai configurar o seu lance e definir quanto está disposto a pagar por resultado de anúncio. Escolha o tipo de entrega – padrão (exibir seus anúncios no decorrer do dia) ou avançada (exibir os seus anúncios o mais rápido possível).

image01

Depois de configurar seus anúncios, você pode criar um novo anúncio e carregar/submeter à análise do Facebook. Os novos anúncios de Instagram aparecerão na sua conta de Anúncios.

image12

É recomendável que você crie sua campanha simultaneamente no Instagram e no Facebook. O posicionamento dos seus anúncios nas duas redes sociais será otimizado com base no objetivo escolhido (obter mais cliques para o seu site, por exemplo). Você pode inclusive utilizar o mesmo criativo nas duas plataformas. Se quiser usar criativos diferentes, leia as recomendações do Facebook.

A MVMT Watches fez uma campanha de marketing simultânea no Instagram e no Facebook, para aumentar o alcance da ação e atingir o público-alvo mais rapidamente. A estratégia ajudou a diminuir em  20%  o custo por conversão.

image20

A marca brasileira de moda masculina Kanui, também experimentou criar uma campanha de marketing no Instagram, paralela à campanha no Facebook , para estimular a instalação do aplicativo da loja. Conseguiram aumentar o retorno do investimento em publicado em 2.8x.

image27

4. Encontre perfis de Instagram populares no seu nicho de mercado que façam parcerias gratuitas ou posts patrocinados

Você sabia que a Foundr Magazine obteve 10.000 seguidores em duas semanas e meio milhão de seguidores autênticos no Instagram em seis meses?

Um feito e tanto para quem não é celebridade.

A Foundr não precisou gastar dinheiro para conseguir isso. Em vez disso, eles aproveitaram o ‘aspecto social das redes sociais’ – fizeram parcerias com perfis conhecidos do Instagram para uma ação de  S4S (share for share, em inglês).

Nesse tipo de ação, você entra em contato com influenciadores e pergunta se eles têm interesse em compartilhar o seu conteúdo e em troca, você compartilha o deles. O benefício é mútuo, pois ambos ganham exposição a novos públicos. 

Às vezes, não é preciso nem compartilhar o conteúdo. Uma simples menção no texto da legenda já é o bastante.

image22

O conceito de colaboração acima da competição é extremamente benéfico para quem quer aumentar a base de seguidores no Instagram.

É possível encontrar grupos informais de parcerias com muitos Instagrammers dispostos a realizar trocas mútuas de valor. Esses grupos (ou usuários) utilizam plataformas como Kik, Slack, GroupMe ou grupos comuns do Facebook para se conectar.

O ponto mais importante para obter sucesso com esse tipo de parceria gratuita é que o outro perfil do Instagram deve ter alcance similar – para que ambas as partes se beneficiem igualmente. Veja um exemplo da parceria entre a Foundr Magazine e a Rich20Something, ambos com quantidade de seguidores semelhantes.

image16

Se você acaba de criar o seu perfil no Instagram ou quer crescer depressa, vai ter que investir uma grana em campanhas de parceria pagas.

Funciona assim:

Você entrará em contato com perfis que têm muitos seguidores e ótima taxa de engajamento. E pagará um custo simbólico (até $100) para que eles divulguem o seu perfil.

A Foundr investiu $100 em parcerias durante as primeiras duas semanas, o que ajudou a conseguir 10 mil seguidores. Eles recomendam que a negociação com donos de grandes perfis inclua um call-to-action (para seguir o seu perfil no Instagram, por exemplo) no post.

Eu mesmo gastei $75.000 em perfis do Instagram com muitos seguidores (incluindo celebridades, rappers, cantores e modelos) para que eles publicassem meu anúncio em seus feeds por três horas. Acabei faturando $332.640.

A UWheels já faturou mais de um milhão de dólares, pagando celebridades e modelos para divulgar os produtos da marca no Instagram. 

image10

Eu e a UWheels tivemos ajuda da Jessica Killings para recrutar perfis do Instagram com muitos seguidores.

Você também pode fazer parcerias com influenciadores para realizar concursos. Foi o que eu fiz no começo – parcerias com modelos e perfis de lifestyle para anunciar meus brindes. Consegui captar cerca de 2% dos seguidores deles.

image21

Em geral, se você vir um e-mail na bio é sinal que aquele perfil provavelmente trabalha com publicidade paga. Mostrei algumas dicas para encontrar esses perfis populares em um post anterior sobre campanhas de marketing no Instagram.

5. Use um CTA poderoso e transforme seus seguidores em assinantes da sua lista de e-mail

Embora ampliar a sua base de seguidores no Instagram ajude a aumentar a percepção da sua marca, você precisa converter seus seguidores em assinantes da sua lista de e-mail para gerar resultados.

O Instagram não permite inserir links ativos na legenda das fotos ou nos comentários.

Portanto, o link mais importante que você vai utilizar é…

O link da bio.

Esse link deve ser curto, simples e fácil de lembrar.

image23

É possível acompanhar quantos cliques e conversões foram gerados pelo link da bio, utilizando o bit.ly para criar uma URL personalizada.

image17

A Foundr conseguiu obter entre 15 mil e 30 mil novos assinantes por mês, utilizando o link da bio. E eles conseguiram isso oferecendo um recurso relevante e de valor agregado para o público da marca. Além disso, a landing page deles é adaptada para dispositivos móveis.

image03

E, nas legendas, eles reforçam a oferta de valor que o público vai obter ao clicar no link da bio.

image29

Confira aqui a análise detalhada do Foundr’s sobre o processo de construção de um funil de vendas no Instagram para criar oportunidades e conversões.

Conclusão

De acordo com um relatório do Shopify, o valor médio de um usuário do Instagram é menor apenas do que o dos usuários do Pinterest.

image04

Garanto pessoalmente que é possível gerar negócios no Instagram. Portanto, em vez de apostar apenas no alcance orgânico, recomendo que você invista algum dinheiro. 

Tente criar campanhas simultâneas no Facebook e Instagram. Ou procure perfis populares e com muitos seguidores e trabalhe com parcerias pagas. Todas essas são ótimas estratégias para crescer rapidamente.

Ao criar uma campanha de marketing no Instagram, lembre-se de seguir as diretrizes da plataforma e de dar ao seu anúncio de vídeo ou foto a aparência de conteúdo nativo do Instagram.

Por fim, tente criar o seu próprio funil de vendas do Instagram, como a Foundr, para colher benefícios em longo prazo.

Você já criou uma campanha de marketing no Instagram? Tem alguma dica para quem está começando?

Share